A marca da vitória

A marca da vitória Phil Knight




Resenhas -


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Matheus 05/03/2019

Surpreendente
No início achei exagerada a comparação na contra capa com a ótima biografia de Steve Jobs, por Walter Isaacson. Mas me surpreendeu e superou as minhas expectativas. Uma autobiografia de Phill Knight, fundador da Nike. Quase um romance. Você mergulha na histórica pelas letras fluidas de Knight. É como descer em uma corredeira de um longo rio, sentindo a água. Às vezes fria, às vezes quente. Rápida e pedregosa em alguns pontos. Calma e profunda em outros. Um livro surpreendentemente divertido, de arrancar gargalhadas. De uma figura até então desconhecida para mim, e que de pronto se mostra apaixonante. Hoje Phill Knight ganhou mais um fã.
comentários(0)comente



Emanoel.Quadros 26/04/2019

Uma aula ou um mestrado sobre empreendedorismo!
Phil Knight conta como passou por momentos difíceis e não desistiu e ainda arrisco tudo apesar de inúmeras vezes estar sem credito, sem garantias mas com muita coragem e persistencia. Acompanhar a trajetória da empresa faz com você tenha mais admiração por ela e também entenda como chegou tao longe, hoje o símbolo do swoosh está em tudo, de relógios de pulso a skates e toucas de natação. A estratégia de longo prazo da empresa tem base desde o inicio que se concentra em basquete, corrida, futebol e cultura desportivas as estratégias sempre visaram aliar a Nike á atletas de alto desempenho passando mais credibilidade e gerando uma ótima associação a marca.

Recomendo
comentários(0)comente



jinjoujack 02/04/2017

Esperava mais
O livro narra a história da Nike até a década de 80. Fiquei com a sensação de que o livro poderia ter sido lançado em 1990 sem problemas. Como é um lançamento, nesse sentido, não atendeu minha expectativa.
comentários(0)comente



Nilson Gonçalves 22/10/2017

Sincero .
Ótima leitura. Sincero, transparente, honesto consigo mesmo e simples como jamais imaginei. Pra quem tem predileção por biografias (como eu) este livro é imperdível.
comentários(0)comente



gustavo.asth 28/02/2017

EMPOLGANTE E INSPIRADORA. UMA HISTÓRIA DE TIRAR O FÔLEGO.
A primeira coisa que notei ao pegar esse livro foi o fato de não ter capítulos. No começo estranhei. Mas pensando bem, a vida não é separada didaticamente por capítulos. Assim, a história da fundação da Nike é contada naturalmente através dos anos (e seus acontecimentos mais marcantes). A narrativa é tão fluída e tão empolgante que capítulos só serviriam para retardar a leitura. Como os obstáculos numa corrida. E por falar em corrida, ela permeia a história do começo ao fim e nos faz entender o espírito de superação por trás da Nike. Para mim, foi uma grata surpresa conhecer melhor essa história e constatar que o alinhamento da marca não nasceu de um departamento de marketing ou agência de publicidade. Muito pelo contrário, durante muitos anos seu fundador desacreditava na eficiência da propaganda. Por fim, vale dizer que A Marca da Vitória é uma mistura sincera e humana de autobiografia com relato inspirador de empreendedorismo, que nos faz torcer pelo protagonista Buck (Phil Knight) e seus parceiros como se fosse uma história de ficção com heróis e vilões.
comentários(0)comente



Tirso 12/05/2019

1972 é onde tudo realmente começa!
O início é bem monótono, contando a história de um moço "normal", que se formou em uma universidade de referência, tem condições para viajar o mundo e teve uma ideia "maluca", nada de novo! A dica que eu dou é não desista do livro até chegar em 1972, que é quando a história fica realmente interessante.

Não é um livro que foca muito nas estratégias empresariais como vi em algumas resenhas, porém não podemos deixar de comentar como é interessante descobrir que como nasceu o nome e a logo da Nike (que inclusive é do jeito mais simples possível). Os atritos com os fornecedores também são pontos intrigantes do enredo.

Na minha visão, não tem muito como criticar a história de uma autobiografia por motivos de nada ali ser inventado né? Mas no aspecto de ser interessante, eu realmente acho que este não é um livro que irá agradar todos.
comentários(0)comente



Raffafust 18/02/2017

Saber da trajetória de como foi criada uma das marcas mais reconhecidas no mundo é no mínimo curioso. No Brasil a Nike virou uma febre quando a seleção brasileira passou a usar o uniforme patrocinado por eles, muito antes disso em uma cidade o estado do Oregon . O que mais impressionou o mundo foi o autor ter escrito sua história já que é avesso a entrevistas e sempre deixou muito mistério no ar sobre como iniciou a marca e outras perguntas comuns dos jornalistas.



Phil Knight, o dono da Nike, começa contando como ele ueria ser um corredor mas viu que não deu jeito para a coisa, sempre ligados em esportes mas principamente em corrida ele notava que os tênis usados não eram tão macios e eram muito caros. SEm muita noçao do que faria da vida após formado e com uma especialização ele optou por pedir ao seu pai uma grana para ir até o Japão onde acreditava que poderia fazer negócios e trazer para seu país. VOcês tem noção do que era um americano querer ir ao Japão depois da guerra de Pearl Harbor? Mas ele conseguiu convencer seu pai e aos 24 anos, depois de se formar embarcou pro Japão. Ao invés de trabalhar para uma empresa, ele queria abrir algo próprio, que lhe rendesse uma boa grana mensal. Na viagem ao Japão ele conseguiu visitar uma fábrica de tênis e convencer seus donos a lhe mandarem como uma amostra teste para ver o mercado americano como reagiria, ele pagou apenas 50 dólares que eram emprestados pelo pai, mas antes de voltar para os Estados Unidos como a caixa demoraria muito ele optou por visitar a Europa e nessa viagem foi até a Grécia onde viu a estátua da deusa Nike, nome que sabemos que ele daria a sua empresa depois. Voltando a seu país e recebendo os tênis, ele fez contato com seu professor de educação física da facudade que entrou como sócio na venda dos tênis que ele achou super baratos e bons. Foi assim que em 1963 surgiu uma empresa com uma missão simples: importar do Japão tênis de alta qualidade e baixo custo. Ele nunca poderia imaginar que venderia tão rápido todos os calçados de suas primeiras encomendas. Claro que a trajetória para a Nike ser uma das marcas mais famosas do mundo não foi fácil, e Knight fala detalhadamente de todos os nãos que levou, de todas as histórias que teve fator sorte no mundo dos negócios e de cada coisa que não recomenda os novatos fazerem. Achei muito legal quando ele contou sobre como a logomarca foi criada e também sobre os primeiros modelos de tênis e das cifras astronômicas envolvendo grandes atletas que ele fez questão de conhecer muitos. O livro também tem destaque das relações com as pessoas que formariam a Nike: seu ex-treinador de corrida, Bill Bowerman, e os primeiros funcionários, um grupo de pessoas que muitas empresas talvez nunca contratassem mas que foram um case de sucesso na Nike.
Determinado e sem ter nenhuma noção ao mesmo tempo de quão longe chegaria, o autor nos mostra que sonhar é de graça mas realizar os sonhos depende de acreditar neles. Foi o que ele fez.

site: http://www.meninaquecompravalivros.com.br/2017/02/titulo-original-shoe-dog-titulo-no.html
comentários(0)comente



Danilo Vicente 19/09/2017

História supreendentemente boa
A história do fundador e CEO da Nike é surpreendentemente boa. Nada técnica, conta como a empresa nasceu de uma "ideia maluca" de um rapaz aos 24 anos de idade. A ideia pode ter sido louca, mas não ele, que foi dos EUA ao Japão atrás do início de seu projeto.

Falta ao livro esclarecer pontos notórios, como a relação com Michael Jordan, que resultou em uma explosão de vendas. E, claro, é uma autobiografia, o que significa apenas a visão de quem escreve. Mas Phil Knight escreve de maneira fluida, com uma história empolgante e diferente do que em geral se imagina.
comentários(0)comente



PARA TODOS OS LEITORES 20/03/2019

Envolvente
Livro: A Marca da Vitoria. A autobiografia do criador da Nike. Autor: Phil Knight. Editora Sextante.
?
Quando comecei o livro, acreditei que fosse aquelas historias clichês, das empresas que emergem no mercado, com uma trajetória de vitoria e sucesso apenas com coisas boas e sem contar os patrocínios familiares por trás, contada como um conto de fadas. Podemos dizer que sim, tem isso... mas me surpreendeu o fato como tudo aconteceu e como surgiu a ideia e dificuldades encontradas pelo Phil Knight. ( Sim, o Autor do livro é, também, o manda chuva da Nike).
?
O livro trata-se de uma auto- biografia do fundador da Nike, que teve uma ideia maluca os 24 anos, traçando sua trajetória até a década de 1980, o que me deixou um pouco frustrada, mas, é para retratar o ponto alto da Nike desde sua formação.  Ele retrata sobre sua família, tudo o que foi conquistado e o que foi deixado para trás ao ingressar nesta motivação de vida, que hoje chama-se Nike.
?
Confesso que a Nike ganhou mais um fã com este livro... Calmo, engraçado com uma escrita muito envolvente e fácil. Por ser uma  historia de uma empresa conhecida, desperta ainda mais a curiosidade. Viajamos de EUA para Taiwan junto com o Phil, com tantos detalhes e caminhos trilhados.
?
Caso você procure uma narrativa empresarial envolvida com gestão, liderança e processos, ainda não é este livro.  O livro é um romance, autobiográfico apenas com a visão do fundador da Nike.

Se estiver procurando um livro inspirador e empreendedor, é este aqui!
?
comentários(0)comente



Thales 23/10/2018

Esperava mais
Comecei o livro com a expectativa de um foco mais empresarial. O livro é bom porem foca em aspectos pessoais e comportamentais. Estava em busca dos aspectos do negocio.negociação engenharias finaceiras. Dificuldades logisticas e negociação com fornecedores.. Esperava isto.
Sem falar q o livro termina em 1980 quando a nike alcançaria o topo.. O livro não fala do apice da Nike...
comentários(0)comente



Patita's 25/11/2018

Inspirador
Amei este livro! A narrativa é fluida, envolvente, viciante. Muito bacana poder conhecer a história da vida de Philip Kgnight (ou Buck), de como a Nike foi concebida, os valores, as dificuldades enfrentadas na jornada até a empresa se consolidar. Por muitas vezes me vi transportada para o Japão, EUA, Taiwan, China, enquanto lia os acontecimentos na jornada de Buck, Bowerman e seus amigos (colegas de trabalho sem os quais a Nike não seria a mesma). Super recomendo a leitura.
Carol 08/12/2018minha estante
Comecei a ler e já li 100 páginas! Tô gostando!


Patita's 16/12/2018minha estante
Legal! Este livro é muito bacana, eu devorei também. rs.




Chang Tsai 05/01/2017

Cativante e inspirador!
Já tinha lido uma outra biografia sobre a Nike mas era uma história contada por alguém que via a empresa de fora. Nessa autobiografia, veremos o surgimento de uma gigante de artigos esportivos do lado de dentro. Leitura obrigatória para os aspirantes ao empreendedorismo e para os que estão na estrada há um bom tempo. Com certeza, poderão se identificar em muitas história contadas pelo seu cofundador, Phil Knight.
EJJ 01/09/2018minha estante
undefined




12 encontrados | exibindo 1 a 12