Amor à Moda Antiga

Amor à Moda Antiga Fabrício Carpinejar




Resenhas - Amor À Moda Antiga


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


May 29/07/2020

Curtinho e lindo!

"Para traí-la,
preciso me trair antes.
Para enganá-la,
preciso me enganar antes.
Não se mente para o outro
sem mentir para você mesmo.

A solidão deve ser honesta para se fazer uma vida a dois."
comentários(0)comente



Pri 24/06/2020

Perfeito!
Sempre quis ter esse livro comigo, quando ganhei até chorei hehe achei todos os poemas lindos, como se pudesse saborear eles além de ler. Inclusive teve um que consegui imaginar o gosto da maçã, amo poemas assim que te mergulham na imaginação.
comentários(0)comente



Andressa Klemberg 07/06/2020

Amor
Em sua forma mais natural, da maneira como o autor o vivencia, como escreve sobre o que vive e imagina. Amei a maneira como foi mantida a característica original da escrita.
comentários(0)comente



Sérgio.Aquino 31/05/2020

Esperava bem mais
Gosto das crônicas sobre amor e relacionamentos de carpinejar. Tem bons poemas também. Nesta obra, o apelo mercantil está gritante. Falta conteúdo. Desapontou. Por conta de uns 4 ou 5 poemas bons avaliei em 3* mas acho que o autor deve se abster dessa prática para não perder credibilidade. Não recomendo a compra deste livro.
comentários(0)comente



Ana Ira! 15/04/2019

Amor à moda antiga é meu primeiro contado com o escritor brasileiro Fabrício Carpinejar. Faz muitos anos que leio seus textos no facebook e sempre tive muita vontade de ler seus livros.

Porém, preciso dizer que gostei, mas não foi aquela super leitura.
Um bom livro, embora não tão incrível quanto eu imaginava.

Amor à moda antiga traz poesias fofas e outras meio que tristes...
Fala sobre o amor que dura, o amor perdido, o amor que assombra, o amor que machuca...

Vários tipos de amores e suas variadas formas de conquistar, ajudar e causar dor no amante.

Achei muito legal a ideia do autor, pois a gente está acostumado a ler livros de poesia sempre românticos, e aqui encontramos tanto românticos, como poesias tristes, reclamonas do amor que nada se deu e que se perdeu...

Gostei, achei diferente.
Entretanto, algumas poesias achei bem bobinhas, sem muito sentido e emoção.
Independente do amor retrato, faltou uma pegada mais profunda e sensível característica do gênero...

É um bom livro, além de rápido de ler.
Ótimo para passar a tarde lendo debaixo das cobertas!

Indico e quero ler mais dele, com certeza!

site: https://elvisgatao.blogspot.com/2019/04/resenha-amor-moda-antiga-fabricio.html
comentários(0)comente



Mandie 08/01/2019

Data de leitura:
2018
comentários(0)comente



Myu 04/07/2018

Eu simplesmente amei!
Minha única dica é: leiam!
comentários(0)comente



SahRosa 18/04/2018

Resenha exclusiva do blog Da Imaginação à Escrita
Mesmo gostando muito de poesia dificilmente trago resenhas de livros deste gênero pois é difícil expressar com exatidão tudo que uma leitura deste tipo nos traz, é algo tão pessoal e intenso que a impressão que me dá é que não consegui dizer tudo que eu queria. No entanto quando a oportunidade de ler Amor à Moda antiga surgiu não pensei duas vezes e espero poder conseguir transmitir nem que seja um pouco tudo que este livro me proporcionou.

Escrito por Fabrício Carpinejar, Amor à Moda apresenta vários poemas dedicados ao amor e vale mencionar que foram publicados exatamente como a Editora Belas Letras recebeu, sem retoques e ainda com as anotações do autor, estes detalhes sem dúvidas passam uma aura ainda mais mágica à obra. E o que dizer dos poema? Todos são extremamente lindos e não há palavra que melhor descreve, são singelos, tocantes e muito emocionantes.

Uma leitura incrível e surpreendente, ideal para quem quer algo tranquilo e extremamente bonito. Li em pouco mais de uma hora mas nem por isso deixou de ter uma profundidade sem igual, adorei cada um sem exceção e por isso fica difícil colocar em uma resenha todo o sentimento que livros deste gênero proporciona pois somente você lendo para sentir a magnitude e sensibilidade de Amor a Moda antiga. A respeito da edição, temos um exemplar delicado, a capa contém um jacket com textura e recorte, incrível essa singularidade na edição. A diagramação interna também nos enche os olhos de tão caprichada.

Se você é amante de poesia, Amor à Moda Antiga te deixará apaixonado, é tão gosto de ler que recomendo muito, uma leitura cheia de amor, linda e cheia de significado. E que tal ter um exemplar de Amor à Moda Antiga e se emocionar com os belos poemas Fabrício Carpinejar? Então aproveite o cupom de desconto da Saraiva e garanta o seu exemplar!

"até a dor é enamorada no casal.
há uma comunicação secreta
no sofrimento.

o que você sente
eu pressinto.

o doerá em você
dói em mim primeiro.

mesmo distantes.
mesmo separados. "
Amor à Moda Antiga - Página 49.

site: https://www.daimaginacaoaescrita.com/2017/10/resenha-amor-moda-antiga-fabricio.html
comentários(0)comente



Portal JuLund 09/01/2018

Amor à Moda Antiga, editora Belas Letras
Uma das leituras mais prazerosas desse ano com certeza foi ler Amor à Moda Antiga de Carpinejar, ler poesia é sempre uma terapia para alma e poder constatar que as poesias atuais continuam tão apaixonantes e tocantes quanto as de outrora.

Esse é o primeiro livro do autor que tenho o prazer de ler e estou encantada com cada um dos sentimentos que estão imprimidos em cada uma das poesias, o livro é belíssimo, a organização está um charme e a jacket deixa ainda mais perfeita essa edição.

“Quem me ensinou a amar
Não gostaria que eu usasse
O que aprendi com outras.
Amar é desamar” – Pág.07

Ler, falar, pensar e escrever sobre amor essa é a essência da vida humana, uns apreciam mais, outros menos e ainda tem aqueles que buscam viver sem, mas acabam descobrindo que não existe uma forma de escapar desse sentimento, seja ele materno, fraterno ou carnal.

Resenha completa

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/amor-moda-antiga-editora-belas-letras
comentários(0)comente



Kelly 05/01/2018

Amor à Moda Antiga
O livro, apesar de ser curtinho, foi muito bem feito e muito bem escrito. O Carpinejar dessa obra não faz rodeios quando o assunto é o amor. Ele vai direito ao ponto e toca fundo na ferida. Faz sangrar. Mas essa é exatamente a intenção. De acordo com a editora, a ideia do livro é transparecer os sentimentos contidos nas entrelinhas rabiscadas pelo próprio autor. É uma obra orgânica e imperfeita, porém apaixonante, exatamente como o amor deve ser.

Os poemas foram escritos literalmente em uma máquina de escrever do Fabrício, a qual ganhou em seu aniversário de 43 anos. De lá para cá, o escritor pegou o hábito de construir poemas e guardá-los como se fossem um diário de seus sentimentos mais íntimos. A editora, com todo seu feeling, resolveu publicá-los da mesma forma como os recebeu, sem revisão ortográfica e com todas as anotações. A meu ver, esse toque foi essencial para que o leitor pudesse sentir cada emoção. Aliás, acho que isso é uma das coisas mais apaixonantes na escrita: se o escritor coloca no papel seu eu mais intenso, o leitor, seja ele quem for, vai conseguir enxergar além daquilo que lhe foi exposto.

site: http://www.caligrafando-te.com
comentários(0)comente



Fabi | @psamoleitura 28/09/2017

{resenha feita no blog PS Amo Leitura}
"Amor à moda antiga" é um livro que estou completamente desabituada a ler, mas da mesma forma solicitei para a editora para me "aventurar" em diferentes gêneros.

Nesse livro nós vamos conhecer poemas do autor sobre o amor: sobre como ele não é perfeito, sobre os problemas enfrentados, saudade, emoções... Ele mostra um lado no qual estamos habituados no dia-a-dia de um casal antes e depois de um casamento.

Não há muito o que dizer desse livro repletos de poemas, mas tem como eu apresentar aqui quais foram os que mais gostei e claro, dizer que essa edição da Belas Letras está magnífica!

Os poemas são pequenos, mas repleto de sentimentos e significados. É algo romântico e singelo. Simples, porém recheado de riqueza, entende? O que vale relatar que esses poemas foram escritos em sua máquina de escrever e após a impressão, o autor faz o próprio rabisco em seus poemas os tornando melhores. Incrível, não?

Para os apaixonados e fãs de poemas, com certeza vão amar esse livro. Não foram todos os poemas que me agradaram, porém esses citados são os que mais me conquistou e me mostrou muitas verdades por trás de um relacionamento.

{para ler os poemas que eu mais gostei, acesse o blog: http://psamoleitura.blogspot.com.br}

site: http://psamoleitura.blogspot.com.br/2017/09/resenha-amor-moda-antiga.html
comentários(0)comente



Samira Oliveira 19/09/2017

"nunca estarei nu em seu corpo"
Amor à Moda Antiga é editado pela Belas Letras e reúne poemas amorosos do escritor Fabrício Carpinejar. Todos escritos em uma máquina de escrever verde esmeralda (minha cor favorita, também quero uma!) Olivetti Lettera 82. Seus escritos foram publicados sem nenhuma alteração, mantendo até mesmo as anotações do autor – sem retoques ou correções. Carpinejar escreveu esta coletânea em seu apartamento no bairro Petrópolis – Porto Alegre, entre a primavera de 2015 e o verão de 2016.

Se o poeta se aliou ao homem de carne e osso, então essa obra é pós relacionamento. Nem para tanto, se a realidade não for essa na vida do homem, pode o ser na vida do poeta – certo? A maioria dos poemas carregam um sentimentalismo de quem se esforça para esquecer um amor. Como se pegasse do fundo do peito o sentimento, somasse a um pouco de lágrimas e produzisse esses poemas. Mas também senti um tom de saudade e de paixão; ao ler alguns poemas mais cinematográficos, imaginei casinhas de madeira no campo, arvores floridas e café quente. Este é um dos meus preferidos:


confio em casa

com assoalho

para ouvir passos.

confio em casa

com porão

para guardar o passado.

confio em casa

com cachorro

para acordar relógios parados.

confio em casa

com crianças

e objetos quebrados



casa com duas pessoas,

não importa o tamanho,

será apenas quarto.

Para ler a resenha completa acesse dezoitoemponto.com
Resenha por Samira Oliveira, autora de "Sociedade das Sereias" e crítica literária

site: http://dezoitoemponto.com/2017/09/11/amor-a-moda-antiga-fabricio-carpinejar-livro-de-poemas/
comentários(0)comente



Lê Golz 10/07/2017

Simples e belo
Gosto muito dos livros do Carpinejar, mas até então só havia lido suas crônicas. Amor à moda antiga, da Editora Belas-Letras traz inúmeros poemas escritos pelo autor em uma velha máquina de escrever que ganhou de aniversário.

O interessante do livro é que intencionalmente os textos estão exatamente como Carpinejar entregou para a Editora, sem revisão ou qualquer outro tratamento. Até mesmo as correções feitas à mão por Carpinejar estão presentes nessas páginas. Eu adoro isso! Ainda mais se tratando de poemas, de palavras sobre o amor. Isso torna tudo mais verdadeiro e belo.

Nesse livro seus poemas falam de amor e emoções. São bem poucos, mas gostosos de ler. A maioria possui apenas algumas linhas, portanto, a leitura é bem rápida. Apesar de terminarmos o livro em menos de uma hora, é possível você desejar relê-lo quando quiser. Adoro ter esse tipo de livro na estante!

O que torna a leitura ainda mais comoda é o trabalho gráfico da Editora. Gente, estamos falando da Belas-Letras, né? Como você acha que esse livro é? Lindo! A começar pela capa dupla, que na verdade é totalmente branca, mas tem esse acabamento por cima. Todas as páginas que não estão escritas são de um tom de verde claro. Morrendo de amores por essa diagramação!

Não há muito o que descrever do livro, pois será necessário que você desfrute das emoções de Carpinejar em forma de poemas. Alguns você pode até se identificar, outros não compreender. Faz parte da natureza dos poemas. Mas uma coisa é certa: se você já aprecia os livros do autor, precisa ter esse na estante.

site: https://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2017/06/resenha-amor-moda-antiga.html
comentários(0)comente



Fernanda 23/05/2017

Amor à moda antiga
Resenha no blog:

http://www.segredosemlivros.com/2017/05/resenha-amor-moda-antiga-fabricio.html

site: http://www.segredosemlivros.com/2017/05/resenha-amor-moda-antiga-fabricio.html
comentários(0)comente



Cathi 09/02/2017

Resenha: Amor à Moda Antiga - Fabrício Capinejar
Sempre ouvi falar muito do Capinejar, inclusive tenho alguns livros dele aqui que estou louca para ter um tempinho a mais para finalmente ler. Cheguei a ler alguns textos na internet e milhares de resenhas elogiando sua escrita e simplicidade. Quando em deparei com esse livro, fiquei mega curiosa, tanto por essa edição tão caprichada e linda e pelo título.

A editora me enviou e assim que chegou em casa, resolvi dar uma chance para a leitura, não foi com tantas expectativas por poema/poesia não é algo que costumo ler, então quase sempre é algo que me deixa um pouco atordoada e sem entender. Adivinhem minha surpresa quando devorei o livro em questão de minutos. Eu havia planejado deixar o livro de cabeceira para ler alguns poemas antes de dormir ao longo de uma semana ou mais, porém, comecei e fechei e resolvi ler mais um pouco, quando dei por mim, já estava nas últimas páginas.

A maioria dos poemas são compostos de quatro linhas bem rápidas, ou seja, é algo extremamente rápida mas claro que poesia/poema no geral é algo que exige atenção e reflexão, e claro que refleti muito, principalmente alguns em especifico que em identifiquei muito e mesmo assim foi algo super rápido e tranquilo para ler, então para quem é inciante nesse gênero, fica ai a dica.

Amor à Moda Antiga é um livro extremamente rápido como disse acima, pois contém pouco mais de 100 página sendo que o verso das folhas não são usados, servem apenas para decoração e cada poema ocupa um terço da página, o que diga-se de passagem, me incomodou bastante pois não sou muito a favor de deixar uma edição impecável e ela gastar tanta folha sem utilidade, penso muito no meio ambiente considerando essa questão, então apesar de estar linda, não é uma edição que apoio.

São poemas/poesias que muita gente irá se identificar, eu mesma quase acabei com um bloquinho de post-it de tanto marcar páginas nesse livro e essa identificação é o que nos faz querer ler mais e mais do que o autor nos apresenta nessa obra tão linda e bem feita.

Como já ressaltei acima, a edição está linda e impecável fora as ressalvas de desperdício de folha que não poderia deixar passar, mas de resto está nota dez. Para iniciantes como eu e que não são acostumados com pormas e poesias, essa é uma dica de mão cheia, vão na fé que tenho certeza que vão gostar tanto quanto eu dessa obra que nos faz sentir só amor.

site: http://realityofbooks.blogspot.com.br/2017/01/resenha-amor-moda-antiga-fabricio.html
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2