O realismo impossível

O realismo impossível Andre Bazin




Resenhas - O realismo impossível


1 encontrados | exibindo 1 a 1


Camila Faria 06/01/2017

O livro reúne textos do pensador, teórico e crítico de cinema André Bazin, inéditos em português e editados após a sua morte em 1958 pelo discípulo e amigo François Truffaut. A primeira parte do livro é formada por artigos do livro Jean Renoir, em que ele analisa a filmografia do cineasta francês (que herdou a genialidade do pai, o pintor impressionista Pierre-Auguste Renoir). Os artigos que formam a segunda parte do livro foram retirados da coletânea Le Cinéma de l’occupation et de la résistance, cujos textos não poupam críticas à industria cinematográfica, ao cinema hollywoodiano e aos próprios críticos. É sempre um prazer imenso ler Bazin, que escreve tão lindamente sobre o cinema; era um poeta, sem dúvida. O texto de Mário Alves Coutinho também ajuda a desmistificar a ideia de Bazin como um teórico ingênuo, que defendia um cinema sem interferências e retrato direto de uma realidade utópica. Quem conhece mais a fundo as teorias do autor sabe que, para ele, o real não é uma atitude passiva, de mero registro, mas ativa, de escolha e, principalmente, construção. Maravilhoso!

site: http://naomemandeflores.com/os-quatro-ultimos-livros-13/
comentários(0)comente



1 encontrados | exibindo 1 a 1