O dono do morro

O dono do morro Misha Glenny




Resenhas - O dono do morro


41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Mariany 01/12/2020

Trabalho jornalístico de excelência!
Para além da história de Nem da Rocinha, Misha apresenta ao leitor um estudo do surgimento da comercialização de drogas no Rio de Janeiro e de todo o impacto social interligado a isso (violência, facções, Estado, pacificação, corrupção, pobreza), toda a narrativa faz o livro ser viciante.. Gostei bastante!
comentários(0)comente



Rodrigo Souza 24/10/2020

Impactante
Lendo esse livro, parecia que eu estava vendo a série Narcos.
comentários(0)comente



Luísa 19/08/2020

Simplesmente não rolou
Não vou desenvolver uma resenha extensa sobre esse livro porque confesso que tenho um pouco de preguiça de fazer resenhas negativas. O que posso dizer é que, talvez por um erro meu de expectativa, não achei que esse livro entregou o que ele prometia.

Eu esperava encontrar nesse livro a história de um homem que se viu profundamente envolvido com o tráfico de drogas e facções do Rio de Janeiro, em toda sua humanidade e sensibilidade. O que encontrei foi um extenso e detalhado relato sobre a história do tráfico de drogas no Brasil, com foco do Rio de Janeiro. Achei o livro simplesmente chato e frequentemente problemático, por fazer algumas idealizações à polícia e a outras instituições do Estado burguês que definitivamente não estão a serviço da população.

Terminei esse livro porque me comprometi a lê-lo para um projeto da faculdade e somente por isso fui até o final, se não certamente o teria abandonado. Apenas maçante.
comentários(0)comente



Mainnã 18/06/2020

Subiu o morro como Antonio, desceu como Nem
O livro é muito bem escrito com uma narrativa que prende. Não se limita apenas a contar a trajetória do Nem da Rocinha no crime, mas também passa por aspectos da formação das facções de crime organizado no RJ.
comentários(0)comente



Mari 05/06/2020

Um livro que pode se tornar uma série da Globo.
Primeiramente, devo dizer que este livro é muito bem escrito, detalhado (Não exagerado), prático para entender e por último, nos faz entender quem é a aranha é quem fica na sua tela
Segundo, acredito que daria uma boa série sobre, já que a Globo já fez, principalmente com a história da Fabiana Escobar (Bibi Perigosa) na novela: A Força do Querer. Sabendo que, essa Fabiana Escobar e Paulo (ex companheiro) foram amigos antes do traficante NEM ser preso! Quem leu o livro da mesma sabe bem que ela o menciona, porém com outro codinome totalmente diferente que conhecemos (E que aliás, o nome "nem" aparece só que é um dos primeiros namorados dela).
Terceiro e último, seria interessante se houvessem mais histórias dessa mesma partições.
comentários(0)comente



Ariela 03/05/2020

Um Ponto de Vista Diferente
O Dono do Morro é um ótimo livro para entender ao fundo um ponto de vista diferente do "senso comum". O livro conta a história de um dos maiores e mais famosos traficantes do Rio de Janeiro, mostrando sua história de vida e motivos que o levaram até lá. Mas mais do que isso, contextualiza a história, explicando como o tráfico se estabilizou no Rio de Janeiro.
O livro, como esperado, é extremamente parcial e conta a história pelos olhos de Nem, mas ainda assim é um legítimo contra ponto ao que costumamos ver na mídia. Assim, pode ser muito interessante para formar um pensamento crítico sobre a corrente situção do tráfico no Rio de Janeiro.
A leitura é fácil e rápida. Realmente prende o leitor e flui muito bem.
comentários(0)comente



Brasil Vermelho 21/04/2020

Que final!
Livro muito bom sobre ascenção ao poder. A escalada pra se tornar o chefe pode see mais simples do que se imagina. Todos olham pro chefe como alguém importante, um monumento imponente, que foi por muito mérito que chegou lá. Mas não, as vezes a pessoa tropeça em uma oportunidade e é colocado lá em cima.

O livro mostra toda a situação dentro da comunidade sem ficar floreando. E também não poupa críticas ao personagem principal.

Ótimo livro, marcado nos favoritos. Com um final surpreendente, algo melhor que filme. A ficção sempre faz mais sentido que a realidade.
comentários(0)comente



Snatch 28/03/2020

Sensacional
Excelente contextualização histórica para explicar os porques da realidade de hoje das comunicadas cariocas. Rico em detalhes, história fascinante, que mostra a biografia de Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, desde a adolescência dos seus pais. Gostei muito.
comentários(0)comente



Jaque 27/03/2020

Reflexivo
À primeira vista o livro parece apenas uma biografia controversa do Nem da Rocinha, mas surpreende por intercalar a sua história com fatores políticos que ocorriam no momento, além de fazer uma introdução sobre o surgimento das favelas.
É uma leitura que deve ser feita sem preconceitos e deixa o questionamento: Até onde você iria para salvar quem ama?
comentários(0)comente



Book.ster por Pedro Pacifico 01/03/2020

O dono do morro: um homem e a batalha pelo Rio - Misha Glenny - Nota 8,5
A princípio, com a leitura da sinopse, o leitor pode achar que irá encontrar “apenas" a história de Nem, um dos mais conhecidos líderes do tráfico da Rocinha. No entanto, o autor conseguiu ir muito além dessa proposta, apresentando um verdadeiro panorama sobre a evolução do tráfico no Rio de Janeiro, o fortalecimento das facções criminosas e o crescimento das favelas nos morros cariocas. É um relato jornalístico que, além de se basear em fatos históricos, foi construído a partir de entrevistas que o autor teve com o próprio Nem, enquanto cumpre pena em um presídio de segurança máxima. É uma leitura rápida, instigante e que traz reflexões envolvendo temas importantes como a legalização das drogas, papel da polícia no combate ao tráfico e a visão da comunidade sobre o poder das facções nas favelas. Um ponto que me chamou bastante atenção é nacionalidade do autor. Misha Glenny não é brasileiro, mas sim britânico. E, na minha opinião, ele conseguiu se livrar muito bem da visão estereotipada sobre a violência nas favelas que o Brasil tem no exterior. No entanto, achei que o relato foi pouco imparcial, já que fica claro o esforço do autor para suavizar - não sei se de forma proposital ou não - o lado negativo e cruel por trás da vida de um chefe de tráfico. A despeito disso, é um livro necessário, esclarecedor e extremamente atual!

site: https://www.instagram.com/book.ster
comentários(0)comente



Flavia.Machado 18/12/2019

Essencial
Livro essencial para entender o Rio de Janeiro da última década.
comentários(0)comente



Lilia Carvalho 04/11/2019

Bom
O Livro conta a história de vida e do envolvimento do Nem da Rocinha com o trafico de drogas, e traz uma boa visão sobre a situação politica do Rio de Janeiro, fala do projeto de pacificação das favelas, das guerras entre facções e do projeto de segurança publica.
É de fácil leitura, apesar de achar que em alguns trechos poderia ter sido mais objetivo.
Recomendo!
comentários(0)comente



Amanda.Gomes 26/08/2019

Minhas palavras sobre as palavras deste livro
Essa obra de arte é exatamente o que minha mente adora ler. O livro é o resultado de uma longa pesquisa sobre a Rocinha e a vida de Nem da Rocinha. Aliás, mais do que isso, o livro é uma descoberta sobre toda uma comunidade e seus imbróglios. Claro que de uma forma romantizada, a obra conta a história de um dos chefes do tráfico e como ele chegou até esse posto. Dentre a história, várias outras questões reais e importantes sobre as comunidades e favelas do Rio de Janeiro são desmistificadas. Além do depoimento de Nem, o livro traz inúmeras outras vozes: família de Nem, membros das polícias, investigadores e testemunhas das histórias.
Leitura cativante.
Apesar de algumas ressalvas sobre a romantização e justificação do crime, aprendi muito com essa leitura.
comentários(0)comente



Cheiro de Livro 17/07/2019

O Dono do Morro
“O Dono do Morro – um homem e a batalha pelo Rio” (tradução de Denise Bottmann) deveria ser leitura obrigatória para todos os cariocas. Partindo da história do traficante Nem da Rocinha o britânico Misha Glenny faz um panorama histórico da expansão da violência nas favela do Rio e o poder do narcotráfico.

Esse é dos livros que ficaram morando no meu Kindle propositalmente, eu tinha um pouco de receio de começar a lê-lo e ficar deprimida com a minha cidade. É verdade pós leitura dá um pouco de sensação de que para mudar esse panorama será dificílimo mas o que ficou mesmo da leitura é um conhecimento e entendimento maior do como chegamos até aqui.

Misha parte da história de Nem, um morador da Rocinha que só entrou no trafico por causa da doença rara da filha, para falar sobre as facções criminosas que dominam as favelas, a corrupção policial e a total falta de Estado nas comunidades.

Nem é dono de uma história que faz pensar em pessoas com grande potencial que foram perdidas por total falta de oportunidades. Ele não queria entrar no trafico e entrou para salvar a filha. Uma vez ali, subiu na hierarquia e virou dono do morro, e não de qualquer morro, virou dono da Rocinha, uma comunidade com cerca da 100 mil habitantes. Durante seu reinado ele impôs regras para melhorar a favela, uma paz armada que beneficiava não apenas a Rocinha mas também os bairros no em torno, mais ou menos o que o PCC faz em São Paulo. É interessante ver a ideia de governo de Nem que MIsha obteve atraves de uma série de entrevistas que fez com o traficante na cadeia.

Não foi uma leitura fácil, ainda mais morando no Rio e tendo na lembrança a maioria das guerras que são relatadas e mesmo assim foi uma leitura super importante. “O Dono do Morro” passou a ser um livro que ando recomendando a todos os meus amigos, cariocas ou não.

site: https://cheirodelivro.com/o-dono-do-morro/
comentários(0)comente



Thalita.Acctt 10/04/2019

Um autêntico e fidedigno retrato da criminalidade no Brasil
Sem pudor e sem "romantização" o autor fala da realidade das favelas e comunidades no Rio de Janeiro, mostra a real face das organizações criminosas e da corrupção policial e do perigoso e sustentável circulo vicioso de comercialização das drogas.
comentários(0)comente



41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3