One Dark Throne

One Dark Throne Kendare Blake




Resenhas - One Dark Throne


1 encontrados | exibindo 1 a 1


Naty 17/10/2017

Um livro com uma extraordinária capacidade de prender o leitor e uma continuação tão boa quanto o esperado
O primeiro ponto que tenho a ressaltar é que a autora foi muita esperta ao dividir a história em capítulos curtíssimo, pois podemos ter uma visão da história por todos os lados, mas sem nos cansar. O leitor termina o capítulo e pensa só mais um e depois só mais outro e vai lendo sem nem perceber.
Como eu disse na resenha do primeiro livro, aquele parecia um livro para escolher a rainha que você quer que possua o trono e eu esperava que o próximo tivesse mais ação, já que o ano em que elas podem se matar havia começado. Como pensei essa história é muito mais cheia de ação e aventura. A autora me pareceu ter desistido um pouco de basear sua história em desavenças amorosas, o que é bom. O que não quer dizer que ela não usou desse subterfúgio. De qualquer forma, mesmo eu achando o psicológico de suas personagens um pouco infantil e seus pensamentos, principalmente os de Mirabela, meio chatos, sua história oferece o que promete, mesmo que num tom mais YA.
Quanto às rainhas, nesses livros fica nítido que Arsinoe é a principal das irmãs e é de onde surgirão os grandes desafios da história, além de Katherine que tem momentos e momentos. Achei que Mirabela agiu de forma bem imatura em toda a história, um poder como o dela seria uma tentação de orgulho para qualquer um, mas ela se mostra humilde em toda a história. Não que isso seja ruim, mas a autora poderia ter exposto mais momentos em que ela fica tentada a matar suas irmãs com um raio.
Tive medo, em um momento da história, de que a autora usasse Billy como uma desavença entre Arsinoe e Mirabela. Foi muito bom isso não ter ocorrido. A caçada, o duelo e o capítulo em que elas estão na prisão são, com certeza, os melhores. O que acontece com Jules e Joseph também me pareceram ações espertas da autora. Um, porque Jules deixará de ser um elemento previsível e poderá virar a surpresa do último livro e dois, porque Joseph deixará de ser empecilho entre Jules e Mirabela. Isso não quer dizer que eu não fiquei um pouco triste por ver esses personagens saírem de cena, pelo menos por enquanto.
A trama política é minha aposta para o próximo livro. Com os acontecimentos finais que envolvem Natalia, tudo ficará mais interessante e caótico. Genevive, Katherine e o irmão de Natalia vão ficar bem mais presentes. Trama política sempre deixa a história mais real, no entanto, quando não bem arquitetada, pode se virar contra o autor e fazer tudo parecer muito fácil de decifrar. Espero que autora consiga continuar a história bem e sendo sempre condizente e esperta.
Os cenários do livro são diversos e, no próximo, essa diversidade só aumentará, o que é bom. A empatia que o leitor sente em relação aos personagens é boa, pelo menos no meu caso, foi muito mais direcionada para Arsinoe. Espero mesmo que a autora não nos apegue muito a essa personagem para, depois, fazer um grande final, retirando-a de nós.
O nível de inglês desse livro é um tanto difícil, ainda mais porque eu não relembrava tudo o que tinha acontecido no livro anterior e, assim, só fui entender algumas coisas aos poucos.
Gostei bastante do livro. Não é extraordinário, mas dou cinco estrelas, pois ele é condizente com o gênero YA. Ele entrega o que promete e entrega bem. Espero que o próximo seja ainda melhor.
comentários(0)comente



1 encontrados | exibindo 1 a 1