Um Estudo em Vermelho

Um Estudo em Vermelho Sir Arthur Conan Doyle
Sir Arthur Conan Doyle




Resenhas - Um Estudo Em Vermelho


340 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |


Mark Lubker 25/01/2009

Pra mim o melhor livro de sherlock holmes.
comentários(0)comente



Geroane 11/05/2010

Leitura leve e rica
Peguei este livro para ler, primeiro que adoro Sherlock Holmes, e segundo pq o primeiro conto trata de com se conheceram as duas figuras tão diferentes, Sherlock Holme e Dr. Watson.
Leitura que fiz num final de semana chuvoso, e que a narrativa, sempre envolvente de Conan Doyle, debrucei-me sobre o livro e só sai quando li por completo a obra.
Como descrito no título, leitura leve, no entanto rica de informações e indicações de novos livros que farão parte de meu acervo. Conan doyle, apresentou uma seria e autores que li, e outros que me eram desconhecidos até este ultimo final de semana, mas que já estão anotados para futuras leituras, como Edgar Allan Poe, Thomas Carlyle, Emile Gaboiau, e Nicolas Borleau.
Altamente recomendável a quem gosta do genero policial.
comentários(0)comente



50livros 23/08/2018

Livro bom para investigar
Tenho uma relação um tanto conturbada como senhor Sherlock Holmes.

Apesar de ter uma afeição muito grande pelos personagens e até mesmo vilões e à construção de seus crimes, não consigo gostar totalmente de suas histórias. Sou uma verdadeira fã do gênero policial e investigativo, tanto que amo a Rainha do Crime, Agatha Christie, mas o personagem principal de Sir Arthur Conan Doyle não me convence em nada.

Nesse livro em questão, o crime é muito bem colocado, a interação entre os personagens também, mas já como o crime é solucionado é muito irreal e até desleixado. Tudo o que Sherlock vê e percebe para deduzir o crime não é mostrado para o leitor, toda a narrativa foi feita para que o leitor não descubra com o consultor da polícia. Tudo é feito para que Sherlock pareça o máximo, somente ele.

Isso me irrita demais. Isso e o fato do criminoso ser encontrado no meio do livro e, marca da narrativa do autor, sempre é alguém que NUNCA apareceu na trama ou foi citado de maneira contundente. Aí passa-se o resto do livro contando a história de vida do assassino para justificar seus atos. E isso, meus amigos, é feito muito lentamente e não ajuda em nada para nos convencer.

Então por que não houve uma nota baixa? Eu realmente não sei, acho que foi um livro bem escrito, a edição da Zahar estava linda, o que gerou uma experiência de leitura bem gostosa e satisfatória. Mas se levarmos em consideração que trata-se de um livro de menos de 200 páginas que demorei mais de 3 dias para ler, acho que é um sintoma de que algo no ritmo da escrita não vai bem.

"Um Estudo em Vermelho" é uma leitura obrigatória para os amantes do gênero, mas não sinta-se na obrigação de amá-lo. Nem sempre o que é clássico nos cativa de verdade.

site: www.50livros.com/single-post/2018/05/31/RESENHA-de-Um-Estudo-em-Vermelho-de-Sir-Arthur-Conan-Doyle---DESAFIOCULTURA2018-e-METALOUCADOSLIVROS2018
comentários(0)comente



cid 27/09/2010

Elementar, meu caro Watson
Este foi o primeiro livro de Sherlock Holmes que li, e gostei muito da literatura leve e agradável que Conan Doyle criou. A estória é muito boa, e acredito que daria um excelente livro, mesmo que não houvesse nele o famoso detetive. A estória que se inicia na grande planicie alcalina de Utah e termina em Londres é muito boa.
comentários(0)comente



Larissa Guedes de Souza 03/06/2017

“Um Estudo em Vermelho” é o romance de estreia do detetive mais famoso da literatura. A história foi primeiro publicada na edição de 1887 da revista paperback Beeton’s Christmas Annual, que também trazia outras histórias, como “Food For Power”, de R. André e “The Four-Leaved Shamrock”, de C. J. Hamilton.

Eu, como todo mundo, já conhecia (e adorava) o personagem Sherlock Holmes, de séries e filmes, mas nunca tinha lido as histórias originais do Sir Arthur Conan Doyle. Agora posso dizer que entendo completamente o fascínio e a fama deste personagem, pois ele é construído com maestria pelo Sir Arthur Conan Doyle.

O livro é dividido em duas partes, a primeira é narrada em primeira pessoa pelo Dr. John Watson, que através de suas memórias nos conta como chegou em Londres, como conheceu e acabou dividindo apartamento com Sherlock Holmes e como ele descobriu a genialidade do seu amigo e se iniciou no mundo dos mistérios policiais. Nesta primeira parte, somos apresentados aos nossos queridos personagens: Sherlock Holmes com sua excentricidade e genialidade, e o Dr. Watson que é igualmente interessante e com quem podemos nos identificar, pois ele, assim, como nós fica surpreso e incrédulo com as habilidades de Sherlock. Já nesta primeira parte, temos a resolução do mistério, com a prisão do culpado por Sherlock Holmes, mas é na segunda parte que aprendemos como Sherlock chegou àquela conclusão.

A segunda parte é narrada em terceira pessoa, por um narrador onisciente, e se inicia com um flashback para conhecermos a vítima, o assassino e os motivos do assassinato. Gostei muito da forma como o livro foi dividido e escrito, pois nos mostra não só a conclusão do crime, mas o contextualiza totalmente, nos fazendo entender a motivação do assassino e até gostar dele.

É uma leitura rápida, interessante, empolgante e cheia de mistérios, porque, apesar de logo na metade do livro descobrirmos quem é o assassino, só ao final que vamos descobrir como Sherlock ligou todos os pontos que pareciam desconexos e chegou àquela conclusão. E percebemos que realmente o raciocínio e a linha de pensamento dele é muito coerente e até simples, basta alguém que saiba ver além do que as pessoas comuns conseguem ver. A genialidade de Sherlock está nos detalhes aos quais ele dá a devida atenção, e os quais passam batido pela maioria das pessoas.

É um livro policial bem objetivo, que não enrola o leitor com informações desnecessárias. E que, além de nos intrigar e instigar com um mistério muito bem escrito, nos diverte com a excentricidade do personagem principal e a relação entre Watson e Sherlock. Mal posso esperar para ler as outras histórias escritas pelo Sir Arthur Conan Doyle para o detetive mais famoso da literatura.

site: https://bibliomaniacas.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Fernanda 24/04/2015

Resenha: Um estudo em vermelho
CONFIRA A RESENHA NO BLOG:

site: http://www.segredosemlivros.com/2015/04/resenha-um-estudo-em-vermelho-sir.html
comentários(0)comente



chaany 18/08/2013

Um Estudo em Vermelho é o primeiro livro de Arthur Conan Doyle em que aparece sua mais genial criação: Sherlock Holmes. Eu não sei vocês, mas eu sempre fui muito fã das histórias do Sherlock Holmes, dos seus filmes e até mesmo do jogo de tabuleiro Scotland Yard, então fiquei muito empolgada em finalmente começar minha primeira leitura sobre o personagem.

O livro é dividido em duas partes: Um Estudo Em Vermelho e O País dos Santos. A primeira parte da história é narrada através dos olhos de Dr. Watson, que fica muito curioso com a personalidade intrigante de Holmes e com a sua "Ciência da Dedução".
Holmes afirma ser capaz de deduzir a partir do menor dos detalhes até mesmo o maior dos segredos de um homem e convida Watson para acompanhar de perto a verdade por trás de sua teoria.

Após ser convidado pelos investigadores da Scotland Yard Gregson e Lestrade para ajudar em um misterioso caso de assassinato, Holmes encontra a oportunidade perfeita de comprovar sua teoria. A partir de análises minuciosas de duas cenas de crime, antes mesmo que os dois investigadores consigam encontrar um suspeito para o crime, ele afirma ter encontrado o verdadeiro assassino. E é aí que nós temos o maior cliffhanger que esse livro poderia ter, pois após a declaração de Holmes inicia-se a segunda parte do livro com personagens completamente diferentes!

O País dos Santos acompanha a trajetória de John Ferrier e sua filha Lucy, que, após terem se perdido no ficcional deserto de Utah, são salvos por um grupo de Mórmons. Entretanto, em troca do "favor" de terem salvo suas vidas, os Mórmons exigem a total conversão dos dois e, a partir de então, John e Lucy precisam viver de acordo com o estilo de vida Mórmon. Os anos se passam e Lucy se torna uma mulher. John se torna um trabalhador bem sucedido, mas os Mórmons não estão nada contentes com o fato de mesmo depois de tantos anos John Ferrier ainda não ter se casado.
Para testar sua fé, os Mórmons decidem que Ferrier precisa obrigar sua filha a escolher entre dois jovens e se casar dentro de 1 mês. A partir dessa imposição dos Mórmons uma série de fatos se desenrolam e finalmente nós descobrimos qual a ligação entre O País dos Santos e o Estudo em Vermelho feito por Holmes.

Um livro altamente recomendado e uma referência para o gênero Policial. Para quem não tiver nível de inglês avançado recomendo ler em português, pois a leitura não é simples.

Nota: 4/5

site: www.centraldaleiturablog.blogspot.com
comentários(0)comente



Delmo 29/04/2014

Fatos históricos...
Pra quem gosta de livros que citam FATOS históricos interessantes, eis ai um bom livro! A narrativa e a perspicácia de Holmes é sensacional!
comentários(0)comente



Jady 21/06/2012

Holmes, Sherlock Holmes.
Sempre gostei muito de Sherlock Holmes, sempre li pequenas historias avulsas sobre suas aventuras pela internet, mas ainda não tinha parado para ler m livro inteiro. E devo dizer, é ótimo! É aquele tipo de livro que você quer saber como a historia se desenrolará, não qer parar de ler até resolver, junto com Holmes, o mistério.
Essa versão que li, que tem comentários e explicações sobre várias coisas do livro tem seu lado bom e seu lado ruim. O bom, que muitas coisas que talvez você não conheça da época, ou curiosidade sobre os personagens e até mesmo diferenças sobre as habilidades e os gostos dos personagens em casa livro, chega ser divertido e curioso.
O ruim é que acaba perdendo meio que o dinamismo da leitura, pois as explicações ficam bem entre cada capitulo. Mas no mais, vale muito a pena ler, principalmente se você é fã de uma boa investigação.
comentários(0)comente



Paulo 03/06/2016

Uma história super envolvente.
O livro narra à primeira aventura de Sherlock Holmes e seu fiel amigo Watson.
Depois de ter sido abatido por um tiro e sofrer graves problemas de saúde John Watson retorna de uma guerra ocorrida no Afeganistão onde desempenhava a função de médico em campo de batalha. Devido ao seu estado lastimável o exercito concede a ele dispensa para retornar a Londres.
De volta à Londres ele passa por algumas dificuldades, pois o dinheiro da dispensa está acabando e ele também se sentir só pois não não ter nenhum familiar em toda aquela cidade. Logo surge duas ideia, a primeira é: mudar para o interior, e a segunda é: de levar uma vida mais simples e alugar um apartamento mais barato e dividir as despesas com um colega de quarto, optando pela segunda ideia ele sai à procura de alguém para tal.
Por acaso estando ele num bar ele reencontra um velho colega dos tempos da faculdade. Depois de colocar a conversa em dia e comentar de sua procurar por um apartamento com um preço popular e um colega para dividir o aluguel, o seu amigo se surpreende por que outra pessoal havia comentado a mesma coisa ele, de cara Watson logo se interessou e perguntou quem era essa pessoa. Depois de certo receio da parte de seu amigo ele o acaba o apresentando a "esse amigo" que não é nada mais nada menos que Sherlock Holmes. Depois de acertarem todos os termos de convivência, os dois vão morar juntos num apartamento que tempos depois ficaria muito conhecido em todo mundo, o apartamento 221B em Baker Street, Londres.
Daí surge uma grande amizade e uma aventura bem envolvente.
Sherlock Holmes é um detetive consultor, isto é, alguém em que a polícia recorre quando não conseguem resolver uma investigação. Ele é chamado para ajudar a desvendar um caso bem curioso e estranho. Entediado pela monotonia dos crimes "sem graça" não queria perder seu tempo com mais um, por isso ele nem se interessa tanto pelo caso mas logo é persuadido por seu novo colega de quarto, que encantado por sua genialidade e inteligência o convence a investigar a situação e juntos eles vão resolver o caso. Um homem foi encontrado morto em uma casa abandonada vitimada por envenenamento, logo a policia conclui que se tratava de suicídio, mas não para Sherlock que investiga insistentemente em busca da verdade e comprova que foi um assassinato. É constatado que o defunto é de origem americana o que chama mais ainda a atenção da polícia, pois se tratava de um estrangeiro morto em solo Britânico. Logo outro americano é encontrado morto em um hotel só de causa diferente mais com algumas peculiaridades iguais ao outro caso. Qual a ligação em dois assassinatos? E quem será o culpado e o que o motivou a fazer aquilo? Isto é que o leitor vai descobrir com ajuda do detetive mais popular da literatura policial junto com seu amigo Watson que narra toda a história.
O livro é muito bem escrito, envolvente e bem divertido, os personagens são bem construídos, principalmente Sherlock (que é impossível não gostar dele.). A História é divida em duas partes o que pode causar um certo estranhamento no leitor, pois aparentemente parecem ser histórias diferentes e sem conexão uma com a outra, mas que é de grande importância para entendermos o desfecho da história.
Uma ótima dica para quem desejar um bom romance policial.
Larissa 04/06/2016minha estante
Foi o meu primeiro livro, peguei em uma biblioteca da escola, me apaixonei pelo livro e pela leitura, desde então não parei, é um livro envolvente, muito muito bom. Logo depois ganhei um box com 3 livros do Sherlock, foi uns dos melhores presentes que já ganhei, realmente são histórias muito boas


Paulo 05/06/2016minha estante
Olá Larissa, que legal sua experiência de leitura. Comigo aconteceu experiência semelhante, o primeiro livro que li foi ''O Cão dos Baskervilles" (que também é um dos livro protagonizados por Sherlock Holmes) você já leu? esse é tão bom quanto um estudo em vermelho. Eu me lembro que ganhei ele de presente de uma professora de um curso que fiz quando garoto, amei o presente e o li em 3 dias de tão bom que era. O autor dos livros do Sherlock é um gênio, é incrível como ele consegue nos envolver com histórias tão boas. Arthur Conan Doyle, se tornou um dos meus escritores favoritos


Larissa 15/06/2016minha estante
Com certeza conheço, inclusive ele foi meu segundo livro lido, ele é o segundo livro do meu box do sherlock, hahaha sou apaixonada por esses contos.




Cela 25/08/2011

Foi minha primeira leitura de um livro de Conan Doyle e gostei muito. O ritmo é excelente e a forma como a história é apresentada também, e acaba nos cativando muito rapidamente (principalmente para os curiosos, como eu, que jamais largariam um livro que fala de um mistério sem saber tudo o que o autor tem pra dizer sobre aquilo).

Apreciei bastante ter conhecido Sherlock Holmes e colocarei mais livros com o personagem na minha lista. :)
comentários(0)comente



Desa 09/01/2012

Um livro e tanto
Este foi o primeiro livro de Sherlock Holmes que eu li, e o primeiro a ser lançado acredito eu. E posso afirmar que é eletrizante, misterioso, e muito, muito gratificante ler um livro desse nível.Mesmo com uma linguagem de outro século é muito recomendado. Faz sua cabeça pensar e repensar muitas vezes para solucinar este caso, sem falar no muito bom humor do livro que garante muitas gargalhadas além do clima de misterio já proposto.
comentários(0)comente



Alisson 11/03/2011

Meu primeiro livro da série
Eu achava que a série "Dr. House" foi apenas baseado nas aventuras de sherlock holmes, não chupinhado!
Sem desmerecer, é claro. Pois ainda acho House muito bom e bem feito.
Agora, exclusivamente sobre o livro em si:
Muito envolvente. Li o livro em dois dias, devido à trama.
E Sherlock Holmes, é Sherlock Holmes.
Confesso que tinha certo preconceito com as aventuras do detetive, mas agora recomendo. Sem me alongar demais, caso contrário darei spoilers.
comentários(0)comente



Mique1as 16/05/2012

Excelente
Uns dos melhores que já li.
Animado p ler todos os livros Arthur conan doyle.
comentários(0)comente



Carina 07/01/2015

Vermelho de uma nova paixão por livros de crime
Watson é um ex medico que trabalhou no Afeganistão e voltou para Londres, após ser gravemente feriado.
Esta muito caro viver em Londres, desde sempre. Um dia, ele encontra um velho amigo e diz que esta procurando alguém para dividir um lugar para ficar e no mesmo dia ele já tinha ouvido outra pessoa falar a mesma coisa.
O amigo de Watson leva ele para conhecer um brilhante estudante de química e muito misterioso.
Ao ver Watson a primeira coisa que diz é sobre ele servir do Afeganistão.
Watson vai morar com Sharlock Holmes e o passar do tempo fica tentando descobrir o que seu companheiro trabalha e seu misterioso.
Sinceramente o Watson entrou em uma bela roubada no momento que conheceu Holmes
Um dia, Watson esta lendo uma matéria de revista e comenta como aquilo é um absurdo, quem tinha escrito era o seu próprio companheiro de apartamento. Sharlock conta que é detetive consultor e como ele chegou a conclusão de como Watson tinha serviu no Afeganistão, só com uma técnica dele de observação. Realmente loucura e como disse, o cara entrou em uma furada.
Sharlock convida Watson para desvendar um crime muito interessante e que não tem nenhuma pista...
É muito fácil de ler, se diverte muito com Sharlock e incrivelmente ele consegue ver umas coisas...
Já viram a serie Sharlock? Só vi o primeiro, é muito bom, claro que na serie mudam muito, mais o caso do primeiro episódio é muito parecido, os atores são como você imagina os dois no livro. Super indico!

site: http://teenagersandteenagers.blogspot.com/2015/02/resenha-sharlock-holmes-um-estudo-em.html
comentários(0)comente



340 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |