A Guerra dos Mundos

A Guerra dos Mundos H. G. Wells




Resenhas - A Guerra dos Mundos


159 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Italo Ruan 01/08/2020

Lento no início mas bem interessante depois
A ideia é muito boa, principalmente pela época em que foi escrita, o final achei bem interessante. É um pouco lento no início, mas depois fica mais interessante, acho que porque não tem muitos diálogos.
comentários(0)comente



Durães 01/08/2020

Imersão total
Se algo me chamou a atenção, com certeza foi a narração em primeira pessoa. Me senti na situação do protagonista. A história é bem interessante, inclusive a descrição de como seria uma forma de vida tão evoluída que a força física seja desnecessária. Recomendo a leitura.
comentários(0)comente



Renato Paniagua 30/07/2020

Cansativo
Resumidamente, "A guerra dos Mundos" nos conta uma estória de invasão alienígena na Terra, que começou com a chegada de um cilindro em uma pequena cidade da Inglaterra.
.
Feito esse pequeno resumo, aproveito para fazer menção honrosa ao autor H. G. Wells que é um clássico atemporal da ficção científica e trouxe ao mundo importantes premissas da ficção científica nunca antes contada até então. Aliás, especialmente sobre essa estória, a importância do autor se deve ao fato dele ser o primeiro a escrever sobre invasão alienígena em nosso planeta.
.
Bom, feitas essas considerações iniciais, e partindo para a crítica propriamente dita, em se tratando deste livro em específico, sinto dizer que o livro é mais um clássico que envelheceu mal (a obra é do século 19).
.
O livro é marcado por uma estória lenta, bem pouco atrativa. Sabe aquela sensação de estar lendo algo e se tivesse na pele do autor escreveria algo totalmente diferente? Foi isso que eu senti em boa parte do livro. Falta ritmo e até mesmo certo suspense na estória.
.
Ademais, foi difícil pra mim criar qualquer afeição pelo personagem principal e seu irmão, mais pareciam corredores fugitivos que iam de cidade em cidade contando o que estava acontecendo. Pouco era desenvolvido sobre eles, e sinto dizer que nem os nomes eu lembro, se é que alguma hora foram revelados.
.
Quanto aos alienígenas invasores, fiquei extremamente incomodado pois pouco foi desenvolvido ao longo do livro, e quando finalmente achei que haveria maior foco neles, o livro correu para o fim. Queria que tudo tivesse sido bem desenvolvido desde o início, que tais alienígenas despertassem maior curiosidade. Em boa parte do livro eram apenas seres robotizados (verdadeiras máquinas). Senti certo desperdício na escolha do autor em deixar uma maior discussão sobre eles apenas no final do livro.
.
Sou fã de ficção científica há muito tempo e entendo que faz parte não sabermos a totalidade do que move os ETs logo de cara, mas o mínimo de suspense e drama precisava ser construído. E quando finalmente passamos a conhecer melhor sobre eles, já era tarde, o livro beirava o fim.
.
Pra finalizar, digo que gostei do final. Foi bem eloquente como a estória terminou, gostei do fim de alguns personagens (o padre e o artilheiro, principalmente), mas sempre com o sentimento de que poderia ter sido melhor desenvolvido.
.
Alias, um final bom desculpa uma estória morna e sem ritmo?
.
Ao final do livro fiquei pensando sobre a desvantagem de ler muito. Acabamos consumindo muitas estórias e, por consequência, formamos uma crítica cada vez mais aguçada quando comparamos obra por obra. Nem os clássicos seculares se salvam.
.
É triste, mas verdades precisam ser ditas quanto aos clássicos que não envelheceram bem. Fica aqui o reconhecimento pelo pioneirismo do autor.
comentários(0)comente

Gabriela.Melo 30/07/2020minha estante
Que resenha maravilhosa! Você conseguiu me deixar na linha tênue entre aguçar meu interesse por essa leitura e ratificar suas impressões (positivas e negativas) e entre não ler o livro (pela proposta não ter sido desenvolvida da melhor forma) hahaha enfim, achei que você foi muitíssimo equilibrado e realista em sua resenha. Amei!


Renato Paniagua 30/07/2020minha estante
Obrigado, Gab!!! Muito bom ler isso! É muito louco isso de escrever resenha, pq é tudo muito subjetivo, o que eu não gostei facilmente pode agradar alguém e vice-versa hahaha




traçahq 30/07/2020

"Marte Ataca"
Por ter sido escrito em 1898, pela sua narrativa simples, mas ao mesmo tempo cativante, merece todo nosso respeito, uma bela obra.
comentários(0)comente



Rodrigo Digão 25/07/2020

Percebemos através da escrita que trata-se de um livro clássico, estilo pouco estranho, porem uma história boa, como numa montanha russa tem seus momentos altos e baixos. Contudo vale a pena a leitura até para conhecer este grande autor.
comentários(0)comente



Vellasco 23/07/2020

Um clássico de ficção científica. Impressionante a forma de narração, parece realmente que o autor esteve lá.

Você pode interpretar este livro de várias maneiras, sobre guerras, sobre colonização, sobre pessoas em estado de desespero, um livro que escrito a tanto tempo, parece que não envelheceu.
comentários(0)comente



Alexandre Adson | @adson.ale 21/07/2020

A guerra dos mundos
Autor: H G Wells
?????

Esse foi um livro que eu terminei com um dicionário do lado, se não eu não conseguiria ?

Aquela ficção de ' fim do mundo' que a gente sempre gosta de especular, e Wells sabe fazer isso bem, contanto um episódio de uma invasão alienígena (na Inglaterra) onde pegam todos os habitantes de surpresa, então daí seguimos acompanhando os acontecimentos dessa batalha pela sobrevivência.

O livro é um dos mais conhecidos do autor, e foi um dos primeiros da minha lista.
Já que é curto, consegui terminar rapidinho

( O final eu fiquei tipo ???) nessa ordem. Kk'
comentários(0)comente



lucasangelooo 21/07/2020

MARCIANOS!
Um clássico da ficção científica, que estabeleceu vários dos clichês que amamos no gênero. O cenário da Inglaterra vitoriana da um charme a mais no livro. recomendo!
comentários(0)comente



Kelvyn 19/07/2020

Clássico da ficção científica,vanguardista
É um clássico né, uma estória bem conhecida até,ñ chega a ser super elaborada,mas é interessante principalmente ler uma estória sobre invasão alienígenas em epocas antigas,mas nem por isso ñ tem os seus defeitos,a utilização dos nomes de cidades inglesas por exemplo deixa bem machante,e o livro em si fica meio difícil de seguir se vc estiver sem pique,mas é um bom clássico apesar de tudo
comentários(0)comente



Jonas 19/07/2020

Interessante
Uma ficção marciana digna de filme. Tem um texto simples e um embasamento meio que plausível para os acontecimentos. O medo dos ETs já vem de longas datas.
comentários(0)comente



Leandro 19/07/2020

Um Clássico sobre Invasão Alienígena
Este é um tema que gosto demais.
Este livro é um clássico por tudo que representou para sua época e para a ficção científica.
A leitura foi boa, mas muitas vezes percebi uma certa enrolação, podendo ter sido mais direto e poderia ter contido mais ação.
Por muitas outras vezes você se vê facilmente no lugar do contador da história e se vê fugindo dos alienígenas.
Super Recomendo!

comentários(0)comente



Fleur de Livres 18/07/2020

"Antes de julgá-los com excessiva severidade, cumpre lembrar quanta destruição bárbara e total a nossa própria espécie perpetuou, não só contra os animais, como os extintos bisontes e dodós, mas contra as raças humanas ditas inferiores. Os tasmânicos, por exemplo, a despeito da sua conformação semelhante à nossa, foram varridos do mundo no espaço de cinquenta anos, numa guerra de extermínio travada pelos imigrantes europeus. Seremos, então, tamanhos apóstolos da misericórdia que nos possamos queixar se os Marcianos fizeram a guerra no mesmo caráter?"
Ari 19/07/2020minha estante
Ótimo grifo! Exprime o lado oposto da visão exploratória.


Fleur de Livres 19/07/2020minha estante
Faríamos o mesmo não é? Aliás já fazemos haha


Ari 19/07/2020minha estante
De maneira clara e consciente.




Carol.Camargo 18/07/2020

Muito bom
Um dos primeiros contatos com a ficção científica , leitura fácil e fluida.
comentários(0)comente



Carla 15/07/2020

Ao contrário de em O homem invisível, em A guerra dos mundos, H. G. Wells desenvolve a história um pouco mais lentamente e ela demora a engatar, mas isso não tira o mérito do livro. Apesar de poder causar estranheza e preconceito por se tratar de uma história com marcianos, o autor consegue fazer até a mais fantasiosa história conter verossimilhança, isso porque tudo tem embasamento científico como é o caso das claras referências a evolução nesse livro. Além disso o livro nos faz refletir que se o homem se acha uma espécie superior e evoluída, por que os marcianos não agiriam como nós agimos durante séculos diante de outras especies? sendo eles mais inteligentes e superiores a nós.
Anderson.Rios 15/07/2020minha estante
???




@Estantedelivrosdamylla 30/06/2020

Bem, vamos lá ... @estantedelivrosdamylla
Quando eu leio um livro, independente de ser ou não um clássico da literatura, tento ser muito honesta, e com este não será diferente.

Meu primeiro contato com "A guerra dos mundos" foi na minha adolescência com o filme de mesmo nome, em que o Tom Cruise é o protagonista. Sempre gostei do filme, apesar de hoje em dia falarem muito mal dele Kkkkkk. Quando vi uma promoção do ebook fiquei muito interessada e comprei, coloquei na minha meta deste ano e finalmente o li.

O livro já começa cansativo, possui prefácio e uma introdução enormes (15% do livro) que dão alguns spoilers e contam detalhes repetitivos acerca do autor, como uma tentativa de já nos convencer que não estamos diante de qualquer obra mas de uma que se mostrou inovadora. Acho totalmente desnecessário tanta enrolação.

Quando começou (de vdd) o livro, eu achei bem legal e fácil a narrativa, porém com o decorrer foi se tornando chata pelo narrador ser muito detalhista quanto ao nomes das cidades da Inglaterra. No entanto ao me deparar com a ação, com os acontecimentos tudo se tornou mais fluido (a partir do penúltimo cap. Do livro 1).

Para não me estender mais ainda, venho dizer que recomendo a leitura, com todas essas ressalvas, pois levanta uma questão bem interessante ao final e nos faz ver durante todo o livro o nosso comportamento diante dos outros seres vivos mais fracos que compõem o nosso ecossistema.
Pedro.Henrique 01/07/2020minha estante
Com certeza um livro a frente de sua época e genial em sua mensagem, mas, senti o mesmo que vc, achei cansativo, como se a escrita do H. G. Wells não tivesse envelhecido bem :/


@Estantedelivrosdamylla 02/07/2020minha estante
Eu nunca li outro livro dele, mas pretendo ler "o homem invisível".


Pedro.Henrique 02/07/2020minha estante
Eu li uma hq da Vertigo que é adaptação do livro, o nome é O Ninguém, é legal




159 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |