Ao Seu Encontro

Ao Seu Encontro Abbi Glines




Resenhas - Ao Seu Encontro


23 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Iza 21/01/2017

Impecável
Que sequência impecável, espero que o próximo protagonista seja o Capitão ....
Adoro esta série.
Queren-Hapuque 10/02/2017minha estante
Pois Iza, você acertou. a próxima história é do Capitão. Só não sei quando será lançado o livro.




Paloma 27/01/2017

ILUSÕES NOTURNAS
Quando eu finalizei a leitura de À sua espera fiquei satisfeita com o final, queria ler a continuação, mas achei que ela não era tão necessária, MAS foi ai que eu pequei... e sim tinha necessidade dessa sequência em especial e acho (SÓ ACHO) que deveria ter mais um livro sobre Mase e Reese.

(IMAGEM 1)

Em Ao seu encontro, Mase e Reese, estão mais fortes, mais unidos e com um relacionamento mais estável. Reese está muito mais confiante e quer seguir sua vida; e Mase se mostra de uma maturidade ímpar diante dos problemas.

Com personagens secundários que agregaram significativamente a história, tanto do casal, quanto as individuais dos personagens, podemos ver como o amor do casal principal é sólido.


Reese teve que enfrentar alguns obstáculos nesse livro - Aida, Marco, emprego, construir laços com sua família recém descoberta, Capitão (mas esse em especial, apesar de irritante, é impossível não amá-lo, e eu estou mais que ansiosa para saber mais sobre ele)... entre outros desafios que mostrou o quanto ela cresceu e amadureceu de um livro pro outro e sempre com a ajuda de Mase.

(IMAGEM 2)

>>>>> Você pode conferir a resenha na íntegra e suas imagens clicando no link do blog!!!!


site: http://ilusoesnoturnas.blogspot.com.br/2017/01/resenha-ao-seu-encontro-abbi-glines.html#more
comentários(0)comente



Mais Clube 16/03/2017

Ao Seu Encontro
Na continuação do livro A Sua Espera, Reese está aproveitando e conhecendo sua nova família. Após descobrir que tem um pai, um irmão e uma avó ela embarca para Chicago para conhecer mais esses familiares. Mas a saudade de Mase, que teve que voltar para fazenda, a faz retornar mais cedo para casa.
O que ela não esperava era que Mase pudesse ter uma intimidade com outra pessoa, não querendo cometer os mesmos erros do passado ela decide tirar essa história a limpo e eis que conhece Aida, a prima dele. Só que o comportamento dela é estranho para ser somente uma prima e mesmo fazendo de tudo o possível para que Aida gostasse dela, Reese não consegue ganhar a amizade ou simpatia dela.
Indo morar na casa de Mase, Reese não tem nenhuma ocupação ou trabalho. Sentindo um ócio grande ela se surpreende com o forte desejo de trabalhar e quando surge a oportunidade de trabalhar num escritório, o que é um grande avanço devido a sua dislexia. Porém o trabalho trás novas dificuldades, como o fato de ter que estar sempre próximo de River Kipling (para aqueles que não lembram ele é o irmão da Blaire, que apareceu no segundo livro da série, mais conhecido pelo apelido de Capitão), o misterioso irmão da Blaire.
Mase finalmente está com sua Reese na fazenda e a felicidade não poderia ser maior. Ele não consegue entender o porquê de Aida está se sentindo tão possessiva em relação a ele, ela nunca foi desse tipo e as atitudes dela com a Reese vem extrapolando o limite de sua paciência. Um outro problema é o forte sentimento de posse que sempre sente, especialmente quando River está próximo, o ciúme que ele sente de Reese é muito grande e o medo de um dia perdê-la o faz ficar ainda mais possessivo.
Mesmo com tudo o que acontece no decorrer da história é inegável o enorme sentimento que um sente pelo outro, assim como a evolução e amadurecimento deles (Reese com seus problemas enormes do passado e a insegurança em relação a sua dislexia, e Mase com seus problemas familiares com Kiro). Mas quando o passado vem a tona e trás com ele traumas muito grande que pode ruir com tudo o que eles construíram.
Nesse livro nós vemos uma evolução em Reese e em Mase, no relacionamento deles assim como com os seus familiares. A descoberta da nova familia de Reese, o ressurgimento de River (eu nem lembrava da existência dele) e a volta de queridos personagens é maravilhoso e faz a história se tornar mais viciante. Como sempre há uma nova vaca no pedaço, e dessa vez o cargo fica para a prima de Mase (Aida) que sofre de uma paixonite crônica pelo primo. O toque de tensão veio com o retorno do grande pesadelo de Reese, trazendo uma grande ameaça ao relacionamento do casal. Fique um pouco confusa com a participação de River e do pai de Reese na história e o mistério que envolve esses dois… Bateu uma curiosidade para saber mais sobre a história deles.

A Abbi mais uma vez fez um maravilhoso trabalho com o livro, com um casal apaixonante (e problemático). Eu amei o Mase e adorei a força que a Reese ganhou no decorrer da história. Agora é esperar pelo próximo livro…



site: http://maisclube.com.br/2017/02/ao-seu-encontro-abbi-glines.html
comentários(0)comente



Meu Vicio em Livros 27/01/2017

NÃO É DESNECESSÁRIO!! SEMPRE QUERO MAIS DESTE GRUPO MARAVILHOSO

Mais uma vez a Abbi arrasou e me deixou apaixonada!! Mesmo com a narrativa previsível e clichê, esta leitura foi extremamente deliciosa, rápida, viciante e eu não consigo ficar enjoada de tudo isto. Neste volume ela ainda conseguiu introduzir com maestria o protagonista do próximo livro. River, mais conhecido como Capitão, para quem não lembra é o meio irmão da Blaire e apareceu pela primeira vez em Tentação Sem Limites. Ele foi um dos destaques do enredo e no começo eu odiei o cara, mas depois entendi os motivos dele. Preparem-se também para derramar um pouco mais de lágrimas com o drama que vocês já devem ter conhecido no conto gratuito do Kiro (baixe o seu aqui).

Este livro começa de onde A Sua Espera parou. Mase e Reese ainda estão loucamente apaixonados e ela foi viver com ele no Texas depois de finalmente conhecer seu verdadeiro pai e passar um tempo com ele. Ao chegar de viagem, Reese ainda enfrenta a prima de Mase, uma cobra que é apaixonada por ele sem que ele nem faça ideia disto e que vai causar alguns problemas no relacionamento dos dois. Reese decide que o próximo passo na sua vida é arrumar um emprego, colocar a prova sua evolução no aprendizado e vencer de vez a dislexia. Foi isto que eu admirei nela, mesmo superprotegida pelo Mase, ela resolveu enfrentar suas inseguranças e cada avanço no seu ambiente de trabalho foi uma conquista. É lá que ela terá as maiores interações com o Capitão, o que vai trazer a tona o lado possessivo do Mase, como se ele precisasse de mais motivos para dar uma de macho alfa né?
LEIA COMPLETA NO LINK:http://www.meuvicioemlivros.com/2017/01/resenha-ao-seu-encontro-livro-12-da.html

site: http://www.meuvicioemlivros.com/2017/01/resenha-ao-seu-encontro-livro-12-da.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Camila 20/02/2017

Uma continuação ótima para Mase e Reese!
Apesar de “Ao Seu Encontro” ser a continuação da história de Mase e Reese, o clima desse livro é um pouco diferente do de “À Sua Espera”. Enquanto o primeiro livro focou nos traumas do passado de Reese e na luta de Mase para conquistar a confiança e o amor da garota, esse segundo livro já é mais focado no dia-a-dia dessa nova vida que eles pretendem construir juntos.

Não é nada fácil para Reese se mudar para o Texas e entrar de vez na vida de Mase. Aquela bolha de amor que eles viveram em Rosemary Beach ficou para trás e agora ela vai conhecer a rotina de Mase e conviver com sua família, incluindo a cretina da Aida.

E é aí que Mase vira um bestão e dá uma de Rush, que vivia acudindo os dramas de Nan. Basta a priminha fazer cara de pidona que ele vai lá, deixando Reese de lado! E é bem feito para ele que entrou em cena o Capitão… Não que o Capitão seja um personagem muito interessante, mas serviu para atiçar as coisas e fazer Mase enxergar que só amar não basta!!

A única coisa que me incomodou um pouco nesse livro foi que eu esperava muito mais do começo dele… No final do primeiro livro a autora jogou uma bomba e deixou os leitores super ansiosos para saber o que viria em seguida, mas quando esse livro começou, fiquei com a sensação que a bomba não passou de uma biribinha!! Rs…

Mesmo assim adorei esse novo livro e já estou pensando no próximo!! rs…

Se você ainda não conhece essa série e curte livros New Adults – com personagens entre os 18 e 30 anos e com uma pegada hot – vale a pena dar uma chance para essa leitura! Fica ainda a dica para quem quer começar a ler a série: siga a ordem de publicação dos livros. Por mais que os livros tragam histórias de casais diferentes, ler na ordem é importante para que o leitor entenda tudo o que está acontecendo em Rosemary Beach e não pegue nenhum spoiler indesejado. Rs…

(Trecho da resenha publicada no Blog Leitora Compulsiva)

site: http://leitoracompulsiva.com.br/ao-seu-encontro-abbi-glines/
comentários(0)comente



Neyla 28/02/2017

Antes de começar a ler Ao Seu Encontro, me deparei com uma resenha nada agradável desse livro, escrito de uma forma tão cheia de revolta que fiquei um pouco "chocada". Apesar de, até hoje, nunca ter me decepcionado com um livro da Abbi, as críticas me deixaram apreensiva pelo teor das coisas que foram escritas. Não iria deixar de ler por conta disso, portanto me joguei na leitura e aproveitei cada pedacinho dessa história. E já vou avisando que essa resenha tem alguns pequenos spoillers do livro anterior, portanto se quiser pular o resumo e ir para a minha opinião, fique a vontade.
Ao Seu Encontro começa com o retorno de Reese à fazenda de Mase após uma temporada na casa do pai que conheceu recentemente. A vida dessa garota nunca foi fácil, mas mesmo com todos os abusos e problemas que enfrentou, ela conseguiu dar a volta por cima e provar pra si mesma que não era tudo aquilo que ouvia das pessoas. Claro que, boa parte do seu avanço não se deu sozinho e de uma hora para a outra. Ela contou com a ajuda de Mase, que sempre acreditou nela e a incentivou a ir além, e também com sua dedicação e vontade de ser mais. Desde que Mase entrou em sua vida, tudo ficou melhor. Apesar do jeitão possessivo, ele é um amor, super dedicado a Reese e a tudo que diz respeito a vida dela. Ele não a limita, respeita suas decisões e está sempre pronto para reforçar o quanto ela é importante em sua vida. Morar juntos é um passo decisivo para esse casal que quer apenas ser feliz e viver o amor em toda sua plenitude.
Mas se você acha que tudo serão flores na vida desse casal, ah minhas amigas, vocês estão bem enganados. Nesse novo livro nosso casal vai se deparar com novos problemas e um deles atende pelo nome de Aida, prima de Mase. Ela sempre foi apaixonada pelo nosso cowboy e a chegada de Reese não será aceita de bom grado pela moça, que faz de tudo para afastá-los e para colocá-la pra baixo.
Mas não pensem vocês que as dores de cabeça são algo que somente Reese precisa lidar. Mase também terá sua parcela de ciúmes quando Capitão, um cara misterioso e lindo, entra em cena e parece disposto a mostrar à Reese que Mase não é, nem de longe, o tipo de homem certo para ela. Será que o amor de ambos é tão forte que irá resistir a tudo isso?
Quando li À Sua Espera fiquei apaixonada pela história e, principalmente, por Mase. Achava que ele seria livro único e, apesar de ter ficado curiosa pela forma que ele terminou, não vi necessidade de um segundo livro. Meu medo era "a história não ter história" e ficar "tudo por aquilo mesmo". E inicialmente até achei que isso fosse acontecer já que as cenas mais hots estavam bem frequentes. Contudo, Abbi não decepcionou e quando as coisas começaram a acontecer foi pra deixar tudo ainda melhor!
A inserção dos novos personagens deu um up na trama e fez com que ela ganhasse um tom bem diferente do primeiro livro. Adia é uma criatura detestável. Mimada, ela sente um ciúme doentio por Mase e trata Reese com tamanha dissimulação que chega a ser irritante. Já Capitão é diferente. Apesar de estar sempre pronto para irritar alguém, ele conseguiu ganhar minha simpatia por conta de um pequeno detalhe lá para o meio do livro, quando ele apresenta a Reese um garotinho que também é disléxico e que supera seu problema a cada dia. Achei o gesto muito fofo e me fez ver algo nele além da suposta prepotência.
Personagens dos livros anteriores também estão presentes neste livro e foi maravilhoso reencontrá-los, principalmente Rush (por motivos óbvios de eu amo esse cara e se ele aparece já fico feliz). Outro ponto que me agradou muito foi acompanhar, mais uma vez, o drama que ronda Kiro Maning. Fiquei com o coração apertado demais e sinto que teremos notícias deles em breve.
Ao Seu Encontro foi uma leitura pra lá de agradável, que continuou romântica e que mostrou, mais uma vez, a força do amor desse casal. A trama é clichê? Sim, bastante. Mas é aquilo que eu sempre digo: por mais clichê que a trama seja, Abbi consegue ir além e encantar o leitor com sua escrita. A agilidade das cenas, os personagens tão cheios de singularidades e as histórias de amor e superação, são para mim o ponto chave desse livro. Assim como os demais livros da série, os capítulos desse volume também são intercalados entre os personagens, permitindo com isso que o leitor tenha acesso ao ponto de vista de ambos.
Estou muito curiosa para ler o próximo livro que será do Capitão. Abbi já deixou um pequeno gancho e acho que a história tem tudo para ser muito boa, ainda mais por ter um personagem tão misterioso. Estou em cólicas de ansiedade.
Mais um livro apaixonante de uma série que é encantadora demais. Se ainda não conhece, precisa mudar isso rápido. Recomendo demais!
comentários(0)comente



Julia G 10/03/2017

Ao seu encontro
O primeiro contato que tive com a escrita de Abbi Glines foi bastante recente, quando li À sua espera, livro da série Rosemary Beach que conta o romance entre Mase e Reese. O último capítulo daquele livro deixou um imenso ponto de interrogação e uma enorme curiosidade, e eu queria logo compreender melhor aquela novidade trazida tão no finzinho da história.

Infelizmente, nesse aspecto, Ao seu encontro, que é sequência daquele volume, deixou um pouco a desejar. Eu estava ansiosa para saber mais detalhes da família de Reese e da busca empreendida para encontrá-la e, em vez de aproveitar o gancho e criar uma boa trama em cima disso, a autora "pulou" essa parte, comentando alguns acontecimentos bem superficialmente, e passou para uma trama totalmente diferente. Uma pena, já que se tratava de um contexto que poderia ser explorado com mais detalhes.

Ainda assim, após essa pequena frustração inicial, a leitura logo engrenou e devorei o livro em poucas horas. Também pudera, Abbi Glines tem uma escrita fluida e dinâmica e os capítulos curtos, de três ou quatro páginas cada, contribuem para aquele típico "só mais um capítulo" eterno. A narração em primeira pessoa, intercalada entre os protagonistas da história, que já era adotada no primeiro livro, continuou agradando, já que permite compreender a sinceridade de ambos os personagens.

"- Saber que minha filha está com um homem que é capaz e vai protegê-la com a própria vida é reconfortante para mim. Ela ama você, e posso ver que você a ama. Mas quero que entenda que, se em algum momento você deixar de amá-la ou não puder protegê-la, deve trazê-la para mim. Está me entendendo?
Eu jamais iria desistir de Reese. Por motivo nenhum.
- Estou. Mas esse dia nunca vai chegar. Reese é minha vida. Ela é o meu futuro."

Como no livro anterior, a trama envolve e é gostoso acompanhar o desenvolvimento do casal, o amadurecimento de Reese e Mase diante das dificuldades que enfrentam. Claro que se trata de um romance de entretenimento e não há um grande aprofundamento nos aspectos psicológicos para além dos sentimentos dos dois, mas os temas sérios tratados no primeiro livro, como abusos físicos e psicológicos, bem como a dislexia, trazem reflexos para esse segundo livro e eu gostei do crescimento dos personagens diante de tudo isso.

As cenas íntimas entre os dois foram bastante reduzidas, o que eu gostei, já que tirou espaço para as firulas irritantes que estavam presentes na trama anterior. Mesmo assim, ainda teve algo que não me agradou em Mase: seu ciúme exagerado. Claro que ciúme é até normal em um relacionamento, mas ele estava quase no limite do possessivo. A única coisa boa a respeito disso foi que a autora criou um personagem que conseguia se controlar e não tentou manipular Reese, mas eu não consegui deixar de me irritar um pouquinho com ele.

De todo modo, um dos aspectos mais interessantes da série Rosemary Beach é a interligação entre as histórias. Os personagens secundários desse livro são protagonistas de outros e, para quem já os conhece das leituras anterior, deve ser ótimo poder revê-los. Para mim, que só li esses dois livros da série, esse entrelaçamento serve para me deixar curiosa pelas outras tramas e, neste livro, fiquei louca para conhecer o romance de Kiro e Emily e para saber um pouco mais sobre o Capitão, principalmente.

Apesar dos aspectos que não me agradaram tanto na obra, Ao seu encontro teve um final fofo e romântico e foi uma leitura deliciosa de se fazer.

site: http://conjuntodaobra.blogspot.com.br/2017/02/ao-seu-encontro-abbi-glines.html
comentários(0)comente



Taty Assis 15/02/2017

Quem leu a minha resenha para À Sua Espera sabe que amei o livro e que fiquei completamente surpresa por saber que teria sequência. Então, é claro que as minhas expectativas para ler Ao Seu Encontro estavam altíssimas, mas foi aí o meu erro. Não que a história de Mase e Reese tenha ficado ruim, a verdade é que acho que a autora acabou inserindo dramas demais na trama e isso tornou a leitura maçante em muitos momentos.

Mase e Reese continuam apaixonados e vivendo o amor da forma mais plena que podem, só que nem tudo são flores no Texas. Reese acaba de voltar para a fazenda de Mase depois de passar algum tempo com seu pai que recentemente descobriu estar vivo. Ao voltar Reese acaba se deparando com Aida, prima de consideração de Mase, que acaba se tornando um obstáculo, já que os sentimentos dela para com ele vão muito além de algo familiar.

Mase está absolutamente apaixonado por Reese e não tem vergonha de demonstrar para quem é que seja, só que Aida está complicando as coisas ao não entender que Mase é de Reese e de ninguém mais.

Se já não bastasse Aida para dar uma dose de apreensão ao casal, Capitão, o irmão de Blair, aparece e começa a questionar tudo o que Mase faz, deixando Reese completamente desconfortável com a situação. E além de ter que lidar com Aida e com o Capitão, Mase também terá que lidar com seu pai, Kiro, que está passando por um momento muito delicado. E todos esses momentos vão colocar à prova o quanto Mase e Reese estão conectados e até que ponto confiam um no outro.

O romance entre Mase e Reese continua muito intenso e é sempre bom vê-los juntos, apesar de achá-los melosos em alguns momentos rs. Mase está superprotetor e possessivo. Ele é um verdadeiro macho alfa, mas a gente entende que suas reações se devem ao fato de amar muito Reese. Já Reese apesar de às vezes se achar muito limitada por causa da dislexia, acaba se dando a chance de ser um pouco independente ao conseguri um emprego.

" Eu te amo tanto que não consigo respirar quando você não está por perto. Você é a coisa mais importante que eu tenho, Reese. É a minha vida."

Achei o desenrolar um tanto quanto metódico, e acho que isso se deve ao fato de a história ser cheia de drama e recheada de cenas de sexo. Esperava muito, mais muito mais do desfecho, tanto é que em alguns momentos fiquei com cara de tédio e me perguntando: é sério que isso está acontecendo? Na minha humilde opinião, a autora poderia ter concluído a história de Mase e Reese em um único livro rs.

Ah, e só posso dizer que estou muito ansiosa pelo livro do Capitão. Fiquei muito curiosa sobre a vida que ele leva... acho que a revelação de seu verdadeiro papel na vida de Reese foi a melhor coisa que aconteceu em todo o livro.

Mas, apesar de não ter amado este livro, continuo recomendando muitíssimo a série. É o famoso clichê que a gente ama *-*

site: http://www.aculpaedosleitores.com/2017/02/resenha-ao-seu-encontro.html
Jaque.Ferreira 15/02/2017minha estante
Eu me senti do mesmo jeito .




ELB 20/03/2017

Every Little Book
“ Ao seu encontro” é o 11º livro da série Rosemary Beach e o segundo livro do casal Mase e Reese. Depois de se conhecerem e se apaixonarem, ultrapassando muitos obstáculos, vamos acompanhar o rumo que a vida dos dois tomou quando decidiram morar no Texas; ainda vamos ter umas idas a Rosemary Beach e a aparição de todos os personagens que amamos, mas o foco aqui é o Rancho onde o Mase viveu a vida toda.

Reese está se adaptando à vida nova com Mase e ainda tem algumas barras a superar. É incrível como ,sem perder o foco, Abbi Glines continua trabalhando sutil e constantemente a autoconfiança que a Reese tem construindo desde o livro anterior; acompanhamos o novo emprego e como é conhecer o mundo ao qual Mase pertence.

Nos capítulos alternados, em que vemos a história pela perspectiva do Mase e de Reese, temos a prima chata e insuportável, Aida, tentando minar o relacionamento dos dois (e sim, Abbi Glines consegue como ninguém construir uma personagem chata) esse é um dos pontos que mais me incomodou no plot do livro, eu já não sou muito fã de triângulos amorosos, mas triângulos amorosos que só servem para encher linguiça é ainda pior.

Mase agarrou meu rosto e colou a boca a minha [...]. Olhei de volta para Aida e ela deu um sorriso afetado. Apesar de ficar mais tranquila por saber que eles eram parentes, algo no jeito como ela me olhava parecia desafiador.

E como se só isso não bastasse, Mase agora se preocupa com o Capitão, que trabalha na mesma empresa que Reese e parece manter uma atenção especial sobre ela; inclusive temos um capítulo narrado pelo Capitão que faz com que algumas peças sobre o passado de Reese se encaixesse, eu que estava até então odiando-o (sou Team Mase), soltei um “EITA” depois dessa frase:

Quando tudo isso começou, eu não tinha a intenção de me apaixonar por ela. Eu sabia que seu coração já tinha dono.

Nunca vou dizer que um livro da Abbi Glines é desnecessário, mas o ritmo nesse 11º é mais devagar, parece que o livro é mais para nos ambientar e introduzir a próxima história do que acrescentar algo de mais concreto na relação Resse/Mase.

Entre o Texas e alguns voos para Rosemary Beach, matamos a saudade de todos os outros personagens, e Kiro, o pai biológico de Mase, tem uma cena de destaque nesse segundo livro que fiquei satisfeita de ler; eu nem sabia que a relação mal resolvida do Kiro e do Mase me incomodava, mas depois daquelas páginas, senti o coração quentinho com a certeza de que agora eles tinham se acertado.

Quando tudo parece que está se encaixando e ambos estão aprendendo a lidar com o ciúme, o passado reaparece, nos assusta e o dia é salvo pelo Capitão, e é ai que tudo faz ainda mais sentido. A receita de como mexer com nossos sentimentos, usando de muitas ações nas páginas, Abbi Glines tem e funciona muito bem, e depois de um drama necessário e outro nem tanto, chega a um final fofo e nos deixa, como sempre, muito ansiosos pelo próximo livro!

Ela sofreu tanto, mas ainda era linda por dentro. Ela era gentil. Ela era honesta. Mais importante, ela era minha.

A editora Arqueiro já anunciou que os últimos 2 livros que faltam para fechar a história de Rosemary Beach têm previsão de serem lançados ainda em 2017, e ao que tudo indica, em 2018 teremos mais uma novidade da Abbi vindo por aí, agora só nos resta aguardar!


site: http://www.everylittlebook.com.br/2017/02/resenha-ao-seu-encontro-abbi-glines.html
comentários(0)comente



Tribo do Livro 27/02/2017

O para sempre de Mase e Reese
Resenha por Ver Sobreira


" Eu te amo tanto que não consigo respirar quando você não está por perto. Você é a coisa mais importante que eu tenho, Reese. É a minha vida."


Depois de sobreviver a um relacionamento de longa distância, e seu passado traumático, Reese Ellis tem seu homem e o futuro está parecendo bom. Reese simplesmente não conseguia viver sem Mase e vice-versa. Então ela se muda, mas depois que passou algum tempo com sua nova família encontrada. Ela e o namorado Mase Colt-Manning estão loucamente apaixonados e prontos para começar o próximo capítulo de suas vidas no Texas, mas as coisas nunca são tão fáceis. A "prima" de Mase, Aída vê Reese como uma competição e pode ser uma ameaça ao relacionamento dela e de Mase. E há também Capitão (meio- irmão de Blaire) que ela conheceu, porém não gostou muito. Capitão parece ter sempre algo a dizer a Reese e ele não se importa de dizer o que pensa sobre Mase.



Há algo muito reconfortante sobre ler um romance de Abbi Glines . Você sabe que temos machos alfas extremamente apaixonados, possessivos e quentes, mulheres que são frágeis apenas na aparência, e um traço do drama potencial do relacionamento que termina- enquanto você sabe que as coisas vão ficar bem no final Os livros de Abbi são todos diferentes o suficiente para nos manter presas até a última página. Em Ao seu encontro a décima primeira edição da série Rosemary Beach e o segundo livro do relacionamento de Reese e Mase, há muito para manter os leitores entretidos. Reese cresceu desde que a conhecemos em À sua espera. Ela está mais confiante e começando a viver sua vida ao máximo. Depois de encontrar a felicidade nos braços de Mase, Reese não vai deixá-lo ir sem uma luta. Gostei de como ela amadureceu e lidou com a situação de Aida. O primo de Mase claramente deixou Reese desconfortável, mas em vez de exigir que Mase escolhesse entre elas, ela racionalizou e colocou fé nos sentimentos de Mase por ela.

"Ela riu novamente, tornando tudo na minha vida perfeito. Ela é o que eu estava esperando."

Apesar deste livro mudar pontos de vista entre Mase e Reese a cada capítulo, senti que este livro era mais sobre Reese do que era sobre Mase. Ele é solidário e (mais) protetor, e maravilhoso, mas Reese foi o quem deu o tom desse romance para mim. Ela tem que lidar com a vida em um novo estado, bem como encontrar seu lugar na família do seu pai -, e na família de Mase. Há um alto e bonito recém-chegado Capitão que acrescentou muito mistério e drama para o casal e gostei ver as interações de Reese com ele. As aparições de muitos dos personagens favoritos de Rosemary Beach foram muito bem-vindas e foi bom verificar como eles estão em suas vidas agora que estão casados e felizes com seus respectivos amores. Ao seu encontro foi perfeito para Reese e Mase. É sensual e sexy como a faísca entre os dois, estão muito vivos. .


Se você gosta de romances Abbi Glines - você vai adorar Ao seu encontro. Este livro é um ótimo complemento para a série Rosemary Beach e me fez ansiar e entristecer para ver o que Abbi escreve a seguir. Sabemos que a série está no final. Agora aguardemos o livro de Capitão e finalmente o de Nan. RECOMENDADO.
comentários(0)comente



Resenhas Teen. 16/02/2017

Ao Seu Encontro
Oie pessoal! Tudo bem com vocês?
Hoje trago com um aperto no peito a resenha do desfecho da história do Mase e da Reese, mas antes de falarmos sobre a história preciso fazer um desabafo com vocês!
Quanta coisa cabe no bolso da calça jeans do Capitão!? Pelo amor de Deus alguém consegue me explicar isso!?
Sério, já li ele tirar desse bolso um envelope enorme e duas latas de refrigerantes, essas acredito que estavam uma em cada bolso, mas eu estava esperando a hora que ele tirasse um cachorro de lá também.
De muitas coisas que esse livro me surpreendeu ou me chamaram a atenção essa foi uma delas, por que nunca vi nada igual nessa vida de leitora! .-.
Mas parando de pensar na quantidade de coisas que cabem no bolso da calça jeans do Capitão vamos para a resenha agora! (risos)
Ao Seu Encontro foi o livro de todos os onze/doze livros da série (nunca sei o total realmente) que mais me surpreendeu com o seu enredo!
Eu esperava que a história fosse uma continuação simples e prática do primeiro, mas foi realmente um pensamento de uma marinheira de primeira viagem, pois conhecendo os livros da Abbi como eu conheço, era obvio que nada seria fácil!
Meu primeiro pensamento ao começar a leitura desse livro, mais propriamente dito a sinopse dele foi: O que raios o Capitão está fazendo nesse livro?
Para quem não conhece o Capitão é o meio irmão da Blaire, ele aprece no quarto livro da série, e penúltimo livro da história do Rush e da Blaire.
Já de primeira vista lá naquela época que realizei a leitura do livro e que ele apareceu não fui muito com a cara dele, mas a Abbi não havia explicado realmente quem ele era ou o que ele fazia da vida.
Até que chegamos a esse livro, ele aparece como quem não quer nada na história, ele está trabalhando para um, por assim dizer, sócio e amigo da família do Mase e aparentemente é muito bem de vinda, e como sempre fala o que vem na cabeça, em outras palavras: a sinceridade manda na sua vida.
Todavia passei há odiar um pouco ele no decorrer da trama, até que a verdade foi revelada e eu fiquei com cara de tacho lendo aquela cena, foi tipo: O QUE, QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI!? ALGUÉM ME EXPLICA POR FAVOR?!
Eu ainda não superei aquela cena, então pensem no quanto ela mexeu comigo, depois de ler aquilo meu conceito sobre o Capitão mudou e muito, foi da água para o vinho.
Conheci-o um pouco melhor e ainda compreendi muito dos seus atos “impensados” que estavam mais para bem pensados (risos).
Mas infelizmente isso não aconteceu em relação à Aida, para começar o nome dela é feio u.u e para terminar que personagem mais insuportável, eu sou do tipo de leitora que na maioria das vezes tolero a existência de alguns personagens, mas ela não tem como tolerar.
É a típica garota mimada que quer tudo na hora e do jeito que quer e para piorar, ela sempre dava um jeito de fazer com que a Reese se sentisse mal com alguma coisa, ela definitivamente é o tipo de pessoa que não tem desconfiometro.
Agora falando um pouco mais do Mase e da Reese, ele continua o mesmo personagem encantador e protetor, cresceu bastante em relação do primeiro para esse livro, principalmente em relação ao pai biológico.
Ele sabe o que quer da vida principalmente em relação a Reese, ele vai nos mostrando o quão apaixonado ele é por ela e também pelo seu trabalho e pala sua família.
Reese então nem se fala, ela amadureceu e muito em relação a sua dislexia, aprendeu a lidar com ela e a mostrar para as pessoas que ela é capaz de realizar qualquer tarefa, simplesmente com a sua força de vontade, até encontrar um trabalho ela conseguiu.
O romance dos dois vacilou em alguns momentos, nada quando se trata das histórias da Abbi são fáceis e com eles não foi diferente.
Entretanto uma coisa que gostei do relacionamento dos dois foi a maturidade deles, eles sabiam o que era certo e errado e principalmente não se deixavam levar completamente pelo ciúme ou pela desconfiança.
Foi algo realmente lindo de acompanhar, porque se via o quanto eles gostavam um do outro e não deixavam que nada atrapalhasse isso.
No final do primeiro livro conhecemos bem por cima o pai biológico da Reese e nesse livro passamos a conhecer ele bem melhor e a autora deixa algumas dicas para nós do jeito de vida dele, é algo que realmente temos que ler nas entrelinhas para entender.
Como todos sabem sou bem suspeita para falar sobre os livros dessa autora, eu amo eles demais e como eu citei no inicio da resenha esse foi o livro que mais me surpreendeu, pois a autora saiu da sua zona de conforto e nos deu um pequeno suspense que fez toda a diferença na trama.
Houve também algumas partes que me deixaram bem desconfortáveis, pois a autora não expos os fatos e deixou por conta do leitor que rumo alguns acontecimentos iriam tomar e quando ela revelou as coisas, simplesmente sai do desconforto para me derreter como uma manteiga na descrição da cena.
Nesse livro também temos uma passagem pela vida dos outros personagens da série, vimos como está à situação do Kiro em relação à Emely e que rumo à vida dos outros personagens tomou.
Muitas pessoas citaram que esse livro não tinha o mesmo ritmo de narrativa que os outros, eu sinceramente não notei essa mudança, devorei o livro tão rápido quanto devorei todos os outros e no final senti uma pontada de quero mais.
Abbi Glines terminou o livro com mais um suspense que me deixou com uma pulga atrás da orelha me incomodando.
Não sei o que ela quis passar com aquele final, ou se ela literalmente deixou a custa de nós leitores adivinharmos.
Mas de qualquer forma amei o desfecho dessa história e como ela foi desenvolvida e estou com uma suspeita de quem será o par romântico da Nan, no livro dela.
Se não for ele, eu vou ter seguido as pistas bem errado e a autora simplesmente irá me passar para trás, ou seja, estou aguardando ansiosamente pela história da Nan.
Antes que eu me esqueça sobre a capa, eu não sei vocês que já leram ou pelo menos acompanham os lançamentos dos livros da série, mas achei que ela não combinou com a história, passou algo que não tem nada a ver, mas é bonita a sua maneira, só espero que numa próxima edição eles melhorem a arte!
Enfim espero que tenham gostado da dica de hoje e quem ainda não leu essa série eu indico completamente, pois em nenhum momento encontramos personagens abusivos ou que nos causasse desconforto em relação à leitura.
Muito pelo contrário, todos os personagens são bem construídos e desenvolvidos, a cada livro eles crescem e amadurecem mais como pessoas.
E outra coisa que sempre cito nas resenhas sobre os livros dessa série e principalmente sobre as histórias da Abbi é que ela não foca no sexo em si, mas sim nas dificuldades e superações de cada personagem.
O sexo fica de plano de fundo, ela desenvolve cada personagem maravilhosamente, mostrando cada qualidade e defeitos de cada um e como eles se superam em relações a seus medos.
Eu simplesmente amo essa série, é a única YA que realmente acompanho e não deixo de ler nenhum livro.
Quem já leu me contem o que acharam e quem ainda não leu de uma chance a essa série, porque seus personagens e histórias irão lhe surpreender!
Bjss, Nay =D


site: http://resenhasteen.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



estantedasuh 28/02/2017

Ao Seu Encontro - Blog Estante da Suh
Ao Seu Encontro é continuação do livro À Sua Espera onde conta a história do Mase e Reese. Eles conseguiram superar a questão da dislexia e Reese confia totalmente em Mase. Agora eles estão vivendo juntos, mas ainda precisão ajustar muitas coisas. Reese quer terminar os estudos e trabalhar, ela sabe que Mase pode dar de tudo a ela, mas não quer ficar em casa o dia todo sem fazer nada.

Mase continua completamente apaixonado por Reese, ele quer ter um futuro com ela e faz de tudo para vê-la feliz. Ele sabe que Reese superou muitos obstáculos na vida e que muita coisa ainda vem pela frente, só que o amor dele dá forças a ela e a protege do mundo.

Nesse livro vemos a construção de uma rotina entre o casal, agora eles moram juntos, dividem os seus planos e sonhos e um protege o outro. Mas nem tudo será fácil, pois pessoas vão tentar atrapalhar novamente a harmonia do casal.

Eu não me canso de falar como amo os livros da Abbi e como esse casal me conquistou desde o primeiro livro. A cumplicidade que eles têm é uma coisa linda. Eles têm o seu momento de insegurança, mas um confia no outro e mesmo algumas pessoas tentando atrapalhar a confiança permanece. Gosto disso no livro, pois não fica aquela coisa de você me traiu e eu vou embora, não! É uma história verdadeira e mostra realmente a força do amor.

Como sempre temos uma vilã na história. Não diria que Aida, a priminha postiça de Mase seria uma vilã, mas sim uma pedra no sapato. Aida acha que Mase é só dela e tenta disputar a atenção dele com a Reese, ela é chata e muito grosseira e vai tentar atrapalhar o casal, mas Reese é tão doce e incrível que vai colocar ela no chinelo e Mase vai abrir os olhos e tirar esse encosto da vida deles.

Outro personagem que me pareceu vilão, mas depois descobrimos alguns segredos sobre ele é o Capitão, irmão de Blaire. Ele aparece para atentar o juízo de Reese. Um cara lindo, mas bem grosseiro, que tenta colocar dúvidas na cabeça dela e ao mesmo tempo mostra-se interessado nela. Ao mesmo tempo em que senti raiva dele, fiquei meio confusa com suas ações e questionava qual seria a intenção dele com Reese, mas no final tudo é revelado e eu amei saber de todo o segredo.

A capa é linda e retrata o cenário que a história passa. Vemos uma Reese simples, indo ao encontro do seu grande amor. A diagramação é simples. As folhas são amareladas e a fonte é ótima para leitura. Os capítulos são narrados na visão do Mase e Reese. Não houve erro de ortografia. A editora Arqueiro simplesmente caprichou na edição.

Recomendo esse livro a todos que ama uma história que ganha seu coração logo de cara, que vai fazer você suspirar e ver a simplicidade de um amor verdadeiro e para a vida toda.

site: http://www.estantedasuh.com.br/2017/02/resenha-ao-seu-encontro-rosemary-beach.html
comentários(0)comente



Rose 27/02/2017

Depois de sofrer não só por conta da dislexia, mas principalmente pelos abusos físicos e psicológicos sofridos, hoje Reese está bem e feliz ao lado de Mase.
Para coroar sua alegria, ela acaba conhecendo seu pai biológico, e junto com isso, ganha também um irmão, uma avó, e amor, sentimento que ela nunca teve.
Agora Reese está morando no Texas, no rancho de Mase e suas dificuldades são outras. Além de adaptar-se a sua nova vida, ela quer voltar a estudar e conseguir um emprego.
Mas nem tudo são flores nesta fase. Reese tem que lidar com sua própria insegurança, que aflora por conta de Aida, a bela loira prima de Mase e que esconde um amor possessivo por ele, Aida sempre dá um jeito de mostrar que Reese está sobrando e não faz parte do mundo de Mase.
Mas não é apenas Mase que tem que lidar com o ciúmes e a insegurança, pois Mase também se vê ameaçado com a constante presença de Capitão, o belo e sensual irmão de Blaire. Capitão deixa claro seu interesse por Reese, o que desconcerta a moça.
No meio deste jogo pelo coração do casal, o pior pesadelo de Reese aparece na sua frente para desestabilizar o que a muito custo ela conquistou.
Mas desta vez ela não está sozinha, Mase, seu pai e Capitão farão de tudo para protegê-la. Aliás, o pai biológico de Reese e Capitão foram uma surpresa e tanto neste livro.
Reese foi uma personagem que me conquistou logo de cara, pois teve um crescimento ao longo dos dois livros. Mesmo com suas inseguranças ela não era de fazer mimimi e sempre tentava agir racionalmente diante das ações de Mase e dela própria.
Aida foi a Nan da vez, e apesar de não ter o brilho da megera, soube fazer o que Nam fazia. Talvez por conta desta repetição de padrão, eu tenha ficado chateada com Mase em alguns momentos.
Outro pecado para mim na trama, foi uma cena logo no início entre Mase e Reese onde ela desmaia. Achei exagerada e desnecessária, não que tenha afetado ou prejudicado alguma coisa no enredo.
Se eu gostei do livro? Sim, gostei, mas não posso deixar de sentir falta de uma melhor ligação entre o final (bombástico) do primeiro livro, com o início deste. Ficou faltando um melhor aproveitamento do boom que a autora deixou.
Mase e Reese continuam sendo meu casal favorito e Abbi continua com sua escrita ágil, leve e envolvente. Mas em minha opinião, o volume dois ficou um tantinho abaixo de seu anterior.

site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br
comentários(0)comente



23 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2