A Mãe, A Filha e o Espírito da Santa

A Mãe, A Filha e o Espírito da Santa PJ Pereira




Resenhas - //////


31 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Fernanda 02/03/2021

A Mãe, A Filha e o Espírito da Santa
Resenha (Tocalivros)

A Mãe, A Filha e o Espírito da Santa:

https://modoliterario.blogspot.com/2021/03/resenha-tocalivros-mae-filha-e-o.html

site: https://modoliterario.blogspot.com/2021/03/resenha-tocalivros-mae-filha-e-o.html
comentários(0)comente



escrivadocaos 24/04/2021

Sordidamente brasileiro, é o que eu diria.
Talvez eu tenha ido com muita sede ao pote, e foi muita expectativa para uma água rasa? Talvez.
.
A mãe, A filha e o Espírito da Santa é um livro sordidamente brasileiro, que escancara em retratos perversos problemas bastante macabros que como brasileiros já nos deparamos mais de uma vez. Principalmente no que se trata de perseguições religiosas e igrejas enriquecendo às custas dos fiéis.
.
Gostaria que o relacionamento de Socorro e Pilar tivesse sido mais desenvolvido na história, porque é extremamente envolvente e caloroso. Socorro com certeza é minha personagem favorita, um sopro de sensatez e leveza na ventania que é Pilar.
.
Uma das coisas que mais amei nesse livro foi a linguagem do Codó, extremamente gostosa de ler! Fui completamente persuadida por Irmã Madalena a procurar um Guaraná Jesus. Amém! Também me senti extremamente em casa ao dar risadas sinceras em situações de puro desespero. Ou, de se divertir no meio da desgraça.
.
A mãe, a Filha e o Espírito da Santa é um misto de vários sentimentos que vale a pena ser experienciado.
comentários(0)comente



Nina 20/07/2021

Impecável
PJ Pereira é um mago. Pilar é uma personagem tão complexa, que se torna apaixonante. O enredo de sua vida pré-trilogia é tão maravilhoso quanto sua vilania ao longo dos livros de "Deuses de Dois Mundos".
É um livro sobre espiritualidade, manipulação, inteligência e sobrevivência. Nos leva a repensar muitas coisas.
comentários(0)comente



Carla.Ribeiro 18/04/2021

Salve a santinha!
Já inicio discorrendo que não, este não é um livro fácil de ler, de entender e de aceitar de imediato. Com uma premissa que te deixa confuso sobre a fé e a falsidade nosso querido PJ nos traz uma história tão complexa que é difícil falar em poucas palavras, talvez atualmente o que se passa no livro beire o absurdo "como assim essa personagem caiu no que foi dito?" porém, analisando o contexto, o local, e a inteligência de nossa protagonista entendemos que não só é real, como aconteceu e MUITO no Brasil essas questões que o livro trata. Porém, independente de qual seja sua opinião no final, se o livro é genial ou absurdo, uma coisa temos que concordar....Salve a santinha!
comentários(0)comente



luan_dal 30/03/2020

tem feitiço, tem prostituição.... tem mentira e outras coisas mais..
[se vocês quiseram ver as fotos entrem na minha resenha do goodreads, no link]

E são com as belas palavras de mini-pastora irmã Vitoria de Deus que eu começo esta resenha.

Podemos dizer que irmã Vitória de Deus é Pilar???? Sim. E por isso eu vou falar sobre esse livro com imagens de irmã Vitória de Deus. Pois vamos lá.

O livro começa contando sobre o nascimento de Pilar, que nasceu morta mas logo depois começou a chorar.

E depois a gente vai vendo sobre a mãe de Pilar, Maria, a tia de Pilar, Marta (eu acho que os nomes são esses, se eu confundi é minha culpa porque ouvi o audiobook então não tenho como conferir kkk) primo de Pilar, João, a freira irmã Madalena (parente de Vitória de Deus?? Não sei favor PJ Pereira fazer a árvore genealógica para tirar essa dúvida), e outros parentes, todos ligados à religião (acho que Umbanda, mas não tenho certeza, desculpa).

Aí na segunda parte a gente vê Pilar adolescente, com suas amigas fazendo coisas de adolescente.

Depois, Pilar já saiu do Maranhão, foi para Brasília e está em São Paulo, já adulta e envolvida com um grupo religioso.

Aí que a treta começa.... Pilar faz várias coisas erradas, engana todo mundo, mata todo mundo, mente pra todo mundo, mas eu amo ela. #minhacrush.

Enquanto todos os personagens viam a Pilar assim: toda culta, eu via ela assim: bem chique bem garota bem louca.

Eu não tava gostando muito do livro no começo, porque tava ouvindo o audio, e tava entendendo duas a cada cem palavras, porque tinha linguagem bem regional do nordeste (a qual não estou familiarizado) e religião que não conheço muito. Mas continuei escutando e, em algum lugar da segunda parte eu tava completamente envolvido com tudo e só queria continuar lendo.

Aí veio a terceira parte, que é SENSACIONAL. A Pilar tá sendo uma escrotona, enganadora, la usurpadora. Mas, né... perfeita.

site: https://www.goodreads.com/review/show/3247070784
@literatoando 30/03/2020minha estante
Faz tempo que tenho vontade de ler esse livro! Sua resenha me instigou a querer comprar logo o meu!


luan_dal 30/03/2020minha estante
Menina lê logo pq vale MUITO a pena




Jé Goulart 30/11/2020

A manipulação da fé.
- Pilar tinha tudo pra ser uma ótima líder religiosa, mas ganância, prepotência e tudo que viu e presenciou durante sua formação, fez com que se tornasse uma pessoa cruel, autoritária e promíscua.
- Livro que deixa super claro a diferença do que é um de líder religioso e o que é religião.
- É muito triste "ver" como as pessoas usam da religião para se aproveitarem, principalmente quando são relatos reais de abuso religioso.
- Não sei se acho necessário tantos trechos de sexo, embora entenda que faça parte da narrativa justamente para causar impacto e sentimento de repulsa.
- O livro descreve a cultura brasileira, as famílias humildes, o cenário em si, é muito claro e nos envolve, com pouca concentração é capaz de sentirmos cheiro, gosto e ouvirmos as músicas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Weslei 09/04/2020

Um carro sem motor
Foi assim que eu me senti ao terminar de ler, que eu tinha comprado um carro sem motor. Quando você, futuro leitor, ler a sinopse desse livro, você, como eu, com certeza vai querer lê-lo. Uau um encontro de DEUSES CAÍDOS com ANA PAULA MAIA... que ultraje fazer uma comparação como essa. Nada funciona aqui, são 500 páginas de pura bobagem (500 páginas), tudo é muito raso, muito fraco, mal explorado, parece que foi a publicação de um concurso de mil redações em um compilado cada uma escrita por alguém diferente. Tudo bem se fosse uma obra independente, alguém quem sabe que tenha pagado para que fosse publicado realizando um sonho. Porém o autor (desconhecido por mim até então, e que continuará assim), possuí uma série de best-selllers, os quais, infelizmente, não ganharão uma chance comigo após a leitura desta obra. O cara é um publicitário altamente premiado, opa... na minha segunda lida em sua biografia a palavra me saltou. Você ser um bom publicitário não te faz ser um bom escritor, como gostar de ler também não faz ninguém saber escrever. Eu realmente gosto de prestigiar autores nacionais, mas não deu.
Nada na história tem liga, coesão de personagens não existe, coisas acontecem em off inclusive mortes, um milhão de músicas inseridas irritantemente sem função nenhuma. Com certeza vai agradar alguns, os mesmos que consideram UMA MULHER NO ESCURO do Raphael Montes ou QUANDO ELA DESAPARECER do VICTOR BONINI a quintessência da literatura. Mas é somente mais uma história ruim. A premissa é maneira, e só. Nem o tão famigerado abuso religioso é explorado de forma homogênea, o que seria o motor da história. Quer prestigiar autores nacionais? Faça um favor para você e leia ANA PAULA MAIA.
comentários(0)comente



Marina.Soares 30/12/2021

Amei essa leitura e a Pilar é muito louca de santinha não tem nada na minha opinião ela não é a santinha do Codó ela é o demônio safado
comentários(0)comente



itxesco 07/04/2017

Imperdível!
Li quase que "numa sentada só", não conseguia largar. A história de Pilar, a menina-messias anunciada no Codó, vai te fazer pensar e repensar suas crenças e preconceitos religiosos.
comentários(0)comente



Celso.Ferreira 22/04/2017

desfruta-se e aprende-se
eita ! exa ! que livro ! termino (+)essa leitura extasiado, pela experiência da boa literatura, pela história de pilar, pelo mote bem glosado do abuso e por uma porção de outras coisas que estão aqui num estado bruto de sensação - prazer e conhecimento. parabéns pela obra, p.j.pereira, seu cabra, suas adjetivações e terminologia me arrancavam risos onde quer que estivesse lendo, sobretudo no busão, e as reflexões a que me conduziste foram profundas. muito obrigado ! um abraço e até !
comentários(0)comente



ellafgodoy 25/05/2022

É um livro muito bom! Não dava nada por ele e fiquei muito surpreendida. É divertido, sensual as vezes, triste e raivoso. A construção da Pilar é absurda e foi muito incrível o desenrolar da história. Amei o amor da Pilar por Socorro. O carinho de João por Pilar. Vale a pena ler e se aventurar em Codó, com Pilar e o resto.
comentários(0)comente



Felipe 26/08/2020

A santinha de Codó
Adorei esse livro, como todos do PJ Pereira, com uma narrativa ousada sobre religião e ainda mais sendo a africana que hoje em dia sofre todos os tipos de preconceitos, mostrando o abuso de Pilar, ousadia, fé, manipulação e entre outras artimanhas para criar a sua própria religião. Cheio de reviravoltas esse livro tem tudo para prender o leitor até a última página.
comentários(0)comente



Alex 09/06/2022

Sentimentos conflitantes
Pilar a menina anunciada pelos anjos, a irmã de jesus, que passa por muitas coisas difíceis, um livro baseado em histórias reais.
Tenho sentimentos conflitantes por esse livro, da para ver e sentir o abuso religioso, eu devia seriamente ter ligo os gatilhos antes de ler pois tem muitos, em certa parte fica confuso porque não consigo saber se a parte religiosa é farsa ou não, é bom e bem forte, bem pesado principalmente por ser baseado em histórias verídicas.
comentários(0)comente



Josie 29/04/2017

Surpreendente e verdadeiro
"A mãe, a filha e o espírito da santa": é ficção, mas não parece. Através de Pilar, PJ desnuda os falsos profetas, os exploradores da fé e as desgraças que acontecem na vida dos enganados pelas promessas do paraíso. Dialoga com a trilogia "Deuses de Dois Mundos", também de sua autoria, ao mostrar como as coisas se tornaram o que são e ao mais uma vez lançar luzes sobre a figura um tanto quanto controversa de Exu - ao mesmo tempo coadjuvante e protagonista das tramas dos 4 livros. Publicitário de formação, escritor por talento: PJ sacode o mercado editorial brasileiro, colocando a realidade fantástica no epicentro da formação de novos leitores. É um suspiro de alento para quem, assim como eu, só tinha material da gringa para apreciar. Que sorte a nossa.
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR