A Árvore da Mentira

A Árvore da Mentira Frances Hardinge




Resenhas - A Árvore da Mentira


44 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Paraíso dos Livros 31/12/2020

A árvore da mentira
...................Em breve.................................
comentários(0)comente



Karina 31/12/2020

A árvore da mentira
..........................Em breve..........................
comentários(0)comente



João 31/08/2016

Esse é o tipo de livro que me chama atenção pela capa.
Lendo a sinopse fiquei ainda mais interessado,afinal uma árvore que se alimenta de mentiras?E que produz frutos contendo verdades ocultas?Já fiquei seduzido só por isso.

O livro é muito bom,os personagens interessantes,A autora define bem o papel da mulher no final do século XIX.O livro manteve meu interesse do começo ao fim.Fiquei surpreso com a solução que a autora deu para o assassinato do pai de Faith.Ela conseguiu manter o suspense até o final e isso me agradou muito.Claro que a bendita árvore demora para um pouco pra "dar o ar da graça"no livro mas quando ela apareceu ficou difícil largar o livro.
A história da árvore,seus segredos,tudo sobre ela é interessante.

Frances Hardinge é uma autora que pretendo acompanhar de perto.
Livro muito bom!
Beth 02/09/2016minha estante
Excelente resenha, João! Já me convenceste a ler o livro.


Rafa Ferrante 03/09/2016minha estante
gostei, já quero




Ikaro Uzumaki 24/12/2020

SIMPLESMENTE INCRÍVEL ?
Terminei o livro e o que eu tenho a dizer é que é incrivelmente bom. Tem personagens cativantes, algumas "piadas", lágrimas, romance e talvez até tenha um casal de lésbicas (talvez, pelo que eu entendi).
Realmente foi um suspense do início ao fim e fiquei passado com o final. Esse foi um livro que eu realmente me apaixonei.
comentários(0)comente



Karol Arantes 03/04/2021

Instigante!!
A premissa deste livro é bem curiosa uma vez que existe uma árvore capaz de revelar segredo e mistérios mas para isso é necessário cultivá-la com mentiras e quanto mais importante a verdade maior deve ser a inverdade, então temos uma personagem determinada a descobrir o porquê e como o seu pai foi morto e para isso ela fará o que for necessário para ter essas respostas. É interessante acompanhar as descobertas dessa garotinha sobre quem era realmente o pai que ela tanto admirava (até mesmo idealizava), e também como ela vai descobrindo a realidade  que é ser mulher em uma sociedade no século XIX , ela com seus 14 anos em uma idade ambígua entre a infância e a vida adulta (para a época, claro) começa a compreender o que é esperado dela e como há pouquíssimo espaço para mulheres na ciência algo que almeja para sua vida.

Assim ela percebe tbm como é subestimada pelas pessoas, principalmente os homens (e quando mostra que mais inteligente do que aparenta isso os incomoda haha), e então inteligentemente utiliza disso para promover as suas mentiras e tenho que dizer que é muito bom ver ela cultivar suas mentiras ao manipular e enganar os "homens da ciência" e todos os habitantes ilha de Vane. A história é ambientada em um suspense cativante com diálogos muito bons (que poderiam ter sido desenvolvidos mais vezes ao decorrer do livro, na minha humilde opinião) em uma escrita bem fluida.

 
comentários(0)comente



Manu 07/04/2021

? ??????? ?? ???????
Confesso que me senti um pouco burra depois de ler esse livro kkk
a inteligência de faith me surpreendeu a cada pagina desse belo livro a, astúcia do pai dela e o maravilhoso irmão que fez uma boa parte do trabalho, sem contar que è uma gracinha!!
comentários(0)comente



Jess 08/07/2016

Maravilhoso!
"Na inóspita ilha inglesa de Vane, em pleno século XIX, os Sunderlys desembarcam atraindo atenções e suspeitas."

Deixando suposições e uma má reputação para trás, o reverendo Erasmus Sunderlys, patriarca da família e amante das ciências naturais, tem mais segredos do que aparenta. Em circunstância obscura, o reverendo é encontrado morto. Todos acreditam ser suicídio, mas Faith, sua filha, está disposta a achar a verdade.

Em uma sociedade em que mulheres estão em segundo plano e os homens são os únicos dignos de intelecto, Faith precisa ter voz. Ela aproveita de sua invisibilidade para desvendar o mistério mas acaba encontrando um tesouro: A árvore da mentira.

"Uma árvore que se alimenta de mentiras sussurradas e dá frutos que revelam verdades ocultas."

Ela precisa da verdade, mas a que custo? Qual a consequência de uma mentira sussurrada? Por que seu pai escondia essa árvore? Como provar a verdade em uma sociedade que menospreza sua família?

QUE LIVRO GRANDIOSO! Fantasia, suspense, investigação. Sombrio e magnífico! A história cresce com o virar das páginas e vai nos mostrando seu valor.

Confesso que no nosso primeiro encontro, tive dificuldades com a narrativa mas quando retornei, nooossaaa... devorei quase o livro todo em menos de um dia! O livro possui um vocabulário estilo narrativa clássica, mas a leitura é super tranquila e de quebra aprendemos umas palavras novas :) A edição é linda e a diagramação ajuda muito na leitura. Superou minhas expectativas, amei!

"As mulheres estão no campo de batalha tanto quanto os homens. Não recebemos armas alguma, e não podemos ser vistas lutando. Mas devemos lutar, ou vamos perecer."
comentários(0)comente



Carolina DC 27/04/2016

Narrada em terceira pessoa, a trama gira em torno da família Sunderly, tendo foco em Faith, a filha mais velha de 14 anos de idade. A história começa com uma "fuga" da família, que saí de Londres e está em um barco à caminho da ilha de Vane. Faith desconfia que é uma fuga por causa da pressa dos pais, o reverendo Erasmus Sunderly e sua esposa Myrthe, mas ela não tem provas. Pelo menos por enquanto...
Ao chegar em Vane, a família se depara com uma comunidade pequena e extremamente fechada. Seu pai e seu tio Miles foram convidados a participar de uma escavação local, com quatro outras pessoas: o Dr Jacklers, o Sr. Anthony Lambert, o pároco local, o Sr. Clay e Ben Crock. O reverendo é um naturalista, um cientista conhecido que guarda um enorme segredo. Algumas de suas ações mancharam seu nome na comunidade científica e ao descobrirem isso, os habitantes de Vane mostram sua verdadeira face.
Faith é perspicaz, curiosa e não se conforma com o papel da mulher na sociedade da época. Tudo que ela quer é ser como seu pai, uma cientista, participar de escavações e fazer descobertas incríveis. Em casa ela é tratada mais como uma empregada do que uma filha, tendo como tarefa principal servir de babá para Howard, seu irmão de seis anos de idade. O destrato emocional é perceptível desde o início da leitura, principalmente por parte da sua vaidosa mãe, que a infantiliza sempre que pode e a excluí de todos os assuntos de adultos.
Acontece que ser inteligente demais é algo que pode ser prejudicial em uma comunidade tão pequena. Por exemplo, ela observa o comportamento errático do pai, que age de forma abrupta, demonstrando rompantes emocionais em um momento e em seguida, parece estar desconectado do mundo. O que será que o motiva a agir assim?
Em meio a esse cenário de segredos e mentiras, o reverendo é encontrado morto. Só que o que ninguém sabe é que horas antes de sua morte, ele compartilhou seu segredo com sua filha: a árvore do embuste. E por saber esse segredo e saber onde ele estava é que a protagonista tem certeza absoluta de que ele foi assassinado. Mas todos querem deixar a morte dele como um acidente ou até mesmo um suicídio. Afinal, quem teria motivos para assassiná-lo? E quem, em uma comunidade tão fechada, seria capaz de realizar tal monstruosidade?
Apoiada na descoberta que fez do pai e nas anotações do diário dele, a jovem irá investigar por conta própria tudo o que aconteceu. Mesmo que isso signifique espalhar mentiras alarmantes na comunidade, para alimentar uma árvore misteriosa, que não precisa de sol e nutrientes para prosperar. Apenas mentiras...
A trama é totalmente cativante e prende a atenção do início ao fim da obra. Com um tema diferente e uma escrita viciante, "A árvore da mentira" se tornou uma das leituras favoritas do ano de 2016.
O enredo é complexo, os personagens são repletos de nuances e a escrita é fluida, concisa e ritmada. Tudo no livro chama a atenção. Todos são suspeitos. E ninguém está seguro.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho excepcional. A contracapa é linda, a capa é sombria e combina perfeitamente com a história e o final é de tirar o fôlego.
Angel* 13/01/2018minha estante
Amante de um bom livro de suspense A Árvore da Mentira não me decepcionou. Uma história instigante, daquelas que você começa a ler e não quer parar... amei... personagens fortes, principalmente a protagonista e um livro que além da tensão, medos e incertezas a que me remeteu durante a leitura ainda deixa um aprendizado. Não entro em maiores detalhes pois tudo o mais já foi dito antes de meu comentário. Recomendadíssimo para quem gosta desse estilo. bj da angel ;)




Nara 12/08/2019

Muito bom
Um livro escrito de forma impecável, com uma leitura bem fluida e o modo como a autora conduz a história é magnífica.
A autora nos mostra no decorrer da história que subjugam as mulheres e seus feitos, mas para que isso não se torne um empecilho e não nos desanime.
Faith é uma menina muito inteligente e à frente de seu tempo, com uma determinação e teimosia imensa. Em algumas partes me identifiquei com sua personalidade. Admito que gostei muito de Paul, e espero que um dia tenha algum livro sobre a jornada do mesmo.
Bom, recomendo esse livro para todos. É muito bom. Dêem uma chance pra esse lindeza!
comentários(0)comente



Celina 01/10/2018

Maçante à beira da agonia.
A linguagem da autora é poética e interessante.
O final é inteligente e plausível.
A sinopse nos instiga à leitura.
E acabaram os elogios.
No meio do livro me senti em lenta agonia. Ô escrita chata, descritiva, cansativa! Muita coisa desnecessária!
Cortaria mais da metade do livro e o transformaria em um conto bizarro no estilo Penny Dreadfull (Contos populares que custavam menos que 1 penny e circulavam de mão em mão na Londres do século 19).
Curiosidade: A série Penny Dreadfull (amo,amo,amo) emprestou o nome desses livretos baratinhos.
Pois é. A história tinha tudo para acontecer. O tema é muito próspero! Só que não...
Alcione 01/10/2018minha estante
Vi comentários assim,por isso,corri.


Celina 01/10/2018minha estante
Pois é. Paguei pra ver... :(


Alcione 01/10/2018minha estante
=\


Érica | @aquelacomlivros 01/10/2018minha estante
Também detesto esses excessos de descrição e acréscimos desnecessários na história, só nos fazem cansar.


Celina 01/10/2018minha estante
Bad trip Érica!


Alcione 01/10/2018minha estante
Esse mês li pouco.Apenas onze livros.
Então nesse só vou ler o que me agrada.


Celina 02/10/2018minha estante
Esse livro estava no meu kindle fazia tempo. Comprei e esqueci dele. Então li por obrigação mesmo, Alcione. Mas ultimamente, estou assim também, lendo só o que realmente me agrada.


Alcione 02/10/2018minha estante
Um pouco de ressaca,eu estou rsrs
Vou ler outros gêneros.
As crônicas de Nárnia.
Já leu??
Vou tentar.


Celina 02/10/2018minha estante
Não. Vi o filme.
Boa leitura!


Alcione 02/10/2018minha estante
=)




Sabrina 28/07/2020

Poderia ter sido melhor
Eu não posso dizer que amei o livro, por que não amei. Não entendo como essa história ganhou um prêmio de melhor história, mas é a vida. Mesmo assim, o livro não é de todo tuim, dá pra distrair bem. A história é de fato bem criativa, mas a autora enrola muito com trivialidades e isso resulta numa narrativa chata e enfadonha que só dá vontade de desistir, o que aconteceu comigo, mas retornei e acabei lendo o livro todo.
comentários(0)comente



Lala Kim 26/03/2020

Sensacional
O amor já começa pela capa maravilhosa e se estende por todo o livro. A história é intrigante e fabulosa e claro o final é impressionante, com certeza pede a segunda parte.
comentários(0)comente



Aline Marques 17/07/2016

Se é para mentir...
Há algo de sedutor nas mentiras, para quem conta e para quem crê.

Agora imagine que, além da impunidade, uma mentira bem contada lhe renderia conhecimento. O que você faria?
--
"As pessoas são como os animais, e os animais não passam de dentes. Você morde uma vez, e passa a morder sempre. Não tem outro jeito de sobreviver."
--
Faith é uma adolescente que anseia em ser como o pai, infelizmente, no século XIX, as mulheres são fundamentais apenas para gerir lares e gerar herdeiros.

O que não a impedirá de ir atrás de respostas, arriscando muito mais que sua reputação.

Intrigas, suspense, fantasia, feminismo, religião, romance e simbolismos tornam este livro uma experiência única. Sério.

Ah. E tem uma árvore, sabe? Que se alimenta de mentiras sussurradas e seu fruto permite que o mentiroso descubra a verdade sobre qualquer coisa.

O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO?

Leitores mentirosos são bem-vindos, porque "só mais um capítulo" será uma frase que usarão frequentemente durante a leitura.

Espere chegar ao final para me compreender.

site: https://www.instagram.com/p/BH7doPgA67m/?taken-by=ousejalivros
comentários(0)comente



Silvia.Souza 15/08/2018

Excelente!!!
Excelente livro! Um enredo maravilhoso e instigante. A história prendeu minha atenção do início ao fim. Adoro personagens como Faith: corajosa, obstinada, Valente e extremamente inteligente. Super recomendo a leitura...
comentários(0)comente



juragni 14/09/2019

Boa estória
Quando comprei, achei que a árvore fosse no sentido figurado, pois na resenha havia um comentário sobre ser um romance de época. Foi uma surpresa, a estória se desenvolve bem, a narrativa é direta, concisa, e a descrição dos costumes da época é boa. Romance muito bem amarrado. Gostei.
comentários(0)comente



44 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR