Olhos Prateados

Olhos Prateados Scott Cawthon
Kira Breed-Wrisley




Resenhas - Olhos Prateados


40 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Tati Pic 18/02/2020

Surpreendente
A leitura é bem fluida e gostosa, escrito de forma leve, as página viram e você não percebe.... só quer saber o que acontecerá em seguida... O grupo de jovens se reúne novamente para homenagear um amigo que foi morto anos atrás. Eles resolvem visitar a velha pizzaria onde tudo aconteceu até que coisas estranhas começam a acontecer e os garotos precisam se virar contra bonecos autômatos.... Quem será que controla os bonecos? Leia e se surpreenda com o final....
Geo 21/03/2020minha estante
Moça tem como ler livros nesse app?


Tati Pic 26/03/2020minha estante
em qual app?


Tassiaperesf 28/01/2021minha estante
Você sabe me dizer a classificação indicativa desse livro?


Tati Pic 29/01/2021minha estante
creio q seja infanto juvenil...




Igor 21/09/2020

Foi um livro que deu um bom início para o esclarecimento da trilogia e dos jogos.Simplesmente amei.
comentários(0)comente



Dudu 12/11/2020

Mas que livro
O livro foi muito bom eu amei a historia cheia de diferenças e muito bem construido só tem alguns momentos que o livro fica entediante mas me agradou muito um fã de fnaf desde os primórdios da franquia.
Minha nota foi:muito bom só que enrola um pouco
Partiuuu proxino livro
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jeferson.Novaes 09/04/2021

Eles querem brincar.
Deixemos de lado (por um momento) as histórias de vampiros, lobisomens e zumbis... Eis aqui robôs/pelúcias demoníacos! Os famosos animatrônicos da série de jogos Five Nights at Freddy's.
O livro expande o universo criado nos jogos e traz algumas respostas às especulações criadas pela legião de fãs.
A história gira em torno de Charlie e seus amigos, e dos terríveis crimes cometidos na Pizzaria Freddy Fazbear's.
Faz dez anos que Michael e as outras crianças desapareceram. Os amigos retornam para prestar homenagens. O culpado nunca foi pego, as memórias não são confiáveis, eles não são mais crianças, precisam de respostas. Um lugar guarda os segredos... Retornar à Pizzaria parece a escolha certa. Será?
As cenas de suspense/terror são bem escritas. Principalmente a ambientação de nostalgia e pânico que acontecem na Pizzaria. É o ponto forte do livro.
As histórias de alguns personagens não são aprofundadas, dando uma sensação de vazio. Você acaba não se importando tanto com alguns personagens, tanto faz se o animatrônico levar a melhor.
Alguns personagens tem comportamentos incoerentes e outros acabam sendo esquecidos no livro. Existem alguns problemas de sequência e furos na história, mas não afetam tanto o desenvolvimento, o suspense e o terror compensam.
É um livro legal, com uma temática diferente e com bastante espaço para criação.
Ainda faltam dois livros, e acredito que a tendência é melhorar.
comentários(0)comente



Nick 02/05/2021

Meeu Deus, q tensão. Era susto atrás de susto. Eu amei esse livro, e pelo fato de suspense ser o meu gênero favorito, só favoreceu mais. E quando esses bichos sumiam do palco? Kkkkkkkkkkk eu ficava desesperada. Enfim, perfeito.
comentários(0)comente



Tatiane Buendía Mantovani 19/03/2017

Já faz um tempo que a Sofia, de oito anos, me enche o saco com esse jogo. Virou uma febre para ela, ela fica assistindo a vídeos no youtube com teorias, histórias e explicações sobre as entrelinhas deste jogo, que - diz ela - foi desenvolvido baseado em um fato real: em 2014, houve um assassinato em uma pizzaria nos EUA, chamada Chucky Cheese, onde morreu meio mundo, que ficou assombrando o local. Sobre o jogo, eu não joguei, mas meu marido jogou pra conhecer e ele disse que é bobinho, daqueles onde o jogador tem de ficar se escondendo e a todo momento aparecem coisas da escuridão (junto com a um adequado efeito sonoro) para dar um susto daqueles. Mas o jogador não é "ativo", não mata ninguém, por exemplo.
Saiu o livro e eu achei uma boa dar uma lida antes dela, afinal, é terror, e acho que ela vai querer ler...
Sobre a história: um grupo de adolescentes volta à cidadezinha natal dez anos após acontecimentos trágicos. Esta volta é cheia de flashbacks (terrivelmente lentos) onde a história passada é revelada bem L-E-N-T-A-M-E-N-T-E. Quando se juntam, resolvem visitar o cenário do acontecimento traumático anterior, uma pizzaria chamada Freddy's Fazbear onde, dez anos antes, desapareceram diversas crianças. A pizzaria era propriedade do pai de uma destas adolescentes, Charlie, então para ela é bem mais difícil ir até lá do que para os outros. O pai dela construía bonecos robôs para animá-la e distraí-la da ausência do irmão. A infância de Charlie foi cercada de animais robóticos, Freddy o Urso, Bonnie, o Coelho, Chica, a Galinha, Foxy, a raposa pirata... e na pizzaria, o pai de Charlie utilizava estes animais para animar também as crianças, público alvo do local. Animais animatrônicos que cantavam e dançavam e alegravam.
Ao chegarem lá,no presente, há um repeteco dos acontecimentos passados, tocando o terror na vida deles - a começar pelo fato de que os animatrônicos continuavam por lá, empoeirados e desmatelados, porém, ainda "vivos"... e mostrando que o mal nunca morre.

Buenos, a história é interessante. É um terror juvenil. Não é muito explícito ou angustiante, mas acho que é sob medida para a garotadinha que curte o jogo. A história lida com questões complexas, como luto, medo, a violência e amizade, o final lembra um pouco um episódio de Scooby Doo. Mas a narrativa não é muito envolvente. Extremamente descritiva, descreve o mesmo local milhões de vezes, fica meio cansativo. E a escolha dos autores de revelar o passado por meio de flashbacks, não caiu muito bem (pra mim). A personagem principal passa metade do livro como se tivesse amnésia (isso em um livro de suspense é uma bosta), o autor não demonstra respeito com o leitor fornecendo elementos para que a gente fique um pé a frente dela, então tem hora que a gente se sente meio lento também - rs
Enfim, é um livro legal, mas as falhas na narrativa demonstram bem o seu público alvo.
E livros juvenis continuam não sendo minha praia.
Vitor 19/03/2017minha estante
Quero muito ler esse livro =D


Jeniffer Ferreira 29/04/2017minha estante
É um livro voltado para quem realmente é fã mesmo. Eu, por exemplo, li este livro de modo tão empolgado que esqueci todo o resto. Eu gostei bastante, mas esperava mais do terror.
Posso dizer que sou que nem Sofia, haha. Vivo vendo videos sobre teorias e muito mais! :'D E sobre o jogo ser baseado em fatos reais... Pode ter até sido. Faz bastante sentido. Só que este caso aconteceu em 1993 (se não me engano) e não em 2014. É por isso que o pessoal fica pirando hauehauhs


Benjamin Sisko 23/10/2018minha estante
Desculpe, mas a Charlie era um criança muito pequena assim como os outros adolescentes durante o sumiço das crianças na Freddy's.




Vanessa.Moura 30/04/2020

Olhos Prateados
Confesso que só li esse livro pois ganhei o livro dois no sorteio do Skoob.
Mais como não sou uma pessoa culta em jogos, não fazia ideia do contexto geral dessa história.Somente que era baseado em um jogo de terror.
Se como eu você não é familiarizado com jogos, esse livro vai funcionar tranquilamente.
É um livro de suspense fascinante apesar de ter uma escrita simples.
Em varios momentos arrepiei e senti um frio na barriga( já que não sou acostumada a ler terror).
comentários(0)comente



Laura.Lopes 08/12/2020

Muito bom
Livro leve e gostoso de ler mas, achei meio lento o desenrolar da história. Mas é muito bom vale a pena.
comentários(0)comente



Giu 02/06/2020

Vamos entender FNAF?
Se você já jogou os jogos como eu e também adora acompanhar as teorias loucas sobre essa série, é de extrema importância ler este livro, é claro.
Obviamente que o Scott não vai nos entregar tudo numa bandeja tão facilmente, eu acho que vamos quebrar a cabeça com mais e mais teorias por pelo menos uns dez anos enquanto mais livros e jogos serão lançados, mas consegui entender um pouquinho mais sobre a série.
Lógico que, ao terminar o livro, novas perguntas surgiram na minha mente (típico Scott, ai, ai...) e tô louca pra começar a ler o segundo livro logo!
Tremi de medo dos animatrônicos em alguns momentos, é disso que eu gosto, rapaziada!
comentários(0)comente



Pombo Sincero 27/03/2018

Olhos prateados, o livro do jogo FNAF
Bem, eu amo os jogos do Scott Cawthon e quando eu vi o livro eu corri pra comprar.
Charlie, a protagonista, volta a sua cidade natal para participar de uma homenagem à um de seus amigos de infância, lá ela reencontra seus amigos e eles, em meio à uma nostalgia e curiosidade, vão em busca do antigo restaurante do pai de Charlie. Eles descobrem que o lugar está totalmente abandonado e não é o que eles lembram, os animatrônicos mudaram e não são mais os mesmos de sua infância e sim perigosos e com um plano mortal.
Parece que tem tudo para fazer sucesso (bem, fez sucesso).
Os personagens são muito desinteressantes, Charlie é uma garota chata e sem sal (não sei se as pessoas falam isso ainda), a escrita é lenta, os personagens são chatos e você acaba torcendo para que os animatrônicos ganhem e termine de uma vez com seu sofrimento.
Eu simplesmente não estava nem aí com os personagens, em nenhum momento eles cativam o leitor. Eu quase desisti na metade, apenas continuei porque eu realmente gosto do jogo e quero saber mais sobre esse mundo de FNAF.
Se você quer ler o livro e não é fã dessa série de jogos, não leia, repito, não leia.
Se você que saber mais sobre o jogo e tiver um travesseiro pra encher de porrada, pode ler.
Mas repito, por sua conta e risco.
Boa sorte
comentários(0)comente



Helo 01/02/2021

Eu amei
Pra quem ama as teorias e é fanático pelos jogos é uma leitura incrível, não tem muito fatos que acrescentam nas teorias do jogo em si, mas a história do livro é sensacional, o final não deu aquele gostinho para o próximo livro mas a leitura foi tão boa que eu já tô louca pra saber oq vem depois
comentários(0)comente



nath | @nathmourao 19/05/2020

Será que tem coisas que realmente deixamos pra trás?
Conta a história de jovens amigos que se reúnem depois de 10 anos de um acontecimento fatídico que marcou todos eles.
E eu amei tanto!!! Os jovens amigos são mt legais, acabei o livro com a sensação de saudade sabe, deu vontade de ser amiga deles. Eu ficava animada em vários momentos do livro, teve várias revelações e já quero o próximo
comentários(0)comente



Hel 09/04/2017

o livro comeca num ritmo bom mas com o tempo e a revelaçao estraga o livro inteiro
comentários(0)comente



Maria.Eduarda 03/08/2020

é uma leitura calma, personagens bem desenvolvidos e admito que conseguiu me deixar arrepiada.
Uma leitura deliciosa e especial para quem acompanhava a franquia de jogos.
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3