Você Se Lembra de Mim?

Você Se Lembra de Mim? Megan Maxwell




Resenhas - Você Se Lembra de Mim?


48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Danielle.Soares 28/06/2020

Muito boa leitura. Gostosa. Que triste o que passaram devido à guerra. Lindo!
comentários(0)comente



Lana Wesley 26/05/2020

RESENHA: Você se Lembra de Mim?, de Megan Maxwell
Há muito tempo atrás quis ler esse livro pelo fato da personagem possuir um nome parecido com o meu, porém não imaginava que a história era divida em duas partes, sendo a primeira baseada em fatos reais.
No começo da leitura senti bastante receio de não gostar da leitura, já que a trama é narrada em terceira pessoa. Mas fiquei bastante surpresa ao me ver sendo fisgada no decorrer da leitura, já que a escrita da autora e sensacional, cheia de diálogos e cenas divertidas. Então de fato a narrativa não me incomodou em nada.
A primeira história e linda, romântica e descreve perfeitamente a Alemanha no século XX, e como as mulheres viviam nesta época. Isso me encantou muito.
Entretanto a segunda parte da história já se tratando de um romance no século XXI, a cada virar de página me via distanciando da leitura. Especialmente pelo fato de que a personagem tem 38 anos, mais age como se tivesse 21. Sinceramente foi decepcionante, só continuei a leitura, pelo motivo de que queria saber o que realmente aconteceu com o tenente Teddy.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Deyse 30/08/2019

Emocionalmente perfeito
Amei, Que linda história de amor , perdão, superação...
comentários(0)comente



Carla.Marisa 28/06/2019

Você se lembra de mim?
Arrebatador! Megan Maxwell me jogou no chão com esta história. A mais bela história de amor de sempre!
comentários(0)comente



Vanessinha 01/01/2019

Um livro maravilhoso!
O livro divide-se em duas histórias. Na primeira parte veremos Carmem partindo da Espanha junto da irmã para um emprego na Siemens da Alemanha. Tudo isso é carregado de fatos históricos reais. A primeira parte é finalizada quando Carmem é mãe solteira em plena década de 60 e passa por várias provações. Na segunda parte teremos Alana, sua filha, muito mais moderna e independente que tem ressalvas sobre soldados americanos e acaba se envolvendo com um. Ela busca depois de alguma hesitação encontrar algo sobre seu pai.
O que mais dói na história é saber que a primeira parte é toda baseada em fatos reais da vida da mãe da autora que afirma ter buscado um final mais feliz. Nem consigo mensurar o quão triste foi tudo.
Para as fãs da Megan e que já leram seus livros, esse é bem diferente.
Nada hot, muito emotivo e profundo.
É o trabalho dela que mais gostei até agora.
comentários(0)comente



Clara.Pamponet 17/09/2018

Adorei
Eu me apaixonei por esse livro no meio de 2016, quando por acaso vi a capa do livro na livraria da minha cidade, a capa não é daquelas que chamam a atenção por ser maravilhosa, mas quando eu vi a capa me senti intrigada com a moça sentada com um diário na mão.
Indo ao que interessa que é a história do livro... O início de tudo é no lá em 1960 com duas irmãs espanholas indo para a Alemanha, Mari Carmem e Loli tinham uma vida tranquila na cidade em que viviam na espanha, quando estavam no trem elas conheceram outra espanhola com o nome de Teresa, uma moça que foi crescida com freiras e que vivia falando arrea e muitíssimo. Já na Alemanha as três conheceram Renata. Quando as quatro chegaram na cidade de Nuremberg onde pode-se dizer que foi um divisor de águas, pelo motivo de Carmem se apaixonar e se envolver com um militar americano o galante Teddy, Loli conheceu outro militar americano Dário. Teresa conheceu um espanhol idiota Arturo, e Renata conheceu um alemão (que o nome não vem à mente).
Bem, infelizmente o destino de Carmem foi ver o seu amor ir para guerra do Vietnã, ela esperava um fruto do amor dos dois, ela estava grávida, fruto do amor dos dois, passaram, dias, meses, anos e eles acabaram perdendo contato, ela levou a vida de forma solitária, cuidando da filha Alana. Passaram-se 35 anos, e a pequena Alana filha de Carmem e Teddy estava uma mulher, formada em jornalismo, com 4 amigas loucas, e relacionamentos malsucedidos. Ela tinha uma relação horrível com a chefe, a sua melhor amiga Isabel trabalhava no mesmo lugar que ela. Quando surgiu um concurso onde ela e mais dois colegas foram selecionados para fazer uma matéria que tocasse no coração do Big Boss.
Alana e Isa foram para os Estados Unidos cobrir algumas matérias. Ela pensou em falar das ruas dos EUA, ao chegarem lá Isa já foi marcando uma festa para elas irem, lá elas conheceram Joel e Karen.
Ela foge de militares como o diabo foge da cruz, pelo medo de acabar sozinha igual a mãe. Ele é um militar que está de férias. Ela o apelidou de capitão américa, ele a apelidou de ligeirinho.
comentários(0)comente



Ana Paula FZ1 10/08/2018

Sou uma fã muito, muito feliz com as historias que Megan Maxwell cria, mesmo quando não agrada alguns leitores, eu adoro a escrita dela, adoro esse calor espanhol que ela põe em seus personagens. Adoro a mistura que ela faz entre a Espanha, a Alemanha e tantos outros países, que me remetem muito à Jud e Eric ( que incontestavelmente são meus personagens favoritos dela ).

Esse livro já começa cercado de emoção porque é baseado na historia de vida dela, Megan, e de sua mãe. Só por isso já gostei, mas confesso que o começo do livro é um pouco chato. Parado. Mas quando a gente entende a historia que ta sendo contada e depois, la na frente, quando ela entra nos dias atuais... ah ai o livro fica uma delicia de ler.

Começamos com a historia de Carmen e Loli, duas irmãs espanholas que vão para Alemanha tentar uma vida nova, trabalhar num lugar onde sejam melhor remuneradas. Hospedadas na Alemanha numa pensão para moças, elas começam a trabalhar e entre saídas com suas novas amigas e o trabalho, elas conhecem os militares Teddy e Dario. Dentre outras pessoas vão construindo uma vida, um circulo de amizades. A gente acha que nessa parte da historia nada faz sentido. Mas faz, acreditem.

Então se passam 35 anos e nos dias atuais conhecemos a historia de Alana, uma mulher firme, determinada que foge feito ferro quente de militar kkkk. MAs aos poucos Alana vai entendendo o porque de Joel aparecer em sua vida, mostrando pra ela quem nem todo homem é o que ela imagina, que sua vida pode ser linda e romântica mesmo com sua praticidade, trabalho excessivo e tudo o mais.


Ameiiiiii a Isa, amiga boa demais gente. Tudo de bom uma amiga dessa. Aliás adoro essas amigas determinadas que a Megan sempre dá às suas mocinhas.

Nessa parte, ou melhor segunda parte do livro, as emoções ficam muito a flor da pele. Me vi com os olhos marejados muitas vezes, Algumas situações cruéis que a vida nos impõem, ate mesmo como forma de aprendizado. As frustrações que Alana tem na vida. a reviravolta que a vida dos personagens dá, e a gente as vezes imagina que isso não acontece na vida real. A mãe de Megan viveu, e quantas mais não vivem.

Fiquei imaginando o que seria total realidade e o que seria apenas ficção. É uma linda historia. Longe de ser quente e cheia de pegada como as historias de Megan, mas é muito gostosa e emocionante de ler.. De verdade eu adorei !!!

site: http://paixaoporleituras.blogspot.com
comentários(0)comente



danda 12/06/2018

Narração agradável.Com troca de antes e depois.Um livro agradável e gostoso de ler.
Indico.
comentários(0)comente



Niedja - @indicacoes_literarias 15/01/2018

Mesmo jurando que não leria mais nada dessa autora eu acabei tentado e dessa vez até que me surpreendi. Apesar de achar ele chato até os primeiros 30% do livro, comecei a achar a história interessante e até emocionante.

O livro se divide em duas parte e isso que foi a surpresa. A primeira parte é baseada em fatos reais e se passa na Alemanha nos anos 60, e conta a verdadeira história de amor de Carmen e Teddy, os pais da escritora, que foi a parte que me emocionou muito e me deixou com o coração apertadinho quando chegou o momento de passar para a segunda parte, que se passa 35 anos depois e que é a parte de ficção onde a em nota inicial no livro, a autora informa que quis dar um final do qual ela queria que fosse um final feliz.

A história se passa nos início dos anos 2000 e conta a história de Alana, que seria a filha de Carmen e Teddy.
Toda a leitura faz referências a trilhas sonoras muito boa, as amizades são muito bem cuidadas e valorizadas e o amor como base, independentemente do tempo. É um romance diferente do que acostumados a ver, onde o real e a ficção se misturam e nos faz rir e chorar.

site: https://www.facebook.com/indicacoesliterarias/
comentários(0)comente



cris.leal.12 23/10/2017

Sensível mistura de realidade e ficção...
Em “Você Lembra de Mim?”, a escritora Megan Maxwell criou duas histórias conectadas entre si, dentro de um mesmo romance. A primeira parte do livro é ambientada na Alemanha nos anos 60, e conta a verdadeira história de amor de Carmen e Teddy, os pais da escritora. A segunda parte se passa 35 anos depois, no início dos anos 2000, e é completamente ficcional. Conta a história de Alana, que seria a filha de Carmen e Teddy. São duas histórias que ocorrem em momentos diferentes, mas que compartilham o mesmo sentimento: o amor.

Nos anos 1960 a Espanha estava vivendo tempos difíceis, o que forçou muitos espanhóis a emigrar para outros países em busca de trabalho. Carmen, juntamente com sua irmã Loli, vão embarcar na jornada de suas vidas deixando para trás a família para começar a trabalhar na Alemanha. Lá, ela conhece o bonito Teddy, um cabo paraquedista norte-americano, que se tornará o grande amor de sua vida. Eles planejavam uma vida juntos, mas a guerra do Vietnã jogou por terra o futuro que sonhavam. De repente, Carmen se viu grávida e só, e foi muito guerreira ao enfrentar a sociedade conservadora da época, que não via com bons olhos as mães solteiras.

A escritora Megan Maxwell explicou que escreveu o livro para prestar uma homenagem à mãe, que lutou muito para criá-la. Com este propósito, ela primeiro contou a verdadeira história de amor dos pais e, depois, inventou um final feliz, já que na vida real isso não aconteceu. A segunda parte do livro, que se passa 35 anos após o fim da primeira, é completamente imaginada. Esta seção traz a história de Alana, filha do casal da primeira parte do livro. Ela é jornalista em uma grande revista espanhola, e aceita passar algumas semana em Nova York a trabalho. Na Big Apple conhece o americano Joel Parker que, como seu pai, é militar. Com medo de passar pelo que a mãe passou, Alana tenta não se envolver, mas a atração que sente é forte demais. Eles começam a namorar e com a ajuda de Joel, a jornalista consegue esclarecer algumas questões mal resolvidas na história de seus pais. Isso possibilitará um final feliz para a história inacabada da Alemanha.

A primeira parte do livro é contada de uma maneira bem simples e meio lenta, mas carregada de muito sentimento. Então, por favor, não desista da leitura. Na segunda parte a história flui mais rapidamente. Ambas as partes, no entanto, trazem trilhas sonoras maravilhosas, personagens adoráveis, relações de amizade preciosas, e o amor como fio condutor das tramas. Este romance que mistura realidade e ficção me fez rir e chorar, e eu o recomendo a todos.

site: http://www.newsdacris.com.br/2017/10/eu-li-voce-se-lembra-de-mim.html
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 09/10/2017

Um começo meio parado, mas ao todo foi uma ótima história!
Oie gente! Hoje trago para vocês mais uma resenha dessa autora diva que não canso de indicar. Agora nesse livro vamos ver a emoção em cada linha e você leitor vai se segurar para não cair no choro. Um livro que me emocionou bastante e vou tentar contar nessa resenha porque adorei tanto essa história.

"Como sempre ouvi minha mãe dizer; podemos enganar as pessoas e a nós mesmos, mas o coração não se pode enganar. Ele é o primeiro a saber o que está acontecendo, e, sem dúvida, meu coração sabe que amo esse americano."

Você se Lembra de Mim? é um livro da autora Megan Maxwell, publicado pela editora Essência. O livro é único, então se você não gosta de esperar até um próximo livro sair esse livro é pra você. Nesse livro a autora dividiu em duas partes a primeira baseada na história de sua mãe na Alemanha e a segunda uma parte fictícia. Ficou curiosa? Eu também! No começo ela fala que a primeira parte não vai ser tão feliz, mas ela quis reescrever a história de sua mãe e dar um final feliz. Uma linda história de amor que nem o tempo foi capaz de apagar.


A história começa na década de 1960 com Carmem mãe de Alana indo para Alemanha em busca de um trabalho melhor. Junto com sua irmã Loli elas vão em busca de um sonho e lá conhecem novos amigos e se apaixonam por militares americanos. Carmem conhece Teddy um militar americano, mas quer fugir do que sente por ele, porque como a amiga Renata dela mesmo diz: soldados americanos não servem para namorar. Com medo Carmem vai tentar não se entregar a esse sentimento, só que não vai conseguir. Só que ele é um soldado e serve aos Estados Unidos, ele pode ser chamado a qualquer hora para uma missão. Esse dia vai chegar e você leitor vai ficar com coração pequenininho.


Nessa primeira parte confesso que foi a que levei mais tempo para ler, mas nem por causa disso não gostei da leitura. Você se Lembra de Mim? é aquele livro que você vai ter na sua cabeceira e vai querer ler cada dia um pouquinho, porque quando você se lembrar da história vai querer pegar o livro e voltar a ler. Como o livro tem 498 páginas a autora não poupou detalhes de como era aquela época na década de 1960 e como as mulheres eram vistas. Elas estava começando a usar calça, fumar e ser mais ousadas, mas como sempre era alvos de fofocas e mal vistas. O livro tem bastante música dessa época também, então se você gosta é só apertar o play enquanto ler. Já quero a playlist pra ontem.

"Carmem era tudo para ele. Era seu destino, seu porto e o pouco de verdadeiro que tinha na vida."

Na segunda parte a história dá um pulo de 35 anos e vamos conhecer a história de Alana fruto do amor de Carmem e Teddy. Agora os tempos são outros mulheres são mais independentes, ficam com quem quiser. Alana não quer relacionamentos depois de 6 anos namorando e com o casamento marcado o noivo falar que não quer mais. Ela vai a Nova York com sua amiga Isa a trabalho e conhece Joe,l a primeiro momento ela vai esnobar ele, mas vendo que ele é gente boa vai dar uma chance. Só que ela descobre que ele é um militar e foge dele com medo de magoar sua mãe e com medo de também sofrer como ela. Mas o destino é sabe o que faz, será que a história está se repetindo?

Resenha completa no blog

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2017/10/resenha-voce-se-lembra-de-mim-megan.html#axzz4v2ival3b
comentários(0)comente



Laisa.Moreira 06/10/2017

Olá, Você se lembra de mim?
O livro me chamou a atenção logo na carta que a autora faz aos seu leitores, relatando que seria baseado em fatos reais.

O livro é dividido em duas partes a primeira conta a história do romance entre Carmen e Teddy. Ela um espanhola que vai até a Alemanha tentar uma vida melhor e ele um militar Americano. Ambos se apaixonam e vivem um intenso amor, mais o destino intervem nessa relação quando Teddy precisa embarcar para o Vietnã.

A segunda se passa num longo espaço de tempo da primeira parte e conhecemos Alana(fruto do amor de Carmem e Teddy), mulher formada, dedicada ao seu trabalho e que levantou uma barreira em torno de seu coração, após sofrer uma desilusão amorosa. Em uma de suas viagens de trabalho conhece Joel, loiro de olhos claro, lindo!!! O pecado em pessoa e atração entre ambos é eletrizante, porém Alana foge ao descobrir que esse lindo rapaz é também um militar da forças Americanas. Seria possível ela viver as mesmas angustias que um dia sua mãe passou? Dúvidas, receios, desejos, paixão...muitos sentimentos que levarão a Alana repensar que se vale a pena viver o presente sem se preocupar com o futuro.

"O que não nos mata, nos fortalece"

Sempre gostei da escrita da Megan e simplesmente amei a ideia dela de relatar (claro reestruturando partes) a história de sua mãe. E mais lindo ainda ela se referir que fez esse livro para mudar a história e proporcionar um final diferente da realidade. Acredito que isso seria o desejo de muitas pessoas poder reescrever suas histórias de vida, alterando seu final.Saber que tudo que foi lido na primeira parte do livro, foi baseado em fatos reais nos aproxima muito mais da leitura. Uma história linda, e bem contada!

Obs: Amei as músicas, e com elas foi possível sentir o que os protagonistas estavam sentindo.


...



comentários(0)comente



Fran || @Pireiameilivros 29/09/2017

Lindo
Nossa que historia maravilhosa,a cada livro sou mais fã dessa escritora talentosa,amei .
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4