A Guerra dos Mundos

A Guerra dos Mundos H. G. Wells




Resenhas - A Guerra dos Mundos


145 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


@Estantedelivrosdamylla 30/06/2020

Bem, vamos lá ... @estantedelivrosdamylla
Quando eu leio um livro, independente de ser ou não um clássico da literatura, tento ser muito honesta, e com este não será diferente.

Meu primeiro contato com "A guerra dos mundos" foi na minha adolescência com o filme de mesmo nome, em que o Tom Cruise é o protagonista. Sempre gostei do filme, apesar de hoje em dia falarem muito mal dele Kkkkkk. Quando vi uma promoção do ebook fiquei muito interessada e comprei, coloquei na minha meta deste ano e finalmente o li.

O livro já começa cansativo, possui prefácio e uma introdução enormes (15% do livro) que dão alguns spoilers e contam detalhes repetitivos acerca do autor, como uma tentativa de já nos convencer que não estamos diante de qualquer obra mas de uma que se mostrou inovadora. Acho totalmente desnecessário tanta enrolação.

Quando começou (de vdd) o livro, eu achei bem legal e fácil a narrativa, porém com o decorrer foi se tornando chata pelo narrador ser muito detalhista quanto ao nomes das cidades da Inglaterra. No entanto ao me deparar com a ação, com os acontecimentos tudo se tornou mais fluido (a partir do penúltimo cap. Do livro 1).

Para não me estender mais ainda, venho dizer que recomendo a leitura, com todas essas ressalvas, pois levanta uma questão bem interessante ao final e nos faz ver durante todo o livro o nosso comportamento diante dos outros seres vivos mais fracos que compõem o nosso ecossistema.
Pedro.Henrique 01/07/2020minha estante
Com certeza um livro a frente de sua época e genial em sua mensagem, mas, senti o mesmo que vc, achei cansativo, como se a escrita do H. G. Wells não tivesse envelhecido bem :/




Brenda 28/06/2020

Daqui para frente tentando usar esse lindo nas minhas aulas
O livro que inspirou o filme com T. Cruise hauahaha e criou um bafafá maravilioso na época em que foi escrito e depois divulgado nos rádios. Muito boa essa história, quem puder ler essa versão, tem uma entrevista no final falando esse fato. O que me chama mais atenção nesse livro é a descrição dos marcianos. Como professora de biologia não dá para não amar essa parte e a coerência científica que ela contém. Eu amei o livro, porem me perdeu um pouco em algumas partes, porque sou ruim de geografia rs (tentando não dar spoiler aqui, mas acho que quem leu vai entender kkkk).
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Marcio Izidoro 22/06/2020

Ótima história.
Só conhecia o filme (mais recente), e pensava que o filme era muito bom, mas me enganei... O livro é muito melhor, mais detalhado, mais assombroso, e muito mais fantástico.
comentários(0)comente



@injoyce_ 15/06/2020

Guerra dos mundos
Na época em que o livro foi publicado (1898), o livro foi narrado numa rádio, onde assustaram as pessoas de verdade. Achando que a história era verídica e estava se passando naquele exato momento, pessoas foram para as montanhas se esconderem.
O livro surpreendeu bastante, é um clássico que deve ser lido e bastante apreciado. Recomendo a leitura e em seguida assistir o filme de 2005 para ter a nostalgia da ação.
comentários(0)comente



Mari 14/06/2020

Clássico
Sobre a edição da Suma. Incrível! A arte e as cores tanto da capa e da folha de guarda são lindas! As ilustrações também são incríveis, apesar que maior parte do recurso visual que usei durante a leitura foi da minha memória de quando vi aquele filme mais recente (os tripods clássicos, que parecem caixas d'água, não me inspiram muito medo hehehe). Ainda sobre a edição, apesar de muitos elogios tenho uma crítica: ao leitor, recomendo que evitem o prefácio e a introdução, vão direto para a história. Pois estes, em minha opinião, se alongaram demais e estragaram algumas surpresas. Não que sejam textos ruins (muito pelo contrário, são excelentes!), porém podem ser melhor apreciados após concluída a leitura.

Após o epílogo tem uma entrevista do autor H.G. Wells e Orson Welles (ator radialista responsável pela repercussão do livro no radio).

Como geralmente acontece, o livro é muito melhor do que o filme. Adorei reviver esta historia, agora nas palavras do H. G. Wells. Imagino como foi publicar naquela época um romance mostrando como ser humano pode ser insignificante. Ótima leitura. Recomendo muito!
comentários(0)comente



Mariane.Santos 13/06/2020

Um clássico
Tendo visto os filmes, senti que era hora de ler o livro fonte das apresentações cinematográficas. O livro é muito mais interessante que os filmes. De fato, é hora de um retrato genuíno ser produzido. Uma boa leitura com imaginação vívida e passagens descritivas.

A linguagem descritiva usada atrai o leitor e mostra a desolação de Londres pelos marcianos que nenhum outro livro igualou. Basta dizer que este livro é um clássico por uma razão. Livro absolutamente brilhante. Apesar de ser um clássico, certamente não é uma leitura difícil. Eu recomendaria 100% a qualquer pessoa, com qualquer preferência de leitura, pois isso marcará todos os pré requisitos.
Leitura e . 13/06/2020minha estante
Oii... Boa noitee... Tudo bem?... Desculpa por interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar a me seguir no Instagram para acompanhar minhas leituras... te espero lá...?
Obrigado.
@leituraeponto




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nado 30/05/2020

Uma boa ficção
Boa história, bem desenvolvida e com certeza marcou muito na época de sua publicação. Não esperam a mesma história do filme com Tom Cruise que tem o mesmo nome. Recomendo a leitura.
Carola Shimoki 01/06/2020minha estante
Melhor do que o filme? Sempre quis ler, mas, fiquei bem com essa dúvida. Se seria parecido, melhor ou completamente diferente do filme.


Nado 01/06/2020minha estante
É melhor, mesmo considerando que no livro os personagens principais não são os mesmos.


Carola Shimoki 02/06/2020minha estante
Ual! E só agora que vi 4?




Luiz.Rocha 28/05/2020

“Os marcianos estão chegando!!!”
“Os marcianos estão chegando!!!” é uma frase que escutada por alguns americanos em um programa de rádio no ano de 1938 causando uma grande histeria e confusão aos ouvintes (Existe uma foto famosa de um senhor que atirou numa caixa D’água pensando ser uma das naves dos marcianos), esse programa foi conduzido por Orson Welles, escritor e diretor de filmes que ficou famoso graças a clássicos como: Cidadão Kane e A marca da maldade, o roteiro da brincadeira tinha como base o livro A guerra dos mundos escrito muitos anos atrás.

A obra de H. G. Wells é ambientada na verdade na Inglaterra, mais precisamente em Londres e sua zona rural, Wells descreve toda a destruição causada pelos conquistadores vindos do espaço tal qual a chegada dos europeus nas américas no século XV, mas o que nos fascina nessa história é engenhosidade, lembre estamos falando de um escritor do final do século XIX que já tinha viajado no tempo (A Máquina do 1895), feito um homem translúcido ( O Homem Invisível 1897) e agora causava uma invasão alienígena com direito a raios de calor, gases mortais e bio máquinas destruidoras.

Wells tinha um controle sobre o tema de ficção científica como poucos, antes dele talvez o maior clássico nessa vertente tenha sido O Prometeu Moderno ou Frankenstein (1818) de Mary Shelley, seu romance foi e é uma abertura para a imaginação de guerras e viagens espaciais, tanto que anos mais tarde além do já citado programa de rádio criado sobre A guerra dos mundos, outras tantas obras se inspiram na obra como filmes, seriados, até hoje sofremos quase todos os anos com as mais diversas invasões espaciais: Alien, Predador, Ninhada, Thanos etc. A guerra dos mundos é sem dúvida um bastião que influencia direta e indiretamente obras ficcionais mundo a fora e será assim enquanto a humanidade andar na terra.

A edição da Suma das letras é maravilhosa, tem acabamento em capa dura emborrachada, com relevo no título, a gramatura do papel é ótima e o livro vem com belas ilustrações da obra criadas em 1906 por Henrique Alvim Corrêa, brasileiro radicado na Bélgica, além de contar com textos de apoio e como extra uma entrevista radiofônica de 1940 que participam Orson Welles e H.G.Wells.
comentários(0)comente



Beca 23/05/2020

Um verdadeiro clássico da ficção científica, que estabeleceu vários dos clichês que amamos no gênero. O cenário da Inglaterra vitoriana da um charme a mais no livro.
comentários(0)comente



Camis Morket 22/05/2020

A guerra dos mundos
A guerra dos mundos, de H. G. Wells, é um livro sobre alienígenas em que eles quase não aparecem, me decepcionou um pouco.
O livro se passa em Londres no século passado, onde não existia quase nenhuma tecnologia na época. Ai do nada cai algo do céu e como ninguém sabe o que aquilo é ficam curiosos e vão tentar descobrir, nisso descobrem que são seres de outro planeta que querem fazer sabe se lá o que com a Terra.
O protagonista narra a visão dele e em algumas partes de seu irmão na fuga contra os alienígenas, mostram como conheceram alguns outros personagens e como fugiram juntos.
O livro mostra muito pouco esses seres de outro planeta, não consegui ver um propósito neles, o livro focou bem mais na fuga que para mim não vi nada de muito interessante.
Li a obra toda porém parecia tudo repetitivo, cansativo e sem nenhum tipo de aventura mais interessante, a leitura foi tão arrastada que não consigo nem lembrar se o protagonista falou o próprio nome. Não achei a escrita do autor ruim, apenas a história que não teve nada demais, ainda pretendo ler mais livros dele, porém esse não consegui me conectar.

site: https://instagram.com/bibliotecadederry/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



João 21/05/2020

A guerra dos mundos
Esse livro foi o primeiro que li com essa premissa de aliens. O plot que ele imaginou é interessante, mas não consegui me conectar com a história.
comentários(0)comente



Leticia.Silva 19/05/2020

Eu adorei a leitura que as personagens fazem do que ta acontecendo, ficamos na expectativa e angustiados a cada página.
Ver como a sociedade em si lidou com tudo o que tava acontecendo, o pânico, histeria, e vendo todo mundo morrendo foi angustiante, mas trás reflexões muito boas.
Gostei da percepção e descrição quanto a fisiologia e modos dos marcianos, e gostei do fato de não conseguirem explicar os materiais dos cilindros ou do raio de calor, por serem coisas desconhecidas neste planeta.
Só me deixou decepcionada o final, gostaria que tivesse se desenrolado de outra forma. Mas valeu a pena a leitura de qualquer forma.
comentários(0)comente



145 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |