The Heart of Betrayal

The Heart of Betrayal Mary E. Pearson




Resenhas - The Heart of Betrayal


161 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Aline.Silva 15/06/2018

Maravilhoso!
Amando esse mundo de fantasia, não vejo a hora de terminar!
comentários(0)comente



Viik 14/06/2018

The Heart of Betrayal ( Mary E. Pearson)
. Nomes de alguns personagens: Kaden, Lia, Rafe, Pauline, Komizar e outros

. Resumo do livro: Lia e Rafe estão presos no reino barbárico de Venda e têm poucas chances de escapar. Desesperado para salvar a vida da princesa, Kaden revelou ao Vendan Komizar que Lia tem um dom poderoso, fazendo crescer o interesse do Komizar por ela. Enquanto isso, as linhas de amor e ódio vão se definindo. Todos mentiram. Rafe, Kaden e Lia esconderam segredos, mas a bondade ainda habita o coração até dos personagens mais sombrios. E os Vendans, que Lia sempre pensou serem selvagens, desconstroem os preconceitos da princesa, que agora cria uma aliança inesperada com eles. Lutando com sua alta educação, seu dom e sua percepção sobre si mesma, Lia precisa fazer escolhas poderosas que vão afetar profundamente sua família... e seu próprio destino

Meus comentários sobre o livro em estudo: Meu Deus do ceu que livro foi esse, ele te prende do começo ao fim. Quando uma nova descoberta surgia era como se o mundo finalmente fizesse sentido. É algo maravilhoso o mundo que foi criado.
Rafe, Kaden e Lia diveram novos desafio e desafios mesmo. Amores ficaram mais fortes e outros surgiram. Misterios foram desvendados e outros surgiram. Os personagens foram muito bem desenvolvido e trabalhados. Personagens vieram e se foram. Vidas mudadas e opiniões transformados.
Traduzindo, algo maravilhoso, não queria ter acabado, mas acabou. Porem valeu a pena.
comentários(0)comente



Debora.Oliveira 01/06/2018

Empolgante, eletrizante
Não vou negar, até as paginas 100 e pouco, lutei pra não abandonar o livro. Me arrependeria se tivesse abandonado? Sim, arrependeria mto. Do meio do livro em diante a trama começa a fazer sentido e ganhar formas que, para mim, foram inesperadas (bom, algumas eu ja esperava). Só sei que, cheguei em um determinado ponto em que eu não podia parar, eu vivia somente para tramar a fuga junto com a princesa ?
comentários(0)comente



SanderleyAlves 18/05/2018

Descobertas e reviravoltas!
O segundo volume das crônicas de amor e ódio não deixa nada a desejar, consegue de forma genuína e esplêndida evoluir o universo de "The Kiss of Decpetion" e junto com Lia descobrimos novas tradições e segredos, é junto dela sofremos e aguardamos... The Heart of Betrayal, é uma continuação digna de cinema!
comentários(0)comente



Fabi | @psamoleitura 25/04/2018

{resenha feita no blog PS Amo Leitura}
"The heart of betrayal" é o segundo livro da trilogia crônicas de amor e ódio. Neste segundo enredo, Lia continua a mesma personagem: completamente forte e determinada, lutando por aqueles que ama e lutando por sua vida. Essa sua força será completamente usada a seu favor para sobreviver e para aguentar todos os problemas que ela encontrará agora que está em Venda.

*resenha do segundo livro completamente SEM spoiler.*

Com o final de "the kiss of deception", Lia é levada para a Venda. A princesa, primeira filha da Casa Real de Morrignham, está aprisionada por Komizar que é o líder da Venda. Ela não pode confiar em ninguém naquele reino. As únicas pessoas que ela pode contar é com Kaden e Rafe que foram levados junto com ela.

Como é perceptível no primeiro livro, todos tinham segredos guardados e mentiram para sobreviver e até mesmo salvar aqueles que eles amam. Só que agora, aprisionados em um só lugar, os segredos serão expostos e os conflitos irão começar, porém o coração irá falar mais alto em muitos momentos.

Lutando para permanecer dia após dia numa terra completamente desconhecida, Lia usará toda a sua sabedoria e todo o seu poder para permanecer viva e até mesmo traçar um plano para escapar de lá e voltar para Morrignham; para sua casa.

O que ela não sabe é que suas escolhas não irá apenas afetá-la, mas também a todos que ela conhece e, mais do que tudo, a sua família. Seu destino depende apenas disso. Qual será a sua maior escolha?

Após um livro completamente cheio de aventura como foi "the kiss of deception", eu estava repleta de expectativa e aguardando uma enorme aventura em "the heart of betrayal". A autora permaneceu com a riqueza de detalhes incríveis, assim como no primeiro, mas, esse segundo livro deixou um pouco mais a desejar no quesito aventura, o que tornou a leitura um pouco mais arrastada.

Mas por que eu digo que a leitura foi arrastada? Nesse enredo a personagem Lia está presa em Venda, então como há de acontecer uma enorme aventura? Não tem como acontecer um desenrolar de estória como esse, porém a Mary E. Pearson mostrou mais sobre o reino em que estavam, mais sobre os segredos dos personagens e seus sentimentos.

Nos últimos capítulos foi quando realmente a leitura "engatou" para uma aventura e mostrando o que está por vim em "the beauty of darkness", último livro da trilogia. Confesso que o modo como o livro acabou me deixou curiosa para saber como será o final de Lia, Rafe e Kaden. É impossível não se apegar aos personagens e começar a torcer para um final feliz para cada um.

Então tudo que eu digo é que vocês precisam ler essa trilogia e tenham paciência quando começarem a leitura deste segundo livro. Ela vai ser mais devagar, ela vai demorar mais para desenrolar, mas você vai conhecer mais sobre os personagens e os poderes que cada um pode exercer no reino e até mesmo em outra pessoa. Vale a pena a jornada!

"The heart of betrayal" é um livro incrível de fantasia. A personagem é completamente girl power e não aparenta ter apenas 17 anos. É incrível a forma como ela lida com todos os problemas e ainda assim se mantem de cabeça erguida. Um livro que diz muito, apenas de uma forma diferente.

site: http://psamoleitura.blogspot.com.br/2018/04/resenha-heart-of-betrayal-cronicas-de.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Santos 30/03/2018

Acessem o ig: @universodeutopia
Universo de Utopia
20/11/17
The Heart of Betrayal - As crônicas de Amor e Ódio, de Mary O. Pearson

Com esse livro, as Crônicas de Amor e Ódio me laçou de jeito! Aqui não vemos uma personagem clichê, cheia de mimimis, e sim uma mulher guerreira, de atitude e personalidade, pronta para enfrentar seus problemas e assassinos, Lia impressiona a cada página, sentimental, brigona e altamente empoderada, assim como dona do coração de dois homens completamente diferentes que a conquistaram cada um com seu jeito, seja de forma nada natural, com uma sentença de morte acima de sua cabeça, seja com amor e sentimento verdadeiro.

Lia e Rafe foram presos pelos vendanos (desfecho do primeiro livro) e Kaden tenta convencer o Komizar (Chefe de Venda) de que o Dom da princesa pode trazer benefícios para seu governo, principalmente influenciar aqueles cidadãos que mantém a tradição e que realmente acreditam na manifestação desse dom.

Esse segundo livro, traz novos desfechos para o que imaginávamos, os habitantes de Venda não são todos bárbaros como são pintados no primeiro livro. Lia descobrirá que há muito por trás do que contaram nas lendas e estórias em Morrighan, partes ocultas e verdadeiras que foram modificadas para favorecer os grandes da época, mas peraí... Isso acontece em todas as sociedades, independente de ficção ou realidade.

A princesa irá se embrenhar por cavernas e partes subterrâneas do vasto castelo do Komizar, se identificando cada vez mais com o povo, e sentindo dentro do seu âmago o que o Dom pode fazer por uma população faminta e desolada que esperam a presença daquela que a Canção de Venda ecoa há tanto tempo entre eles, acendendo em seus corações a chama da esperança por um futuro melhor.

Novos segredos vão sendo desmentidos, e chocam o leitor a cada página, personagens figurantes que ás vezes nunca tínhamos observado como sendo de importância na obra, se mostram valiosos durante a narrativa, e muitas linhas vão tecendo o que não havíamos enxergado de primeira.

Rafe e Kaden, nossos dois concorrentes pelo coração de Lia, se mostram completamente opostos, revelações sobre o passado e a história dos dois surgirão nessa obra, nos fazendo compreender um pouco mais sobre o porquê de suas atitudes, crenças e desafios. Kaden é aquele tipo de homem que inspira problema, mas te magnetiza o tempo todo, com aquele ar de mistério, e rigidez que Rafe não possui, sua preocupação e carinho pela princesa é muito fofo, mas sua lealdade é inteiramente a Venda, o que impede completamente de haver algo entre esses dois (ou não). Já o príncipe de Dalbreck é aquele tipo destemido, que fará tudo e passara por cima de qualquer pessoa por seu amor.

Sacrifícios serão feitos, será que Rafe e Lia conseguirão fugir de Venda? A que custo? O que será daqueles vendanos que colocaram todos as suas pretensões nas mãos dela?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



LauraaMachado 26/03/2018

Medíocre
Que série mais sem graça, meu deus. Para uma história que é sobre reinos, guerras, assassinos e amor, esses livros andam bem superficiais e batidos. Esse é um pouco melhor que o primeiro, só porque eu não cheguei a ficar tão entediada, mas é bem pouco mesmo. The Heart of Betrayal tem um problema enorme que me deixa bem revoltada com a autora e provavelmente significa que eu nunca mais vou confiar em livros dela. E vai ser dele que eu vou falar primeiro.

Eu não escrevo livros do mesmo gênero que ela, mas minha pouca experiência como escritora me ajuda a perceber falhas bem grandes nesse. Eu o li em dois dias, duzentas páginas só no primeiro e duzentas e setenta no segundo (li a versão em inglês), e uma das coisas que me fez continuar lendo e insistindo é que eu estava esperando alguma coisa acontecer. Mas nada acontece nesse livro. Nada. Na. Da.

Quando vou escrever um livro novo, logo que tenho a ideia, começo a separar acontecimentos, ligá-los por setas e planejar a história assim. Não são todos os acontecimentos de um livro, são só os principais, que vão incitar outros ou pelo menos outros pensamentos. Se eu tivesse que sentar e separar os acontecimentos desse livro aqui, provavelmente pularia de "Lia chegou em Venda" para as últimas cem páginas de uma vez, porque absolutamente nada que acontece antes faz qualquer diferença. É tudo uma grande espera, cheia de pequenos e minúsculos detalhes que são, na sua maioria, bem irrelevantes, quando não levaram mais tempo e atenção do que precisam.

Minha vontade de falar desse livro é praticamente zero, para ser bem honesta. Tenho preguiça de pensar nele e mais ainda de lembrar que o próximo tem setecentas páginas e eu já não confio na autora para ter escrito só a quantidade que precisava. Tenho certeza de que ela enrolou em quase ele todo, só para ter qualquer acontecimento importante no final.

Mas tem algumas críticas que preciso fazer. A primeira é sobre a Lia. Fico um pouco ofendida quando usam ela como exemplo de personagem feminina empoderada. A Lia fala muito, muito mesmo, mas ela faz pouquíssimo. Precisam salvá-la bem mais do que ela ajuda qualquer pessoa ou a ela mesma, e esse livro, que deu muito tempo para ela se infiltrar no governo de Venda, só teve umas três cenas em que ela ameaçou fazer algo para salvar a si mesma. O resto foi feito de espera, espera dela para que alguém fosse buscá-la. Ela também é extremamente ingênua, que aparentemente não aprendeu nada sobre seu próprio governo e que não tem a menor noção de como se aproximar das pessoas. Ela perdeu a oportunidade de seduzir seu inimigo, fosse romantica ou politicamente, para depois ser feita de peão no jogo deles. E é esse meu maior problema com a Lia. Ela fala muito, pensa nas coisas certas, mas é só um peão e nem chega perto de ser rainha ou de ter atitude.

Esse livro não é tão inteligente quanto ele poderia ser. A autora usa muitos truques clichês desde o começo, consegui prever mortes, casamentos e tantas outras coisas só porque já tinha visto todas em vários outros livros, e teve até cena dele que eu tinha previsto lendo o primeiro. Não tem nada de surpreendente aqui, nada de original ou inesperado, nada de novo. E o que ela usa das ideias batidas é bem superficial ainda, uma criação de mundo aleatória e sem nada concreto que nunca faz sentido e tem revelações nada impactantes por isso.

Minha última crítica é ao romance. Eu comecei a gostar mais do Kaden nesse livro, mas, se a intenção da autora era me fazer gostar do Rafe, ela fez um ótimo trabalho em acabar com qualquer chance de sucesso aqui. Cada capítulo de narração dele só me mostrava mais o quanto ele é burro, arrogante e machista. Até seus companheiros seriam melhores para a Lia, quase até o Komizar (ou não), que teve um ótimo desenvolvimento até a autora resolver transformar ele em vilão de desenho animado.

E é basicamente isso. Dei três estrelas só porque a escrita da autora é boa e pelo menos eu não tive raiva de nada na história. Três é a metade, porque é só isso que essa trilogia me inspira mesmo, mediocridade. Não traz nem emoções como raiva e ódio, só indiferença. Vou ler o próximo livro em seguida, porque é provável que eu nunca mais toque nessa trilogia se me deixar ler algo melhor.
Camile 26/03/2018minha estante
Nossa, sinto a mesma coisa sobre a Lia ser usada como exemplo de emponderamento feminino. Fico tipo oi? No primeiro a Lia só pensava nela msm, ela adorava se gabar de ser inteligente, mas manjava zero coisas sobre a política do próprio reino. No segundo ela adora falar, mas se ela fizesse metade do que ela fala pelo menos...




Jéssica | @_literacia 18/03/2018

Continuação maravilhosa!
"Não existem regras na sobrevivência."
_
É na mesma cena que The Kiss of Deception termina que The Heart of Beatrayl começa: Lia, Rafe e Kaden chegando em Venda.
Na entrada da cidade uma coisa já se torna clara para Lia e Rafe: eles têm poucas chances de escapar.

Desesperado para salvar a vida da princesa, Kaden revelou ao Komizar(que é quem comanda o Reino de Venda) que Lia tem um dom poderoso, fazendo crescer o interesse do Komizar por ela, diminuindo assim, as chances de ele matá-la.

Enquanto isso, Lia só pensa em salvar Rafe e Rafe só pensa em salvar Lia. Juntos, os dois precisam fazer as pessoas acreditarem que eles são quem dizem ser: com Lia impressionando as pessoas com seu dom e Rafe fingindo que é um Emissário do príncipe.
Mas quais são planos do Komizar? O que ele fará com Lia e Rafe?
_
Mary E. Pearson eu te venero!!!
Estou apaixonada pela escrita dessa mulher. O jeito como ela escreve me deixa muito curiosa, eu começo a imaginar o que pode acontecer e não consigo parar de ler!
_
The Heart of Betrayal é uma sequência de babados: são revelações, promessas, coisas que podem dar errado, mentiras e muito shipp (Eu amo o Rafe, mas tem momentos que eu sinto uma pena do Kaden, aí eu torço pra ele, mas depois me arrependo e volto pro Rafe haha) Adorei o fato de nesse livro poder conhecer mais sobre os personagens e também sobre Venda.
_
"Sim, elas eram feitas de magia, e de
luz, e dos sonhos dos deuses.
E havia uma princesa?
Sorrio.
Sim, minha criança, uma princesa preciosa tal como você."
comentários(0)comente



Lene 12/03/2018

Incrível enredo
Amei tanto The Kiss of Deception que logo providenciei o The Heart of Betrayal e o devorei em 5 dias. A história é do tipo que mais gosto que é a narrada em primeira pessoa, por Lia a princesa fugitiva e por outros personagens. O mundo fantástico criado pela autora com variados povos que se contrastam em língua e costumes, possuindo, entretanto, uma origem mitológica em comum, o que reflete nos conflitos entre os três reinos. A trama é conduzida por uma série de mistérios e em um ritmo de narrativa ágil, aos poucos, tudo é revelado. Agora estou ansiosa para ler o terceiro da série rsrs.
comentários(0)comente



LBL 24/02/2018

Maravilhoso!
Bem, comecei essa série totalmente despretenciosa, achando que fosse apenas ser um roteiro óbvio e batido para adolescentes. Pensei assim até a segunda metade do livro um: imaginava um triangulozinho amoroso com final que para mim parecia evidente. Mas, de repente, os personagens foram ficando mais complexos e Lia foi amadurecendo. E o livro um terminou de forma bombástica. E aqui estou eu no livro dois. Nossa! Que livro bom! Percebe-se claramente o crescimento e amadurecimento de Lia. O seu esforço em agir como princesa nas situações mais adversas e indignas e em aprender a lidar (e a acreditar) em seu dom. Rafe e Kaden ficam mais apagados, pq Lia assume mesmo sua posição de protagonista. Vários personagens coadjuvantes vão surgindo e descortinando a trama, cada vez mais cheia de traições. Tudo que parecia óbvio, deixa de ser, de modo que acredito que a autora se livrará de alguns clichês no livro 3 (veremos). E aí o livro acaba, bombasticamente, com Lia, mais uma vez, roubando a cena! Partiu livro três!
comentários(0)comente



Ludy 22/02/2018

Venda
The heart of betrayal (Livro 2, Crônicas de amor e ódio) - Mary E. Pearson.
402 páginas/Editora Darkside.


"Não existem regras quando se trata de sobrevivência."

Lia agora é uma prisioneira de Venda.
Está sendo humilhada, rebaixada, maltratada e não tem a mínima chance de sair de um Reino afastado de tudo.
Ela fica cara a cara com o temível Komizar, e vê o quanto ele é frio, cruel, calculista e só tem uma coisa em mente: Poder.

No Reino de Venda, Lia só tem dois rostos conhecidos: O do Príncipe e o do Assassino.
Mas o Príncipe também é um prisioneiro, mesmo que ninguém saiba do seu verdadeiro título. E o Assassino é leal ao seu Reino.

Todos estão jogando, mentindo, enganando e tentando tirar proveito de todas as situações.
Lia e o Príncipe estão sendo constantementes observados, e a tensão entre ele e o Assassino fica cada vez maior.

Nossa princesa ainda não tem grandes conhecimentos em relação ao dom; mas é certo que ela tem uma missão.
Os povos de Venda a vê como um sinal de esperança, como se os deuses estivessem olhando pelo Reino.
Mas não é só isso, há segredos demais...
O Komizar alimenta o povo com esperança, mas ele quer mais do que isso.

Enquanto segredos e mentiras vão rolando, Lia vai entrando em um triângulo amoroso com Kaden e Rafe. Mas em quem confiar?

Até que algo inesperado acontece, e a situação toma proporções maiores. É preciso agir!

Nessa sequência de The kiss of deception, Mary nos traz muitas repostas e nos enche de novas perguntas.
Como Lia irá lidar com o dom e com sua missão em Venda sem acabar morta? Com quem ela pode contar?
Além de segredos, temos muitas surpresas. Os vendanos não são tão bárbaros, e sim pessoas normais tentando sobreviver.

The heart of betrayal foi uma sequência e tanto, me surpreendeu e me envolveu com sua história repleta de suspense. E mais uma vez finalizo clamando por mais, e desejando que Lia, com toda sua força e senso de justiça, escreva uma nova história para todos os reinos.

"As regras da confiança constroem torres que alcançam além das estrelas." #bookstagram #bookaholic #resenhaemalgumlugar #crônicasdeamoreódio

site: @emalgumlugarnoslivros
comentários(0)comente



Bruna.Batista 20/02/2018

Uau... Que história fascinante. Acabei de ler e estou em êxtase. Uma princesinha ousada, um príncipe corajoso e um assassino apaixonado. Um belíssimo triângulo amoroso. Poder, paixão, amor, ganância são elementos que compõem essa aventura de tirar o fôlego. Mas e agora qual destino de Kaden, Lia e Rafe? Só saberemos quando lermos o terceiro livro. Uma boa leitura a todos. Paviamma.
comentários(0)comente



Fernanda.Granzotto 12/02/2018

Este é um livro onde quase nada acontece e as coisas que acontecem,acontecem muito devagar,é o tipo de livro que se você não está totalmente investido na história,você não vai gostar.
Eu gostei porque eu estava muito investida nesta história e nesses personagens,é um livro onde a autora expande o mundo que ela criou e onde ela começa a explicar por que as coisas são como são,mas admito que existem várias coisas que ainda precisa de explicação.
É um livro com quase nenhuma ação mas muita política.
Mas as últimas 50 páginas fazem esse livro passar de 3 estrelas para 4 estrelas, confie em mim.
comentários(0)comente



161 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |