Revolução Espírita

Revolução Espírita Paulo Henrique




Resenhas - Revolução Espírita


6 encontrados | exibindo 1 a 6


HARRY BOSCH 21/06/2020

Evolucão Espirita
Um livro recomendado a todos que se dispoem em conhecer a Doutrina Espirita.O Autor é um grande pesquisador do Espiritismo na atualidade e suas oras são muito abragente,tanto no conceito historico,cientifico e filosofico da Doutrina Espirita.
comentários(0)comente



José Daniel 22/10/2019

Um resgate de Kardec e do Espiritismo
Esta obra é um verdadeiro resgate de quem é Allan Kardec e do Espiritismo que ele propôs. Temos uma resgate da sua biografia, do contexto da época (algo muito mais importante do que se imagina) e do por quê ter sido previsto uma revolução espírita. Um trabalho de pesquisa sério e profundo. Essencial para todo o espírita que se preze. Uma obra para ser estudada muitas vezes.
comentários(0)comente



Eduardo 30/07/2019

Interessante esta pesquisa, que adentra aos meandros dos tempos de Kardec e da codificação. Para quem gosta de se inteirar donde e porque surgiu a doutrina espírita é uma grande leitura.
comentários(0)comente



Joao 21/09/2018

Tratado sobre Espiritismo
A obra é um verdadeiro tratado sobre o espiritismo. Não tem nenhum viés partidário/ideológico. O autor "relembra" o caráter científico-filosófico da obra espírita. Citando Kardec: "Realizar-se-á a revolução moral que deve transformar a humanidade e mudar a face do mundo" (VE).
Rachid 06/05/2019minha estante
Estou pela metade. O livro é sensacional e necessário para entendimento do contexto em que surgiu o Espiritismo: as influências das religiões e o históricas das filosofias reinantes, formando um intricado labirinto de idéias e ideais. Uma obra que faltava nas estantes de espíritas conhecedores das obras básicas e estudiosos... Como complemento, sugiro o livro "Madame Kardec a História que o Tempo Quase Apagou", a história do movimento espírita, após a desencarnação de Kardec.




Eros 04/07/2018

Uma Nova Visão do Espiritismo
Paulo Henrique de Figueiredo resgata o Espiritismo, tal qual concebido por Allan Kardec, provando que no Brasil há uma grande confusão idiossincrática e seu consequente sincretismo religioso que permeia nossa cultura, em prejuízo significativo à Filosofia Espírita original. Retomando a biografia de Kardec o autor faz descobertas inéditas sobre o Mestre Lionês, mostrando que as biografias existentes até hoje são lamentavelmente errôneas. Pesquisando em vasto material documental Paulo restabelece o fio de continuidade entre as pesquisas Espíritas e a formação filosófica doutrinária estribado no Espiritualismo Racional pré-existente ao Espiritismo e ponto de partida para este. Também eleva em sua devida importância o Magnetismo Animal, de Anton Mesmer, como fundamental para a ciência Espírita. O livro é esclarecedor e um documento fidedigno de pesquisa. Todos os espíritas e simpáticos ao Espiritismo devem beber dessa fonte e para aqueles que desenvolvem trabalhos nos Centros Espiritistas essa leitura é obrigatória.
comentários(0)comente



Gui 04/12/2017

Pretensioso e antidoutrinário
Este livro é uma tentativa de fazer de conta que o espiritismo tem alguma vertente político-partidária que todos os grandes médiuns, inclusive Chico Xavier, ignoraram durante décadas. Um livro pretensioso, enviesado e claramente antidoutrinário. A política e os partidos políticos jamais deveriam tentar forçar seus pontos de vista em uma religião que já secou tantas lágrimas. Nota zero para o livro.
fmaxt 06/11/2018minha estante
Amigo, vc tem certeza que leu esse livro?


Claudio.Tollin 09/11/2018minha estante
Certamente o autor desse comentário não chegou a ler nem algumas linhas desse livro. Manifesta-se por ter ouvido ou lido alguma opinião de outra pessoa também desconhecedora da obra.


Rachid 06/05/2019minha estante
Não leu mesmo. Ou, então,...




6 encontrados | exibindo 1 a 6