Tudo o que nunca contei

Tudo o que nunca contei Celeste Ng




Resenhas - Tudo O Que Eu Nunca Te Contei


197 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Adriana 12/07/2020

Profundezas
Gostei bastante do livro, mais do que do Pequenos incêndios, da mesma autora.
O começo é um pouco difícil, achei pesado, excesso de detalhes. Mas depois começa a fluir, e a autora nos envolve completamente no drama familiar.
O livro retrata um casamento inter-racial entre uma americana e um americano, descendente de chineses. E todas as complicações, preconceitos, frustrações e consequências para a família inteira, advindas disso em um Estados Unidos dos anos 70.
Há muitos conflitos familiares, e é sufocante toda a atenção e expectativas na filha do meio do casal.
Passa da voz de um personagem a outro, achei uma escrita interessante.
Personagens principais: Lydia, Nath, Hannah, Marilyn, James, Jack
comentários(0)comente



Nalu 09/07/2020

As primeiras linhas já me impactaram! QUE LIVRO!
O nome do livro me deixou curiosa e ao final da leitura consegui compreender que não teria nome melhor para essa obra!
peeeeerfeito!
comentários(0)comente



Bruna Alves 08/07/2020

?Certas coisas nunca serão discutidas?

O livro é classificado como romance, porém não consegui ver romance em nada. Começou com um suspense super interessante, imaginei que desenrolaria uma história intrigante e nada.. o final foi ainda pior. Bela maneira de começar a leitura do mês.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Beatriz 08/07/2020

A autora
Eu estou completamente viciada na escrita da Celeste Ng, uma leitura envolvente, que nos faz querer mais e mais.
Um ótimo livro de estreia.
comentários(0)comente



Aliffer.Pereira 05/07/2020

Impactos da vida familiar!
Comecei essa leitura sem saber exatamente nada, inclusive tinha um prazo para finalizá-lo, mas não consegui cumprir, essa história me deixou muito triste e envolvido, li diversos livros pesados, mas nada que fosse tão diretamente a mim e me fisgasse assim. Todos nesse livro, não contaram algo, exigem demais, não são felizes ou simplesmente aceitam sua maneira de viver por não terem feito boas escolhas. Os 6 personagens principais são extremamente humanos e todos me cativaram, claro que alguns mais que outros por terem um papel mais impactante no todo. Não sei nem descrever toda a agonia e aflição que senti a cada mentira e a cada consequência!
É um livro que me marcou, espero que muitas outras pessoas possam refletir como eu refleti, sobre tudo que não foi contado por você mesmo e por quem vive ao seu redor, de que maneira isso poderia ter sido diferente!?
comentários(0)comente



Paloma.Oscar 04/07/2020

Forte.
Apesar de ter um desenvolver lento, trata-se de uma temática forte e sensível, envolvendo todas as reviravoltas da história de uma família conturbada pelos fantasmas do passado, e pela tragédia recente, fazendo o leitor assumir um olhar de compaixão pelos personagens e pela história. Recomendo!
comentários(0)comente



Estante da Malu 03/07/2020

Quantos segredos uma família pode guardar?
Depois de ler Pequenos Incêndios por Toda Parte, fiquei obcecada pela escrita da Celeste Ng. Eu precisava ler mais dela, mergulhar em outra história intensa, e fui correndo atrás de Tudo o que Nunca Contei, o primeiro livro publicado pela autora. Já devo admitir que amei cada página.

A trama se foca na família Lee, que vive em uma cidade em Ohio, no final dos anos 70. A mãe, Marilyn, uma dona de casa frustrada que nunca superou o desejo que tinha de se tornar médica. O pai, James, descente de asiáticos, um homem que cresceu isolado e sempre desejou que os filhos nunca passassem por isso. Nath, o mais velho, que se sente ignorado dentro da própria família e quer sair de casa o mais rápido possível. Hannah, a mais nova, mais observadora e a filha “esquecida” pelos pais. E por fim, Lydia, a do meio, a garota em que a mãe projeta seus sonhos da juventude, que o pai acredita ser popular, amada e querida.

Até que, um belo dia, Lydia desaparece e é encontrada morta no lago.

Ela se matou? Foi morta? Mas porque a inteligente, promissora e amada Lydia haveria de se matar?

A resposta para essas perguntas ficam claras desde o primeiros capítulos do livro. Alternando entre os eventos anteriores a morte de Lydia, desde a infância dos pais e até o nascimento das crianças, e entre o que acontece depois da morte dela. O livro é mais uma dissecação na vida dos Lee, uma forma de compreender como as coisas chegaram àquele ponto.


Mais uma vez, a escrita de Celeste Ng é poderosa, certeira e hipnotizante. Ela sempre consegue se aprofundar no psicológico dos personagens, utilizando fatos e detalhes simples do cotidiano, transformando tudo em uma narrativa complexa. Até mesmo uma mancha na parede revela alguma característica importante da família Lee ou da relação entre eles.

Um ponto que eu amei, é como o sentimento de cada um é construído e identificável. Pais que esperam demais dos seus filhos, devido a um passado frustrado, com o qual eles não conseguem lidar. ( James e Marilyn precisavam muito de terapia.) Filhos que se sentem pressionados a aceitar tudo o que lhes é imposto para agradar e não perder o amor dos pais e não suportam esse peso. Filhos que se sentem jogados de escanteio e sentem inveja da atenção que o irmão recebe, desejando serem tratados da mesma forma, ou pelo menos recebe um pouco de carinho.

É impossível você não se identificar com alguma dessas narrativas.

Em Tudo o que Nunca Contei, isso é dramatizado ao extremo, com cenas e ações que beiram ao irreal, o que nos faz ter o pensamento de que “isso nunca poderia acontecer na vida real” antes de notarmos que sim, isso poderia acontecer, isso acontece. O tom do exagero me incomodou em algumas cenas, não nego, principalmente relacionadas a Marilyn e James, suas altas expectativas em torno da filha e o desprezo com Nath e Hannah.


Hannah é a personagem mais curiosa para mim, mesmo que livro foque mais em Lydia e na fantasia que seus pais têm sobre ela. Ela é a mais ignorada, sedenta por atenção, sempre ansiando um toque da mãe, ou o reconhecimento do pai. Fiquei com pena dela, não nego, mas me chamou mais a atenção a forma como ela lidou com toda a situação. Eu não esperava isso e me surpreendeu.

Celeste Ng conseguiu, de novo, me fazer surtar com esse drama impecável. Os temas como; preconceito social, sociedades conservadoras e patriarcais e relacionamento de famílias “não padrões”, com a cidade em que vivem são recorrentes em suas obras. Notei muitas coisas em comum com o Pequenos Incêndios por Toda Parte e eu mal posso esperar para ler mais alguma obra da autora, com suas sacadas genais e títulos que resumem seus livros perfeitamente.
comentários(0)comente



Bi Montesano 30/06/2020

Onde você guarda os seus segredos...
Uma história intensa e dura... que mostra a vida e os sentimentos escondidos de Lydia, que carrega na sua criação o peso das frustrações dos pais, além da solidão que enfrenta por simplesmente ser diferente dos demais moradores daquela região...
Às vezes demora um tempo pra perceber que não da pra ser feliz, quando se coloca as expectativas dos outros sobre as suas costas... e as vezes nem da tempo de mudar.
comentários(0)comente



lluagarcia 28/06/2020

Da metade pro final, principalmente o final, eu achei muito difícil e doloroso. Um livro de muitas camadas, drama famíliar e questões importantes.
comentários(0)comente



Rafaela.Garcia 27/06/2020

Que história mais triste e que livro mais perfeito. História que fala sobre sentimentos, expectativas, sofrimento e recomeços.
comentários(0)comente



Ana 26/06/2020

Gostei muito. Nessa história podemos ver toda a estrutura de uma família ruindo, pais depositando suas expectativas e próprios sonhos na filha, enquanto praticamente esquecem e negligenciam os outros dois que sempre tiveram que viver a sombra da filha favorita. E toda a frustração provinda de todos os personagens. Muito interessante ver o quanto pequenas coisas que passam despercebidas muitas vezes dentro da estrutura familiar podem levar aos caos. Bom para lembrar que como em qualquer outro tipo de relação, temos sempre que olhar e ouvir o outro, verdadeiramente, não esperarmos que ele se molde a nossas expectativas para entender e perceber quem realmente é aquela pessoa e o que deseja, muitas vezes tardiamente.
comentários(0)comente



Haydée Navarro 23/06/2020

Bom.. mas esperava mais!
Diz muito sobre a própria autora, ela ex-Harvard, descendente de chineses chegados aos EUA na década de 1960. Acho que ela cria uma história em cima disso (os capítulos não seguem uma ordem cronológica, que é o que prende o leitor!), da sua própria dificuldade de se enturmar. Mais um pré-conceito sendo trabalhado pela literatura, razão pela qual o livro tem o seu mérito!
comentários(0)comente



Ester 23/06/2020

Celeste Ng ganhou meu coração
Quando peguei esse livro pra ler, foi no intuito de que fosse um romance policial/thriller, mas acabei me surpreendendo com um drama familiar incri?vel! O livro permeia entre os sentimentos de toda a fami?lia na?o so? durante seu momento de luto, mas desde muito antes, suas relac?o?es, seus segredos, a histo?ria de vida dos pais e tudo mais ate? o momento fati?dico da morte de Lydia, revelando o acontecido por meio de uma sucessa?o de ocorre?ncias com mais de um ponto de vista.
A escrita de Celeste Ng e? muito fluida e gostosa de ler. Eu venho lutando com problemas de concentrac?a?o ha? um tempinho e, devido a isso, tenho levado muuuito tempo pra concluir minhas leituras, mas foi realmente muito fa?cil entrar nessa histo?ria. Celeste descreve e narra tudo com enorme maestria, e a leitura e? ta?o leve que e? como se voce? flutuasse entre os capi?tulos e os acontecimentos do livro.
Com muita sensibilidade, A autora tambe?m aborda temas delicados, como identidade de rac?a e papeis de ge?nero por meio da relac?a?o entre seus personagens. De maneira singular, Celeste nos faz refletir sobre questo?es profundas sem precisar ficar quebrando a cabec?a com textos densos e difi?ceis.
Em alguns momentos achei a leitura um pouquinho arrastada e o foco em alguns personagens passou a me incomodar depois de um tempo, mas nada demais. No geral, esse livro e? simplesmente perfeito.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



197 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |