A Vampira

A Vampira Martina Romero




Resenhas - A Vampira


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Josimar 31/07/2020

Diferente, mais um novo.
Como é de se esperar, vampiros que dormem em caixões e não saem à luz do dia não existem aqui.
A cada nova história de vampiros, devemos desconstruir tudo o que tivemos de novo na anterior.
E não foi diferente aqui.
A personagem um tanto mimada e imatura, perde a noção quando reencontra seu antigo amor.
O fim deixa um gostinho de o que acontece a seguir... Teria um desfecho?
comentários(0)comente



Clube do Livro 26/09/2016

Resenha do blog clube do livro e amigos por Ingrid MS (Completa)
“As lendas diziam que eu era um monstro, então eu tinha que agir como tal.”

Katherine Miller adorava ser uma vampira, sobretudo, por ter uma eternidade pela frente, e mesmo já tendo vivido mais de trezentos anos, sua aparência era de uma garota de dezessete anos de idade. Foi transformada muito jovem, ainda menor de idade e os moradores de Nova Orleans não faziam ideia de que era ela quem matava por ali.

Ela nunca havia amado alguém como amou, Daniel Toronto. Conheceram-se há três séculos na região onde hoje está localizada a Itália. Ele era um nobre e ela apenas uma camponesa, cujo nome de nascença, Catarina, mudou um século depois. Tudo estava indo bem, apesar de saber que nunca poderiam se casar, até que ele revelou o que realmente era, um vampiro.

“— Então você é mesmo um monstro — eu perguntei, nervosa.
Mas eu não tinha medo.
— Se você prefere esse substantivo para me nomear, então, sim, sou um monstro.”




Daniel garantiu a Katherine que a amava e que jamais faria mal a ela, desejava somente que pudessem ficar juntos pela eternidade. Um mês depois ele a transformou. Logo, ela tinha seus sentidos superaguçados, contudo, para sobreviver ao sol e controlar mentes, precisava matar um caçador original e beber todo o seu sangue. Foi a primeira vez que matou, e desde então, por não gostar de fazê-lo, aprendeu a caçar sem matar.

“Eu acreditava que todos tinham o direito de viver, inclusive o caçador que matei, de modo que foi fácil aprender.”

A família de Katherine estava desconfiando de algo, por isso ela decidiu partir com Daniel sem deixar rastros. Entretanto, inimigos antigos dele começaram a aparecer, caçando-os e fazendo com que ele tomasse uma decisão. Não podiam continuar juntos, sendo que ela corria tanto perigo.

“— Não sou indefesa — falei entre soluços. — Sei me defender muito bem. Não vou viver sem você, Daniele.
— Essa não é uma escolha sua. — Então ele me beijou.
— Mas deveria ser em parte, pelo menos — murmurei quando ele
se afastou.”

Depois que Daniele a deixou, Katherine nunca mais foi a mesma. Desejou voltar a ser humana e morrer. Tornou-se um monstro, porém, não se arrependia disso. Começou a matar sem remorso, uma distração que ajudava a não pensar no seu amado.




Fazia dois anos que Katherine mudou-se para Nova Orleans e estava prestes a ir para a Loyola University cursar Medicina, uma irônia, já que tinha perdido as contas de quantas vezes se formara. Morava em um casarão do século XIX, onde o espírito de uma bruxa antiga chamada Tatia também habitava, coincidentemente a mesma que a ajudou com o caçador original há três séculos, com quem costumava conversar.

“— Você deve tomar muito cuidado; sinto um caçador se aproximando da cidade. Não quero que você seja um alvo.
— É impossível! — Acho que eu já havia comentado que a Família
Original morreu, certo? E então acrescentei: — Se a Família Original está morta, não tem como nascerem mais caçadores.”

Há cento e cinquenta anos atrás, Katherine começou a matar os caçadores, aniquilou a Família Original, alimentando-se deles e certificou-se de que não restara nenhum para continuar a linhagem. Todavia, um Original estava mesmo vindo para a cidade, só não esperava que Daniel fosse aparecer depois de tantos anos disposto a protegê-la e fazer com que ela voltasse a ser a Catarina que ele conheceu.

“Daniele Toronto estava na universidade por mim. E não sei se eu conseguiria manter distância. Não sei se conseguiria manter a distância necessária para não matá-lo.”

Um romance instigante, envolvente e provocante, cheio de reviravoltas. Narrado em primeira pessoa pela perspectiva da protagonista, Katherine, possibilita ao leitor maior aprofundamente. Senti o tempo todo como se estivesse dentro da história, surpreedendo-me com cada acontecimento.

A escrita da autora é detalhista na medida certa e muito fluída. Tudo se encaixa perfeitamente bem dentro da trama, não há pontas soltas. Os personagens são incríveis e intensos.

Me lembrou uma das minhas séries favoritas The Vampire Diaries.

A capa é linda e atraente. A diagramação é simples e a revisão ótima.


Dou cinco estrelas e recomendo!!!


site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2016/09/colaborautoras-resenha-nacional-vampira.html
comentários(0)comente



Blog De Bem Com a Leitura 26/09/2016

Catarina era apenas uma camponesa, morava com a sua família em uma região que hoje conhecemos como Itália. Ela apaixonou-se pelo nobre Daniele Toronto e durante dois meses viveram um belo romance, até que ele lhe revelou o seu segredo: Ele era um vampiro.

Para eternizarem o amor, pouco tempo depois, Daniele a transformou em uma vampira e lhe ensinou como ela poderia viver dali para frente, mostrou como poderia voltar a caminhar durante o dia e mostrou como ela poderia adquirir muitos outros poderes, porém a maneira como os conseguiria não a agradava e por muito tempo ela evitou ir em busca deles.

Eles amaram-se intensamente por oito anos, mas inimigos de Daniele estavam atrás dele e os dias ficavam cada vez mais perigosos. Então Daniele percebeu que era preciso deixar a sua amada para mantê-la em segurança. Mesmo contra a vontade de Catarina, ele partiu e prometeu que sempre a protegeria, mesmo que de longe. Foi a última vez que ela o viu. A dor da separação foi imensa e Catarina nunca mais foi a mesma, aquela garota amorosa, gentil e doce, morreu no instante em que foi abandonada. Naquele momento nasceu dentro dela Katherine Miller, a vampira impiedosa e sedenta.

Anos se passaram e Katherine constantemente se mudava, para evitar que descobrissem sua imortalidade. Há dois anos estava morando em Nova Orleans, havia terminado a escola se matriculado em uma universidade. Já tinha se formado várias vezes mas gostava de estar sempre aprendendo coisas novas. Dessa vez escolheu cursar medicina, mas seus planos de terminar a faculdade logo mudariam.

Desde que foi abandonada, o único sentimento que nutria por Daniele era o ódio, ao pondo de desejar matá-lo. Quando o viu na mesma universidade ficou furiosa, mas quando ficaram de frente pela primeira vez ele a alertou. Disse que ela estava correndo perigo, que havia um caçador pelas redondezas que estava atrás dela. Ela recusou a ajuda dele e disse que poderia se cuidar sozinha, como vinha fazendo há trezentos anos, sem a ajuda dele.

Katherine tenta não se aproximar de Daniele novamente e quer matar o caçador sozinha. Mas esse caçador, o último de uma importante linhagem, é mais poderoso do que ela imaginava e é aliado de grupo inimigo de Katherine que busca vingança.

Leia mais no link > http://vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br/2016/09/resenha-vampira.html

site: www.vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Conchego das Letras 01/10/2016

Resenha Completa
Fazia algum tempo que eu não lia livros em que os personagens eram vampiros e já estava no momento de começar um, ainda mais quando eu soube que a autora tem somente 13 anos e conseguiu alcançar quase 150k leituras no Wattpad, quando publicou na plataforma.

A Vampira é Katherine Miller, que foi transformada há mais de três séculos quando estava apaixonada e queria viver eternamento com o seu grande amor. Eles viveram juntos por algum tempo, mas Daniele, sabendo que estava sendo perseguido e correndo risco de vida, para proteger a sua amada, resolve abandoná-la e a observar de longe.

site: http://www.conchegodasletras.com.br/2016/10/resenha-vampira-martina-romero.html
comentários(0)comente



Nanáh Zoti 09/10/2016

A Vampira - Martina Romero
Meu primeiro contato com o livro foi através do bom e velho Wattpad. Em Abril deste ano, meu livro entrou na lista de destaques na categoria Romances Sobrenaturais. Essa lista é feita pelos Embaixadores do Wattpad, onde eles selecionam os melhores de cada categoria, seja romance ou fantasia, e colocam em seus perfis.

Maya entrou nessa lista bafônica em um dia, e no outro sua colega A Vampira, chegou também para causar. kkkkkk

Alguns meses mais tarde a escritora entrou em contato comigo e enviou o exemplar de A Vampira, para ser resenhado por mim.

Sério, me sinto totalmente lacradora com os livros totalmente lindos que os escritores me enviam! :O

De qualquer forma, dois dias antes do início da bienal o livro chegou e eu já comecei a ler.

O livro começa com o relato de Katherine, de como ela conheceu o mocinho Daniele, foi transformada e abandonada um tempo depois.


Anos se passam e Katherine conta como se tornou uma vampira extremamente forte, depois de exterminar um clã inteiro de Caçadores. "Feliz" com sua vida tranquila e cheia de chacinas, Katherine se prepara para ir para a faculdade de novo, já que durante todos aqueles anos ela sempre ia. Ao chegar lá, ela se depara com o cabra da peste que a abandonou anos atrás. Sim, estou falando de Daniele.

Páginas passam e Katherine e Daniele são obrigados a viajar/fugir juntos e é nesse momento que as coisas realmente estão complicadas.

Vou dizer o que fica complicado? Claro que não, isso seria Spoiler. E Spoiler é coisa muito feia para se dar ao coleguinha!

A escrita de Martina é simples, mas em nenhum momento deixou de ser fluida, um feito que muitos escritores veteranos ainda tem dificuldade de conseguir. As cenas são bem detalhadas, algo díficil de se fazer e a escritora com tão pouca idade conseguiu.

O enredo também não tem complexidade, o que tornou o livro um clichê sobrenatural, que a escritora temperou com doses e doses de talento e técnicas quase impecáveis.

Os personagens tem profundidade, personalidade e são apenas a cereja do bolo de A Vampira.

E é por isso que recomendo esse livro pra todo público adolescente que está procurando uma boa história sobrenatural pra ler e mandar os amigos a lerem também, porque com toda a certeza todos precisam conhecer esse livro!

Onde Encontrar? No Perfil Oficial da Escritora (Link no Blog)

site: http://nanahzotirecomenda.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Carolina 21/12/2016

Resenha pelo blog Arsenal de Ideias
Para quem me conhece não é nenhuma surpresa saber do meu amor por histórias de vampiros. Então quando a Martina veio propor a parceria é claro que eu aceitei na hora, estava morrendo de vontade de conferir a sua história, ainda mais por ter sido um sucesso no Wattpad e por ela ser tão nova.

p_20161216_230650

A história é muito bem construída, com uma mitologia bem desenvolvida e certas referências a vampiros de nossa época, como The Vampire Diaries, por exemplo. O livro é contado pelo ponto de vista de Katherine, uma vampira de 300 anos que teve seu coração partido e hoje em dia já não sente mais nada. Uma coisa que me irritou um pouco na história foi a protagonista, achei-a extremamente mimada e em alguns momentos até chata, mas com o passar da trama vamos nos acostumando com seu jeito de ser.

O livro intercala os capítulos entre o futuro e o passado, e vamos então conhecendo como Katherine virou vampira, além da construção do seu amor com Daniele. Daniele é um personagem que me conquistou logo de cara, sempre tentando proteger a sua amada, mesmo depois desses três séculos que ficaram separado, tudo para o seu bem. Podemos ver fortemente que os seus sentimentos nunca sumiram e recriar essa aproximação entre os dois foi extremamente difícil.

Em relação ao romance, eu fiquei torcendo desde o primeiro momento para se reconciliarem. E esse foi um ponto extremamente positivo da escrita da autora, que soube levar tudo no seu devido tempo, fazendo esse acontecimento ficar muito bem construído.

p_20161216_230559

Temos também a participação de personagens secundários muito importantes para a história, que mesmo aparecendo bem pouco, deixa-nos bem apegados. O livro é de uma leitura bem rápida, já que os capítulos são bem curtos e muito fluídos, já que foi publicado previamente no Wattpad.

Tive uma experiência extremamente positiva com essa obra, o que foi ótimo, pois temos um talento tão grande e tão jovem ao mesmo tempo. Já posso considerar a Martina uma grande escritora e pode ter certeza que ficarei esperando os próximos lançamentos para poder conferir o crescimento de sua escrita e sua histórias. A Vampira trata de um amor de séculos, vingança, amizade e, sobretudo, perdão. Se você gosta de histórias desse estilo, tenho certeza que vai amar mais essa leitura.

site: https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/2016/12/16/resenha-44-a-vampira-martina-romero/
comentários(0)comente



Paula Faria @blogliteralmenterosa 05/01/2017

Uma Vampira de coração partido!
Katherine foi transformada em vampira por seu então, namorado vampiro Daniele Toronto, ela o amava e ele dizia a amar também, até que em um momento ele abandonou, dizendo ser o melhor pra ela e prometendo cuidar dela da maneira que precisasse. Katherine sofreu muito, apesar de ser uma vampira ela ainda tinha um pouco de humanidade dentro dela, isso até seu coração ser partido. A partir dai ela se transformou em um "monstro" sanguinário e cheio de rancor, capaz de matar sem dó e beber sangue sem medo de ser descoberta. Mas Katherine não imaginava encontrar Daniele novamente e quando isso acontece, não é por acaso, nem sem querer, ela corre perigo, já que andou enfurecendo grandes caçadores e seres das trevas.
Os dois precisam fugir, mas ela esta irredutível sobre baixar a guarda e se permitir confiar em Daniele, será que um coração partido é capaz de perdoar tanto rancor e mágoa?
Esse livro foi uma das minhas primeiras leituras sobrenaturais, com vampiros e fantasmas, achei tudo muito enriquecedor e fascinante, a riqueza de informações e detalhes foi de uma clareza impar. A emoção de cada capitulo e de cada descoberta de fatos me deixou ansiosa por saber o que aconteceria a seguir, Daniele e Katherine vivem grandes fugas e muitos momentos intempestivos de amor e de mágoa, ela não quer perdoá-lo, ela não consegue, e tudo que ela sentiu a tornou fria e muito forte, mas nem isso foi capaz de arrancar do seu coração aquele amor. Esse mundo dos vampiros, fantasmas e bruxas é muito fascinante o que deixa a leitura bem fluída. super recomendo a leitura para quem gosta desse universo sobrenatural que é bem emocionante.
comentários(0)comente



Maria - Blog Pétalas de Liberdade 10/01/2017

Resenha para o blog Pétalas de Liberdade (tem SORTEIO DE UM EXEMPLAR LÁ NO BLOG, ATÉ 10/02/2017)
Como o título já sugere, é um livro sobre vampiros, mais especificamente sobre Katherine, a narradora. Há mais de três séculos, ela era uma jovem de dezessete anos, moradora de uma vilarejo italiano, e se apaixonou por um nobre que, depois ela descobriu, era um vampiro. Deixar de ser mortal e passar o resto da eternidade ao lado do amor de sua vida parecia uma boa ideia, e Katherine tornou-se uma vampira.

Porém, havia os Caçadores, também chamados de Originais, seres que tinham como missão exterminar os vampiros. Sendo essa a missão deles, acabaram no encalço do casal, e Daniel acabou abandonando Katherine num momento em que ela mais precisava dele. Segundo o vampiro, seria mais seguro para ela ficar longe dele. Mas Daniel prometeu que a protegeria.

Abandonada, Katherine mudou muito com o passar dos séculos. Além de exterminar todos os Caçadores que encontrou (pelo menos, era o que ela imaginava), passou a se alimentar do sangue de seres humanos até matá-los (o que não seria necessário, já que ela poderia sugar apenas uma pequena quantidade e hipnotizar as vítimas para que se esquecessem do acontecido). Katherine se tornou um monstro, um ser que matava sem piedade. Até reencontrar Daniel, e um caçador!

"-Como você consegue ser mais forte que eu? Sou séculos mais velhos que você!
Então ele estava mudando de assunto para evitar briga? Depois de trezentos anos, ele queria evitar briga? Maldito!
- Nunca percebeu que você não foi mais perseguido por Originais? Por que acha que isso aconteceu? - Eu ainda estava em cima dele, prendendo-o no chão.
- Você matou todos eles? - A incredulidade era grande em sua voz.
- E me alimentei de cada um! - eu disse com um tom perverso." (página 27)

E agora, como Katherine faria para se livrar do caçador furioso e, aparentemente, ainda mais poderoso do que ela? E como lidaria com Daniel, que insistia em cumprir sua promessa, e com a mágoa que sentia por ele?

"A vampira" foi um livro que me surpreendeu. A obra foi inicialmente publicada no Wattpad, onde ultrapassou a marca de cem mil leituras. Quando foi publicada pelo selo da Novo Século, a autora estava com apenas treze anos. E uma coisa eu lhes digo: já vi muito autor de vinte ou trinta anos que ainda não escreve tão bem quanto a Martina! A escrita da Martina é fluida e tem um toque de humor irônico utilizado pela narradora. A impressão que passa é que a autora é uma leitora voraz, tendo uma boa base na hora de escrever.

"A energia natural e positiva daquela área me atingiu. Eca. Bruxas eram - a maioria - servas da natureza. Algumas até se especializavam em determinados elementos naturais e aprendiam a controlá-los. Essa energia era o oposto da dos vampiros. A nossa era totalmente sobrenatural e negativa. Qual ser natural é imortal? Nenhum!" (página 130)

Eu achei interessante a forma como os seres sobrenaturais foram apresentados, tem fantasmas, bruxas que manipulam os elementos sobrenaturais, os caçadores e os vampiros que podem ser bem do mal. Apesar de forte, fazendo a linha girl power, a impulsiva Katherine não é uma heroína, talvez uma anti-heroína. Conforme vamos lendo e descobrindo o que realmente aconteceu no passado, dá pra entender como o abandono teve impacto na vida dela, fazendo com que se tornasse muito diferente da jovem bondosa que foi um dia. Gostei do fato de haver trechos que se passavam no presente e trechos que mostravam lembranças que a protagonista trazia da época de sua transformação, e as duas partes são interessantes.

Uma coisa que me incomodou um pouco, foi o comportamento da Katherine quando surgiu uma outra personagem feminina na trama; ela estava indo tão bem nessa coisa de garota super poderosa, aí começou a chamar a outra de vadia. Caiu no meu conceito! Eu entendo que havia motivos para se sentir um pouco insegura, mas não para agir como agiu, como se a outra personagem fosse uma inimiga quando podia ser uma super aliada. Ainda mais levando em conta que a relação dela com as demais personagens femininas foi bem mais positiva. Talvez essa parte da trama pudesse ser melhor trabalhada. Ah, eu tinha até esquecido de comentar, mas editei a resenha pois tinha que mencionar o desespero que me dava quando a Katherine e companhia resolviam parar para conversar logo após sair de uma enrascada, mas era logo após mesmo, ou seja, o perigo ainda estava rondando e eles nada de irem para o mais longe possível!

A edição tem uma capa condizente com a trama, páginas amareladas e porosas, boa revisão e diagramação com margem, letras e espaçamento de bom tamanho.

Fica a recomendação para quem gosta de livros rápidos de se ler, com capítulos curtos e seres sobrenaturais. Anotem esse nome: Martina Romero, porque "A vampira" mostra que ela tem muito potencial como escritora!

site: http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/2017/01/resenha-premiada-livro-vampira-martina.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jéssica Spuzzillo @pintandoasletras 17/11/2017

Adorei!!
“As lendas diziam que eu era um monstro, então eu tinha que agir como tal. ”
.
Katherine Miller foi transformada em vampira há mais de três séculos por um vampiro muito poderoso, Daniele, seu primeiro amor. Eles passaram oito anos juntos, até que ele decide abandoná-la para mantê-la em segurança. .
Depois que foi abandonada, a menina doce, inocente e feliz se transformou em uma vampira amargurada e praticamente um monstro, matando muitas pessoas sem nenhum remorso.
.
Para passar um tempo ela começou a cursar medicina e tudo corria maravilhosamente bem em sua vida até a chegada deles…
.
Um vampiro original quer matá-la, Daniel jurou protege-la por toda eternidade, um encontro com ele é tudo que ela menos precisa pois perto dele ela se sente vulnerável, mesmo depois de tantos anos.
.
Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Katherine, A Vampira é um ótimo romance, leve, intenso e que me lembro muito uma das minhas séries favoritas “The Vampire Diaries”. Fazia muito tempo que não lia uma história sobre vampiros e essa me apaixonou, fiquei tão envolvida na trama e nos personagens que nem vi o tempo passar.
.
Eu já sabia que era um ótimo livro pois ele ultrapassou a marca de cem mil leituras na plataforma Wattpad antes de ser publicado pela Novo Século e não é para menos, a escrita da Martina Romero é impecável e enquanto estava lendo foi difícil imaginar que ela escreveu tudo isso quando tinha apenas treze anos!
.
Gravem esse nome! Futuro brilhante da literatura nacional.
.
Adorei o tema, os personagens sobrenaturais, o enredo, sem falhas, leve, fluido e divertido. Recomendo para todos que gostam de uma leitura rápida, gostosa e fantástica! Recomendadíssimo !

site: https://www.instagram.com/p/BZo4cM0lumn/?taken-by=pintandoasletras
comentários(0)comente



Bya/ @thebook_andthegirl 13/01/2018

Maravilhoso. Surpreendente.
#ResenhadaBya
“É mais fácil viver quando a gente não se importa. Ninguém pode machucar você – não sentimentalmente.”
.
Catarina ou Katherine como prefere ser chamada foi transformada em vampira a 300 anos atrás pelo único homem que amou de verdade; por um tempo viveram um grande romance, tiveram a vida que queriam, mas Daniel tinha inimigos, inimigos esses que fariam de tudo para poder afetar e prejudicar sua vida. Com isso ele toma uma terrível decisão: abandonar Cata para mantê-la segura e protegida, pensando que ela teria uma infinidade de dias segura e feliz, ou era isso que ele pensava....
Com um a dor infinita, rancor e um ódio incomum, Katherine muda completamente, ela mata por prazer, queima vilas e inocentes por diversão, sendo que a verdade é que faz isso para esquecer a dor causada pela única pessoa que ela amou de verdade. Mas no meio de tanta matança, ódio, rancor, ela não contava que iria reencontrar a única pessoa que ama ou amava de verdade, a pessoa que a fez virar uma assassina cruel, a pessoa que transformou a doce e apaixonada Cata em um monstro.
Daniel está disposto a tudo para salvar a mulher que ama, o inimigo esta mais próximo do que ele imagina, a única mulher que ele amou e ama o repudia.
Os riscos são grandes, o preço a se pagar é alto, o passado bate a porta, os inimigos querem vingança; e só resta a Katherine se unir e confiar na pessoa que partiu seu coração para ficar viva. E talvez ela perceba entre fugas alucinadas, bruxas e espíritos enfurecidos, que ela nunca deixou de amar Daniele, e que no fim das contas a ingênua e doce Catarina ainda esteja ai, esperando ela se permitir perdoar e ser perdoada, amar e ser amada.
comentários(0)comente



Kalyne @oreinodaspaginas 03/04/2018

Resenha
A Vampira
Quem aqui é fã de vampiros? Aqueles seres mitológicos de aparências magníficas e que se alimentam do sangue de humanos para sobreviverem. A gloriosa série de tv americana The vampire diaries (Diários de um vampiro) baseada nos livros de mesmo nome da autora L. J. Smith ganhou o coração de diversas pessoas ao redor do mundo. Se você é fã da série e sente saudades de assisti-la, sugiro que continue por aqui e leia a resenha desse livro que se assemelha demais a nossa aclamada série.
O amor entre um vampiro e um mortal só pode resultar em uma coisa: transformação. Afinal, quem não iria querer passar a eternidade ao lado da pessoa amada? Assim aconteceu com Katherine Miller, uma jovem que foi transformada em vampira pelo seu grande amor Daniele.
Após oito anos juntos e desfrutando das belezas do amor e da intensidade dele como vampiros, Daniele surta com os perigos que os cercam e decide abandonar Katherine para deixá-la segura. Infelizmente ao lado dele a jovem corria grande perigo, e Daniele jamais se perdoaria se algo acontecesse com a sua amada.
Com uma promessa final ao partir, Daniele promete proteger Katharine de tudo o que acontecesse, mesmo estando longe. Ela não acredita nisso, pois como alguém que diz amá-la à abandona entregue a própria sorte? Mas a palavra de um vampiro é um voto inquebrável.
Trezentos anos depois, Katherine Miller já não é mais a mesma jovem inocente e apaixonada de antes. Ela se fechou para todo e qualquer bom sentimento que pudesse habitar em seu coração morto. Diante de uma eternidade de solidão, Kath se tornou uma vampira cruel e que mata sem ter limites.
Buscando uma forma de se entreter Katharine resolve se matricular em uma universidade e é ai que sua vida vira do avesso. No primeiro dia de aula ela tem uma descoberta terrível e encontra aquele que a magoou profundamente. Por que diabos Daniele voltou?
Apesar do desejo enorme de se vingar e de todas as mágoas que possui, Kath percebe que ainda sente algo por Daniele. Mas a raiva pelo abandono é tão forte que ela tentará de tudo para sufocar esse sentimento. Mas quanto mais próxima de Daniele, mais ela começa a ceder a esse sentimento e passa a compreender os motivos que levaram ele a se afastar.
Daniele jurou protegê-la, principalmente agora quando um grande perigo se aproxima da vida de Katherine. A vampira corre perigo, sua vida está por um fio. Kath possui tanto rancor que não quer aceitar a ajuda de Daniele, mas um vampiro nunca pode quebrar sua promessa.
Ah meus caros, que história foi essa! Martina criou personagens fortes, mas vulneráveis e suscetíveis a erros como qualquer pessoa normal. Um enredo sombrio e cheio de seres sobrenaturais que encantam a narrativa.
Uma fantasia com um toque de realidade. Quem aqui nunca sentiu tanta raiva ou magoa de alguém ao ponto de fazer mal para si mesmo? Esses sentimentos são de autodestruição, só fazem mal para quem sente. E quanto mais rápido liberamos o perdão, poderemos seguir nossas vidas.
É impossível não se sensibilizar com a vampira Katherine ao conhecermos mais sobre seu passado, sobre a jovem doce e meiga que ela era antes de passar por tanto sofrimento. É impossível sentir raiva de Daniele quando entendemos os motivos que o levaram a fazer o que fez.
Para todos os fãs de vampiros, para todos aqueles que sentem uma saudade enorme da série de tv The vampire diaries, para todos os adoradores de criaturas mitológicas sobrenaturais, para todos aqueles que amam uma boa fantasia, ou para você meu caro leitor que não se enquadra em nenhuma dessas categorias, mas se interessou pela história, eu recomendo que leiam de todo o coração.

“Pensando bem, eles não estão tão errados ao pensar que se trata do sobrenatural, mas não são os fantasmas que matam as pessoas: são os vampiros. Ou melhor, a vampira.” (página 7)
“Não era de se espantar que ele me conhecesse. Todo vampiro minimamente bem informado sabia quem eu era.” (página 37)
“Eu era o verdadeiro monstro das lendas. Eu não era uma vampira normal, mas o pior do pior. Todo o mundo sobrenatural sabia quem eu era. Eu era A Vampira.” (página 45)
“- Está engana Kath, - Ele levantou-se cuidadosamente. – Venho seguindo-a durante todo esse tempo!” (página 113)
“Ele abriu os braços, e não hesitei: abracei-o, como se a minha vida dependesse daquilo. Enterrei meu rosto em seu peito, apreciando a sensação de ter os braços protetores dele ao meu redor.” (página 187)


site: http://oreinodaspaginas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Carol - @ressacaliteraria_ 09/04/2020

Resenha
Katherine Miller, ou Kathy, é uma vampira de 300 anos que vive sua vida como uma jovem estudante e caloura de medicina em Nova Orleans, pura ironia depois de todas as vidas que tirou. Morava em um antigo casarão do século XIX onde tinha como companhia o espírito de Tatia, uma antiga bruxa que a ajudou quando mais precisou e virou sua amiga.

" - Quando um vampiro promete algo [...] ele cumpre essa promessa, não importa o que aconteça, não importa os obstáculos que tenha que enfrentar."

Kathy nem sempre foi cruel, antes era uma moça jovem e apaixonada por Daniele, o amor de sua vida e quem a transformou. Conheceram-se em uma região onde hoje fica localizada a Itália, ele um nobre e ele uma camponesa. Com a promessa de viverem juntos para sempre, um amor mais forte do que tudo e um desejo alucinado, transformou-a um mês depois. Porém, zelando pela segurança de sua amada, ele a abandonou e acabou partindo o coração da mesma, que se tornou vingativa, amargurada e com um coração de pedra.

" - Eu mudei. Eu superei. Eu segui em frente. Por quê? Porque você me deixou."
" - E quem disse que a vida é justa?"

Perdida, sem saber para onde ir já que não podia voltar para casa, e sozinha, Katherine se tornou um monstro. Decidiu se vingar de todos que podiam feri-lá e fizeram com que Daniel a deixasse, inimigos começaram a aparecer e ela os matava sem remorso. Com a escolha de matar toda a linhagem da Família Original.

"Eu sempre saía ferida. E eu saía ferida porque me importava. Por isso havia me tornado Katherine. É mais fácil viver quando a gente não se importa. Ninguém pode machucar você."

Depois de séculos matando sem se importar com os rastros, vivendo loucamente e sem destino, logo após se estabilizar em Nova Orleans para começar uma nova etapa de sua vida, fantasmas do passado resolvem reaparecer e tirar seu sossego, assim como um caçador que está em sua cola e muito mais próximo do que imagina.

"Nunca se sabe o que pode acontecer. Um dia, um de nós poderia morrer, ou coisa pior. Então, o melhor que podíamos fazer era aproveitar."

Ação, revolta, brigas, intrigas, reconciliação, perdão, descobertas, autoconhecimento e um romance estilo "tapas e beijos" fazem deste livro um prato cheio para quem é/era fã de The Vampire Diaries. Encontrei muitas referências sobre a série, o que me deu uma nostalgia gostosa mas também me fez confundir as coisas algumas vezes.

"A partir daquele dia, eu começaria a realmente viver. A viver minha eternidade. Afinal, com amor ela é melhor. Foi só naquele momento que pude, enfim, compreender isso. E essa foi a primeira das muitas lições que eu ainda aprenderia."

O livro foi bem construído, os personagens são bem apresentados, com características e personalidades únicas e os secundários sempre vão ter alguma importância na trama. É nítido o amadurecimento de cada um de acordo com o avanço do livro e os motivos que os levaram até ali vão sendo expostos de ótima forma, sem sair do ritmo proposto.

A narrativa é em primeira pessoa e varia entre passado e futuro, nos dando uma visão ampla dos fatos e dando a entender tudo o que se passa atualmente. É uma leitura rápida e fluída, já que os capítulos são curtos, com boa diagramação e folhas amarelas. A capa que eu achei que deixou um pouco a desejar...

O final me surpreendeu mas não da maneira que eu esperava, muitas pontas ficaram soltas e poderiam ter sido melhor exploradas, porém, dá a entender que uma continuação pode ser possível.

Uma leitura recomendada para os fãs de vampiros e todo esse universo.

site: http://www.ressacaliteraria.com.br/2018/01/resenha-vampira-martina-romero.html
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13