A Providência do Fogo

A Providência do Fogo Brian Staveley




Resenhas - A Providência do Fogo


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Acervo do Leitor 07/05/2018

A Providência do Fogo de Brian Staveley | Resenha | Acervo do Leitor
Algumas séries passam despercebidas, outras precisam ser esquecidas e algumas poucas necessitam ser lidas! “A providência do fogo” é o segundo volume da trilogia “As Crônicas do Trono de Pedra Bruta” e um grande mistério. Uma série poderosa escondida no limbo das livrarias, blogs e na própria editora que a publica. O livro é repleto de magia, política, religião, suspense, realeza, romance zero(rs), Grifos gigantes, batalhas e personagens carismáticos! A história de uma família reivindicando o que é seu, e no Brasil, reivindicando visibilidade.

“Frequentemente, não há nenhum caminho bom. Isso não significa que não devemos andar.”

Deixo aqui um breve comentário: todos sabem que tenho PAVOR de “spoilers”, então por se tratar do SEGUNDO volume de uma série serei bem breve e contido na medida do possível. Um imperador morreu assassinado e deixou três filhos. Kaden, o principal herdeiro que por anos estudou em um misterioso mosteiro, Adare, outrora ministra das finanças do pai tendo que lidar com um Império em ebulição sozinha e Valyn um soldado “Kettral” (destacamento de elite para-militar). Eles são as “lâminas do imperador”. Mas isto ficou no passado. Kaden, teve seus sonhos de se tornar um monge da “Ordem dos Shin” despedaçado. É tempo de assumir a coroa com seus olhos cor de fogo e para isso conta com a ajuda de seu irmão Valyn, atual capitão de uma brigada Kettral que se desloca e age sob as asas de um Grifo gigante. Valyn, agora considerado um rebelde pelo Império veio ao seu encalço. Adare descobriu quem matou seu pai e por isso o Império não é mais um local seguro. Ela precisa fugir das paredes que tem “ouvidos” e partir em busca de uma forma de se vingar.

“A arma é o escudo. O inimigo é o amigo. O que está queimando não pode queimar novamente.”

Três destinos que poderão salvar um império. Três almas que se unirão com inimigos para refrear um mal maior. Kaden busca no conhecimento oculto de acessar portais que o transportaria para locais e dimensões inacessíveis uma forma de fugir e manter sua cabeça no pescoço. Como principal herdeiro é caçado pelo assassino do seu pai. Ele precisa descansar e pensar no seu próximo passo. Valyn, traidor do reino, acaba se misturando com selvagens inimigos históricos do seu próprio império. Adare, agora uma fugitiva, resolve reunir um exército de fanáticos provenientes da mesma religião que ela tanto tentou destruir. Levando-se em conta o lema que “inimigo de meu inimigo amigo é” ela resolve se sujeitar a tudo, até um batismo de fogo onde ela será convertida ou irá virar pó! O destino do império de Annur reside nos ombros de três desesperados herdeiros e de todos aqueles que por séculos tentaram destruir o próprio. Afinal, no final sobrará algum reino para ser governado?

“Eles não estarão prontos para governo-lo até que estejam dispostos a vê-lo queimar.”

SENTENÇA
O autor Brian Staveley conseguiu novamente. Ele que é uma das grandes novas “vozes” da literatura fantástica internacional entrega uma dose maciça de diversão! O protagonismo dos personagens (herdeiros) continua se alterando de forma equilibrada e a imprevisibilidade da trama continua saltando aos olhos. Essa trilogia tem quase tudo (faltam dragões…rs) que um fã de Fantasia pode desejar. Pena que ela não tem o principal: DIVULGAÇÃO! Continua transitando na esfera de leituras “obrigatórias”que ninguém leu porque a editora faz questão de deixar esse autor na geladeira. Deixo aqui meu repúdio a tamanho amadorismo e atrocidade. Mas deixando bizarrices de lado, leiam esta série, vocês não irão se arrepender!

site: http://acervodoleitor.com.br/a-providencia-do-fogo/
comentários(0)comente



Felipe Paranhos 16/04/2020

Uma continuação a altura
Essa continuação do livro ?O Imperador das Lâminas? é excelente. Ela consegue aumentar o ritmo de ação e suspense do primeiro livro, mergulhando nas transformações dos personagens, suas motivações e soluções para os problemas que se apresentam na trama.
Esse livro é muito mais que uma simples preparação para o terceiro livro da trilogia, mas sem deixar as pontas necessárias para que você queira ler o próximo.
comentários(0)comente



Felipe 02/05/2020

A providência do fogo
Se você gostou do primeiro livro, sem dúvida, vai amar o segundo.
Enquanto no primeiro livro o autor desenvolve mais os personagens principais, nesse livro ele vai desenvolver a história que ele quer contar, que, por sinal, começa a crescer em um nível inimaginável. A trama terá desde o início revelações e acontecimentos que são surpreendentes, além do seu final que é de se tirar o fôlego.
A trilogia das crônicas do trono de pedra bruta é uma série que eu recomendo para qualquer um, mesmo os que não lêem fantasia mas querem dar uma chance, fica a dica.
comentários(0)comente



William Grizorte 02/02/2021

Providência do Fogo ?
O segundo volume se supera, quando vc acha que está entendendo a história e caindo em um tédio ela te puxa novamente e te surpreende muito mais.
comentários(0)comente



kauzzara 30/07/2020

Nesse livro a história fica ainda mais emocionante e interessante, o Valyn finalmente conseguiu chegar até o Kaden e eles criam planos pra colocar o Kaden no trono e a Adare conseguiu aliados. Mais pro final do livro as coisas ficam ainda mais difíceis e dão ainda mais raiva, todo mundo sabe que tem que matar o il Tornja mas também fica todo mundo falando que ele é super inteligente e precisam dele mas a verdade é que ele é alguém super normal que sabe observar e não se desespera a cada acontecimento. Kaden, enquanto todo mundo tá na guerra, finalmente chegou na capital e tenta derrubar o império além de descobrir algumas coisas. No final parece que todo mundo vai morrer e o jeito que acaba o livro da um pouco de alívio e mais vontade de ler o próximo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Sarah 21/07/2020minha estante
Valyn morre ?




Júlio 15/12/2020

Série cada vez melhor
O segundo livro de "As crônicas do trono da pedra bruta" é um convite a uma imersão ainda maior a universo dessa série. O fato do livro começar exatamente do ponto em que o primeiro termina, é muito bom. A história não quebra e já começa a milhão. Apesar de ser maior que o primeiro, A providência do fogo, deixa a série ainda mais interessante, você começa a ler e não quer parar, esse niverso te prende, as descobertas e as transformações dos personagem e a evolução vão te fazendo mergulhar ainda mais. O único arrependimento foi ter esperado um pouco pra ler esse segundo livro, que ia estava em minha coleção logo após o fim do primeiro.
Talvez a única crítica seja em relação ao desfecho desse livro, que achei a explicação um pouco corrida e bagunçada, porém nada que atrapalhasse a experiência. Não vou me prolongar, pq assim como o primeiro, acho que esse segundo,é um livro para aqueles que gostam de fantasias, simplesmente devorarem, logo quero evitar todo e qualquer tipo de spoiler. Leitura muito boa e dinâmica e simbora para o terceiro.
comentários(0)comente



José Leandro 16/09/2021

Decepção?
Geralmente o segundo livro é mais fraco que o primeiro? mas esse é no mínimo contraditório.

Com narrativas cansativas, incoerências frequentes e um final pra lá de estranho, terminei-o com a sensação de ter sido enganado pelo autor.

Pretendo ler o terceiro para ver o desfecho, apesar de estar bem desmotivado.

Além da decepção com esse, o valor do próximo está muito alto. A essa altura não compensa dizer que não recomendo, mas me sinto muito frustrado.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Max Roger 06/02/2018

Em “A Providência do Fogo” livro que dá sequência a “O Imperador da Lâminas”, continuamos a ver a saga dos três irmãos Malkeenian (Valyn, Kaden e Adare) na sua busca por vingança contra a conspiração que matou o seu pai.

“Eles não estarão pronto para governá-lo, até que estejam dispostos a vê-lo queimar”

Se compararmos “A Providência de Fogo” ao seu antecessor podemos dizer que há um aumento significativo em qualidade, não que o primeiro volume seja ruim, é simplesmente ok. Mas nesse segundo volume o autor soube trabalhar muito bem no desenvolvimento do livro, colocando muito pontos que interligam a história como um todo e fazem o leitor entender bem melhor a trama criada. Além das partes de tirar o fôlego junto com algumas reviravolta bem executadas. Ao contrario do primeiro que tem algumas partes meio paradas e alguns problemas, esse mantem um ritmo bom, por muita vezes alucinante que te faz iniciar a leitura e só parar quando o livro estiver terminado.

“Uma luz na escuridão que chega. Um teto para o exausto. Uma forja para a lâmina da vingança"

Em relação a participação dos três irmãos na história, o principal destaque vai para nossa querida Adare, ela ganha uma importância bem maior na história em relação ao primeiro livro, é praticamente outra personagem, tomando parte de algumas atitudes que outrora não pensaríamos que ela seria capaz.

Já Kaden ainda tem seu espaço cativo e muito bem explorado no livro. A paciência que o Kaden enfrentava algumas situações me deixava meio “p” da vida, algumas coisas estavam tão na cara dele e ele nada, mas é de seu treinamento com os monges Shin e ao longo do livro tal treinamento o ajuda bastante, e as cenas finais dele no livro são sensacionais, dando um gostinho de quero mais para a leitura da continuação.

Por fim, temos o Valyn. Ele tem um destaque menor nesse segundo livro, mas nada que o deixe fora de relevância. É bem verdade que ele sofre um “pouco” durante o decorrer do livro, existem partes que fazem o leitor sentir na pele o que ocorre com o Valyn, mas assim como Kaden, tem um final excelente.

E os outros personagens? Posso dizer que guardem esses nomes: Tan, Gwenna, Triste e Nira e Pyrre. Estes são personagens coadjuvantes muito bons e alguns com segredos que vão fazer sua cabeça explodir.

Recomendo a leitura a todos fãs de fantasia, podem ler que não vão se arrepender.

"Meus ouvidos estarão surdos aos seus gritos, e o grande lago da minha misericórdia estará seco como pó".

As Crônicas do Trono de Pedra Bruta é uma daquelas séries de altíssima qualidade que as vezes por um motivo ou outro acaba meio que posta no limbo e não tem o destaque que é devido em terras tupiniquins. Neste caso, é o descaso tremendo da editora que detém os direitos da série. Sabemos que não é nada fácil vender fantasia no Brasil, mas com esse “tratamento” dado pela editora a série é que as coisas não vão mudar.
comentários(0)comente



Vanessa Pipi 24/04/2021

!
Te digo que foi melhor que o primeiro, mas mesmo assim não me convenceu.

A temível conspiração para destruir a família que governa o Império Annuriano está longe de terminar, realmente bem longe!

Não foi pra mim, me desculpe
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR