À Procura do Par Perfeito

À Procura do Par Perfeito Jennifer Probst




Resenhas - À Procura do Par Perfeito


24 encontrados | exibindo 16 a 24
1 | 2


Suelen Mattos 13/07/2017

Eles eram aparentemente opostos, mas por dentro eram muito parecidos.

Eu me apaixonei por essa série ao ler o primeiro livro e tinha muita expectativa com a continuação. O enredo já prendeu a minha atenção, tendo um nerd como mocinho. No livro anterior, Kennedy aparentava ser aquela mulher fatal, poderosíssima, linda de morrer e dona de si, cheia de autoconfiança e sempre na companhia dos mais belos e desejados homens. Mas já dava para notar que ela escondia algo, que sua vida não era essa perfeição toda. Aqui, descobrimos que Kennedy é uma ex-gordinha que sofria bullying na escola por causa do seu peso. A coisa chegou a um nível tão grave que ela teve sérios problemas — físicos e psicológicos. Hoje em dia Kennedy deu a volta por cima, mas a verdade é que lá no fundo ela ainda é aquela menina cheia de inseguranças, com medo de se olhar no espelho e com receio de se entregar e confiar em alguém. Por isso seus relacionamentos são apenas físicos e temporários. Ela muda de um homem para outro, sem se apegar a ninguém. Geralmente esse não é meu perfil favorito de mocinha, pois à primeira vista pode parecer uma pessoa superficial. Contudo, conforme vamos conhecendo-a melhor e descobrindo tudo o que ela passou, se torna impossível não nos apegarmos a Kennedy.

Nate é um homem incrível. É tudo o que uma mulher sonha encontrar. Ok, ele pode meter os pés pelas mãos de vez em quando com seus comentários, mas é só porque foi mal orientado pelo irmão mais velho e conheceu o tipo errado de mulher, o que bagunçou um pouco a sua mente. Mas quando decide seguir os seus instintos e mostrar a sua verdadeira essência, não poderia ser mais perfeito. Kennedy teve muita sorte, porque Nate sabia exatamente o que fazer. Ele era sempre o cara certo na hora certa, com direito a resgate à mocinha em perigo e tudo. Esse jeitinho nerd desleixado só o deixa ainda mais fofo. A cada capítulo que lia, mais apaixonada ficava por ele. Um dos melhores mocinhos que já li na vida!

Assim como no livro anterior, a mocinha teimou muito em aceitar o amor do mocinho, algo que sempre me incomoda. Mas diferente do outro, dessa vez não deu nem pra ficar nervosa. A atitude de Nate fez toda a diferença para resolver esse problema. Ele era tão bonzinho, que eu tinha receio dele acabar se acomodando com a situação e que as coisas com Kennedy se resolvessem de forma abrupta, sem muita resistência. Mas eu não contava com a astúcia da autora, que fez o melhor final ever. Nem em sonhos eu poderia pensar num final mais perfeito do que o que foi apresentado no livro. Foi além das minhas expectativas. Ah, eu adorei!

À Procura do Par Perfeito entrou para a minha lista de favoritos, um dos melhores que li esse ano. Ele é cheio dos clichês que amamos, sem se tornar cansativo. Impossível não amar. Conseguiu ser ainda melhor que o seu antecessor. Super-Hiper-Ultra-Mega-Power recomendado!


Quer ler a resenha completa e ver a relação dos livros dessa série? Então visite o blog ROMANTIC GIRL:

site: http://su-romanticgirl.blogspot.com/2017/07/jennifer-probst-procura-do-par-perfeito.html
comentários(0)comente



Ingrid Micthell 10/07/2017

Resenhado por Sarah
Nate Dunkle é um nerd e está à procura de uma mulher com quem possa casar, ter filhos, morar numa casa com cerquinhas brancas. Empenhado nessa missão Nate lê todas revistas femininas em busca de dicas sobre “o que as mulheres querem em um encontro”, só que sua total falta de jeito com o sexo oposto e sua sinceridade sem filtro, acaba espantando as candidatas. Para piorar, o cara ainda tem um irmão sem noção que só sabe dar conselhos inúteis do tipo “quanto mais tratarmos mal uma mulher, mais ela vai correr atrás”... já viram a confusão, né? Porém tudo muda quando Dunkle resolve contrar a agência de relacionamentos Kinnection e sente uma atração instantânea por Kennedy, o problema é que Ken não é uma candidata ao posto de sua esposa e sim sua consultora de relacionamento.

