Kafka e a marca do corvo

Kafka e a marca do corvo Franz Kafka




Resenhas - Kafka e a marca do corvo


14 encontrados | exibindo 1 a 14


Mari 23/06/2020

Na luta entre você e o mundo...
Um livro sobre um dos maiores autores da história (segundo minha experiência). Kafka teve uma vida complicada, repleta de autos e baixos. Sua biografia contém muitos ensinamentos...
@cinthia.lereplanejar 23/06/2020minha estante
Nossa! Já curti! Quero ler esse livro!


Mari 23/06/2020minha estante
Cinthia ?, depois vamos falar sobre ele hahah


@cinthia.lereplanejar 23/06/2020minha estante
Sim.




Beamer boy 08/04/2020

Por que todas as lendas morrem??
"Escritores, mesmo os mais geniais, geralmente levam uma vida muito sem graça, por isso escrevem: para recompor seu monótono mundo de maneira mais surpreendente e impactante. Como a maioria dos leitores os escritores buscam na literatura a superação e superexcitacão que não costumam encontrar no dia a dia."
Décadas depois de sua morte o que deve ficar de homem talentoso? A poeira de uma existência trivial ou as palavras que o transformarão em imortal? As palavras sempre, porque só os mitos vencem a morte. Kafka continua vivo graças a seus escritos e principalmente ao escrito de outros escritores que, magnetizados pelo absurdo kafkiano, transformam o escritor tcheco no protagonista de uma aventura literária: sua própria vida.
Kafka era cercado por um labirinto cheio de angústias, impasses, realizações e paixões. Em tcheco seu nome significa corvo. Que ave condensaria melhor todas as sombras e assombrações de uma vida tendida ao pesadelo, ao fracasso e a punição?
Mesmo com sua saúde debilitada seu psicológico frágil e toda escuridão que o cercava, Kafka fez de suas obras um espelho de sua própria realidade, e até seus últimos dias ele continuou com o amor da sua vida: a literatura.
comentários(0)comente



Biahhy 18/09/2018

Kafka e a marca do corvo
Minhas impressões e opiniões sobre o livro, no post completo no blog!

site: https://emmeioacalmaria.blogspot.com/2018/09/dica-de-livro-kafka-e-marca-do-corvo-de.html
comentários(0)comente



Diego Lopes 25/04/2017

Nunca é tarde para sonhar e realizar um sonho. E também, que um sonho não nasceu para ser enterrado, mas sim praticado. São estas lições e entre outras que este livro sobre Franz Kafka, o escritor mais influente de todos os tempos e muito além disso, deixam para a gente. Belo livro! Já desperta a curiosidade de ler suas obras... Recomendado!
comentários(0)comente



Delânio 04/09/2016

Kafka e a maraca do corvo, conta a história de Frans Kafka, uma vida cheia de tristeza acometido pelo pai, e em sua vida Kafka tenta ter o amor de seu pai, e ainda enfrentar problemas de saúde e de relações amorosas, ao longo dessa vida ele escreve livros que ficam na história devido a sua ótima criação literária.
comentários(0)comente



Iriz 18/10/2013

Recomendadíssimo
Muito bom! Ótimo trabalho da Jeanette. Conseguiu fazer da biografia algo não tão chato (eu particularmente, não sou muito chegada), foi uma surpresa a cada parágrafo, acabei sendo apresentada a Kafka por meio desse livro nunca tinha ouvido falar e quando o peguei não fazia ideia de que era uma biografia, contudo, amei lê-lo! Leria mais 10 vezes com certeza.

Ps: Acabei o livro com uma paixão por Kakfa e sentindo muito ciuminho daquelas mulheres todas rsrs
comentários(0)comente



Sebastian 10/08/2013

Kafka
Biografia romanceada de Kafka, onde a autora pesquisou durante anos, para se certificar de que a fidelidade histórica não sofresse o menor arranhão. E, numa parceria equilibradíssima, aliado ao cuidado da pesquisadora sempre esteve presente o talento da prosadora. A obra de Kafka — sua linguagem protocolar, os contos fantásticos e os romances claustrofóbicos, as cartas e os diários angustiados — marcou profundamente muitas gerações de escritores
comentários(0)comente



Apolo 10/07/2013

arte de escrever
Escrever é uma arte, uma arte que está ligada a existência humana, desde que o homem desenhava nas paredes das cavernas, contando histórias ou relatado o dia a dia; escrever tornou-se uma ferramenta de expressão e conhecimento, que se vária em sua estética e e classificação literária; a arte da escrita se tornou essencial para o ser humano, acrescentando ao ser humano como uma indivíduo de intelectualidade e de genialidade, e esse contexto Franz Kafka acrescentou e muito as suas obras literárias, basta observar essa obra CARTA AO PAI escrito em que Kafka relata sua difícil relação com o pai Hermann Kafka, homem bruto, medíocre que humilhou desde sua infância fazendo cicatrizes para a vida toda ,e não ostante, apesar de soar, e o que poderia ser uma acerto de contas piegas, não!, ele narra com muita desenvoltura uma capacidade de análise e argumentação crítica de sua situação em um nível altamente brilhante, gerando uma aproximação direta com a vida do escritor, além disso Kafka relata seus defeitos, fracassos e principalmente a influência que seu pai exerceu sobre sua vida, mostrando apenas que os dois permeiam por caminhos diferentes e complexos. A pretensão desse escrito era de apenas ser um desabafo ao pai, que não chegou a ler ( muitos dizem que sua mãe e irmã Ottla interviram) e não um caráter de literatura,tanto é que só foi publicada por seu amigo Max Brod depois de sua morte prematura em 1924 e então livro se tornou um documento perene da literatura universal. Recomendo a leitura !
comentários(0)comente



Johnny B. 18/01/2013

Kafka sem angustia
Kafka é um dos escritores mais importantes do século XX, Sua literatura surreal cheia de dor e incongruencias influenciou centenas de escritores, que viram em sua literatura e retrato mais cru e profundo da contemporaneidade.
Jeanette Roazsas faz da vida do ilustre filho de Praga uma aventura fácil e leve, descrevevndo as angustias do homem Kafka, seu relacionamento familiar tumultuoso, suas relações amorosas fracassadas e sua vida profissional infeliz de maneira simples e sutil, sem cair num romantismo que não teria a nada ver com a literatura kafkiana, mas que não transmite a angustia deste personagem tão incomum.
E uma grande sacada de Jeanette foi dar voz a Kafka nos dialogos com o que o próprio escreveu em seus diários e epistolas, o que deu muita confiabilidade no livro, por essa informação você realmente compra a idéia da história.
Um unico pormenor é a vida sexual de Kafka que, como é do conhecimento de todos, foi um problema enorme para ele, e que no entanto, foi quase inteiramente ignorado pela biografa.
Mas no todo vale com certeza a leitura se você é fãn de Kafka.
comentários(0)comente



Joachin 02/12/2012

Jeanette Rozsas capta e narra com muita sensibilidade as agruras enfrentadas pelo escritor judeu ao longo do convívio com o pai autoritário e capitalista; sua amizade com Max Brod; as reuniões com os amigos nos cafés de Praga para discutirem filosofia e literatura e as angústias amorosas enfrentandas pelo sensível e esquálido escritor. A imagem pintada por Rozsas de Kafka é a de um ser humano, como qualquer outro... terrivelmente sensível, por razões intelectuais e étnicas, em um mundo de mercadores grosseiros e preconceituoso contra as minorias. Uma sociedade, por assim dizer, pré-fascista e nazista. É esse o universo que compõe o cerne das narrativas de Kafka sobre o sofrimento humano.
comentários(0)comente



Danielly 06/10/2012

Viciante
Sim, viciante seria a palavra correta para descrever Kafka e a Marca do Corvo. Li o livro em um dia apenas, pois além de ser pequeno, ele prende sua atenção e te desliga do mundo. Me apaixonei por Franz Kafka, e aprendi lições que levarei para a vida inteira, como: se um tuberculoso em seu leito de morte consegue escrever, porque eu, como minha saúde intacta, não tenho forças? O livro inspira um estilo místico e nostálgico de escrita, levando-te a se emocionar com cada tentativa frustrada nos relacionamentos do Franz. Kafka, um judeu não praticante, sofria com um rígido pai. Ele, tímido, enfrentou dificuldades ao se relacionar com as pessoas, o que para o pai era imperdoável. Aprendeu a se virar sozinho, a não contar com um apoio paterno, que apesar de lhe dar tudo que necessitava, não lhe dava amor. Esse foi Franz Kafka, um dos maiores autores da Alemanha; morreu vendo apenas um de seus livros publicado e sem reconhecimento público. Se tornou famoso após sua morte, por meio do melhor amigo que publicou todo e qualquer rabisco feito por ele quando vivo. Recomendo, uma biografia fascinante.
comentários(0)comente



Mara 25/02/2012

Escritor Brilhante ! Franz Kafka.
Amei este livro. Logo quando peguei ele para ler, não conseguia parar, até mesmo meu namorado estava se irritando comigo, pois dava mais atenção ao livro, que conta a história de um dos maiores escritores da Alemanha, Franz Kafka, que vinha de uma família de judeus ... seu pai tinha sofrido muito na infância, e tinha passado por muitos conflitos até chegar onde chegou, e fazia questão de impor isso a todo custo a seus filhos. Kafka, era solitário. E gostava muito de escrever. No decorrer de sua vida, tivera muitas namoradas, e romances curtos.
É um livro que vale a pena ler... Uma coisa que notei foi que - trata realmente de como os pais naquela época empunhava suas vontades aos filhos.
comentários(0)comente



Tatá 02/02/2012

Eu nem sabia quem era Franz Krafka. Pra falar a verdade quando vi a capa pensei que fosse um terror ou suspense. Enfim, descobri que não é rsrs Enfim, este é uma das biografias mais fascinantes que eu já li. Vale muito a pena.
Victor Carvalho 03/08/2012minha estante
Eu também jurei que fosse um desses dois gêneros, mas depois que comecei a ler, não consegui mais parar. Tanto que terminei o livro em três dias...


Tatá 08/08/2013minha estante
Sou fã do Kafka até hoje, ele é uma grande inspiração.




Guilherme 10/12/2009

introdução infatil
O livro conta a histório do autor, porém o tom do livro me parece meio infantil, acredito que sirva para introduzir o autor à jovens leitores (13 e 14 anos).

Agora que acabo de ler o livro, posso avaliar melhor, apesar desse começo que parece meio infatil, é interessante ler até o final (para os que gostam de Kafka). O relato de seus últimos dias é emocionante.
Bruna 16/12/2011minha estante
Guilherme concordo com vc quando diz que o livro é uma forma de introduzir o autor mas tenho que discordar quando a critica geral. Pra mim o livro é simplesmente muitoo bom. No inicio parece uma historinha água com açúcar mas a medida que você vai lendo e fazendo o link com as obras dele o livro vai se mostrando cada vez melhor.


Victor Carvalho 03/08/2012minha estante
Não acho que seja "meio infantil", Guilherme.
Todavia, gostei de mais do livro e, de fato, o final da vida de Kafka é muito emocionante.




14 encontrados | exibindo 1 a 14