Segunda Chance

Segunda Chance Kamila Villarreal




Resenhas - Segunda Chance


8 encontrados | exibindo 1 a 8


joanice.oliveir 05/05/2017

Resenha: Segunda Chance - Kamila Villarreal
Segunda Chance é um romance maduro e irresistivelmente cativante e assustadoramente real e que poderia ser a história de nossa vida.

Mikael Karlström tem 40 anos e é recém-chegado na cidade Atibaia no interior de São Paulo juntamente com sua filha de 15 anos, Marie. Eles são pequena cidade de Halmstad na Suécia. Estão em solo brasileiro, porque Mikael agora é o engenheiro indicado para transmitir novos conhecimentos aos funcionários da Electrolux no país.



Sua adaptação ao país se dar lentamente, principalmente com idioma, porque demanda tempo que Mike não tem e somente ele tem contato com as pessoas, já que domina um pouco o português e sempre pede para que Marie fique dentro de casa para não passar por problemas, pois não sabe a língua nativa dos brasileiros.

“Mikael Karlström era seu pote de ouro no fim do arco-íris.”

Como o Destino adora aprontar com todos, Marie na ausência do pai decide pedir um pouco de leite na casa da vizinha louca que adora escutar Céline Dion no último volume e pior canta juntamente rs. No caminho que tem uma distância de poucos mais de 40 metros de uma casa para a outra, a jovem é atacada por um maníaco que tenta a todo custo abusa-la. Diana – dona da casa vizinha – escuta juntamente com sua filha Céline – sim, em homenagem a cantora rsrs – o pedido de socorro de Marie – Help!Help! – e decide ajuda-la.

Diana pega uma arma e pede para sua filha ficar dentro de casa. Ao sair ela ver o agressor e atira em sua perna. Céline sai de dentro de casa e auxilia sua mãe e a jovem atacada. A polícia chega e prende o criminoso. Ambas são levadas para prestar depoimentos e Marie receber os primeiros socorros.

O pai de Marie chega e não encontra sua filha e fica preocupado. Após comprar uns mantimentos para a despensa da casa, ele é surpreendido por duas mulheres pedindo para acompanha-las até o hospital. Uma policial e a outra Diana. Não sabiam Diana e Mikael que seus caminhos estão sendo juntados naquele momento.

Mikael agradece a Diana e a Céline – que falou em inglês com a Marie – em ter ajudado e cuidado de sua filha. A partir desse momento Diana coloca em sua mente em ser uma pessoa solidária e atenciosa com seus vizinhos. Ela começa a frequentar a casa dos Karlström querendo saber do bem estar dos dois, convidá-los para almoços e tudo mais. A mãe de Diana ver isso com certa preocupação, porque a filha tem algum motivo a mais para essa atenção especial com os vizinhos.



Marie e Cel viram amigas. A brasileira começa a dar aulas de português para a sueca e seu pai. Viram companheiras de sala de aula e confidentes quando percebem que seus pais estão apaixonados e tentando romper com seus passados para conseguirem ter um relacionamento sem problemas.

“ – Cada vez que você me toca, meu cérebro derrete, sua voz e seus beijos...me fazem perder a razão...Acho que quem fez alguma coisa foi você.”

Diana é uma nova mulher mais forte, alegre e feliz depois que conheceu seu engenheiro, porque muito antes sofrera nas mãos do pai de Cel que era violento, ignorante e perigoso. Mikael apaixonou-se em pouco tempo por sua jornalista, pois encontrou carinho, dedicação e uma nova chance de amar nos braços de Diana. Porém, da mesma forma que as Forças Universais trabalham para unir as pessoas, elas também adoram colocar desafios que nem sempre são fáceis.

Ciúmes, um ex-marido perigoso e ameaçador à espreita, a desconfiança de uma sogra e uma ameaça vinda de um momento de heroísmo somado ao retorno marcado de Mikael para à Suécia são os desafios para esse casal. Será que conseguiram vencer o relacionamento com data de acabar? Será que conseguirão lidar com seus fantasmas? E a falta de apoio e compreensão de alguns? Você entraria num relacionamento sabendo que teria que enfrentar distanciamento físico e ameaças de N formas?

Agradavelmente surpreendente. Segunda Chance é um romance doce, dramático e cativante que me conquistou no momento que conheci os personagens que são tão reais que parecem que os conhecemos.

“Ele a iludiu duas vezes, a enganou e a maltratou. Mas, ainda assim, deixou um presente maravilhoso, em forma de filha.”

Diana tem 37 anos, jornalista e sócia na revista Querido Leitor juntamente com Denise – sua amiga de faculdade -, mãe de Céline e principalmente criou sua filha com ajuda de sua mãe, já que o filho do Wendigo que era o pai da menina se recusava a assumi-la e dizia que odiava a criança e conviveu com ambas até Diana não aguentar mais e ir embora para bem longe, onde ele não as encontrasse. Ela é forte, mas emocionalmente desequilibrada e teimosa até demais. Teve momento que eu queria estrangulá-la, porque parecia uma adolescente brigando e se posicionando. Além de ela ter um azar para lá de sobrenatural. Parece até que acumulou azar das reencarnações rs, porque ela passa por três situações delicadas e perigosas e sobrevive, porque não era o momento dela.

Mikael é um amor de homem. Maduro, generoso, doce, atencioso e principalmente disposto a amar novamente sem se pretender muito com o passado. Ele assumiu a criação da filha após a morte de sua esposa Annika num acidente fatal e tenta a todo custo fazer seu relacionamento com Diana dar certo e conquistar a confiança de sua sogra Lucrécia.

“Apesar do pulso firme, Mikael era carinhoso, sabia que era bom pai e que vinha fazendo um bom trabalho desde a partida de Annika.”

Céline é bem teimosa como a mãe, todavia mais compreensível e flexível e algumas vezes parece mais racional em suas decisões e ideias. Odeia ter um nome famoso, mas ama sua mãe incondicionalmente. Marie é doce, falante e muito inteligente e tenta retornar à sua rotina após o ataque do maníaco e encontra em seus vizinhos, um caminho para um recomeço.

Dona Lucrécia é uma avó para lá de engraçada e solta cada palavrão que eu pensava assim: “Se mamãe escuta eu falar assim, vai lavar minha boca com sabão rs”. Ela ama sua filha e neta e por isso sente-se ameaçada com o relacionamento do engenheiro sueco com sua sonhadora filha, porque teme que o retorno dele para seu país machuque mais ainda o coração de sua primogênita.

Você pode pensar que é mais um romance, mas não é. Kamila envolveu suas paixões e tenho certeza um pouco de si nessa história. Suécia foi escolhida como país de Mikael e Marie por causa dos livros da série Os Homens que não amavam as mulheres que recomendo para todos e que fica mais evidente com os casos de violência contra as mulheres que é a temática chave nas obras de Stieg Largsson. Temos uma Diana que é jornalista que é a profissão de nossa autora e muitas outras coisas que tornam a história bem verídica nos dando a impressão de já conhecer os personagens.

Algo que gostei mais ainda é que não existe aquele drama mexicano que vejo nos romances que vendem aos montes por aí. Fico irritada com mocinhas frágeis e que se entregam na primeira piscadela do bad boy e esquecem-se de pensar nas consequências e principalmente com quem estão se envolvendo. Aqui o casal é maduro e marcado por perdas dolorosas sendo mais cautelosos, porque tem famílias e não querem desarmonizar seus lares, entretanto deixando claro que não vão deixar de ser felizes por caprichos de familiares.

Segunda Chance é o aviso de que a vida só termina – em plano físico – quando morremos. Que em vida mesmo tendo perdas e sofrimentos sempre podemos recomeçar através do amor e da esperança.

“Silêncio antes de nascer, silêncio após a morte. A vida é puro ruído entre dois silêncios insondáveis.” (Isabel Allende)


site: http://poesiaqueencantavida.blogspot.com.br/2017/04/resenha-segunda-chance-kamila-villareal.html
comentários(0)comente



Krizia Loiola 27/04/2017

Segunda Chance - Kamila Villarreal
Nesse romance de estreia da autora, nós temos a história desse casal amorzinho. Kamila conseguiu nos trazer experiências do cotidiano, também conhecido com Slice Of Life. Já tinha me conquistado nesse ponto.

De um lado temos Diana que é mãe solteira, vive no Brasil, com sua mãe Lucrécia e sua filha Céline. Diana vem de um relacionamento abusivo, no qual era vítima constantemente de agressões de Pablo. A gota foi quando as agressões chegaram a sua filha. Temos que saber dar um basta. Eu achei incrível a autora mostrar que só é preciso ter coragem.

Mikael por outro lado, é sueco, viúvo e pai solteiro. Vem para no nosso amado país através de uma ótima proposta de trabalho.

O inicio se da quando em uma fatídica noite, Marie filha de Mikael é atacada, pelo que chamamos de maníaco. Diana a salva. Nem preciso dizer né?... " A oportunidade faz o ladrão."haha Começa surgir aí um amor tão lindo e puro que vai nos conquistando página a página.

A história parece até que vai ser previsível, todavia temos alguns assuntos bem importantes abordados na trama. E o casal vai enfrentar dificuldades atrás de dificuldades para finalmente ter o famoso Felizes para Sempre. A vida lhes foi boa o suficiente para uma Segunda Chance. Independente dos problemas eles perceberam que eram melhores juntos, e que tinham encontrado o que muitas pessoas passam a vida procurando.

É maravilhoso como a Kamila soube nos passar isso sem precisar usar o lado apelativo. Tudo no devido momento, e com a devida delicadeza. Amei!!! Ela trouxe-nos os problemas de qualquer relação. A narrativa é bastante fluída. Eu sinceramente amei o Slice Of Life desse livro.Então, vamos só escolher a bebida de sua preferência e partiu leitura. Coisa de uma sentada. Vamos que vamos!!!

#Recomendo



site: https://cantinhodabrub.blogspot.com.br/2017/03/resenha-segunda-chance.html
comentários(0)comente



Lorena Caribé 09/03/2017

Resenha - Segunda Chance | Autora: Kamilla Villarreal
Um livro que vai emocionar e prender sua atenção. A autora soube muito bem dar delicadeza em certas ocasiões, conseguiu explorar os sentimentos e desenvolver bem a narrativa. Um final que tem tudo a ver. Com certeza, uma história que vale muito a pena ser conhecida e compartilhada. Recomendo !!!

Veja a continuação da resenha no Blog Aventura Literária

site: http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/2017/03/segunda-chance-autora-kamila-villarreal.html
comentários(0)comente



Joe de Lima 23/01/2017

O livro narra o romance da jornalista Diana Ferreira e do engenheiro sueco Mikael Karlström, que acabou de se mudar para o Brasil. Ele viúvo, ela ainda com a lembrança de uma relação abusiva. A princípio, os dois tem pouco contato, mas um incidente envolvendo a filha de Mikael leva a uma aproximação que incomoda as famílias de ambos.

Segunda Chance é um slice of life que conta uma história de romance mais pé no chão, sem lirismo e alegorias, mas ainda sim conseguindo-se manter como um livro leve e agradável.

A narrativa é bastante fluída e ágil e a autora descreve os acontecimentos com muito dinamismo. Embora o foco seja no relacionamento entre Diana e Mikael, há outros temas mais pesados como violência doméstica, a perda de entes queridos e até estupro, porém tudo é mostrado sem carregar no drama.

Isso mantém a leveza da leitura, mas também acaba tratando essas questões de forma superficial. Eu realmente gostaria de ter visto uma abordagem mais aprofundada de como tais experiências influenciam os personagens, principalmente Marie, que passa por um evento traumático logo nas primeiras páginas e o supera com relativa facilidade.

No entanto, essa é uma visão pessoal minha, e não é nenhum demérito para o livro, dentro da sua proposta.

Outro ponto a ser destacado é o tamanho pequeno. Com apenas 217 páginas, Segunda Chance oferece uma leitura rápida e direta, sendo uma boa pedida para quem busca um livro dinâmico e agradável.

site: https://desatinosporescrito.blogspot.com.br/2017/01/resenha-segunda-chance-de-kamila.html?showComment=1485218347785#c8388810666795593190
comentários(0)comente



Raiissa 18/01/2017

Resenha em vídeo
Mesmo não gostando do gênero, o livro me surpreendeu. A linguagem flui e as cenas são bem narradas. Falei mais por vídeo no meu canal.

site: https://www.youtube.com/watch?v=dbbAZllzl78
Diogo.Santos 06/02/2017minha estante
Caraaamba! Acho que não assisti essa resenha! Vou assistir hoje!:)




Daniela Garbez 17/01/2017

Romance de estreia da blogueira Kamila Villarreal
No começo parece que a história ficará apenas no simples, no previsível. Mas a trama aborda temas importantes, como estupro e abuso contra a mulher. Além disso, a autora soube dar delicadeza nessas ocasiões, explorar os sentimentos e desenvolver os acontecimentos.

Continue lendo no blog...

site: http://biolivros.blogspot.com.br/2016/12/resenha-segunda-chance-kamila-villarreal.html
comentários(0)comente



Ani 10/01/2017

Me limitarei a dar apenas a opinião sobre a obra sem aquela introdução que normalmente faço, pois acho que a sinopse fala o suficiente.
A escrita da Kamila foi amadurecendo desde quando eu a conheci. Tudo bem que textos jornalísticos e enredos literários possuem uma grande diferença e eu sempre consigo descobrir quando um autor é jornalista, pois há um cuidado maior nas descrições e até mesmo pesquisas sobre locais e palavras.
O livro trás alguns assuntos polêmicos e que infelizmente acontecem diariamente em nossa sociedade. Por ser amiga da autora, foi praticamente impossível não ligar as vontades e escolhas da personagem com a própria Kamila, inclusive a revista literária onde Diana trabalha foi idealizada em sala de aula.
Gostei da ação que ocorre durante o decorrer do enredo, afinal, eu sou a louca do drama e acho que a Kamila soube dosar bem isso. Uma das poucas coisas que me incomodou bastante durante a leitura foi os nomes escolhidos para as personagens. Isso não acontece apenas nesse livro, mas em todos os outros que leio e vejo uns nomes que eu penso “mas gente... qual a necessidade?” É compreensível que as paixões falem mais alto, mas não curti os nomes. Desculpa, Kamila.
Em suma, o livro tem uma mensagem muito bonita e merece ser lido. A obra foi escrita para participar de uma promoção da Amazon e está disponível apenas digitalmente.

site: http://www.entrechocolatesemusicas.com/2016/12/segunda-chance-kamila-villarreal.html
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8