A última mensagem de Hiroshima

A última mensagem de Hiroshima Takashi Morita




Resenhas - A última mensagem de Hiroshima


37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


jsilveira 05/09/2021

Emocionante.
Uma narrativa que nos leva para dentro dos fatos ocorridos em Hiroshima durante a Segunda Guerra Mundial.

Os horrores da detonação da bomba nuclear narrados por um sobrevivente.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Verilania psi. 19/07/2020

Consequência de uma Guerra
O livro conta a história de um militar e sobrevivente japonês da segunda guerra mundial. Em que a bomba atômica destruiu sua cidade Hiroshima e Nagasaki, perdendo muitas pessoas e quem sobreviveu acabou contraindo doenças devido a radiação. Cansado da falta de apoio do Japão com os sobrevivendo emigrou para o Brasil com sua esposa e filhos. É responsável por uma associação de sobreviventes da bomba atômica e o seu intuito é levar a paz e que as pessoas se conscientize e não resolva problemas através da guerra.
Vieira 19/07/2020minha estante
Que história linda. Excelente livto3


Verilania psi. 19/07/2020minha estante
Ótimo, amei também. Fiquei com ele de canto sempre deixando pra depois mas, me arrependi poderia ter lido antes rsrsrs.


Vieira 21/07/2020minha estante
Eu gostei tanto q li ele todinho em menos de 3 dias kkk


Verilania psi. 21/07/2020minha estante
????




. 12/12/2020

Minha leitura foi inicialmente movida por curiosidade mórbida sobre a detonação e efeitos da temível bomba na percepção de testemunha ocular, no que a obra é visceral em aspectos que sequer imaginava. Porém (e ainda bem), não se resume nisso e do caos traz uma mensagem de valorização à vida, com história onde vemos reconstrução, resiliência, renovação de esperança e, sobretudo, incentivo à paz e fraternidade. É o que se destaca em mensagem final sobre Hiroshima.

No que se refere à morbidez dos eventos, os capítulos 5, 6 e 7 tem esse foco, com relatos impactantes e até mesmo desconhecidos. As descrições retratam o horror vivenciado, trágico em muitos sentidos.
O clarão, o fogo em expansão, a onda de choque, a radiação, as pessoas sendo afetadas pelo inimaginável, grávidas parindo (ou abortando) de susto, prédios desfazendo-se como castelos de cartas... Três dias depois, tudo se repetindo em Nagasaki, um mês depois a região assolada por tufão também devastador, que inusitadamente chegou a ser visto por muitos como benesse em limpeza à radiação... Esses e outros relatos estão no livro.

O antes e pós os respectivos capítulos mostram a biografia do autor, na vida pregressa como militar e depois como imigrante no Brasil.
Dessas experiências encontramos reflexões interessantes, como a visão de desumanização do inimigo nos eventos da guerra, capaz de levar a disposições temíveis, como foram as bombas. Takashi Morita fala de lavagem cerebral feita para o ódio ao inimigo...
Já sobre o pós 06 e 09 de Agosto de 1945 o pensamento do autor é transformado e a guerra em si, em todas as suas características, é o direcionamento de toda raiva e ressentimento. É esta a responsável pela tragédia, devendo existir a disposição de consenso fraternal para quebra de ciclos de ódios entre os povos. Morita fundou uma associação no Brasil, em apoio aos imigrantes da guerra e fomento da mensagem de paz.

Lembrei-me de certa HQ no contexto dessa leitura, lançada pela Marvel pós 11 de Setembro, em que no final havia introdução ao Capitão América como combatente na guerra ao terror. Este encontra um homem revoltado e sofrido pelas perdas trágicas e o Capitão dizia-lhe algo como: guarde sua raiva para o inimigo.
Nesse livro, sem querer ser juiz a qualquer ato, o autor ressalta aos povos a necessidade de paz e fraternidade, sendo a guerra em si o mal que se opõem a isso. O inimigo é a própria guerra.

Leitura no contexto da pandemia em Macapá.
Semana triste na congregação, outra irmã foi vitimada pela covid-19.
Aprouve ao Senhor os desdobramentos dessa forma e a Ele toda honra e glória.
comentários(0)comente



Max 24/08/2021

História comovente sobre o impacto da bomba atômica e que nos faz refletir sobre o que somos como seres humanos e pelo que verdadeiramente deveríamos ser como criaturas de Deus.
comentários(0)comente



Isa 09/04/2021

Livro necessário
É um livro que me tocou bastante, apesar de curto ele possui uma carga emocional e histórica enorme.
Sinceramente acredito que todos que tivessem a oportunidade deveriam lê-lo, é interessante ver esse lado da história por alguém que passou por toda essa questão das bombas atômicas.
comentários(0)comente



Jean 24/05/2020

CURTO E ENVOLVENTE
Fala da experiência de um sobrevivente japonês, o que ele viu e viveu durante a segunda guerra mundial.
comentários(0)comente



Taina.Lira 07/11/2020

História quer deve ser contada
Esse livro é muito marcante. Saber como foi esse momento trágico contato por alguém que estava lá pessoalmente é realmente mais forte do que só saber oque aconteceu! Esse senhor passou por algo horrível e mesmo assim teve forças pra continuar e seguir em frente!
comentários(0)comente



Mamy 20/08/2017

Não à guerra. NÃO à bomba nuclear.
Acho que qualquer movimento à favor da pacificação ou pelo menos contra à guerra deve ser válido. Em minha viagem ao Japão passei por 2 museus que mostram o drama de quem passou por isso (em Hiroshima e em Okinawa). E de tudo o que vi, o que mais me marcou foram os relatos de uma senhora sobrevivente da guerra em Okinawa que trabalhava como voluntária num desses museus... Ele era uma das enfermeiras recrutadas com menos de 14 anos que cuidavam dos soldados feridos, mesmo sabendo que não tinham nada para fazer a não ser o consolo verbal. O horror estampado em seus olhos foram o suficiente para entender o que eu não conseguia entender com o meu japonês sofrível. E nem consigo imaginar o que deve ter passado os sobreviventes da bomba nuclear.
É um livro muito fácil de ler, que não procura culpados, mas sim, fazer entender que nada justifica uma atrocidade de tamanha envergadura. Para quem interessar, há uma HQ chamada "GEN", que é uma outra visão de um garoto sobrevivente (uma história mais crua, mas bem real - super recomendo). São relatos como esses que não podemos deixar morrer, que precisamos manter vivos na memória de todos para quem nunca mais se repita e que pessoas que ainda acreditam que a bomba é justificável comecem a entender que precisam sair do planejamento, dos pensamentos, do imaginário, do "e se" e ver no campo de batalha se a teoria que têm na cabeça é o mesmo que se vê na realidade.
comentários(0)comente



Tiago Queiroz 23/09/2021

Infelizmente, o livro é fraco
O tema é assaz interessante, o livro é bem curto, direto e objetivo. Entretanto, o autor é muito superficial, usa 5% do livro para falar do dia do bombardeio e 95% para falar de sua vida antes e depois da bomba. Não obstante, o livro traz algumas informações muito interessantes, como o acobertamento da total extensão da destruição de Hiroshima após o bombardeio. O autor esclarece que apenas vários anos depois o mundo soube a magnitude dos ataques nucleares, gerando o repúdio que existe hoje em relação ao uso dessas armas.
Enfim, o livro é bom e recomendo a leitura, mas eu esperava mais.
comentários(0)comente



Helyanny 13/06/2020

Li em 2 dias
Emocionante! Para não esquecer o horror que foi esse acontecimento!
comentários(0)comente



Adri 09/09/2021

Emocionante e necessário!
Amo ler sobre a II Guerra Mundial e achei esse livro ótimo! O Sr. Takashi fala sobre guerra pelo seu ponto de vista e conseguimos ter uma visão de como era mentalidade dos japoneses naquela época. Seu relato sobre a bomba atômica e é emocionante. Uma história para se conhecer e lutar para que uma coisa dessas nunca mais aconteça.
Elainy 09/09/2021minha estante
peguei esse ebook de graça na promoção da Amazon. Ansiosa pra ler, já!




Eri 07/06/2020

Sekai no Heiwa - Paz
Sr Takashi Morita conta brevemente sobre a sua vida antes, durante e depois da guerra.
O momento mais triste do livro é quando ele conta em detalhes o que ele viu, sentiu e fez naquela manhã do dia 6 de agosto de 1945...
Guardo este livro com muito carinho, pois eu fui conhecer o Sr Takashi e pedi pra ele autografá-lo.
A sua mensagem nele? - Sekai no Heiwa, Paz -
Andréa 17/06/2020minha estante
Uau amiga!! Que honra hein? Fiquei curiosa com o livro...




@gustavoplatini 04/04/2020

Relato breve, porém ótimo
Takashi Morita nos transporta para o fatídico dia da tragédia que abalou toda uma geração e teve consequências por um longo período. Um ótimo depoimento contado por um sobrevivente que soube conduzir sua vida da melhor maneira possível, apesar dos traumas do passado. O livro é curto, porém muito bem escrito, tornando a leitura agradável. Vale a pena!
comentários(0)comente



Vanessa - Borboleta Literária 10/02/2020

Ótima leitura!
O livro mostra um outro olhar da segunda guerra, com descrições simples e sinceras de alguém que viu o horror bem de perto. Deveria ser leitura obrigatória em todas as escolas!
comentários(0)comente



37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR