Escândalos Na Primavera

Escândalos Na Primavera Lisa Kleypas




Resenhas - Escândalos Na Primavera


58 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Tashiro 21/03/2017

Embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.
Mais uma série de Romance de Época publicada pela Editora Arqueiro chega ao fim… Bate uma tristeza, né? Lisa Kleypas foi a autora que fez eu me apaixonar pelo gênero, seus personagens, tão longe do comum, me encantaram. Não só libertinos e solteironas percorrem as páginas de seus romances, mas também os sedutores ciganos, os escandalosos homens de negócio, os excêntricos americanos, os detetives de Bow Street e, para não desmerecer lorde Westcliff, os nobres arrogantes. O único alívio para o meu coração é que a editora publicará outras séries da autora, mas qual será a próxima? Isso me deixa aflita!

Dayse Bowman é a última de suas amigas na caça-marido. Apesar de que suas duas amigas, Annabele e Evie, e, milagrosamente, sua irmã Lillian terem tido ótimos casamentos com pretendentes excelentes, ela ainda não tem ninguém em vista. Dayse é um tipo encantador de criatura, gosta mais dos seus livros do que da vida real, dos heróis fictícios do que dos entediantes lordes, da biblioteca do que dos salões de baile. Ela é doce, sensível e romântica. Quase não parece uma Bowman — calculistas e controladores.

"— A maioria das pessoas não se distingue por grandes feitos, mas por um número infinito de pequenas coisas. Sempre que você faz algo de bom ou faz alguém sorrir, isso dá sentido à sua vida. Nunca duvide de seu valor, minha cara. O mundo seria um lugar triste sem Dayse Bowman." – Westcliff

Thomas Bowman, pai de Dayse, cansou de esperar pela filha escolher um pretendente. Já que seu ‘investimento não teve retorno’, Thomas decide que ele mesmo escolherá o marido, um que ele aprova e tem mais afeição do que seus próprios filhos: Matthew Swift. Horrorizada com o homem que o pai sugere, ela concorda em tentar arranjar um pretendente adequado até o fim da temporada. Afinal, Dayse quer se casar, mas não com o frio e calculista Sr. Swift, que é um homem tal qual seu pai.

Lillian tem certeza que foi o ambicioso Sr. Swift que colocou a ideia absurda na cabeça de seu pai, o homem é totalmente inadequado para sua bela e sonhadora irmã, e a arrastará para Nova York, longe dela e de suas amigas. E isso Lillian não aceitará, nem Dayse deseja a cópia carbono de seu pai ou ter que ir para longe de suas companheiras. Com a ajuda dos maridos, as mulheres fazem um grande plano para ajudar Dayse a conseguir um marido com urgência.

Ao encontrar o Sr. Swift depois de tantos anos e se deparar com um homem que não é mais um saco de ossos, mas sim belo e carismático, ainda que frio e dedicado aos negócios, a determinação de Dayse bambeia. Mesmo assim, ela está decidida a não se submeter à vontade de seu pai, e Lillian não a deixaria em paz se ela cedesse. Falando em Lillian mais uma vez, ela se superou nesse livro…

O que Dayse não esperava, nem sua irmã e nem ninguém é que:

1. Metthew Swift nutriu uma paixão por Dayse desde que a conheceu;
2. Ele está bonito e bem construído;
3. Ele tem um grande segredo acerca do seu passado; e,
4. Ele valoriza cada detalhe excêntrico da personalidade de Dayse, a adora como uma deusa e é extremamente apaixonado por ela (acho que já disse, mas ele é bem apaixonado por ela mesmo).

"— Achei que passaria o resto da minha vida em busca de pequenas lembranças suas em outras mulheres." – Matthew

Matthew é pego de surpresa sobre o tal arranjo. Lillian não acredita nisso, claro. Ele pode ser apaixonado por Dayse e essa pode ser uma grande oportunidade, mas ele não quer arriscar que seu passado a manche. Seria fácil de evitar essa catástrofe ficando longe dela, contudo, Dayse começa a sentir um certo interesse nele. Fica difícil resistir quando a mulher dos seus sonhos fica encabulada por não ter sido beijada em um jogo escandaloso de salão ou quando ela tranca os dois juntos em um quarto e joga a chave dentro do corpete…

"— Dayse, você é inocente demais para entender o perigo que corre. Preciso de todo o meu autocontrole para não tocá-la. Estou no meu limite. Para dirimir quaisquer dúvidas que possa ter… tenho ciúmes de qualquer homem que esteja a menos de 3 metros de você. Tenho ciúmes das roupas em sua pele e do ar que você respira. Tenho ciúmes de cada momento em que não a vejo." – Matthew

Esse livro foi, definitivamente, para fechar com chave de ouro a série. Lillian grávida é hilariante, Annabele mais sarcástica do que nunca é um bônus, Westcliff fazendo todas as vontades da esposa e se arrastando por ela é tipo um máximo! Foi um livro divertidíssimo, cheio de escândalos, planos falíveis e muita amizade e amor. Deu vontade de seguir a linha cronológica e ler de novo a série Os Hathaways, Can Rohan quase me causou um infarte em Pecados no inverno e quero reencontrá-lo.

Se você ainda não leu os livros da Lisa Kleypas, dê uma chance!

Beijos, May.

site: https://silenciocontagiante.wordpress.com/2017/02/25/escandalos-na-primavera-de-lisa-kleypas/
comentários(0)comente



ELB 20/03/2017

Every Little Book
Enfim, a conclusão de uma das melhores séries históricas que já tive o prazer de ler. Durante os quatro livros passamos por todas as estações do ano e acompanhamos as histórias maravilhosas das Flores Secas ( Wallflowers), cada uma encantadora a sua maneira. Foi com ansiedade que comecei minha leitura, e não pude evitar o sentimento de melancolia ao decorrer das páginas e do fim inevitável.

Esse último livro nos traz a história de Daisy, a mais sonhadora e romântica do quarteto. Impossível não se lembrar dos cometários hilários dessa Wallflower que sempre estava acompanhada de um livro durante toda a série. Após todo o tempo e dinheiro gasto na busca fracassada de um marido para Daisy, Thomas Bowman dá um ultimato a filha, ou acha um pretendente até o fim de maio, ou se casará com Matthew Swift, seu parceiro de negócios e pupilo. Sem vê-lo a mais de sete anos, tudo que Daisy recorda de Matthew é a magreza e a falta de jeito, e é claro, a frieza e ambição que rivalizam com a do próprio pai. Em outras palavras, a pessoa errada para a nossa sonhadora. Mas ninguém esperava que depois de tanto tempo, Matthew além de músculos, tivesse desenvolvido um charme irresistível.
"[...], não conseguia parar de olhar para ele. Meu Deus, nunca em sua visa vira tamanha transformação. O 'saco de ossos' tinha se transformado em um homem forte e bem-sucedido que irradiava saúde e vigor. Usava roupas elegantes que não escondiam a bela musculatura. As mudanças não eram só físicas. A maturidade lhe dera um ar confiante, de um homem que conhecia as próprias habilidades."
Esse novo Matthew é muito diferente do que nossa heroína esperava, e pela primeira vez um homem real parece ser mais apelativo ao olhos dela do que os homens de seus livros. E como Matthew sempre foi apaixonado por Daisy e sua alma sonhadora, não é difícil de prever qual o resultado de tal enlace, se não fosse é claro por um grande segredo, com o poder de acabar com tudo, guardado por nosso herói.

O livro traz aquela sensação agradável de conclusão, é como se Daisy fosse a última peça solta de um quebra cabeças que forma uma imagem adorável. Sei que parece algo obvio, é o último livro de uma série, claro que ele trará uma conclusão e, espera-se, um final feliz. Mas o que quero dizer aqui, é que nem todas as conclusões de séries trazem essa sensação de plenitude e contentamento, pelo menos para mim. Durante todo o livro temos uma visão de como as coisas serão no futuro, de como as quatro amigas permanecerão unidas, frequentando a casa uma da outra, criando seus filhos juntas, cercadas por essa aura de amizade e cumplicidade, amizade essa que também é compartilhada por seus maridos. Escândalos na Primavera era a peça que faltava para o grande final feliz coletivo, o final perfeito para uma série maravilhosa.

Infelizmente, sinto a necessidade de ressaltar alguns erros por parte da editora. A autora contextualiza muito bem seus livros, descrevendo a alta sociedade inglesa do século XIX com perfeição, por isso acredito que esses erros tenham sido na digitação da tradução. O primeiro diz que a família Swift chegou na América no século XIII ( o que convenhamos é bem improvável, já que a América só seria descoberta no final do século XV), e o segundo é quando o Matthew faz uma piada sobre a crise de 1937 (anacrônico já que o livro se passa bem antes disso). Como imagino que a Lisa faça uma boa pesquisa ao escrever, acho complicado erros assim.

Tirando esses errinhos meio bobos, o livro está perfeito. E gente que capa linda! O livro fechou muito bem a série, e tenho que admitir que as Wallflowers vão deixar saudade! O livro fica com 4 corações por causa dos errinhos mesmo, porque a história foi perfeita.


site: http://www.everylittlebook.com.br/2017/02/resenha-escandalos-na-primavera-lisa.html
comentários(0)comente



Kellxinha 20/03/2017

O mais fraco dos 4
Pra mim Primavera foi o mais fraco dos 4 livros da coleção, mesmo Dayse sendo uma das minhas personagens favoritas. Partes foram previsíveis e outras foram forçadas o que não é o estilo da autora, principalmente no início, depois ela entra no seu ritmo habitual, pelo menos foi o que eu senti. Encontrei vários erros de digitação. Um desestimulante no meio da leitura.
comentários(0)comente



Mais Clube 16/03/2017

Escândalos na Primavera
O quarto e último livro da série As Quatro Estações do Amor conta a história da última solteirona, Daisy Bowman. Quando o seu pai a pressiona a arranjar um marido, ou então ela terá que se casar com seu protegido Matthew Swift, e ela não sabe o que fazer. Para poder arranjar um marido a tempo ela precisa, mais do que nunca, da ajuda de sua irmã Lilian e das amigas Eve e Annabelle.

Com a gestação de Lilian avançando todos partem para a casa de campo para a temporada de caça. O que ninguém esperava é que o Matthew Swift fosse um dos convidados. Só que ele não é mais o saco de osso, bajulador e desajeitado que Daisy lembrava, Matthew cresceu e agora está super bonito, charmoso e seguro de si. E mesmo não querendo admitir ela começa a sentir uma atração por ele.

Matthew sempre foi apaixonado por Daisy, o jeito dela o encantou desde a primeira vez que a conheceu e ela foi um dos motivos dele sempre continuar a aparecer na casa do pai dela. O problema é que ele guarda um segredo e toda sua vida foi construída em cima disso, e ele não quer colocar Daisy no meio disso. Mas mesmo tentando se manter afastado é impossível ficar longe por muito tempo.

Apesar do casal lutar firmemente contra o que estão sentindo, não há como negar a forte atração que um sente pelo outro, e inevitavelmente acabam se entregando a paixão. Mas quando tudo parece estar a mil maravilhas o passado de Matthew vem a toda e pode pôr tudo a perder.

Eu adoro o jeito sonhador e aventureiro de Daisy, ela é super divertida desde o primeiro livro (o de Annabelle). O fato de ser americana, filha de comerciante e burguesa torna tudo mais divertido. Matthew é pragmático, com um grande tino comercial e uma ampla memória para detalhes. A última coisa que eu pensaria é que esse casal fosse dar certo afinal um é totalmente o oposto do outro. O mais legal é que funciona e é super encantador.

Eu amo a Lisa Kleypas, ela tem um jeito cômico e envolvente de escrever. Cada personagem é único e marcante e ela sempre consegue me fazer ficar apaixonada pelos mocinhos (cadê esses homens na vida real???). Com cenas picantes, um humor mordaz e uma linda história de amor não tem como não gostar desse livro.

Fico triste por esse ser o último da série… As Wallflowers farão falta…

Mas os fãs não precisam ficar tristes… elas reaparecem na série dos Hathways… “Para noooossa alegria…”

site: http://maisclube.com.br/2017/02/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Carlinha - Paradise Books 16/03/2017

Esperava mais do último, mas amei mesmo assim!
Daisy Bowman é uma sonhadora, com o rosto sempre mergulhado em algum livro, ela é uma garota que vive através de sua imaginação. Romântica, delicada, sensível, características que todos conhecem sobre a jovem senhorita, e que muitas vezes tem afastado seus pretendentes. Seu pai é americano, e construiu um império com muito suor, o que não é facilmente aceito pela corte inglesa, mas como sua irmã Lilian se casou com um Conde, a expectativa da família é que o enlace de Daisy seja tão bom quanto.

Entretanto, ela não parece despertar muitos interesses, e também não tem se esforçado muito para encontrar um bom marido, por isso seu pai está decidido a casá-la com Matthew Swift, seu braço direito na empresa, a menos que dentro do próximo mês ela encontre o pretendente adequado. E de todos os homens que poderiam existir, ela se recusa terminantemente a se casar com Matthew por quem ela sempre sentiu antipatia. Mas o tempo pode mudar as pessoas, e ao reencontrar o Sr. Swift na propriedade de seu cunhado, Daisy vai se dar conta que as mudanças lhe favoreceram muito, e que ele pode sim ser uma excelente escolha.

Matthew Swift é um homem prático, passou por muitas dificuldades para conseguir um lugar e ser ouvido na sociedade, e agora encanta a todos a quem conhece com suas palavras inteligentes e sua habilidade em lidar com os negócios em expansão. Trabalhar para Thomas Bowman é ao mesmo tempo um prazer e um sacrifício, tendo em vista o amor que sempre nutriu por sua filha mais nova Daisy, um amor secreto que ele sabe nunca poderá realizar. Quando a notícia de que Thomas tem interesse em casá-lo com sua filha surge, Matthew sabe que precisa fazer tudo o possível para impedir, ele tem segredos em seu passado que podem afetar profundamente seu futuro e jamais desejaria que o amor de sua vida se ferisse nessa situação, por isso mesmo desejando, ele precisará rejeitar a garota, mas Daisy vai se mostrar muito mais decidida do que ele esperava, e resistir a esse amor será cada vez mais impossível.

Final de mais uma série de Romance de Época dessa autora extraordinária! Lisa Kleypas tem um jeito muito único de criar novos personagens mesmo esse cenário dos romances de época sendo sempre tão parecidos. Suas protagonistas são sempre inteligentes, fortes e fogem dos padrões da época, e o mais importante é que elas sempre tem lições importantes para nos ensinar. Apesar da expectativa pelo último volume da série sempre ser muito grande, esse não foi o meu favorito, apesar de ter me divertido e emocionado, a história de Lilian e Evie tiveram um impacto maior sobre mim, mas ainda sim tenho um apreço especial por Daisy.

Daisy Bowman sonha com os piratas, fadas e cavalheiros que ela lê em seus livros, e sempre acreditou que encontraria um casamento assim, assim como suas amigas que sempre a apoiaram a encontrar um cavalheiro romântico que lhe fosse compatível, mas agora todas as suas amigas estão casadas, sua irmã espera um bebê, e cada vez mais Daisy se sente sozinha, até reencontrar Matthew Swift e perceber que ele não tem nada daquilo que ela sempre acreditou de sua imagem.

"E havia cavalheiros atraentes nos sonhos de Daisy, inspirados por histórias de grande heroísmo e objetivos nobres. Esses homens imaginários eram tão mais interessantes que os comuns. Falavam palavras bonitas, eram ótimos em lutas de espadas e duelos e faziam mulheres desmaiarem com seus beijos."

Matthew é bonito, charmoso, e sua aparência mudou drasticamente desde a última vez que eles se encontraram. O amor que secretamente sempre teve por Daisy começa a aflorar novamente, e ficar perto dela se torna cada vez mais um martírio, se um dia seu passado vier a tona, ela jamais poderia perdoa-lo e ela não quer que ela se machuque, mas as investidas da garota são muito mais do que um homem comum poderia suportar, quanto mais um homem apaixonado, e ele está prestes a jogar tudo pro alto e se entregar a esse sentimento.

O envolvimento deles é muito natural, e assim como todos os fãs desse gênero, adorei acompanhar como gradualmente os sentimentos tomaram conta desses personagens. Daisy foi encantadora, divertida e me conectei muito a ela, principalmente por ser uma leitora ávida, Matthew aos poucos nos mostra sua personalidade sensível, e saber que guardou tantos sentimentos durante todos aqueles anos foi muito tocante. A autora também nos dá um bom panorama do período de revolução industrial que a Inglaterra estava passando naquele momento, e eu gosto bastante desses pequenos pontos para nos contextualizar que ela sempre trabalha em seus livros.

Divertido, romântico e apaixonante, um final delicado para uma série deliciosa de acompanhar!
comentários(0)comente



KeylaPontes 16/03/2017

#JaEstouComSaudades!
E eis que cheguei ao fim dessa série delicinha e meu primeiro contato com a Lisa Kleypas. "Escândalos da Primavera" é o quarto e último volume da série "As Quatro estações do amor", série que despertou em mim várias emoções! Tiveram livros muito bons e um regular, então quando solicitei da Arqueiro este volume eu não estava com as expectativas la no alto o que é ótimo.

Aqui conhecemos mais profundamente a Daisy Bowman. Daisy sempre foi a quietinha do grupo, sempre preferindo os seus livros aos bailes (nosso tipo de mocinha). Só que seu pai, cansado de ter uma filha solteirona em casa (aí essa época) dá um ultimato a ela! Ou ela arranja um pretendente ou terá que se casar com Matthew Swift, seu braço direito nos negócios. Daisy fica desesperada pois quer um mocinho como dos seus livros e não um homem sério como Matthew! E muito menos alguém tão parecido com o seu pai.

O que ela não contava era que por trás da seriedade Matthew era bem diferente. E mesmo tentando ir contra, ele a conquista pouco a pouco. Porém como ir contra aquilo que sempre pensou? E mais, como se permitir quando sabe que poderá magoar a pessoa que mais ama no mundo?.

Matthew é com certeza um dos mocinhos mais (se não O MAIS) mais fofos, gentis, meigos, compreensivos, dedicados que eu já li! Eu amei como a autora construiu o personagem masculino aqui, afinal, quão raro é encontrar um mocinho que aceite a mocinha como ela é?! Que não tenta mudá-la para que ela "se molde" a sua vida? Adorei como você vai, página a página identificando o amor nascendo pouco a pouco entre os dois. Não foi de repente, mas também não demorado. Foi no momento certo. No momento certo para a mocinha ver que era aquilo. Era ELE que ela queria. E quando soube, não desistiu mais dele (afinal o quão chato é o clichê "te amo por isso não vou ficar com você -_-). Achei que deu um toque real, afinal não vivemos em uma novela mexicana ambulante não é mesmo?

Eu gostei muito ainda da forma como a autora desenvolveu o final do livro, apesar de ter achado o grande segredo do Matthew um tanto quanto "bobo" para tanto "auê", mas a autora foi desenvolvendo pequenos conflitos que não deixou o livro com cara de final de novela. Aqui encontramos a questão do conflito familiar, visto que no decorrer da série conhecemos a relação tão importante que as irmãs Lillian e Daisy precisaram desenvolver já que ambas não tinham os pais suprindo a carência afetiva que as jovens tinham e elas precisaram assim contar uma com a outra por tanto tempo, que foi difícil para Lillian aceitar que a irmã precisava seguir a sua vida. E neste ponto foi maravilhoso ver como o relacionamento dela com o marido Marcus amadureceu e fez bem a ela.

Falando em relação familiar, se tem algo que a Lisa Kleypas dominou bem durante todos os livros foi esse tema. Tivemos mocinhas das mais variadas formas e ciclos familiares. Algumas com nada e outras com muito. Destaque para o livro "Inverno" de Ivie, que mesmo não tendo sido o meu favorito no quesito romance, deu show de discussão sobre a violência contra a mulher. E de como ela pode se desenvolver de várias formas e de vários lados. Principalmente daqueles que deveriam te amar desde que você nasceu. #LACRE.

Voltando para primavera... Aaaah gente! O que falar desse livro? Tão lindo, tão delicado, tão bem pensado! Com toda certeza um ótimo ponto final em uma série linda. Que é sobre amor, mas acima de tudo e sobre amizade! Neste livro não só encontramos o casal principal tentando se acertar, mas temos também um extra dos casais que tanto amamos dos outros livros! O livro é cheeeeeeio de cenas fofinhas entre Lillian e Marcus então fãs de outono vcs vão amar !!! Fiquei até com vontade de reler os dois primeiros #AQUELAS.

De todos da série, este foi com certeza o que o nome fez mais jus! Delicado, romântico, doce é lindo assim como as flores! ai, o quão linda é a primavera não é mesmo?

Resenha disponível em:

site: http://keylinhastureads.blogspot.com.br/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera-as.html
comentários(0)comente



Elidiane Ferreira 14/03/2017

Somos todas Daisy :)
Escândalos na Primavera é o quarto e último livro que fecha o ciclo desse quarteto maravilhoso de grandes amigas! Anabelle, Lilian, Evie e Daisy são protagonistas inesquecíveis e divertidas que com certeza irão ficar para sempre na memória de todas nós que amamos romances de época. Nesse volume conheceremos finalmente a história de Daisy, a última solteirona entre as amigas, e também a mais sonhadora, que ama os livro! Tornando-se assim impossível não se identificar com a personagem.

''Também fora observado que Daisy passava tempo de mais com os seus livros, o que provavelmente era verdade. Se lhes permitissem, passaria a maior parte do dia lendo e sonhando.'' Página 15.

A história já começa com o pai de Daisy, Thomas Bowman tomando uma importante decisão sobre o futuro da nossa protagonista, se ela não arrumar um marido até o fim de Maio, se casará com o homem escolhido pelo pai, e esse homem seria ninguém menos que Matthew Swift, o braço direito de Thomas nas empresas Bowman's e também o homem que ele considera como um filho, e melhor até do que os membros da própria família, ou seja, deseja Matthew como o futuro herdeiro dos seus negócios.

A ideia de se casar com Matthew é inconcebível para Daisy, já que para ela Matthew não passa de um homem sem graça, sem charme algum e que possue os mesmos pensamentos intoleráveis de Thomas Bowman. Por isso Daisy decide recorrer a irmã Lilian, e as amigas Evie e Annabelle para arrumar um marido antes do fim do prazo imposto pelo pai. Mas qual a sua surpresa ao descobrir que o pai chamou Matthew Swift para a temporada de caças na primavera em Stony Cross Park, a propriedade em Hampshire, uma das mais lindas da Inglaterra pertencente a Lilian e Westcriff, e é também o cenário perfeito para as aventuras e romance dessas grandes amigas, que se intitulam Flores Secas.

Mas qual a surpresa de Daisy ao descobrir que Matthew Swift não é mais o homem que imaginará no passado? Ele se tornou um homem sedutor, de personalidade confiável e que costuma conseguir tudo o que quer apenas com uma boa lábia e um sorriso afável, não é à toa que se tornou um homem bastante rico apesar de jovem. Mas Daisy não está nos planos de Matthew, ele não deseja de modo algum de casar com ela! Será? É impossível não se encantar quando esses dois estão juntos, os diálogos entre eles são deliciosos, e o fato de a narrativa dar espaço para sabermos as emoções dos dois personagens deixa a leitura muito mais envolvente. Os protagonistas masculinos que a Lisa cria são apaixonantes, é incrível ver o quanto cavalheiros eles são, e o que estão dispostos a fazer pela amada.

A escrita da autora é tão prazerosa que você não quer que o livro termine, ela é bem detalhista em algumas cenas mas de um modo positivo, você realmente se sente dentro de um ambiente histórico, é como se você fizesse parte desse quarteto de amigas, e estivesse vivenciando todas as alegrias, tristezas e aventuras. Você se considera parte dessa grande amizade. E todas elas irão fazer o possível para ajudar Daisy a entender melhor os seus sentimentos por Matthew, menos Lilian que com sua personalidade forte não consegue acreditar nas boas intenções de Matthew. Ah, e nosso mocinho esconde um segredo, um mistério que só será resolvido no final do livro, eu virava as páginas com afinco querendo descobrir o que deixava o nosso protagonista tão desassossegado.

Um final mais do que merecido para Daisy! Repleto de aventuras, e algumas reviravoltas assim como um bom romance desse gênero deve ser. Essa série vai te deixar com um sorriso bobo nos lábios, e vai te fazer suspirar de felicidade! Mas o seu término deixará os leitores de romance de época com saudades dessas amigas que conquistaram os nossos corações e as nossas estantes! Tudo indica que a Editora Arqueiro irá publicar mais um livro/conto com a história do irmão mais velho de Lilian e Daisy e eu já estou ansiosa, e espero avidamente para reencontrar essas mulheres obstinadas e que prezam as suas amizades acima de tudo.

site: + resenhas: http://www.leituraentreamigas.com.br/
comentários(0)comente



Carol 10/03/2017

Fechando série
Olha, eu tenho que dizer que esperei uma coisa diferente desse livro, e talvez por isso estivesse tão ansiosa por lê-lo. A autora jogou uma cena com um personagem pouco usual no livro anterior, juntamente com a Daisy, que é a protagonista desse livro. Então fiquei esperando que as coisas se desenrolassem por ali, mas não foi o que aconteceu, e acabei ficando triste. Teria sido ousado da parte dela, e gosto de coisas ousadas.

Vamos ao último livro da série das estações do amor. Finalmente a quarta amiga vai ter o seu final feliz. O grande problema é que Daisy tem sérias dificuldades de encontrar um pretendente por ser...digamos, um tanto avoada. Adora ficar com a cara enfiada nos livros! Mais alguém ai é assim? Se fosse depender de não ler para arrumar um marido eu morreria sem um, HAHA

Então seu pai dá um ultimato. Ou ela arranja um pretendente em dois meses, ou casará com seu funcionário que é quase um filho, Matthew. Daisy se vê desesperada porque acha o homem feio e frio, sem contar que provavelmente vai se casar com ela apenas para herdar o dinheiro da família, e Daisy quer o amor que viu brotar na vida das amigas.

Acontece que Matthew mudou bastante desde a última vez que Daisy o viu. Está bonito, até demais, e não lhe parece mais tão frio e distante. E é aí que as coisas desandam para mim. Eu esperava
que tudo acontecesse menos rápido do que aconteceu. Em dois dias Daisy já estava sonhando com Matthew. Ah, vá! Quanto hormônio é esse, minha amiga! Vai tomar uma ducha fria!

Tá, enquanto protagonista eu também o curti bastante. Acho que por ser americano, e não ter toda aquela pompa dos personagens ingleses desse tipo de livro. Digamos que ele seja mais descolado. Prático e tem um jeito quase libertino de ser educado e maravilhoso sem parecer ofensivo. Meu protagonista predileto dos quatro livros. Mas o encanto feminino ainda é de Lilian, que nesse volume continua tão arredia e mandona quanto era nos anteriores. Julgo dizer que ela é também a protagonista predileta da autora dentro dessa série.

Como qualquer romance desse estilo, ele é cheio de clichês, mas nada que me incomodasse. Só os básicos existentes em romances de época. Gosto da escrita da Lisa ao ponto de não me importar nem um pouco com o "mais do mesmo". Acho que estou ficando viciada em romances de época! Jesus!

Tem um final bem bacana, graças aos segredos do passado do protagonista. E pela primeira vez em um romance desse tipo, eu me vi criando uma cena de cinema com um certo reencontro. Ficou lindíssimo!

Apesar da pressa dos acontecimentos, e da ansiedade da protagonista, eu gostei do livro! Não é melhor do que o anterior, por exemplo, mas tem lá o seu charme. E ele se chama Mathew!

site: http://terradecarol.blogspot.com.br/2017/03/resenha-de-escandalos-na-primavera-lisa.html
comentários(0)comente



Cris Paiva 08/03/2017

O último livro da série!! Eba, acabou mais uma!!
Vou contar que não estava tão ansiosa por esse livro, na verdade, se a série tivesse acabado no terceiro eu teria me dado por satisfeita, já que Pecados no Inverno, para mim, foi o melhor livro de todos.
Daisy é a irmã mais quieta, e leitora voraz de romances açucarados (alguém se reconhece?). Tudo o que ela quer é ser deixada em paz e não ter de lidar com os pretendentes tediosos que seu pai coloca em seu caminho. Mas tudo o que é bom tem um fim, e ela recebe um ultimato para se casar, ou seu pai vai tratar desse assunto pessoalmente, e ele tem um candidato certo para o casamento com Daisy: Matthew Swift, seu braço direito nos negócios.
Agora sim Daidy ficou nervosa, ela se lembra de Matthew como um garoto ossudo, ensebado e sempre disposto a agradar, e não faz idéia de que o garoto que ela conheceu cresceu e se tornou um homem bonito e determinado. E apesar de se sentir um tanto quanto encantada por esse novo Matthew, ela ainda tenta se agarrar com unhas e dentes ao antigo preconceito.

Matthew, apesar de querer e gostar muito de Daisy, resiste bravamente as tentativas de seu patrão de casá-lo com a filha encalhada. Ele não se julga a altura dela, mas se rói de ciumes cada vez que um novo pretendente é apresentado.

O romance é bem fofo e foi um ótimo fechamento para a série. A autora reuniu todos os personagens nesse ultimo livro e contou um pouquinho da vida após o casamento de todos eles. Ainda tem um outro livro, do irmão das Bowman para quem se interessar, mas a série fecha perfeitamente nesse.
Patricia 08/03/2017minha estante
Esse foi o que menoa gostei


Cris Paiva 08/03/2017minha estante
O terceiro foi tão bom que o ultimo ficou como um anticlímax.


Jaque 11/03/2017minha estante
Preciso retomar essa série... só li o primeiro e achei muito meia boca :/




Blog De Bem Com a Leitura 08/03/2017

Daisy é uma jovem apaixonada por livros, romântica, frágil e meiga, mas seu gosto pela leitura incomoda o seu pai - que nunca se agrada com o comportamento dos filhos. Em todas as temporadas que participou, Daisy não foi cortejada por nenhum cavalheiro e também nunca se interessou por algum. Não é ingênua ao ponto de esperar por homens parecidos com os mocinhos que lê em seus romances, mas quer que o seu futuro marido seja alguém com quem ela possa compartilhar as suas ideias e espera que estejam apaixonados.

Mas o seu pai, Thomas Bowman, não está satisfeito com a situação da filha e quer que ela case o mais rápido possível, para isso, lhe dá um prazo para encontrar um pretendente que ela ache bom o suficiente para ser seu marido; mas, se isso não acontecer, ela será obrigada a se casar com Matthew Swift. Daisy o acha repugnante, tendo em vista que ele é a cópia perfeita de seu pai e é o braço direito dele na empresa.

Matthew Swift mudou muito desde a última vez em que ele e Daisy se encontraram, ela quase não o reconheceu quando o viu novamente. Inclusive, achou-o charmoso e atraente. Mas nada mudaria a sua opinião sobre ele. Já Matthew, sempre nutriu um sentimento diferente por Daisy mas nunca deixou que ele transparecesse, pois seu passado esteve o tempo todo interferindo em seu presente e lhe lembrando quem ele realmente é.

O passado de Matthew é obscuro, carregado de traumas e com um segredo que ele não deseja que venha à tona, ele nunca revelou o que lhe aconteceu mas teme que a qualquer momento seja cobrado pelos anos que passou escondendo a verdade e nunca quis que Daisy esteja presente caso algum dia isso aconteça. Por esse motivo, sempre se manteve afastado dela e pretende recusar a proposta de Thomas Bowman.

Mas nenhum dos dois esperava que ao tentar se afastar, acabariam se aproximando. O homem que Daisy conheceu não é mais o mesmo e ele vem mostrando diariamente as suas mudanças, mudanças que não passam despercebidas por Daisy, que está cada vez mais atraída - ainda que relutante em assumir.

Quando eles começam a aceitar o que sentem e passam a deixar as diferenças de lado, o temido segredo de Matthew vem lhe atormentar.

"[...] - Mas não sinto nada. É como se tivesse sido congelada viva. Quero me esconder em algum lugar. Não quero ouvir isso. Não quero ser forte.
- Não tem de ser - disse Lilian brandamente.
- Sim, tenho. Porque a única outra opção é me deixar ser partida em um milhão de pedaços.
- Eu a manterei inteira. Com todos os pedaços no lugar."

Leia mais no link > http://vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera.html

site: www.vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br
comentários(0)comente



estantedasuh 06/03/2017

Escândalos Na Primavera - Blog Estante da Suh
Daisy Bowman é uma menina-mulher, ela ama os livros e sonha com as histórias que lê.
Daisy sonha em casar por amor e achar o homem prefeito, mas é com esse pensamento que ela já está na terceira temporada de eventos sociais e não encontrou nenhum marido. Seu pai não aguenta mais ver a filha encalhada e lhe dá um ultimato: se ela não arranjar um marido, mas não é qualquer marido, até o fim da temporada, ele a casará com o seu braço direito Matthew Swift.

Da última vez que Daisy viu Matthew Swift, ele era um menino magricelo, só pele e osso, com ternos que eram maiores que ele, um nariz grande e o mais nojento, um belo puxa-saco de seu pai Thomas Bowman. Ela odiou a ideia do pai de se casar com ele, ela nunca faria isso. Daisy precisava arrumar um marido logo e para isso contou com a ajuda da sua irmã Lilian e seu cunhado para arrumar bons partidos para ela. O que ela não contava é que Matthew estava bem diferente do que ela lembrava, agora ele se tornou um homem viril, lindo, cheio de charme e muito, muito inteligente.

Matthew Swift é um americano, seu talento com os negócios é indescritível. Um homem audacioso e que consegue convencer a todos com seu carisma e determinação. Ela é muito grato a Thomas Bowman por ter lhe ensinado os truques da vida de um empresário. Só que mesmo sendo muito grato, Matthew tem o seu talento e sua maneira de lhe dar com os problemas. Ele não é um pau mandado como todos acham, ele tem sua opinião e luta por ela até o fim.

Escândalos na Primavera é o quarto e último livro da série As Quatro Estações do Amor e nesse livro só resta uma das amigas a encontrar o seu amor. Daisy me cativou logo de cara, com sua alma de menina e seus suspiros pelos livros. Ela é forte, tem sua própria opinião e não tem medo de expor o que sente, mas ao mesmo tempo é frágil e carente. Ela não quer um homem que mande nela e a trate como um objeto, ela quer um companheiro, que entenda as suas manias e que dê muito carinho.

Matthew é um homem carismático e misterioso. Ele ama Daisy desde que a conheceu, mas sempre ficou com esse amor guardado. Ele tem um passado nebuloso e sabe que nunca poderá ficar com ela por causa disso. Mas não é ele que manda no destino e muita coisa vai acontecer para aproximar esses dois. E vou falar, entre tapas e beijos eles vão se apaixonar e é lindo ver o amor nascendo.

O livro tem uma história bem fluída e que cativa o leitor. Fiquei encantada com todos os personagens e como a autora soube encaixar todas as pontas. A história tem uma pitada de drama, comédia, mistério e claro o romance que não poderia faltar. Além disso tem uma inovação, porque os personagens são americanos e não ingleses. Nessa história podemos ter um vislumbre de como era a sociedade americana naquela época.

E o que dizer do final. Sério! Quase tive um infarto, fiquei numa tensão só e fazendo figa para que o final fosse o mais lindo possível. Quando terminei de ler fiquei apaixonada pelo livro e seus personagens.

A capa do livro é linda e combina muito com o ambiente que a história é retratada. A diagramação é simples. Não houve erro de ortografia. As folhas são amareladas e a fonte do tamanho certo para leitura.

Recomendo esse livro a todos que amam uma história leve, envolvente, carismática e onde o tema central é o amor.

site: http://www.estantedasuh.com.br/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera-as.html
comentários(0)comente



Kelly Martinez 06/03/2017

Sabe aquele romance tão bonitinho que quando acaba vc tá com sorriso no rosto? Pois é, Escândalos na Primavera é assim... muito fofo, tão gostosinho de ler que eu fiquei suspirando quando terminei!
Super recomendo a leitura!
Faby 12/03/2017minha estante
Amei essa saga das solteironas e Daisy é tão fofa :) Vc leu os outros?
Se não me engano é
1-Segredos de uma noite de verão
2- Era uma vez no outono
3- Pecados de inverno
São muito fofos se vc quiser te mando no email eu tenho eles :)


Faby 12/03/2017minha estante
Muito fofo esse livro! Daisy é uma graça msm.Vc leu os outros?
Se quiser te mando tenho eles e confesso q adorei tds :)


Kelly Martinez 12/03/2017minha estante
Oi lindezaaaaa!!! Tenho eles sim mas só li o primeiro! TÔ programando a leitura dos outros ainda pra esse mês! Mas vou te confessar: tô andando com uma preguiça pra ler...não sei o que ta acontecendo comigo! Cada livro que pego fico empacada por dias..... rs!
Assim que acabar esses 4 te falo.
No momento tô lendo Ninféias \negras...aparentemente é um bom thriller policial e ainda assim to lendo beeeeeem devagar.....
Beijim
:)


Faby 12/03/2017minha estante
Eita rsrs confesso que já fiquei assim mas depois passar é só uma fase viu...Opa estou louca pra ler esse Ninfeias negras mas esse mês decidi q quero ler algo mais leve rsrs depois me fala se é bom tá


Kelly Martinez 12/03/2017minha estante
Ok, acabando, eu posto a resenha!
:)




Lane 05/03/2017

Não é meu preferido, mas é muto bom!!!
Após três anos do encontro de Annabelle, Lilian, Evie e Daisy, onde elas fizeram um pacto de arranjar maridos um para outra, finalmente chegou a vez da mais nova encontrar seu destino em Escândalos na Primavera.

Daisy Bowman está na Inglaterra há bastante tempo e até agora não se interessou por nenhum homem para futuro marido. Sempre sonhadora, ela quer se casar por amor com um homem que combine com ela. Mas essa tarefa parece ser impossível. Até receber um ultimato de seu pai Thomas Bowman: ela casa com algum pretendente aceitável com sua condição social até o fim de maio ou ele a forçará a casar com Matthew Swift.

Daisy conhece Matthew há anos, sempre frequentou sua casa nos EUA. Ela o detesta. Sempre foi muito parecido com seu pai, ambos são gananciosos e frios. Matthew não parece ter um coração batendo do lado esquerdo do peito. Ele é a última pessoa com quem ela quer se casar. Então decide pedir ajuda de suas amigas para encontrar um homem, qualquer um que possa lhe fazer minimamente feliz.

Matthew Swift vem dos EUA e não faz ideia dos planos de Thomas Bowman para ele e Daisy. Sua chegada à propriedade do conde Westcliff, que é marido de Lilian, em Stony Cross Park, já é regada a um embate verbal com Daisy. Ela o acusa de saber sobre o casamento dos dois por parte do pai dela. Então, para contrariá-la, ele não diz se deseja negar o pedido. A partir daí alguns conflitos são inevitáveis a acontecer.

A capa está no mesmo padrão que as outras da série e está linda! Não consigo decidir qual a mais bonita. Mas infelizmente, nessa edição encontrei alguns erros. Sejam falas e narrações misturadas como, por exemplo, espaçamento de palavras errados. Para mim isso incomoda, sou um pouco chatinha com isso. Não sei como a Editora Arqueiro que é maravilhosa e conceituada no mercado, não percebeu esses erros bobos. A narração é em terceira pessoa com foco em Daisy e Matthew, mas sem nunca esquecer os outros personagens maravilhosos dessa série.

Matthew Swift, com um passado obscuro, sabia que não poderia se dar ao luxo de se aproximar daquela que era o seu amor. O medo de ser descoberto sempre o rondou e não poderia colocar Daisy em risco. Quem diria que por baixo daquela fachada pragmática e ambiciosa, existia um homem tão bom e amoroso.

Daisy Bowman é uma figura. Muito avoada e sonhadora, ela conquista os leitores por seu jeito de dizer o que se passa em sua cabeça, ela não tem muito filtro. Rsrs... Ela ainda é uma leitora voraz, adora livros de romance, mas também gosta quando o livro tem aquele toque de reviravolta. Muito criteriosa, ela espera o seu “feliz para sempre” e só quer se casar com o homem certo. Isso é o que deixa as peripécias dela no livro bem divertidas.

O romance entre Matthew e Daisy é muito fofo e cheio de pequenas intrigas. Fiquei encantada ao descobrir que Matthew era apaixonado pela Daisy desde que a viu pela primeira vez há uns sete anos. Ele sempre foi tão ambicioso e frio e nunca deu nenhuma demonstração de seus sentimentos. Ela nunca imaginou que poderia bater um coração ali. Lindo de ver como só o amor de Daisy poderia trazer vida ao coração duro de Matthew.

Escândalos na Primavera não foi meu romance preferido da série, mas não deixa de ser menos maravilhoso. A escrita da Lisa Kleypas continua muito leve e fluida, me deixando sempre apaixonada por suas histórias. Também gostei do fato dela ter abordado de maneira mais direta em uma determinada cena o fato das mulheres que não fazem parte da aristocracia serem tratadas como meros objetos. Mas claro que nossos personagens favoritos estão ali sempre para contradizer esses argumentos inválidos e retrógrados.

É de dar nos nervosos também como os homens naquela época visavam o casamento como um mero comércio. As mulheres eram muito mal tratadas, sendo apenas um objeto de decoração e procriação de herdeiros. Deveria ter no mínimo um filho homem para que a linguagem fosse repassada com orgulho. Não me admira que Daisy tenha se rebelado contra o pai.

Ah! Um fato curioso, que eu tenho quase certeza já ter lido em algum lugar antes, é que não era de bom tom as mulheres exibirem sua gravidez, mesmo que estivessem todas cobertas. Elas ficavam isoladas quando a barriga começava a apontar e não podia mais ser disfarçada. Poucas eram as interações com as pessoas.

Aqui me despeço dessas quatros Flores Secas. Porém... Ainda temos um bônus maravilhoso! A autora Lisa Kleypas escreveu um conto de natal voltado para o irmão da Lilian e Daisy, o Rafe Bowman. A Editora Arqueiro pretende ainda publicar essa história nesse ano. Então vai ser o último gostinho da série. Estou louca para fazer essa leitura.

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Taty Assis 03/03/2017

E chegamos ao fim de mais uma série superquerida ♥
Comecei a ler Escândalos na Primavera de uma forma totalmente despretensiosa e de repente me vi completamente presa ao livro e a história. Esse quarteto de amigas me rendeu ótimos momentos.

Daisy é apaixonada por livros. Se dependesse dela, viveria em seu mundo de fantasias, mas a realidade é outra, seu pai exige que ela tente arrumar um marido dentro de dois meses, caso contrário, ele a casará com Matthew, seu braço direito nos negócios.

Daisy não quer se casar com Matthew; ela o detesta e o acha uma cópia de seu pai: um homem frio e que só pensa nos negócios, sem contar que não era nada atraente. Mas alguns anos se passaram desde que se viram pela última vez e Matthew não está nada parecido com o Matthew de anos atrás, para a total surpresa dela.
Daisy não esperava ver a transformação de Matthew, e muito menos se sentir atraída por ele. Já ele sempre amou Daisy, mas se nega a ter esperanças de ter algo com ela, afinal, seu passado poderia vir à tona e destruí-los. Mas a cada dia que se passa, refrear seus sentimentos e desejos se tornou impossível.
“– É um estraga-prazeres – gritou Daisy furiosamente. – Não me quer e não admite que ninguém mais queira. Deixe-me em paz e volte aos seus planos de construir sua maldita fábrica e ganhar rios de dinheiro! Espero que se torne o homem mais rico do mundo. Espero que obtenha tudo que quer e, um dia, olhe ao redor e se pergunte por que ninguém o ama e...
Ele a calou com um forte e punitivo beijo (...)”

Escândalos na Primavera com certeza foi o melhor livro da série e me fez desejar muito mais desse quarteto.

É impossível não gostar de Daisy, das quatro amigas me identifiquei mais com ela; uma sonhadora, que ama viver no mundinho de seus livros e que em muitos momentos prefere a companhia de uma boa história do que de pessoas. Foi bem divertido acompanhar o seu reencontro com Matthew e sua descoberta do quanto estava errada a respeito dele. Já Matthew é maravilhoso! Terminei a leitura completamente encantada por ele, e acaba se tornando impossível não se compadecer dos seus medos de que Daisy pudesse vir a odiá-lo caso seu segredo fosse revelado. Os dois são incríveis juntos, completamente perfeitos um para o outro.
“Ao longo dos anos colecionei mil lembranças suas, cada olhar, cada palavra que nunca me disse. (...) Você sempre foi tudo que eu achava que uma mulher deveria ser. E eu a tenho desejado desde que nos conhecemos, em todos os segundos da minha vida.”
Os personagens continuam apaixonantes, teremos um pouquinho de Annabelle, Lillian e Evangeline. Confesso que a Lillian me irritou muito com todas as suas críticas sobre Matthew, parecia que ela só estava enxergando o que ela queria, e não o que Daisy desejava, mas até dá para entender, ela só estava querendo proteger sua irmã de ter o coração partido. Fora isso, as meninas continuam companheiras e sempre apoiando uma a outra.

Foi uma leitura incrível e muito divertida, e que também acaba nos passando uma lição: as aparências, linhagem e status não são o suficientes para julgarmos uma pessoa.
A autora concluiu a série em grande estilo, estou in love ♥.
E, culpados, se ainda não leram, leiam o quanto antes! #muitoamor
“(...) Ela o olhou de relance com olhos semicerrados. Um livro sempre era uma porta para outro mundo, mais interessante e fantástico do que a realidade. Mas ela finalmente descobrira que a vida podia ser ainda mais maravilhosa do que a fantasia. E que o amor podia encher o mundo real de magia. Matthew era tudo que já havia desejado. E tivera tão pouco tempo com ele!

site: http://www.aculpaedosleitores.com/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



chrisakie 01/03/2017

Ahh estação mais romântica do ano...
Daisy Bowman, uma leitora ávida, romântica e sonhadora, a mais nova das Flores Secas, não conseguiu cumprir a missão de encontrar um marido na Inglaterra, pois ela mantinha padrões altos para seu par romântico e parece carecer de conhecimentos da arte da sedução. E seu pai, Thomas Bowman, cansado de esperar pela filha, concede-lhe poucos dias para encontrar um marido, caso contrário a Daisy deverá se casar com o Matthew Swift, o seu braço direito.

Temendo se casar com um homem interesseiro e frio como o seu pai, a Daisy e as suas amigas fiéis tem a missão de encontrar um marido para ela, podendo ser qualquer um, exceto o Matthew. Mas após um longo tempo sem vê-lo, a protagonista se depara com um homem completamente diferente fisicamente e logo surge uma atração por ele. Enquanto a super protetora Lillian terá de fazer de tudo para não deixar a sua irmã se casar com esse homem que parece esconder um segredo.

"Com discrição, olhava-a sempre que possível, sabendo que isso era tudo que poderia fazer."

A série As Quatro Estações do Amor, fica cada vez melhor! Não saberia dizer qual seria o meu favorito! O Escândalos na Primavera é cheio de romantismo, arranca suspiros de leitores e também as lágrimas nas partes dramáticas. Lisa veio fechar a série com a chave de ouro!! Foi um dos livros mais divertidos e apaixonei-me pela escrita dela e por seus personagens.

Podemos conhecer melhor o Thomas Bowman, o pai das irmãs terríveis que sempre estivera tão distante nos livros. Ele está bem presente e mostra o seu outro lado que ninguém nunca esperou. A amizade entre as moças está mais forte do que nunca e a ligação entre as irmãs está bem enfatizada. O que me deixou roendo as unhas de curiosidade foi o segredo de Matthew que será revelado somente no final! (Bela jogada dona Lisa!) É cativante do início ao fim, sendo o livro mais engraçado da série, ri demais com as cenas e personagens.

site: https://www.instagram.com/p/BQyvw7EFV6-/
comentários(0)comente



58 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4