Kennedy teve uma adolescência difícil devido ao seu excesso de peso e agora dedica toda sua vida adulta a manter uma dieta regrada e a administrar uma agência de relacionamentos. Ela é apaixonada por seu trabalho, mas tudo muda quanto um certo rapaz desajeitado, totalmente nerd, com roupas largas e um jaleco que sempre tem comida derramada, contrata seus serviços. Agora Ken tem uma missão: transformar Nate no homem mais charmoso da pequena cidade de Verily. O que ela não esperava é que seu coração fosse entrar em jogo.

O livro é narrado em terceira pessoa mas alterna entre a visão de Kennedy e a de Nate. A escrita da autora é ótima, nos cativa do início ao fim e os personagens são muito bem construídos, mesmo os secundários se tornam importantes no decorrer das páginas. “A procura do par perfeito” é o segundo livro da série “A procura”, cada livro conta a história de um casal diferente e podem ser lidos fora de ordem, eu mesma não li o primeiro da série e consegui ler esse sem nenhum problema.

Primeiramente gostaria de falar sobre Connor, ele é o irmão mais velho de Nate (aquele que dá conselhos estúpidos), no começo da história formei uma visão muito negativa sobre ele, mas no decorrer da leitura fui percebendo o quão maravilhoso ele era. Para começar, foi Connor quem criou Nate depois que sua mãe os abandonou, o cara abriu mão de seus próprios estudos e trabalhou como um louco para poder pagar a faculdade e dar tudo de melhor para seu irmão mais novo, não há nada que ele não faça por Nate e isso aqueceu meu coração.

Bom, agora vou falar do casal principal. Nate e Kennedy tem uma química ótima, parece que eles se completam. Ken tem todo um trauma de sua adolescência que ela esconde debaixo da máscara de uma mulher forte, determinada e conforme o sentimento por Nate vai aumentando, essa máscara vai caindo e Nate ajuda ela a sarar cada pedacinho de suas feridas, é muito cativante. Porém, confesso que mais ou menos no meio do livro comecei a achar Kennedy um pouco dramática demais no quesito “não estou à altura de Nate, não posso dar o que ele quer”, entretanto tudo valeu a pena pois o final foi maravilhoso e digno da minha nota de 5 estrelas.

“(...) Posso correr atrás de você pra sempre, te prometer o mundo inteiro, mas até você se entregar, nunca vou ganhar. ”

Enfim, o livro é meio curtinho e a história é rápida então minha resenha também foi um pouco breve. Só quero finalizar dizendo que recomendo todos vocês a lerem, acredito que vale muito a pena, o livro é ótimo em mostrar como algo do nosso passado pode nos afetar tanto e como um amor pode ultrapassar essa barreira e te trazer paz, além disso ainda nos proporciona boas risadas, tenho certeza que vocês irão apreciar a leitura

site: https://resenhaatual.blogspot.com.br/2017/05/resenha-procura-do-par-perfeito.html
comentários(0)comente



Blog Stalker Literária 14/06/2017

Um clichê fofo e com uma mensagem linda
À Procura do Par Perfeito faz parte de uma série (À procura), onde cada livro vai trazer a história de uma das amigas responsáveis pela Kinnection. Porém, você pode lê-los de forma independente que não levará spoilers dos outros livros.

No começo juro que torci o bico pro livro, afinal a proposta seria de mudar completamente a aparência do Nate para que ele conseguisse arrumar um marido, como se a aparência fosse tudo na vida, mas no decorrer na história fui entendendo melhor a proposta da autora e não tinha como me apaixonar mais por esses personagens (e aceitei que Nate precisava sim de um tapa no visu).

A proposta dessa agência de relacionamentos é bem bacana, afinal as meninas ajudam com acompanhamento psicológico, trabalham a beleza natural daquela pessoa, ajuda ela a melhorar a paquera e o que pode ou não pode ser dito a uma mulher no primeiro encontro, tudo de uma forma completamente divertida que vai te fazer rir até doer a barriga (nunca vou esquecer a cena que Ming esfolia o Nate para deixa-lo com a cor normal de novo)

A escrita da autora é muito fluida, você engrena na história com uma velocidade surpreendente, e por mais que seja um chick lit com uma história bem clichê os temas que a autora coloca na história tornam esse livro simplesmente perfeito.
Kennedy era gorda na época da escola, e por isso sofreu muito bullying naquela época, chegando até a ser abusada física e sexualmente por meninos da escola e nunca ninguém fez nada para ajuda-la. Por causa desse trauma ela acaba vendo a comida como uma inimiga, e logo desenvolve um quadro de anorexia grave, quase morrendo nesse meio tempo sem que ninguém da sua família percebesse pelo que ela estava passando. Essas marcas de seu passado ficaram na sua vida até hoje, o controle que ela tem de seu peso, o medo de engordar e a anorexia voltar… Tudo é intenso de mais e conseguimos ver o que o bullying pode fazer com uma pessoa, e principalmente o quanto a gordofobia na nossa família, no nosso redor pode fazer com que aqueles jovens que sofrem por causa de sua aparência acabem indo ao extremo sem ninguém perceber.

O relacionamento de Nate com seu irmão também é uma ótima sacada da autora para o livro, pois não tem como a gente não ver o irmão como um folgado preguiçoso e mulherengo no começo da história, mas quanto mais entendemos do passado desses irmãos, mais percebemos o quanto isso modificou a vida de cada um deles de sua maneira, e aprendemos a não julgar antes de conhecer completamente aquela pessoa.

À procura do par perfeito é uma comédia romântica super fofa, daquelas que a gente lê imaginando um filme super engraçado e que o casal mesmo aos trancos e barrancos consegue ficar junto no final. Você vai entrar na mente de cada personagem e entender seus medos e traumas quando o assunto é começar um relacionamento, vai ler e ficar pensando que por mais defeitos que possamos ter, somos perfeitos a nossa maneira e há quem nos ame assim, e principalmente vai entender que não é nossa aparência que nos define, e sim tudo que somos, tudo que passamos e tudo que sonhamos, o exterior é só uma embalagem sobrevalorizada, o que importa mesmo é quem somos de verdade por dentro.


site: http://www.stalker-literaria.com/2017/06/a-procura-do-par-perfeito-jennifer.html
comentários(0)comente



eduarda @romanceerotic 06/06/2017

#QueroUmNerd
Olá amores! Então, hoje eu vim trazer a resenha de um livro que eu recebi de cortesia do Grupo Companhia das Letras, Á Procura do Par Perfeito da Jennifer Probst. Esse é o segundo livro da série e eu ainda não tive o prazer de conhecer o primeiro, mas dizem ser tão bom quanto. Eu achei esse livro um livro bem gostoso e agradável de ler, não é aquela obra surpreendente ou única, mas ela te conquista de qualquer forma.

A história gira em torno de Kennedy e Ned. Eles se conhecem por que Ned está cansado de ser sozinho e viver apenas para o trabalho, ele decide que é hora de arrumar uma esposa, com isso ele vai para um evento de speeding date que a Kennedy está coordenando. Ned a viu no inicio do evento e a achou linda, porém, não era o seu foco naquele momento, então ele se dirigiu para as mesas para conhecer as possíveis pretendentes. O grande problema é que Ned é um desastre quando se trata de conquistar uma mulher, ele é um nerd e o seu principal conhecimento sobre o mundo feminino é através de revistas, tanto que em uma forma dele ser mais atraente, ele acaba fazendo um auto-bronzeamento já que as mulheres supostamente adoram, o problema é que ele chega ao local parecendo uma laranja. Devo admitir que eu adorei esse detalhe do personagem, não é sempre que vemos isso, então a autora ganhou pontos comigo logo a partir daí.

Como todas as conversas de Ned foram terrivelmente desastrosas a ponto dele de forma desintencional fazer uma das participantes chorar, Kennedy intervêm e o chama para um café. Ned acha aquilo incrível, acreditando que Kennedy está nem que seja um pouco interessada nele, mas na verdade ela quer dar um sermão nele sobre o seu comportamento e não convidá-lo a um encontro.

A partir desse café, Ned se torna o novo “projeto” da Kennedy. O seu foco principal é transformar o Ned em alguém completamente irresistível para ele encontrar uma esposa o mais breve possível. Então com isso Ned tem que se livrar de seu longo cabelo coberto de gel, seu jaleco sujo, seus óculos ultrapassados e toda a sua dificuldade na arte de conversação.

Devo admitir que a Kennedy não foi uma personagem que me conquistou. Ela é uma mulher bonita, bem sucedida e tem qualquer homem aos seus pés, porém, por dentro ela tem uma ferida do passado bem aberta. Kennedy era uma menina gorda quando mais nova e sofreu bullying por causa disso, então agora adulta ela vive a base de uma rígida dieta e quer estar ao controle de tudo ao seu redor, e principalmente, ela não quer se apaixonar. Não é que eu não tenha gostado dela como pessoa em si, mas eu realmente não gosto quando algum personagem não se permite amar verdadeiramente, eu sinto como se uma espécie de auto penitência. Minha opinião ao menos.

Ned, ou Nate como após a transformação é chamado, foi o que roubou a história no meu ponto de vista. Ele é atencioso, gentil, bem sucedido, inteligente, atraente e muitas vezes engraçado. Logo de inicio ele deixa claro para Kennedy que ele se sente atraído por ela, e a sua sinceridade é uma das coisas que admiro muito no personagem. Outra coisa que eu adorei do Nate é que ele faz a Ken sair desse estilo de vida que ela impôs para ela, em diversos momentos vemos o Nate armando alguma forma de fazer a Kennedy experimentar algum prazer da vida, principalmente na área alimentícia. Vemos Nate fazendo ela comer batatas fritas, sorvete, chocolate, enfim, parece besteira, mas ele não queria que ela fosse tão rígida com a sua alimentação como ela era. Para Nate, Kennedy é perfeita.

Óbvio que o casal não engata num relacionamento logo de cara, eles têm química e toda aquela atração, e ainda rola uma pegação aqui e outra ali, mas Kennedy não desiste de encontrar alguém ideal para o Nate, mesmo que isso doa nela internamente.

Uma das minhas cenas prediletas na verdade é erótica, acredito que nem pelo sexo em si, mas as coisas que a autora escreveu. Lembra quando eu disse que o Nate lê diversas revistas femininas como uma tentativa de entendê-las? Então, todo o seu conhecimento ele usa na cama. Isso mesmo! Nas cenas que a Jennifer Probst escreveu, vemos o Nate utilizando todo o seu conhecimento do corpo feminino. Ele estimula todas as zonas erógenas, ponto G e tudo mais, não foi aquela coisa de entrou, aliviou e saiu, não, ele tem toda a atenção e determinação de proporcionar o maior prazer possível, o que é inesperado já que vimos ele o livro todo como um nerd que não tem o menor conhecimento sobre mulheres. Então, foi uma boa surpresa.

Eu recomendo o livro. É uma leitura leve que vai te conquistando ao poucos. Eu não me senti entediada em nenhum momento, na realidade, eu abri o livro e só o fechei quando acabei. A obra me conquistou, isso é um fato.

site: http://romanceerotic.blogspot.com.br/2017/06/resenha-procura-do-par-perfeito.html#comment-form
comentários(0)comente



Dani Paiva 29/05/2017

Nerd e Fashionista - amei essa química (#2 Searching for perfect)
(Livro #2 do SpinOff "Searching for")

Ken? Ken...  Ken diria que a Ken tivesse todos esses conflitos internos?!?!?! Nuss... me surpreendeu real... ela foi a única da série inteira (com exceção do conto #4.6 da Izzy) que se sentia insegura com relação ao mocinho por causa dos traumas do passado. Nos demais o problema estava mesmo com os boys.
 
O Nate (nosso engenheiro aeroespacial [lê-se construtor de foguetes hehehehe]) suou a camisa para que ela embarcasse nesse relacionamento de longo prazo, levou até uns choques de uma coleira da punição aí!! Hahahaha
Ah! Eu acho um amoooor que em quase todos os próximos livros, o Nate aparece ainda tentando convecer a Ken a se casar oficialmente com ele kkkkkkkkk E todos os casais tiram sarro do coitado apaixonado!
 
O Nate nos conquista demais... ele era todo feinho e desengonçado , e depois com um baita tratamento de beleza, ele se torna aquele homão, dono da zorra toda!!!! Cheio dos conhecimentos técnicos... hmmm... safadinho... o cara lê de tudo para  aperfeiçoar suas técnicas... ô lá em casa...  ser Nerd tem suas vantagens...
 
Quanto à Ken? No final do livro ela só confirmou que além de phyna, rhyca, baphônica, trabalhada no glamour, caindo na purpurina, confetes e paetês, ela também tem um super cérebro, com direito a conhecer as leis de Newton e essas coisas!
 
 
Já ia esquecendo... fica ligado em 2 personagens:
 
- No parceiro de golfe do Nate - aquele gato do Wolfe (que é o melhor amigo da Gen)!!!! O livro #3 é todinho dele!!!!! Aliás é o melhor livro da série para mim... pq conecta os casais já formados no passado e dá um gostinho de todos os próximos protagonistas!!! =D

- No irmão todo desbocado do Nate ? o Connor. O conto #4.5 é dele e a história se passa 2 anos depois desse livro aqui.
 
 

Bem... é isso... só preciso te advertir que TODOS os livros dessa série tem a premissa: ?não te mereço por causa do meu passado/você merece coisa melhor?! Mesmo com esse cliché repetitivo, eu me apaixonei por todos os personagens... por isso, super recomendo que vc continue...
 
 
 *************************

Livros desse SPINOFF "Searching for" =
#1 A procura de alguem/Searching for Someday: Historia de Kate (amiga da Gen que eh irmã da Alexa) e Slade.
#2 A procura do par perfeito/Searching for Perfect: Historia de Kennedy (sócia de Kate) e Nate. 
#2.5 Searching for you: Historia de Riley e Dylan (clientes da Kinnection).
#3 Searching for Beautiful: Historia de Gen (amiga e vizinha de Kate e irmã de Alexa) e Wolfe (tbm amigo de Nate).
#4 Searching for Always: Historia de Arilyn (socia de Kate e Kennedy) e Stone
#4.5 Serching for mine: Historia de Connor (irmão de Nate) e Ella Blake (sua professora da faculdade)
#4.6 Searching for Disaster: Historia de Izzy (gêmea rebelde da Gen) e Devine


****************************
Livros da serie ORIGINAL: "Marriage to a billionaire" =
#1 Casamento por conveniencia/The Marriage Bargain: Historia de Alexa e Nick
#2 The Marriage Trap: Historia de Maggie (irmã de Nick) e Michael 
#3 The Marriage Mistake: Historia de Carina e Max (melhor amigo de Michael)
#4 The Marriage Merger: Historia de Julietta (irma de Michael) e Sawyer
Giovana 16/07/2019minha estante
Traduzidos só os dois primeiros?




Fabi 25/05/2017

Perfeito!!!
O livro é ótimo, leve, divertido, fofo demais e nos proporciona boas risadas, e ainda que seja clichê é capaz de nos emocionar e nos deixar suspirando.Além de nos mostrar como algo do nosso passado pode nos afetar tanto mas também nos mostrar como um amor verdadeiro pode ultrapassar essa barreira e te trazer paz.Recomendo com certeza!!!!
comentários(0)comente



Atitude Literária 12/05/2017

Sabia desde o início que seria mara...
Assim que conclui a leitura de “À Procura de Alguém” fiquei inquieta e curiosa pela sequencia, tinha absoluta certeza de que iria me apaixonar pela história da Kennedy, afinal de contas ela já chamou minha atenção logo de cara. É meus caros leitores, estava corretíssima, se o primeiro livro desta série foi divertido e lindo, o segundo foi maravilhoso e agora estou contando os dias roendo as unhas por mais destes romances leves e fofos.

Nathan é um NERD em toda sua essência, Engenheiro aeroespacial é um homem inteligente, bem sucedido, mas que gosta de se manter neutro, ele mora com o irmão que o criou, é simples, prático, não se liga em aparência, status e está muito satisfeito em sua própria pele. Porém, cansado de viver sozinho, ele decide que já está na hora de encontrar uma mulher que queira compromisso, casar e ter filhos, ao contrário do irmão que ama uma farra, Nathan quer paz. Como um bom Nerd, ou melhor, como um bom homem decidido e focado em seus objetivos, ele passa a ler de tudo sobre o universo feminino, o problema é que quanto mais conhecimento parece obter, mais complexa se torna a mente feminina.

Kennedy lida com a aparência de seus clientes, especialista em transformações, em encontrar o melhor de cada um e fazer com esse lado brilhe, têm estado desanimada e pouco satisfeita com o que tem feito na Kinnections, ela precisa de um desafio, de algo novo, que possa lhe proporcionar realização e ela encontra. Kennedy mal pode acreditar no desastre nerd que está a sua frente, o cara é desajeitado, desajustado e com sérios problemas em controlar a língua, mas ainda assim é fofo e quer muito encontrar seu par perfeito. Munida de uma nova inspiração e muito determinada, agora pode transformá-lo, ou será que ela é que sairá transformada?

“Um cientista espacial nerd é rico que quer se casar e encontrar a parceira ideal. Aquilo era seu canto do cisne, sua Eliza Doolittle, um feito que a consagraria, o desafio de uma vida.”

Como não amar Nathan e Kennedy. Eles são completos opostos, pelo menos é essa a primeira impressão que temos, já que Kennedy é toda elegante, se preocupa com aparência, é confiante, divertida, bem articulada e Nathan por outro lado é todo errado, cabelo desgrenhado, roupas manchada, desastrado, objetivo... Mas a verdade é que quanto mais camadas a gente vai removendo de cada um e desconstruindo a primeira impressão, mais parecidos eles se tornam.

Nathan me conquistou logo de cara, o homem é incrível, direto, super sincero, tranquilo, despretensioso, com um coração gigante, muito inteligente e dono de um charme todo particular. Em determinados momentos desejamos poder pegá-lo no colo, mimar, porque é apenas um menino e então... Um nerd decidido, um homem que sabe o que quer, que não mede esforços para conseguir, que erra, que é todo atrapalhado, mas que tudo bem, é só recomeçar e tentar de novo. Já Kennedy, quem a vê toda confiante e cheia de vida, não faz ideia do quanto ela própria precisou batalhar para encontrar sua força e amor próprio. E por mais que ela acredite no amor verdadeiro, que em seu intimo deseje muito encontrar sua alma gêmea, o medo de AMAR grita tão alto que a confunde, o que a deixa teimosa, irritadiça e arisca.

“Ela abriu um sorriso. “Como disse Thomas Paine, ‘o que obtemos barato demais, valorizamos muito pouco; é somente a estima que dá a qualquer coisa o seu valor’”.

Sabe aquele casal improvável, que jamais seria a opção um do outro, que jamais teriam a oportunidade de se conhecerem se realmente não fosse exatamente esse o destino, pois é... Eles são assim. Entretanto, quando estão lado a lado, se provocando, tentando obter informações, se ajudando, se desafiando é só... LINDO. O equilíbrio perfeito.

“(...) Posso correr atrás de você pra sempre, te prometer o mundo inteiro, mas até você se entregar, nunca vou ganhar.”

À PROCURA DO PAR PERFEITO é um romance sobre superação, sobre acreditar em si mesmo, está aberto ao novo, ao que é contrário a si próprio, é sobre querer ser melhor. É sobre pegar uma obra pronta desconstruí-la por completo e remontá-la com toda atenção, desvendando cada detalhe, cada segredo, cada medo, não olhando apenas para a forma que está sendo moldada, mas sim sobre todos os alicerces, vigas e massa que está por dentro. É sobre o AMOR e o seu poder de ensinar, curar e dar novas chances.

O que mais amei neste livro com certeza foram às características humanas, o ar verossímil que a autora trouxe para o enredo. Seres imperfeitos, que erram, que acertam, com qualidades, defeitos, que julgam e são julgados, que apontam e são apontados, mas que vivem um dia de cada vez, trabalhando, tentando construir um futuro e encontrar alguém com quem se possa compartilhá-lo.

Outro ponto que acabou atraindo minha atenção neste livro, é que pra mim a autora usa de ironia, ela trás como protagonistas três jovens belas, que moram em uma cidade badalada como Nova York, independentes, com suas particularidades, mas que possuem em comum a vontade de transformar o mundo em lugar melhor, fazer as pessoas acreditarem novamente no amor, em almas gêmeas, no seu poder de transformação. Elas não somente tem esse intuito, como todas desejam viver esse sentimento e sua intensidade. E é exatamente esta a ironia, três solteiras, donas de uma agencia de relacionamentos, com medo de se envolverem em um. E isso em minha opinião é genial. É nos fazer questionar nossos próprios conselhos e ações. Nem sempre fazemos aquilo que aconselhamos, não é? Sabe aquele ditado “Faz o que eu falo, não faz o que eu faço”?

Enfim, deixou aqui minha INDICAÇÃO de leitura para todos os amantes de romances sensuais, leves, divertidos, fofos e que ainda que sejam tidos como clichês, são capazes de emocionar e nos deixar suspirando.

Até a próxima! Bye.

site: http://www.atitudeliteraria.com.br/2017/05/resenha-procura-do-par-perfeito-serie.html#.WRZHU2grLIU
comentários(0)comente



Talita 07/05/2017

À Procura do Par Perfeito é, me perdoem o trocadilho, perfeito!
Oi Pessoas maravilhosas do meu coração! Sentiram o nível do meu romantismo? Pois é, essa série da Jennifer Probst desperta o meu lado mais mulherzinha, mais menina romântica, desperta meu lado flores e chocolate… Enfim, esse livro é muito amor, essa série é muito amor e esses personagens, são mais amor ainda! Até da capa, que uma galera reclama, eu gosto e caso ainda não tenha percebido, sim, eu gostei muito desse livro e sim, com certeza já estou ansiosa para saber quando vem o próximo, já preciso do livro da Gen, para agora!
À Procura do Par Perfeito é o segundo livro da série “Searching for” e vocês podem conferir a resenha de À Procura de Alguém clicando nesse link aqui (http://www.viciadosemleitura.blog.br/2017/01/resenha-239-procura-de-alguem-jennifer.html) e quando fizerem isso vão perceber que esse livro ganhou o bolinho do favorito e eu absolutamente amei a história, Kate, Robert (seu cachorro lindo) e Slade e já fiquei bem animada para ler mais sobre as amigas da Kate, isso tudo foi em janeiro, se não me engano eu entrei o ano com esse livro em mãos e agora, quatro meses depois pedi para a Editora Paralela, nossa parceira amada, por À Procura do Par Perfeito, livro que é protagonizado pela Kennedy, ou simplesmente Ken, uma das sócias da Kate, especialista em mudança de visual e pelo marketing da agência de relacionamento Kinnections onde ainda tem a Arylin de sócia ( e protagonista do 4 é último livro dessa série).
Kennedy é linda, confiante, alegre, se veste com perfeição e sabe tudo de moda e comportamento. Alias, perfeição é a melhor palavra para definir Ken, tudo que ela faz, ela quer levar a perfeição, por trás daquela fachada bem-vestida e polida, esconde uma mulher que precisou de anos de terapia para poder se olhar no espelho, comer de forma saudável e vencer uma luta contra distúrbios alimentares. Ken foi uma adolescente gordinha, com baixa autoestima, negligenciada pela mãe e para piorar, sofria bulling e assédio sexual na escola. O preço desse passado bem problemático é o que de certa forma faz a Ken ser o que ela é hoje, uma mulher em busca da aparência perfeita.
Então imagina só o que aconteceu quando ao supervisionar um evento do tipo speed dating Ken se depara com Nate Ellison Raymon Dunkle, ou apenas Nate (no começo do livro ele usa o apelido Ned, mas a Ken o covence a trocar e evitar o trocadilho com a palavra NERD). Nate é um desastre ambulante, ele aparece para o evento laranja de um bronzeamento que deu errado, com o jaleco de cientista sujo de café, cabelo bagunçado, óculos de armação preta e super grossa e fedendo a perfume! Não é de se estranhar que em um evento onde só se tem alguns minutos para fazer uma boa impressão, Nate e sua entrada atrapalha não consegue levar a nada e depois de fazer uma das participantes chorar por achar que ela já está velha de mais para ser mãe, Ken decidi intervir e percebe que Nate é a sua versão masculina de My Fair Lady, filme com Audrey Hepburn (procurem por esse filme! Um clássico gostoso de ver!).
Ken faz uma profunda transformação em Nate, desde sua cor laranja até a sua maneira de se vestir e conversar com uma mulher, já que Nate aprendeu tudo sobre conquista com o seu irmão Connor, que praticamente o criou depois de terem sido abandonados por sua mãe. Connor se tornou um homem que não confia em mulheres e apenas está em busca de sexo, enquanto o seu irmão mais novo quer mais, ele quer encontrar uma mulher para casar e ter filhos, obviamente, assim como aconteceu com o Slade, Nate se torna um cliente da Kinnections em busca do seu final feliz. O problema é que quanto mais Ken e Nate convivem, eles vão percebendo que compartilham mais e mais afinidades e a Kennedy entra em pânico! O medo dela só não é pior que o do Connor, ou seja, vai rolar confusão sim ou com certeza?
O que falar desse livro? A escrita é maravilhosa, a trama é sensacional, os personagens são incríveis e a forma supersegura com que a Jennifer fala sobre os distúrbios alimentares da Kennedy é excelente. Você consegue perceber tudo que ela sofreu e ainda sofre, dá par perceber o quanto a Ken ainda está lutando e que quando o livro começa ela não está bem, mas não consegue perceber isso. Mesmo com a leveza de um chick lit, mesmo sendo um livro do tipo romance clichê, a autora soube falar de um tema sério, dando sua devida importância e delicadeza!
Sim, é clichê, mas é um livro com uma mensagem poderosa e verdadeira. Todos merecem a felicidade, todos nós somos perfeitos do jeito que somos! Leiam esse livro, leiam essa série, comprem ainda hoje e me ajudem a esperar pelos outros dois livros dessa série que ainda nem tem data, mas já quero, já amo e já preciso. Se estão procurando por um livro rápido, fofo, romantismo puro e com um tema que precisa ser debatido mais e mais vezes, então encontraram: À Procura do Par Perfeito é, me perdoem o trocadilho, perfeito!

site: viciadosemleitura.blog.br
comentários(0)comente



Manuela 21/02/2017

Histórias bem clichê, mas fofinhas
Livro com gosto de comédia romântica que não traz nada de novo, mas são gostosinhos de ler.
Pena a Paralela ter escolhido capas tão feias.
Mariana 21/02/2017minha estante
O primeiro da série foi bem gostosinho de se ler. :) Vou tentar ler esse tbm.


Manuela 21/02/2017minha estante
Também gostosinho.


Dani Paiva 05/04/2017minha estante
Obgada pela indicação Manu e Mari! Bom saber que trata-se de uma série (#A procura de alguém). Valeu meninaaaassss... já adicionei na minha estante os 2!


Mariana 07/04/2017minha estante
??


Fabi Lagassa 13/04/2017minha estante
Preciso ler o primeiro ou são histórias independentes?




24 encontrados | exibindo 16 a 24
1 | 2