Belgravia

Belgravia Julian Fellowes




Resenhas - Belgravia


95 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Natália | @tracandolivros 23/05/2021

Belgravia
Eu me interessei no livro por toda a trama de segredos na Londres de 1840, contudo, o segredo é revelado no capítulo 2 pro leitor, então não é algo tão surpreendente no longo do livro.
Os personagens são todos meio sem sal, e acho que o fato de ficar pulando entre um e outro deixou menos espaço pra me apegar neles.
Os plots foram todos bem clichês, eu pude adivinhar o livro todo, o que não necessariamente estragou a leitura, me prendeu e me fez ir até o final, e acredito que pode ser surpreendente para alguns.
Em geral foi uma leitura agradável e me divertiu
comentários(0)comente



Maitê 17/05/2021

gostei da história, bem a cara de série/filme de Julian Fellowes, mas algo na escrita não me agradou, não sei se é por ele ser um roteirista principalmente, ou pela tradução mal feita, claramente mal feita pois percebi vários erros, coisas que não fazem sentido.
comentários(0)comente



Bella 27/04/2021

UMA IRRITANTE E PREVISÍVEL "DOWNTON ABBEY" PASSADA EM 1840
Sou fã de Downton Abbey, então ao ver na capa do livro que o autor era um dos roteiristas da série logo o incluí na minha lista de leitura. Eu conhecia a máxima de que não se deve julgar o livro pela a capa, mas depois deste livro conheci uma nova: não se deve julgar, antecipadamente, um livro pelo o autor. Às vezes, autores que tem um ótimo trabalho no currículo, como Downton Abbey, acabam escrevendo livros como Belgravia que, mesmo sendo uma cópia da primeira_seguindo uma receita de bolo que só altera o período histórico e a trama na qual os personagens se acham envolvidos_nem chega aos pés de Downton Abbey. Os personagens do livro são idênticos aos da série, só mudaram os nomes! A personalidade, a forma como eles vão reagir nas situações que se deparam no decorrer da trama são as mesma que os personagens na série de TV. O que deixa a leitura irritantemente previsível para quem já assistiu a série: você já sabe como as coisas vão se resolver no final, o que acaba um pouco com a graça da leitura.
comentários(0)comente



DeniseSC 14/04/2021

Intrigas e inveja
Gosto muito de romances históricos, mas esse me surpreendeu por fugir do clichê de mocinho e mocinha se apaixonam e tem que lutar para superar alguma regra da sociedade.
Muito mais voltado para intrigas e ascenção social, mostra o ponto de vista de vários personagens, conseguimos compreender para amar ou odia-los.
comentários(0)comente



Ana Julia Keese 26/03/2021

Me surpreendeu
O livro tem uma narrativa muito leve e bem construída, o que eu já gostei logo de cara! Os personagens são muito bem construídos ao longo da narrativa e em alguns momentos somos supreendidos com alguns segredos e revelações sobre os personagens, alguns mai que outros. Não se trata só de mais um romance histórico, mas dos hábitos da Inglaterra em pleno século XIX e como isso afetava as relações de cada classe social, é sim um romance histórico, mas não espere um livro como os de Julia Quinn, ele é realmente mais voltado para o contexto histórico e social da Inglaterra no século XIX!!
comentários(0)comente



Ana 07/03/2021

O passado é um país estrangeiro
Uma boa leitura , de início um tanto triste ,mas logo mostra o destaque do livro, próximo da metade do livro ele enrola um pouco e fica meio cansativo a leitura e o final foi muito corrido esperava muito mais do final.
comentários(0)comente



Karoline 09/02/2021

Embora eu ame Downton Abbey e o filme Godsfork Park, ambos escritos pelo Julian Fellowes, achei a leitura de Belgravia um pouco arrastada e não muito instingante, infelizmente.

O ponto alto da narrativa, sem dúvidas e que eu considero já como marca registrada do autor, é o contraste entre as diferentes classes sociais e como elas se interconectam e se influenciam umas as outras, resultando numa rede bastante complexa que move a Inglaterra retratada.

Mas apesar dessa trama muito bem esquematizada, as personagens que a compõe não me marcaram tanto quanto nas outras obras referidas do autor. É notável que as personagens femininas dominam a narrativa (outra marca de Fellowes, acredito), mas esse aspecto não consegue superar o fato de que todos e todas ali acabam sendo bastante previsíveis, além de particularmente achar, de difíceis identificações, o que resultou em não me sentir conectada com nenhum deles.

Enfim, nada muito memorável, mas confesso que me fez ficar com vontade de maratonar Downton tudo de novo. Então eu acho que valeu a experiência apesar de tudo haha
comentários(0)comente



Vivi Martins 27/01/2021

Um excelente drama familiar!
Do criador e produtor de Downton Abbey, a aclamada série britânica de tv, Julian Fellowes aproveita para seu livro, Belgravia, tudo o que utilizou para fazer de sua série televisiva um sucesso e tenta repetir a fórmula criando um cenário de nobreza, segredos e intrigas. 

A história começa na véspera da Batalha de Waterloo em 1815, quando a Duquesa de Richmond faz uma festa em Bruxelas para o Duque de Wellington. Nesta ocasião são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país.
Com todo o alvoroço com a saída do Duque e dos soldados para a guerra, Sophia Trenchard se depara com uma triste constatação, afetando de forma dramática sua vida e de toda a família por décadas.

Vamos conhecer os costumes das ricas famílias aristocráticas da Londres de 1840. O autor dá grande importância a história profissional dos criados das ricas famílias envolvidas como mordomos, camareiros, lacaios... Detalhes ricamente abordados na série Downton Abbey. Encontrei também semelhanças bem nítidas entre alguns personagens da série e do livro.

Todo o enredo está envolto em um segredo que envolve o destino de duas famílias. Apesar de que qualquer leitor atento poderia prever o final de toda a trama, por ser um livro muito bem escrito e envolvente quase do começo ao fim, o livro vale muito a pena ser lido.
comentários(0)comente



Laís Ambrus 25/01/2021

Ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente, e com um riquíssimo rol de personagens, Belgravia acompanha a história de duas famílias e um segredo que perdura há décadas, guardado a portas fechadas em um dos endereços mais exclusivos de Londres.

Pouco antes de uma da manhã, os convidados do lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.

No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square. 
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Stéfane 24/11/2020

Segredos, intrigas e...fofoca!!
Do mesmo criador de Downton Abbey, algo que diz muito sobre o estilo da trama, Belgravia nos coloca nos bastidores da fofoca na sociedade londrina do séc. XIX. Com altas doses de intrigas e escândalos (em um ambiente em que qualquer coisa pode ser escandalosa), a trama nos presenteia com ótimas surpresas em seu decorrer.
Em geral é um livro gostoso de ler, com certeza irá agradar os amantes de livros da era vitoriana e claro, de uma boa fofoca!
comentários(0)comente



José Carlos 22/11/2020

Início bom!
O início foi muito bom, e lembrou bastante os livros de época do Ken Follett! Mas, diferente de Follett, Julian não conseguiu manter o ritmo empolgante até o final! Na metade do livro já é totalmente previsível qual será o destino dos personagens! Mesmo assim, um bom livro!
comentários(0)comente



Rodrigo.Moritz 20/10/2020

Ótimo livro
Poucos livros tem uma história tão agradável de se ler. História simples mas muito bem narrada. Personagens cativantes. Diálogos interessantes e bem construídos.
Um livro leve e muito prazeroso.
Um dos melhores que li nesse ano.
comentários(0)comente



Jhon 06/10/2020

Bruxelas, 1815.
É vespera da batalha de Waterloo. Sofia Trenchard, filha do Sr. Trenchard, um comerciante que fornece provisões ao exército inglês, está perdidamente apaixonada pelo visconde Edmund Bellasis, um oficial do exército. Ambos sabem que a família de Edmund, uma das mais proeminentes da Inglaterra, não aprovaria a união dos dois. Na ocasião do baile da Duquesa de Richmond, em que os Trenchard comparecerem, é anunciado que Napoleão Bonaparte invadiu o país.
Uma tragédia e uma grande decepção acontecem naquela noite, afetando o destino das duas famílias.
.
Londres, 1841.
Vinte e seis anos se passaram. Os Trenchard agora ocupam uma posição social elevada na sociedade londrina. O Sr. Trenchard juntamente com dois sócios, administra uma empresa de construções na cidade de Londres. Um dos seus empreendimentos é a criação do bairro de Belgravia, com suas grandes mansões para famílias nobres.
James e Anne Trenchard guardam um grande segredo e se perguntam se foi a coisa certa a fazer. Mas o passado retorna e eles terão que tomar uma decisão que vêm adiando há muito tempo.
.
Foi uma delícia ler essa história. A narrativa é bem ágil e te prende do início ao fim. Julian Fellowes sabe conduzir a trama e assim como na série Downton Abbey não foca só nos personagens principais, temos todas as perspectivas (confesso que os diálogos dos criados são um dos meus preferidos rs).
O livro obviamente tem seus clichês, se assemelhando à novelas de tv e romances "dickensianos" de amores proibidos, segredos e grandes revelações. Por falar na grande revelação, só achei faltar um pouco de emoção na cena tanto do livro quanto na série.
.
Sobre a série:
A minissérie de 6 episódios foi produzida pelo canal britânico ITV. A adaptação, apesar de algumas pequenas mudanças ficou muito fiel ao livro. Também gostei bastante da atuação. Em diversos momentos identifiquei que as falas dos personagens foram idênticas às do livro. Acredito que isso foi possível porque o próprio Julian Fellowes foi o produtor da série.
Se você gostou de Downton Abbey ou curte histórias que se passam na época vitoriana, vai curtir tanto o livro quanto a série.
comentários(0)comente



Butakun 03/10/2020

Leve e nada prepotente, e isso é lindo
Eis um bom romance inglês de época, que não tenta ser grandioso e também, embora bastante leve e simples, não se mostra raso ou simplório. Há algumas reviravoltas, até bem interessantes, e uma razoavelmente surpreendente, que torna a torna a trama tão fechada e coesa quanto se poderia imaginar em se tratando de algo não prepotente ou presunçoso. É uma obra simples, muito bem construída, e de leitura cativante. Tanto que até me acendeu a vontade de maratonar Downton Abbey, coisa que nem os 14 Emmys que deram série haviam conseguido.
comentários(0)comente



95 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7