DangeRock

DangeRock M.S. Fayes




Resenhas - DangerRock


55 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Paty || @papodeleitora 28/03/2020

Livro + Música = ?
A escrita da autora é super gostosinha. E apesar de alguns momentos dar vontade de bater na Eve e no Brandon, não tinha como não torcer para que eles ficassem juntos no final.

Só uma coisa me incomodou no livro: Um acontecimento que não foi tão bem explorado e pareceu que estava alí só para adicionar mais um drama na vida da Eve.
comentários(0)comente



Silvia.Helena 07/09/2020

Um caso de amor e ódio!!!
Poxa!!!! Todos estão vendo o que está acontecendo menos ele!!!! Mas tudo fica bem e vc termina o livro contente!!
comentários(0)comente



Crika || @pitacosliterarios 01/10/2016

Bem legal!!
Esse foi o primeiro livro que eu li onde uma banda de rock não é formada somente por homens. A DangeRock tem uma integrante feminina, a vocalista Eve McGannon, que tem uma voz linda e atrai multidões.

O lance aqui é o seguinte.. Eve é apaixonada desde sempre por Brandon, amigo de infância e guitarrista da banda. Só que o Brandon é uma anta e nunca percebeu nada pq só a vê como irmã. Depois até rola um beijo aqui, outro ali, mas Brandon coloca Eve na zona da amizade. (Aff!)

O sucesso deles chama a atenção de Mitchell, cantor de outra banda famosa, que os convida pra acompanhá-lo em turnê. O problema é que ele tb quer Eve, o que desperta ciúmes em Brandon.

"Ela tem uma pureza de coração, tão tocante que quem chega perto dela é absorvido por aquilo. E eu vou lutar por ela, garoto. Se você não conseguiu valorizar o que estava bem na sua frente o tempo todo, azar o seu." (pág. 110)

E é aí que a gente toma uma rasteira porque nem tudo é o que parece. Acontecem coisas que a gente não espera e isso nos faz passar uma raiva danada. Mentira, é ódio mesmo!

Bom, Eve passa por alguns perrengues e quando a gente acha que tudo vai se acertar, pluft, dá uma meeeerda.. Vacilos, mal entendidos, erros, mágoas, arrependimento.. Será que a banda vai resistir a tanto problema? Será que o coração vai falar mais alto e o casal se acertar?

"Eu sempre me perguntei o que realmente significava a expressão Felizes para Sempre. Ou o que vinha depois daquilo. Daí, depois de todos os eventos pelos quais passei, percebi que o Felizes para Sempre era o hoje. Viver o dia presente ao lado da pessoa amada, fazendo aquilo que mais amamos. Viver com intensidade, na esperança de que o hoje tenha sido muito mais excitante que o ontem. E o amanhã, mais do que hoje." (pág. 284)

Gostei de acompanhar a trajetória da DangeRock, o outro lado da fama com seus problemas, a amizade entre os integrantes e a preocupação dos caras com a Eve. Ela é roqueira, meio rebelde e solta uns palavrões, mas é muito doce e por vezes até tímida. Agora quero conhecer melhor os outros personagens. Dá pra fazer uma série, rsrs.

O livro é narrado basicamente pela Eve, mas tem tb outros pontos de vista que nos esclarecem alguns pensamentos alheios. Quando comecei a ler, rapidinho passei das 100 páginas e nem percebi, rsrs. Gostei!!




site: ig: @pitacosliterarios
comentários(0)comente



KARLA 07/02/2020

DANGE ROCK
Um livro que fala do romance entre amigos de infância, que tem aborda o assédio sexual de uma forma bastante clara de entender.
comentários(0)comente



Notas.Literarias 09/08/2016

Surpreendente
Olá pessoal, hoje vou falar para vocês do lançamento da M.S. Fayes, DangeRock. Quem conhece a Martinha sabe que o estilo dela de escrever é muito intenso e muito divertido. Apesar de agora a história ser de personagens mais jovens do que de seus livros anteriores, a assinatura dela está presente em vários momentos.

Confesso que me surpreendi completamente com a história e com a construção dos personagens, em comparação à trilogia da Lei, são muito diferentes. E não só pelo universo, lá os personagens eram complexos, adultos resolvidos. Aqui temos uma banda que começa adolescente, e mesmo com a passagem de tempo ainda são muito jovens, me deixou um pouco apreensiva, confesso. Mas só posso dizer para vocês que vale cada linha lida... Nos sentimos na estrada com eles e queremos mais a cada capítulo, confiram comigo essa história regada a música, amor, dúvidas e muita, muita confusão.

Eve é apaixonada desde que se lembra, mas ele nunca a olhou como nada além de amiga. E em todo esse tempo ela teve que conviver com o desfile sem fim de garotas que passavam por ele na escola e em sua casa, porque afinal de contas além de amigos desde o jardim de infância são vizinhos. Além disso tocam na mesma banda, que começou na escola e seguiram em diante com algum sucesso e reconhecimento... Adorooo...
Confira a resenha completa no blog.

site: http://www.notasliterarias.com/2016/08/dangerock-editorapandorga_9.html
comentários(0)comente



Larissa 08/02/2018

Blog Por Livros Incríveis
Eve sempre foi apaixonada pelo seu melhor amigo, Brandon - com quem, junto com dois outros amigos formou uma banda, então chamada de High Rockers. Atualmente conhecida como Dange Rock, a banda de Eve e companhia tem se tornado cada vez mais famosa e atraído a atenção de diversos astros e arrastando uma multidão de fãs. Mesmo com todo o sucesso e a transformação de Eve com o passar dos anos em uma mulher, Brandon nunca a notou e nunca percebeu o amor que ela sente por ele. o que fez Eve querer abandonar suas ilusões adolescentes e ir em busca de novos ares.


Dange Rock foi um livro que iniciei sem grandes expectativas e thanks God por isso! Gosto muito da autora, mesmo esse sendo somente o segundo livro que li dela, pois considero que ela tem um grande talento que precisa ser lapidado - além de ser a simpatia em pessoa -, mas não consegui por completo desse livro.

Devo começar falando que a escrita de Fayes evoluiu demais da outra obra que li dela para essa. Sua narrativa esta mais madura, mais ágil e mais cativante. Um grande ponto positivo, com certeza. Nesse caso, sua escrita é em terceira pessoa e traz o ponto de vista de Eve, Brandon e dos demais personagens de importância para a trama.

Apesar de ter 90% do foco da trama nos sentimentos da personagem principal há também espaço para o desenvolvimento de outras questões como o crescimento da banda e o assédio sexual, um tema pesado mas que foi tratado com a sua devida importância.

Eve é uma personagem de que gostei de cara, mesmo achando em vários momentos que ela deveria passar de se lamentar pelas coisas que não aconteceram. Apesar disso ela é uma personagem agradável e bastante ingênua que apesar da fama ainda não viu nada do mundo. Mas se tem um personagem que foi difícil engolir foi Brandon, que achei bastante egoísta e imaturo emocionalmente. Sinceramente não sei o que Eve viu nele...

Mas o ponto que me impediu de gostar mesmo de gostar da trama por inteiro foi o fato do romance entre os colegas de banda acontecer muito fácil e rápido mesmo com as diversas mancadas da parte de Brandon. Não torci pelo casal mas fiquei satisfeita pelo desfecho dois.

Com muitas cenas de sexo, Dange Rock é uma leitura rápida e agradável pra quem gosta de histórias que se passam no mundo da música e cheia de dramas que só esse meio consegue criar.

Leia mais em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2018/01/resenha-dange-rock-ms-fayes.html
comentários(0)comente



Cristiane Saavedra 15/08/2016

Livro delicioso de ler
Eu já tive o prazer de ler esse livro e fiquei encantada pela história!
Normalmente lemos um livro onde o mocinho é sempre protagonista. No DangeRock é a Eve, vocalista da banda, quem manda na história!
Esse livro tem absolutamente tudo: amor entre amigos, drama, dor de cotovelo, suspense, e muito, muito mesmo, conflito de sentimentos.
Eu recomendo a leitura.
comentários(0)comente



Gabriela 01/04/2020

Intenso
Uma leitura fácil, você termina o livro em algumas horas.

É impossível não torcer para a Eve não ter o seu final feliz depois de tudo que teve acontecendo com ela, um personagem forte e marcante!
comentários(0)comente



Thay 20/07/2020

DangeRock (primeiro)
A história de quatro jovens músicos que vê uma oportunidade de sucesso surgindo com um convite de parceria com uma grande banda de Rock.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Luana Moraes 15/12/2017

UHmm
Eu esperava muito mais de Dange Rock. A premissa do livro é muito boa, uma garota roqueira, lider de uma banda que está começando a fazer sucesso, apaixonada por um dos integrantes, até ai tudo certo, um pouco de clichê, mas quem não gosta?
O problema e que o personagem alvo de todo o amor e devoção da protagonista é simplesmente um babaca, em 90% do livro eu quis matar ele nos outros 10% eu quis bater na personagem.
Sério. A ideia é boa, a narrativa precisa melhorar um pouco, acredito que com alguns toques na narrativa o livo vai crescer muito mais, pois a autora tem uma ideia boa nas mãos.
comentários(0)comente



GeL 13/03/2019

Resenha para o blog Garotas entre Livros
O que eu não queria aconteceu.
Me iludi com a capa de um livro.
A capa é mais bonita que a história.
Decepção me define.

E aí galera, acho que poderia deixar só essas quatro frases nessa resenha porque elas definem exatamente o que senti ao final desse livro. Decepção é a palavra-chave! E vou explicar tudinho.

DangeRock conta a história de Eve, ela é a líder da banda homônima ao título do livro. A banda foi criada quando ela e seus amigos – Brandon, Phil e Malcom ainda estavam na escola. Uns anos depois, eles ganharam sucesso e uma boa base de fãs, inclusive até uma indicação ao Grammy. Eram a banda promissora do momento e nada melhor para coroar o momento que uma proposta irrecusável. Mitchell Clay, astro e líder mega famoso da banda de rock FunBok, quer fazer um dueto com Eve e levar sua banda em uma turnê. Incrível certo?

O drama começa logo nas primeiras páginas do livro, Eve sempre foi apaixonada por Brandon, guitarrista da DangeRock e seu melhor amigo – alô friendzone! Eles se conhecem desde sempre, eram vizinhos e ela cansou de ver o entra e sai de meninas na casa dele, nas festas pós shows com ele, no ônibus de turnê deles… Sim, Brandon é um pegador e o coração de Eve sofre vendo as safadezas do boy.

As coisas começam a se transformar quando Eve decide que é hora de mudar de atitude. Se os rapazes podem aprontar todas, por que ela não?! Essa mudança somada ao interesse de Mitchell em nossa mocinha, deixa seus companheiros de banda com os cabelos em pé rsrs e aflora o lado protetor e ciumento de Brandon.

Sim, tudo o que precisava para ele enxergar nossa mocinha com outros olhos, era outro cara chegar e demonstrar interesse.

E daí pra frente não tem muito mais história galera, é um drama constante entre as péssimas escolhas de Eve e Brandon, um show de ciumeira braba do mocinho e um Mitchell que de encantador aos poucos vai mostrando a verdadeira face… Tudo envolto em uma má atitude que não me convenceu e algumas músicas.

Já ficou bem claro que eu esperava bem mais desse livro né?

A Eve é muito infantil, ela fica constantemente esperando que o Brandon a note e quando acontece, é decepcionante! O Bradon tem algumas das piores “qualidades” que um mocinho pode ter, não é corajoso, muito inseguro e sempre reage da pior forma quando confrontado com uma situação difícil. Foi complicado suportar.

Também não aguento quando o cara só percebe a garota quando outro demonstra interesse, se o Mitchell não fosse um idiota no final, estaria torcendo pra ele ficar com a Eve. Se alguém merece destaque nesse livro é o Malcom, o mais ‘são’ entre todos da banda e com as tiradas mais inteligentes.

Sinceramente, esperava algo mais adulto desse livro, ainda mais por se tratar de uma banda de rock, esperava pelo drama, mas não uma voz narrativa tão infantil como a que encontrei nessa história.

Infelizmente não indico a leitura, 2 estrelas para o enredo e meia estrela para a capa que é muito bonita e só.

Até breve.

site: https://www.garotasentrelivros.com/2019/03/resenha-261-dangerock.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



55 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4