Antes de Casar

Antes de Casar Bárbara Machado




Resenhas - Antes de Casar


51 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Helô 17/06/2021

Antes de casar
Enfim, acabei! Iniciei a leitura em 2020 mas não engatou e acabei deixando esse livro para outro momento, e esse momento chegou!

?Escrita fluida, divertida e envolvente
? A cultura brasileira é bastante exaltada nesse livro, cenas muito reais!
? Evolução da personagem principal e a forma como ela alcançou o amor próprio.

Dei apenas três estrelas pq muitas coisas me incomodaram durante a leitura, ex: muito descritivo, frases preconceituosas, machismo, etc etc.

No mais, a leitura é super válida!
comentários(0)comente



G@by 10/06/2021

Who run the world? GIRLS!
O que foram aquelas duas cartas no final do livro? Me acabei de chorar lendo elas, muito lindas e extremamente apaixonantes, é muito bonito ver duas pessoas que se amam expressando esse amor. Gostei muito de "Antes de Casar" foi uma leitura necessária, pois trata de temas muito importantes e que deveriam ser mais discutidos.
Amei a protagonista e toda sua trajetória de auto descobrimento. É emocionante ver a Catarina conseguindo superar seus traumas e suas carências, e desvendando aquilo que a faz feliz sem se tolir pelo que os outros acham ou deixam de achar.
O livro mostra que mulheres, assim como os homens, também buscam o prazer por ele mesmo e que isso não é vergonha nenhuma, nossos corpos tem suas necessidades e isso é extremamente normal. Só me incomodou um pouco o tempo que ela perdeu de ser feliz por puro medo de se machucar novamente.
"Antes de Casar" é um livro com uma mensagem deveras importante. Ele deveria ser leitura obrigatória para todos. Seria tão bom se os machistas lessem esse Livro e aprendessem algumas lições com ele. Afinal, como já dizia a Diva Beyoncé: "Who run the world? Girls"!
comentários(0)comente



Karina 14/05/2021

Aqui não tem rivalidade feminina!
Gostei muito do fato de ser um livro de romance bem clichê, mas que não tem rivalidade feminina... acho que é o primeiro que leio do gênero em que as garotas são amigas de verdade!
No inicio achei a Catarina, meio boba e fútil, mas conforme a história se desenrola, a personagem vai amadurecendo e se mostrando uma mulher muito interessante, inteligente e divertida.
Os personagens secundários são muito bem construídos, o que deixa tudo ainda mais leve e até familiar, pois você se sente parte da "turma".
Leitura muito leve e boa pra dar uma distraída naqueles dias em que você sente que o clima anda pesado, me diverti bastante e já me sinto pronta para uma leitura mais densa!
comentários(0)comente



@bibliotecadaana 06/04/2021

Resenha @bibliotecadaana
?
" Eu ia ficar bem. Ia ficar ótima. Não era o fim do mundo, afinal. Muitos casais rompiam namoros, noivados, até casamentos. Eu não era a primeira mulher a ser magoada por um homem, nem seria a última. Chegaria o momento de superar aquilo tudo. O tempo ajudaria. ?
O tempo cura quase tudo. "?
??
Em Antes de casar, vamos conhecer a história de Catarina. Uma mulher que precisa reaprender a ser solteira, a amar a vida e  a si mesma. ?
Após alguns relacionamentos que não acabaram nada bem, Cat acaba se tornando uma pessoa fechada para o amor romântico. Ela quer viver a vida de solteira e aproveitar tudo o que pode, Antes de casar. ?
??
?
Aaah como eu queria muito ler esse livro. Mas sempre acabava deixando pra depois. Esse era o momento certo! ?
Catarina passou por muitas coisas, sentiu tantas outras que eu me identifiquei muito. ?
Quem nunca se fechou na sua dor e tristeza depois de um término? ?
Cat é muito gente como a gente. ?
Outro ponto positivo é o fato da história ter várias aventuras muito divertida de Cat e seus amigos. ?
Aaaah os amigos. Gente que núcleo de amizade lindo. Amei demais esses amigos e queria poder conhecer individualmente  história de cada um ?.?
Enfim. Eu adorei  escrita da autora, me identifiquei com a protagonista e adorei a mensagem que a história nos transmite. Afinal, Antes de amar qualquer pessoa, você precisa se conhecer e se amar primeiro. ?
??

?
"Sabe, muita gente encara o fim de um relacionamento como uma coisa assustadora. Mas assustador mesmo é perceber que você se perdeu. Colocar alguém num pedestal e abandonar a sua essência. " ?
?
comentários(0)comente



Alicia 04/03/2021

Bom mas nada que te surpreende
Leitura feita em 2020.
Temos a história de Catarina, uma moça de vinte e poucos anos que se arruma toda para ir jantar com seu namorado, Arthur, para comemorar os três anos de namoro.

Ela acha que ele a pedirá em casamento e está muito animada e empolgada com isso.
Porém, o que realmente acontece é que Arthur termina com Catarina e ela fica destruída.
Depois de algumas semanas na fossa, tendo o apoio de suas amigas, ela começa, aos poucos, a se animas e voltar a sair.

Para além disso, Cat volta também a sair com os amigos do paintball. Ela sempre gostou, mas havia parado porque Arthur não gostava.
Cat passa por diversas situações, muitos rapazes e se diverte muito com as suas amigas.

Ela acha que nunca mais voltará a gostar de um cara novamente, porque sente-se decepcionada e acha que nenhum deles vale a pena e que todos, mais cedo ou mais tarde, vão magoa-la.
O tempo passa, Cat volta a ser o que ela era antes de Arthur e percebe que o fim do namoro foi algo positivo no final das contas. Percebe ainda que namorado Arthur ela havia se tornado algo que ela não era, que havia se distanciado de si mesma, perdido sua espontaneidade, sua liberdade e que havia se moldado ao que Arthur queria e que não era mais ela mesma.

Depois de muitas festas e caras dos mais variados tipos a história ruma para um final bem bacana e nada surpreendente.

O que você aprende com essa leitura?
Que cada fase precisa ser aproveitada e vivida da melhor forma, que o auto conhecimento é fundamental e a base para um bom relacionamento.
Primeiro você precisa se sentir inteira, se amar, estar feliz consigo mesma, se entender como um ser humano que não depende de ninguém para ser feliz.
Ter alguém é algo maravilhoso, mas antes disso você também precisa se valorizar, se sentir completa e ser independente.

Trata-se de uma leitura que não flui tanto, mas você consegue se divertir e se identificar em algumas passagens.

comentários(0)comente



Gessica @estantedageh 08/02/2021

Gostei, mas não amei
Em seu aniversário de namoro, Catarina tá se preparando toda para ter uma noite incrível com seu amado, mas o que ela achou que seria uma noite fantástica se tornou seu maior pesadelo.
Depois de seu relacionamento ter acabado, Catarina se encontra num novo desafio, viver sem no homem que ela acreditava ser o amor da sua vida e recomeçar e se reencontrar.

Nesse livro temos uma personagem que deixou de ser quem ela era realmente por causa de uma pessoa, por um amor que ela acreditava ser recíproco. E ao longo do livro vemos o crescimento de Catarina, vemos ela voltando a sua essência e encontrando a verdadeira felicidade - e essa é a mensagem da autora. Ela passa por várias fases que a fazem se tornar a mulher que é quando chegamos ao final do livro.
A obra contém várias referências nerds, então você vai encontrar sobre O senhor do anéis, Harry Potter...e por aí vai.
Eu particularmente não consegui me envolver na história, os personagens não chegaram a me cativar e a história não me ganhou. Pode ser porque não era o momento da leitura ou porque já não é um livro para a fase que vivo na minha vida ou a minha idade. Só consegui me entrosar mesmo bem quase no final do livro. Não gostei de alguns termos/palavras que encontrei no livro, mas lembrando que isso é uma opinião pessoal e cada livro funciona de forma diferente para cada pessoa. Então se você gostou da premissa, vá em frente, até porque o livro passa uma mensagem muito legal.
comentários(0)comente



Rayanna.Santos 29/11/2020

Nacionais?
Tenho dificuldade com livtos nacionais, mas gostei bastante deste. Antes de casar é uma historia leve e divertida sobre a vida amorosa de Catarina e os desastres que acontecem nela. Uma leitura rápida e ótima pra sair da ressaca. Embora eu tenha gostado muito achei o livro com pouco diálogos e com muito detalhes e explicações. Mas nada que realmente atrapalhace a experiência
Jota 03/12/2020minha estante
Sem contar os clássicos da nossa literatura, também tenho dificuldade com esses livros nacionais lançados nos últimos anos. Gostei da resenha. Vou adicionar na fila de livros pra ler kkkk


Rayanna.Santos 06/12/2020minha estante
;)




Karollinesg 24/10/2020

Uma leitura leve
Uma história clássica de uma jovem brasileira com sua faculdade, relacionamento, família, amigos, trabalho... me ganhou e me deixou apegada aos personagens.
comentários(0)comente



Karen de Souza 15/10/2020

Momento certo
A leitura desse livro chegou em um momento certo pra mim: recém término de um namoro de 1 ano e 7 meses.
Me vi em cada momento de Catarina e o que eu não vivi gostaria de viver.
Graças a esse livro incrível, me permiti viver coisas incríveis e amadureci muito.
Um dos meus livros favoritos.
comentários(0)comente



Evinha 07/09/2020

Antes de Casar || Bárbara Machado || e-book || 262 pág || 3?
.
.
.
"Uma mulher não deve ter medo de estar só, mas de estar mal-acompanhada."
.
.
.
O livro conta a estória de Catarina, 24 anos e vivia pensando em se casar, estava namorando a três anos e esperava um pedido a qualquer momento, mas o que ela ganhou foi um pé na bunda. O namorado dela terminou com ela no dia do aniversário de namoro deles.
.
.
.
Durante o livro a gente percebe perfeitamente os degraus que ela vai trilhando após o término, desespero, lágrimas, depressão, ódio, percebe os abusos e concessões que ela fazia por ele e não recebia nada em troca, o reencontro com a nova namorada gata do ex, festas, pegação, homens que não prestavam, trastes, traidores, decepções, mudança da casa dos pais, o retorno com as antigas amizades e muito mais. A autora conseguiu mostrar perfeitamente porque o nome do libro é esse. Antes de se casar é preciso viver. Aproveitar a vida. E Catarina percebe isso. É maravilhoso.
.
.
"Eu não estava pronta para casar, estava apenas apaixonada pela ideia de casar."
.
.
.
Esse livro me fez refletir que a gente tem esse sonhos impostos desde crianças, metas que foram colocadas na nossa vida, isso só gera mais frustração, tudo que a gente tem que fazer na vida é viver. É claro que dentro dos princípios de cada um. E também que relacionamentos são complicados.
comentários(0)comente



Gabi 29/08/2020

Além de ser divertido, o livro traz uma mensagem muito importante: nós, mulheres, não precisamos de homens para sermos felizes. A nossa felicidade não deve nunca depender de ninguém, apenas de nós mesmas. Chega do machismo dessa sociedade que vira a cara se a mulher fala que não quer casar e/ou que não quer ter filhos, que acha o fim do mundo se a mulher faz sexo no primeiro encontro, que não acha normal a mulher ter amigos homens e que acha deselegante uma mulher que bebe! Apenas chega, em que século nós estamos mesmo?
Adoro a capa do livro, consigo olhar para a ilustração e enxergar a Catarina nela. A contracapa também é muito legal, há vários easter eggs de sagas e séries das quais Catarina é fã, e é bem legal ficar olhando pra ela e ficar associando os objetos aos filmes e/ou livros.
comentários(0)comente



Raavi Alves 27/08/2020

Um livro com uma leitura fluida e uma comédia de tirar o fôlego! Super indico! ??
comentários(0)comente



Daiany 19/08/2020

Amor próprio
Quando Catarina aprende que ela não precisa de um boy que a mude e sim que acrescente, ela entende que relacionamento saudável começa pelo amor próprio.
comentários(0)comente



Carous 11/08/2020

O livro começa muito bem, mas as páginas finais tiraram meu tesão...
Nota oficial: 3,5.

Poucas vezes eu encontrei um livro que retratasse com tanta precisão a vida de uma jovem solteira que gosta de sair à noite, transas casuais, beber, dançar e curtir com os amigos.

Acho que este é o primeiro livro que pego que a personagem central tem VÁRIOS amigos, de ambos sexos. E eles aparecem várias vezes (infelizmente não consegui memorizar a descrição física de nenhum deles).
Catarina e seus amigos são uma turma muito legal que eu jamais conseguiria manter a amizade. Todos bebem demais, transam demais, viram à noite demais, saem demais e valorizam muito essas atividades. Temos bem pouco em comum.

É difícil encontrar um livro que trabalhe bem sobre levantar a poeira após levar um pé na bunda. Normalmente as comédias românticas já partem para quando a mocinha encontra o próximo namorado, emendando um namoro no outro como se fosse fácil assim e como se coração partido se curasse nessa rapidez.

Eu tive cá minhas dúvidas se 292 páginas seriam suficientes para explorar tudo que a sinopse prometia, mas a autora conseguiu de um modo que não ficou artificial nem acelerado demais.

Adorei a forma como ela aborda namoro, casos de uma noite só, expectativas amorosas, decepções e sexo. Foi leve, mas tão aconselhador!

O fato da história se passar em Vitória, saindo do eixo Rio-São Paulo foi apenas mais um ponto certeiro do livro. (Não entendo a demografia do Espírito Santo, mas será há grande ocorrência de habitantes brancos com olhos claros como no livro? No grupo de Catarina há 1 rapaz negro, que eu nem lembro quem é porque isso não acrescentou nada à história. Foi bem avulso)

Antes do início do livro há uma nota da autora sobre as alterações que ela fez para o e-book. Agora há um pouco de diferença entre a versão física e digital.
Graças a um toque de uma amiga, ela percebeu que algumas falas e comportamento de Catarina envelheceram mal de 2015 (ano em que o físico foi lançado) para cá. Ainda que 2015 não esteja tão distante assim de 2020...
Não sei se o toque da amiga se restringiu à reprodução de machismo da personagem ou foi mais geral e a autora optou por deixar algumas passagens um tanto questionáveis (como a hiperssexualização do corpo do homem preto que aparece numa conversa entre Catarina e as amigas) para mostrar que Catarina é representação do ser humano, falho, reproduzindo preconceitos, aprendendo com o erro e evitando repetir. Ou se foi uma situação que nem a amiga nem a autora perceberam por não possuírem vivência no assunto.

Mas não foi por isso que a nota final caiu de 4 para 3,5. Honestamente o capítulo "Cartas" e o epílogo jogaram água fria no meu tesão pela história. Achei que sobraram, sem contar a cafonice que me deu arrepios - principalmente quando o boy de Catarina afirma que ela (branca, magra, heterossexual, cisgênero, sem deficiência, classe média, cabelos lisos e olhos verdes) não se incomoda de não estar no padrão. Quê??
comentários(0)comente



Mo 04/08/2020

Muito interessante!!!
Gostei muito do livro.
Leitura leve, fácil e envolvente.
Recomendo
comentários(0)comente



51 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4