A Noiva Devota

A Noiva Devota Mari Scotti




Resenhas - A noiva devota


41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Amanda Caldeira 23/02/2020

Não é melhor que o primeiro, mas vale!
Depois de conhecermos o amaldiçoado duque de Bousquet e sua amada solteirona Mical que quebraram uma maldição milenar e viraram uma lenda em Madascocia, vamos conhecer o filho mais novo do casal, Samuel Hallinson. No final do livro anterior, Mical contou que as filhas Georgina e Henriqueta se casaram com seus grandes amores, mas que ela ainda esperava os filhos se apaixonarem.
Nesse contexto vamos conhecer Samuel, mais novo e apesar de muito amado pelos pais, é deixado de lado pela sociedade por não ser o futuro duque. Somados a isso, ele desenvolve um complexo de inferioridade em relação ao irmão que o deixa indeciso e demorado para tomar decisões (é importante deixar um parênteses de que ele se dá muito bem com o irmão e a família, essa situação é uma coisa dele).
Ele sentia uma certa atração por Isabel Acker, irmã de seu melhor amigo Ronaldo. Ele é formado em direito, mas não quis exercer e voltou a universidade para se formar engenheiro, lá Romoaldo o convence a voltar para cortejar sua irmã. Quando ele retorna, encontra uma Isabel encantada por seu irmão e tomado pela decepção vai até a varanda onde tudo acontece...
Rosalina Acker é a irmã mais nova de Romoaldo e Isabel. Ela é apaixonada pelo mais novo dos Hallinson desde a mais tenra infância quando ele sorriu para ela a deixando confortável depois de uma reprimenda da mãe. Quando ela o vê no baile das bodas de Henriqueta e o nota vindo em sua direção, tem seu coração amassado por ele cortejar sua irmã. Abalada e com o corpete muito apertado, ela vai pra varanda onde começa a sufocar, até que alguém a resgata ao abrir seu vestido.
De repente começa uma comoção, sua mãe e várias pessoas chegam e começam a pedir reparação até que ela nota que o infeliz é seu grande amor Samuel Hallinson. Apesar de apaixonada, ela não quer que ele se case com ela obrigado e apos Samuel quase morrer de uma gripe por fugir na chuva, eles entram em um acordo para se conhecerem e ver se dará certo. O que ela não sabia era que Samuel intentava noivar com ela para impressionar sua irmã (idiota!)
Mas o feitiço vira contra o feiticeiro e quando ele nota seu irmão muito próximo da sua noiva, as coisas começam a sair do controle. Rosa se apaixona a casa dia mais, até que se decepciona e dispensa de vez e só então ele entende que está apaixonado de verdade e que precisa dar um rumo em sua vida se quiser reconquistar a confiança e o amor da única mulher que mexeu realmente com ele.
O livro é fofinho, mas assim como o anterior (do pai!) ele demora a entender seus sentimentos e aceitar o amor que sente pela mocinha e ela apaixonada e boba, mesmo fazendo ele sofrer um pouco, ainda perdoa muito rápido. Contudo, nada que não nos faça susperar em vários momentos e torcer pelo casal principal... Confesso que estou ansiosa pelo último livro sobre o futuro duque e espero outra irmã Acker, Isabel.
comentários(0)comente



Thaís @thanoslivros 14/02/2017

Lindo!
Trata-se do segundo livro da Série Família Hallinson. Já adianto que foi um romance de época maravilhoso e que terminei a leitura simplesmente encantada e arrebatada. O casal principal é muito amor e senti bastante empatia tanto pela mocinha quanto pelo mocinho. Confere aí o porque!

Samuel Hallison já está quase completando a sua segunda graduação, mas está se sentindo entediado. Buscou os estudos para fugir das matriarcas casamenteiras e também para ser conhecido por seus próprios feitos e não somente por ser filho de um nobre, o Duque de Bousquet. Mas, como tem passado muito tempo longe da família e de uma certa senhorita Acker, decide voltar a Madascocia. No dia em que chega à cidade, descobre que uma de suas irmãs dará um baile de máscaras naquela noite para comemorar os cinco anos de matrimônio. Samuel acredita ser a oportunidade perfeita para matar a saudade da Senhorita Acker e decide ir à comemoração.
Rosalina Acker sempre foi "esquecida" por sua família. Por ser a filha mais nova, as atenções, principalmente da mãe, sempre foram para filha mais velha, Isabel Acker. Ao se preparar para ir ao baile, Rosalina decide usar um corpete bem justo para que suas formas ficassem mais marcadas e, finalmente, chamasse atenção do homem por quem é apaixonada há muito tempo: Samuel Allison.
Já no baile, quando se encontram, Rosalina percebe o quão ansioso Samuel estava para encontrar a sua irmã, Isabel. Decepcionada e sem poder respirar bem devido ao corpete muito apertado, decide ir até a varanda. Samuel, por sua vez, repelido por Isabel - que na verdade tem interesse pelo irmão mais velho de Samuel, Gregório - decide também sair do salão principal. Ao chegar à varanda encontra Rosalina já respirando com dificuldade. Samuel, assim que percebe que o espartilho está apertado, não pensa duas vezes em ajudá-la, e começa a afrouxar as fitas do vestido e é nesse momento que são "flagrados" pela mãe da moça. Eles até tentam explicar o mal entendido, mas Samuel se vê obrigado a não prejudicar a reputação da moça e acaba aceitando seu dever de cortejar Rosalina até o casamento. Além disso, ele acredita que é uma boa oportunidade para se aproximar de Isabel e tentar "trocar" de noiva. Mas, conforme a convivência com a doce e romântica Rosalina vai crescendo se vê confuso e sem saber se é mesmo Isabel que ele realmente deseja.

"Seria assim tão ruim desposar a irmã errada? Questionei-me. Começava a acreditar que, na verdade, seria uma agradável experiência. "


É minha gente... parece até aqueles versos de Quadrilha, de Carlos Drummond de Andrade... Rosalina amava Samuel que amava Isabel que amava Gregório que não amava ninguém. E temos uma linda história onde a mocinha, que de início nos dá a impressão de ser muito frágil e submissa, se mostra forte. Devagar, consegue transparecer a moça madura e que sabe o que quer, mesmo vivendo em uma sociedade com costumes rigorosos. Definitivamente, não é uma personagem como que encontramos facilmente por aí, que é à frente do seu tempo e que não leva desaforo pra casa. Não. Rosalina é doce, meiga e muito romântica. Respeita e aceita muitos costumes impostos, mas nem por isso, deixa que passem por cima de seus sentimentos e encantos.
Samuel, apesar de muitos momentos ter me deixado angustiada por certas atitudes, é um mocinho encantador. Demora pra perceber o quanto Rosalina é importante pra ele, devido à sua paixonite por Isabel. Mesmo assim, acaba conquistando por seu estilo responsável, educado e respeitador.
Dia a dia, Samuel e Rosalina vão se conhecendo e a relação entre eles vai se estreitando. Rosalina, já nutria amor por Samuel desde criança. Ele, acredita gostar de Isabel e fica totalmente convencido de que Rosalina é apenas uma forma de chegar mais perto da irmã dela. Porém, conforme a história vai se desenrolando, Samuel começa a olhar para Rosalina com outros olhos.
Além dessa relação singela de início, mas que vai evoluindo lindamente, podemos perceber o amadurecimento tanto dos personagens quanto das relações familiares. Achei bem bonita a forma como a autora mostrou a mudança de algumas personagens, principalmente em relação ao tratamento para com a Rosalina. Outro fato que foi positivo pro bom desenvolvimento da trama é que os "problemas" e "dúvidas" que criam os conflitos entre os personagens surgem dos próprios pensamentos e comportamentos deles mesmos e não de uma terceira pessoa confabulando contra o casal. Ou seja, o final feliz ou não, só dependia deles.

"A boca dele fala, as ações desmentem."

A história é intercalada com narrações de Rosalina e Samuel e a forma como a Mari Scotti desenvolve o enredo é de um jeito que já envolve o leitor logo nos primeiros capítulos. É um romance bem gostoso de ler e, sendo assim, difícil de querer largar. Os conflitos pelos quais os personagens passam são descritos de forma tão intensa que é difícil não se sentir dentro da história. Não quero, de jeito nenhum, dar spoiler e não vou, é claro. Mas tenho que dizer que o final é a coisa mais linda, romântica e apaixonante. Muitos e muitos suspiros no desfecho. Simplesmente amei. Portanto, não só pelo final mas por todo o contexto belíssimo criado pela Mari, eu recomendo demais esse romance incrivelmente apaixonante. Para quem gosta de um bom romance de época é um "prato cheio".

site: www.citacaonumclick.com.br
comentários(0)comente



Dessa @witchreads_ 20/12/2016

Resenha: a Noiva Devota
Narrado em primeira pessoa e intercalando a narrativa entre os protagonistas a cada capítulo, esse é o segundo livro da série Família Hallinson e conta a história do filho mais novo de Mical e Octávio, Samuel Hallison. Um jovem em seus 25 anos que não decidiu ainda qual profissão quer seguir, e que foge de relacionamentos, mas a saudade de uma donzela o faz voltar para sua cidade.

Rosalina é ainda uma adolescente de 17 anos, bonita mas não ao ponto de chamar a atenção de todos para si. Ela possui um amor secreto por Samuel Hallinson desde seus 6 anos, e para impressioná-lo ela resolve colocar um roupa que fica muito apertada para ela, e isso acaba gerando problemas para ambos.

Samuel voltou por uma irmã e acabou se apaixonando por outra.

Nota: ??????

Confiram toda a resenha lá no blog.
www.coffeebookswith.blogspot.com.br
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Suka - Pensamentos & Opiniões 01/12/2016

Nesse segundo livro iremos conhecer os filhos de Octávio e Mical, mais afundo, precisamente Samuel Hallinson, segundo filho homem deles.

"O amor não deve ser temido."

Samuel é um jovem meio indeciso (puxa muito a personalidade do pai que conhecemos no primeiro livro), formado em direito, resolveu fazer o curso de engenharia, corre do casamento, mas tem atração pela irmã de seu melhor amigo Romoaldo Acker, Isabel, é uma jovem que busca um casamento rentável, mas não tem olhos para Samuel. Ele decide dá uma pausa no curso e voltar a Madascócia na tentativa de conquistá-la.

"Queria apenas um beijo para levar comigo, para me lembrar de que isto quase foi real."

Romoaldo possui uma outra irmã Rosalina Acker, uma garota sonhadora, diferente de sua irmã, ela não era esbelta, tinha uma deficiência na perna direita, mas isso não a impedia de andar e manter sua postura, era apaixonada pelo Samuel desde os 6 anos de idade.
E é no baile de máscaras que ambos terão sua vida modificada.

"O tempo é a origem do mal supremo e não o curador das dores da alma como ouvi tantas vezes argumentarem."

A escrita da autora mais uma vez irá nos prender na leitura, a história ora será contada por Samuel, ora por Rosalina, e alguns personagens. É um livro que nos prende na leitura do inicio ao fim.

site: www.suka-p.blogspot.com
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Lia 28/09/2020

É bom, mas falha em alguns aspectos
Não é necessário ler o primeiro livro para ler este, o que já conta como ponto positivo, mas achei a narrativa um pouco lenta, a demora para um simples beijo me deixou com os cabelos em pé e a lerdeza de Samuel mais ainda. Toda essa preocupação com o decoro, os costumes da época também me deixou irritada, mas entendo que a autora quis passar o máximo da realidade daquela época, o que não acho que seja tão necessário.
O casal nem de longe consegue ser viciante, mas a gente torce por eles e a falta de momentos intensos e/ou fofos deixa tudo mais difícil. E sinceramente, foi ridículo o modo como do nada ela decidiu que ele a amava depois de um discurso chucro e isso me irritou um pouco. Para mim, foi apenas para encher linguiça, não havia uma reviravolta muito boa, então vamos de cu doce.
Resumindo: é um livro que quase não consegue cumprir seu papel de passatempo, já que o casal não é tão cativante e não é apresentado mais personagens interessantes, mas é uma história bem escrita e não exagera na descrição de detalhes e graças a isso a história flui.
comentários(0)comente



Marriete 12/12/2016

A Noiva Devota: Família Hallinson (Livro 2) - Resenha Autora: Mari Scotti
Samuel é o filho varão mais novo do Duque de Bousquet. Segundo na linha de sucessão, não sente realmente ser valorizado em sociedade, achando-se sempre a sombra do irmão Gregório, futuro Duque de Bousquet.

 

Samuel foi criado em meio ao amor incondicional de sua família, e, ao contrário do que era costume, foi condicionado a casar-se somente por amor, por isso, o jovem não caía facilmente no charme das belas damas que tentavam dele se aproximar. Tampouco estava em busca de matrimônio. Querendo um pouco de descanso, o jovem tira uma licença da faculdade e volta a casa dos pais. Já na primeira oportunidade, em um baile, ao tentar ser solidário com uma moça, compromete a si e a reputação da donzela. O erro deve ser reparado, e, para seu desespero, o casamento parece ser a única saída. Mas o que Samuel não sabe, é que a moça em questão o ama há muito tempo...

 

Rosalina tem um amor incondicional e profundo por Samuel desde tenra idade mas nunca foi notada por ele. Desde sempre, tudo que faz é em busca de se tornar admirável ao jovem nobre. Um golpe do destino os aproxima e o que pode ser o momento mais desejado por ela, pode também ser sinônimo de vergonha.

 

O amor de Rosalina por Samuel tudo suportou e tudo suporta. Mas até quando? Em quantas partes seu coração doce e recatado aguentará ser quebrado?

 

A Noiva Devota é a continuação da história da Família Hallinson, e, conta a saga amorosa de Samuel, o filho mais novo do Duque.

 

O personagem Samuel é digno e generoso, mas, em muitas ocasiões, inseguro, traço que, creio eu, herdou de seu amado pai. A indecisão o acompanha em vários aspectos da vida, inclusive o profissional. Não há nele nenhum defeito que o constranja, ao contrário, sua boa vontade é tanta que o colocará em ?maus lençóis?.

 

Rosalina é a moça casta que busca a felicidade nos braços de seu amado, em um casamento por amor. Personagem de estilo resistente e apaixonado.

 

O livro tem todos os ingredientes necessários para mexer com nossas emoções, das mais belas as menos aceitáveis. Uma obra que mexe assim com o leitor não pode ficar no anonimato! Vale muito a pena a leitura, e, se cabe um pedido: Mari, nos contemple com um terceiro volume!

 

#AnoivaDevota#FamíliaHallinson#MariScotti#Resenha#MarryAquinnah#RomanceDeÉpoca#Amazon#Kindle#AutoraNacional#LiteraturaNacional#LiteraturaBrasileira#AmoLer#Instabooks
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Jeniffer Ferreira 15/12/2016

Cativante e arrebatador!
A Noiva Devota veio para aqueles que amam amar e que não abandonam jamais o querido gênero de época. Você irá simplesmente se apaixonar...

A trama é envolvente, de final instigante e intrigante, e muito fiel aos costumes antigos. Mari é uma ótima autora de romances de época, atendando-se aos mínimos detalhes em relação à cultura, e de fazer qualquer apaixonado suspirar e torcer pelo casal.
Sua escrita possui um toque sensual e ousado, em primeira pessoa, dividindo a história pelos dois pontos de vista – Samuel e Rosalina – Assim como feito em Montanha da Lua. Sua descrição de mínimos detalhes torna tudo mais romântico e compreensivo, e seus personagens especiais... Belos e de atitudes.
O desenrolar da trama é encantador e natural, e quando menos esperamos... Estamos envoltos na história, no momento, assim como os personagens.

Um livro sobre o amor... Sobre o que é amar. Um livro capaz de mexer com os seus sentimentos e de lhe arrancar todas suas possíveis lágrimas. Um livro que faz refletir, sorrir, chorar... E conhecer mais sobre este universo tão lindo que a Mari criou.

****
Você pode visualizar a resenha completa em meu blog... :)

site: http://leiaeescrevablog.blogspot.com.br/2016/12/eu-li-noiva-devota.html
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Carol 16/12/2016

Irresistível até a última página!
Primeiramente, eu adorei a história do Samuel, a forma como ele se apaixona pela Rosalina ao longo do livro é linda e delicada. O fato de vermos diversos pontos de vista diferentes faz com que seja possível entender a complexidade da situação e não só o que se passa na cabeça de um personagem.

A história é muito coerente e bonita. A preocupação da Rosa com a deficiência dela e como o Samuel mostra não se importar com isso. O desenrolar da relação deles, desde o momento em que se encontram pela primeira vez e mesmo durante todos os problemas pelos quais eles passam, é carregado de emoção e sentimento.

Assim como a Mical, a Rosa é muito forte. Vi também muita identificação entre o Samuel e a Rosa, pelo fato de ambos se sentirem e serem “segundos” e “não tão importantes” para a família quanto os filhos mais velhos.

Adorei também o fato de que a personalidade do Octávio e da Mical mantiveram-se as mesmas, muitos autores não conseguem dar continuidade assim. O Samuel de fato parece ter sido criado pelos pais que ele tem, vi sentido em tudo isso. E o comportamento que a família tem entre eles de beijar e abraçar é tão singelo e delicado, mas tão eles ao mesmo tempo.

Por último, mas não menos importante, eu devorei o livro. Comecei logo pela manhã depois de receber o livro e só parei quando acabei.
Mal posso esperar para ler mais sobre essa família maravilhosa que me encantou tanto.

site: http://livroseversos.com/a-noiva-devota-mari-scotti/
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Inspirações Paralelas 16/12/2016

"Valorização de uma amor puro e verdadeiro"
Em A NOIVA DEVOTA ( AND ) , temos o segundo volume da Série FAMÍLIA HALLINSON ( o livro um é MONTANHA DA LUA) . Série esta que vem trazer o lirismo e a sublimação do amor , marca registrada dos romances de época :) , com a característica marcante da valorização de uma amor puro e verdadeiro, carregado de sentimentos naturais, dúvidas angustiantes e decisões contraditória, vivenciados pelos personagens da série, que os tornam tão humanos quanto o leitor :) Essa capaciade de escrever personagens tão próximos do leitor é marca registrada na escrita da Mari Scotti, e definitivamente, o trunfo de seu sucesso no mundo literário.

AND segue a história do casal Hallinson que "venceu a maldição" da família , Octávio (meu primeiro crush rsrs) e Mical sua esposa. O livro traz seus filhos Gregório, Henriqueta, Giorgina e o caçula Samuel. O foco principal é Samuel Hallinson o caçula que apesar do título de nobreza, se vê em alguns conflitos pessoais por sempre sentir-se inferior ao seu irmão mais velho, Gregório.

site: https://cadernodalua.com/2016/12/16/opinando-a-noiva-devota-mari-scotti-amazon/
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Suzane | @memoriasdeumaleitora 17/12/2016

Um amor sem tamanho <3
Em Montanha da Lua nós conhecemos a história arrebatadora de Mical e Octávio com uma história de amor de tirar o fôlego e uma maldição no caminho deles. Não foi fácil, mas nossos protagonistas (lindos de viver) passaram por cima de qualquer obstáculo e venceram a maldição com um família grande, linda e feliz. Dessa união nasceram vários filhos, e A Noiva Devota vem contar a história do mais novo deles, Samuel.

Mical e Octávio sempre foram impecáveis e sempre deram toda a liberdade de escolha para seus filhos, deixando-os traçar seus próprios destinos. Sendo assim Samuel Hallinson, que já era formado em advocacia, estava cursando sua segunda graduação de engenharia. Porém o jovem desejava voltar para casa e encontrar certa dama que estava a tempos rondando seus pensamentos.

Para sua feliz surpresa, ao retornar para casa Samuel descobre que naquele dia haveria um baile organizado por sua irmã mais velha, essa seria a oportunidade perfeita para se aproximar de sua donzela e se fazer notado, quem sabe até cortejá-la. Mas o que ele não esperava é que outra jovem fosse aparecer em seu caminho entre a vida e a morte fazendo-os, sem pretensão, serem flagrados em situação comprometedora.

Rosalina é a filha mais nova da família Acker, uma garota meiga, doce e sonhadora, sempre desejou se casar por amor. Desde muito mocinha Rosalina mantém o segredo de seu amor por Samuel Hallinson, porém acreditava que o rapaz nunca iria notá-la, afinal era a menos atraente da casa além de nascer com uma pequena deficiência na perna que a fazia mancar levemente. Todas as atenções eram destinadas a sua irmã mais velha, Isabel, sua mãe tinha a grandiosa missão de fazer um casamento importante para ela, por esse motivo não era nada difícil passar desapercebida.

O que Rosalina não esperava era que o destino fosse ser traiçoeiro e trazer seu amor de infância para sua vida de maneira inusitada. Após serem flagrados numa situação embaraçosa, Samuel e Rosalina foram obrigados a se casarem para reparar o honra aparentemente manchada.

Samuel logicamente fica indignado, afinal não havia acontecido nada demais, ele só quisera ajudar uma jovem dama. Por outro lado Rosalina, apesar de amar perdidamente Samuel e estar prestes a se concretizar o tão sonhado casamento, se vê perdida, preferindo manchar a honra de sua família a ter seu amado sem ser correspondida e obriga-lo a infelicidade eterna. Além disso Samuel foi criado para ser um homem honrado e se casar apenas por amor, por tais motivos a questão o perturba completamente.

É ai que a dúvida é plantada na mente dos leitores, o que será que irá acontecer? E o que eu posso dizer é que A Noiva Devota é um daqueles livros que você não consegue largar até descobrir o final, que te faz lembrar dos personagens como se fossem amigos próximos.

A história nos ensina que amar de verdade é simplesmente deixar o outro ir, é querer tanto a felicidade do próximo que você o liberta mesmo o querendo por perto, é saber que abriria mão dos seus desejos mais profundos se isso o fizesse feliz... E é lindo perceber isso nos tempos atuais em que o egoismo está tão presente no nosso dia a dia, nos dá gás pra seguir em frente e procurar o verdadeiro, nos dá esperança de que ali na frente, talvez virando a esquina ou em uma situação inusitada você esbarrará com sentimentos de verdade, que talvez precisará libertá-lo, talvez precisará lutar por ele, mas que irá encher seu coração de algo sincero. E fala sério, a Família Hallinson é tão encantadora que é impossível não querer fazer parte deles, não reclamaria de maneira alguma ser uma das irmãs de Samuel. Mical e Octávio são sensacional, inteligentes, sagazes, irônicos, amorosos, divertidos... vou parar antes que eu passe a resenha rasgando seda pra eles, hehe

site: http://www.memoriasdeumaleitora.com.br/2016/12/resenha-noiva-devota-2-mari-scotti.html
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Nath 19/12/2016

Resenha do blog Pobre Leitora
A Noiva Devota é o segundo volume da série da Família Hallinson. Pra quem já leu Montanha da Lua, esse livro era muito aguardado porque o amor por essa linhagem é muito grande e precisamos sempre de mais Hallinson's em nossa vida.

Agora já temos Mical e Octávio com seus mais de 60 anos e todos os filhos crescidos e prontos para formar família, se ainda não o tiverem feito. O foco fica em Samuel, o mais novo dos meninos, que retorna a Madascócia por acreditar estar apaixonado por uma bela moça. É claro que os meninos Hallinson são os mais desejados do local, tanto por seu título e nome quanto pela história de amor de seus pais, e os dois fogem do matrimônio como o diabo foge da cruz, porém, essa sensação de precisar de algo e as lembranças da moça fazem com que Samuel repense seu destino.
Numa noite de baile onde Samuel pretende começar seu cortejo, tudo acaba indo por água abaixo quando ele é flagrado numa situação constrangedora com uma donzela. Samuel deve assumir por suas ações, assim como mandam os costumes da época, mesmo que ele não a ame e não queira nada disso pra si.
Rosalina Acker vê sua sorte mudar quando precisa enfrentar uma terrível situação junto de seu eterno amado, mas nem tudo são flores e alguém pode sair magoado.

Como vocês podem perceber pelo nome na capa do eBook (cof, cof, me achando) li esse livro a um tempo atrás por ser beta da Mari e desde então venho me coçando pra falar sobre essa história com vocês. Desde o primeiro momento em que comecei a ler fiquei completamente apaixonada pela trama! Se Montanha da Lua já tinha me conquistado, A Noiva Devota arrebatou de vez meu coração. ♥

Os novos personagens criados pela autora são simplesmente encantadores. Rosalina é sem sombra de dúvidas uma das personagens que mais gostei em todos os livros que já li. Ela é forte e ao mesmo tempo doce e delicada, seguindo os padrões e costumes da época mas sem deixar de impor seus pensamentos e opiniões. Eu fiquei encantada com toda sua coragem e amor que tem para dar. Samuel já é um cabeça dura assim como o pai foi, muito imaturo e fazendo tantas burradas quanto é possível, me vi diversas vezes querendo dar um sacode no jovem. Por sorte, com o decorrer da narrativa ele amadurece e se torna digno do sobrenome que carrega.
Os irmãos dos personagens, Gregório e Isabel, são os coadjuvantes perfeitos. Mical e Octávio dão as caras durante todo o livro para alegria geral da nação. É sempre muito bom rever esses dois, e com a graça de Deus e de nossa autora, eles ensinaram muito bem seus filhos a como serem personagens muito interessantes e mente aberta. rs

Quanto a narrativa, só posso dizer que a Mari está infinitamente melhor a cada livro. Sua escrita amadureceu bastante e ficou ainda mais gostosa de se ler. O livro passa como um borrão, mas você não deixa de aproveitar cada detalhezinho.
Me sinto privilegiada ao ler os livros da Mari, cada novo livro é uma deliciosa surpresa e uma nova história para entrar no meu coração.

A narração é feita em primeira pessoa e intercalada entre Rosalina e Samuel, o que é um ponto super positivo para conhecermos bem os personagens. A capa está maravilhosa e acho que combina muito com nossa querida personagem.
A Noiva Devota é uma história pra nos fazer sorrir e suspirar, sendo divertida e romântica na medida certa. Não vejo a hora de poder ter mais um livro dos Hallinson acalentando meu coração!


site: http://pobreleitora.blogspot.com.br/2016/12/resenha-noiva-devota-mari-scotti.html
Mari Scotti 22/12/2016minha estante
Oiii, amei a resenha! Você poderia colocá-la na Amazon também (se já colocou, desconsidere)? Obrigada *-* Mari Scotti




Luciana Galvão 03/03/2017

A Noiva Devota
Ao ler este livro, eu me apaixonei novamente por está família, os Hallinsons.
No primeiro livro, Mical e Octávio se conheceram , apaixonaram-se e padecem com a maldição, mas o amor que eles sentem um pelo outro quebra essa maldição e eles vivem felizes para sempre.
No segundo livro, o filho mais novo é apaixonado por Isabel, mas se vê em uma situação em que precisa se casar com Rosalina.
Rosalina passou a sua infância e adolescência apaixonada por Samuel e vê seu sonho se realizar ao se tornar a esposa de Samuel, porém o inesperado acontece e a dúvida fala mais alto.
E Samuel ao se ver longe de Rosalina percebe que a ama muito e que precisa dela para fazer parte de sua vida, para ser sua esposa e mãe de seus filhos.
Uma história apaixonante e lindo.
Terminei o livro com os olhos cheios de lágrimas.
Super recomendo.
comentários(0)comente



Nana Valenttine 02/08/2017

SUSPIROS. MUITOS SUSPIROS
Terminando o livro 1 ontem e o 2 hoje, apenas confirma o que todo mundo já sabe. Quando eu gosto, e me prende, eu leio em velocidade absurda.


"Ela sempre soube como se esconder da sociedade, como passar desapercebida entre as pessoas e não chamar atenção. Não que fosse complicado, ela era a mais nova das filhas, a menos formosa de sua casa. A que nasceu com uma ofensiva deficiência. Por acreditar que jamais seria notada, Rosalina guardou um grande segredo: seu amor por Samuel Hallinson. O que ela não esperava era cruzar o caminho do rapaz em um dos momentos mais constrangedores de sua vida e mudar seus destinos bruscamente."

O que dizer desse livro? (SUSPIROS ALTOS)
Apesar de ser um pouco menos angustiante que o primeiro, a ressaca foi maior. Não sei explicar como.

Samuel e Rosa chegaram de mansinho e tão inocentes e se descobrindo juntos. Esse livro foi uma pérola.

As cenas dos dois juntos se descobrindo entre gestos simples e carícias foi demais para o meu coração. Foi uma das cenas mais lindas que já li, eu acho, pois era lindo de ver a inexperiência dos dois somado ao decoro e as tentativas de se verem sozinhos e tentarem se tocar por mais breve que fosse o momento.
Estou abalada demais pra fazer uma resenha decente então se contentem com o trecho ali em cima.

Sobre a Mari; adorei conversar com você e debater tantas coisas sobre esse mundo literário em que vivemos. Amei principalmente catar informações sobre o próximo livro direto da fonte!!! ( LEIAM NACIONAL, JÁ FALEI. ONDE MAIS SE CONSEGUE FALAR DIRETO COM O AUTOR GENTE?)

Amei a sua delicadeza, seu esforço em construir esses personagens e foi impossível não se encantar com Gregório, Isabel, Mical e Octavio. Torço muito pela isabel e sei que você não a deixara desamparada.
Obrigada pela oportunidade de conhecer suas obras.
Estou aqui, esperando o próximo
Um beijo,
Nana.
comentários(0)comente



Renata 04/03/2017

Só tenho uma coisa a afirmar: Mari Scotti escreveu mais um romance de época que é um verdadeiro ARRASO!
Samuel é um verdadeiro príncipe: educado e apaixonante. Impossível não suspirar e morrer de amores por ele. E Rosalina é a verdadeira donzela dos contos de fadas, mas dona de uma personalidade marcante e que aos poucos vai conquistando o coração se seu grande amor.
E o que falar de Mical e Octávio? Tão lindos e tão apaixonados! Criaram uma linda família, cercada de carinho, amor e atenção.
Por se tratar de um romance de época, a linguagem é um tantinho rebuscada, mas de fácil entendimento, que nos faz criar uma sintonia com a época em que a história é contada, sem tornar a leitura cansativa. A narrativa é em primeira pessoa, com os capítulos intercalados entre Rosalina e Samuel, algo que adoro pois assim consigo entrar na cabeça dos personagens e descobrir cada um de seus sentimentos.
A história é tão envolvente que quando vi já estava chegando no final. É impossível parar de ler.
"A Noiva Devota" é o tipo de história que te ganha na capa, te encanta na sinopse, mas que rouba de vez seu coração com sua história cativante e seus personagens fascinantes. Uma história com muito romance e uma pitada de comédia e sensualidade, que te faz suspirar do início ao fim e te conquista com a escrita de Mari Scotti, além é claro de aguçar (e muito) sua curiosidade para conhecer cada membro da família Hallinson.

site: Resenha completa: http://wp.me/p38u52-5xN
comentários(0)comente



CuraLeitura 25/01/2017

Ler A Noiva Devota me proporcionou um prazer imenso de tão gostoso que o livro é.
Em A Noiva Devota nós conhecemos a história de Samuel Hallinson - segundo filho homem de Mical e Octavio - e Rosalina Acker - segunda filha do casal Acker.

Samuel é o jovem mais indeciso de Madascocia, está em sua segunda faculdade e não sabe o que quer da vida. Além disso sofre por viver à sombra do irmão mais velho, Gregório, o futuro duque.

Rosalina é uma jovem bonita, mas de baixa auto estima. Além de viver à sombra da irmã mais velha e disputada, nasceu com uma perna menor que a outra e sofre para disfarçar esse "defeito". Se sente gorda e ama Samuel, em segredo, desde os seis anos de idade.

A vida dos dois se cruzam quando, na festa de comemoração do aniversário de 5 anos do casamento de Henriqueta, irmã mais nova de Samuel, Rosalina sufoca com o espartilho demasiadamente apertado e Samuel a socorre, afrouxando a roupa da moça. O escândalo é inevitável e eles são obrigados a se casar.

Samuel, no entanto, não quer se casar, e Rosalina, mesmo amando-o, não quer se casar sem o amor dele. Eles então passam um tempo juntos para se conhecerem melhor e, quem sabe, arriscar o matrimônio.

A Noiva Devota é o livro sequência de Montanha da Lua. Apesar de serem livros independentes, eu aconselho ler na ordem para entender melhor a história.

Neste volume eu percebi um amadurecimento na escrita da autora. O livro é mais detalhado, eu me senti dentro da história, sentada à mesa com os Hallinson's. A história é incrível, maravilhosa.

Sou suspeita para falar de romance de época porque eu simplesmente amo! Ler A Noiva Devota me proporcionou um prazer imenso de tão gostoso que o livro é. A autora sabe como prender o leitor à história e o enredo foi muito bem construído.

A capa é linda! Fico na dúvida entre qual das duas é mais bonita: Montanha da Lua ou A Noiva Devota.

Quem já leu coloque o que achou nos comentários, eu vou adorar saber!




site: http://www.curaleitura.com.br/
comentários(0)comente



41 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3