A Procura de Alguém

A Procura de Alguém Jennifer Probst




Resenhas - A Procura de Alguém


106 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


André 23/02/2020

Um Romance Jovem Adulto Clichê “Hot” Para Entreter Leitores
Entender que o papel do livro também entretenimento às vezes é um pouco complicado, mas, em certa medida, necessário em ser frisado levando em conta determinados contextos, principalmente quando alguém tem a predisposição a apontar somente as críticas de uma história. “A Procura de Alguém” é um livro que tem um característico estilo de escrita de um romance Jovem Adulto erótico. Essas narrativas são bem identificáveis, e especialmente tem um nicho comercial bastante lucrativo, muito embora, em termos literários, essas histórias não sejam um primor de escrita, ou tenham algum trato, ou refino literário. Publicado em 2013 e escrito pela conhecida autora estadunidense Jennifer Probst, “A Procura de Alguém” é o primeiro livro de uma série de livros da autora que se encaixa nessas características. Vícios e virtudes de um enredo que cumpre a sua função: entreter o leitor.

O livro conta a história de Kate Seymour e Slade Montgomery. Kate é uma mulher de seus 28 anos, dona da agência Kinnection, onde as pessoas buscam relacionamentos amorosos, e que fica numa cidade interiorana de Nova York (estado) chamada Verily. Slade, 33 anos, advogado especializado em divórcios entra na vida de Kate a partir do momento que a sua irmã, Jane Montgomery decide morar sozinha e procura a Kinnection em busca de um novo relacionamento. Slade, preocupado com a irmã, decide investigar a agência para saber se a irmã não seria enganada (ele também tem um instinto superprotetor). Os dois se sentem atraídos logo de cara. E essa atração física entre Kate e Slade causa “choques elétricos”, história de uma coisa que beira a ideia de que “os opostos se atraem”. Típico clichê.

Kate e as suas amigas; Kennedy e Arilyn comandam a Kinnections e proporcionam as pessoas encontros para descobrirem as suas “almas gêmeas”. Ao entrar de cabeça nessa saga, Slade tem o pacote completo. Uma mulher que o enfrenta e uma busca pelas pessoas erradas até achar a “correta”. Nesse embate de Slade e Kate, eles vão descobrindo que a atração sexual que sentem um pelo outro era uma coisa quase incontrolável. Nesse momento a linguagem muda e o tom se torna quase explícito. Da metade para o final temos a Kate, uma mulher virgem que passa a “segurar o tesão” por medo de se envolver romanticamente, e Slade, o homem que a provoca e a atiça sexualmente de todas as formas possíveis. E tome clichês sexuais e enrolação básica.

Eu particularmente me surpreendi, pois na minha cabeça esperava uma narrativa jovem adulta de um clichê romântico comum. Mas na verdade o que eu encontrei foi um romance picante/explícito de fazer rir, e sendo justo, em determinados momentos refletir sobre relacionamentos. Eu sempre tento levar esse tipo de narrativa erótica na esportiva, ou seja, sem chance alguma de levar a sério. Entre críticas e deveres, entendo que o livro é mediano e se preocupa mais em entreter o leitor. Narrativa que não tem pretensões altas, apenas se limita a linguagem viciada, mas coerente com o gênero. Não deveríamos esperar floreios, nem reviravoltas de enredo. Senta-se e simplesmente se tenta ler comprando a ideia de mais se divertir e passar o tempo do que levar “muito a sério” a história. Esse livro é um prato feito pra leitoras famintas. Erotismo e um romance clichê que vende como água, e comumente vai atraindo a curiosidade de leitoras acostumadas a esse tipo de gênero literário.

Sinceramente eu gostei da distinção entre o amor e a atração (sexual) que a narrativa faz. Também gostei da história da adoção do cachorro deficiente de Kate, o fofíssimo Robert. Essa história tem algumas pontinhas soltas, mas cumpre o papel de proporcionar aos leitores entretenimento, risadas e um clichê que no final das contas se resolve e se fecha. Muitas das vezes precisamos nos despir de pré-julgamentos e fazer meias culpas antes de criticar qualquer obra. Eu não poderia esperar mais do que uma narrativa comum, com as características que são comuns ao gênero em um enredo clichê, que também é comum ao gênero. Ou seja, uma história nada demais, nada de menos. Simples entretenimento.
Marynessa 12/02/2021minha estante
Ótima resenha




emy 02/04/2021

Processando as informações ?
Minha amg,me indicou esse livro.No começo eu tava "é, é bom mas não aquele negócio todo" já no meio do livro pra mim a história começou a ficar mais interessante ali,e um pouco mais da metade do livro eu já tava "?" pq foi acontecendo muito coisa e eu não imaginava entendi,eu já tinha uma noção o que ia acontecer no final pois é o clássico livro de romance né,mas aconteceu muito mais coisas e sério,gente eu gostei muito,eu indico pra (+14) pois tem aquelas cenas e tal mas,de vc quiser ler com menos tudo bem tbm,eu li com menos.Eu indico,talvez algumas pessoas não gostem né que esse é o normal,mas sério,lêem?
comentários(0)comente



Binghamblythe 13/01/2021

Não sei como diabos fui ler esse livro, mas, pelo menos, ele me tirou da ressaca literária.
Eu não recomendo, porque é uma história bem bobona e esquisita.

Foi um passatempo ligeiramente divertido, porque o livro consegue ser tão patético que eu não parava de rir. Aqui vai um exemplo:

?Você comprou uma poltrona pra mim.? Kate ficou olhando para a cadeira, um símbolo de algo maior e mais profundo do que um anel poderia prometer.

KKKKKKKKK QUEM PRECISA DE ALIANÇA DE NOIVADO QUANDO SE TEM UMA POLTRONA, NÃO É MESMO?!

P.s. que brisa foi aquela do >cachorro< narrando o epílogo, mano...?

Enfim, muito ruim. O lado positivo é que essa bobagem pode ser lida num dia, caso você não tenha mais nada pra fazer.
livros da mandi 13/01/2021minha estante
CACHORRO NARRANDO EPÍLOGO KKKKAKKKKKKKKKK


Binghamblythe 13/01/2021minha estante
JURO KKKKKKKKK


a menina que gosta de ler 13/01/2021minha estante
POLTRONA SÍMBOLO MAIOR QUE UM ANEL EU TO PASSANDO MAL KKKKKKKKKKKKKKKKKK


Binghamblythe 13/01/2021minha estante
KKKKKKKKKKKKKKKK SÉRIO VÉI


Karol | @estantecalore 21/04/2021minha estante
KKKK SIM QUE MERDA FOI AQUELA DA POLTRONA????




Liachristo 10/06/2021

Despretensiosa
À Procura de Alguém é uma leitura leve, despretensiosa, no estilo daquelas comédias românticas que gostamos. Personagens cativantes e algumas cenas calientes bem escritas. Uma ótima leitura para aqueles dias chuvosos, para livrar a gente da ressaca literária e mesmo para nos relaxar por algumas horas.
comentários(0)comente



Van 29/05/2021

Livro bom, mas o epílogo é sensacional.
Eu estou chorando igual uma condenada com esse epílogo narrado pelo cachorro, não esperava por isso!!!
Em relação ao livro, achei o romance leve e bom, mas nada muito além disso. Demorei dias para ler porque não me cativava, mas em geral é bem leve de ler. Amei a história do Robert e que a autora buscou trazer sobre cachorros no livro. Está de parabéns por mostrar as pessoas que ainda existem pessoas que amam e cuida dos animaizinhos.
Uma curiosidade: o Robert existiu na vida real ?
comentários(0)comente



Keite 28/03/2020

Simplesmente amor a história , um toque de magia, um pouco de humor , cheio de partes picantes. Super indico .
comentários(0)comente



anasouzamf 23/05/2021

Eu terminei esse livro tão rápido que nem tive tempo para vir atualizar a leitura aqui no skoob. Ele é maravilhoso para quando você está de ressaca e precisa ler algo rápido, só para pegar o ritmo de novo e continuar a tbr. Clichê, bem escrito e os hots são ótimos, combinação perfeita. O livro por ser bem previsível não tem muito drama e nada surpreendente acontece, mas o desenrolar do casal Slade e Kate é bem fofo e te prende, fazendo querer continuar só para ver os momentos deles juntos. Outro ponto que me encantou no livro foi a relação da Kate com o Robert, cachorrinho paraplégico e resgatado, já que eles são tudo um para o outro e achei tão lindo que o epílogo é "narrado" pelo cachorrinho (iti malia). Um ótimo jeito de finalizar um livro, mesmo que de forma sutil.
comentários(0)comente



Marcela 28/12/2020

Fui com muita expectativa...
O livro é bem bonitinho e divertido. Todo esse mistério e magia tornam a leitura super agradável. Porém, não consegui me conectar muito com os personagens, além de achar a narrativa um pouco descritiva demais. Uma pena, porquê eu realmente me apaixonei pela sinopse e não via a hora de inicar a leitura.

Mas indico o livro sim, vale a pena conhecer a história.
comentários(0)comente



Sarah.Sampaio 25/04/2020

Um livro super rapidinho, leve e engraçado (e um pouco de hot também ) mas que ri bastante com os personagens, senti aqueles momentos bem amorzinhos e claro, amei cada parte do Robert KKKKK
comentários(0)comente



Aione 18/01/2017

As inúmeras recomendações positivas sobre À Procura de Alguém e menções a sua história deliciosamente envolvente fizeram com que eu me rendesse à obra de Jennifer Probst publicada pela editora Paralela, mesmo sabendo de seu conteúdo hot, que geralmente me desagrada. E, confesso, sua premissa encantadora também atiçou minha curiosidade e me fez colocar os receios de lado.

Kate tem um dom transmitido há diversas gerações de sua família: ela é capaz de descobrir almas gêmeas, sentindo uma espécie de eletricidade ao tocar duas pessoas que são destinadas a ficarem juntas. Por isso, ela e mais duas amigas fundaram uma agência de relacionamentos. Contudo, ela mesma tem um enorme azar nessa área amorosa, já que encontra pares para os outros, mas não para ela. Quando Slade, advogado de divórcios, resolve procurar, furioso, a agência, acreditando que sua irmã, uma das clientes, está sendo enganado pela empresa que ele considera uma fraude, Kate se vê na obrigação de encontrar a alma gêmea dele, e assim provar a seriedade de seu trabalho.

Com narrativas alternadas em terceira pessoa, a perspectiva de cada um dos protagonistas é passada ao leitor por meio de uma linguagem simples e de rápido envolvimento, que permite uma leitura fluida e agradável. O ar de leveza predomina na escrita de Jennifer Probst, e aliado aos momentos ora divertidos e ora recheados de paixão, produz uma narrativa que desperta singelas risadas e sorrisos encantados.

Apesar desses elementos propícios, À Procura de Alguém não foi a leitura que eu esperava. Desejei todo o encantamento que ela é capaz de proporcionar, mas, ao contrário, me vi simplesmente virando as páginas, sem me sentir contagiada pela narrativa. Não que eu tenha feito uma má leitura; simplesmente foi uma experiência mediana, sem algo que fizesse o livro se destacar para mim.

Acredito que boa parte do que me distanciou de À Procura de Alguém e impossibilitou um maior apreço de minha parte esteja ligado à característica erótica do livro. Não acho que as cenas com esse teor estejam em demasia na história; pelo contrário, ocorrem em medidas equilibradas, e o romance acaba predominando no enredo. Contudo, há cenas que não descrevem alguma relação sexual e que, pela escolha de termos utilizada, acabaram soando de mau gosto, já que, como leitora, tendo a preferir cenas mais românticas e açucaradas. Não acredito, entretanto, que o livro destoe do gênero, e sim que um vocabulário do tipo seja normal a ele.

De modo geral, À Procura de Alguém foi uma leitura razoável, sem grandes arroubamentos. Acredito que, se eu tivesse me envolvido mais com a história a ponto de sucumbir a sua magia, teria me encantado mais e apreciado melhor a leitura. De qualquer maneira,vale a ressalva que, para mim, o ponto alto da leitura não foi a relação entre Kate e Slade, mas sim entre ela e seu cachorro – o melhor personagem do livro, sem dúvida alguma.

site: http://minhavidaliteraria.com.br/2017/01/17/resenha-procura-de-alguem-jennifer-probst/
llinelyra 18/01/2017minha estante
Adorei a resenha! Esse livro não conseguiu me cativar também. Acabei lendo por ler, eu esperava mais.


Jéss GrGh 18/01/2017minha estante
Eu achei o livro bonitinho e quero ler os próximos. Mas achei que a parte erótica escrachada poderia ter sido deixada de lado. Cenas sensuais e românticas teriam feito mais sentido. Eu acho né! E quem sou eu!? Kkk
Mas gostei S2


AnaFigueira 19/01/2017minha estante
Estou com você também, Aione! Achei super leve, Ainda não terminei, mas não conseguiu me convencer principalmente a parte dos dois não quererem ficar juntos. Ele falando q queria uma companheiro, talvez construir uma família do futuro e a mocinha querendo coisas diferentes, um romance! Sendo q o companheirismo, a amizade é p fundamental de uma relação. Essa parte q estou só livro, me deu nos nervos. Não sei se você teve esse mesmo sentimento


Simone 15/02/2017minha estante
Amei a resenha, muito boa !!! Eu também não sou muito fã desse erotismo escrachado sabe, iniciei a leitura de "a garota do calendário - Janeiro", e mesmo o livro não sendo extenso acabei abandonando a leitura, prefiro algo mais romântico e sensual.




Larissa 21/06/2020

O par certo
Esse livro me lembrou dos filmes de comedia românticas que assisto, já ele tem um romance bem bonitinho com uma história maluca, amigas inseparáveis, partes engraçadas, um boy gato e um draminha na medida certa. ''A procura de alguém'' é um chick lit que daria um ótimo livro.

O livro conta a história de Katy que possui uma empresa de relacionamentos, a Kinnections, com mais duas amigas e de Slade, um advogado especialista em divórcios, que vai para nessa agência depois que sua irmã mais nova cisma em arrumar um namorado por lá. Ele vai atras para revelar que toda essa empresa é manipuladora até que Slade leva um ''choque'' quando encosta em Katy, que tem o dom de ''sentir um choque'' quando encontra almas gêmeas.

A trama toda é baseada na protagonista querer encontrar o par ideal e acreditar no felizes para sempre e o mocinho achar que isso não existe e que o amor é apenas oxitocina. O livro é muito divertido e de leitura rápida, ótimo para passar o tempo numa tarde.
Os personagens são bem desenvolvidos e carismáticos, mas não indico a leitura para aqueles que não gostam de um livro com conteúdo sexual mais explicito, a autora Jennifer Probst apimentou bem a relação de Katy e Slade, com boas cenas de sexo detalhadas.
Um ponto alto da leitura foi o Robert, o cãozinhos em as patas traseira de Katy que é uma gracinha e ganha o epilogo com sua narração, que foi uma surpresa inesperada, todo o trecho narrado por ele foi incrível chegando até ser tocante o cachorrinho dizendo que sente falta de suas patinhas e queria muito ter uma família e a encontrou em Katy. Tão fofo!

O que senti falta no livro e me deixou com a sensação de desfecho incompleto foi a historia de Gen, a melhor amiga medica de Katy. Ao longo da trama Katy por ter o dom de saber sobre quem é a alma gêmea, percebe que o relacionamento de Gen com seu namorado medico está com algum problema e parece também que há uma terceira pessoa nessa historia, e no final do livro a Gen quer fazer um feitiço para sua alma gêmea. E esse mistério do porque ela fez isso, se tem mesmo alguém no relacionamento, se ela ama o namorado fica sem explicação.

Foi um ótimo livro, super indico a leitura. É provável que eu possa rele-lo quando estiver afim de ler algo levinho e divertido.
comentários(0)comente



Samiy 06/02/2021

Não tem como não amerbesse livro
Confesso que tava com medo de ler livros de romance que não fossem de adolescente, mais eu resolvi arriscar... É não me arrependo nem um pouco me apaixonei por esse livro,foi um livro que me fez sentir um mix de emoções ao mesmo tempo que eu queria bater no personagem principal eu queria abraçar ele kkk, a história de cada personagem e muito bem construída...teve alguns personagens que eu queria saber mais o que aconteceu com ele mais mesmo assim isso não atrapalha o contexto do livro. Me apaixonei por cada personagem desse livro principalmente pelo slade(personagem principal) a história tem um toque sensual mas mesmo assim não me atrapalhou nem um pouco a ler, chorei muito no final desse livro... E quando eu terminei deu vontade de ler ele de novo kkk, deu aquele sentimento de saudade não só da história mais também dos personagens. É um livro que eu super indico (+14) muito bom mesmo e o final é muito emocionante ?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



gabi | @dueto_literario 25/07/2020

Kate tinha um dom. Ou uma maldição. Depende do ponto de vista.

Assim como todas as mulheres de sua família, ela consegue sentir se um casal se amava de verdade. Isso porque, quando ela os tocava, sentia uma espécie de eletricidade.

Isso fez com que ela "entregasse" vários namorados seus a outras pessoas, porque ela simplesmente sabia com quem eles combinariam mais. O grande problema é que essa sensação nunca aconteceu para ela mesma, que se sentia frustrada por nunca ter vivido um grande amor.

Apesar, dessa falta na área dos relacionamentos, de resto ela estava muito bem. Tinha uma agência de relacionamentos de sucesso, amigas fiéis, uma mãe maluca e amável, e um cachorro gracinha.

Os problemas surgem junto com Slade, um advogado de divórcios, que para proteger a irmã, quer provar que a empresa é uma fraude.

Para evitar isso, Kate promete arranjar o par perfeito pra Slade.

O problema? Ao encostar nele, ela sente a maior corrente elétrica da vida.

Mas uma casamenteira poderia se envolver com um cético no amor?

Sabe aquele livro que tem tudo pra ser favorito e no fim não alcança todas suas expectativas? É esse.

Amei a atração entre os personagens e a escrita da autora. Mas a Kate era irritante e indecisa. E Sam era insuportavelmente covarde com questões amorosas. É bom, mas não tão bom quanto podia ser.

site: https://www.instagram.com/leituras.da.gabi/
comentários(0)comente



Camila | Book Obsession 25/03/2020

Jennifer Probst traz magia, em um enredo leve, fluido e nos surpreende com o envolvimento de um casal inusitado. Amei a inserção bem ativa do Robert, o cachorro fofo e um grande sobrevivente, graças a bondade e amor de sua dona. Tenho certeza de que vão amar conhece-lo.
Um romance daqueles bem clichês, para dar risadas, cheios de situações loucas, para suspirar, deixar o coração bem quentinho e com algumas mensagens bem positivas sobre a vida, amizade, família, segundas chances, recomeços e se abrir para o amor.


Resenha completa no blog.

site: https://www.bookobsessionblog.com/2020/03/resenha-procura-de-alguem-jennifer.html
cris.leal 25/03/2020minha estante
Que resenha fofa! Fiquei com vontade de ler o livro. ;)




106 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR