Escândalos Na Primavera

Escândalos Na Primavera Lisa Kleypas




Resenhas - Escândalos Na Primavera


63 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Vânia 01/02/2017

As 4 Estações do Amor #4
Flores Secas.
Quatro moças solteiras, ignoradas pelos cavalheiros nos salões de baile, decidem se unir para encontrarem marido. Estratégias usadas, cada uma foi conseguindo seu par onde - e com quem - menos esperava...

Annabelle que achava que só seria feliz se se casasse com um nobre, acaba encontrando a felicidade nos braços de um empresário, filho de um açougueiro, e juntos tinham a pequena Isabelle; Lillian, a americana sem papas na língua e que desprezava a maior parte das regras sociais dos ingleses se vê presa na teia do charme de um dos nobres mais "certinhos" do país, de uma linhagem tão antiga quanto da própria rainha, o conde Westcliff, e esperavam pelo nascimento do primeiro filho; e Evie, a tímida e gaga, maltratada pela família, ousa propor casamento a um dos maiores libertinos de Londres, fugir para casar e praticamente morar numa casa de jogos.

E daí, faltava a doce e sonhadora Daisy.

Seu pai, Thomas Bowman, um empresário americano frio, que dava mais atenção à sua fábrica de sabão do que à família, era um homem prático, que queria resultados rápidos, e Daisy estava se tornando um "negócio não lucrativo".
Depois de várias temporadas em Londres, ele já perdera a paciência em ver sua filha caçula não receber proposta de casamento.
Sua esposa, Mercedes, queria na verdade que a proposta viesse de um nobre, mesmo que este estivesse falido. Mas para Daisy nem falido apareceu.

Sendo assim, e já de olho no futuro da empresa, Thomas decide que se Daisy não arrumar alguém até o final daquela temporada, ela se casaria com Matthew Swift, empregado dele em NY.

Daisy e Lillian desprezavam Matthew, achando-o um puxa-saco do patrão, mas seria muito difícil para Daisy convencer o pai a mudar de ideia.

Matthew foi chamado por Thomas à Inglaterra para passar o mês em Stony Cross.
Daisy estava disposta a aceitar o pretendente que viesse, aquele que fosse o certo para ela.

Poço dos Desejos?

Ajudaria se o cavalheiro em questão tivesse uma boa aparência, gostasse de ler e de crianças, assim como de animais, além, é claro, de ser apaixonado por ela.
Existiria esse homem?

Matthew Swift trabalhava para Thomas Bowman há exatamente 10 anos.
Desde que os 3 filhos homens de Thomas não se interessavam pelos negócios do pai, Matthew tornou-se expert não somente nos negócios, mas em saber lidar com o patrão.
Vindo de uma família de Boston, ele parecia mais ser sozinho no mundo já que não falava sobre a família ou os visitava. A vida dele era o trabalho...

...e Daisy.

Desde que ele a viu pela primeira vez, achou intrigante a forma com que ela lidava com aqueles familiares tão peculiares - ou até loucos. Lillian era aquela que argumentava sobre tudo, os rapazes só queriam cuidar da própria vida, já Daisy era a mais graciosa. Sabia a hora de responder e se calar. Isso sem falar que ela vivia distraída entre os seus muitos livros. Ela acreditava em romance. Acreditava em contos de fadas. E Matthew não podia dar nenhum dos dois a ela.

Amando-a há anos de longe, ele não sabia do plano de Thomas Bowman em casá-lo com a filha mais nova. Assusta-se ao saber pela própria Daisy, mas sempre que era confrontado por alguém sobre jurar não aceitar casar-se com ela, ele simplesmente não conseguia fazê-lo.

Matthew ficaria encarregado em montar a nova fábrica em Bristol, fruto da sociedade de Marcus com o sogro.
Sua intenção ao aceitar ir para a Inglaterra, e ter ficado sabendo que Daisy corria o risco de voltar para NY, era colocar um oceano de distância entre eles, e, assim, ele não cairia em tentação. Mas apesar de ser avessa à ideia a princípio, Daisy muda de atitude e quer saber por que ELE não quer, ou melhor, não pode se casar com ela. O proibido, o inalcansável torna-se uma tentação para ela, e usando todo o seu charme feminino, Daisy o enreda num jogo de sedução que Matthew não terá a menor chance de escapar...

Ele não era nobre (como era o desejo de Mercedes Bowman), mas isso não importava para Thomas Bowman, que queria um sucessor para os seus negócios.
Para Daisy o mais importante era ser amada, assim como sua irmã e amigas eram, e encontrar alguém que a compreendesse, com suas manias e desejos.

Não havia alguém que amasse Daisy mais do que Matthew Swift, mas ele tinha um problema a resolver. Um problema que o perseguia como um fantasma e poderia a qualquer momento bater à sua porta. Como ele iria permitir que Daisy sofresse uma decepção daquela?

Lillian e Marcus vieram em defesa de Daisy tentando evitar essa união. Convivendo com Matthew, Marcus percebeu que ele era um bom homem, além de ter ótima cabeça para os negócios, e que amava Daisy há muito tempo. Apesar dos protestos de sua esposa, Marcus se coloca à disposição de Matthew para ajudá-lo fosse qual fosse seu problema.

Os personagens secundários, já apresentados em livros prévios, estão estabelecidos em seus casamentos.
Sebastian, mudado, é até mais exigente do que Marcus na lista de pretendentes para Daisy. Lillian, como irmã da protagonista, aparece bastante, e além de seu jeito já mandão, junte uma gravidez cheia de enjoos mesmo estando próximo do parto.

O ritmo, sempre muito bom, leva a um final mais do que esperado, sem cliffhanger, e mostrando que o poder da amizade prevalece.
Uma série encantadora, com cenas surpreendentes e engraçadas, personagens carismáticos e que vão deixar um gostinho de quero mais...
5 estrelas
Cecília 02/02/2017minha estante
Agora estou mais doida ainda para ler. Hehhehe. :)




Leituras e Delírios 24/03/2017

E vamos falar sobre Escândalos na Primavera, último livro da série As Quatro Estações do Amor da autora Lisa Kleypas, publicada pela editora Arqueiro que vai nos contar a história de Daisy Bowman a última das quatro amigas, que no primeiro livro (#relembrarÉviver) Segredos de uma Noite de Verão, fizeram meio que um pacto para que cada uma encontrasse um marido. Dayse é disparada a mais excêntrica do grupo, você quer guardar ela numa caixinha. Já era de se esperar que ela ficasse por último pra fechar com chave de ouro essa série maravilhosa.

Quando o pai de Daisy lhe dá um ultimato de que caso ela não encontre um pretendente adequado, terá que se casar com Matthew Swift, o braço direito dele na empresa, Daisy fica horrorizada com essa possibilidade, já que na cabeça dela a possibilidade de se casar Matthew é simplesmente repugnante, ela lembra dele sendo tão arrogante e controlador como seu pai. Ela então fica decidida a casar com qualquer um menos com ele.

Mas quando esse reencontro acontece, meu amor, “abaixa que é tiro” porque ele não é mais nada do que ela lembrava, a atração entre os dois é imediata! Daisy fica sem saber o que fazer com esse sentimento tão repentino e tão intenso que ela passa a sentir por Matthew, a medida que eles vão se conhecendo melhor, e a história vai se desenrolando, você vai se apaixonando junto com ela por Matthew, que é um homem maravilhoso, mas que tem um segredo que pode acabar com tudo o que ele construiu ao longo dos anos. A história deles é muito bem desenvolvida e nem tudo são flores, eles terão que lutar por esse amor se quiserem ficar juntos e o finalzinho é o que podemos chamar de surpreendente...

Leiam esse livro, recomendo demais, ele é simplesmente fantástico, na minha opinião, o melhor livro da série. Obviamente, que dei 5 estrelas porque esse livro não merece menos que isso.

Resenha publicada no blog Leituras & Delírios!

site: http://www.leiturasedelirios.com.br/2017/03/escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 13/02/2017

Ah, o amor! Sentimento único e que ilustra claramente o que eu sinto, nesse momento, ao terminar a leitura da série As Quatro Estações do Amor. Lisa Kleypas realmente é minha autora preferida no gênero Romances de época. (Que Julia Quinn não me leia, pois quando estou nas páginas de seus livros eu a amo da mesma maneira, rsrsrs)

Não sei nem como iniciar essa resenha sem ser piegas, repetitiva e melosa demais, mas a pequena Daisy conseguiu me deixar deveras apaixonada por sua história. Logo eu, que achava que Evie ou Lillian, era minha personagem preferida, agora já nem sei mais. Vou me ater em dizer que admiro essas quatro amigas com a mesma intensidade, e a seus amados eu rendo meus mais sinceros elogios... Que homens!

Essa série me mostrou o quando a amizade é essencial na vida das pessoas. Annabelle, Lillian, Evie e Daisy são as amigas que eu gostaria de ter. Elas se amam, se protegem, se ajudam, mas acima de tudo elas se preocupam uma com a outra, chegando ao ponto de desejarem estar no lugar da outra para não ver nenhuma passar por qualquer dissabor.

E o que falar sobre Escândalos da Primavera?! Não tem como não amar esse livro. Aqui conhecemos mais da pequena, romântica e leitora Daisy, e seu desejo de encontrar um príncipe encantado. E conhecemos também Matthew, um sapo, que aos olhos de nossa mocinha era desprovido de qualquer atrativo que o colocasse na fila de seus candidatos a marido. Pelo menos nas suas lembranças, mas ao vê-lo chegando a Hampshire com o intuito de ser seu marido, de forma arranjada por seu pai, ela se depara com um homem másculo, de porte altivo, com olhos expressivos, e que quando se aproxima dela a deixa com todas as emoções em ebulição.

Temos aqui um romance digno de nota, que deixa o leitor refém de suas páginas, que agrada a todos os gostos, porque temos aventura, uma pitada de suspense e mistério — que envolve o passado de Matthew —, momentos engraçados e um final delicioso. Palmas para Lisa Kleypas que nos brinda com mais essa linda história de amor!

Fiquei sabendo, por boca pequena, que teremos outro livro contando a história de um dos irmãos de Daisy e Lillian, mas ainda não é certeza se será publicado como livro físico ou em forma de E-book. Aguardamos notícias da Editora Arqueiro.

Para os apaixonados de plantão, super-recomendo esse livro. Mais uma vez termino uma série de Lisa Kleypas com a certeza de que tudo foi lindamente contado, de que todas as amarras foram desatadas com primor, que o fio condutor, de amizade incondicional, foi muito bem explanado, e que nada em relação à série deixou a desejar.
Leia e se apaixone!

site: http://www.sempreromantica.com.br/2017/02/escandalos-na-primavera-lisa-kleypas.html
comentários(0)comente



Cris Paiva 08/03/2017

O último livro da série!! Eba, acabou mais uma!!
Vou contar que não estava tão ansiosa por esse livro, na verdade, se a série tivesse acabado no terceiro eu teria me dado por satisfeita, já que Pecados no Inverno, para mim, foi o melhor livro de todos.
Daisy é a irmã mais quieta, e leitora voraz de romances açucarados (alguém se reconhece?). Tudo o que ela quer é ser deixada em paz e não ter de lidar com os pretendentes tediosos que seu pai coloca em seu caminho. Mas tudo o que é bom tem um fim, e ela recebe um ultimato para se casar, ou seu pai vai tratar desse assunto pessoalmente, e ele tem um candidato certo para o casamento com Daisy: Matthew Swift, seu braço direito nos negócios.
Agora sim Daidy ficou nervosa, ela se lembra de Matthew como um garoto ossudo, ensebado e sempre disposto a agradar, e não faz idéia de que o garoto que ela conheceu cresceu e se tornou um homem bonito e determinado. E apesar de se sentir um tanto quanto encantada por esse novo Matthew, ela ainda tenta se agarrar com unhas e dentes ao antigo preconceito.

Matthew, apesar de querer e gostar muito de Daisy, resiste bravamente as tentativas de seu patrão de casá-lo com a filha encalhada. Ele não se julga a altura dela, mas se rói de ciumes cada vez que um novo pretendente é apresentado.

O romance é bem fofo e foi um ótimo fechamento para a série. A autora reuniu todos os personagens nesse ultimo livro e contou um pouquinho da vida após o casamento de todos eles. Ainda tem um outro livro, do irmão das Bowman para quem se interessar, mas a série fecha perfeitamente nesse.
Patricia 08/03/2017minha estante
Esse foi o que menoa gostei


Cris Paiva 08/03/2017minha estante
O terceiro foi tão bom que o ultimo ficou como um anticlímax.


Jaque 11/03/2017minha estante
Preciso retomar essa série... só li o primeiro e achei muito meia boca :/




Lane 05/03/2017

Não é meu preferido, mas é muto bom!!!
Após três anos do encontro de Annabelle, Lilian, Evie e Daisy, onde elas fizeram um pacto de arranjar maridos um para outra, finalmente chegou a vez da mais nova encontrar seu destino em Escândalos na Primavera.

Daisy Bowman está na Inglaterra há bastante tempo e até agora não se interessou por nenhum homem para futuro marido. Sempre sonhadora, ela quer se casar por amor com um homem que combine com ela. Mas essa tarefa parece ser impossível. Até receber um ultimato de seu pai Thomas Bowman: ela casa com algum pretendente aceitável com sua condição social até o fim de maio ou ele a forçará a casar com Matthew Swift.

Daisy conhece Matthew há anos, sempre frequentou sua casa nos EUA. Ela o detesta. Sempre foi muito parecido com seu pai, ambos são gananciosos e frios. Matthew não parece ter um coração batendo do lado esquerdo do peito. Ele é a última pessoa com quem ela quer se casar. Então decide pedir ajuda de suas amigas para encontrar um homem, qualquer um que possa lhe fazer minimamente feliz.

Matthew Swift vem dos EUA e não faz ideia dos planos de Thomas Bowman para ele e Daisy. Sua chegada à propriedade do conde Westcliff, que é marido de Lilian, em Stony Cross Park, já é regada a um embate verbal com Daisy. Ela o acusa de saber sobre o casamento dos dois por parte do pai dela. Então, para contrariá-la, ele não diz se deseja negar o pedido. A partir daí alguns conflitos são inevitáveis a acontecer.

A capa está no mesmo padrão que as outras da série e está linda! Não consigo decidir qual a mais bonita. Mas infelizmente, nessa edição encontrei alguns erros. Sejam falas e narrações misturadas como, por exemplo, espaçamento de palavras errados. Para mim isso incomoda, sou um pouco chatinha com isso. Não sei como a Editora Arqueiro que é maravilhosa e conceituada no mercado, não percebeu esses erros bobos. A narração é em terceira pessoa com foco em Daisy e Matthew, mas sem nunca esquecer os outros personagens maravilhosos dessa série.

Matthew Swift, com um passado obscuro, sabia que não poderia se dar ao luxo de se aproximar daquela que era o seu amor. O medo de ser descoberto sempre o rondou e não poderia colocar Daisy em risco. Quem diria que por baixo daquela fachada pragmática e ambiciosa, existia um homem tão bom e amoroso.

Daisy Bowman é uma figura. Muito avoada e sonhadora, ela conquista os leitores por seu jeito de dizer o que se passa em sua cabeça, ela não tem muito filtro. Rsrs... Ela ainda é uma leitora voraz, adora livros de romance, mas também gosta quando o livro tem aquele toque de reviravolta. Muito criteriosa, ela espera o seu “feliz para sempre” e só quer se casar com o homem certo. Isso é o que deixa as peripécias dela no livro bem divertidas.

O romance entre Matthew e Daisy é muito fofo e cheio de pequenas intrigas. Fiquei encantada ao descobrir que Matthew era apaixonado pela Daisy desde que a viu pela primeira vez há uns sete anos. Ele sempre foi tão ambicioso e frio e nunca deu nenhuma demonstração de seus sentimentos. Ela nunca imaginou que poderia bater um coração ali. Lindo de ver como só o amor de Daisy poderia trazer vida ao coração duro de Matthew.

Escândalos na Primavera não foi meu romance preferido da série, mas não deixa de ser menos maravilhoso. A escrita da Lisa Kleypas continua muito leve e fluida, me deixando sempre apaixonada por suas histórias. Também gostei do fato dela ter abordado de maneira mais direta em uma determinada cena o fato das mulheres que não fazem parte da aristocracia serem tratadas como meros objetos. Mas claro que nossos personagens favoritos estão ali sempre para contradizer esses argumentos inválidos e retrógrados.

É de dar nos nervosos também como os homens naquela época visavam o casamento como um mero comércio. As mulheres eram muito mal tratadas, sendo apenas um objeto de decoração e procriação de herdeiros. Deveria ter no mínimo um filho homem para que a linguagem fosse repassada com orgulho. Não me admira que Daisy tenha se rebelado contra o pai.

Ah! Um fato curioso, que eu tenho quase certeza já ter lido em algum lugar antes, é que não era de bom tom as mulheres exibirem sua gravidez, mesmo que estivessem todas cobertas. Elas ficavam isoladas quando a barriga começava a apontar e não podia mais ser disfarçada. Poucas eram as interações com as pessoas.

Aqui me despeço dessas quatros Flores Secas. Porém... Ainda temos um bônus maravilhoso! A autora Lisa Kleypas escreveu um conto de natal voltado para o irmão da Lilian e Daisy, o Rafe Bowman. A Editora Arqueiro pretende ainda publicar essa história nesse ano. Então vai ser o último gostinho da série. Estou louca para fazer essa leitura.

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Tashiro 21/03/2017

Embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.
Mais uma série de Romance de Época publicada pela Editora Arqueiro chega ao fim… Bate uma tristeza, né? Lisa Kleypas foi a autora que fez eu me apaixonar pelo gênero, seus personagens, tão longe do comum, me encantaram. Não só libertinos e solteironas percorrem as páginas de seus romances, mas também os sedutores ciganos, os escandalosos homens de negócio, os excêntricos americanos, os detetives de Bow Street e, para não desmerecer lorde Westcliff, os nobres arrogantes. O único alívio para o meu coração é que a editora publicará outras séries da autora, mas qual será a próxima? Isso me deixa aflita!

Dayse Bowman é a última de suas amigas na caça-marido. Apesar de que suas duas amigas, Annabele e Evie, e, milagrosamente, sua irmã Lillian terem tido ótimos casamentos com pretendentes excelentes, ela ainda não tem ninguém em vista. Dayse é um tipo encantador de criatura, gosta mais dos seus livros do que da vida real, dos heróis fictícios do que dos entediantes lordes, da biblioteca do que dos salões de baile. Ela é doce, sensível e romântica. Quase não parece uma Bowman — calculistas e controladores.

"— A maioria das pessoas não se distingue por grandes feitos, mas por um número infinito de pequenas coisas. Sempre que você faz algo de bom ou faz alguém sorrir, isso dá sentido à sua vida. Nunca duvide de seu valor, minha cara. O mundo seria um lugar triste sem Dayse Bowman." – Westcliff

Thomas Bowman, pai de Dayse, cansou de esperar pela filha escolher um pretendente. Já que seu ‘investimento não teve retorno’, Thomas decide que ele mesmo escolherá o marido, um que ele aprova e tem mais afeição do que seus próprios filhos: Matthew Swift. Horrorizada com o homem que o pai sugere, ela concorda em tentar arranjar um pretendente adequado até o fim da temporada. Afinal, Dayse quer se casar, mas não com o frio e calculista Sr. Swift, que é um homem tal qual seu pai.

Lillian tem certeza que foi o ambicioso Sr. Swift que colocou a ideia absurda na cabeça de seu pai, o homem é totalmente inadequado para sua bela e sonhadora irmã, e a arrastará para Nova York, longe dela e de suas amigas. E isso Lillian não aceitará, nem Dayse deseja a cópia carbono de seu pai ou ter que ir para longe de suas companheiras. Com a ajuda dos maridos, as mulheres fazem um grande plano para ajudar Dayse a conseguir um marido com urgência.

Ao encontrar o Sr. Swift depois de tantos anos e se deparar com um homem que não é mais um saco de ossos, mas sim belo e carismático, ainda que frio e dedicado aos negócios, a determinação de Dayse bambeia. Mesmo assim, ela está decidida a não se submeter à vontade de seu pai, e Lillian não a deixaria em paz se ela cedesse. Falando em Lillian mais uma vez, ela se superou nesse livro…

O que Dayse não esperava, nem sua irmã e nem ninguém é que:

1. Metthew Swift nutriu uma paixão por Dayse desde que a conheceu;
2. Ele está bonito e bem construído;
3. Ele tem um grande segredo acerca do seu passado; e,
4. Ele valoriza cada detalhe excêntrico da personalidade de Dayse, a adora como uma deusa e é extremamente apaixonado por ela (acho que já disse, mas ele é bem apaixonado por ela mesmo).

"— Achei que passaria o resto da minha vida em busca de pequenas lembranças suas em outras mulheres." – Matthew

Matthew é pego de surpresa sobre o tal arranjo. Lillian não acredita nisso, claro. Ele pode ser apaixonado por Dayse e essa pode ser uma grande oportunidade, mas ele não quer arriscar que seu passado a manche. Seria fácil de evitar essa catástrofe ficando longe dela, contudo, Dayse começa a sentir um certo interesse nele. Fica difícil resistir quando a mulher dos seus sonhos fica encabulada por não ter sido beijada em um jogo escandaloso de salão ou quando ela tranca os dois juntos em um quarto e joga a chave dentro do corpete…

"— Dayse, você é inocente demais para entender o perigo que corre. Preciso de todo o meu autocontrole para não tocá-la. Estou no meu limite. Para dirimir quaisquer dúvidas que possa ter… tenho ciúmes de qualquer homem que esteja a menos de 3 metros de você. Tenho ciúmes das roupas em sua pele e do ar que você respira. Tenho ciúmes de cada momento em que não a vejo." – Matthew

Esse livro foi, definitivamente, para fechar com chave de ouro a série. Lillian grávida é hilariante, Annabele mais sarcástica do que nunca é um bônus, Westcliff fazendo todas as vontades da esposa e se arrastando por ela é tipo um máximo! Foi um livro divertidíssimo, cheio de escândalos, planos falíveis e muita amizade e amor. Deu vontade de seguir a linha cronológica e ler de novo a série Os Hathaways, Can Rohan quase me causou um infarte em Pecados no inverno e quero reencontrá-lo.

Se você ainda não leu os livros da Lisa Kleypas, dê uma chance!

Beijos, May.

site: https://silenciocontagiante.wordpress.com/2017/02/25/escandalos-na-primavera-de-lisa-kleypas/
comentários(0)comente



Carla Sarah 28/02/2017

O Melhor da Série...
Que livro mais fofo, lindo e romântico...

Não tenho palavras para descrever o que achei da história da Dayse! Foi um amorzinho que arrebatou e conquistou de vez o meu coração...

Mil palmas para a Lisa Kleypas que conseguiu fechar a série com chave de ouro e obteve a façanha de escrever cada livro melhor que o outro, o que fez com que a serie crescesse em qualidade em minha opinião.

O livro da Annabelle, foi bom, mas foi o mais morno! O da Lilian, superou de longe o 1o volume, se tornando encantador, apesar da mocinha ter me irritado algumas vezes. O da Evie, ate então tinha sido o meu xodozinho e achava que dificilmente o último tiraria o seu lugar de preferência do meu coração, no entanto, me vi completamente enganada e surpreendida! O da Dayse superou e muito qualquer expectativa que eu pudesse ter e se tornou o meu queridinho da série! E digo mais, foi o livro mais lindo da Lisa Kleypas que li até hoje!

Estou completamente encantada e fascinada por todo o desenvolvimento da história de amor entre os personagens. Todas as pequenas brigas, disputas, provocações de ciumes e repulsa que se transformaram em um amor tão lindo que me fez derreter por eles!

Essa historia nos traz uma lição de quanto o preconceito pode afetar a nossa visão das coisas em relação a uma pessoa e que, na verdade, ela pode não ser nada daquilo que imaginavamos a princípio. Amei tudo no casal. O Matthew é simplesmente maravilhoso e a Dayse uma graça!

Não tenho mais palavras para dizer o quanto adorei esse livro e se pudesse daria 10 estrelinhas! Só digo mais uma coisa: quem não leu, leia todos os livros dessa série que é simplesmente maravilhosa, pois garanto que a cada volume vai fazer você se encantar mais e mais e quando chegar ao último, terminará toda a saga com os olhinhos brilhando, com um sorriso bobo no rosto e com coração cheio de paixão! Super favoritei!!
Jucy 28/02/2017minha estante
Adorei sua resenha! Comprei semana passada e com certeza é o próximo da lista.


Carla Sarah 28/02/2017minha estante
Jucy, pode ter certeza que vc vai amar esse casal! Eles são lindos e a história de amor muito bem desenvolvida! Amei... :-)


Monique 28/02/2017minha estante
Amei sua resenha...só me deixou mais desesperada pra ler.


Carla Sarah 28/02/2017minha estante
Leia logo Monique!! Esse livro é imperdível e inesquecível! Vc vai ficar encantada com tanto amor...rs :-)




Kellxinha 20/03/2017

O mais fraco dos 4
Pra mim Primavera foi o mais fraco dos 4 livros da coleção, mesmo Dayse sendo uma das minhas personagens favoritas. Partes foram previsíveis e outras foram forçadas o que não é o estilo da autora, principalmente no início, depois ela entra no seu ritmo habitual, pelo menos foi o que eu senti. Encontrei vários erros de digitação. Um desestimulante no meio da leitura.
comentários(0)comente



Mais Clube 16/03/2017

Escândalos na Primavera
O quarto e último livro da série As Quatro Estações do Amor conta a história da última solteirona, Daisy Bowman. Quando o seu pai a pressiona a arranjar um marido, ou então ela terá que se casar com seu protegido Matthew Swift, e ela não sabe o que fazer. Para poder arranjar um marido a tempo ela precisa, mais do que nunca, da ajuda de sua irmã Lilian e das amigas Eve e Annabelle.

Com a gestação de Lilian avançando todos partem para a casa de campo para a temporada de caça. O que ninguém esperava é que o Matthew Swift fosse um dos convidados. Só que ele não é mais o saco de osso, bajulador e desajeitado que Daisy lembrava, Matthew cresceu e agora está super bonito, charmoso e seguro de si. E mesmo não querendo admitir ela começa a sentir uma atração por ele.

Matthew sempre foi apaixonado por Daisy, o jeito dela o encantou desde a primeira vez que a conheceu e ela foi um dos motivos dele sempre continuar a aparecer na casa do pai dela. O problema é que ele guarda um segredo e toda sua vida foi construída em cima disso, e ele não quer colocar Daisy no meio disso. Mas mesmo tentando se manter afastado é impossível ficar longe por muito tempo.

Apesar do casal lutar firmemente contra o que estão sentindo, não há como negar a forte atração que um sente pelo outro, e inevitavelmente acabam se entregando a paixão. Mas quando tudo parece estar a mil maravilhas o passado de Matthew vem a toda e pode pôr tudo a perder.

Eu adoro o jeito sonhador e aventureiro de Daisy, ela é super divertida desde o primeiro livro (o de Annabelle). O fato de ser americana, filha de comerciante e burguesa torna tudo mais divertido. Matthew é pragmático, com um grande tino comercial e uma ampla memória para detalhes. A última coisa que eu pensaria é que esse casal fosse dar certo afinal um é totalmente o oposto do outro. O mais legal é que funciona e é super encantador.

Eu amo a Lisa Kleypas, ela tem um jeito cômico e envolvente de escrever. Cada personagem é único e marcante e ela sempre consegue me fazer ficar apaixonada pelos mocinhos (cadê esses homens na vida real???). Com cenas picantes, um humor mordaz e uma linda história de amor não tem como não gostar desse livro.

Fico triste por esse ser o último da série… As Wallflowers farão falta…

Mas os fãs não precisam ficar tristes… elas reaparecem na série dos Hathways… “Para noooossa alegria…”

site: http://maisclube.com.br/2017/02/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



Aione 10/02/2017

Depois de ter conhecido as histórias de Annabelle, Lillian e Evie, chegou a hora de descobrir a trajetória de Daisy Bowman, a mais jovem entre as amigas autodenominadas Wallflowers (Flores Secas, na tradução da editora Arqueiro). Escândalos na Primavera fecha a série As Quatro Estações do Amor de Lisa Kleypas se revelando, para mim, como o melhor livro do quarteto.

Daisy é uma leitora nata, preferindo a vida nos livros a sua própria. Extremamente romântica e sonhadora, deseja encontrar um cavalheiro digno de suas fantasias. Justamente por isso, fica revoltada quando seu pai, cansado de sua solteirice, lhe dá um ultimato: encontrar um marido até o final da temporada, senão ela precisará se casar Matthew Swift, seu braço direito na empresa (a quem prefere inclusive aos próprios filhos). Horrorizada com a possibilidade de se casar com alguém tão similar a seu pai, ela conta com a ajuda das amigas para encontrar um novo pretendente, sem contar com a inesperada atração que surge entre eles.

Escândalos na Primavera reúne os principais elementos para fazer um romance de época típico e deliciosamente capaz de envolver o leitor: uma narrativa ágil; pitadas de humor o suficiente para fazer da leitura leve e divertida; um romance clichê, previsível e encantador entre uma mocinha que conquista por sua personalidade forte e sonhadora e um mocinho com passado misterioso, capaz de arrancar sorrisos e suspiros com seu jeito galanteador.

Dizer que gostei da leitura é insuficiente para minha experiência com Escândalos na Primavera. Lisa Kleypas foi pouco a pouco me conquistando e me envolvendo e, quando dei por mim, estava completamente imersa na história entre Daisy e Matthew. Adorei o humor presente na narrativa, bem como o suspense oriundo do passado de Matthew. Há romance e sensualidade mesclados na história, em doses exatas para cada um, sem fazer das cenas eróticas excessivas. Por fim, as reviravoltas finais me cativaram tanto que mal consegui respirar nos últimos virar de páginas, ansiosas pela resolução do enredo.

E acredito que um dos principais pontos positivos de Escândalos na Primavera é o de trazer com esplendor a força da amizade entre o quarteto feminino. Se no livro anterior as demais personagens mal aparecem, aqui todas garantem suas presenças, bem como a de seus pares, a fim de que tenhamos um maior vislumbre de suas vidas de casadas e dos laços de amizade que as envolvem. Foi delicioso acompanhar a interação entre elas!

Se os três primeiros livros de As Quatro Estações do Amor, especialmente os dois primeiros, haviam deixado a desejar em minhas experiências de leitura, não posso dizer o mesmo de Escândalos na Primavera. Encontrei nesse romance de época uma história leve, cativante e envolvente, que me permitiu algumas horas extremamente agradáveis de entretenimento. Valeu, para mim, pelos quatro livros da série!



site: http://minhavidaliteraria.com.br/2017/02/10/resenha-escandalos-na-primavera-lisa-kleypas/
Dani 10/02/2017minha estante
Excelente resenha!


Jéss 10/02/2017minha estante
Parece que a Arqueiro lançará o quinto livro Wallflower's Christmas no segundo semestre.
Essa Arqueiro é amor demais né! Hehe :)


Michelle 11/02/2017minha estante
Pode me tirar uma dúvida? Na página 157 Lilian Evie e Annabelle estou conversando sobre Daisy e Matthew, sem a presença dela que se retirou para os seus aposentos. Mas no segundo parágrafo tem: "Daisy agitou sua mão irritadamente. " será que ocorreu um erro e se trata de outra personagem ou realmente Daisy estava com elas?


Aione 13/02/2017minha estante
Eu vi, Jéss! Achei o máximo e já estou no aguardo!!


Aione 13/02/2017minha estante
Erro mesmo, Michelle :)




LadyRoob 28/03/2017

Perfeito é pouco!
No desfecho da história das quatro solteironas que conquistaram a todos que leram essa série, Lisa traz a história de Daisy Bowman, a mais nova das quatro amigas que se uniram para conseguir um marido umas para as outras.
Mas diferente das outras três, Daisy é uma moça que vive em seu próprio mundo, lendo por todos os cantos e claro com sua excentricidade que espanta todos os jovens casadouros.
O pai das Bowman, vendo que não tem outro jeito de ver sua filha mais nova casando, dá a ela um ultimato: ou ela encontra um marido em um mês ou ela se casará com Matthew Swift, braço direito do pai na empresa.
Com isso, as solteironas se unem pra arrumar um marido adequado para Daisy, tudo isso pra ela não se casar com aquele saco de ossos arrogante do Sr. Swift. Mas mesmo com todos esses esforços, ninguém controla o coração. E Daisy por mais que tente não consegue controlar o dela quando ver o Sr. Swift, afinal o saco de ossos virou um homem belo e encantador.
Eu como uma fã da Lisa, leio tudo dessa mulher e amo tudo que ela escreve! Com esse não foi diferente, a história da Daisy me surpreendeu muito! Quem diria que a mais secundária das quatro solteironas teria uma história envolvente e apaixonante? Daisy e o Matthew com certeza estão em segundo lugar no ranking do melhor casal dessa série!
Adorei tudo! Desde o inicio, Daisy e o seu modo único de ver o mundo, Matthew e seu jeito sistemático porém misterioso!
E claro, eu amei rever os personagens que já amamos!
Lisa Kleypas novamente arrasa e nos presentea com essa história maravilhosa que emociona o leitor e o faz ficar ainda mais apaixonado por essas quatro jovens! Escândalos na Primavera tem a dose certa de humor, de paixão, de drama e de romance. Um pacote completo com todos os elementos balanceados!

#lisakleypas #resenha #blog #leitoresestranhezas #editoraarqueiro #escandalosnaprimavera #romancedeepoca #romanticbooks #estacoesdoamor #livros #bookslove #bookstagram #books #libros #lnstalibrary #lovelivros #coment #like #coment

site: https://www.instagram.com/p/BSJyfY3huhg/?taken-by=leitoresestranhezas
comentários(0)comente



Neyla 28/02/2017

E mais uma série queridinha do coração chega ao fim. As Quatro Estações do Amor chegou de mansinho, com personagens super fofas e cativantes, e acabou me conquistando logo de cara. E agora, nesse quarto livro, não poderia ter sido melhor. Estava preparada para uma história morna, já que todo mundo que conheço me falou que essa história era a mais fraquinha de todas. Contudo, ela me envolveu de tal forma que acabou virando uma das preferidas.
Daisy é a caçula e mais sonhadora da família Bowman. Ela adora ler, se perde em seus pensamentos e está deixando seu pai de cabelos em pé, afinal já se passaram três anos de seu debut na sociedade e até hoje nenhum pedido de casamento foi formalizado. Para um pai como ele, isso chega a ser até uma afronta e ele decide que está mais que na hora de dar um ultimato a filha. Ou ela arruma um marido ou ele mesmo irá casá-la com seu homem de sua confiança, Matthew Swift.
Claro que o Sr. Swift nunca seria uma opção de casamento para a nossa mocinha. Ela tem um verdadeiro repúdio por ele, que aos seus olhos é tão frio e focado nos negócios quanto o pai. Casar-se com ele não é uma opção e ela precisa, agora mais do que nunca, encontrar um homem que seja respeitável antes que o pai decida colocar essa terrível decisão em prática.
Tendo a ajuda da irmã e das duas amigas, Daisy tentará de todas as forma encontrar alguém que seja aceitável. Quando ela pensa em seu destino, tendo ao lado alguém como o Sr. Swift percebe que qualquer outro homem é desejável. Ele, sempre frio e distante, focado nos negócios e extremamente sério, nunca será um bom marido. Além do mais, ele nem ao menos é atraente, o que o torna menos bem quisto pela garota. Até que eles se reencontram... e ele mexe com o coração dela.
Ele ainda continua a ser o mesmo homem controlador de antes, mas algo em sua postura, antes tão série, mudou. A aparência também não é mais a mesma e onde antes ela via um homem magro e desengonçado, hoje vê um homem de belas forma, rosto atraente e um sorriso que, embora seja tão raro, faça tudo ao redor se iluminar.
É minhas amigas, é inevitável olhar e não se sentir atraída, ainda mais quando ele se mostra tão gentil e amigável. Mas não pensem vocês que Daisy vai se render aos encantos dele com tanta facilidade. E ele, apesar de sempre ter nutrido um sentimento forte por ela, não se permite sequer sonhar com algo mais entre os dois. E o motivo disso tudo é um segredo terrível que ele carrega consigo, algo que se vier à tona irá mexer com sua vida e a da pessoa que estiver envolvida com ele. Contudo, resistir a doce Daisy não será tarefa fácil, ainda mais quando ela finalmente se der conta de seus sentimentos.
Eu adorei esse livro! Estava esperando uma história mais morna, mas o que encontrei foi uma trama apaixonante e envolvente. Na minha opinião, esse é o livro mais romântico da série e me arrancou suspiros do começo ao fim. Eu sou uma romântica sonhadora assumida e a história do rapaz apaixonado em silêncio pela mocinha, que não dá a mínima pra ele e depois acaba se apaixonando, é clássica, mas eu amo! Foi lindo acompanhar a aproximação dos dois, que aconteceu de forma mais lenta e sem forçar nada, e a descoberta do sentimento dela para com ele. Achei que Lisa foi incrível ao utilizar tão bem um clássico dos clichês dos romances. A história é leve, divertida e apaixonante.
E já que estamos falando da trama, quero deixar claro que não há nada de "uau, que história mirabolante, cheia de artimanhas e jogo de amor". É uma história simples, sem nenhum tipo de floreios e com um pequeno mistério que envolve o passado do protagonista, mas que não chega a ser tão relevante para a história toda, tanto que só é revelado no final e acaba explicando o motivo dele ser sempre tão cauteloso e as vezes ser tido como frio. Gostei do livro justamente pela forma singela que a autora conduziu o romance entre os personagens. É tudo muito agradável de ler e, tendo uma protagonista tão meiga e fofa, eu não esperaria nada diferente.
Apesar de já ter feito aparições nos três livros anteriores, Daisy ainda era um ponto de interrogação para mim. Das quatro garotas, ela era a que eu tinha menos afinidade, já que sabia tão pouco sobre sua personalidade e todas as minhas deduções eram feitas tomando por base sua irmã mais velha, Lilian. O que pude notar é que ambas são notadamente diferentes uma da outra. Lilian é mais segura de si, impulsiva, dona de uma postura mais altiva e pé no chão. Já Daisy é sonhadora, romântica, uma criatura quase etérea, que sempre preferiu a companhia dos seus livros e das histórias que eles guardavam. Foi difícil não me identificar com ela. Já Matthew é um homem adorável, que esconde por baixo de uma postura mais fria e séria, um coração caloroso e cheio de amor para dar. Me apaixonei perdidamente por ele e, na minha opinião, foi o melhor mocinho dessa série.
Escândalos na Primavera foi um excelente fechamento para uma série que é puro amor. Bem escrita, com personagens cheios de carisma e uma agilidade sem igual, ele foi um dos romances mais fofos que li ultimamente. As eternamente sonhadoras e apaixonadas com certeza vão se identificar com Daisy e sonhar com um Matthew pra chamar de seu.
comentários(0)comente



Silvana 31/01/2017

Baile após baile elas ficaram sentadas em um canto olhando as outras garotas sendo tiradas para dançar. Mas isso acabou desde que elas resolveram se unir para desencalhar e se tornaram amigas. Elas se intitularam as Flores Secas e o grupo quase teve 100% de êxito. Annabelle, Eve e Lillian conseguiram se casar, somente Daisy Bowman continua solteira. Mas das quatro, Daisy é a mais sonhadora e romântica e espera encontrar um amor igual ao que está nos livros que ela tanto lê. Livros esses que ela prefere mil vezes do que um baile. Porém seu pai esta cansado de esperar. Já se vão três temporadas e Daisy ainda não encontrou alguém que lhe agradasse, por isso ele dá um ultimato em sua filha: se até o fim da temporada, Daisy não encontrar alguém, ela vai ser obrigada a se casar com seu homem de confiança na empresa, Matthew Swift.

Daisy fica chocada. Além de nunca ter sonhado em se casar com alguém tão parecido com seu pai, sério e controlador, Daisy sabe que seu pai não está pensando nela e sim na empresa que sempre foi sua prioridade. O que ele pretende com esse casamento é ter alguém de sua confiança para assumir os negócios da família. E Daisy não quer para marido uma cópia do seu pai. Ainda mais ao ver a forma como Westcliff olha para sua irmã. É isso que ela quer para si, alguém que olhe para ela daquela maneira. E como se não bastasse querer lhe empurrar uma copia sua para se casar com ela, seu pai ainda diz que Daisy é uma parasita que nunca fez nada de útil. E mesmo magoada e horrorizada com a possibilidade de ser obrigada a se casar sem amor, Daisy não se deixa abater e procura a ajuda de suas amigas decidida a se casar com qualquer um, menos com o homem que seu pai escolheu.

Mas o homem magrelo que tem um ar de superioridade de que ela se lembra, não é o mesmo que vem passar a temporada em Hampshire. O homem que está na sua frente exala masculinidade e ela demora um tempo para reconhecer Matthew Swift. E não é só na aparência que ele parece diferente. Mas Daisy não perde tempo e diz logo que não vai se casar com ele em hipótese nenhuma e Matthew parece surpreso com isso, como se não soubesse dos planos de seu pai. Mas quando Daisy pede que Matthew dê sua palavra que não vai aceitar a proposta de seu pai, ele recusa. O que Daisy não sabe, é que Matthew sempre foi apaixonado por ela, desde que a viu pela primeira vez, ele não consegue tirar Daisy de sua cabeça. O problema é que ele tem um passado que deseja esquecer e não pode envolver Daisy nele. Por isso é melhor que eles fiquem o mais longe possível. O difícil vai ser resistir a atração que existe entre os dois.

Final de série é sempre empolgante. Mesmo as séries que não são consideradas séries, como essa que dá para ler os livros fora de ordem. Não na minha opinião, como já expressei nas outras resenhas. Se ler fora de ordem, você perde todo o desenvolvimentos dos personagens. Esse quarto livro é o que eu mais queria ler, porque, como amante de livros, é impossível não se identificar com a Daisy. Ela é igualzinha a milhares de nós que prefere livros a outros programas e que sonha com os incríveis protagonistas dos romances que lemos e mesmo sabendo que não são reais, colocamos eles como padrões e os homens "reais" parecem tão sem graça perto deles. É a vida né? hehe. Por isso a grande expectativa em ler o livro que contava a história dela, para saber como ela encontraria seu "príncipe" fora das páginas de um livro.

E ele foi tudo o que pensei que seria. Não é o melhor da série na minha opinião, ainda prefiro Era Uma Vez No Outono, porque bater o Westcliff é bem dificil, mas fechou sim com chave de ouro. Adorei rever as outras garotas e nesse livro elas apareceram bastante, temos até alguns capítulos pela visão delas e seus respectivos, como o Westcliff. E já que ele é o meu favorito, é claro que eu amei isso. E é irritantemente gostoso ver como elas mudaram ao longo da série. Lilian foi a que mais mudou e mesmo ainda sendo a teimosa que sempre foi, nesse ela está bem mãezona e quer proteger Daisy a todo custo. Nesse livro teve mais cenas de sexo também, o que me surpreendeu, porque das quatro Daisy parecia ser a mais recatada.

Essa série foi meu primeiro contato com a autora, que tem outra série publicada também pela Arqueiro, e gostei bastante dela. A escrita dela se destaca das outras do gênero pela objetividade. Não tem aquela enrolação típica do gênero. As mocinhas não fazem doce, elas sabem o que querem e não tem vergonha de demonstrar isso, seja em palavras ou ações. Não importa a quem elas tenham que enfrentar para isso. Outra coisa que gostei bastante foi a autora ter inserido duas garotas americanas no meio da realeza britânica e ter mostrado todo o preconceito dos nobres com quem não tinha um título. Os dois protagonistas desse livro são o exemplo disso, já que Daisy e Matthew são americanos e não fazem parte da nobreza. Nem preciso dizer que Matthew me encantou e adorei ver os dois juntos. Para não me alongar muito mais, só me resta indicar a série para os fãs do gênero. Sem esquecer de mencionar a capa que achei a mais linda das quatro.

site: http://blogprefacio.blogspot.com.br/2017/01/resenha-escandalos-na-primavera-lisa.html
comentários(0)comente



Taty Assis 03/03/2017

E chegamos ao fim de mais uma série superquerida ♥
Comecei a ler Escândalos na Primavera de uma forma totalmente despretensiosa e de repente me vi completamente presa ao livro e a história. Esse quarteto de amigas me rendeu ótimos momentos.

Daisy é apaixonada por livros. Se dependesse dela, viveria em seu mundo de fantasias, mas a realidade é outra, seu pai exige que ela tente arrumar um marido dentro de dois meses, caso contrário, ele a casará com Matthew, seu braço direito nos negócios.

Daisy não quer se casar com Matthew; ela o detesta e o acha uma cópia de seu pai: um homem frio e que só pensa nos negócios, sem contar que não era nada atraente. Mas alguns anos se passaram desde que se viram pela última vez e Matthew não está nada parecido com o Matthew de anos atrás, para a total surpresa dela.
Daisy não esperava ver a transformação de Matthew, e muito menos se sentir atraída por ele. Já ele sempre amou Daisy, mas se nega a ter esperanças de ter algo com ela, afinal, seu passado poderia vir à tona e destruí-los. Mas a cada dia que se passa, refrear seus sentimentos e desejos se tornou impossível.
“– É um estraga-prazeres – gritou Daisy furiosamente. – Não me quer e não admite que ninguém mais queira. Deixe-me em paz e volte aos seus planos de construir sua maldita fábrica e ganhar rios de dinheiro! Espero que se torne o homem mais rico do mundo. Espero que obtenha tudo que quer e, um dia, olhe ao redor e se pergunte por que ninguém o ama e...
Ele a calou com um forte e punitivo beijo (...)”

Escândalos na Primavera com certeza foi o melhor livro da série e me fez desejar muito mais desse quarteto.

É impossível não gostar de Daisy, das quatro amigas me identifiquei mais com ela; uma sonhadora, que ama viver no mundinho de seus livros e que em muitos momentos prefere a companhia de uma boa história do que de pessoas. Foi bem divertido acompanhar o seu reencontro com Matthew e sua descoberta do quanto estava errada a respeito dele. Já Matthew é maravilhoso! Terminei a leitura completamente encantada por ele, e acaba se tornando impossível não se compadecer dos seus medos de que Daisy pudesse vir a odiá-lo caso seu segredo fosse revelado. Os dois são incríveis juntos, completamente perfeitos um para o outro.
“Ao longo dos anos colecionei mil lembranças suas, cada olhar, cada palavra que nunca me disse. (...) Você sempre foi tudo que eu achava que uma mulher deveria ser. E eu a tenho desejado desde que nos conhecemos, em todos os segundos da minha vida.”
Os personagens continuam apaixonantes, teremos um pouquinho de Annabelle, Lillian e Evangeline. Confesso que a Lillian me irritou muito com todas as suas críticas sobre Matthew, parecia que ela só estava enxergando o que ela queria, e não o que Daisy desejava, mas até dá para entender, ela só estava querendo proteger sua irmã de ter o coração partido. Fora isso, as meninas continuam companheiras e sempre apoiando uma a outra.

Foi uma leitura incrível e muito divertida, e que também acaba nos passando uma lição: as aparências, linhagem e status não são o suficientes para julgarmos uma pessoa.
A autora concluiu a série em grande estilo, estou in love ♥.
E, culpados, se ainda não leram, leiam o quanto antes! #muitoamor
“(...) Ela o olhou de relance com olhos semicerrados. Um livro sempre era uma porta para outro mundo, mais interessante e fantástico do que a realidade. Mas ela finalmente descobrira que a vida podia ser ainda mais maravilhosa do que a fantasia. E que o amor podia encher o mundo real de magia. Matthew era tudo que já havia desejado. E tivera tão pouco tempo com ele!

site: http://www.aculpaedosleitores.com/2017/03/resenha-escandalos-na-primavera.html
comentários(0)comente



PorEssasPáginas 07/02/2017

Daisy é a mais jovem a avoada das amigas. Você consegue se identificar com ela quando a questão são os livros. Ela gosta muito de ler e até prefere os livros às companhias e bailes chatos. Mas bem que gostaria de arrumar um marido. Seu pai, prevendo que Daisy não terá o mesmo sucesso que a irmã em conseguir um casamento com um aristocrata, decide casá-la com alguém de sua confiança, Matthew Swift. Daisy não gosta muito da ideia e junta forças com suas amigas para conseguir outra pessoa, principalmente alguém que vivesse na Inglaterra, visto que não quer se separar de sua irmã.

Mas claro que Daisy não contava com uma certa atração que surge ao se deparar com Matthew muitos anos. Secretamente, Matthew sempre gostou de Daisy, mas não tinha nenhum sonho de se casar com ela, uma vez que ele guarda um segredo do passado que pode colocar em risco sua vida atual. Então, embora ele goste da (pouca) atenção que ela lhe dá, ele tenta refrear seus sentimentos e atração, para não colocar a vida de Daisy em perigo.

Como estamos falando de um romance de época, é óbvio que essa estratégia de Matthew não funciona. rs

O livro é bem leve. No começo achei que seria mais chatinho, já que nunca gostei muito da Daisy, mas a personalidade dela é mais astuta do que pensamos. Acaba que a leitura é fluida e rápida e, quando você se dá conta, já terminou o livro.

Recomendo muito para os fãs de romance de época. Os livros da Lisa Kleypas até o momento não me decepcionaram e fico muito contente em dizer isso!

***Resenha completa no blog!***

site: http://poressaspaginas.com/resenha-escandalos-na-primavera
comentários(0)comente



63 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5