Escândalos Na Primavera

Escândalos Na Primavera Lisa Kleypas




Resenhas - Escândalos Na Primavera


73 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Saleitura 24/04/2017

Fascinante
"Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna."
Daisy Bowman é a última das "flores secas" que ainda continuava solteira.Ela sabia que passava mais tempo com seus livros e se fosse possível "passaria a maior parte do tempo lendo e sonhando." Talvez este fosse o motivo de estar "na terceira temporada de eventos em Londres sem encontrar um marido."

Thomas Bowman decidiu escolher um marido para sua filha após concluir que não valia a pena continuar investindo nessa busca. Ele lhe dá um ultimato de que encontre um marido até o fim de maio ou ele a casará com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.

Daisy e Lillian consideram Matthew horrível, ambicioso e tão rígido quanto seu pai a quem bajulava fazendo tudo que pedia. Casar com alguém com o mesmo temperamento do pai é o que Daisy não suportaria. Seu pai o tinha como filho adotivo já que seus irmãos não correspondiam as suas expectativas. "Ele nem mesmo é bonito - acrescentou Lillian. - É um saco de ossos." Lillian não quer que sua irmã case com Sr.Swift e vá morar longe da Inglaterra.

Para sua surpresa ao se reencontrar com Matthew ela se depara com um homem elegante, atraente, com feições fortes e marcantes que usava roupas elegantes completamente diferente do que ela se lembrava.
"Meu Deus, nunca em sua vida vira tamanha transformação. O "saco de ossos" tinha se transformado em um homem forte e bem-sucedido que irradiava saúde e vigor."

Matthew sempre foi apaixonado por Daisy , mas nunca cogitara a ideia de se casar e se surpreendia de ninguém ter notado seus sentimentos. Guardava um segredo de seu passado que o assombrava e tinha "consciência de que a identidade que criara para si mesmo poderia despedaçar a qualquer momento."

Durante o decorrer da história vamos acompanhar a atração e o sentimento que existe entre Daisy e Matthew. Esse homem que é tão criticado vai se revelando uma pessoa encantadora, romântica e completamente o inverso daquilo que imaginavam.
"Matthew soube que aquilo era um erro no instante em que os lábios deles se encontraram. Porque nada poderia se igualar à perfeição de Daisy em seus braços. Ele estava arruinado pelo resto de sua vida. Que Deus o ajudasse!"

Será que ele é o mocinho romântico, o grande herói que Daisy vive em suas leituras? Qual será o mistério que tanto o aflige que é capaz dele renunciar ao grande amor de sua vida?

Resenhado por Irene Moreira
https://www.skoob.com.br/atividades/post/user/58fd79feb3993288238bb3df
Resenha completa no blog


site: http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2017/04/resenha-escandalos-na-primavera-as.html
comentários(0)comente



Irene Moreira 24/04/2017

"Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna."
Daisy Bowman é a última das "flores secas" que ainda continuava solteira.Ela sabia que passava mais tempo com seus livros e se fosse possível "passaria a maior parte do tempo lendo e sonhando." Talvez este fosse o motivo de estar "na terceira temporada de eventos em Londres sem encontrar um marido."

Thomas Bowman decidiu escolher um marido para sua filha após concluir que não valia a pena continuar investindo nessa busca. Ele lhe dá um ultimato de que encontre um marido até o fim de maio ou ele a casará com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.

Daisy e Lillian consideram Matthew horrível, ambicioso e tão rígido quanto seu pai a quem bajulava fazendo tudo que pedia. Casar com alguém com o mesmo temperamento do pai é o que Daisy não suportaria. Seu pai o tinha como filho adotivo já que seus irmãos não correspondiam as suas expectativas. "Ele nem mesmo é bonito - acrescentou Lillian. - É um saco de ossos." Lillian não quer que sua irmã case com Sr.Swift e vá morar longe da Inglaterra.

Para sua surpresa ao se reencontrar com Matthew ela se depara com um homem elegante, atraente, com feições fortes e marcantes que usava roupas elegantes completamente diferente do que ela se lembrava.
"Meu Deus, nunca em sua vida vira tamanha transformação. O "saco de ossos" tinha se transformado em um homem forte e bem-sucedido que irradiava saúde e vigor."

Matthew sempre foi apaixonado por Daisy , mas nunca cogitara a ideia de se casar e se surpreendia de ninguém ter notado seus sentimentos. Guardava um segredo de seu passado que o assombrava e tinha "consciência de que a identidade que criara para si mesmo poderia despedaçar a qualquer momento."

Durante o decorrer da história vamos acompanhar a atração e o sentimento que existe entre Daisy e Matthew. Esse homem que é tão criticado vai se revelando uma pessoa encantadora, romântica e completamente o inverso daquilo que imaginavam.
"Matthew soube que aquilo era um erro no instante em que os lábios deles se encontraram. Porque nada poderia se igualar à perfeição de Daisy em seus braços. Ele estava arruinado pelo resto de sua vida. Que Deus o ajudasse!"

Será que ele é o mocinho romântico, o grande herói que Daisy vive em suas leituras? Qual será o o mistério que tanto o aflige que é capaz dele renunciar ao grande amor de sua vida?
resenha completa no blog Saleta de Leitura
comentários(0)comente



Suzane 21/04/2017

DAISY RAINHA
O livro começa com o pai de Daisy a intimando, ela precisa se casar! Ficar na Inglaterra está causando muitos gastos, então ou ela arruma um marido aristocrata, ou ela voltará para os Estados Unidos e terá que casar com Matthew Swift. Sendo assim o senhor Bowman conseguiria um marido para Daisy e um herdeiro para sua empresa, já que Matthew era seu melhor e mais fiel funcionário.
"Westcliff olhou de uma irmã para outra.
– O que o Sr. Swift tem de errado? Pelo que seu pai disse,
parece um homem bastante respeitável.
– Ele tem tudo de errado – respondeu Lillian, dando mais uma risada."
Logicamente Daisy se revolta, afinal ela tinha lembranças odiosas de Matthew, de um homem frio e calculista que só se importava com negócios, igualmente seu pai. E para piorar a situação, quem aparece na Inglaterra? Matthew Swift, o próprio, em carne e osso, e uma beleza estonteante. Passa rapidamente pela mente de Daisy "como ele pode ter ficado tão lindo de repente?!" Mas isso não mudaria sua aversão ao moço... então ela, sua irmã e suas amigas decidem encontrar de qualquer jeito um marido adequado, mas com aquele puxa-saco ela não se casaria... ou casaria?

Matthew está lindo, e além de tudo é um cara muito bacana, paciente, e que nos conquista imediatamente, totalmente diferente das lembranças de Daisy. Já nossa protagonista é linda demais, uma moça sonhadora que prefere os livros as pessoas, além de muito debochada hehe, alguém mais se identifica?
"Em geral Daisy adorava dias chuvosos. Ficar encolhida com um livro perto de uma lareira era o maior prazer que podia imaginar."
Claro que os dois passam a se conhecer melhor, e os encontros deles são muito divertidos, muito amor, ri horrores! Daisy começa a perceber que Matthew está diferente, e não é só fisicamente, a atração que ela sente é inevitável. Só que o que ela não sabe é que Matthew mantém desde sempre um amor secreto por ela, do qual ele evita avidamente.

"Acima de tudo queria ficar longe de Daisy Bowman. Era uma tortura tê-la tão perto e não poder tocá-la. Era impossível tratá-la com cortesia quando sua cabeça estava cheia de imagens eróticas em que a segurava e a seduzia, sua boca encontrando as partes mais vulneráveis e doces do corpo dela. E isso era só o começo. Matthew queria horas, dias e semanas sozinho com Daisy... Queria todos os pensamentos, sorrisos e segredos dela. Liberdade para desnudar sua alma para ela.
Coisa que nunca poderia ter."

E você achou que daí começaria um romance cheio de flores? Resposta errada! Matthew tem um passado conturbado e um segredo do qual ele foge, tornando a história bem misteriosa!

O livro é lindo, divertido, fofo e para mim o melhor da série toda. Eu adorei cada parte em que Anabelle, Lillian e Evie aparecem, nos contando um pouco sobre como suas vidas seguiram após se casarem e dando o toque particular de cada uma a narrativa. Um fato que eu achei lindo foi a representação da força da amizade entre elas, que juntas deixaram de ser as Flores Secas para desabrocharem lindamente, e se aprende muito o quanto amizades verdadeiras são importantes. Também aprendemos que status não define ninguém, e que aparências podem enganar muito, e nem sempre de uma maneira ruim.

"O amor deveria ser uma emoção vertiginosa que trazia felicidade, como nos versos bobos dos cartões do Dia de São Valentim decorados com penas, pinturas e rendas. Mas seu amor por Daisy não era de modo algum assim. Era um sentimento torturante, febril e desolador. Era um vício que não podia ser vencido. Era puro desejo temerário."

O romance do livro é leve, tem tudo na medida certa, desde as discussões até os encontros apaixonados, nada excede e em momento nenhum nos irritamos com qualquer personagem, tudo flui perfeitamente.

A série foi fechada com chave de ouro, terminei o livro sentindo a satisfação de uma história bem concluída, com a alegria de ler algo tão mágico. Lisa Kleypas me ganhou com sua escrita, e eu já sinto falta desse quarteto incrível.

site: http://www.memoriasdeumaleitora.com.br/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera-4-lisa.html
comentários(0)comente



Pandora 19/04/2017

Uma das séries mais queridas e gostosas de acompanhar ao longo de 2016 foi "As Quatro Estações do Amor" na qual conhecemos a trajetória de quatro amigas que por diferentes rações precisam contrair matrimonio o mais rápido possível. As autodenominadas Flores Secas, Annabelle Peyton, Lillian e Evie foram respectivamente ao longo dos livros "Segredos de uma noite de Verão", "Era uma vez no Outono" e "Pecados no Inverno" encontrando o amor de suas vidas e uma relação terna sobrou apenas a Dayse Bowman, a mais romântica do quarteto e é justamente a história dela que vamos conhecer em "Escândalos na Primavera".

De todas as Flores Secas, Dayse foi a garota com a qual mais me identifiquei. Ela é romântica, nada dada a respostas fáceis para questões difíceis e completamente apaixonada pela leitura. Aliás, o amor dela pela leitura faz com que constantemente seja alvo de criticas de seu pai, uma situação corriqueira na minha vida.

Amo meu pai e ele me ama também, mas pense em uma pessoa que não perde a oportunidade de me alfinetar quando me vê com um livro aberto, é ele. - ou seja, quase sempre - Dada a minha identificação com Dayse foi maravilhoso acompanhar o desenrolar de seu romance com o inimaginável Mathew Swift, mesmo que esta tenha começado por imposição do pai dela que decide arranjar ele mesmo um casamento para a filha.

A principio até antipatizei com a ideia desse casamento arranjado e pensei que a Lisa ia resolver isso de outra forma, no entanto, logo nós descobrimos o quanto Mathew é querido e nutre em silêncio um amor profundo e antigo pela Dayse e assim fica bem difícil não torcer por ele ou se ver encantada por esse homem prático, trabalhador e cheio de recursos para oferecer a nossa heroína como a possibilidade de continuar sendo uma sonhadora pela vida a fora.

Além do desenrolar do relacionamento de Dayse com o Mathew um ponto forte do livro foi a homenagem que a Lisa fez aos romances de folhetim cheios de aventuras, dramas e reviravoltas emocionantes típicos do século XIX, uma época na qual os romances eram publicados capítulo a capítulo nos jornais da cidade e para prender a atenção dos leitores e leitoras fazia-se necessário todo tipo de recurso ligado ao suspense, como nas novelas de hoje.

Homenageando o estilo de romance do século XIX, "Escândalos na Primavera" tem um protagonista com um segredo misterioso, os personagens sofrem emboscadas no meio da floresta e em rios caudalosos, nos últimos capítulos tem aquela pitada de suspense feito para deixa o coração de quem lê na mão e confesso, em dado momento, na duvida entre sorrir e chorar eu fiz os dois.

Esse livro foi um encerramento maravilhoso para uma serie maravilhosa. Já estou sentindo falta da serenidade da Annabelle, da personalidade alegre e vibrante da Lillian, da força moral da Evie e da doçura da Dayse. Possivelmente, logo logo estarei relendo os quatro livros e voltando a sonhar com homens resilientes como Simon Hunter, conscienciosos como Marcus Marsden, o Lorde Westcliff, apaixonados como Sebastian St. Vincent e apaixonados como Mathew.

site: http://www.doqueeuleio.com.br/2017/04/escandalos-na-primavera-resenha-lisa-kleypas.html
comentários(0)comente



Bruna 18/04/2017

Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.


Hoje eu me despeço de uma série que conquistou meu coração! As quatro estações do amor é uma serie de romances de época de Lisa Kleypas, que conta a história de Anabelle, Lilian, Eve e Daisy, quatro jovens solteiras, em busca de maridos, que, no primeiro livro, se unem para ajudar uma as outras nessa tarefa que parecia impossível para elas. Com três das amigas casadas, agora é a vez de Daisy, irmã caçula de Lilian, e a mais romântica entre as amigas.

Filha de um rico empresário norte-americano, que conquistou sua fortuna do nada, Daisy se vê pressionada pelo pai para arrumar logo um marido aristocrata britânico, ou ele a levará de volta aos Estudos Unidos, onde deverá se casar com Matthew Swift, seu mais fiel e visionário empregado. Desta forma, o senhor Bowman conseguiria um marido para a filha solteirona e um sucessor na direção de sua empresa, já que os próprios filhos homens não parecem interessados.

A chegada de Matthew a Inglaterra só serve para aterrorizar e irritar Daisy, que sempre o considerou um chato puxa-saco, então ela, a irmã e as amigas redobram os esforços para conseguir um marido para Daisy, pois caso se casasse com Matthew, ela ainda teria de retornar ao seu país de origem.

Entretanto, nada é o que parece. E apesar de ser apaixonado em segredo por Daisy por anos, Matthew não tem interesse em se casar com ela, devido a um segredo do passado.

Aos poucos, vamos acompanhando a relação entre Daisy e Matrhew mudar, evoluir, ao passo em qua vamos conhecendo melhor este homem misterioso. E eu, pessoalmente, fiquei encantada com o homem que descobri.

Escândalos na primavera é um livro gostoso e rápido de ler, que desenvolve bem a trama e acontecimentos. E assim como é típico da autora, tivemos bastante dos demais personagens, em especial cenas das quatro amigas.

O livro é fofo e prendeu minha atenção do início ao fim. E o segredo de Matthew não foi nenhuma bobagem. Era coisa séria mesmo! Assim como os demais livro da autora, esse tem algumas cenas mais sensuais, nada muito explícito, mas também nada que eu recomendaria para menores.

Recomendo demais essa série!

site: http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2017/02/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Adriana 12/04/2017

Escândalos na primavera
Dayse já está em sua terceira temporada e até agora nenhum pretendente lhe interessou, eram sempre velhos ou insossos. O problema é que seu pai não pretende mais bancar sua estadia ou seus bailes em Londres. Então decide lhe arrumar um marido. Seu funcionário mais fiel e dedicado, o Sr. Matthew Swift.
"- Para por fim a todas as dúvidas que você possa vir a ter… Sinto ciúmes de qualquer homem que chegue a três metros de você. Sinto ciúmes das roupas na sua pele e do ar que você respira. Tenho ciúmes de cada momento que você passa longe de mim."
Porem as únicas lembranças que as irmãs Bowman tem do Sr. Swift é de um magricelo de dentes fartos e um puxa saco, detestável e antipático. Então quando seu pai lhe da um ultimato, ou arranja um marido até o fim da primavera ou se casa com o Sr. Swift. Dayse e Lilian entram em panico. E começão sua missão.

Lilian esta no fim de sua gestação e num nível de irritação incalculável e enlouquecedor.
A convite de lady e lord Westcliff , vários solteiros desejáveis são convidados para passar um período na casa de campo. E o Sr. Bowman convida seu pupilo Sr. Matthew.
"- Daisy – disse Westcliff amavelmente. - A maioria das pessoas não se distingue por grandes feitos, mas por um número infinito de pequenas coisas. Sempre que você faz algo de bom ou faz alguém sorrir, isso dá sentido a sua vida. Nunca duvide de seu valor, minha cara. O mundo seria um lugar triste sem Daisy Bowman."
Movida por total desespero Dayse decide fazer um pedido no famoso poço dos desejos.
E é surpreendida por um homem lindo, alto, forte, simpático. E quando ele lhe abre um lindo sorriso ela reconhece aqueles dentes. Para sua surpresa é o sr. Swift...

Com o passar dos dias ela vai percebendo que o tempo não foi generoso apenas com a sua aparência, mas com a sua personalidade também. E aos poucos ela se encanta por ele e passa a tentar seduzi-lo.
"- Tudo que eu pediria de uma esposa é que ela me tivesse alguma afeição. Que ela talvez ficasse feliz em me ver ao final do dia."
Matthew Swift guarda dois grandes segredos, o primeiro é que ele é apaixonado por Dayse desde o momento em que lhe viu pela primeira vez quase uma década atrás. Com seu jeito sonhador e distraído de Dayse, que levava o Sr Bowman a loucura, ele achava simplesmente encantador.
E o outro segredo e exatamente o que o impede de correr atras do seu sonho e conquistar Dayse.

E quando o Sr. Bowman lhe faz a proposta de um casamento com sua avoada filha em troca de alguns benefícios. Ele se sente obrigado à rejeitar essa proposta.
Mas como resistir a fazer parte da vida do seu grande amor, como não deixar os seus segredos destruírem sua felicidade...


site: http://www.meupassatempoblablabla.com/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera-de-lisa.html
comentários(0)comente



Sweet-Lemmon 12/04/2017

Quando a segunda vez é ainda melhor.

Eu li Escândalos na Primavera há alguns anos e, apesar de não ter desgostado do livro, não tinha sido uma leitura das mais inesquecíveis. Bem, tempo vai, tempo vem e eu tive uma nova chance de (re)ler o livro e..não é que gostei muito mais desta vez?
Quarto e último livro da série Wallflowers (As Quatro Estações do Amor), Escândalos na Primavera conta a história de Daisy Bowman, a romântica e sonhadora irmã mais nova de Lilian Bowman, a mocinha do segundo livro da série.
Aos 22 anos, Daisy é considerada uma solteirona e como, apesar da sua beleza, não tem nenhum pretendente em vista, seu pai lhe dá um ultimato: ou ela arranja um noivo até o final da temporada ou terá que se casar com alguém da escolha dela. Isso já seria péssimo se não fosse um detalhe para piorar ainda mais:o escolhido do Sr. Bowman é Matthew Swift, seu braço direito no trabalho e por quem Daisy tem um profundo desprezo.

Ah, esses romances de amor e ódio! Na superfície, mocinha e mocinho adoram se espezinhar, mas lá no fundo...A questão aqui é que Matthew sempre foi apaixonado por Daisy, porém fazia questão de se manter afastado. E até mesmo diante da chance de se casar com seu grande amor, ele prefere recuar. Como um bom herói romântico, ele tem sua parcela de segredos obscuros do passado.

Daisy vive um conflito interior, pois apesar da “birra” que sempre teve de Matthew, com seu jeito certinho e que só pense trabalho, ela vê-se diante de um homem completamente daquele que se lembrava. Pela primeira vez, ela percebe- vê- algo muito além de um homem aparentemente obcecado por lucros e números. O problema é que mesmo se ela estivesse disposta a se entregar, Matthew mantem-se distante. E Lilian, sua irmã mais velha também não ajuda.

Lilian, a chata. Tudo bem que ela tinha antipatia pelo rapaz, mas achei que se meteu demais.
Escândalos na Primavera não apresenta muitas novidades ou surpresas, porém é uma leitura leve e dinâmica, que deixa a gente de coração tranquilo. Nos livros anteriores da série, eu não tinha muita simpatia pela Daisy, mas aqui acabei por gostar dela. Ela não é nenhuma personagem a frente de seu tempo, nem quer causar grandes mudanças na sociedade. Daisy só quer ser feliz e o sério e centrado Matthew é o contrapeso que faz o balanço ideal. O fato dele sempre ter sido apaixonado por ela dá uma outra dinâmica e beleza ao relacionamento; um personagem supostamente frio acabou sendo o mais emocional.

Este é o tipo de livro que a gente lê “numa sentada só” e que fica com peninha- e saudades- quando chega a última página.

Romance de época é tudo de bom mesmo.

Recomendo!

Série:

Livro 1- Segredos de uma Noite de Verão
Livro 2- Era Uma Vez no Outono
Livro 3- Pecados no Inverno
Livro 4- Escândalos na Primavera

site: http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera-lisa.html
Monica 12/04/2017minha estante
Sabe que isso acontece comigo também? Leio um livro e não gosto, mas depois se releio, acabo gostando bastante... É bom pra gente ficar atenta e dar uma segunda chance...




Beta 11/04/2017

Escândalos na Primavera por Lisa Kleypas
Já disse como fico triste ao chegar ao fim - ou quase fim - de uma série?

Embora eu já tenha visto comentários de que há um quinto livro da série As Quatro Estações do Amor envolvendo o irmão das Bowmans, pra mim, esse livro é um desfecho, afinal, o próximo não vai ter uma das nossas quatro amigas como protagonista.

Confesso que eu não estava lá muito animada para ler o livro da Daisy, já que das quatro, ela era a que eu menos me identificava. Mas então eu li. Daisy é a descrição perfeita de toda leitora: sonhadora, romântica, inteligente e que troca qualquer coisa por uma boa leitura. Bem parecida com uma pessoa que eu conheço...

A narrativa encantadora, leve, mas com um toque mais formal de Lisa Kleypas nos conduz nessa história romântica entre dois protagonistas com visões opostas da vida, mas com um desejo em comum.

Depois do ultimato de seu pai, Daisy tem apenas dois meses para encontrar um marido, caso contrário terá que se casar com Matthew Swift, um rapaz que ela conheceu na infância e que sempre detestara.

Porém, o que Daisy não contava era que o esquelético e sem graça Matthew, agora um homem, fosse atrair sua atenção e pior ainda, fosse despertar nela sentimentos que ela jamais imaginara ter por alguém frio e ganancioso como ele, pois Daisy sempre vira Matthew como uma cópia mais nova de seu pai.

O que começa com uma implicância, logo vira um desejo e Daisy começa a perceber que por trás da fachada de homem frio de negócio, Matthew esconde um herói romântico como nos livros em que ela sempre leu.

Não considero o melhor da série, mas mesmo assim o livro é encantador e cativante. O início foi um pouco parado e eu demorei a realmente engrenar na história, mas depois que você pega no tranco, largar o livro prova-se muito difícil.

Matthew é um personagem maravilhoso! Me encantei com ele à primeira vista. Gosto de personagens com um porte frio e distante como nosso herói nesse quarto livro, mas ao mesmo tempo romântico e gentil.

O que me deixou um pouco decepcionada foi a postura da Lilian, a irmã mais velha de Daisy e a protagonista de um dos melhores livros dessa série. Lilian, na minha opinião, está um pouco chata demais nesse livro e muito controladora, cuspindo sua opinião e não se importando de as pessoas concordam ou não com ela, a palavra dela é a certa e ponto. Detesto gente assim e me desagradou ver uma personagem que gostei tanto no passado agindo dessa forma. Mas tudo bem, superei isso bem rápido.

Sem mais, recomendo muitíssimo essa série. Não teve um livro que me decepcionou, todas as quatro estações são maravilhosas! Foi com o coração pesado, mas feliz, que me despedi desse quarteto de amigas que se tornou tão especial pra mim.

site: http://www.coracaodetinta.com.br/2017/02/resenha-370-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Kessia.Carvalho 08/04/2017

Resenha de Escandalos na primavera por Kessia Luiz
Resenha de Escândalos na Primavera por Kessia Luiz

Fechando a série com chave de ouro esse livro até chegou a me emocionar, conheci a romântica e sonhadora Daisy e o decidido e bem sucedido Matthew, os dois se conheciam há anos e ele sempre nutriu um amor secreto por ela e ela sempre o desprezou por ele ser a personificação das coisas que ela detestava em seu próprio pai...o amor que Matthew sentia por Daisy nunca foi suficiente pra ele passar por cima de um passado obscuro com Segredos e isso fez com que ele evitasse estar na presença dela o máximo possível...mas o destino quis que eles se encontrassem é aquele sentimento de repulsa que antes Daisy sentia se transformou em uma atração muito forte que ela não conseguiu conter...em um ato desesperado para saber os reais sentimentos de Matthew Daisy mostrou pra ele o quanto ela o queria...e foi o suficiente pra Mattes esquecer de todos os motivos pelos quais ele se afastava dela e deu margem aquele amor há muito tempo contido...quando Segredos foram revelados Matthew percebeu que agora ele pertencia a um lugar e que tinha amigos e família com quem contar e viu como o amor de Daisy por ele era forte a ponto de passar por cima de tudo pra ficarem juntos...eles então decidiriam se deixar levar por esse sentimento lindo é puro ????????
comentários(0)comente



Apaixonadas por 02/04/2017

Escândalos na Primavera - Apaixonadas por Livros
Eu amei esta história! Talvez seja por ter começado a leitura com poucas expectativas, já que muitos leitores disseram que ele não era tão bom quanto os três primeiros livros da Série As Quatro Estações do Amor, ou talvez seja porque Lisa Kleypas é uma fabulosa contadora de histórias e faz com que eu me apaixone por seus personagens. Seja por que motivo for eu me vi encantada mais uma vez.

Pensando nas outras histórias série, talvez Escândalos na Primavera não tenha tanta dramaticidade, ou mesmo a paixão (embora Daisy e Matthew sejam apaixonados o suficiente para mim) dos outros livros, e talvez o relacionamento de Daisy e Matthew não fosse tão volátil como os outros, mas há muito motivos para amar esta história doce e sexy.

Neste quarto, e último, livro da série encontramos Daisy Bowman, a única das quatro amigas ainda solteira, no momento em que ela recebe um último de seu pai: Encontrar um marido adequado até o final de Maio, ou ela será forçado a se casar com um homem da escolha dele. E essa escolha não é nada agradável, Matthew Swift, protegido de Thomas Bowman e a última pessoa no planeta que Daisy jamais pensaria casar.

Matthew Swift descobre sobre esse ultimato de casamento através da própria Daisy. Enquanto ele secretamente a ama por anos, sabe que esqueletos em seu armário ameaçam qualquer chance de felicidade que eles possam ter então Matthew decide poupar Dayse de toda a dor e constrangimento de seu passado, que ele tem certeza de que um dia irá alcançá-lo. Ele faz isso tentando afastá-la, insultá-la e, finalmente, ele tenta casar sua amada com outro homem, mesmo que isso dilacere seu coração.

E eu adorei o Matthew e talvez isso tenha algo a ver com o fato de que ele me fez lembrar outros personagens que estão em meu coração. Ele não é tão dominador como Hunt ou Westcliff, mas ele definitivamente tem seu valor, suas atitudes são louváveis e faz de tudo para ganhar o respeito de todos, com exceção de Lillian, talvez.

A trama conta com inúmeras cenas entre Matthew e Daisy que são deliciosas, mas uma das minhas favoritas foi uma no início do livro, onde acontece um encontro dos dois com um ganso preso, ela é hilária! Mas todo o desenvolvimento do relacionamento deles, a transformação dos sentimentos dela de repulsa a atração incontrolável foi contada em cenas delicadas, engraçadas e lindas.

As cenas de amor são uma atração à parte, Daisy não se faz de submissa e recatada quando se vê desejando Matthew, ela muitas vezes tomava a iniciativa, e se deleitava em provocar Matthew até que ele perdesse o controle. Enquanto Matthew foi descrito como sendo prático e “confiável” … Mas momento nenhum isso significa que ele seja chato! Eu realmente senti o amor entre esses dois.

Outra coisa que fez este livro ser tão gratificante de ler foi à inclusão de todas as outras três amigas já casadas Lillian, Annabelle e Evie na história, ver o desenvolvimento da amizade foi maravilhoso. Essas senhoras são responsáveis por diálogos impagáveis neste livro, fazendo o leitor rir e se emocionar, outro aspecto muito feliz da história foi ver a continuação do relacionamento de Westcliff e Lillian, a devoção dele para com a esposa é cativante, e eu particularmente adorei a presença constante de Westcliff na história, e como ele acabou sendo um bom amigo para Daisy e Matthew.

E somente uma linda história de amor é suficiente, o livro é ambientado quase que exclusivamente na propriedade de Westcliff. Acompanhamos os protagonistas dos outros livros, e especialmente Lillian e Westcliff até o nascimento de seu primeiro filho! Eles desempenham um papel enorme nesta trama, mas podemos ter um vislumbre da vida de Annabelle, Evie e Simon Hunt. É uma conclusão maravilhosa para uma série maravilhosa!

Como sempre, Lisa Kleypas nos dá personagens que são mais do que apenas palavras em algumas páginas. Eles são pessoas que nos preocupam, nos fazem torcer por eles e às vezes até mesmo choramos por eles e com eles. Suas histórias são bem pensadas, e seu estilo de escrita é fácil e confortável, suas descrições são feitas de forma e em detalhes esplêndido, somos capazes de nos imaginar em cada ambiente com muito pouco esforço, em momento algum da narrativa e4la lança mão de palavras e trechos desnecessários para preencher as páginas. Lisa Kleypas se tornou rapidamente uma das minhas autoras favoritas, e As Quatro Estações do Amor está praticamente no topo de séries a serem relidos sempre que der saudade.

Eu amei a narrativa, o humor, o enredo, tudo! E se eu pudesse, teria destacado todo o livro nesta resenha!

O final foi emocionante e me fez derramar algumas lágrimas, o epílogo é ainda mais incrível!

Então, aos fãs desta série, se você está deixando a leitura para depois por ter ouvido que ele não tão bom quanto os outros, basta lembrar um livro “não tão bom” escrito por Lisa Kleypas é melhor do que um monte de livros por aí e tenho certeza que você não ficará nenhum pouco decepcionado.



site: http://www.apaixonadasporlivros.com.br/resenha-escandalos-na-primavera-de-lisa-kleypas/
Joyce Oliveira 16/04/2017minha estante
Essa parte de ela procurar alguém que não é o Matthew e ele tentar casar ela com outro homem, não é boa parte do livro que nem Segredos de uma noite de verão não, nè?




LadyRoob 28/03/2017

Perfeito é pouco!
No desfecho da história das quatro solteironas que conquistaram a todos que leram essa série, Lisa traz a história de Daisy Bowman, a mais nova das quatro amigas que se uniram para conseguir um marido umas para as outras.
Mas diferente das outras três, Daisy é uma moça que vive em seu próprio mundo, lendo por todos os cantos e claro com sua excentricidade que espanta todos os jovens casadouros.
O pai das Bowman, vendo que não tem outro jeito de ver sua filha mais nova casando, dá a ela um ultimato: ou ela encontra um marido em um mês ou ela se casará com Matthew Swift, braço direito do pai na empresa.
Com isso, as solteironas se unem pra arrumar um marido adequado para Daisy, tudo isso pra ela não se casar com aquele saco de ossos arrogante do Sr. Swift. Mas mesmo com todos esses esforços, ninguém controla o coração. E Daisy por mais que tente não consegue controlar o dela quando ver o Sr. Swift, afinal o saco de ossos virou um homem belo e encantador.
Eu como uma fã da Lisa, leio tudo dessa mulher e amo tudo que ela escreve! Com esse não foi diferente, a história da Daisy me surpreendeu muito! Quem diria que a mais secundária das quatro solteironas teria uma história envolvente e apaixonante? Daisy e o Matthew com certeza estão em segundo lugar no ranking do melhor casal dessa série!
Adorei tudo! Desde o inicio, Daisy e o seu modo único de ver o mundo, Matthew e seu jeito sistemático porém misterioso!
E claro, eu amei rever os personagens que já amamos!
Lisa Kleypas novamente arrasa e nos presentea com essa história maravilhosa que emociona o leitor e o faz ficar ainda mais apaixonado por essas quatro jovens! Escândalos na Primavera tem a dose certa de humor, de paixão, de drama e de romance. Um pacote completo com todos os elementos balanceados!

#lisakleypas #resenha #blog #leitoresestranhezas #editoraarqueiro #escandalosnaprimavera #romancedeepoca #romanticbooks #estacoesdoamor #livros #bookslove #bookstagram #books #libros #lnstalibrary #lovelivros #coment #like #coment

site: https://www.instagram.com/p/BSJyfY3huhg/?taken-by=leitoresestranhezas
comentários(0)comente



Paraíso das Ideias 24/03/2017

Um romance digno de uma sonhadora
Hello
People!!
E é com um pesar imenso que trago a resenha do último livro da série As Quatro Estações do Amor... E depois de casar todas as nossas queridas donzelas, Lisa deixou por último aquela que nos representa, que ama um romance tanto quanto nós leitoras apaixonadas e ainda por cima sonha com o príncipe encantado.


Daisy se sentia imensamente feliz, suas amigas finalmente se casaram e estavam felizes, e sua tão amada irmã, além de extremamente feliz esta grávida, e Daisy só poderia estar mais feliz, se ela mesma já tivesse encontrado o seu cavalheiro de armadura branca, e se já não bastasse ainda não ter encontrado um noivo, ela ainda terá que lidar com a fúria de seu pai.


"[...] Interessava-se muito mais por romances, poesias e história.Tudo isso a levava a longos voos da imaginação durante os quais ela passava horas diante de uma janela sem ver o mundo real, vivendo aventuras exóticas, viajando por tapetes mágicos, navegando oceanos distantes e procurando tesouros em ilhas tropicais."

Thomas Bowman sempre foi um homem muito prático e mercenário, sempre deu extrema atenção aos seus negócios deixando a família de lado com a desculpa de que alguém precisava sustentar os luxos da família, assim sendo quando ele se mudou para a Inglaterra com o intuito de casar suas filhas, não esperava ter que esperar tanto tempo, e o fato de Lilian, sua filha mais velha já estar grávida, só faz com que sua exasperação aumente. Sem paciência para esperar mais, Thomas ameça Daisy, ou ela providencia um noivo, ou irá se casar com seu pupilo Matthew Swift.

Daisy esta desesperada, ela se recusa a se casar com um homem que possua o mesmo perfil que seu pai, Matthew foi criado por seu pai e não poderia ter uma personalidade mais asquerosa do que a que ela se lembra, com a ajuda de suas amigas e seus maridos, Daisy vai a caça de um marido antes que seja tarde demais. Mas o que ela não esperava era encontrar o agora lindo e poderoso Matthew Swift na mansão em Hampshire. Confusa com seus sentimentos com relação ao homem que Matthew se tornou, Daisy começa a ficar confusa e se perguntar se talvez ele não seja seu cavalheiro em armadura branca.

Matthew esta fisicamente e mentalmente mudado, quando recebeu o convite do Duque para se hospedar na mansão, sabia que encontraria Daisy, e apesar de não saber da suposta proposta de casamento, estava disposto a vê-la uma última vez antes de partir, apesar de carregar um amor imenso pela aventureira e sonhadora Daisy, Swift possui um segredo sombrio, e por maior que seja seu amor, ele não arriscaria prejudicar o nome de Daisy. Mas acima de qualquer expetativa, esse amor começa a se tornar recíproco, e esta cada vez mais difícil se manter afastado de seu grande amor.


"(...) Daisy, você é inocente demais para entender o perigo que corre. Preciso de todo o meu autocontrole para não tocá-la. Estou no meu limite."

Em Escândalos da Primavera, Lisa nos honra com nada menos que perfeição, para encerrar a série com chave de ouro, ela nos presenteia com um romance nada menos que perfeito, digno de conto de fadas.

Daisy sempre foi a sonhadora, aventureira e apaixonada por romances, e ela não podia ter nada menos que um conto de fadas como história de amor, e assim será esse volume. Apesar de toda a repugnância que ela nutria por Swift, é inegável que ele esta mudado, mais bonito, mais maduro e atá mais atraente e divertido, e aquilo que era asco, passo pela curiosidade e chega no amor. Com direito a muita aventura e emoção, o romance de Daisy promete ser um dos mais movimentados e apreensivos.

Os personagens são incríveis e muito bem desenvolvidos, e como não podia faltar, para que a despedida seja mais que perfeita, Lisa inclui todos os personagens nesse romance de forma que se possa matar a saudade desses casais tão lindos que tanto nos fizeram rir e chorar.

A capa, linda como sempre, montando um quarteto de capas que merecem por porta retrato tamanha a beleza, diagramação impecável e revisão perfeita, a Arqueiro fecha com chave de ouro essa série que sem duvidas é a minha queridinha, aquela que me arrastou para o mundo dos Romances de Epóca.

É com muita dor no coração que me despeço das Flores agora Desabrochadas!!! Leitura que super recomendo para amantes de um bom romance, a história é incrível e merece ser lida e relida milhões de vezes.




site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Kelly 24/03/2017

Fechando com chave de ouro!
Hello
People!!
E é com um pesar imenso que trago a resenha do último livro da série As Quatro Estações do Amor... E depois de casar todas as nossas queridas donzelas, Lisa deixou por último aquela que nos representa, que ama um romance tanto quanto nós leitoras apaixonadas e ainda por cima sonha com o príncipe encantado.


Daisy se sentia imensamente feliz, suas amigas finalmente se casaram e estavam felizes, e sua tão amada irmã, além de extremamente feliz esta grávida, e Daisy só poderia estar mais feliz, se ela mesma já tivesse encontrado o seu cavalheiro de armadura branca, e se já não bastasse ainda não ter encontrado um noivo, ela ainda terá que lidar com a fúria de seu pai.


"[...] Interessava-se muito mais por romances, poesias e história.Tudo isso a levava a longos voos da imaginação durante os quais ela passava horas diante de uma janela sem ver o mundo real, vivendo aventuras exóticas, viajando por tapetes mágicos, navegando oceanos distantes e procurando tesouros em ilhas tropicais."

Thomas Bowman sempre foi um homem muito prático e mercenário, sempre deu extrema atenção aos seus negócios deixando a família de lado com a desculpa de que alguém precisava sustentar os luxos da família, assim sendo quando ele se mudou para a Inglaterra com o intuito de casar suas filhas, não esperava ter que esperar tanto tempo, e o fato de Lilian, sua filha mais velha já estar grávida, só faz com que sua exasperação aumente. Sem paciência para esperar mais, Thomas ameça Daisy, ou ela providencia um noivo, ou irá se casar com seu pupilo Matthew Swift.

Daisy esta desesperada, ela se recusa a se casar com um homem que possua o mesmo perfil que seu pai, Matthew foi criado por seu pai e não poderia ter uma personalidade mais asquerosa do que a que ela se lembra, com a ajuda de suas amigas e seus maridos, Daisy vai a caça de um marido antes que seja tarde demais. Mas o que ela não esperava era encontrar o agora lindo e poderoso Matthew Swift na mansão em Hampshire. Confusa com seus sentimentos com relação ao homem que Matthew se tornou, Daisy começa a ficar confusa e se perguntar se talvez ele não seja seu cavalheiro em armadura branca.

Matthew esta fisicamente e mentalmente mudado, quando recebeu o convite do Duque para se hospedar na mansão, sabia que encontraria Daisy, e apesar de não saber da suposta proposta de casamento, estava disposto a vê-la uma última vez antes de partir, apesar de carregar um amor imenso pela aventureira e sonhadora Daisy, Swift possui um segredo sombrio, e por maior que seja seu amor, ele não arriscaria prejudicar o nome de Daisy. Mas acima de qualquer expetativa, esse amor começa a se tornar recíproco, e esta cada vez mais difícil se manter afastado de seu grande amor.


"(...) Daisy, você é inocente demais para entender o perigo que corre. Preciso de todo o meu autocontrole para não tocá-la. Estou no meu limite."

Em Escândalos da Primavera, Lisa nos honra com nada menos que perfeição, para encerrar a série com chave de ouro, ela nos presenteia com um romance nada menos que perfeito, digno de conto de fadas.

Daisy sempre foi a sonhadora, aventureira e apaixonada por romances, e ela não podia ter nada menos que um conto de fadas como história de amor, e assim será esse volume. Apesar de toda a repugnância que ela nutria por Swift, é inegável que ele esta mudado, mais bonito, mais maduro e atá mais atraente e divertido, e aquilo que era asco, passo pela curiosidade e chega no amor. Com direito a muita aventura e emoção, o romance de Daisy promete ser um dos mais movimentados e apreensivos.

Os personagens são incríveis e muito bem desenvolvidos, e como não podia faltar, para que a despedida seja mais que perfeita, Lisa inclui todos os personagens nesse romance de forma que se possa matar a saudade desses casais tão lindos que tanto nos fizeram rir e chorar.

A capa, linda como sempre, montando um quarteto de capas que merecem por porta retrato tamanha a beleza, diagramação impecável e revisão perfeita, a Arqueiro fecha com chave de ouro essa série que sem duvidas é a minha queridinha, aquela que me arrastou para o mundo dos Romances de Epóca.

É com muita dor no coração que me despeço das Flores agora Desabrochadas!!! Leitura que super recomendo para amantes de um bom romance, a história é incrível e merece ser lida e relida milhões de vezes.




site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Leituras e Delírios 24/03/2017

E vamos falar sobre Escândalos na Primavera, último livro da série As Quatro Estações do Amor da autora Lisa Kleypas, publicada pela editora Arqueiro que vai nos contar a história de Daisy Bowman a última das quatro amigas, que no primeiro livro (#relembrarÉviver) Segredos de uma Noite de Verão, fizeram meio que um pacto para que cada uma encontrasse um marido. Dayse é disparada a mais excêntrica do grupo, você quer guardar ela numa caixinha. Já era de se esperar que ela ficasse por último pra fechar com chave de ouro essa série maravilhosa.

Quando o pai de Daisy lhe dá um ultimato de que caso ela não encontre um pretendente adequado, terá que se casar com Matthew Swift, o braço direito dele na empresa, Daisy fica horrorizada com essa possibilidade, já que na cabeça dela a possibilidade de se casar Matthew é simplesmente repugnante, ela lembra dele sendo tão arrogante e controlador como seu pai. Ela então fica decidida a casar com qualquer um menos com ele.

Mas quando esse reencontro acontece, meu amor, “abaixa que é tiro” porque ele não é mais nada do que ela lembrava, a atração entre os dois é imediata! Daisy fica sem saber o que fazer com esse sentimento tão repentino e tão intenso que ela passa a sentir por Matthew, a medida que eles vão se conhecendo melhor, e a história vai se desenrolando, você vai se apaixonando junto com ela por Matthew, que é um homem maravilhoso, mas que tem um segredo que pode acabar com tudo o que ele construiu ao longo dos anos. A história deles é muito bem desenvolvida e nem tudo são flores, eles terão que lutar por esse amor se quiserem ficar juntos e o finalzinho é o que podemos chamar de surpreendente...

Leiam esse livro, recomendo demais, ele é simplesmente fantástico, na minha opinião, o melhor livro da série. Obviamente, que dei 5 estrelas porque esse livro não merece menos que isso.

Resenha publicada no blog Leituras & Delírios!

site: http://www.leiturasedelirios.com.br/2017/03/escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



House of Chick 23/03/2017

Este livro é o último da série “As Quatro Estações do Amor”, sendo que cada um dos volumes conta a história de uma das quatro amigas: Annabelle, Lillian, Evangeline e Daisy. Como todas as obras anteriores já foram todas resenhadas aqui no blog, vocês podem conferir um pouco mais sobre as tramas delas, assim como o motivo de terem se tornado amigas, e o que achei dos livros, basta clicar no nome de cada protagonista, que será redirecionado para a resenha em questão.

“Escândalos na Primavera” fala sobre a última das amigas, Daisy Bowman, que só tem vinte e dois anos, é americana e sua irmã é Lilian, que se casou com o Lorde Westcliff. Seus pais foram para a Inglaterra, pois queriam que suas filhas se casassem com nobres, já que o seu pai era um rico fabricante de sabão. Como Lilian conseguiu e Daisy, não, seu pai ficou furioso, pois estava investindo nela há dois anos e morando em um hotel de luxo para que ela arrumasse um pretendente. E até então, nada. Sendo assim, ele lhe dá um ultimato, para que em dois meses ela arrume um marido ou ele mesmo lhe arranjará um.

Mas ela passa mais tempo lendo, o que adora fazer por sinal, e de nada lembra garotas à procura de casamento, já que, na época, moças interessantes seriam as prendadas e submissas aos rapazes, futuros pretendentes. Só que essa vida sem amor e cheia de submissão não estava nem nos sonhos dela. Daisy gostaria, sim, de casar e constituir uma família, mas primeiramente casar-se por amor e sem arranjos.

Daisy tem pouca estatura, é frágil, com cabelos e olhos escuros e pele clara. Muitas vezes a chamavam de miúda e travessa, só que este último quesito afasta muitos pretendentes, pois foge dos padrões. E ela escapa de ser esposa ideal, pois não gosta muito de administrar uma casa e não se importa muito com essas coisas. Ela gosta mesmo é de um bom livro e sonha com as suas histórias. É muito ligada à sua irmã mais velha, Lilian, e sempre se apoiam e se amam muito. Vivem aprontando de um jeito bem delas mesmo, ainda que Lilian já seja casada.

O Sr. Bowman decidiu agir e fez com que Matthew fosse convidado para ir a Inglaterra com a intenção de casá-lo com Daisy. Só que este nem imaginava essa pretensão, e aceitou o convite para ir à Londres mesmo assim. Sua reação quando soube das intenções do Sr. Bowman foi de surpresa, mas ele também não queria casar com ela se Daisy não gostasse dele.

Mas, com o tempo, eles foram se envolvendo e ela acabou percebendo que havia sentimentos por Matthew, os mesmos que ele já nutria por ela há muito tempo, mesmo sem demonstrar por receio de ser rejeitado e por conta de um segredo que possuía. Então, por mais que o pai tenha tido um pouco de envolvimento com o reencontro dos dois, eles acabaram ficando juntos sem qualquer imposição de alguém.

Sabe o que mais gostei deste livro? Do protagonista masculino, Matthew, ele é um fofo. Soube esconder tudo que sentia por Daisy por todos aqueles anos, e quando finalmente veio à tona, foi muito lindo. Agora nem sei de qual livro da série eu gosto mais, mas se for por conta do mocinho, este ganha sem dúvidas. Apesar dos outros terem me cativado também, cada um com seu jeito, o Matthew foi, sem dúvidas, o mais especial: de um tolo apaixonado, que nunca havia captado a atenção da mocinha, para um jovem que fez de tudo para melhorar sua aparência, seus modos, e se empenhando em seu trabalho, para conquistar seu verdadeiro amor, mesmo que no começo ela não tenha desconfiado de nada. As românticas de plantão com certeza vão entender tudo o que senti com este livro. Foi incrível.

“Ele a queria havia tanto tempo! Mil vezes lembrara a si mesmo de todos os motivos pelos quais nunca a queria. E tinha sido muito mais fácil saber que ela o detestava e que não havia nenhum motivo para ter esperança. Mas a possibilidade de os sentimentos de Daisy terem mudado, de ela também querê-lo, o encheu de uma emoção vertiginosa.”

Mas ele só guardou este sentimento, pois tinha um mistério em sua vida que tinha receio de compartilhar com alguém, principalmente com Daisy, que no começo do envolvimento entre eles, relutou muito, pois achava que Matthew queria casar com ela por imposição do seu pai, já que ele era seu braço direito, muito responsável e aprendeu muito com o pai dela.

No decorrer das páginas, o livro, mesmo sendo meio morno em alguns momentos, prende muito a nossa atenção. O desenrolar foi muito bom, principalmente a descoberta do segredo de Matthew, a união de todos, o modo como encararam o ocorrido, e como o mesmo foi resolvido, nos leva a crer que muitas vezes nos enganamos com as pessoas, e ainda que os mais frios podem ser pessoas que têm um grande potencial em ajudar os outros.

Gostei muito de Daisy, que é romântica e um doce de garota, ao mesmo tempo em que é determinada e não se deixa influenciar pela imposição do pai e de como a alta sociedade acha que ela deveria agir. E é muito divertida e, junto com Matthew, arrancou algumas risadas de mim.

“ – Daisy é uma diabinha encantadora, para não dizer adorável. Se ela tivesse um pouco mais de autoconfiança, e menos sensibilidade, a esta altura teria aprendido a atrair o sexo oposto com facilidade. Mas devemos lhe dar o crédito de não tratar o amor como um jogo. Poucos homens têm a capacidade de apreciar a sinceridade em uma mulher.”

Sua irmã, Lilian, neste livro dá à luz sua filha, que leva o nome do veterinário, pois foi o único médico disponível na região que pôde fazer seu parto. Quanto às amigas Annabelle e Evie, também continuaram presentes nesta obra, dando força para Daisy juntamente com Lilian. Ou seja, este exemplar não conta somente com o relacionamento entre os protagonistas, engloba os personagens mais importantes que conhecemos anteriores de maneira geral.

E chegamos ao fim de mais uma série deliciosa de romance de época. Mal terminei esta leitura e já estou com saudades destas protagonistas adoráveis e divertidas. A autora escreveu um desfecho com chave de ouro, um romance lindo e nos deixou com um gostinho de quero mais.

Na verdade, no exterior foram publicados dois volumes extras para a série, “Again the Magic” (#0.5) e “A Wallflower Christmas” (#4.5), que são passados neste mesmo universo, mas com outros protagonistas. Infelizmente a Editora Arqueiro não tem previsão de publicá-los no Brasil, mas espero conseguir lê-los um dia.

Recomendo muito esta leitura, e só fico triste pois as histórias foram concluídas. Vou sentir falta desta série que muito me encantou. Lisa Kleypas não deixou por menos, todas as histórias são ótimas, com excelentes protagonistas e sua escrita e narrativa fluem muito bem, mesmo sendo uma época anterior à nossa. Super indico. Até o próximo livro desta magnífica autora!

site: Confira esta e outras resenhas no blog http://www.houseofchick.com
comentários(0)comente



73 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5