Batman: Arkham Knight

Batman: Arkham Knight Marv Wolfman




Resenhas - Batman


45 encontrados | exibindo 31 a 45
1 | 2 | 3


Aninha 26/01/2017

Simplesmente Maravilhoso!
Este é o segundo livro sobre Batman q eu li e é o meu favorito de todos os livros q eu já li na vida! Desde q soube desse game eu quis jogar, porém não sou mto boa jogadora, então veio o livro com a novelização oficial do game e eu não poderia ter ficado mais feliz, comprei obvio! E foi a melhor compra de livro q já fiz! Não tenho nem palavras para descrever como foi ler este livro, ele foi fantástico do começo ao fim. Enquanto lia fui pensando sobre a história e seus personagens. Batman está daquele jeito q eu gosto, heróico porém vulnerável ao extremo, Coringa é meu personagem favorito por ter sido retratado com tanta maestria e genialidade. Ele é o meu vilão favorito de todos o vilões e fico triste q apesar de Heath ter feito um magnífico trabalho na trilogia Dark Knight, este tipo de Coringa q há nesse livro nunca tenha sido mostrado nas telonas. A história do livro te prende durante toda a leitura e vc se vê lendo ao ponto de querer acabar logo para saber o final ao mesmo tempo q não quer acabar pq o livro é incrível e poderia ter mto mais páginas do q só 260. E o final é simplesmente "NÃO PODE ACABAR ASSIM!", mas não no sentido ruim da frase, mas sim no sentido de q "quero mais desses personagens". Enfim, recomendo mto msm pra quem jogou o jogo ou pra quem é amante de Batman assim como eu. Depois deste livro estou orfã de Batman e preciso de novas leituras maravilhosas como essa, do único Cruzado Encapuzado.
comentários(0)comente



Samuel Simões 08/12/2016

Se voce jogou Arkham Knight, POR FAVOR não leia este livro. Péssimo.
Pra começar dizendo.. se você já jogou o jogo Arkham Knight ou pelo menos jogou ate a metade do jogo .. ( como eu ) na boa.. não perca seu tempo lendo este livro. O jogo explora muito melhor toda a trama. O autor aqui se perdeu em alguns momentos e principalmente em ambientações de cena.. a melhor coisa do livro é as cenas em que envolve o melhor Vilão de todos.. coringa. Apenas isso. Escrita fraca. Preguiçoso. Não recomendo.
Ariel 09/12/2016minha estante
E meu medo se tornou realidade kkkkkkkkkkkkkkkk costumo considerar bastante suas resenhas aqui porque bate muito com o que gosto de ler, se tu não curtiu esse livro provavelmente ele não será para mim tbm.


Samuel Simões 10/12/2016minha estante
Hsuahaujauahauaj ao menos os meus comentários são uteis de alguma forma mano e agradeço por ler! Kkkk e realmente.. é uma PORCARIA de livro, serio! So a edição que vale a pena ( darkside ) .. haha valeu mano!! E temos gostos parecidos mesmo pra leitura..




Sammi 16/03/2019

O diário de Jim Gordon. Livro inspirado no jogo "Batman - Arkham Knight", é uma boa adaptação e nos garante boas horas de diversão, mas por mais incrível que pareça, a história do jogo é melhor - mais lapidada. Diferente da série de livros Assassins Creed, a narrativa não é uma gameplay escrita.
comentários(0)comente



Wemerson - @AventureiroLeitor 28/12/2018

Sensacional
Livro: Batman Arkham Knight
Autor: Marv Wolfman

Último livro da maratona literária. Uma leitura diferente das outras. O livro Batman Arkham Knight vai retratar a luta entre o Cavaleiro das travas para combater a loucura de um de seus piores inimigos: O Espantalho. Batman Arkham Knight é a novelização(1) do jogo de mesmo nome no PlayStation. Nele, Batman tenta a todo custo combater o Espantalho, que através do vírus do Medo quer destruir Gothan City.
No entanto, além da luta contra Espantalho, o Batman tem uma luta interna consigo mesmo, tenta a todo custo impedir que o sangue do coriga que foi injetado no Batman antes da morte do palhaço, domine suas ações e o leve para o caminho do mal. Coringa mesmo morto, vive! Dessa vez dentro do Cavaleiro das trevas.

⭐⭐⭐⭐ (4/5)
comentários(0)comente



Vanessa | @livroseafins94 09/10/2018

Batman Arkham Knight é a novelização do jogo de mesmo nome, escrito por Marv Wolfman. Que livro fantástico. Mesmo sendo uma história do Batman, confesso que não esperava tanto.
A história se passa em uma Gotham City pós morte do Coringa, no qual, a maioria do vilões estão em uma guerra entre eles para definir qual tomaria do lugar do Coringa. Diante disso, o Cavaleiro das Trevas tem que impedir que o Espantalho destrua a cidade, usando uma toxina do medo, enquanto no meio de tudo, tem que proteger seus aliados.
Além disso tudo, tem que descobrir quem é o Arkham Knight (desde o começo eu estava desconfiando, mas não aceitava a minha ideia, me surpreendi muito).

site: https://leitura-afins.blogspot.com/2016/07/desafio-skoob-2016-julho-batman-arkham.html
comentários(0)comente



Galahad 19/06/2018

Empolgante.
Historia muito bacana, envolvente, personagens clássicos e bem distribuídos.

O mistério ficou bem legal, apesar de ser meio obvio, mas não ficou cansativo.

Vilão principal meio chato, diálogos de Batman e "Coriga" muito bons, revelação bem legal, mas não mais que Injustiça e afinal tem o 2 disso?
comentários(0)comente



Samila Moura @soresenhasdelivros 13/01/2018

Batman - Arkham Knight
A história se inicia em período de uma grande vitória para Gotham City. O Coringa esta morto e sendo cremado, para que não haja duvidas de que ele não retornara para assombrar a cidade.
Com a morte do Coringa surge uma guerra entre as gangues, para saber quem será o novo Rei do Crime na cidade.
Em meio a esse dilema, um personagem que não teve tanto brilho em outras história do Homem Morcego, será a estrela da vez. Espantalho vem com a corda todo prometendo provocar o caos em Gotham City espalhando sua toxina do medo, e juntamente com ele vem de brinde um novo vilão Arkham Knight.
Arkham Knight é alguém que conhece e muito sobre o Batman, inclusive sua real identidade. Ele é uma versão do “mau” do Herói – que inclusive usa as roupas parecidas com a dele – conhece todos os truques, armas e ferramentas, algo que somente alguém muito próximo poderia saber, e Bruce não faz ideia de quem ele seja. E pra piorar a situação o Coringa esta de volta – SIM 😱 mesmo morto o cara ainda consegue ser o maior inimigo do Batman kkk- para assombrar o Homem Morcego, trazendo a tona lembranças de um passado não muito feliz, e isso com certeza vai abalar o psicológico do nosso Herói.
Gotham City está em decadência, tudo foi basicamente tomado pelas gangues, e diante da ameaça eminente toda a população esta sendo evacuado – ou pelo menos boa parte de dela – mas Bruce Wayne jamais desistirá da cidade que tanto ama e que sua família ajudou a construir, e nem mesmo Gordon – capitão da policia_ deixaria a cidade que idolatra. Os dois, cada um de seu modo, tentam ajudar a cidade que está ruindo pela ameaça de medo do Espantalho.
O plano do vilão é liberar a toxina do medo, que ao entrar em contato com o sistema nervoso faz as pessoas terem alucinações e enxergarem uns nos outros monstros, dessa forma a população passaria a ter tanto medo que para deter os monstros, começariam a matar uns aos outros e Espantalho poderia dominar a cidade.
Será que nosso Herói conseguira sobreviver a tantos perigos e ameaças desta vez?
Minha opinião sobre o livro.
Apesar de ter levado um pouco mais de tempo do que gostaria para terminar de ler, ele pode ser lido rapidamente depois que você se envolve com a história, tem capítulos curtos e varias mudanças de cena o que ajuda. Porém como o livro trabalha bastante com o psicológico do Homem Morcego, é bom ficar atento a narrativa para você não se perder.

O Livro é narrado em terceira pessoa, possui bastante cenas de luta bem descritas por sinal, o que é um prato cheio para quem gosta de ação. Tem um história bem construída, e conta com a participação de vários personagens que você já conhece. E os momentos finais, sem duvida são de tirar o fôlego eu ficava NÃO, NÃO, NÃO... UFF, NÃO, UFF, AI MEU DEUS. kkkk
Bom para concluir só tenho algo a dizer "Leia", o livro é maravilhoso.
Amém!
comentários(0)comente



nivali 26/09/2017

Uma novelização aceitável
Detesto novelizações de filmes. A escrita se preocupa em passar apenas o que é visto na tela e não explora o sentimento dos envolvidos. Pelo menos nessa novelização do jogo esse aspecto foi melhorado. Engraçado perceber possíveis side quests do jogo (não joguei, por isso não afirmo) no texto.
comentários(0)comente



AmadosLivros 14/08/2017

Quando se trata de Batman, assim como acontece com Gaiman, eu sou totalmente tendenciosa. O homem-morcego é de longe meu super herói favorito dos quadrinhos, e, por isso, admito que estava super ansiosa para ler este lançamento desde que a caveirinha o anunciou ano passado. E que surpresa deliciosa eu tive, quando o livro chegou em minha casa: todo negro como a noite mais densa em Gotham City! A aparência do livro já nos dá uma dica sobre o que esperar do clima da história.
A história do livro nada mais é do que a novelização literária de um dos jogos mais falados e aclamados de 2015. Batman: Arkham Knight, nome tanto do jogo quanto do livro, é uma história cheia de adrenalina, onde acompanhamos mais um dia na vida do vigilante de Gotham, enfrentando malucos e tentando salvar o dia.
A trama se desenvolve após a morte do Coringa. No prólogo podemos acompanhar a "cerimônia de cremação" do palhaço mais temido e lunático da história e percebemos o alívio de todos ao verem aquele corpo queimar até só restarem as cinzas. Mas se todos achavam que a morte do Coringa iria trazer uma período de paz a Gotham City, estavam completamente enganados. Esse espaço vago que era do palhaço passou a ser disputado por todos os outros lunáticos da cidade.
Então, para dar uma amostra do seu poder e causar pânico na cidade, o Espantalho detona um ataque químico na noite do dia das bruxas (31 de outubro). Mas foi um pequeno ataque com um aviso: dentro de algumas horas ele iria espalhar sua toxina do medo em toda a Gotham City, para espalhar o caos e ver todos os cidadãos infectados agredirem uns aos outros. Em meio ao pânico, quase toda a população da cidade tenta sair, todos menos alguns bravos combatentes e, dentre eles, claro, o Batman.

"Obrigado, Alfred. Não podemos proteger o futuro ao demolir cruelmente o passado."- Batman: Arkham Knight p. 24

Com ajuda dos seus companheiros na luta contra o crime, o homem morcego começa uma caçada contra o Espantalho para tentar impedir que ele concretize seu plano e destrua toda Gotham. Mas o que Batman não esperava era encontrar com o Arkham Knight, um novo vilão que parece conhecer todos os segredos do nosso herói. E fica um dúvida no ar: será que o Batman será capaz de derrotá-lo e salvar toda a Gotham? Além disso, engana-se quem acha que mesmo morto o Coringa ficaria de fora da história.
A história começa um pouco arrastada, devido a necessidade de apresentar alguns personagens para que os leitores que não jogaram o game, ou que nunca tenham lido nada do Batman, possam compreender quem são todos e o que fazem, mas a partir da página 100 o ritmo torna-se bem mais interessante e é quase impossível parar a leitura.
Um ponto negativo que achei do livro foi que a história já começa em andamento, Se você não jogou o game anterior da franquia, pode acabar meio perdido com relação a alguns fatos da trama e demora um pouquinho para conseguir entender ou deduzir o que é que tá rolando. Por isso o começo da história parece um pouco arrastada. Na minha humilde opinião, bem que poderiam novelizar também os outros jogos para a nossa alegria!
Um leitura envolvente e deliciosa. Devo dizer que eu suspeitei logo de cara quem era o Arkham Knight (sim, estou só me gabando mesmo)! E gostei muito de ver as referências a dois grandes arcos dos quadrinhos: A Piada mortal e Morte em Família. Sério, bem que poderiam rolar mais algumas novelizações do tipo, né? Até que este sonho se torne realidade, me resta indicar essa leitura incrível. O homem-morcego vai capturar sua atenção e você só conseguirá deixá-lo no final da última página!

