Distorção

Distorção Steven James




Resenhas - Distorção


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Silvia.Cristina 14/08/2020

Bom, mas não apaixonante.
Cheguei nesse livro na busca pelo "À beira da loucura" que será minha próxima leitura. Foi um livro de leitura fácil, já que sou muito fã de suspense, mas não me fez me sentir dentro da história. Sobrenatural também é outro tema que me agrada, por isso segui a leitura, porém esperava mais do final. Não me surpreendeu, mesmo não sendo óbvio não foi chocante. Acredito que uma das minhas várias suspeitas mesmo clichê seria mais convincente.

Os personagens quase, mas não, tiveram aquela coisa a mais, sabe que te faz se identificar ou sentir que está conversando com um amigo? Senti falta disso.
comentários(0)comente



Wilkens 31/07/2020

Excelente
Há muito tempo não pre prendia a uma narrativa dessas.. história envolvente, personagens cativantes e grandes reviravoltas!!!!!
comentários(0)comente



Alice 11/07/2020

Livro pra ler em uma única sentada.
Um corpo de uma garota é encontrado no lago da cidade de Beldon- Wisconsin, todos acreditam que foi apenas uma terrível fatalidade, um acidente. Mas quando o Daniel, adolescente que estudava na mesma escola da falecida Emily, tem uma ~distorção~ da garota se lavantando do caixão, no meio do funeral, e pedindo para investigar a verdade sobre sua morte, é que as coisas ficam muito curiosas. Daniel começa a não saber mais o que é uma distorção e o que é a realidade, mas não desiste de desventar o que aconteceu de verdade com a Emily.
Distorção é um livro rápido, que te faz querer ler de uma vez pra saber o que danado aconteceu e o que ainda há de acontecer, te deixando muuuito intrigada.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Auribook_02 05/05/2020

Que livro maravilhoso, uma história muito interessante, simplesmente amei. Tô sem palavras, mais eu recomendo muito esse livro. Eu gostei bastante.
comentários(0)comente



Rafa 09/07/2019

Otimo livro
Um otimo livro de suspense e de como funciona a cabeça de um adolescente beirando a loucura, achei apenas que apesar do desenrolar do livro ser bem cativante e sua historia ser realmente boa, o seu final deixou um pouco a desejar pelo fato de ser narrado muito freneticamente e deixar espaços em aberto que não são solucionados ate o final do livro, recomendo muito este livro para todos.
comentários(0)comente



Isa Books 04/02/2018

Até o presente momento nunca tinha lido nada desse autor, o que me fez questionar o que faz suas obras serem consideradas best-sellers. Bem, Distorção já estava na minha lista de leitura a um tempinho e finalmente tive a oportunidade de ler. Confesso que, apesar de uma premissa peculiar e bem interessante, tinha minhas reservas quanto a qualidade da obra e agora, devo dizer que não me decepcionei.
Daniel Byers é um personagem jovem, mas cabeça no lugar, ao estilo "foco, força e fé", não há como encontrar defeitos no comportamento do personagem, é sempre certinho, obediente ao pai (que é o xerife), astro do time... até então tudo bem, muito prático.
Após a morte da tal Emily Jackson é que começam as alucinações, também designada distorções, e devo confessar que algumas delas são arrepiantes. Gostei da forma que o autor mantêm o suspense em cada capítulo não deixando assim que o leitor fique entediado, tal qual Daniel nós também somos os detetives. Outro ponto forte da trama são as reviravoltas, eu não sabia o que esperar e nem de quem suspeitar (todos de início tem comportamentos suspeitos), e isso quase me fez quebrar a cabeça.
Em suma, Distorção me deixou bem empolgada e viciada na trama, você acaba nutrindo uma necessidade voraz de continuar no encalço do Daniel, a espera do que mais pode acontecer e das surpresas reservadas (e nada óbvias).
comentários(0)comente



Aline 16/12/2017

O Começo das Distorções
Toda à história ocorre em apenas uma semana e meia, mais ou menos. Daniel é um garoto super popular toda a escola sabe sobre ele, afinal ele é o Quarterback* do time. Mas coisas ocorrem em sua mente que o deixa deslocado até mesmo do futebol. Uma garota, à Emily Jackson acabou de cometer suicídio e toda a escola estava de luto, embora a maioria dos alunos não a conhecesse bem, eles se mantiveram de luto por sua morte.

Todos estavam no funeral quando a primeira distorção do jovem lançador e líder do time apareceu. Daniel viu a Emily levantando-se do caixão e falando com ele.

‘’ Ela parecia familiar e estranha ao mesmo tempo.
E estava quieta, tão quieta.
E, então Emily Jackson abriu os olhos.’’ pág. 22

Assim começaram as visões e as aflições do nosso personagem, após esse dia as visões passaram a ser constantes. Chegando ao ponto do próprio Daniel confundir realidade e ilusão.

site: http://tmlqa.com.br/resenha-distorcao-steven-james/
comentários(0)comente



Carolina DC 11/10/2017

"Distorção" é o primeiro livro da trilogia Blur e tem como protagonista, Daniel Byers, um jovem de 16 anos de idade que vive em uma cidadezinha pequena em Wisconsin. Daniel é um adolescente típico. Filho do xerife da cidade, é um dos jogadores dos times de futebol e de basquete da escola e tem uma grande afinidade com a matemática. Seu melhor amigo é Kyle Goessel, músico e com uma mente mais artística.
A história tem início com o velório de Emily Jackson. Emily era uma caloura na escola de apenas 14 anos de idade, que aparentemente morreu afogada em um acidente. A morte de alguém tão jovem causa grande comoção na cidade. Emily não era uma garota popular, na verdade não tinha amigos na escola e não conseguia se incluir nos grupos já formados. Sua existência na escola era praticamente invisível...

"Sempre que ele a via, ela estava sozinha. E agora estava morta. Uma garota de quem ninguém parecia querer se aproximar quando estava viva. Mas agora o estacionamento estava cheio de carros. Agora todos tinham vindo ver a Emily. Agora que ela estava morta." (p. 13)

Para prestar seus respeitos à família de Emily, seu pai e Daniel comparecem ao velório quando algo surpreendente acontece: ao se aproximar do caixão, Daniel vê Emily, que o avisa de que sua morte não foi acidental. Esse evento, que será chamado de Distorção (quando a realidade se mescla com algo irreal) desencadeia em Daniel a necessidade de investigar o que realmente aconteceu com Emily.
Em um misto de investigação e sobrenatural, Daniel, com ajuda de Kyle e Mia, vão se envolver em uma aventura letal.

"Era quase como se ele tivesse saído de sua vida normal e aterrissado num lugar em que o tempo era fluido e podia avançar e retroceder, abrindo caminho entre as estações, levando-o com ele." (p. 171)

A premissa do livro é muito boa, pois trabalha um tema diferente e cheio de mistérios. As distorções não são bem explicadas no primeiro livro, o que é plausível, já que o protagonista não faz ideia do que elas são ou como acontecem. É verdade que alguns tópicos ficam sem explicação durante a leitura, mas como se trata do primeiro livro de uma trilogia, a expectativa é de que nos próximos livros todas as dúvidas sejam esclarecidas.
Daniel é um bom protagonista. É o típico adolescente bonzinho que está passando por problemas familiares e que está tentando descobrir se está enlouquecendo ou não. Por se tratar de um livro com um protagonista jovem, a linguagem da história é simples e fluída, além de fazer referências culturais atuais. Além da trama principal, o livro trata de outros assuntos, como o bullying e as complexas relações familiares como divórcio e abandono.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora Novo Século realizou um ótimo trabalho. A capa chama a atenção e combina perfeitamente com o conteúdo.

"Alguns diziam que estava tudo só na cabeça dele, mas ultimamente o que isso importava? A coisa não ficava menos real." (p. 31)
comentários(0)comente



Di Maio 10/05/2017

Tem um bom desenrolar do suspense, mas com personagens pouco desenvolvidos pelo escritor, aparecem muito, mas não têm muito significado. Ficou falando coisas a serem explicadas (acho que é uma trilogia e o livro não avisa), só que o que faltou não daria um próximo livro. O final tem um desencadeamento bom, porém tentou inovar demais e fugiu do contexto do livro todo. Linguagem adolescente, fácil leitura, gírias. Rápido de ler.
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11