O Amor nos Tempos de #Likes

O Amor nos Tempos de #Likes Bel Rodrigues
Pam Gonçalves
Hugo Francioni
Pedro Pereira




Resenhas - O Amor nos Tempos de #Likes


97 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Jéssica 24/05/2016

(É sério que mais ninguém fez review aqui ainda?)
Até ia tentar ser breve, mas já sei que isso não vai acontecer e provavelmente vou acabar perdendo o fio da meada também. Lá vai:

"Próximo destino: amor":
Eu já imaginava que iria gostar do conto da Pam porque, sejamos sinceros, gostei de praticamente todas as (aproximadamente mil) adaptações e releituras e obras baseadas em Orgulho e Preconceito que vi desde que resolvi entrar nessa vida. Então o fato de eu ter amado não foi nenhuma surpresa. Mas a leitura em si foi um pouco diferente pelos elementos novos, tipo a Liz sendo youtuber e famosa e como fica a dinâmica entre ela e William.
Importante: a irmã do William (aqui, Giovana, não Georgiana) continua sendo a maior shipper de todas. A pioneira entre todas as shippers. A shipper original. O relacionamento de Gigi e Darcy é uma das minhas coisas preferidas da história clássica, e o fato de ter sido esse o foco do conto (além do romance, no caso) é super positivo pra mim.

"(Re)começos":
Esse conto é tão a cara da Bel (feminismo, tapa na cara de homem babaca, astrologia, e Taylor como despertador da protagonista) e tão heartwarming que não sei nem por onde começar.
Ok, vou começar dizendo que nunca li Dom Casmurro na íntegra. Desculpa, (Bel, professores, vestibular pelo qual precisei passar pra entrar na minha faculdade DE LETRAS) sociedade. Peço desculpas também ao Capitão América se, por acaso, eu não entender as referências.
Acho que o mais importante aqui é dizer que amei a Madu, apesar de ela ser muito diferente de mim em muita coisa. O jeito com que a Bel aborda o relacionamento abusivo da personagem é sutil, mas ainda claro o suficiente pra passar bem a mensagem. E você realmente torce por esse recomeço na vida dela e por isso é tão heartwarming.

"337 km":
Gostei muito da solução que o Pedro e o Hugo acharam pra modernização do conflito de Romeu e Julieta, inclusive as várias referências que colocaram na história de propósito. Também me identifiquei bastante com a situação dos dois -- não só a parte da distância em si, mas o fato de não dar pra algumas pessoas e ser o certo pra outras... porque meu namorado passou pela exata mesma coisa. acho que a identificação rola porque eles também passaram por isso, aí souberam trabalhar muito bem. -- e alguns conflitos internos do Ramon. Particularmente, como ele se sente em relação a morar sozinho em uma cidade grande e ao peso das coisas.
Ah, senti muitas vibes de Saga, Volume 1 na breve descrição do livro do Júlio e AINDA não sei se foi proposital.

No mais:
- A forma como os contos são interligados funciona bem, insere todos em um mesmo universo sem parecer forçado.
- Idem pra redes sociais e Youtube. Até o infame "grupo da família" dá as caras. ♥
- A representatividade está presente. Importantíssimo.
- A DIAGRAMAÇÃO DESTE LIVRO. A DIAGRAMAÇÃO. DESTE. LIVRO.
- Posso ou não ter comprado o livro às 3 da tarde e terminado antes das 9 da noite, driblando a lâmpada queimada do meu quarto.
Tati 27/05/2016minha estante
Nossaaaaaa! Você disse tudo e mais um pouco, este livro me surpreendeu tantooo que virei a louca, fico falando dele pra todo mundo, se entro em alguma livraria e o vejo falo pra todo mundo que passa que ele é ótimo e deve ser lido! Parabéns pela resenha e espero que sua lâmpada já tenha sido trocada! Haha' ^^


Jéssica 28/05/2016minha estante
haahahahahahah poxa, obrigada! :')
e a lâmpada foi trocada no dia seguinte -- mas o livro não podia esperar até lá, não.


Beautiful 30/05/2016minha estante
Sua resenha me deixou ainda mais curiosa e ansiosa por esse livro.


Jéssica 30/05/2016minha estante
ahhahahah obrigada! :)




Naiade 31/05/2016

Preciso comentar
Preciso comentar sobre esse livro enquanto as histórias estão frescas na minha cabeça.
Confesso que a minha expectativa não estava muito alta, já que se trata de um livro de estreia dos 4 escritores.
PORÉM devo dizer que me impressionei positivamente. Adoro histórias que se passam nos dias de hoje, com toda a tecnologia e as redes sociais sendo usadas e citadas o tempo todo. Isso fez toda a diferença, dando um toque de descontração e fazendo as histórias ficarem ainda mais cativantes.
Por se tratar de contos YA, a leitura já é mais fluída por si só, mas a forma como os três contos foram escritos fez com que eu não conseguisse largar o livro enquanto não soubesse como a história terminaria.
As histórias foram bem previsíveis, mas isso não fez com que fossem menos interessantes.
Acho que todos os autores foram muito bem, principalmente em se tratando da primeira publicação (sei que estou soando repetitiva, mas quero deixar isso bem claro aqui).
Gostei bastante das passagens e "lições" que contém nos contos, principalmente no último, que é um conto LGBT (e devo dizer que foi a minha primeira leitura nesse estilo).

A nota que eu atribuí foi 3,5, mas arredondei para 4 estrelas.
No geral, acho que o livro tem bons ensinamentos e foi uma ótima estreia.
italoleonardopj 15/06/2016minha estante
Dei 3 estrelas para o livro porque algumas coisas me desagradaram, apesar do livro ser a estreia dos quatro. Pâm e Bel me surpreenderam e acho que as histórias delas poderiam se tornar dois livros separados, imediatamente. Só tenho uma pequena ressalva no conto da Pâm, por conta de uma repetição de situações (Quando a protagonista "se joga" na poltrona duas vezes, ficando meio repetitivo: no táxi e no aeroporto) e da Bel por conta da rapidez, mas eu entendo, era um conto. Já o conto dos meninos é o que pra mim demonstra mais problemas. Quase não consegui ser cativado pelos protagonistas (Adorei o Ramon, mas o Júlio...) e só uma personagem me ganhou (A melhor amiga do Júlio). No mais, as situações ficaram embaralhadas e muita coisa ficou chata, meio sem sal. O conto quis abordar muita coisa, mas faltou espaço. Espero que entendam que a minha crítica é pra ser construtiva. Adoro as meninas e sou inscrito do Canal Pedrugo




jonathandbarb 27/06/2020

Contos leves, empoderadores e fofos!
Só leiam! Todos os contos são muito gostosinhos de se aventurar. Realmente é como se você estivesse ali com os personagens. Amei demais e pretendo reler um dia.
comentários(0)comente



Dani 14/02/2020

Bastante previsível
Dos três contos, achei o último mais interessante e criativo e um pouco melhor escrito e formulado. Ainda que de uma forma muito comum.
O livro é inteiro escrito como se fosse uma fanfic e os acontecimentos são todos muito previsíveis. A proposta é muito interessante e diferente, mas o resultado foi decepcionante.
comentários(0)comente



Amanda Nobre 30/05/2020

O conto da Pam foi o meu favorito! Não acreditei quando já tinha terminado, queria tanto mais algumas páginas ?
comentários(0)comente



babulocatelli 25/05/2020

Gostei muito da criatividade dos escritores, os personagens são incríveis.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Priscila Vieira 19/07/2016minha estante
Tive o mesmo pensamento que você sobre o conto da Bel e da Pam, principalmente, fa Bel não achei o namoro abusivo, achei mais um machismo oculto.




Tati 28/05/2016

Que livro gostosinho!
Se vc gosta de booktubers, okay. Se não, deixa o seu "não gostar" de lado um pouquinho e abra esse livro, sério! Em pouco tempo você estará vendo uma confusão em um aeroporto de forma diferente, vai querer explorar Búzios e seus pubs, vai desejar passear por uma cidadezinha da região serrana do Sudeste... Sem perceber, você está rindo, se emocionando e até chorando com os personagens e as situações apresentadas em cada conto. Cada recriação tem a combinação perfeita de elementos contemporâneos + a essência dos originais. Este lançamento é um frescor no meio literário atual e merece toda divulgação necessária, para que chegue mas mãos de cada leitor Nacional e quem sabe em um futuro próximo, nas mãos dos leitores do gringos também. ^^
Tati 28/05/2016minha estante
P. S. ~> Playlist de #OAmorNosTemposDeLikes http://spoti.fi/1TOOPai ^^




Sofia 12/04/2020

Amei!
Confesso que o fato de ter dois contos de booktubers que admiro muito foi determinante para começar o livro.
Porém O Amor Nos Tempos de #Likes conseguiu superar todas as minhas expectativas.
Os contos são releituras de clássicos, mas, de uma maneira leve, retratam questões atuais e necessárias.
Recomendo muitooo!
comentários(0)comente



Tai I @tododialiterario4 11/04/2020

Fofinho
No livro tem três conto, o da Pam foi o meu favorito sem dúvida.
Apesar de ser muuuitoo fã da Bel n consegui gostar muito do conto dela, mas é fofo só é meio enrolado.
E o conto dos meninos (Pedrugo) achei fofo mas, previsível.

Mas no geral eu gostei muito.
comentários(0)comente



Josiane 31/05/2016

O Amor nos Tempos de #Likes
Próximo destino: amor
“Eu acho que devo ter passado por um buraco negro e entrado em uma realidade paralela.”
Liz é uma jovem youtuber que deixou a sua cidade em busca de seus sonhos. Conhecida nos quatro cantos do país, ela mora em São Paulo e está indo visitar os pais em Florianópolis.
É com um enredo apaixonante (não dá pra ser o contrário) que a gente acompanha a Liz em seu próximo destino, com a narração em primeira pessoa e alternando entre outro personagem decisivo dessa trajetória.
Fica claro, logo no início, que a jovem Liz não dá importância para relacionamento, e principalmente não vê importância no amor. É um dilema já que um dos próximos trabalhos da Liz é falar sobre o próprio.
“O amor talvez goste de brincar de se esconder e não apareça quando se está procurando.”
Insegura, cheia de medos, Liz se preocupa com os pré-julgamentos, não só vivido por pessoas famosas, e isso é naturalmente explicado no conto.
“- As pessoas seriam mais felizes se não vivessem a expectativa de outras pessoas...”
Inspirador. Liz com toda a sua determinação, lutando pelo o que acredita, só reforça a ideia de que a Pam soube conduzir essa história divinamente.
Uma das maiores decisões já foi tomada, só basta abrir a porta para as próximas que ainda virão.
Sentirei saudades!
“Em um mundo solitário e introspectivo como o meu, o vento e a tempestade dessa moça mudam todo o cenário.”
(Re)começos
“Don’t carry the world upon your shoulders.”
Nesse próximo destino conheceremos a Madu e a sua personalidade forte, como é narrada. Uma garota decidida e que já passou por poucas e boas nessa vida e que agora está tendo que lidar com outra decepção. (Quem nunca?)
“Ninguém nos ensina como evitar uma decepção.”
É provável que ao longo da história você não vá só se identificar com o estilo alternativo da Madu, mas também com os seus ideais.
O olhar da Bel está em cada página, com todo o desenvolvimento dos personagens, vivendo os seus próprios dilemas e como isso traz um novo recomeço.
E por fim: não deixe de fazer uma playlist da Madu via Spotify e tá tudo certo!
337km
Ainda bem que são 337km e não uma família maluca!
Se eu tivesse direito a uma pergunta na sessão de autógrafos seria: “A Miranda foi inspirada na personagem da Meryl Streep em O Diabo Veste Prada, de mesmo nome por sinal?”
Apaixonados por livros, Ramon e Júlio têm muito em comum. Eles serão o seu próximo destino em 337km.
Uma troca justa de famílias malucas em guerra por quilômetros de distância.
Dois personagens que em parceria começam uma saga em busca de si mesmos.
É um conto totalmente descontraído, que por vezes você vai se colocar no lugar dos personagens, com todas as incertezas que eles apresentam.
As dúvidas fazem parte das nossas vidas, e ver como esses personagens lidam com elas e o que descobrimos quando, determinados, vamos em busca dos nossos sonhos é uma sensação particular, mas acima de tudo fica claro que a melhor forma de torná-los realidade é correndo atrás deles.

Vamos às impressões finais.
O que são essas ilustrações na divisão de cada conto?
E essa capa que não consigo encontrar um adjetivo a altura?
Okay. Não dá pra confiar em uma pessoa que sente os olhos encherem de lágrimas já no início dos agradecimentos.
#Suspiros. Não o doce, mas aquela demonstração de apego total que nasce no fundo da tua alma quando você se vê diante de O amor nos tempos de #likes.
É um livro, é uma leitura que oxigena o ar nos teus pulmões. Foi assim comigo, por que será diferente?
A gente viveu essa história com eles, sabe? Cada momento que eles dividiram com a gente fez com que já amassemos a história, e isso só se reforçou quando conhecemos os personagens e compartilhamos de suas aventuras e quando vimos já estávamos tão íntimos deles que foi difícil desapegar.
Mesmo com todo o suspense por trás do que viria e toda a ansiedade em descobrir, você vê o sonho deles (da Pam, da Bel e do Pedrugo) se tornando realidade e dando passagem para que outros mais aconteçam, isso impulsiona a ideia dos nossos próprios.
Ver como as histórias se interligam e principalmente ver como o amor está presente em cada uma delas e o que cada uma delas acrescenta em nossas vidas é incrível.
comentários(0)comente



Nanda {@talvezumaleitura} 19/06/2016

O Amor Nos Tempos de Likes
Amei, amei, amei.

Cada conto foi uma delicia de ler! Cada um conto uma mensagem boa! E todos se interligando..

Amei ainda mais conhecer os autores (tirando a Pam que eu já conhecia) e abraçar esses lindos que foram tão gentis.

Já quero o 2! Pq eles deixaram um gostinho de quero muito mais!!!
comentários(0)comente



CPF1964 06/04/2020

Opinião
Gostei. Autores nacionais.
comentários(0)comente



AlcidesNeto 22/06/2020

Amei esse livro, sô tive uma decepção con o conto da Bel, estava com muita expectativa porém não gostei do desenvolvimento do romance, gostei mais da exploração da personagem e de seus dilemas. O conto da Pam é incrível, ela consegue desenvolver muito bem o romance e passar muitas mensagens, o desenvolvimento do romance e incrível para um conto e em poucos diálogos. E por fim o conto dos meninos fecha com chave de ouro, é muito bom! Enfim, a narrativa destes três autores é incrível e o livro é muito bom.
comentários(0)comente



Naraiane | @aquarelandosonhos 26/06/2020

RESENHA - Amor nos tempos de #likes | @aquarelandosonhos
O amor nos tempos de #likes é a reunião de três contos inspirados em histórias da literatura. "Orgulho e Preconceito", "Dom Casmurro" e "Romeu e Julieta" ganharam suas releituras românticas em um era digital.

? O primeiro conto é o da Pam Gonçalves, confesso que esse foi meu favorito. Inspirado em "Orgulho e Preconceito" nessa história vamos conhecer a vida de uma jovem e famosa youtuber que morre de medo do amor.

"Já perdi a conta de quantas desculpas eu pedi e de quantos obrigados ele me deu."

O segundo conto é o da Bel Rodrigues, inspirado em "Dom Casmurro" aqui iremos conhecer um casal inesperado que se apaixonam em um encontro às escuras (literalmente).

"Seria terrível ter que conviver com palavras que não foram ditas e com beijos que não foram dados, não é?."

O terceiro e último conto foi escrito por dois autores, o Hugo Francioni e o Pedro Pereira (mais conhecidos como Pedrugo). Nessa releitura de "Romeu e Julieta" iremos conhecer a história de dois garotos apaixonados por livros, que tentam entender quem são e o que querem.

"Julgamos um sorriso sem saber quanta dor é emitida para mantê-lo no rosto." ?


Todos os três contos são super fofos, acolhedores e muito realistas. No decorrer das história vamos percebendo que todos eles tem una certa ligação, o que deixa a leitura ainda mais interessante.
comentários(0)comente



97 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7