site: http://amadoslivros.blogspot.com.br/2016/05/livro-batman-arkham-knight.html
comentários(0)comente



Inlectus 06/07/2017

Bom mas...
O Batman sempre deu um de durão, mas no final, ele sempre foi um frouxo.
comentários(0)comente



Artur Gueanori 06/06/2017

Batman: Arkham Knight - A novelização oficial do jogo
Quem nasceu primeiro o livro ou o jogo? Sim, é isso mesmo! Uma pergunta intrigante, tanto quanto a original. Porém, aqui vamos analisar a resenha da novelização (a transformação em livro) de um dos maiores jogos do Batman no momento.
Todos sabem que os jogos ultimamente vêm sendo materiais para a construção de enredos para o cinema. Seguindo tendência, hoje, apresento um livro que surgiu a partir de um jogo. Batman: Arkham Knight é um livro criado pelo escritor Marv Wolfman. Para os amantes de Batman, o enredo é, sem dúvida, mais um bom material do universo expandido do personagem.
Continue no site...

site: http://www.onliterario.com.br/ideias-opinioes/resenhas/92-batman-arkham-knight-a-novelizacao-oficial-do-jogo
comentários(0)comente



pedro.cruz.507679 21/05/2017

Uma pena..
Um livro baseado no jogo. Não joguei, portanto minha análise só abrange o livro. A construção da estória tem potencial, uma vez que Batman se vê num contexto incerto e complicado, buscando maneiras de sobreviver e salvar a cidade de vez. No entanto, a escrita do autor é cansativa, insistindo em frases de efeito desnecessárias no fim de cada capítulo e pausas repentinas no meio dos capítulos. Além disso, muitas vezes ele se expressa mal, causando confusão até mesmo quanto à localidade do personagem. O enredo se perde, inserindo personagens sem critério algum (personagens esses que também saem da estória do Nada, sem termos esclarecimentos quanto à isso), tendo uma conclusão extremamente previsível e rasa. A sanidade de Batman está comprometida, o que é uma potencial ideia de angústia. No entanto, as expressões e os contextos que aterrorizam o morcego são repetitivos e fracos. Péssimo livro. Um grande desperdício de um bom enredo.
comentários(0)comente



Marcel Sano 06/03/2017

Uma péssima novelização de um game...
Tantas histórias a serem contadas, tantas lacunas a serem preenchidas e Marv Wolfman fez apenas um resumo do game.

Nada foi adicionado, na verdade muita coisa foi até excluída nesta adaptação literária... Personagens com Charada e Duas-Caras que foram apenas citados. E mais injustiçada ainda foi Selina Kyle que foi completamente apagada da história.

É triste ver um dos melhores games produzidos virar uma "resenha" em forma de livro. Quem já passou horas na pele do homem-morcego, salvando Gotham e enfrentando seus arqui-inimigos vai se decepcionar com essa "novelização".
comentários(0)comente

Avalon 12/04/2017minha estante
Novelização da história principal do game, não das side quests... Só entenda isso.


Matheus Alves Carmo 29/04/2017minha estante
undefined




Marcel Sano 06/03/2017

Uma péssima novelização de um game...
Tantas histórias a serem contadas, tantas lacunas a serem preenchidas e Marv Wolfman fez apenas um resumo do game.

Nada foi adicionado, na verdade muita coisa foi até excluída nesta adaptação literária... Personagens com Charada e Duas-Caras que foram apenas citados. E mais injustiçada ainda foi Selina Kyle que foi completamente apagada da história.

É triste ver um dos melhores games produzidos virar uma "resenha" em forma de livro. Quem já passou horas na pele do homem-morcego, salvando Gotham e enfrentando seus arqui-inimigos vai se decepcionar com essa "novelização".
Avalon 12/04/2017minha estante
Novelização da história principal do game, não das side quests... Só entenda isso.


Matheus Alves Carmo 29/04/2017minha estante
undefined




45 encontrados | exibindo 31 a 45
1 | 2 | 3