O Arcano Nove

O Arcano Nove Meg Cabot




Resenhas - O Arcano Nove


152 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Samu 18/05/2016

Infantil
A história é bem interessante, embora pareça um draminha adolescente desses q tem aos montes pra venda. Vale bem para pré-adolescentes eu acho, crianças tb, mas pessoas mais velhas não recomendo por ser realmente bem bobinho, embora possa interessar quem gosta do estilo.
comentários(0)comente



Mariély 11/04/2016

3,5 estrelas.
Adoro todo o contexto da história, mas achei esse segundo livro um pouco mais parado. Poderia ser melhor desenvolvido, existia muito potencial, mas no final das contas acabou sendo uma enrolação e não aprofundou em nenhum tema ou personagem específicos, apenas histórinhas bobinhas.
comentários(0)comente



Lanny 26/03/2016

Legal
É uma história bem simples, mas bem elaborada. A Susannah ao mesmo tempo que é atrapalhada e entra em confusões que até Deus duvida, sabe se virar muito bem sozinha. É claro que ela sempre tem ajuda, mas como ela mesma diz, ela tem a situação sob controle. Esse controle é debatível, mas tem. kkkk O que tá cansando é essa situação indefinida com Jesse, eu não sei se ele realmente queria beijar ela, ou se é coisa da cabeça dela.
comentários(0)comente



Bia Himeragui 16/02/2016

A mediadora /Meg Cabot - Resenha múltipla

Basicamente, a série conta a história de Suzannah Simon, uma garota de 16 anos que está se mudando para Califórnia . Suze, perdeu o pai muito nova, aos seis anos de idade, e sua mãe, uma repórter local, casou-se com Andy, u viúvo, pai de três filhos : David, Brad e Jake que Suze ''carinhosamente'' os apelidou de Mestre, Dunga e soneca. A única coisa que Suze realmente lamenta por ter que se mudar, é ter que ficar longe da sua única e melhor amiga ,Gina! Apesar de parecer uma adolescente normal, como todos os outros, ela tem algo especial. Isso mesmo, um dom ! ELA É UMA MEDIADORA! Isso significa que além de ver fantasmas, ela os escuta e ainda fala com eles! Em Terra das sombras ela percebe que terá alguns muitos problemas, pois além de se mudar, terá que aprender a conviver com Jesse, um fantasma que mora em seu quarto a muito e muitos anos! Mas não basta morar com um fantasma, nãããão. Jesse ainda por cima, é lindo, cheio de charme, cavalheiro, protetor e altruísta! Mas esse é um dos menores problemas de Suzannah, em sua nova escola, ela descobre que seu diretor , Padre Dominic, tem seu mesmo dom, e ela começa a desenvolver alguns problemas com Heather, uma fantasma ex-aluna do seu atual colégio!
Arcano nove: Uma fantasma, acorda Suze no meio de seu sono! Gritando para que ela avisasse a um tal Red que ela o avisasse que ele não é o culpado. Mas Suzannah acaba fazendo uma confusão, e encontrando o cara errado, em meio a essa situação ela esbarra em um monte de segredos e perigos que nem deveria ter entrado!
Reunião : apesar da boa notícia que sua amiga Gina, vá passar uma semana com Suze, ele percebe que durante esse tempo não poderá ficar tão perto de Jesse , sem falar no fato de que agora seus irmãos estão disputando a atenção de Gina. Dessa vez, ela é atormentada por 4 adolescentes (mortos é claro) , que morreram num acidente de carro, indo para a formatura. O quarteto, denominado ''Anjos da RLS'' estão decididos a matar o motorista que dirigia o outro carro que talvez tenha causado o acidente. O problema é que o garoto ue causou o acidente é um ''bobão'' e agora se vê apaixonado por ela!


A hora mais sombria: Suzannah resolve trabalhar de babá no Hotel Pebble Beach , no emprego ela conhece Jack, um garotinho, que apesar de muito novo é esquisito e anti-social , sem falar que ele esconde um grande segredo. Jack, tem um irmão mais velho, Poul Slater que é super atraente e aparentemente está muito interessado nela. E ela fica feliz por ele estar vivo, já que Jesse , o cara por quem ela tem uma ''queda'' está morto! Esse livro foca na história de Jesse, nos motivos da morte dele, e nele conhecemos Maria de Silva e seu Amante Félix Diego , esses dois farão Suze passar por maus bocados juntamente a Jesse . Suzannah enfrentará a hora mais sombria da sua vida!
Assombrado: Pou Slater,agora se mudou para a sua mesma cidade e como se não bastasse para seu colégio também, e além disso ele está disposto a conquistá-la, Suze e Jesse tem um desentendimento e ele decide abandonar seu quarto e morar na reitoria de seu colégio juntamente ao Padre Dominic . O ponto forte desse livro, são os segredos de Poul e o desentendimento que ele tem com Jesse.
Crepúsculo : O último livro da saga! Poul parece ser expert em absolutamente tudo , e mesmo que ele tenha prometido a Suze que não iria ''matar'' o fantasma Jesse, ele tem outros planos. Ela tem que impedi-lo, e a pessoa com quem poderia contar com ajuda , o Padre Dominic está agora viajando ! Mas depois de seus esforços, Suze acaba fazendo com que as coisas deem certo e até acaba assumindo que ama Jesse!

site: http://pessografia.blogspot.com.br/2016/02/a-mediadora-meg-cabot-resenha-multipla.html
comentários(0)comente



Ana 06/02/2016

Divertido
Essa nova aventura de Meg Cabot para Suze é bem mais trabalhada e consegue ser divertida por diversas vezes. Suze é uma personagem cativante e é fácil se ligar a ela. Uma leitura rápida, leve e divertida. Ótima pedida para quando se tem umas horas sobrando. ?
comentários(0)comente



Su 28/01/2016

Essa é a continuação do livro A terra das sombras. É um livro fácil de ler. Mas, não se engane, ele vem recheado de ação, mistério e romance.
Depois de chutar a bunda de Heather da Academia da Missão (traduzindo, exorcizá-la), era de se esperar que Suzannah tivesse algum descanso. Mas, isso não acontece. Agora ela é acordada quase todas as noites por um fantasma gritando e aos prantos.
O fantasma em questão revelou ser uma mulher que precisa passar uma mensagem para uma pessoa cujo nome/apelido é Red. A mensagem é simples, ele não a matou.
Como ela não fornece nenhum outro detalhe, Suze é obrigada a pedir informações sobre essa pessoa. O que a coloca em grandes apuros.
O clima de romance entre ela e Jesse aumenta. Mas ainda não se concretiza. E, se Jesse não está disposto a partir para um contato físico, há um humano que assume essa incumbência. O que nos proporciona muitas risadas ao ver um fantasma com ciúmes. Como nessa cena:
“Ao luar dava para ver que a expressão de Jesse era de determinação teimosa. A teimosia não era mistério:
Jesse talvez fosse a pessoa mais teimosa que eu já conheci. Mas eu não podia
deduzir o que ele estava tão decidido a fazer, a não ser, talvez, arruinar minha vida.
– Vocês estavam.
– A gente só estava se despedindo - sibilei para ele.
– Eu posso estar morto há cento e cinquenta anos, Suzannah, mas isso não
significa que não saiba como as pessoas se despedem. E em geral quando as pessoas
se despedem cada um fica com a língua na própria boca.”
O desfecho da estória foi surpreendente, e na verdade me emocionou.

site: http://detudoumpouquino.blogspot.com
comentários(0)comente



Camila Márcia 06/01/2016

Interessante
O que mais me intriga nessa série é que cada livro se passa em pouco tempo (questão de dias) e um é bem seguido do outro, não tem intervalo.
Em Arcano Nove acompanhamos novamente Suze e suas peripécias como mediadora, agora ela tem que passar uma mensagem de uma fantasma que lhe aparece nas madrugadas gritando e chorando.
Jessie, o fantasma gostosão que mora no quarto de Suze tanta ajudá-la e fazê-la encarar seus dons de uma forma séria, mas Suze é muito cabeça-dura e Jessie tem que ser muito fofo e paciente para aguentar (sério: haja paciência).
Depois, nesse livro tem todo um mistério envolvendo a família multimilionária Beaumount que tem um passado bem tenebroso e claro que Suze vai se meter em apuros e descobrir muita coisa perigosa nesse livro, além disso, Suze se envolve com Tad – um garoto lindo, gostoso e rico, mas completamente idiota – e isso deixa tudo mais complicado.
Assim como no livro anterior, em Arcano Nove nossa personagem principal tem uma tendência a gostar de garotos humanos complicados e problemáticos, além disso, os humanos com quem ela se envolve mesmo sendo bonitos e ricos são patetas e simplórios, isso é tão desmotivante. Não consigo me agradar de nenhum, não podemos nem dizer que há um triângulo amoroso porque não há competição: Jessie ganha sempre!
Não posso dizer que eu gostei mais desse livro do que do anterior, pois eu prefiro ainda A Terra das Sombras achei a história mais coerente e menos cansativa, nesse segundo volume da série há tanta explicação repetida que chega a ser um saco ficar lendo e relendo a mesma coisa, achei desnecessárias tantas explicações para o curso natural do livro, acredito que tem coisas que se auto explicam sem a necessidade de explicar tão detalhadamente.
Outro ponto que me deixou chateada foi o fato da Suze – que passei a admirar no livro anterior – ter se tornado uma adolescente irritante, chata, metida a sabichona, orgulhosa e simplória, tudo bem que em vários momentos essas ‘desqualidades’ me faziam dar risadas, mas isso não muda o fato de uma personagem que tinha características boas estar se tornando obsessivamente enjoativa. Terrível.
Não obstante, acredito que a série A Mediadora ainda tem muito a dar e, certamente, quero conferir absolutamente tudo, confesso que estou ansiosa para um livro onde fale mais do Jessie, em que ele tenha mais participação, ou que haja um triângulo amoroso que realmente valha a pena.

site: www.delivroemlivro.com.br
comentários(0)comente



Thananda 04/11/2015

Suzannah metida em mais confusão
A mudança de Nova York para a Califórnia fez muito bem à Suzannah. Antes ela era uma garota com uma única amiga, agora em seu novo lar em poucos dias se tornou popular na escola, membro do conselho estudantil, fez vários amigos e até está flertando com Tad, um rapaz gatíssimo que ela conheceu numa festa da piscina na casa de uma colega de classe, com quem (finalmente!) teve seu primeiro encontro.

Embora tudo esteja indo bem, Suzannah não tem folga como mediadora. Há apenas duas semanas ela despachou um fantasma raivoso que assombrava sua nova escola. Agora, graças um fantasma que invadiu o seu quarto no meio da noite pedindo para que ela entregue um recado, Suzannah se vê enredada no meio de intrigas de uma família muito poderosa (e extremamente perigosa) da região - por coincidência, a família de Tad.

Contra o conselho do Padre Dom e dos fantasmas de seu pai e do lindo e complicado Jesse, Suzannah tentará resolver esse problema do seu jeito, o que só complicará ainda mais sua situação, colocando como nunca antes a sua vida em risco.

Este é o segundo volume da saga A mediadora, de Meg Cabot, e como o primeiro, é leve e descontraído, com diálogos hilários e cheios de referências nerds ( o que eu adoro); uma leitura rápida e relaxante. Recomendo :)

Siga-me no twitter e no instagram: @nandatgcs
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Paula 18/10/2015

ATENÇÃO: SE VOCÊ AINDA NÃO LEU OS LIVROS ANTERIORES, PODE CONTER ALGUM SPOILER!

Nesse segundo volume da minha série queridinha A Mediadora, os fantasmas continuam sendo o tema central da história de Suzannah Simon. Porém, o leitor vai perceber a protagonista um pouco menos durona que o habitual, além da inesperada popularidade na Escola da Missão. Ela foi convidada para a festa de Kelly, uma das amigas do último fantasma que mediou, e lá conhece Tad, um cara que parece interessado nela (apesar do estilo meio brega).

Sofrendo com uma alergia de sumagre venenoso e com uma pequena paixonite por Tad, Suze ainda tem que aguentar os sermões Como ser um mediador do Padre Dominic, que não esqueceu o episódio de exorcismo que destruiu uma parte da escola. Sem perceber, a personagem acaba utilizando técnicas mais gentis para lidar com as almas, e seu novo caso pode trazer muitas surpresas boas... e encrencas também.

O livro segue o padrão de narração em primeira pessoa, com um enredo simples e muito engraçado. Como no volume anterior, encontrei vários erros de revisão, digitação, gramática... acho que o tradutor deixou a desejar. Só para citar um exemplo: o verbo to be, que é empregado em inglês como "ser" ou "estar", foi traduzido errado várias vezes nos livros da série, deixando as frases sem sentido. Seria interessante a editora rever isso.

O desenrolar da trama é surpreendente, temos até uma pitada de vampirismo que, posteriormente, toma um rumo inesperado. O romance entre Suzannah e Tad ficou meio engessado, talvez pela minha torcida incessante pelo Jesse gostosão. Os personagens continuam bem construídos, principalmente a protagonista, que passa muita realidade. Em nenhum momento a autora colocou-a em um pedestal e afirmou: Suzannah Simon é demais.

Enfim, não tenho como não recomendar essa leitura, apesar dos chatíssimos erros de português. É leve, engraçada e nos possibilita ver um amadurecimento gradual da personagem principal.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sandy 26/07/2015

O Arcanjo Nove (#2 A Mediadora)
Adorei a continuação desta série!!! Achei que a história está super empolgante, porque eu levei 2 dias para terminar a minha leitura.
Amei o fato de Meg Cabot ter utilizado o senso de humor para diversas situações que Suzannah passa no desenrolar da história e também pela mesma continuar a fazer com que esta personagem seja corajosa (a tal ponto que ela sempre enfrente todas as ameaças e problemas que a rodeia) e decidida (pois apesar dela ter aconselhada por seu pai e Jesse a tomar outras atitudes, ela não mudou de opinião, fez aquilo que achava melhor).
Adorei também o final... ansiosa por ler o terceiro livro!!!
comentários(0)comente



Mandy 10/06/2015

A mediadora - O Arcano Nove
No segundo volume da série A Mediadora, O arcano nove, Suzannah Simon se encontra envolvida em mais um caso envolvendo fantasmas. Dessa vez, um fantasma de uma mulher aparece em seu quarto chorando muito, falando para Suze dizer a um tal de Red que não foi ele quem a matou.
Suzannah inicialmente fica meio perdida de como encontrar esse homem, mas logo conta com a ajuda de seus dois únicos amigos da Califórnia, Cee-Cee e Adam, para obter informações sobre o tal sujeito.
Suze acaba se metendo em uma situação muito perigosa que põe em risco sua própria vida e a vida de seu "namorado" Tad.
Apesar desse livro apresentar situações bem arriscadas envolvendo a protagonista e outros personagens, a autora não deixa de fora seu lado cômico de contar os fatos como Suzannah os vivencia e relata.
comentários(0)comente



Tracinhas 07/05/2015

por Juliana Arruda
Então, eu reli a série novamente e nem preciso dizer que me apaixonei de novo pelo Jesse, certo? Bem, essa é a primeira parte do vídeo (1/3) onde eu resenho o primeiro livro, A Terra das Sombras, e o segundo livro, O Arcano Nove.

Fiquem ligados e aproveitem! *u

site: http://jatracei.com/post/118339764642/resenha-31-a-mediadora-parte-1
comentários(0)comente



Camila 21/04/2015

Interessante!
Agora a história começou a ficar interessante!
Bora para o próximo livro!!
comentários(0)comente



152 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |