Justificação e Regeneração

Justificação e Regeneração Charles Leiter




Resenhas - Justificação e Regeneração


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Kelly Oliveira 20/08/2019

“…quando Deus justifica um homem, ele também o regenera. A regeneração é inseparável da justificação, e uma nunca acontece sem a outra.”
Olá a todos. Trago hoje minhas impressões de um livro de teologia muito bom. Falo de Justificação e Regeneração de Charles Leiter, publicado pela primeira vez em 2009 nos EUA e em 2015 no Brasil pela Editora Fiel.

O livro é sobre as duas doutrinas contidas no título e a proposta do autor é explicá-las biblicamente de uma forma profunda ao mesmo tempo que simples e clara para que qualquer leitor (crente ou não, novo ou experiente na fé) possa compreendê-las. Como Paul Washer diz no prefácio, embora os teólogos sejam capazes de escalar o Everest das verdades de Deus, eles frequentemente comunicam essa visão em uma linguagem que está além da nossa compreensão, restando a nós simples mortais à literatura cristã popular que em muitos casos, não é nada além de historinhas, psicologia barata etc etc. Mas nós, os crentes, nós, a igreja, precisamos das grandes verdades bíblicas que são o fundamento do cristianismo.

Bem, Charles Leiter cumpre essa missão. Acho que dificilmente vou me deparar com outro livro que exponha a justificação e a regeneração, principalmente essa última, tão bem – objetivo, acessível, de leitura realmente fácil.

Importante dizer que a visão do autor a respeito dos temas é a visão reformada, calvinista.

A justificação é explicada nos capítulos 1, 2, e 3, onde é considerado o motivo pelos quais os homens se encontram em uma necessidade desesperada de um Salvador. A discussão tanto da culpa objetiva quando da corrupção interna causada pelo pecado. É examinado o dilema bem conhecido “Como pode um Deus justo justificar pecadores injustos sem ele próprio se tornar injusto?”, como a sabedoria divina solucionou esse problema por meio de Jesus Cristo. E são exploradas as características da justificação através de sete verdades contidas nas Escrituras.

A regeneração é examinada nos capítulos seguintes ou seja do 4 ao 13, que traz os seguintes títulos:

4 – Regeneração – Tudo se faz novo
5 – Uma nova criação
6 – Um novo homem
7 – Um novo coração
8 – Um novo nascimento
9 – Uma nova natureza
10 – Crucificação e Ressurreição
11 – Uma mudança de reino: da carne para o Espírito
12 – Uma mudança de reino: da terra para o céu
13 – Uma mudança de reino: do pecado para a justiça

A edição ainda contêm mais dois capítulos de fechamento e 5 apêndices, e inclusive, em um deles o autor fez um excelente resumo de todo o conteúdo da regeneração.

Quando comecei a ler esse livro, minhas expectativas estavam todas sobre o tema da regeneração. Isso porque eu já havia lido muitas coisas sobre a justificação e, pelo menos no meu caso, creio ter ouvido muito mais sermões na igreja sobre a justificação do que a regeneração. Todavia, ler o que o autor escreveu sobre essas duas doutrinas trouxe grande edificação para minha vida. Ele realmente se dedicou para que esse livro fosse bíblico, ajudando o leitor a compreender o que muitas vezes parece difícil demais (Romanos 6 e 7 por exemplo).

Como já visto acima pela quantidade de capítulos dedicados, a regeneração é sim o grande tema da obra. O autor trabalhou detalhe por detalhe sobre a operação desse milagre na vida de todos aqueles que creem no Filho de Deus.

É um livro que nos lembra do motivo da nossa esperança em Deus de um dia entrarmos na Vida Eterna. É um dos melhores livros que já li na vida. Recomendo fortemente!

site: http://cafeebonslivros.blog/2019/08/19/eu-li-justificacao-e-regeneracao-de-charles-leiter/
comentários(0)comente



Victor.Ricardo 11/07/2019

Justificação e regeneração
Um livro que aborda sobre o que significa ser justificado diante de Deus e responde perguntas cruciais sobre a doutrina da justificação e da regeneração.
comentários(0)comente



Melqz 19/01/2017

Simplesmente maravilhoso!
Ja faz algumas semanas que li e ainda estou admirado com a forma que o autor em 221 paginas consegue expor com tanta profundidade esses dois temas, seu primeiros capítulos são gastos para falar sobre justificação e mais da metade do livro ele se esforça de forma totalmente bíblica para expor todos os resultados da obra de regeneração e seus efeitos em nossas vidas aqui e agora, e na eternidade. Poucos livros que li tiveram uma preocupação tão grande em solidificar seus argumentos sobre textos bíblicos! Me fez lembrar de minha leitura de Confissões - Agostinho, pelo texto totalmente inundado em versículos bíblicos.


3 encontrados | exibindo 1 a 3