Escândalos Na Primavera

Escândalos Na Primavera Lisa Kleypas




Resenhas - Escândalos Na Primavera


113 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Priih 19/07/2018

Meu favorito da série!
Thomas Bowman está cansado de investir em Daisy, que segue solteira. Por isso, ele decide resolver a questão de seu próprio jeito: arranjando um casamento com seu funcionário favorito e braço direito, o americano Matthew Swift. O problema é que Daisy odeia o rapaz: ele é um reflexo de seu pai, um homem fechado e voltado apenas aos negócios. Decidida a encontrar um nobre com quem se casar, Daisy acaba sendo surpreendida ao reencontrar um Matthew mais maduro, gentil e bonito do que se lembrava no passado. Matthew, por sua vez, luta para esconder os sentimentos que nutre por Daisy desde que há conhecera, tantos anos atrás. Contudo, o rapaz possui segredos que o impedem de abrir seu coração, o que cria uma barreira entre eles.

Escandâlos na Primavera é, disparado, o meu livro favorito da série. Daisy é encantadora e divertida, uma protagonista que conquista o leitor. Apesar de sonhadora e cheia de imaginação, ela é prática e pé no chão. E o que dizer de Matthew Swift? Simplesmente o protagonista mais apaixonante da série inteira! O único defeito do livro em si é o fato de ser o mais curto da série. Queria mais de Daisy e Matthew HAHAHA!

[...] Encerrando As Quatro Estações do Amor com chave de ouro, Escândalos na Primavera foi o volume que mais me fez suspirar. Lisa Kleypas nos presenteia com um romance puro e verdadeiro entre dois jovens que complementam um ao outro com respeito e admiração e traz um enredo que flui e tem reviravoltas emocionantes em sua reta final. Valeu a pena ter chegado até aqui.

Resenha completa e mais detalhes no blog! ;)

site: https://infinitasvidas.wordpress.com/2018/07/18/resenha-escandalos-na-primavera-lisa-kleypas/
comentários(0)comente



Adriana Tavares 19/07/2018

O melhor da série! Recomendo!
comentários(0)comente



@viagementrelivros 15/06/2018

Resenhas @viagementrelivros
Ah, gente, essa história é tão gostosa! Adoro a Dayse desde o primeiro livro, ela foi a primeira a fazer um desejo no poço dos desejos para que Anna se casa-se, e todos os pedidos depois deste. Agora era a vez dela, porque encurralada pelo pai, Dayse precisava se casar. Tive muito ódio do pai dela no começo do livro, e temi não gostar do mocinho, porque quem ia querer um homem parecido com o ogro do pai dela?
Por sorte, Matthew não é nada disso. Ele tem sim muita dedicação ao trabalho que faz, mas não é rígido nem insensível. Muito pelo contrário, vemos um Matthew apaixonadissimo pela nossa garota desde sempre.
Ai você pensa "nossa, que simples, o pai dela queria esse casamento, ela se apaixona por ele, então podem viver felizes para sempre!".
Massss, esse é um livro da Lisa né? Não se pode esperar pelo fácil. Mat esconde segredos de seu passado, o que dificultará e muito para que esse casal fique junto. Não vou dar spoiler, apenas dizer que tudo vale a pena.
A autora, como sempre, se destaca por saber prender o leitor, e construir não só um romance, mas toda a relação de amizade e lealdade entre as quatro amigas (e seus maridos! Hahaha).
Adorei a história e já digo que não estou pronta pra me despedir dessa série, ainda bem que temos um livro extra pela frente ?
Recomendo demais pra quem ainda não leu.
Saiaia 15/06/2018minha estante
Gosto demais dos livros da Lisa Kleypas




Gabi 02/06/2018

Adorável
Esses últimos livros da série estações deram um UP a série...confesso que não curti tanto os dois primeiros mas esses últimos foram muito maravilhosos.Esse livro o que faltou pra mim foi um cavalheiro mais interessante ,Daisy é uma moça adorável e fofa mas o par dela não me interessou muito.Achei ele sem ?magia? que um par romântico precisa ter pra me conquistar.Mas eu adorei bastante ler esse livro,tanto é que li ele em um dia.Recomendo bastante e Lisa Kleypas está se tornando minha autora favorita.
comentários(0)comente



Lisse 30/05/2018

Protagonista procurando sua voz...
E infelizmente chegamos no último livro da série "As Quatro Estações do Amor". Amei cada livro de uma forma diferente, mas nesse último foi um amor tão fofinho que meus sentimentos por essas quatro amigas só cresceram á cada livro. 

Daisy está com alguns problemas com respeito ao seu futuro, e após ver a filha mais velha casada o pai de ambas diz que já esperou demais para que a jovem tivesse sua proposta de casamento. E é assim que ele impõe que se ela não arrumar um jeito de encontrar um casamento vantajoso, ele irá uni-la com alguém que não é do seu agrado.

Nossa querida Daisy tem uma personalidade sonhadora, amante dos livros, mas nem tão ingênua para esperar que seu par romântico seja como os homens literários. No entanto, quer que o seu futuro marido seja alguém com quem ela possa compartilhar o que pensa e que possam estar apaixonados. Então quando Matthew Swift, o parceiro de negócios que o pai da jovem tem como pretendente para ela as coisas mudam um pouco. Daisy fica furiosa, pois não quer um marido tão parecido com o pai, que a critica e tem uma visão negativa das mulheres. 

Quote: "Em vez de mencionar tudo de que não gosto nele é mais fácil dizer que não há motivo pelo qual eu deveria gostar."

Já faz muitos anos que se viram pela última vez, mas a animosidade por parte de Daisy ainda se faz presente mesmo quando o homem á sua frente é tão charmoso e atraente. Mas Matthew sempre nutriu uma paixão por Daisy, mas preferiu manter distância por se considerar indigno dela, fazendo com que todo esse tempo distante fosse bom para ambos. 

Quote: "Mais isso não o impedia de amá-la. Sempre a amara com uma intensidade que parecia irradiar de seus poros. Ela era doce, gentil, engenhosa e absurdamente romântica. "

Então, é dado início á uma disputa intensa entre eles para que concordem que são tem nada a ver um com o outro. E essa é a parte mais divertida de todo o livro, pois é impossível que mantenham distância. Daisy fica cada vez mais confusas e Matthew tem mais certeza que a moça é o que ele quer. E nesse ponto contamos com a ajuda maravilhosa dos maridos das outras amigas, principalmente do Lorde Westcliff, marido da Lillian que foi uma pessoa indispensável para que algumas coisas fossem reveladas.

Quote: "Sempre que você faz algo de bom ou faz alguém sorrir, isso dá sentido á sua vida. Nunca duvide de seu valor, minha cara. O mundo seria um lugar triste sem Daisy Bowman."

Em dado momento na trama surge a suspeita de Matthew ser ou não uma pessoa ruim, meio que um vilão e esse fato me surpreendeu, realmente não esperava por isso. O jovem esconde um segredo que pode abala tanto sua vida como pode modificar a vida dos que estão perto dele, e isso os torna um casal muito improvável. E isso é outro ponto favorável, pois eu adorei como personalidades tão diferentes acabaram se completando. Daisy com seu jeito sonhador e carinhoso contrabalança bem com o caráter racional e prático do Matthew.

Quote: "Ela se perguntou se algum dia conseguiria amar um homem daquela maneira. Talvez tivesse dirigido suas emoções apenas á irmã e ás amigas... e não tivesse restado o suficiente para outra pessoa."

Esse último livro deixou um sabor delicioso e envolvente do jeitinho que eu gosto. Temos uma mulher frágil que precisa ganhar forças e se transformar em uma mulher determinada, dar voz aos seus pensamentos e conquistar espaço dentro da própria casa. Daisy é uma protagonista incrível e Matthew a merece.

Ao longo da série fui conhecendo cada personagem e me apaixonando por eles de forma diferente. Além de tudo, fiquei encantada em como a Lisa foi capaz de criar uma amiga tão forte entre as amigas e ainda dá um toque mágico em cada livro. 
Tacila 30/05/2018minha estante
Amo essa série.


Lisse 31/05/2018minha estante
Eu tbm




Ju Martins 18/05/2018

ahh como amei
Lisa Kleypas sou sua fã.. Amei tanto que engoli o livro. Divertido, sensual...
Lisa fechou com chave de ouro, os 4 livros são ótimos
comentários(0)comente



Caverna 17/05/2018

As quatro estações do amor é uma série que conta a história de 4 garotas que se unem e viram grandes amigas por serem sempre deixadas de lado nos bailes. Cansadas de passar temporada pós temporada sem pretendentes, elas decidem tomar uma atitude. Obedecendo a ordem de idade, elas vão em busca do marido perfeito para cada uma, começando pela mais velha.

Escândalos na primavera é o último volume da série e conta a história de Daisy Bowman, a mais nova. Daisy é irmã de Lilian, protagonista do segundo volume.

Com 22 anos, seu pai está enlouquecendo diante da falta de propostas de casamento. Ele é grosso, insensível, e não pensa no bem-estar da filha. Pouco lhe importa existir amor no relacionamento. Desde que seja um homem de títulos, está valendo. E cansado de esperar Daisy tirar a cabeça dos livros e ir atrás de conquistar um bom partido, ele resolve o problema por ela. Daisy tem dois meses. Se não encontrar um marido nesse tempo, ela se casará com Matthew Swift.

Matthew trabalha com o senhor Bowman há anos. Um jovem desprezível, frio e calculoso. Daisy e Lilian o detestam, enquanto Bowman o trata como um filho. Acredita que Matthew é mais parecido com ele do que seus filhos de verdade, e deseja que ele herde sua empresa. Que forma melhor de conseguir isso senão juntando-o com sua filha? Ele só teria que aturá-la, é claro. Aturar suas divagações, sua bondade, sua baixa estatura, sua delicadeza.

Acontece que Matthew não fazia ideia dos planos do chefe até que Daisy o confronta, crente de que era tudo um jogo para que ele pusesse as mãos na empresa. Matthew se sente confuso. Ele ficaria lisonjeado em aceitar o casamento, mas jamais pela empresa. Desde sempre, Matthew fora apaixonado por Daisy. Ela nem mesmo lhe dirigia a palavra, mas ele admirava tudo naquela pequena mulher. Só que ele sabia que nunca a teria. Não somente pelo sentimento não ser recíproco, mas porque os segredos de seu passado o impediam. Ele devia manter Daisy o mais longe dele possível.

Isso não seria um problema, caso Matthew não tivesse mudado tanto. Fazia tempo que Daisy não o via, e lá estava ele agora. Não mais um adolescente magricelo, e sim um homem forte, viril e extremamente atraente.

Alguns encontros entre os dois fazem Daisy perceber que estivera enganada a seu respeito. De repente, ela se vê procurando motivos para conversar com ele, e desejando-o com todas as forças.

Mas Matthew não quer casamento. Nunca. Será que Daisy não fazia o modelo de esposa que ele gostava? O que ele estava escondendo? Será que Matthew e Daisy teriam a chance um dia de se entregarem um ao outro e serem felizes?

Ah, que livro singelo! Nós botamos muita expectativa no último volume das séries, não é? Esperamos algo bombástico, mas nem sempre é assim e, em alguns casos, nem deve ser. Assim aconteceu com Escândalos na primavera. O escândalo não existe, muito menos as brigas e conflitos que encontramos nos outros volumes, e nos romances de época num geral. Na verdade, achei esse um livro bem sensato. O segredo de Matthew é revelado próximo ao final, e resolvido em poucas páginas. Achei perfeito. Algumas obras do gênero apostam tanto no passado do personagem e no processo para que tudo esteja bem entre o casal que se torna cansativo. Escândalos na primavera foi direto, objetivo, e Daisy se manteve confiante, ao lado do amado o tempo todo.

Aliás, a obra tem um diferencial magnífico. Os libertinos já tem sua fama garantida, não é? A negação deles quanto ao amor que sentem também. O fato de Matthew admitir o amor que sempre sentiu por Daisy foi o que mais me fez gostar dele. Sinceramente, acho que nunca li um romance de época assim. Um homem honesto, apaixonado, e ao mesmo tempo nada romântico, o que é engraçado. Não espere por declarações amorosas de balançar o coração. Matthew não é assim. Mas o que são palavras perto de atitudes, não é? Matthew é fiel e não precisa de um livro inteiro para se dar conta do quanto a ama. Talvez o amor de Daisy seja um pouco mais difícil de acreditar. A gente chega a pensar que foi gerado do desespero, da aparência, mas acho que foi genuíno.

Quanto a edição, a editora Arqueiro está de parabéns como sempre. Capas lindas, letra num tamanho bom, mas com alguns errinhos de digitação.

O epílogo é lindo. De longe, o mais comovente. Nos lembramos daquelas meninas inseguras e inocentes, e vemos o quanto elas cresceram. É lindo ver que depois de todos os acontecimentos, a amizade delas está mais forte do que nunca. E o que começou com um desafio, se tornou a maior aventura e conquista da vida delas. A conquista de uma família feliz.

O primeiro e o último volume são os que as quatro amigas aparecem mais, e eu adorei vê-las interagindo e garantindo boas gargalhadas ao leitor. O ciúmes de Lilian com Daisy, que demora a aceitar que a irmã está crescendo. O progresso de Evie com sua timidez e gagueira. A Annabelle, sempre corajosa e forte pelas amigas.

As quatro estações do amor foi uma série que me divertiu, me encantou e me apaixonou. Me despeço da série com uma ponta de saudades já batendo.

site: http://caverna-literaria.blogspot.com.br/2018/05/escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Nosso Mundo Faz de Conta 18/04/2018

Descobertas e superações
Daisy é a última flor seca ainda solteira e após receber o ultimato de seu pai começa a busca por seu marido ideal. Com a ajuda de suas amigas e seus respectivos maridos, os pretendentes vão sendo escolhidos a dedo, pois Daisy é muito sensível e sonhadora. Aos olhos de sua irmã Lilian nenhum homem é o suficiente para ela.
A bela propriedade de Hampshire será palco para as confusões das amigas para que o homem certo seja escolhido. Daisy tem se sentido sozinha, pois, sua irmã e suas amigas casadas tem de cuidar de suas próprias vidas e decide ir ao poço dos desejos fazer mais um pedido, desta vez pra si mesma. Foi lá que tudo começou.
Matthew é um homem de negócios, frio e calculista. Trabalha com o Sr. Bowman desde muito cedo e se tornou o queridinho do patrão e não querido pelas irmãs Bowman. Dentro de seu mundo, ele guarda um grande segredo e isso precisa se manter escondido.
O espirito competitivo de Daysy se iguala ao de Matthew, o que os colocam constantemente em confronto e ocupando grande espaço em seus respectivos pensamentos.
Ele, com seu segredo, se proíbe de se aproximar dela, que por sua vez não consegue ficar longe dele.
Uma história muito divertida, encantadora e momentos de aflição. Daisy encontrará em seu oponente o seu refúgio?

Qual o grande segredo de Matthew que o mantem refém do passado?

Venha conferir um dos melhores livros da série.

Vejo vocês na próxima resenha.



Abraços.

site: http://www.nossomundofazdeconta.com/2018/04/escandalos-na-primavera-4-resenha.html
comentários(0)comente



Aline @folhaafolha 16/04/2018

Escândalos Na Primavera
No quarto volume da série As Quatro Estações do Amor Lisa fecha com chave de ouro a saga.

Cada livro da série tem sua característica própria, e com esse não seria diferente. Nesse podemos sentir todo o romantismo da história e da protagonista.

Daisy Bowman é romântica e sonhadora. Diversas vezes me parecia que ela vivia em seu mundo particular, fosse em pensamentos ou através da leitura. E apesar de pequena e parecer frágil, ela se mostra com uma persistência, força e personalidade arrasadora.
Matthew foi uma grata surpresa, delicado e devotado à Daisy, e que apesar de manter um grande segredo não muda sua postura em relação aos acontecimentos. Achei ele maravilhoso, e todo amor que ele tinha foi lindo de se ver.

Como nos outros livros aqui também fica uma lição: a de que não podemos julgar os outros pelo que aparentam ser, e que esse preconceito afeta a relação e a vida das pessoas.
Eu adorei o casal, o romance que é delicado e bem trabalhado, tudo de maneira que faz o leitor suspirar durante a leitura.

A escrita como sempre é fluída e fácil, daqueles que você começa a ler e não consegue largar.

A série acaba de maneira ótima, com personagens maravilhosos que vão deixar saudades e romances que encantam. A autora soube construir uma amizade tão linda e prazerosa entre as quatro mulheres que quando você lê sente que faz parte daquilo tudo.

É um livro lindo, fofo e muito romântico, daqueles que você termina a leitura com um sorriso no rosto e o coração transbordando.

site: https://www.instagram.com/p/Bhmz7-OnacC/?taken-by=folhaafolha
comentários(0)comente



Jayy.Cardoso 11/03/2018

À amizade....
Um final lindo!
comentários(0)comente



Nina 19/02/2018

Como é difícil se despedir de uma série que amamos! Desde o primeiro livro, as Quatro Estações do Amor foi uma das minhas séries de Romance de Época preferidas, e, ao contrário de outras séries que acompanho, não teve um único livro que me decepcionou. São todos incríveis.

E eu não sei se vocês também sentem isso, mas tenho a impressão de que as autoras deixam o melhor casal para o último livro. Daisy sempre foi a minha preferida entre as quatro, porque além de ser um docinho ela também é a louca dos livros, a que larga qualquer compromisso para ler. Então foi identificação total!

Um livro sempre era uma porta para outro mundo mais interessante e fantástico que a realidade. Mas ela finalmente descobrira que a vida podia ser ainda mais maravilhosa do que a fantasia. E que o amor poderia encher o mundo real de magia.

Eu só ficava imaginando que tipo de homem apareceria para ela, porque até agora nenhuma das “Flores Secas” conseguiram se acertar com o tipo de pretendente que sonharam. Annabelle queria um nobre e se casou com um empresário burguês, filho de uma açougueiro. Lillian, que sempre foi a mais voluntariosa das quatro e preza pela liberdade acima de tudo, se casou com um nobre todo certinho e descendente de uma das famílias mais tradicionais da Inglaterra. E Evie, que é toda tímida e gaga, foge de casa e propõe casamento para um dos maiores libertinos ingleses e acaba administrando uma casa do jogos!

Agora falta a sonhadora Daisy. O problema é que o pai dela é um homem muito prático e depois de financiar três temporadas da filha sem nenhuma proposta de casamento ele decide lhe dar um ultimato: se Daisy não arrumar alguém até o final daquela temporada, ela se casaria com Matthew Swift, empregado dele em Nova York e o homem que mais conhecia seus negócios.

A questão é que Daisy sempre considerou Matthew um puxa saco de seu pai e não consegue nem cogitar a ideia de se casar com ele. Tudo o que ela quer é um homem que a respeite e compreenda seu jeito de ver o mundo e que, acima de tudo, a ame como a irmã e as amigas são amadas. O que ela não quer é uma cópia do pai, alguém que só pense em negócios e propriedades.

Mas quando Matthew chega para passar uma temporada na Inglaterra, o homem que ela tem à sua frente não é o mesmo do qual ela se lembra. Aquele era sisudo e franzino enquanto este é forte, sexy e exala masculinidade! Ainda assim, ela não hesita em exigir que ele prometa nunca aceitar se casar com ela, e, mesmo demonstrando não conhecer os planos do patrão para ele, Matthew não consegue prometer. Pois o que Daisy não imagina é que ele é apaixonado por ela há anos, mas não pode assumir seus sentimentos. O problema é que ele tem um passado que deseja esquecer e não pode envolver Daisy nele. Por isso é melhor que eles fiquem o mais longe possível. O difícil vai ser resistir a atração que existe entre os dois.

Ele sabia o nome dela. Daisy estava cada vez mais confusa. Não entendia como podia ter se esquecido de um homem tão atraente. Ele tinha feições fortes e marcantes, era másculo demais para ser definido como bonito e impressionante demais para ser considerado comum. E seus olhos tinham o tom de azul de manhãs gloriosas, ainda mais intenso em contraste com a pele bronzeada. Havia algo de extraordinário nele, uma espécie de força vital tão grande que quase a fez dar um passo para trás.

Viram só que fofura de enredo? Lisa Kleypas deu show para encerrar a série! Como eu disse antes, Daisy é doce e sonhadora, mas quando se vê acuada pelo pai, está disposta à tudo para evitar um casamento sem amor. Mas ela não esperava que o pretendente fosse tão sexy e tão disposto a ficar longe dela, e como tudo o que é proibido é melhor, ela não consegue se afastar dele. Matthew tem um passado misterioso, é louco por Daisy mas quer mantê-la longe do seus problemas, e por isso se vê forçado a recusar tudo o que sempre sonhou.

Como já é característico de Kleypas, o livro não tem enrolação como é comum na maioria dos Romances de Época, ela vai sempre direto ao ponto. As mocinhas sabem exatamente o que querem e brigam por isso. E como sempre, tem uma forte denúncia sobre o papel da mulher na sociedade o tamanho de sua submissão aos homens naquela época. Os personagens são encantadores e é uma delícia ver Daisy se rendendo aos poucos. Outro plus desse livro é poder ver como as outras meninas estão, eu estava morrendo de saudades dos personagens dos outros livros.

– Este é um brinde especial para você, querida – disse Lillian enquanto Annabelle despejava o líquido borbulhante nas taças.
– Ao seu final feliz. Como você teve de esperar por ele mais do que nós, eu diria que merece a garrafa inteira. – Ela sorriu. – Mas vamos dividi-la com você.
Daisy segurou sua taça de cristal.
– Deveria ser um brinde a todas nós. Afinal de contas, nossas perspectivas de casamento eram as piores possíveis três anos atrás. Nem mesmo recebíamos um convite para dançar. E vejam como as coisas mudaram.
– Tudo o que foi preciso foi uma conduta tortuosa e alguns escândalos aqui e ali – disse Evie com um sorriso.
– E amizade – acrescentou Annabelle.
– À amizade – disse Lillian, sua voz subitamente rouca.
E as quatro taças se tocaram naquele momento perfeito.

Enfim, quem ama Romance de Época não pode deixar de ler As Quatro Estações do Amor, especialmente Escândalos na Primavera. Lisa Kleypas encerrou a série com chave de ouro, com uma história que não fala só de amor, mas também de confiança e lealdade. E eu vou me lembrar para sempre da amizade de quatro “solteironas” que nasceu nos chás de cadeira que elas tomavam nos bailes, se transformou numa aliança para tirá-las daquela situação humilhante e terminou sendo uma celebração da união feminina!

site: http://www.quemlesabeporque.com/2018/02/escandalos-na-primavera-lisa-kleypas.html
comentários(0)comente



Rafa 12/02/2018

Encantos da Primavera
Chegou a vez de Daisy ter seu final feliz. Depois de vermos Annabelle, Lillian e Evie já casadas resta agora o poço dos desejos conceder o desejo a Daisy, a mais sonhadora e doce das quatros damas.

O Sr. Bownam já está cansado dos gastos e das temporadas da sociedade inglesa atrás de um marido para Daisy, assim que lhe dá um ultimato, se em 3 meses não encontrar seu tão sonhado cavalheiro, terá de se casar com o homem de sua escolha. Um homem que ele conhece muito bem e confia, seu parceiro de negócios, Sr. Swift.

Assim Daisy entra em desespero ao pensar em passar sua vida toda com um homem saco de ossos, frio e que só pensa em dinheiro. E então ela pede ajuda a irmã e as amigas para que seu destino não seja atado dessa maneira e acabar extremamente infeliz.

Ao contrário dos outros livros, este vai falar muito sobre mudanças, confiança e delicadeza.

Com a chegada do Sr. Mathew Swift e sua bela aparência, vamos vendo um só personagem se apaixonar, e o outro apenas amar ainda mais, tornando tudo muito mais delicioso de se ler. Além também de existir um segredo do Sr. Swift que pode culminar a felicidade de muita gente.

Enfim, é maravilhoso acompanhar a doidinha da Daisy e vê-la amadurecer muito, observar que sonhadores precisam de alguém pé no chão às vezes, para trazer a realidade fora dos livros de romance. Rever Lillian, Evie e Annabelle e o rumo que suas vidas tomaram foi maravilhoso.

Dei muitas risadas com as cenas do ganso, parto e das chaves, quem ler vai entender.

Eu adorei esse livro, sem dúvida vai ficar junto com meus favoritos do gênero.

comentários(0)comente



Nayara Yanne @bibliotecasecreta21 04/02/2018

Leve e Divertido
"Escândalos na Primavera" traz a história de Daisy Bowman, a mais jovem e última das solteiras do quarteto de amigas (ou flores secas, como são conhecidas). Depois de algumas temporadas fracassadas, o pai de Daisy dá um ultimato à garota: se ela não encontrar um marido até o fim da temporada, deverá se casar com Matthew Swift. O homem é um aprendiz do pai de Daisy nos negócios e tudo que a garota não quer como marido, por isso o quarteto tem um novo objetivo: Encontrar um marido para Daisy e impedir que ela se case com Matthew.

O plano parece ótimo e simples, a não ser por um detalhe: Matthew não é exatamente o garoto magricela em busca da aprovação do pai de Daisy, como ela se lembrava.
.
A história é um romance com seus momentos leves e divertidos, além de um pouco de drama nos últimos capítulos para acelerar um pouco o coração.
Quanto aos personagens, gosto muito de todos, Annabelle, Lilian e Evie aparecem e, como sempre, a relação entre elas e Daisy é maravilhosa.

Falando nela, Daisy é uma personagem que me cativou muito, sempre a mais sonhadoras das amigas, não era o tipo de pessoa que você esperaria ver sendo firme e decidida, mas ela te surpreende quando o momento chega.
Matthew é um personagem com seus segredos que, no início, você desconfia sobre o que pode ser, mas apenas no final é revelado.

Gostei muito da relação entre os dois e de como ela se desenrolou, especialmente do papel de Daisy nisso e no de Evie como conselheira.
Esse foi o último livro da série sobre as quatro amigas, e confesso que sentirei falta delas, apesar de que as quatro provavelmente aparecem no livro do irmão de Daisy e Lillian.

Recomendo muito essa série para quem gosta de romances de época, especialmente os da Julia Quinn, já que as histórias de ambas são similares.

Mais resenhas no link :)

site: https://www.instagram.com/explore/tags/resenhabibliotecasecreta/
comentários(0)comente



Blog MDL 04/02/2018

Daisy Bowman nunca foi considerada uma garota interessante. Pequena demais e ávida leitora, ela mais parecia uma fada do que uma mulher pela qual um homem da alta sociedade se interessaria. Por isso após transcorrido algum tempo desde que seus pais saíram de Nova York em direção ao velho continente em busca de um par para ela e sua irmã, os ânimos já não estavam mais tranquilos com relação a sua incapacidade de encontrar alguém por conta própria. E é em uma discussão acalorada que seu pai anuncia a sua intenção: ela terá que casar com Matthew Swift, o odioso funcionário da fábrica. Ela não sabia o que fazer após receber uma notícia como aquela. Estava claro que o seu pai não pensava nela e em seus sentimentos pois se o fizesse não a sentenciaria a permanecer para sempre ao lado de alguém tão pragmático e sem coração. O que ela não esperava era que o destino reservasse algo tão surpreendente para ela.

Matthew Swift possui segredos demais para se envolver com qualquer pessoa verdadeiramente. Entretanto, ele não podia controlar as batidas do seu coração toda vez que via Daisy. Era loucura pensar que algum dia despertaria nele qualquer tipo de sentimento, ainda mais quando era notório o quanto ela o evitava e parecia não se importar com a sua existência. Mas quando chega a Inglaterra para se encontrar com o seu patrão e discutir os negócios que estavam sob a sua supervisão, tudo o que tinha dentro dele passa a se tornar mais latente. A mulher da sua vida continuava sozinha e isso era um problema para o seu coração, principalmente porque o pai dela parecia estar resoluto em fazê-la casar-se com ela. Mesmo que isso fosse o que ele mais desejasse em sua vida, o seu passado jamais o permitiria ficar com ela, por isso, por mais difícil que fosse, ele iria permanecer a uma distância segura dela. Mas isso não seria nenhum pouco fácil, afinal, pela primeira vez ela parecia se dar conta de sua existência.

A série "As Quatro Estações do Amor" me aquece o coração de uma maneira muito peculiar, pois eu simplesmente amo os laços de amizade que a autora trabalha no decorrer de suas páginas. Esse livro em particular me deixou em estado de êxtase! Com dois protagonistas extremamente encantadores, a cada detalhe revelado o meu coração palpitava de um jeito diferente. Daisy é uma personagem delicada e muito romântica, sua natureza singular a torna incompreendida pelas pessoas que a julgam como tola ou pouco interessante. Apaixonada pelos livros, ela nunca era vista sem estar mergulhada em aventuras extraordinárias e isso fazia com que os cavalheiros a considerasse uma má opção para um casamento - eles jamais iriam querer alguém mais inteligente que eles. Seu espírito livre necessitava alguém que a permitisse sonhar e viver os seus devaneios e Matthew era exatamente essa pessoa. É claro que ela não estava pronta para admitir isso, já que por muito tempo pensou nele como uma cópia fidedigna do seu pai e é o caminho que ambos traçam para revelar suas verdadeiras naturezas que tornam "Escândalos na Primavera" uma história tão bela.

Sinto que não poderia ter um desfecho melhor para a série do que esse. Lisa Kleypas traz um enredo comovente e extremamente romântico, daqueles que a gente quer fechar os olhos e se teletransportar para dentro das páginas apenas para ver tudo aquilo de perto. Mas não temos apenas romantismo, há também uma pitada de mistério envolvendo o nosso herói que torna tudo mais interessante já que não sabemos muito bem quem ele é de fato e como ele chegou até Nova York. Essas pequenas descobertas, medos e anseios, proporcionam uma experiência e tanto com a leitura. Principalmente porque essa mescla de situações foi trabalhada de maneira verossímil, não colocando em cheque a fluidez da narrativa. Outro ponto que gostei de ver explorado, foi o quanto podemos nos enganar porque preconceitos e julgamentos sem fundamentos. Daisy, que apesar de ser meiga, é muito teimosa, faz uma ideia totalmente equivocada de quem Matthew é e quais as intenções dele. Ver tudo isso ruir pouco a pouco, foi o pilar necessário para firmar um amor que antes era apenas unilateral.

Diante de tantos pontos encantadores, foi difícil não sentir saudades de todos os personagens assim que fechei o livro, ainda mais sabendo que ali acabava mais uma série querida e que apesar dos seus altos e baixos, tinham muitos aspectos que a destacava dentre as demais do gênero. E mesmo que Lisa Kleypas não seja a minha autora favorita de romances de época, ela conseguiu um lugar especial na minha estante com "As Quatro Estações do Amor". Por tudo o que já conversei com vocês durante as resenhas que escrevi para contar a história dessas quatro amigas com azar no amor, acredito que está claro que considero a amizade como a grande protagonista de Kleypas. Podem ter certeza, não houve um momento sequer que eu não as invejei secretamente por poder contar umas com as outras em todos os momentos. Observar elas renegando até mesmo as suas próprias crenças em detrimento da felicidade de uma amiga, me fez ter a certeza de que esse é o tipo mais especial de amor que podemos experimentar.

site: http://www.mundodoslivros.com/2017/04/resenha-escandalos-na-primavera-por.html
comentários(0)comente



Mundo de Tinta 31/01/2018

Uma linda menina que adora livros...
Daisy Bowman quer casar.
Precisa casar.
Mas tem que ser alguém lindo e perfeito como os de seus amados livros.
Quem nunca deixou a balada ou o passeio de lado pela companhia de um livro?
Daisy não é diferente de nós minha gente. Mas seu pai quer, não, exige que a moça case logo para poder retornar aos States. E é então que ele dá um ultimato a Daisy: ou você escolhe o noivo dali a alguns poucos meses ou terá que casar com o homem escolhido por ele, Matthew Swift. O moço é o braço direito de seu pai nas empresas e é tão rígido e frio quanto o mesmo, só se preocupando com dinheiro e a empresa. E a aparência dele, de acordo com as lembranças de Daisy, são as piores possíveis....

Quer continuar?! Então me segue!!

site: http://blogmundodetinta.blogspot.com.br/2017/07/resenha-de-tinta-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



113 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |