Destinos Entrelaçados

Destinos Entrelaçados Sheila Guedes




Resenhas - Destinos Entrelaçados


18 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


resenhandopormarina 25/11/2016

Apaixonante! *-*
Resenha:

A vida de Clara era tranquila. Estava terminando a faculdade, seus pais eram completamente apaixonados um pelo outro. Ela não era filha biológica de seu pai, mas ele ajudou sua mãe desde a gravidez e os dois a mimavam de todas as formas. Clara era muito amada.

A notícia de que seus pais iriam se separar foi um choque, ainda mais por eles se recusarem a explicar os motivos para ela.

Chateada, resolve viajar para a casa na praia da família, para passar um tempo sozinha. Estava magoada, confusa. Viajou sem pensar que talvez os pais estivessem precisando dela.

Um dia, sentada na praia, ela vê o que parece ser alguém se afogando e não vendo quem pudesse ajudar, não pensa duas vezes e corre para socorrer a pessoa. Corre tudo bem, e já em segurança ela observa melhor… era um rapaz, muito bonito e por algum motivo ele mexe com ela.

O rapaz se chamava Théo. Algo no jeito como ele olhava para ela, a confundia. Se despediram e foram embora, mas Clara não conseguiu parar de pensar nele.

Ela fez de tudo para encontrar com Théo novamente, por onde passava, o procurava. Até que o encontrou. E ele correspondia a cada sentimento dela.

De forma rápida e intensa, eles se envolveram e se apaixonaram. Parecia a coisa mais certa que já haviam feito na vida. Como se estivessem esperando um pelo outro a vida inteira. Juntos viveram dias maravilhosos. Foi tudo perfeito, um sonho. Mas embora ela se abrisse, falasse tudo dela, sentia que ele não falava do seu passado, que algo o incomodava e ela não sabia como ajudar, ele não parecia querer ser ajudado.

Théo era arquiteto, foi criado pela mãe e seu pai os abandonou quando sua mãe ainda estava grávida. Mesmo sua mãe afirmando ter sido uma decisão dela, ele guardava mágoa do pai. Essa mágoa piorou quando sua mãe faleceu, ele queria mais do que a atenção do pai, ele queria vingança.

Viajou para a praia para passar um tempo com um amigo e esfriar a cabeça. Seu pai havia tentado de todas as formas se aproximar dele, mas ele o odiava, odiava sua vida, sua família e sua filha, pois ela teve tudo que foi negado para ele. Só não esperava que a filha do seu pai o salvasse de um afogamento e o enfeitiçasse, pois desde aquele dia, ele não parava de pensar nela. Não conseguiu resistir, não conseguiu fugir. Agora estava completamente apaixonado e não fazia ideia de como contar do seu passado sem perdê-la.

Então, ele resolve tomar a pior decisão, ir levando a situação e esperar o momento certo para contar a verdade para Clara.

Mas quem consegue esconder um segredo assim por muito tempo?

Não demora muito, o pai encontra os dois juntos e ela acaba descobrindo a verdade sobre Théo. Ela se sente enganada e traída, não deixa que ele se explique.

Clara segue sua vida, focada no trabalho, com a ajuda dos amigos e dos pais, decidida a esquecer Théo.

Ele fica desesperado, arrependido. Apenas ser sincero agora não será o suficiente para ter Clara de volta. Ele precisará de paciência, recuperar sua confiança e reconquistá-la.

Clara e Théo me roubaram suspiros e quase me mataram de angústia. O amor é muito poderoso, mas quando consumido pela mágoa pode atrapalhar o destino por nossas escolhas precipitadas. Cheio de reviravoltas, Destinos Entrelaçados me mostrou que um dos maiores segredos da paz encontramos no perdão.

O livro foi um presente da autora @sheilaguedes7, me senti privilegiada, pois a leitura foi incrível, envolvente, apaixonante. Agradeço de coração She, ganhou uma fã! Todo sucesso do mundo pra você!!

site: http://resenhandopormarina.com/destinos-entrelacados/
Sheila 28/11/2016minha estante
Obrigada Marina!




Laila @entrelivros 24/04/2017

Destinos entrelaçados
"Quando nosso beijo se aprofunda, sou invadida por uma sensação completamente nova, algo que nunca imaginei sentir..."


Clara é uma menina sonhadora, aos vinte e um anos ela se depara com a primeira grande briga entre os pais. O casal que antes era só amor, hoje trava uma das piores crises em seu casamento. Cansada de tudo o que ouve e vê em casa, se refugia na casa de praia de seus pais afim de ter um pouco de paz, porém um incidente na praia vira seu mundo de cabeça para baixo.

"Agora envolvido com ela como estou me vejo preso a um grande dilema: Como explicar a ela quem sou e não perdê-la?"
Théo é um jovem arquiteto que enfrenta a dor da perda da mãe. Dominado pela raiva que sente por seu pai, ele quer vingança. Então, numa manhã chuvosa, resolve nadar na praia e quase se afoga. Ao ver sua salvadora, Théo fica dividido entre contar a verdade e pôr seu plano de vingança em pratica.

"Uma relação nem sempre termina porque não é feliz. Às vezes termina para preservar a felicidade da memória" Fabricio Carpinejar

Após o incidente na praia, fica visível a atração que ambos sentem um pelo outro, porem Théo tem medo de se envolver e acabar não seguindo com seu plano de vingança. Não demora muito para que eles se entreguem fortemente ao sentimento. Mesmo já apaixonada, Clara sente que Théo esconde alguma coisa, mas por medo de estragar o que esta sentindo não dá chances para que ele se explique. Também dominado pelo medo - mas nesse caso de perde-la - Théo não conta o real motivo da sua aproximação e deixa se envolver cada vez mais pelo charme da garota.

Como as coisas na casa de Clara não andam bem, seu pai pede para que ela volte para a cidade a fim de cuidar de sua mãe, que esta cada dia mais frágil e debilitada por causa da separação. Enquanto isso, Théo desapareceu misteriosamente da enseada sem deixar rastro, fazendo com que Clara ficasse em duvidas pelos sentimentos do rapaz.

Depois de tomar a decisão de contar para ela tudo o que lhe aflige, Théo a procura, mas as coisas não saem como o planejado e o mundo perfeito deles se desfaz. Sentindo-se enganada e traída, Clara se afasta de tudo e não permite uma reaproximação de seu grande amor, mesmo sabendo que seu coração já pertence a ele. O sentimento de culpa ocupa o coração de Théo, mas ele decide lutar pelo seu amor. Com a raiva dissolvida de seu coração e em paz com seu passado, ele vai atras de Clara e
tem a prova de que quando o destino quer, nada nos separa.

Uma história de amor que aborda temas como vingança, família, amizade e segredos. Com personagens bem escritos e coadjuvantes marcantes, esse livro tem tudo para te prender.

Destinos entrelaçados é o primeiro livro da série Destinos, o segundo já está a venda e se chama Domados pelo destinos e conta a história de Maysa e Ian, amigos do nosso casal aí de cima.

site: https://entretodososlivros.blogspot.com.br/2017/04/resenha-destinos-entrelacados-sheila.html
comentários(0)comente



Moninha 24/11/2016

Envolvente.
Primeiro livro que li da autora ,gostei bastante.
A leitura flui bem, o casal uma graça .Tem enredo ,drama,pegação,tudo na medida .,claro que tem coisas a amadurecer ,melhorar com a prática .
Acho que os próximos livros ela vai melhorar mais ainda ,assim como aconteceu com tantas outras autoras.
Parabéns ! Sheila Guedes.
Sheila 28/11/2016minha estante
Obrigada!




Lili No Mundo dos Livros 22/04/2017

Tentando dar privacidade aos seus pais, que não passam por uma boa fase, Clara decide passar uns dias na casa de praia da família. Em um dia de tempo fechado a garota percebe que alguém está tendo dificuldade dentro do mar revolto. Preocupada, ela corre para ajudar o estranho que está prestes a se afogar.

Théo está sofrendo com a morte de sua mãe e está tentando acertar as contas com o seu passado. Todos os dias ele nada até se exaurir para esquecer a dor de seu coração e suas desilusões. Quando ele é salvo de um afogamento, o rapaz se surpreende ao ver que seu Anjo salvador é a bela e simpática Clara. Desse primeiro encontro inusitado surge uma forte atração que mudará de forma inesperada a vida desses dois.

Destinos Entrelaçados é a obra de estreia da autora e apresenta uma história de amor e vingança, de dramas familiares e a busca por resolver os erros do passado. A narrativa é dividida entre o ponto de vista de Clara e de Théo, minha forma preferida de escrita, e a autora conseguiu trabalhar bem cada parte de forma que não ficasse repetitivo, mas que uma completasse a outra.

Quanto ao romance entre os protagonistas, confesso que demorei para me envolver com o casal. A paixão instantânea e o emaranhado de emoções que aconteceram logo nos primeiros capítulos aconteceram rápido demais e o fato do Théo assumir uma postura passiva e de vítimas em alguns momentos também não ajudou muito. Já Clara me surpreendeu ao longo do livro com suas atitudes decididas, ela se mostrou alguém que não tem medo de correr atrás dos seus sonhos, alguém que sabe tanto se entregar de corpo e alma quanto se afastar quando necessário.

“Não sou de ficar fantasiando. O se não é uma das minhas palavras prediletas. Prefiro me arrepender do que faço a ficar me consumindo por medo de tentar. Se tem uma coisa que nunca fui e provavelmente nunca serei é covarde”.

Meus personagens preferidos foram o pai de Clara, que se mostrou uma figura amorosa e sincera, e Maysa, a melhor amiga de Théo, que não se intimidou na hora de dar os conselhos e as broncas que o garotão precisou (estou bem curiosa com a história dela, que será contada no próximo livro da série).

O segredo de Théo me pegou de surpresa, pela sinopse não sabia muito bem o que esperar, então quando todo o motivo de sua raiva foi revelado eu fiquei chocada. Gosto quando as autoras conseguem jogar essas bombas no nosso colo sem que a gente espere. Seu drama familiar foi minha parte preferida do livro.

“Quando o amor é verdadeiro, o tempo e a distância são apenas reticências, nunca um ponto final”.
comentários(0)comente



Isabela | @whatimreadingbells 06/06/2017

Clara decide passar suas férias na casa de praia de seus pais pois está muito triste com a súbita separação de seus pais, que consistem em esconder os motivos. Um dia, ao caminhar pela praia, acaba salvando um homem, chamado Théo, de se afogar. Ao se olhararem pela primeira vez, se apaixonam perdidamente um pelo o outro. Mal sabem eles o que o futuro lhes reserva com relação ao passado.
Théo, perde a mãe de uma doença grave. Ele guarda um profundo rancor de seu pai, pois acredita ter sido abandonado por ele. Théo não faz ideia da verdadeira história do passado de seus pais, mas sabe que seu pai criou a filha de outra mulher, e isso o leva ao extremo ódio. Ele crê que precisa se vingar.
Após o incidente da praia os dois não conseguem se tirar da cabeça.
O acaso faz com que Clara e Théo se encontrem novamente. Fica claro que os dois estão se apaixonando. Clara se sente muito confortável ao lado dele e não hesita em lhe contar toda sua vida, dividindo seus segredos e sentimentos. Ela é muito verdadeira com Théo e espera que ele seja assim também, mas ela percebe que ele prefere não falar do passado e sempre desvia do assunto.
Eis que Théo tem um segredo que pode mudar a vida dos dois. Ele não sabe lidar com seus sentimentos e vive procurando meios de contar a Clara. Porém, ele demora tempo demais e a mentira tem pernas curtas. O destino se encarregou de expor a verdade. Clara se sente destruída e traída por quem ela pensa ser seu verdadeiro amor.
Com a ajuda de Maysa, sua melhor amiga que também luta com seus próprios erros e incertezas, Théo faz o impossível para recuperar o amor de Clara.
"Destinos Entrelaçados" é uma história de perdão, esperança e amor.
comentários(0)comente



