Selene e o Dragão

Selene e o Dragão Marília G. Barbosa


Compartilhe


Resenhas - Selene e o Dragão


31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Kalyne @oreinodaspaginas 03/04/2018

Resenha
Selene e o Dragão
“Uma vida não é melhor ou mais valiosa do que a outra, essa guerra estúpida entra humanos e dragões jamais terminaria se alguém não parasse o ciclo vicioso.”
“Se não fizermos nossa parte, se não lutarmos pelo o que acreditamos, ninguém mais o fará. Tentar fazer qualquer coisa é melhor e mais útil do que ficar sem fazer nada.”
“- Porque mesmo quando você tinha perdido tudo, ainda assim encontrou forças para salvar o inimigo de sua espécie. Não conheço nenhum dragão vivo que teria feito isso.”
“- Já vivi demais para saber que coincidências não existem, todas elas são uma ordem pré-determinada de fatores que não são orquestradas pelo acaso.”
Perder todas as pessoas da nossa família é um medo que assola o coração de muitas pessoas, mas é quando isso de fato ocorre? Quando perdemos todos que amamos e nos encontramos sozinhos e perdidos no mundo, sem ter ninguém para nos amparar. Assim aconteceu com Selene, uma jovem moça que ao longo dos anos perdeu todos aqueles que amava, até que o destino coloca em seu caminho um inimigo de sua espécie.
A guerra entre humanos e dragões já existia há séculos, e parecia que nunca teria fim. A morte e o ciclo vicioso da vingança entre as raças distintas levaram muitas vidas embora. Após a infelicidade que fez Selene perder seus últimos familiares, ela jamais esperaria encontrar um dragão prestes a ser morto, cansada do espírito da morte ela salva o dragão ferido usando magia, indo contra tudo aquilo que os humanos prezavam.
Drake o dragão e Selene partem juntos em uma grande missão para reconciliar suas espécies antes que seja tarde demais. Selene recebe uma tarefa da poderosa deusa Diana, e suas vidas passam a correr sérios riscos. Cada um possui um papel fundamental nessa missão, até mesmo um caçador solitário que se junta a eles. Mas se fracassarem, conseqüências terríveis poderão acontecer.
Amo histórias de dragões, essas criaturas maravilhosas e poderosas, dotadas de grande magia aquecem o meu coração. Marília criou um universo peculiar, mas conseguiu juntar as coisas que amamos em um mesmo cenário. Selene é uma garota forte e especial, e durante a leitura me peguei torcendo tanto por ela e Drake que acabei me apaixonando pelas aventuras dos dois.
Uma história sobre aprender a perdoar, a deixar o ciclo vicioso de lado e saber que a vingança não é o melhor caminho para uma consciência tranqüila. Marília agradeço a oportunidade de conhecer essa história encantadora e mal posso esperar pela continuação.



site: http://oreinodaspaginas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fabio Pedreira 31/01/2018

Selene e o Dragão
Desde pequeno meu gênero literário favorito é a fantasia, independente do sub gênero (Dark Fantasy, fantasia medieval etc), em contrapartida um gênero que eu nunca me dei bem foi o romance. Nunca consegui me identificar com esse tipo de leitura, porém, conheço pessoas que adoram e me desafiaram a ler algo do tipo. Também pensando em dar uma chance para novas leituras resolvi aceitar. Porém, para amenizar, caso a experiência desse errado eu resolvi misturar os dois, assim, caso não gostasse da parte romântica, eu poderia analisar a parte fantástica. Será que deu certo?

Selene e o Dragão vem nos contar a história de Selene, uma jovem que teve toda sua vila queimada, sendo ela a única sobrevivente. Fugindo desse desastre ela acaba encontrando um dragão na beira de um rio, este se encontra preso por uma rede. Dragões e humanos são inimigos há muito tempo, porém, Selene é diferente e acaba libertando o dragão da armadilha, e, ao ver que ele se encontra ferido e que caçadores se aproximam, ela acaba surpreendendo mais uma vez, usando a magia para transformar Drake (o dragão) em um humano. É surpreendente pois a magia foi banida há muito tempo.

Tudo isso é logo no começo do livro, então não é spoiler. Aí eu me debato com o primeiro problema do livro. Ao libertar Drake das cordas, e passar um ou dois acontecimentos, parece que os dois já se sentem atraídos um pelo outro. Eu não sou escritor, mas, caramba, não teve um desenvolvimento sequer dos personagens, e a cada momento que passa essa atração aumenta e, o pior, usando todos os maiores clichês do romance que existem, bem naquele estilo filme romântico B da sessão da tarde. E, me desculpem, mas não digo isso pelo fato do romance, mas sim pela forma como foi desenvolvida.

O romance é tão meloso nesse livro que a autora me saiu com uma ideia que eu só pude rir quando li, porque não acreditei. Dragões CASAM, siimm, não basta todo melodrama, tem que colocar os dragões para casar também, caramba kkkkkkk. Tudo bem que a ideia da divisão de castas entre dragões é algo interessante, afinal, ocorre com algumas espécies de animais na vida real, como formigas, por exemplo. Mas dragão casar? Achei um pouco de exagero, mesmo com toda a explicação que existe depois de como funciona.

Mas, enfim, parece que estou aqui para só falar mal do livro, e não é, ele tem pontos bons. Basicamente a autora vem para nos contar uma história que nos faça perceber que, mesmo em um mundo com tantas guerras, discriminação, conflitos e outros problemas, basta que pelo menos uma pessoa tente fazer o bem para que exista esperança. Eu sinceramente gostei da mensagem, pois não é porque possa parecer que a coisa esteja feia (pois está) que nós não devemos fazer nossa parte. Além disso, outras questões também são trabalhadas, como por exemplo em relação aos desejos de vingança, que apesar de parecer ser algo que vai lhe dar prazer, no fim você só consegue um sentimento de vazio e continua um ciclo sem fim... Aquela pessoa do qual você se vingou pode ter um parente, amigo que vai querer se vingar e assim sucessivamente.

Todas essas questão são trazidas por uma escrita que felizmente também é muito boa, é leve, e conduz o leitor de uma forma clara. O livro também tem uma diagramação boa, o que não vai cansar o leitor; letras grandes, capítulos relativamente médios e outros pequenos, tudo que agiliza a leitura de suas 300 páginas. Então, no fim, para mim, o balanço do livro foi um meio termo. A autora tem potencial, tem boas ideias e boas mensagens para passar, porém, ela pecou e muito (na minha opinião) no desenvolvimento dos personagens (inclusive isso afetou a trama com um vilão sem graça e um senso de urgência que não foi transmitido para o leitor) e no excesso de romantismo (utilizando os piores clichês possíveis). Eu dou 3 estrelas para ele.

Mas, claro, eu sempre digo e vou repetir. Você, leitor, não deixe de ler, se tiver interesse, por causa da minha opinião. O que eu achei ruim pode ser extremamente satisfatório para você.

Então, até a próxima e cuidado com quem você conversa, pode ser que não seja quem você acha que é. =*


OBS: Uma observação. Parando para pensar trata-se de um livro de fantasia, então dragões casar é sim algo totalmente possível, apenas me pegou de surpresa, porque é no mínimo inusitado. Mas não vou reformular o parágrafo no qual falei sobre isso com a intenção de mostrar que reconheço um erro de julgamento. =D. =*
comentários(0)comente



Petrova 29/12/2017

Selene e o Dragão | Por Minha Fuga da Realidade
Após ver a tragédia que acometeu seu vilarejo, Selene sai sem rumo pela floresta. Devastada, ela senta-se encostada à uma árvore, apenas sentindo sua dor e culpando-se por não ter conseguido salvá-los. Seus devaneios são dispersados ao ouvir um grande estrondo perto de onde estava. Indo averiguar o que era, ela encontra um dragão, inimigo declarado de sua espécie há muito tempo. Ele está ferido e preso por uma rede, obra dos Caçadores de Dragão.

Por já ter presenciado mortes demais em poucas horas, Selene vai contra tudo que fora ensinada e ajuda o dragão a escapar. O dragão, chamado Drake, se une a ela na esperança de, ao menos, começar a reconciliar as duas espécies, quebrando o maldito círculo de vingança.

Parceiros e inimigos cruzam o caminho da dupla incomum, incluindo uma Deusa egocêntrica com uma missão para Selene.
[QUOTE]
Extraordinário é uma ótima palavra para descrever "Selene e o Dragão". Marília tem um quê de magia em sua escrita. Em menos de 24h devorei as trezentas páginas do livro, o que me deixou bem triste, pois ficou aquele gostinho de quero mais.

Os sentimentos dos personagens são tão bem descritos, que para mim, quase os tornou reais. Em alguns momentos me sentia dentro do livro, com uma vontade imensa de abraçá-los e dizer que tudo ficaria bem.

Este livro superou e muito minhas expectativas. Enquanto lia, achei que seria aquele leve clichê de fantasia, mas me surpreendi com o rumo que a história foi tomando. Há um romance tão apaixonante que foi difícil não ficar com um sorriso bobo nos lábios durante a leitura.

Além das maravilhosas descrições de cenários, que situam bem o leitor, há lendas que vão esclarecendo partes da história, e algumas que, digamos, são referencias claras de contos da nossa infância.
[QUOTE]
Como se já não bastasse essa maravilha de história, a edição é igualmente encantadora. Dos livros azuis que possuo, considero este o mais belo de todos. O espaçamento e diagramação são perfeitos para fluir ainda mais a leitura.

Temos capítulos pela visão da Selene e pela do Drake, e algumas pequenas partes apenas narrada em terceira pessoa. Confesso que sempre achei que algo assim seria confuso de se ler, mas pelo contrário, creio que é o que deixa a história mais envolvente.

Só mais uma coisa que acho importante ressaltar. Ele tem mapa!!! Era só uma observação para dizer que esse livro já havia ganho meu coração antes mesmo da leitura.



Se você procura uma fantasia com romance e aventura na medida certa, este é o livro!
Ah! E meu mais novo crush se chama Phyro e ele é um Deus. Literalmente.

[IMAGENS]

site: http://minha-fuga-da-realidade13.blogspot.com/2017/12/resenhando-selene-e-o-dragao.html
comentários(0)comente



Jessé 10/12/2017

Tudo bem, é oficial: me rendi à literatura fantástica. Eu resisti, mas não consegui. E sabem por quê? Tá logo no título. Livros nessa temática são fantásticos. Obrigado, Eduardo Spohr!
Semana passada, eu já havia resenhado Alys - Elemento Alpha, um baita livro nacional que envolve literatura fantástica. O que vem agora? Selene e o Dragão.

Selene e o Dragão é o primeiro livro de A Última Lua Azul, da autora Marília G. Barbosa. O nome pode não ser excepcional, mas posso assegurar que a história é. A história começa com Selene, nossa protagonista, dando de cara com um dragão, enquanto fugia de sua aldeia em chamas. Infelizmente, ela foi a única sobrevivente. No universo criado pela autora, humanos e dragões são inimigos há séculos, tanto é que há até uma profissão para isso: caçador de dragões. O tal dragão estava ferido, e a única maneira que Selene encontrou para salvá-lo foi transformá-lo em humano. Ele surtou, claro, mesmo o efeito sendo temporário. Dragões odiavam humanos. Como ele poderia ser um deles? Drake, o dragão, aceita seguir viagem com Selene, apenas por causa de seu Código de Honra: se alguém lhe faz um favor de bom grado, você lhe deve dois favores.
O livro tem de tudo, sem exagerar em nada. A autora soube exatamente como mesclar mitologias (deuses) e várias criaturas. Não, não são só dragões. O mundo é muito antigo, e já existiram feiticeiros extremamente poderosos. Com a magia sendo banida, todo o conhecimento estava apenas em livros, que nem todos tinham acesso. Quem ousasse utilizar magia, pagaria com a própria vida. A escrita de Marília é fluida, deixando-nos cada vez mais ansiosos e curiosos a cada lenda que Selene conta para Drake, sem contar com as aparições frequentes de Diana, Deusa da Lua. A própria Deusa da Lua sabe que há a possibilidade de uma guerra mortal entre humanos e dragões e, segundo ela, apenas Selene poderia impedir tal coisa, caso encontrasse um pequeno artefato que está sumido há mais tempo do que se pode imaginar. Com um misto de raiva + a agradável companhia de Drake + não tenho nada a perder, Selene aceita a missão, e Drake aceita acompanhá-la.
Ora como dragão, ora como humano, Drake compartilha suas experiências com Selene, contando-lhe sobre os vários dragões existentes; Selene, por sua vez, conta-lhe sobre os humanos, deixando-o cada vez mais interessado por um inimigo que pode não ser tão inimigo assim.
Mistérios, batalhas e romance têm sua dose certa. A cada página, torcemos para que eles consigam o que buscam, seja algo pessoal ou que afete diretamente a missão. O livro é narrado em dois pontos de vistas, então é legal ver duas cenas narradas por pessoas diferentes, principalmente quando Drake está em sua forma de Dragão da Noite. Dragões são temperamentais e possessivos, e ver um dragão narrando em tais condições foi uma experiência divertida.
No geral, a autora cumpre bem a proposta. O livro é curto (299 páginas), e vai sempre direto ao ponto, sem perder tempo com momentos fúteis. Personagens cativantes e, como mencionado no começo da resenha, ela soube criar uma mitologia incrível, incluindo bibliotecas gigantescas com milhares de anos e milhares de livros. Seria esse meu sonho?



site: www.dicasdojess.com
comentários(0)comente



Quennick 02/12/2017

Uma excelente pedida!
Falando sobre a história, iremos conhecer um universo em meio a guerra entre humanos e dragões - isso mesmo, Dragões, essas criaturas místicas que voam e cospem fogo pela boca (hahaha) - porém também iremos embarcar em conflitos internos e um romance.
Selene, é uma garota de 18 que perdeu sua mãe em um ataque de dragões em meio a guerra.

Agora por causa deste trágico problema ela mora com seus tios e seu pai se tornou um caçado e morre anos depois. Descobrimos que essa guerra que teve tantas vítimas se transforma em um ciclo viciante de vingança, seja por parte dos humanos ou por parte dos dragões (...).

Tem mais no blog ?(eurekamundobook.blogspot.com.br)
comentários(0)comente



Amy 21/11/2017

Um amorzinho!
Selene é uma garota forte, destemida e que não se importa com o que os outros pensam. A história já começa mostrando isso, mesmo fragilizada, Selene não perde sua personalidade, ou se deixa levar.

A garota que se sente perdida e sozinha, ajuda então Drake, um dragão, e acaba criando uma amizade com ele, mesmo havendo essa guerra entre humanos e dragões. Essa parte mostra um pouco da bondade existente na Selene, porque mesmo perdendo tudo, ela decidiu não deixar mais ninguém morrer, mais ninguém que ela tivesse a oportunidade de salvar, não importando ser humano ou animal.

Durante a leitura desse começo, confesso que não consegui engatar de cara, pois eu não conseguia ver o Drake como um humano, acho que isso era com certeza um pouco estranho de início, mas depois você começa a perceber que tem muito em comum com pensamento do ser humano e se acostuma.

Você percebe algumas diferenças entre raças no livro, como os dragões escolhem os parceiros, como eles se comportam, como é a hierarquia deles, é algo muito bom, porque você vê que mesmo essas diferenças, eles sabem como se organizar.

É claro que temos muitos outros personagens durante a leitura, como Chase, um caçador que acaba esbarrando com Selene, Ralegh, um dragão de duas cores, há menções de Dragomir, irmão do Drake, Diana, a deusa da lua, Phyro, deus do fogo que homem, é claro que temos menções também de outros deuses, que trazem mais magia para história, e eu me apaixonei por esses personagens.

Mas o livro, é claro que tem um foco, Selene tem que encontrar Crysanthia, (porque Selene é especial, já que ela é uma feiticeira, única que sobreviveu mais do que os outros como ela) que segundo Diana, assim que encontrada pode ser o início do fim da guerra entre humanos e dragões.

A garota conta com a ajuda de Chase e Drake durante essa jornada, e acaba descobrindo muito sobre seu passado, presente e dependendo dela mesma, seu próprio futuro.

Selene e o Dragão é um livro muito fofo, que traz uma mensagem de que, se você quiser, você pode ser pacífico e fazer mais pessoas verem isso.

É uma leitura que eu indico muito para jovens a partir de 12 anos, pois ele traz uma mensagem muito bonita de amizade, carinho, respeito, que acredito que deve ser repassada.

site: http://www.livroseriados.com.br/2017/11/selene-e-o-dragao-ultima-lua-azul.html
comentários(0)comente



Jaqueline Oliveira - starlivros 07/11/2017

Resenha - Selene e o Dragão
Selene e o Dragão é uma fantasia com magia, dragões e deuses, imaginem tudo isso em um livro ? Maravilha! Eu amo fantasias, e esse eu leria novamente só pra rever a história!

Nesse livro conhecemos Selene, uma garota de 18 anos que mora com os tios, pois sua mãe foi morta em um ataque de dragões, com isso, seu pai se tornou um caçador e morreu anos depois. Os humanos e os dragões vivem em uma incessante guerra, os humanos querem vingança contra os dragões e os dragões querem vingança contra os humanos, com isso, forma-se um ciclo vicioso e a luta parece infindável.
Um certo dia, a vila onde Selene morava pegou fogo, todos morreram, inclusive seus tios, que eram sua única família. Quando ela viu aquela cena espantosa com todos gritando e agonizando, Selene ficou abalada e sem saber o que fazer, ela correu para floresta e ouviu um barulho de algo caindo no chão. Ela foi conferir que barulho era aquele e deu de frente com um dragão da noite, o dragão estava enroscado em uma rede que dois caçadores lançaram nele, mas tinha algo estranho, o dragão não tentou se livrar da rede e estava pronto para morrer. Cansada da guerra entre humanos e dragões, Selene decidiu que salvaria a criatura, então ela abriu seu livro de feitiços e transformou o dragão em humano.
Os humanos temem os dragões, mas Selene não pensou duas vezes e salvou o dragão, ela o transformou e tirou ele dali antes que os caçadores chegassem. Enfim, conhecemos Drake e sua versão da história sobre a guerra. Drake disse que os dragões tinham uma honra, se alguém fizesse um favor, eles deveriam dois, com isso, Drake devia então dois favores a Selene por ela ter salvado sua vida e ele decide segui-la. Tudo para Selene deu errado, ela perdeu seus pais, seus tios, estava sozinha, e quando se deu conta estava sendo seguida por um dragão, como se não bastasse tudo isso, uma deusa da uma missão para ela, uma missão que pode acabar com a guerra, será que finalmente a guerra entre dragões e humanos cessará ?
Esse livro é um amor, ao longo da história Selene e Drake vão estabelecendo uma relação. No livro também tem um personagem chamado Chase, e eu gostei muito de como ele evoluiu. Eu gostei muito do final, não mudaria nada na história, Drake me conquistou hahaha
Ansiosa pela continuação do livro! Obrigada Marília por me proporcionar essa leitura tão gostosa!

site: starlivros.wordpress.com
comentários(0)comente



Corte de uma Leitora 03/11/2017

Selene e o Dragão
Selene é uma jovem garota que vive em meio a uma guerra entre humanos e dragões, onde cada espécie busca cada vez mais a morte da sua rival, um ciclo de vingança sem fim.
Selene perdeu seus pais quando ainda criança e mora com seus tios em sua pequena vila. Escondida de todos, a jovem pratica com um livro antigo, o que mais gosta de fazer, magia, algo que foi banido do mundo dos humanos há décadas. Em um dos dias que a garota sai pra praticar seus feitiços, uma tragédia ocorre com sua vila, ela pega fogo e todos que estavam nela são mortos. Desesperada para fugir desse terrível pesadelo, Selene corre pela floresta até se deparar com o maior inimigo da sua espécie, um dragão preso em uma rede de caçadores, esperando pela morte. A jovem não queria mais guerra, queria paz, então resolve salvar o Dragão com uma feitiço, transformando-o em um humano por algumas horas. Ai que conhecemos Drake, um dragão da noite, cansado de viver, mas possui uma dívida com a sua salvadora por ter o livrado da morte, então decidi seguir a garota para proteje-la.
Para complicar ainda mais a vida de Selene e Drake, uma deusa bastante mandona aparece em seus caminhos, impondo uma missão para a jovem, se tal missão for concluída, o conflito entre humanos e dragões pode acabar e a paz pode reinar. Então, um dragão e uma humana, que deveriam ser inimigos, se tornam amigos embarcando em uma incrível jornada.
Ao longo do livro, podemos ver a versão de cada espécie sobre a guerra, vemos que ambas sofriam do mesmo modo e que apesar de todas diferenças, as espécies possuem muitas semelhanças, como todos os sentimentos, principalmente a dor que a guerra proporciona. A companhia de Drake ajuda Selene a superar a dor de suas perdas e Selene dá um motivo para Drake não desistir de viver.
A escrita de Marília G. Barbosa é ótima, leve que flui rapidamente. Cada personagem é muito bem caracterizado, fazendo que nos apaixonemos cada vez mais por Selene e Drake. O livro é composto por dois pontos de vista, da nossa humana e do dragão, deixando a leitura bastante gostosa, pois acompanhamos durante o livro a evolução de pensamentos dos personagens. Sempre ter esperança de um mundo melhor e que a vingança não vai ajudar em nada, são um dos temas tratados no livro, tornando-o ainda mais interessante. É um livro que não nos deixa com dúvidas no final, tudo é muito concreto e envolvente, pontos sobre o passado são levantados sem deixar que a leitura fique chata e enrolada. Me apaixonei por esse casal super fofos! Assim que terminei de ler, já quis logo ler a continuação.
comentários(0)comente



Kelly Midori 20/09/2017

Resenha: Selene e o Dragão - Humanos x Dragões e aventura inesquecível !
O livro é sobre uma garota chamada Selene, a vila dela foi destruída e ela salva a vida de um dragão chamado Drake assim ela enfeitiçou ele, o feitiço transforma ele em humano (e nessa história humanos e dragões são rivais) mas ele não pode permanecer assim o feitiço ele tem trocar para dragão regularmente. Assim que ela salvou a vida dele, ele falou do Código de Honra dos Dragões por isso ele vai se aventurar com ela tem de salvar a vida dela duas vezes.
A história se passa na época da Idade Média, possui tanto sobre dragões quanto sobre deuses.
Ao longo da jornada eles conhcem Chase o caçador de dragão. Também a deusa Diana, Phyro, entre outros.
Eu gostei muito desta história, dei 5 estrelas fala de romance, amor, amizade, destino e sobre imaginação na relação de dragões e humanos. O livro é ótimo eu pretendo ler a continuação para saber o que acontece depois.
Portanto eu recomendo.
Então... O que será que acontece com a Selene? Qual será sua história? E do Chase? E o Drake? Será que alcançaram o objetivo? Será que eles terminaram bem ? O que será que acontece neste livro incrível?
Leia o livro e descobrirá esta fascinante história.

site: http://kemiroxtv.blogspot.com/2017/09/resenha-selene-e-o-dragao-humanos-x.html
comentários(0)comente



Gaby Ferreira (book_loversgfs) 18/09/2017

Selene e o Dragão
Livro: Selene e o Dragão
Autora: Marília G. Barbosa
Editora: PenDragon
Paginas: 300

Uma terrível tragédia aconteceu com a vila de Selene, matando todos que lá viviam, inclusive sua família. Sozinha e desolada, ela foge, ainda sem saber para onde ir ou o que fazer.
No caminho ela se depara com um dragão preso, que havia sido capturado por caçadores e o seu fim estava próximo.
Selene, então decide que vai ajudá-lo, porém isso era considerado extremamente errado, pois dragões e humanos se odiavam mortalmente. No entanto ela percebe que essa guerra precisa acabar e assim o salva dando início ao fim da rivalidade entre as raças. Para isso ela usa um feitiço (o que é proibido, pois a magia foi banida) para transformar o Dragão em humano. Após salvá-lo, Drake (descobrimos que esse é o nome dele) promete a Selene que irá retribuir o favor e que irá protegê-la, decidindo assim segui-la aonde ela for, até pagar sua dívida.
Ao longo do livro ela recebe uma missão da deusa Diana e não tem como recusar. Selene vai ter a ajuda de Drake e os dois vão passar por situações perigosas, em que vão precisar usar todas as suas habilidades e forças para conseguir enfrentar os obstáculos que irão surgir.
???
??Minha Opinião: Gente eu adorei esse livro!!! Ele foi uma grande surpresa pra mim. No começo eu tava pouco empolgada, mas depois me surpreendi bastante!!! Os personagens são excelentes. Selene é jovem, porém muito sabia e forte e o Drake gente, meu Deus, pensa num cara/Dragão amorzinho, me apaixonei por ele ???
Como a Selene jogou um feitiço que permite que ele assuma a foma humana por algumas horas, eles dois começaram a ter mais intimidade. Uma grande amizade nasce entre eles e com o passar do tempo ambos percebem que um sentimento diferente está tomando conta de seus corações.
A narração é feita em primeira pessoa por Selene e Drake, alternando os pontos de vista. Os capítulos são curtos e fáceis de ler.
Enfim amei amei amei esse livro, já quero a continuação ????. Nota 5/5 ?
comentários(0)comente



Carol Cavilha 16/09/2017

Amei!
Sua vila toda foi destruída pelo fogo, e junto dela, seus entes queridos. Selene ficou sem rumo, correndo pela floresta, sem destino. Mas ao ver um dragão da noite, preso por uma rede no chão, a espera dos caçadores, é invadida por um sentimento de compaixão. Ela não permitiria a morte de mais ninguém, nem mesmo de um temido dragão. Ao aplicar um feitiço que transformou-o em humano, conseguiu salva-lo dos caçadores. Agora ele poderia falar e se transformar em humano, ou dragão, quando quisesse. Apesar da revolta do dragão no inicio, por ele ser transformado, justamente naquilo que ele mais detestava (humanos), ele segue o juramento de que se alguém lhe salvar, você deve seguir a pessoa e salva-la duas vezes. Selene e Drake (o dragão), seguem sem rumo por aí, até Diana, a deusa da lua, dar uma missão surpreendente para Selene. Resgatar uma valiosa pedra e entrega-la nas mãos da deusa, que prometeu restaurar a paz entre humanos e dragões.
Ao decorrer do livro, muitas reviravoltas e surpresas acontecem. Selene conseguira a pedra? A paz será restaurada? Selene conseguirá escapar das mãos de um inimigo?

site: http://perdidanabatcaverna.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Nilton Alves 16/09/2017

Resenha
Em Selene e o Dragão a autora Marília dar vida a personagens míticos e lendas encantadoras ganham vidas.

Selene é uma garota de coração puro que não quer mais ver ninguém morrer, seja humanos ou Dragões. Isso depois dela ter perdido seus parentes, amigos e vizinhos que morreram quando sua aldeia virou um mar de chamas. Deixando ela como única sobrevivente.

Drake perdeu seu irmão e não tem mais vontade de viver mas tudo muda quando Selene entra em sua vida. Ele acredita que ela é especial e vai fazer a diferença e acabar com a guerra.

Juntos embarcam em uma jornada que decidira o destino de todos. Selene tem um grimório e possui o dom da magia.

O legal da história é que Selene lançou um feitiço em Drake e ele vira um humano mas não pode permanecer muito tempo nessa forma pois ele poderá se tornar um humano para sempre. Com isso Drake passa a entender os humanos e que nem todos são maus. Drake fica mudando de forma ao longo da história, alternando entre a forma humana e sua forma original, um Dragão.

Selene terá uma difícil decisão, acabar com a guerra entre humanos e dragões ou conviver com o fardo de saber que sua família e todos morreram em vão.

Em um mundo de fantasia medieval aonde humanos e dragões estão em guerra que já dura séculos e é proibido usar magia.

Selene é uma peça chave no plano dos Deus para dar fim a tudo isso e trazer a paz.

A história é narrada do ponto de vista de Selene e também do ponto de vista de Drake, tendo capítulos alternados entre os personagens que vão descrevendo a história e nos fazendo nos identificamos e gosta deles.

A escrita da autora é envolvente e de fácil absorção. Gostei muito da maestria com que a autora conduziu os acontecimentos e foi desenvolvendo os personagens.

Agradeço muito a autora por me confiar sua obra, e por me proporcionar mais uma leitura feliz

Dou 5 estrelas para o livro e super recomendo a leitura para todos vocês.
comentários(0)comente



Ciely 11/09/2017

Selene e o Dragrão
O que dizer desse livro? É MARAVILHOSO.?
.
Primeiro fato que notei é que o livro é dividido em capítulos e a maioria deles sendo um contado por Selene e outro por Drake, e assim sucessivamente. ( INTERESSANTE) .
.
O livro conta a estória de Selene, qual sua vila é afetada sobrevivendo somente ela, em meio a toda essa dor da perda, ela ainda salva um dragão (DRAKE) que estava prestes a morrer.
.
Em meio a tudo isso, eles começam a se conhecer, ( um pouco desconfiados, pois no momento não há paz entre humanos e dragões). A partir daí começa - se a criar uma bela amizade entre eles e a busca pela paz entre suas espécies.
.
(É MARAVILHOSO!) Fiquei muito envolvida nessa estória gente! ( MUITO MESMO). Aos poucos Selene e Drake começam a se conhecerem mais e mais, e se apaixonam. Como que um dragão pode se apaixonar por uma humana? Rsrs ?. A escritora trás uma estória emocionante.
.
Devo dizer que o livro vem nos dizer que o amor é inexplicável, podendo assim existir várias formas de amor, seja entre uma humano e um dragão, como no livro ou não!
.
A escritora fez o uso de muitos Deuses (as) pelo fato também de Selene se envolver um pouco com magia e tals, enfim, outro ponto interessante.
.
Outro ponto, ela colocou um carinha que odiava dragões, mais que logo aprendeu a aceitar eles, o que mostra que outros também poderiam aceitar.
.
Gente, leiam esse livro por favor, é bom demais! Recomendo!
comentários(0)comente



Leituras de Uma Sonhadora 05/09/2017

Resenha
Livro: SELENE E O DRAGÃO
Por: MARÍLIA G. BARBOSA
Editora: PENDRAGON

? CAPA 5/5
Começamos a falar do quanto a capa é bem feita e convidativa em todos os aspectos, o desenho maravilhoso está em uma resolução incrível, a fonte meio draconiana em estilo gótico dá um charme especial. As cores têm um ótimo contraste, e com toda certeza é o tipo de livro que se pode julgar pela capa com todos os significados ocultos que vão sendo explicados conforme a leitura se desenrola.

? HISTÓRIA 4/5
Marília nos faz entrar na história de Selene, uma camponesa que vê sua vila ser destruída em meio à uma guerra, lá onde a magia é banida, ela tem o seu poder, assim como um livro raro e antigo de feitiços. Em sua fuga acaba se deparando com um grande dragão em perigo. Usando magia, ela faz com que o corpo draconiano se transforme em um humano.

E como recompensa, o dragão segue sua lei de ter de salvá-la duas vezes, uma por retribuição, e outra por agradecimento. Drake, que só via a maldade dos humanos, acaba achando aquela em especial muito peculiar por ir contra a violência.

Tudo na jornada apenas complica com a aparição de uma deusa que lhe dá uma missão da qual não pode recusar. Confesso que esta deusa medíocre me tirou do sério várias vezes. Assim como as confusões e aventuras onde Selene e Drake se meteram em busca de concluir o que precisam, além de encontrar um sentimento que jamais achariam que poderia nascer ali.

O livro é viciante do início ao fim, com uma escrita não muito elaborada. Uma coisa que não gostei muito foram alguns capítulos repetidos com visões diferentes, penso ser meio desnecessário. Ademais também posso comentar sobre os detalhes nos capítulos, nas páginas, é o mapa muito fofo no início. A história é envolvente, conquistadora. E com toda certeza espero ler o segundo livro ? Indico para quem gosta de uma boa aventura cheia de magia e dragões! ??
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3