O Aliciador

O Aliciador Donato Carrisi




Resenhas - O Aliciador


83 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Mônica 17/11/2012

Bom, porém inconstante
O Aliciador traz uma premissa diferente sobre os romances policiais: a história não se resume a "quem matou?" e nem mesmo o porquê, e isso é uma das coisas que o tornam muito interessante: ver o que o "assassino-mor" deseja que vejamos por detrás de cada homicídio.

Isso mesmo: a cada vez que a equipe liderada pelo professor de psicologia Goran Gavilla encontra um corpo deixado por esse assassino, além de descobrir o motivo dessa morte, precisa desvendar outra história de horror, geralmente muito mais macabra do que o assassinato que os levou até o local.

E essa proposta ganhou meu coração, além de proporcionar algumas cenas que me faziam parar de respirar, de tão chocantes e inesperadas que elas me pareceram: o líder da matança sempre está um passo a frente, então o máximo que se pode fazer é acompanhar seu ritmo pra não perdê-lo de vista.

O único ponto em que eu realmente achei que Carrisi pecou foi na construção das relações humanas, principalmente nas românticas: eu sinceramente achei uma forçação de barra bem desnecessária.

Tirando essa parte, a história realmente vale à pena!
André Abreu 17/04/2013minha estante
Estou lendo e vejo coisas q vc tb reparou, mt boa resenha e detalhista.


André Abreu 17/04/2013minha estante
Estou lendo e vejo coisas q vc tb reparou, mt boa resenha e detalhista.




Bruno T. 27/09/2012

Escritores italianos não sabem escrever romances policiais
Iniciei a leitura de "O aliciador" com grandes expectativas: afinal, as notas e as resenhas aqui do Skoob prometiam um ótimo livro.
Já nas primeiras páginas, o estilo do autor não me encantou, mas, por outro lado, a história parecia interessante e os detalhes técnicos, bem ao estilo "CSI" e "Criminal minds", mostravam que o criminalista Carrisi pelo menos conhecia o assunto.
Estranhamente, toda ação se passa em locais geográficos desconhecidos e nunca identificados, com personagens (que portam nomes gregos, russos, hispânicos, anglo-americanos, etc.) cujas nacionalidades não são reveladas.
Na medida em que a trama foi se desenvolvendo, com seguidas reviravoltas cada vez mais absurdas e personagens cada vez mais irreais, minha paciência com a tal "equipe de investigação de Goran Gavila" foi se esgotando.
O final do livro, então, é de lascar de tão fraco e absurdo, restando apenas o consolo de que não haverá uma continuação (pelo menos não com a mesma incompetente equipe de investigação).
Finalizando, penso que Donato Carrisi está no mesmo baixo nível de Giorgio Falletti, autor do também fraco "Eu mato", o que comprova que italianos não são, definitivamente, bons autores de romances policiais.
Silvia 17/01/2013minha estante
Bruno já percebi uma coisa sobre os livros, nunca ter grandes expectativas, isso ajuda muito na hora de ler. Já tive gratas surpresas livros são como pessoas nunca agradará a todos, pois eles vem com a alma do autor.


Bruno T. 17/01/2013minha estante
Você tem razão,Silvia: em se tratando de livros (e também de pessoas), não existe unanimidade.


Anônimo 22/04/2014minha estante
Bruno, concordo com você a respeito destas falhas, mas não me incomodaram, pois o livro era muito eletrizante para que eu sentisse falta de alguns detalhes que realmente são primordiais. Mas o que me deixou cético foi um detalhe no final. SPOILER Não entendi como o Goran pôde manter os corpos dentro de um apartamento sem que o cheiro chamasse a atenção, não só dos vizinhos, como a dele próprio, que vivia num estado de negação.




Regis Ramos 21/08/2012

TOP 10
Com certeza um dos 10 melhores romances policiais da história !!!

Simples assim.
comentários(0)comente



Juliana 31/07/2012

Inteligente e interessante.
comentários(0)comente



A Dama dos Loucos 15/07/2012

Achei um bom livro, envolvente, misterioso e difícil. Eu estava quase no fim e mesmo assim muito longe de desvendar o mistério. Os personagens são redondos, ou seja, com erros e acertos. Virtudes e defeitos. Principalmente fracassos, mas a reviravolta é sempre emocionante. Vale a pena ler.

site: http://marcodeumpercurso.blogspot.com.br/2015/01/o-aliciador.html
Adriano 06/09/2012minha estante
Um dos melhores livros que já li. Muito bom mesmo




LOSK 13/05/2012

O melhor livro que eu já li.
Tava com esse livro na minha lista de compras faz tempo e sempre colocava um novo na frente dele, até que enfim o comprei...

Livro sensacional, uma ótima história cheia de pontas soltas que só param de se enrolar na ULTIMA página do livro. Personagens cativantes e uma narrativa bem fácil.
O livro tem 434 páginas, quando eu cheguei na página 358 só parei de ler quando terminei.
Ele começa muito bem e as primeiras 200 páginas são em um ritmo ótimo..e vc acha que compreendeu o livro...Acha.

A história, um homem sequestrou 5 meninas em 20 dias, o livro começa quando a policia acha uma cova com 6 braços cada um de uma menina..
A descoberta de uma 6a menina e a teoria de que ela ainda possa estar viva leva uma equipe de investigadores a uma "caça ao tesouro" onde cada pista é um corpo. Cada corpo leva a um criminoso antigo que a policia não tinha conhecimento de seus crimes.

A partir de um ponto o livro começa a surpreender a cada página com reviravoltas a todo instante..

Terminei o livro a beira de lágrimas...genial.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Guilardi 17/03/2012

Um ótimo livro...
Para começar trata-se de uma história em que seis braços de meninas são desenterrados em um bosque.Cinco das crianças identificadas desapareceram na última semana. Conforme os cadáveres emergem, as esperanças de que a sexta menina esteja viva provocam uma corrida contra o tempo, mas as pistas, em vez de levarem a equipe ao culpado, revelam-se parte de um plano friamente arquitetado pela mente cruel e brilhante do assassino.

Os personagens são cativantes, cada um com seu estilo, fazendo assim como em todo bom livro você se identificar com algum.

Uma pena eu não conhecer nem mais um livro do Autor que pra mim se compara a Harlan Cobem, com seu estilo delicioso de se ler e sem rodeios. Cada página muito bem escrita cativando o leitor com os finais de seus capítulos sempre terminando numa questão.

Encontrei muitos erros de ortografia e de impressão mais isso não tira os méritos do livro.

Adorei o tipo de tática usado pelo suposto assassino em sempre deixar uma pista para chegar às vítimas. Donato Carrisi criou um “assassino” muitíssimo inteligente.

Primeiro livro policial que li em que há a ajuda “sobrenatural” de uma Freira que também é Médium, para ajudar nas buscas do assassino e das vítimas. Também foi usado a “Hipnose” para obtenção de respostas. Fatos que achei interessantes!

Livro com um teor de suspense fora do normal e com total merecimento do que está escrito em sua capa: “Um Best Seller de tirar o fôlego.”

Recomendadíssimo ao extremo!!!
Silvana 29/03/2015minha estante
Olá Guillard! Gostei da sua resenha. Ainda não li esse livro, mas parece que é muito bom mesmo! Vi que você se interessou por livros desse autor e gostaria de informar que existe um outro livro dele que também parece ser ótimo! O título é "O Tribunal das Almas". Também não li esse título ainda, mas ambos estão incluídos na minha meta de leitura para 2015! Boa leitura para você!




Eli Coelho 09/03/2012

O final do livro achei meio confuso, tive que reler algumas partes...
Deu a impressão que teria continuação. Algumas alternativas no enredo (especialmente a intervenção da personagem Nicka) tende a desagradar os céticos.
Exceto por essas criticas o livro é muito bom e prende o leitor.
comentários(0)comente



ynae 17/01/2012

O Aliciador.
O criminologista Goran Gavila e sua equipe de homicídios enfrentam um casa perturbador: 6 braços direitos são encontrados de meninas entre 9 e 13 anos. conforme os cadáveres são encontrados a ideia de que a sexta menina esteja viva aumenta e começa uma corrida contra o tempo para salva-la.

O mais interessante no livro são a descobertas feitas junto com cada corpo encontrado.
comentários(0)comente



matheussr92 03/01/2012

Resenha - O Aliciador
“Não adianta saber como.
Não ajuda compreender por quê.
Não basta descobrir quem.”

Geralmente começo a resenha de um livro resumindo-o em um adjetivo, mas com O Aliciador é bastante diferente, até por que não são apenas adjetivos que podem sintetizar o quanto ele representa. Depois de Anjos e Demônios nunca tinha lido nenhum livro que apresentasse uma história arquitetada, que conseguisse me surpreender e ainda mais dosadas perfeitamente de elementos como o romance, drama e suspense policial.

Quando dois meninos percorriam as trilhas com um cachorro labrador entraram em um bosque, subiram a colina e foram até uma clareira onde o cachorro começou a escavar e aparecer os primeiros braços. Cinco braços esquerdos de meninas com uma idade média entre nove e treze anos. Nessa cena medonha o inspetor-chefe, Roche, comanda a sua equipe composta pelo criminologista Goran Gavila e seus agentes do Departamento de Investigação de Crimes Violentos.

A investigação tomava rumos, aparentemente, normais quando a equipe de legista encontra mais um braço, resultando assim em seis meninas desaparecidas e o pior, elas podem ainda estar vivas e mantidas por um psicopata bastante inteligente e com uma elevada audácia.

A cada capítulo é uma tensão e várias reviravoltas na história, porém elas ocorrem aos nossos olhos e não percebemos como cada detalhe, como cada frase em um capítulo é a chave para se entender a mente de um aliciador, de um serial killer sussurador. Donato Carrisi sabe bem matar um leitor do coração quando deixa o melhor para o último capítulo. Mas convém salientar que tudo o que você espera de um final à la filme da Disney não ocorre nesse livro. A realidade, assim como todos os métodos de investigações são o que torna a estória mais fascinante.

Para finalizar duas ressalvas importantes. A primeira delas refere-se à equipe de investigação. É a coisa mais surpreendente que já li! Cada um compartilha o drama da profissão, mas nem por isso deixa isso se tornar empecilho para as resoluções das investigações. E se você gosta de série de investigações, mais precisamente Criminal Minds, vão se identificar de imediato com esse livro.

Donato Carrisi infelizmente só tem publicado no Brasil (se não me engano) O Aliciador. Porém em seu site pessoal ele tem outro livro, que segundo a tradução do Google Translater, tem o título de O Tributo das Almas e aparentemente segue o mesmo estilo do primeiro livro dele, aliás, os jornais italianos recomendam bastante. O jeito é esperar alguma editora – ou até mesmo a Record -, “se compadecer” e publicá-lo aqui no Brasil.

www.restaurantedamente.com
comentários(0)comente



Marcia Cogitare 26/12/2011

História boa , escrita ruim
Já é o segundo italiano que me decepciona com uma escrita atropelada e sem nehum atrativo.

Bruno T. 27/09/2012minha estante
Aposto que o outro italiano é o Giorgio Faletti, do fraco "Eu mato".
Concordo com sua opinião: realmente são dois autores (e dois livros) ruins.


Marcia Cogitare 29/10/2012minha estante
Vc tem razão Bruno, o outro é o Giorgi Faletti, desanimada com os escritores italianos, nada se compara à Mario Puzo e seu poderoso chefão.


Samukapoa 16/11/2013minha estante
Dos 'novos" escritores italianos indico Ammaniti ("Io non ho paura - "Não tenho medo" e "Come dio comanda" - não sei qual é o título certo em português); Camilleri ("a voz do violino", só p/mencionar um). Os melhores são os 'clássicos': Moravia, Calvino, Svevo, etc.




Natty 26/08/2011

Simplesmente EMOCIONANTE
Sabe aquele livro que você nunca vai se arrepender de ter comprado, então O Aliciador é um desses livros, ele te prende do início ao fim, me vi muitas vezes fazendo suposições de quem era esse “ser do mal” e como que ele conseguia fazer isso, e de como que o Dr. Gavilla conseguia ver os pequenos detalhes de toda essa trama. Nossa sem palavras.
O Aliciador.
conta a extraordinária luta de um “esquadrão” para poder capturar um serial Killer que só rapta meninas, no comando do Dr. Goran Gavilla, e com a ajuda de uma especialista (Mila) em encontrar crianças desaparecidas.
A medida que os corpos vão sendo encontrados, no local da desova, outros crimes relacionados ao local vão sendo descobertos; Simplesmente emocionante!!!!
Quando você começar a ler o Aliciador, não vai querer que tenha um fim!!!!
Esse sim poderia ter uma continuação!
comentários(0)comente



Cris-SC 25/06/2011

Surpreendente e Eletrizante
Uma trama muito bem narrada, super ágil e excelentemente conduzida por este autor que me fez tornar-se sua fã desde as primeiras páginas. O fato do autor Donato Carrisi ser especializado em criminologia apresenta ainda mais credibilidade à trama!

Já no primeiro capítulo a história envolve e fez com que eu me sentisse parte do time de investigadores, questionando os fatos e tentando desvendar o mistério. Os personagens são muito interessantes, principalmente a protagonista Mila, que é apresentada no segundo capítulo. É praticamente através dos olhos dela que somos conduzidos pelo livro.

A história apresenta inúmeras reviravoltas; cada final de capítulo adiciona algo novo à história e deixa aquela sensação de "Preciso continuar lendo!", o que certamente evita que o livro se torne monótono. Existem porém, algumas cenas fortíssimas; o leitor não é poupado das partes de brutalidades e torturas. Tais cenas são tão bem escritas que fazem a imaginação quase trazer as imagens (nada agradáveis) à realidade.

Livro pra ser lido em um fôlego, pois depois de engrenar a leitura foi muito difícil largar!

O final é surpreendente, mas confesso que para mim foi um pouco complicado - tive que lê-lo duas vezes para tentar esclarecer um pouco mais as idéias. Talvez o autor esteja preparando uma continuação - a história deixa espaço para isso. Considero isso também provável devido ao sucesso que o livro fez na Itália. Ainda assim, o final me deu a impressão de que algo ficou faltando.

Mas de qualquer forma em geral, o livro é eletrizante e as investigações são realmente empolgantes e valem muito a leitura!
Sandra Regina 25/06/2011minha estante
Quase comprei esse livro, mas acabei deixando para outra oportunidade, pois fiquei em dúvida, mas parece muito bom. É o tipo de leitura que embora com temas pesados, é sempre intrigante e questionadora.

Ótima dica! ;)





Biaa 30/05/2011

Fazia tempo que nao lia um livro bom assim...

Acho que não outro modo de descreve-lo a não ser com a palavra surpreendente desde o começo a historia prende a atenção, o autor da as informações necessarias apenas para prender sua atenção e faz com que voce va junto com os detetives a desvendar o caso e se envolver com ele...
Mila é misteriosa e estranha mas consegue de alguma forma conseguio conquistar meu carisma e Goran Gavila conquistou minha simpatia e minha confianca logo de cara...

Muito bom e muito envolvente e quando as pontas soltas se unem esse livro se torna simplesmente brilhante......

recomendo!
comentários(0)comente



83 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6