Nina.Santos 11/09/2016

Falta palavras para descrever este livro.
Eu tô aqui há meia hora com o bloco de notas do celular em branco..rs, e um sorriso enorme no rosto, me perguntando com que palavras eu vou descrever essa minha última leitura???? Sheila você é meu "anjo" rs, que livro incrível, maravilhoso ?, desde a hora que ele chegou eu não consegui deixar ele de lado, li ele em dois dias rsrs, porque simplesmente não conseguia ficar longe do Theo e da Clara!!!
E falando dela.. Clara é uma menina incrível, doce, gentil, com ótimos pais e tem uma vida de princesa, já Theo por outro lado, é um menino doce, mas que está sendo consumido pela amargura e pelo ódio do passado, perdeu a mãe, e mora sozinho na casa de um amigo na praia, pra tentar fugir dos seus enormes problemas.. mas em um dia inesperado Theo resolve sair pra nadar e acaba se afogando, e aí quem o salva é a Clara, e de imediato ela acaba se sentido atraída por ele, e os dois começam a viver uma paixão arrebentadora muito rapidamente, mas Theo guarda um grande segredo, isso mesmo, segredo, no qual pode acabar destruindo com toda essa paixão entre os dois, ele tem que superar seu ódio, e se reencontrar com seu passado, pra tentar entender as coisas.
O livro te prende desde o início, quando eu descobri o motivo do segredo do Theo, fiquei de queixo caído, não acreditei, jamais passou pela minha cabeça uma única vez que aquele fosse o motivo, o que tornou tudo melhor e não cheio de mimimi, como são muitos romances por aí! Este livro vai surpreender qualquer um que o ler, e a melhor parte foi quando eu li nas últimas linhas, lá no agradecimento, que ele é apenas o primeiro de uma trilogia ?, já estou louca pra ler as sequências, acredito que sejam histórias de outros casais separadamente ?. Amo muito tudo isso, parabéns Sheila você é um máximo!! De verdade!
Sheila 21/09/2016minha estante
Obrigada Nina!




FanaticaPorLivro 15/04/2017

[RESENHA] DESTINOS ENTRELAÇADOS
Clara tem uma vida estavel, mas repentinamente tudo começa a mudar, seus pais passam a lhe esconder segredos e a discutirem diariamente. Na tentativa de fugir do clima desagradável que se instaurou na sua casa ela decide viajar e passar uns dias na praia.

Em um dia de tempestade, Clara vê algo incomum no mar que costuma ser deserto nesse período, se aproximando ela percebe que um rapaz está se afogando e determinada decide salvá-lo a todo custo.

"Estava assim, observando o mar, perdida em pensamentos, quando o vejo. As nuvens escuras que cobrem o céu como um grande manto cinza tornam impensável alguém se aventurar no mar. Com curiosidade desço a encosta da falesia até a praia..."

Clara só não imaginava que aquele momento fosse mudar toda a sua vida, de imediato ela se sente atraída por aquele jovem rapaz, mas mais do que isso ela percebe que o que sente é mais do que uma simples atração.

Théo é um arquiteto com um futuro promissor, mas vive atormentado pelo passado e pelo sentimento de rejeição que lhe persegue desde a infância. A mágoa pelo suposto abandono do pai lhe corrói e não permite que siga em frente.

O destino resolve lhe pregar uma peça, e faz com que ele tenha que escolher entre o amor ou entre o ressentimento que vem guardando por anos.

"Quando amamos alguém, detalhes são apenas isso, detalhes. Todo o resto perde a importância. O amor nos preenche e as lacunas que esses detalhes deixam tornam-se tão insignificantes, que perdem totalmente o sentido."

Clara e Théo tiveram seus destinos entrelaçados e para viver o amor que os uniu será necessário enfrentar obstáculos muito maiores do que a quilometragem que os separam. Será que esse amor será forte o suficiente?

Durante a história há um amadurecimento notório dos personagens, que nos faz querer acompanhar cada passo deles e embarcar nessa trama se emocionando e aprendendo com os acertos e os erros do nosso querido casal.

A escrita da autora é bastante fluida e gostosa, o que faz com que a hora passe sem que percebamos. No início de cada capítulo há um trecho de autores renomados da nossa literatura como Machado de Assim e Carlos Drummond de Andrade, é simplesmente impossível não se apaixonar e se encantar por esse detalhe.

"Quando o amor é verdadeiro, o tempo e a distância são apenas reticências, nunca um ponto final."
comentários(0)comente



@colecionandolivros 04/05/2017

Mais uma? leitura concluída e posso dizer que foi uma leitura incrível. Destinos Entrelaçado me emocionou e me fez rir , encheu-me de felicidade e em vários momentos me fez entender a dor dos personagens. É uma história que realmente vale a pena ler.

Clara e Théo se conhecem por um acaso do destino, quando ela o salvo de se afogar no mar. Enquanto ela foge dos problemas de casa, ele foge de suas dores. Desde o momento que salvou Théo e viu seu rosto pela primeira vez Clara vê algo em si mudar, o mesmo acontece com Théo. Um sentimento muito forte une os dois, mas um segredo pode estragar tudo.

Clara também não consegue mais tirar Théo da cabeça, depois do primeiro beijo eles se aproxima ainda mais. Mesmo já tendo contado tudo de si Clara senti como se Théo escondesse algo dela, ela decide esperar. O medo de perde-la o impedi de lhe contar a verdade e isso pode os levar por um caminho sem volta.

Ao saber a verdade Clara se senti usada, traída. Théo tenta de todas as maneiras reconquistar a mulher que tanto ama. Dúvida entre o amor e a dor, Clara resolve se afastar, Théo não suporta a ideia de perde-la. Mas quando de verdade, o tempo e a distância só faz fortalecer.
comentários(0)comente



Ceile 22/11/2016

Resenha publicada originalmente no blog www.estejali.com
Quem me acompanha há bastante tempo, sabe da minha preferência por romances açucarados, daqueles bem perfeitos e cheios de declarações - pois bem, eu já não gosto mais tanto assim. E tirando alguns detalhes que logo explicarei, é só por esse motivo (gosto pessoal atual de leitura) que Destinos Entrelaçados não me fez ficar louca de amor (e não me desidratou de chorar).

Clara é uma personagem fácil de gostar, ela é simples apesar da vida de luxo, é bem na dela e "confortável dentro de si". Não é impulsiva nem uma rebelde sem causa. Está vivendo um momento tenso dentro de casa e por isso resolve se afastar, já que o problema não a envolve diretamente. Do outro lado está Théo, um cara bem bacana e levemente conquistador, que tem lá seus problemas e segredos e encontra na enseada, assim como Clara, um refúgio. Mas ambos sabem que precisarão encarar a realidade, só não esperavam ter os caminhos cruzados e um envolvimento entre eles pudesse interferir na "vida real" a ponto de separá-los de forma tão drástica.

Como todo o início do livro - e início do envolvimento do casal - é contado pela Clara, temos uma visão idealizada de Théo, afinal, ela está encantada por ele. Assim, acreditamos que está tudo bem e talvez lá na frente algo dará errado, mas ambos partiram do mesmo ponto. Aí quando chega o capítulo narrado pelo mocinho, o segredo é revelado ao leitor (ponto positivo), mas o romance já está num estágio bem avançado, Théo já está envolvido e nós perdemos sua intenção inicial. É difícil acreditar que um cara tem segredos obscuros e está escondendo propositalmente da mocinha quando ela já nos convenceu que ele foi um fofo no começo e quando chega na parte dele, ele já está transformado, entende? Aí o que sustenta a história é só o que ele esconde dela e o leitor não tem a chance de acompanhar uma rendição do personagem.

"Sentir saudade é um saco. Mas não é a saudade que está me incomodando, o que tem me atormentado é a dúvida"

Preciso deixar claro: o segredo é realmente forte para segurar a trama, além de não ser banal nem incoerente. Muito bem delineado, com motivo, circunstância e consequência.

O que atrapalhou mesmo minha leitura foi o romance instantâneo. Eu nunca tive problema com isso, porque me apegava fácil (pois é), mas - nesse momento - eu precisava de mais para ser convencida. Eu cheguei a dar uma pausa na leitura de um mês e foi como se esse tempo tivesse passado na história também e consegui aceitar melhor toda aquela paixão arrebatadora e cheia de juras. O meu problema foi só no primeiro terço do livro onde esse romance começa, porque depois os conflitos começam e eu quero sangue! Muito provavelmente eu choraria muito nessa parte.

Os personagens secundários são bem interessantes e a autora dá dicas das histórias pessoais deles e eu preciso saber sobre Ian e Maysa! Com certeza esta introdução aos dois na história já me vendeu muito bem o romance turbulento deles e tem tudo para me ganhar, já que tem um tempo maior de envolvimento, mostrou mais intensidade e Maysa é desbocada e se mostrou bad ass, o tipo de protagonista que venho preferindo.

A escrita da autora é muto fluída e envolvente, tanto que depois da pausa, li todo o restante do livro no domingo de manhã entre os afazeres domésticos rsrs. Não tem monotonia, os momentos são bem distribuídos e a ambientação é bem visual. Algumas descrições são muito detalhadas e não tão necessárias, mas nada que atrapalhou a leitura. O que me cansou foi a protagonista sempre lendo o olhar do Théo. Ela sempre estava vendo dúvida, dor, angústia etc etc etc no olhar dele, até quando eles nem se conheciam direito. So calm down, sweet.

Não posso deixar de comentar dos inícios dos capítulos que têm quotes lindos que vão de William Shakespeare, passando por Carlos Drummond de Andrade até Tati Bernardi. Maravilhoso, apenas.

O romance é bonito, fofo e shippável. Tem tudo que um bom livro do gênero romântico deve ter e indico para quem gosta de leituras que façam suspirar, chorar e suspirar de novo.

site: www.estejali.com
Sheila 28/11/2016minha estante
Obrigada pela resenha! ;)




Fê @nanndaffer 03/06/2017

Resenha no insta: @a_garotadalivraria
"Quero viver tudo. Intensamente. Pela primeira vez na vida, sinto que posso baixar a guarda, confiar."

As coisas não andam muito boas na casa de Clara, e por isso, ela decide passar uns dias na casa de praia de seu pai. Entao, em um dia comum, ela salva um rapaz dr afogamento. Théo Diniz.
.
Théo vive atormentado pela raiva em seu coração, e sofre pela da mãe. A única coisa que ainda faz seu dia valer a pensa, são seus amigos. Até ele conhecer clara.

Quando se encontram pela primeira vez, a atração é instantânea. Incapaz de controlar a paixão que os atrai ao outro, ambos se entregam ao amor.
Estar apaixonado é ótimo, mas e quando a pessoa que você ama esconde um segredo capaz de mudar sua vida.. para sempre?

Théo sabe que Clara nunca o perdoaria. Mas ele vai lutar, mesmo que para isso precise acertar as contas com seu passado. ..
Eu amei esse livro. Além da história ser linda, a cada começo de capítulo você encontra uma frase. Apaixonante!

"Para mim, a verdadeira sensação de liberdade está na possibilidade de fazer escolhas."

site: instagram.com/a_garotadalivraria
comentários(0)comente



Rafa 15/06/2018

Doce Vingança
Mesmo com uma narrativa simples, instalove e clichê de novela mexicana o que acabou me incomodando mesmo foram os personagens. Não consegui gostar de Clara e Theo, e o que acabou tornando a leitura muito arrastada e mais de 3 meses para ler um livro de 250 páginas.

A história é de Clara em uma casa de praia, aproveitando suas férias e fugindo do divórcio complicado dos pais, até salvar Theo e ter uma ligação inexplicavelmente com ele (instalove), mas que logo descobriremos o porque. Já Theo é o típico homem misterioso e revoltado com algo, e que está com uma missão de vingança nas mãos (dramalhão mexicano).

A autora se perde na cronologia de tempo logo no inicio. Acordamos com uma personagem na manhã, e ela salva um cara, volta para casa fala com a mãe já é noite e vai dormir...

Mesmo sendo uma premissa bem simples, tive que voltar várias vezes as páginas, com a sensação de que não havia prestado atenção a alguns detalhes e informações, porém não, a autora narra e introduz informações que acha já ter contado para nós e que na verdade não aconteceram...

Outro ponto é que o livro em si começa com um emaranhado de coisas, que por vezes nos deixam confusos. Não sabemos quem é essa personagem, sua idade ou que faz, é como se nós tivéssemos que criar a personagem para a autora, até que lá na frente ela te mostra, que não era nada como sua imaginação.

Acho que pelo fato de não ter gostado dos personagens a história para mim foi bem ruim. Bons personagens conduzem qualquer história péssima, e mesmo sendo tudo tão clichê, eles poderiam ter sido a salvação da narrativa.

Concluindo, para mim Destinos Entrelaçados não funcionou, uma pena porque segui indicação do Livros e Fuxicos :(
comentários(0)comente



Camila Nunes | @focanaresenha 04/08/2017

"A vários motivos para não amar uma pessoa, e um só para amá-la; este prevalece." (CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE). -

Clara Andrade sempre acredita no melhor das pessoas, porém nunca teve uma paixão que fizesse seu coração acelerar. Para fugir dos problemas de seus pais, ela foge para casa de praia de sua família. Em uma manhã de mar agitado, Clara encontra Théo quase sendo afogado e corre para salva-lo. Sem saber que Théo pode ser o que realmente estava procurando.

Por outro lado, Théo foi criado por sua mãe. Após a morte dela, ele decide ir atrás do seu pai para reivindicar o que é seu por direito e se vingar por ter abandonado sua mãe. Após ser salvo por Clara ver uma chance de sua tão sonhada vingança.

Mas será que terá coragem de realiza-lá? Será que o amor prevalecerá acima do ódio e das mentiras?. -

Ler "Destinos Entrelaçados" foi uma grande surpresa para mim. Inicialmente achei a relação de Clara e Théo instantânea demais, mas depois de algumas páginas me vi presa na leitura e não consegui parar mais. Cada vez que o amor dos dois iam se fortalecendo a minha torcida ia crescendo.

Esse livro nos mostra que realmente só o amor e o tempo cura todas as feridas. Que quando se ama de verdade não existe obstáculos que não possam ser superados.

Os capítulos são intercalados entre Clara e Théo e isso nos ajuda a entender o lado dos dois personagens. E no início de cada capítulo tem uma situação maravilhosa de algum autor brasileiro que ajuda a enriquecer ainda mais a leitura.

Esse foi o livro de estreia da @sheilaguedes7. O primeiro livro de uma trilogia. E eu fico mega feliz quando o primeiro livro já me fisga e me deixa com vontade de ler os próximos. A escrita da Sheila é leve e agradável.

Esse, com certeza, é um ótimo romance, daqueles que fazem o coração acelerar mais rápido quando os personagens estão juntos.

Obrigada, Sheila. Obrigada pela parceria e por dividir comigo um pouquinho do seu sonho.

Nota 4,5/5

Um beijo,
Camila

site: https://www.instagram.com/focanaresenha/
comentários(0)comente



Leticia 22/01/2018

Adorei!!
Clara é uma jovem que está prestes a se formar na faculdade e é dedicada em seu estágio de Biologia Marinha, mas decide passar um período na casa de praia de seus pais para fugir dos problemas em casa, até que um dia, ela acaba salvando Théo, um misterioso homem que estava se afogando no mar. Théo decidiu morar com um amigo perto da praia, trabalhando com design de pranchas de surf. Foi criado apenas pela mãe, já falecida e decide se vingar de seu pai que o abandonou.
.
Depois de salvá-lo, os dois instantaneamente sentem atração um pelo outro e se envolvem rapidamente, mesmo sabendo que Théo esconde algo e sabendo que não deveriam se envolver, os dois se veem cada vez mais apaixonados, mas segredos do passado podem destruir esse amor.
.
Eu gostei de como a autora construiu a história, mostrando um pouco de como é a vida deles, só achei que o envolvimento dos dois foi um pouco rápido demais. Porém, Clara me surpreendeu, se mostrando uma pessoa bem decidida, sem medo de correr atrás do que quer. O livro fala muito de coisas importante na vida: a verdade e o perdão. O quanto a mágoa e a vingança podem fazer mal...
.
E mais um ponto positivo, a história é narrada pelos dois, assim conhecemos bem os sentimentos de cada um. Me surpreendi com o segredo de Théo. A história é bonita e recomendo esse livro para todos que adoram um romance, com enredo e personagens convincentes.
.
___________
📖 Quotes:⠀
“Não sigo um padrão de comportamento porque é cômodo, sou o que sou e me orgulho disso.”
.
“A verdadeira sensação de liberdade está na possibilidade de fazer escolhas.”
.
“Quando o amor é verdadeiro, o tempo e a distância são apenas reticências, nunca um ponto final.”
.
“Prefiro me arrepender do que faço a ficar me consumindo por medo de tentar.”
comentários(0)comente



Bi Faria 25/07/2017

Capa linda! E que romance mais lindo, favorito de 2017! Clara é uma moça linda, universitária de biologia, que está passando por uma fase complicada em casa. Seus pais estão se separando e nenhum dos dois quer lhe contar o que está acontecendo. Então ela resolve dá um tempo de casa, e vai para a casa na praia, ficar sozinha e relaxar. Só que ela não imaginava conhecer Théo, um homem lindo, gentil, mas que esconde seu passado, um segredo, e um sofrimento muito grande. Eles se conheceram em um dia chuvoso, Clara o tirou do mar a tempo, ele estava em perigo. Daquele dia em diante começaram a se conhecer melhor, mas Clara nunca conseguiu que Théo se abrisse sobre seu passado.
Ele procura vingança, e ela paz e sossego... Mas o amor chegou de forma inesperada, e muito forte. Qual o segredo de Théo? Será que esse amor ultrapassará todo sofrimento? "Você realmente foi feita pra mim." "Quando o amor é verdadeiro, o tempo e a distância são apenas reticências, nunca um ponto final." @sheilaguedes7
comentários(0)comente



Laís Anulino @livrosdalais 22/12/2018

Amei
Gente, esse foi o primeiro livro escrito pela autora e ela já estava de parabéns. Sabe aquele livro que é clichê e que mesmo você sabendo mais ou menos o que vai acontecer ainda te deixa surpresa com as revelações? Então.

Nessa história temos Clara e Théo como protagonistas. Ao ir passar alguns dias de suas férias na casa de praia dos pais, Clara acaba conhecendo Théo, ou melhor, acaba salvando ele (citei isso só para vocês ficarem curiosos haha). E a conexão entre os dois é imediata, o que os surpreende. Mas ao se relacionarem vemos que os dois têm personalidades bem diferentes, e cada um têm problemas familiares difíceis de resolver o que já dificulta o relacionamento. E para completar Théo tem um segredo que se torna um empecilho para a união dos dois e abala os sentimentos um do outro. Agora os dois têm que decidir se o amor que sentem é maior que os problemas que o cercam.

Como sempre a escrita de Sheila é apaixonante, o que mais gosto nos livros dela é que não tem enrolação, ela é bem direta, mas consegue desenvolver muito bem a história, além de sempre trazer uma mulher forte que está pronta para o que der e vier e não deixa que ninguém a diminua.

Ao longo da leitura ela vai deixando pistas do que vai acontecer, o que mesmo assim nos deixa na expectativa e ansiosos para ver como os fatos vão se desenrolar.

Gostei bastante deste romance, e de como as coisas aconteceram. O amadurecimento de Théo foi maravilhoso de se acompanhar e ver Clara correndo atrás de seus objetivos mesmo com tantas coisas abalando sua vida me fez admirá-la bastante. Então super recomendo a leitura. Lembrando que esse livro também está disponível no Kindle Unlimited.

site: https://livrosdalaisblog.blogspot.com/2018/12/resenha-destinos-entrelacados.html
comentários(0)comente



18 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2