O Vale do Silêncio

O Vale do Silêncio Nora Roberts
Nora Roberts




Resenhas - O Vale do Silêncio


36 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Quemlefazfilme 06/12/2009

O Vale do Silêncio por Quem lê faz seu filme
A história da batalha final e o amor de Cian e Moira.


Cian cresceu muito na Trilogia do Círculo. Ele aparece desde o primeiro livro e é a razão do envolvimento de seu irmão Hoyt na briga contra a mega-vampira do mal, Lilith.
Cian é diferente de todos os outros vampiros que estão na moda ultimamente. Não é utópico como Edward, nem sexy e dotado de um apetite invejoso como Bill e, muito menos, romântico como Stefan. Cian é meio inconformado com seu estado vampiresco e tenta de todas as formas esconder a bondade que ainda existe dentro de um corpo frio. Ele é um vampiro sem efeitos especiais, por isso eu gostei dele: ficou mais real !
Já vimos de tudo por aqui no universo vampiresco. Não é mesmo? Vampiro com estudante atrapalhada , vampiro com vampiro, vampiro com garçonete, Shifter com Caçadora de Vampiros, mas nada se compara a uma Rainha humana virgem, que seduz, de maneira certeira e sagaz, um vampiro apaixonado e mal humorado do bem. Vampiro este que, até o momento, tentava com todas as forças lutar contra esse amor. É sabido que vampiros são sedutores natos; por essa razão, vê-lo seduzido e entregue foi uma experiência única.
Moira e Cian tiveram uma noite de amor incrivelmente sonhadora em O Vale do Silêncio. Eu li cada parágrafo bem lentamente, lutando contra a ânsia de correr os olhos e chegar ao final. Típico da Nora !!! Cada palavra, cada murmúrio. Resultado: Fui às nuvens e voltei com gostinho de quero mais. Socorro !!!!

Ah, preciso falar da batalha ! Me empolguei com os dois apaixonados...

Paixão pra lá, paixão pra cá, e é chegada a hora da batalha final. Local: O Vale do Silêncio. Lugar mais do que sombrio em Geall. Um vale que, em outro tempo, foi um rio de sangue.
Blair e Larkin, mais unidos do que nunca, contam agora com um exército de dragões para batalhar pelo ar e muita tática de guerra.
Hoyt e Glenna, unidos pela magia e pelo amor, ficam mais fortes e criam feitiços protetores e armas de guerras incríveis.
Moira precisa convocar todo o seu povo para guerrear. E mais, é necessário provar que , além de Rainha, ela é também uma guerreira. Agora é tudo ou nada !
A batalha esquenta e Lilith joga sujo.
E o que Morrigan reserva para Moira e Cian? Depois de viver intensamente aqueles dias, é possível voltar como se nada tivesse acontecido ?

Vale muito a pena conferir essa trilogia porque realmente a Nora Roberts sabe como enfeitiçar o leitor.

Como quem lê faz seu filme, o meu foi de muita ação, muita emoção, momentos que meu coração parou e depois acelerou e tudo isso ouvindo Book of Days da Enya. Hoje meu filme saiu com trilha sonora ...

Beijos de fada.
Luka.
comentários(0)comente



Mika 21/05/2011

O melhor vampiro EVER.
O melhor desses livros é que Nora não só coloca a perspectiva do casal principal, mas os anteriores também aparecem, por menores que sejam suas cenas são agradáveis de ler. Se antes a preocupação parecia grande, agora o fator “proteção” está maior ainda, já que a guerra é o destino. Para mim isso apenas melhora o livro, adoro quando os casais apaixonados brigam, ainda mais quando essa briga é desencadeada pelo desejo de proteger um ao outro.
Acho que devido a guerra, o livro me lembrou muito os jogos de RPG, assim poderá agradar ao lado masculino também, apesar do romance. Achei sobrenaturalismo demais citar dragões como mascotes, mas a imaginação é o limite, certo? Onde há magia, vampiros e transmorfos, imagino que qualquer coisa seja superável.
Se eu pudesse colocaria todos os diálogos aqui, em alguns momentos chorei de ri, e não estou aumentando, é a pura verdade. Cian de longe é o meu preferido nessa trilogia, se tornou, admito, um dos meus personagens preferidos da autora. Brinco dizendo que Nora pensa em mim quando escreve a personalidade desses personagens, desde o primeiro livro eu queria ler esse último e no fim um misto de sentimentos se fez presente – alegria, alivio e tristeza. Espero que todos gostem do livro, assim como eu, nunca pensei que poderia gostar tanto de um vampiro, já que estou saturada desses seres, mas ao que aparenta não dos de Nora Roberts.
Deve ter sido o drama que me tocou mais nesse livro, adoro um bom drama, ainda mais quando sei que o final pode me agradar. Despedidas, corações partidos, nada como isso para tocar o leitor, hã? Acho que a guerra pode fazer isso com as pessoas. Não há mais nada para falar, é ler para comprovar e sentir, se emocionar. Isso sim é uma verdadeira história de vampiros, de batalhas, de amor. Cuidado! Você pode se converter em uma Noraholics.
Carol 18/08/2011minha estante
Engraçado tb penso como vc desde o primeiro livro já tinha em mente que meu personagem favorito seria/é o cian.




@APassional 31/10/2012

O Vale do Silêncio * Resenha por: Elis Culceag * Arquivo Passional
O Vale do Silêncio é o 3º volume da Trilogia do Círculo, e consegue a façanha de ser ainda mais espetacular que os antecessores da série. À medida que a guerra contra o exército da rainha vampírica Lilith se aproxima, outros conflitos ocorrem nos corações de Moira e Cian.

Moira não é apenas uma rainha. É uma guerreira, integrante do círculo de seis escolhido pela deusa Morrigan para fazer frente aos vampiros na batalha que acontecerá no dia de Samhain, no Vale do Silêncio, nas terras de Geall. Mas ela também é uma mulher, que deseja amar e ser amada, e ter um motivo a mais pelo qual lutar. Entre as obrigações reais, os protocolos que precisa seguir, o trauma pela perda da mãe, o treinamento das tropas, a logística da guerra e os sentimentos que tem por Cian, Moira precisa manter a cabeça fria e estabelecer prioridades.

"Morrigan disse que esta é a hora do conhecimento. Sei que minha vida teria menos sentido se eu não o amasse. Quanto mais vida, maior e mais dura será a luta para mantê-la. Portanto, tenho outra arma dentro de mim. E eu a usarei."

Cian não é apenas um vampiro. É um predador letal que, à despeito da sua condição, prefere conviver com os humanos do que se alimentar deles. Um cara que, por trás da máscara de indiferença e ironia, esconde a melancolia de séculos de solidão, e tenta negar um amor imenso que julga impossível concretizar, pois conhece mais do que ninguém a fragilidade da vida humana.

"Acreditara que sua força de vontade o livraria disso. Mil anos, pensou, afundando-se nela, e o macho ainda se iludia achando que podia controlar a fêmea. Ela o estava conduzindo agora e, à sua maneira, sempre o estivera conduzindo para aquele momento desde o primeiro instante."

E quando o vulcão explode...

"Moira surpreendeu-se de o ar entre eles não virar fumaça; imaginou como era possível que eles simplesmente não tivessem irrompido em chamas. Isso era fogo, no sangue, nos ossos."

Enquanto isso, os integrantes do círculo descobrem que o Vale do Silêncio será um elemento de dificuldade a mais no confronto iminente: trata-se de um lugar negro, que inspira maldade, pois foi o palco de uma guerra entre deuses e demônios de uma antiga era, que resultou em um mar de sangue, encharcando a terra profundamente.

"E, quando baixou o olhar, o solo cruel do campo de batalha espalhou-se logo abaixo. Seu silêncio total foi um grito de violência. Queimou-o por dentro como aço derretido, brilhante e escuro, profundo e primitivo. A grama assemelhava-se a lâminas silvestres e afiadas, as pedras, à morte brutal. Então, até mesmo elas davam passagem para buracos negros e cavernas onde nada ousava rastejar. Protegido por montanhas, o solo amaldiçoado esperava por sangue."

Se o primeiro livro foi o mais mágico e explosivo, e o segundo livro o mais doce e descontraído, esse último livro com certeza é o mais intenso, inteligente e arrebatador de todos. E quando você pensa que tudo acabou, Nora Roberts ainda nos brinda com uma surpresa final que me deixou daquele jeito: lágrimas nos olhos, sorriso no rosto e suspiro no peito.

Apaixonante! Super recomendo!

Resenha publicada no Blog Arquivo Passional em 31/10/2012:

http://www.arquivopassional.com/2012/10/resenha-o-vale-do-silencio-de-nora.html
Silvia 11/03/2013minha estante
Eu já li está Trilogia e amei. Sinceramente se vc me perguntar qual dos três livros gostei mais, não sei, amei todos e um completa o outro.




paros28 14/01/2012

Emocionante
O livro Vale do Silêncio, o terceiro e último livro da Trilogia do Círculo da autora Nora Roberts, é o mais aguardado da série, não somente por ser o último, mas também para obter algumas respostas e esclarecer algumas curiosidades.

Acho que uma das maiores curiosidades é o velho contador de histórias que inicia cada livro, e garanto que somente será revelado no final mesmo, porque não tem como realmente saber, pois a Nora até no segundo livro enredou ainda mais confundindo o leitor.

Outro motivo de expectativa são os personagens principais, Moira e Cian, em relação ao último mais ainda, pelas características pode-se dizer é um personagem cativante, não somente por ser o vampiro, mas todo o charme, a personalidade sarcástica, irônica e sensual que o envolve, em O Vale do Silêncio descobrimos um pouco mais, desde a sua transformação, e também por mais que pareça cínico e fingir não se importar com as pessoas, existe um vampiro com sentimentos principalmente por Moira.

Quem já leu o primeiro livro, nunca podia imaginar que a personagem Moira, uma jovem princesa e delicada formaria um casal com Cian, por terem personalidades inicialmente antagônicas, e toda a carga do passado de Moira em relação a vampiros, e o igualmente cínico Cian, mas durante o decorrer do segundo livro, e essencialmente esse livro, veremos que Moira não é tão ingênua, delicada... pelo contrário, com personalidade forte, que sabe muito bem o que deseja.

Obvio que a Nora tanto com Cian quanto com Moira, não os modificou radicalmente, além de ser gradativo de um livro para outro, nesse ainda vimos ambos com seus temores, suas fragilidades, e isso é algo fascinante na narrativa e no desenvolvimento dos personagens de Nora nessa trilogia.

Um personagem que ganhou destaque nesse livro em relação aos outros é Lilith, descobrimos o porquê de toda essa maldade, como ela foi criada, o que posso dizer que ela já era desequilibrada quando era humana, e com tudo que aconteceu antes de se tornar vampira ficou pior depois de transformada. Outras curiosidades também foram esclarecidas, como Davey a criança vampira que a Lilith tem como filho, já que até esse livro a autora não tinha revelado a ligação da criança com a Lilith.

Os demais personagens, que no caso, os demais casais, Hoyt e Glenna, Blair e Larkin, aparecem bastante nesse livro, a autora realmente conseguiu equilibrar o destaque ao casal principal, sem se descuidar dos demais personagens.

"- Vá na forma de um animal pequeno – lembrou-lhe Blair. (...)
- É, bem... – Enfiou um pedaço de pão na boca. – Um rato é bem pequeno e já funcionou antes. Vai demorar mais do que demoraria como lobo ou alce. – Tirou a cruz do pescoço. – Terás que ficar com isso para mim.
- Detesto esta parte. – Balir pegou a cruz. – Detesto você saindo sem arma ou escudo.
- Tenha fé. – Ele lhe segurou o queixo, beijou-a. Em seguida, recuando, transformou-se num camundongo.
- Não posso acreditar que acabei de beijar isso – murmurou Blair (...)."

Temos diálogos engraçados de Blair, Larkin, Cian e até mesmo Hoyt está mais relaxado, apesar de toda a tragédia que ocorreu durante o livro, a autora conseguia minimizar através desses diálogos, de algumas situações descontraídas.

"- Agora parece que estou te querendo de novo. Preciso te seduzir?
- Tarde demais para isso.
O sorriso de Moira aumentou de intensidade á medida que se aproximava da cama.
- Ouvi dizer... e li... que um homem precisa de um pouco de tempo entre duas rodadas.
- Você está me forçando a ser repetitivo. Não sou um homem."

E outro aspecto interessante do livro, esse é o mais romântico dos três, e não é por causa dos outros casais, até porque o romance foi só explorado no casal principal, e além de serem muito sensuais, ou seja, a autora deixou o melhor em todos os sentidos para o livro final.

"- Você está bem? – perguntou Glenna. – A primeira vez é quase sempre difícil ou um pouco decepcionante.
Agora Moira riu abertamente.
- Foi lindo, excitante e mais do que imaginava. Nada que eu tenha imaginado se aproximou do que aconteceu na verdade.
- Um cara que não fosse bom nisso após algumas centenas de anos de prática – especulou Blair – seria um caso perdido."

Além de romântico, engraçado e emocionante, principalmente a difícil decisão de Cian ter que se separar de Moira, já que ele é vampiro e ela é a rainha de Gaell, ou outra solução que realmente essa foi impactante e surpreendente.

Até agora não me referi em nenhum momento da batalha final, que realmente ocorreu, e acho que foi o único ponto "negativo" do livro, pois depois de tanta preparação, foi uma batalha rápida, teve alguns embates interessantes, mas esperava bem mais em relação essa parte.

Concluindo, a autora abordou bem mais sobre sentimentos dos personagens, mesmo com o ponto negativo, o livro tem um desenvolvimento envolvente que cativa o leitor do início ao fim, realmente Nora pode dizer que sabe escrever de tudo, independente do gênero ela nos conta uma história original, equilibrada, inteligente e apaixonante.

Acessem a resenha completa com citações ilustrativas -->>> http://www.guardiadameianoite.com.br/2012/01/resenha-o-vale-do-silencio-nora-roberts.html
Karol 18/06/2013minha estante
Na verdade, assim que eu li o primeiro livro saquei logo que o Cian e a Moira ficariam juntos!
Amei a resenha e estou super ansiosa para ler o livro!




Kaliane 18/03/2013

Adorei o livro e fiquei triste com final da trilogia.O final foi surpreendente e gostei da atitude do Cian.Foi uma prova de amor.Foi maravilhoso ler livros com vampiros de verdade.Nora mostrou sua versatilidade.
Elurdiane 07/05/2013minha estante
Mais um pra me deixar curiosa... ai ai ai!




Keila 17/11/2013

O Vale do Silêncio
O terceiro livro fecha de forma excelente a Trilogia Do Círculo...e consegue a façanha de ser ainda mais espetacular que os antecessores da série. Se o primeiro livro foi o mais mágico e explosivo, e o segundo livro o mais doce e descontraído, esse último livro com certeza é o mais intenso, inteligente e arrebatador de todos.

Os refletores se voltam para os dois personagens que carregam as maiores responsabilidades do grupo. Moira,a Rainha e Cian,o vampiro.

Lilith possui um exercito de vampiros quase invencível e os seis componentes precisam mais uma vez unir forças para derrotá-la...mas dessa vez será a última batalha. Ou vencem, ou a humanidade enfrentará um futuro de caos e desespero.

Sem dúvidas este é o melhor livro da trilogia. Justamente por ser o volume onde o clímax finalmente se aproxima e é aqui que as coisas realmente pegam fogo, as personagens alcançam o máximo de seu potencial. E o romance entre Moira e Cian é recheado de amor proibido e tensão sexual e muitas risadas.

Com um cenário descrito com extrema habilidade,que une cenas de ação a intervalos de paixão, desejo e magia. Os personagens são bem desenvolvidos e, apesar de mágicos, possuem sentimentos bastante humanos e reais. Uma trilogia de fantasia com forte apelo para os fãs de todos os gêneros.

Apaixonante! Super recomendo!
comentários(0)comente



Cris Oliveira 14/10/2011

O livro é maravilhoso. Uma montanha russa de emoções! Você se emociona com o amor entre os casais e amigos. A força e a fé de todos é indescritível. Muita ação, muita adrenalina e muito amor. Diálogos rápidos onde você tem a sensação de estar por lá juntinho deles.
Nesse livro a união do círculo fica mais forte. Brigas acontecem, mas fortalecem a relações, tanto amorosas quanto de amigos.
Cian e Moira reinam totalmente em todos os sentidos. Um vampiro que não se coloca como vítima, aceita o que é e luta para ir em frente, mesmo que seus sentimentos estejam todos emaranhados. E ele tem e muito sentimento! Ao longo do livro vamos conhecendo todas as facetas dele e o compreendendo muito melhor.. e se apaixonando pelo caráter dele assim como o charme fascinante. Moira se transforma - de uma erudita vira uma rainha brilhante e muito mais.
O bom dos livros da Nora é que os casais fazem a história, não só um casal, mas todos. E isso é muito bom, pois não fica aquela coisa massante.
O final é emocionante! O coração fica apertado com as despedidas, com o amor todo derramado nas páginas. Foi ótimo ver o final de Lilith e conhecer mais da história dela. Alias foi tudo perfeito. O finalzinho foi o ápice.. o narrador que eu imaginava que era um na verdade era outro. E amei! Um livro, alias uma trilogia, imperdível!! Super indicada. Sou Noraholics! srsrr
comentários(0)comente



Jois Duarte 06/07/2012

Depois de ganhos e perdas, o Círculo segue para Geall e lá começa outro tipo de batalha: Moira precisa convencer seu povo a lutar contra os vampiros e, ao mesmo tempo, convencê-los a lutarem, lado a lado, com um membro da espécie que eles tanto abominam... Cian *-*

Moira é a herdeira do trono de Geall e um tanto insegura quanto a sua capacidade de liderar e ser, constantemente, menosprezada por Cian não ajuda nem um pouquinho sua autoestima. Mas eis que ela define suas metas: mostrar a seu povo que é uma guerreira, treinando e lutando, lado a lado, com eles e acabar de vez com a indiferença de Cian.

Cian é um vampiro de quase mil anos. Gosta de sua vidinha de imortalidade, juventude e força, mas reencontrar o irmão, depois de tanto tempo, traz à tona seu lado humano, que ele tanto tentou esquecer. Sarcástico e muitas vezes mal humorado, usa a má educação para afastar aqueles que se importam com ele. Desde o início, Cian foi a maior preocupação de todos os membros do Circulo, pois sendo um demônio não poderia pisar em solo sagrado, como é o caso de Geall, e sem os seis membros reunidos, juntos, o Círculo não funcionaria... isso obrigou cada um a se virar e buscar uma solução naquilo que tinham mais conhecimento.

Ir para uma guerra sem saber se saíra viva de lá, ver casais apaixonados a sua volta, contribui muito para que Moira tome uma decisão: Seduzir Cian! No início ele resiste - ou tenta, pelo menos -, já que os obstáculos são muito: ele será jovem eternamente e ela envelhecerá, ele nunca poderá lhe dar filhos... mas Moira persiste em que devem viver o presente, já que o futuro é incerto e que após a batalha, se saírem vivos, cada um seguirá seu caminho.


– Moira. – Ele manteve a mão junto à dela e a colocou sobre o seu peito. – Se meu coração batesse, bateria por ti.
Pág 184


~> Larkin, em 1200 e lá vai bolinha, se lamentando por não poder tomar Coca-Cola no café da manhã é IMPAGÁVEL!
comentários(0)comente



Paulinha 27/08/2012

o fim ....
Odiei terminar a trilogia ... sabe aquela sensação de que quando acabar não restará nada além de um vazio? Pois bem, foi assim que eu senti neste ultimo livro. Não queria terminar nunca ... saber que você terá que dizer adeus aos seis...

Aqui a grande luta chega contra a Lilith e onde o amor mostra a sua força, onde o amor faz a diferença, neste livro eu chorei, ri, fiquei ansiosa e suspirei ...

Aqui ela explica quem é o senhor que está contando a história, neste livro ela preenche as lacunas que ela deixou aberta nos outros dois livros.

Este foi o meu preferido também ....
comentários(0)comente



Patty 13/10/2013

Ótimo
O terceiro livro fecha de forma excelente a Trilogia Do Círculo. Com ação e romance na medida certa como só Nora Roberts sabe escrever, nos levando a sofrer junto com Moira, Cian, Larkin, Blair, Glenna e Hoyt durante a guerra e se emocionar após esta.
O livro termina a história de maneira incrivelmente linda, apesar de para alguns acabar sendo meio o esperado. Mas quem leu os outros 2 livros, não pode ficar sem ler esse e fechar o círculo! :)
comentários(0)comente



Mah 19/04/2012

Ameiii o final da história,não me surpreendi mas era o que esperava da autora!!
Enfim um final feliz para todos até para o vampiro mais autêntico e sedutor que já conhecí!!
comentários(0)comente



Thay 16/07/2013

Emocionante.
É um final incrível e surpreendente, super emocionante , como sou daquelas que entram dentro do livro e vivem tudo que os personagens vivem também, no final não consegui segurar minha emoção de desandei em lágrimas. Lindo e tão romântico... Uma Guerra, a vitória um prêmio inigualável... Maravilhoso !!!!!!!!!!!11
comentários(0)comente



Adriana 19/12/2011

Resenha sem spoilers! Para ler resenha de A Cruz de Morrigan e O Baile dos Deuses, clique sobre os títulos.

Um desfecho muito bom. Assim poderia ser definido o último volume da Trilogia do Círculo, saga que iniciou Nora Roberts no mundo dos vampiros. Estava com altas expectativas em cima deste livro o que sempre atrapalha, até porque o romance que ele abordaria prometia ser o mais espetacular. E foi mesmo um romance lindo, mas ainda senti que poderia ser melhor.

Cian e Moira não poderiam ser mais diferentes e terem abismo maior entre si. Ele é um vampiro antigo, que já viu muita coisa neste mundo e sempre aparenta não ter sentimentos. Já Moira é a rainha de Geall, uma erudita que teve seus pais mortos por outros da espécie de Cian.

O povo de Moira não recebe muito bem o vampiro e encara sua presença como uma ameaça, o que dificulta ainda mais uma aproximação. Mas ele são parte do Círculo de seis, e por este motivo estão destinados a se unirem, mesmo com tanta influência negativa externa.

O livro narra os últimos preparativos para a batalha final contra a poderosa e temida Lilith, acompanhamos mais a vilã neste livro, com passagens dela e seus súditos, o que eu gostei muito. É bacana podermos ver o outro lado da moeda e outros pontos de vista. Adorei especialmente Davey, o “filho” da vampira, que teve um papel importante na trama.

Realmente a única coisa que me desapontou de certa forma foi o romance de Cian e Moira. Por ele ser um vampiro eu estava esperando… não sei, mais alguma coisa, algo que faltou. Bem confuso, eu sei. Mas não consigo precisar o que é, sabem quando sentimos falta de algo e não conseguimos dizer o quê? Foi mais ou menos assim.

Não que não tenham cenas sexy e divinas de amor e paixão, claro que tem é Nora Roberts escrevendo afinal, mas acho que Cian perdeu um pouco a característica da acidez e do sarcasmo, que eu tanto amava, para se tornar um cordeirinho apaixonado muito rápido. O início do caso poderia ser mais lento, trabalhado em fogo brando!

Mesmo assim, como já disse, adorei o livro, achei um final muito bom e entrou para minha galeria de séries da Nora favoritas. O foco diferenciado que ela deu aos vampiros deu um charme especial à Trilogia do Círculo.

Recomendo para os amantes da literatura sobrenatural adulta nada de crianças lendo, ok!

Resenha em: http://mundodaleitura.wordpress.com/2011/12/08/nora-roberts-o-vale-do-silencio/
comentários(0)comente



Joselita 09/04/2012

É uma boa história, mas deveria ter mais ação. É meio paradão!!!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3