Tudo Depende de Como Você Vê as Coisas

Tudo Depende de Como Você Vê as Coisas Jules Feiffer
Norton Juster




Resenhas - Tudo Depende de Como Você Vê as Coisas


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Lacerda 11/04/2009

Apesar de parecer um livro infatil, é cheio de lições que "gente grande" deveria saber. A vida sob os olhos de Milo sempre seguido pelo fiel Cãonômetro é uma aventura deliciosa, que passa por diversos reinos da fantasia, e deixam um gostinho de que o sonho bem que poderia ser real.
Fernanda 15/02/2018minha estante
undefined




anacampregher 16/07/2010

Resenha - Tudo depende de como você l(v)ê as coisas
Li esse livro quando estava na sexta série. Agora, com dezoito anos, ainda tenho o mesmo carinho pela obra que iniciou meu gosto pela leitura de histórias de cunho filosófico. Com abordagem infantil, porém séria, Norton Juster brinca continuamente com as palavras e conceitos que elas exprimem, levando o leitor não só a se divertir com a aventura pela qual a personagem passa, mas também a olhar as coisas com um olhar diferente do qual estamos acostumados - estimulando, assim, o pensamento crítico. Ilustrações e letras grandes também ajudam as crianças a se entreterem na história, e não terem "preguiça" de ler, por ser um volume consideravelmente grande de páginas.
É um livro que me lembrarei pro resto da vida. Muito especial!
comentários(0)comente



Dafne 28/12/2017

Era uma vez um menino chamado Milo que não sabia aproveitar seu tempo. Enquanto fazia uma coisa, estava sempre pensando em fazer outra. Ele não sabia viver o momento!

Depois de uma viagem fantástica (em vários sentidos), ele aprendeu a ver a vida com outros olhos.

Não é "apenas uma aventura infantojuvenil": esse livro tem muito a dizer aos adultos. Os incontáveis trocadilhos (a começar pelos nomes de personagens e lugares) me fizeram rir, sorrir e refletir.

Milo também conhece muitas criaturas curiosas (retratadas em dezenas de ilustrações de Jules Feiffer) e passa por diversos apuros! Tudo isso enquanto tenta ajudar na restauração da paz e da coerência nessas terras tão estranhas.

Enfim, foi uma leitura muito agradável. Brincando com palavras e números, Norton Juster soube retratar o fascínio do conhecimento. E, por que não, da literatura de ficção. Afinal, depois de passar por essas aventuras fantásticas (em todos os sentidos do dicionário), Milo começa a ver a vida real com outros olhos. Não é isso que a literatura de ficção faz conosco?

***Resenha completa e com fotos no meu blog:

site: sonhos-e-suspiros.blogspot.com.br/2017/12/resenha-tudo-depende.html
comentários(0)comente



Bia 18/11/2012

Uma livro que "coloca pra pensar".
O livro conta sobre um garoto chamado Milo que está sempre insatisfeito com as coisas e não sabia o que fazer da sua vida. Um dia ele recebe uma caixa com um envelope que dizia: PARA MILO, QUE TEM TEMPO DE SOBRA.
E assim começa uma longa aventura cheio de drama, emoção, enigmas e suspense. Milo passará por vários lugares diferentes como: A Terra Das expectativas, A Terra da Calmaria, Dicionópolis, O vale silencioso, Ponto de Vista, Conclusões Apressadas, Digitópolis, A Montanha da Ignorância e por último o Castelo no ar. É uma longa jornada e ao longo dela ele encontrará vários personagens diferentes, alguns só de passagem (Sr. Ounão, os Latárgios, Duque da Definição, Ministro do Significado, Barão da Essência, Conde da Conotação, Subsecretário da Compreensão, Rei Azaz, Rei Matemágico, Dodecaedro, Dr Disacorde, B. Arulho, Princesas Razão Pura e Doce Rima, entre outro) e os amigos que vão acompanhá-lo ao decorrer desse trajeto (O Cãonômetro e o Mausquito). É um livro muito divertido e interessante de se ler. Eu o indico a todo o leitor independente da idade.
comentários(0)comente



Denise Alves 07/11/2009

Apesar de ser um livro infantil, ele deveia ser leitura obrigatória para todo adulto que se acostumou demais à vida. Envolvente. Intrigante. Desafiador. Mudará literalmente o modo como você vê as coisas.
comentários(0)comente



Gláucia 17/03/2015

Tudo Depende de Como Você Vê as Coisas - Norton Juster
Publicado em 1961 conta a história de Milo, um garoto que deixa seus dias passarem sem vive-los como deveria. Até que encontra um carro que vai transportá-lo numa viagem para terras desconhecidas onde conhecerá as mais estranhas criaturas e seus diferentes modos de ver a vida fazendo com que o garoto comece a repensar sua própria maneira de ver (e viver) a vida e descubra que há muito o que se fazer em cada dia.
Lindamente ilustrado por Jules Feiffer o livro é recheado de frases inteligentes e espirituosas que vão fazer até o leitor adulto refletir sobre sua forma de passar e aproveitar o tempo. Altamente recomendável pela FNLIJ.
comentários(0)comente



pirulita 11/05/2009

foi um livro que eu adorei . amei o toque e todos os personagens . mais do que recomendado !!!!!!!
comentários(0)comente



Deboni 20/01/2011

Um Livro que vai conquistando seu espaço enquanto ele é lido
Lembro que faz mais ou menos dois anos que eu li esse livro pela primeira vez, o livro começa como um livrinho de criança. Quando comecei a ler, juro, me decepcionei, só que continuei. A Aventura começa a partir do momento em que o personagem se aventura em um carrinho.
O Autor faz com que o personagem viaje em lugares em que as coisas mais simples, mais " desvalorizadas" e " esquecidas" tem mais valor do que qualquer coisa.
Ele usa conceitos que nos faz identificar com o personagem, e, também, aprender junto com ele.

Esse livro para mim, representa uma forma de apreciar as pequenas coisas, e dar uma nova visão para o leitor..

Porque afinal: "Tudo depende de como você vê as coisas ! "
comentários(0)comente



Lais Miranda 20/03/2012

Um ótimo livro. O autor, Norton Juster, soube usar uma linguagem simples, dinâmica e divertida de ser lida, e ainda conseguir passar uma mensagem interessante, e reflexiva.
Ele faz, perfeitamente, o uso de "palavras brincadas".
Entrete o leitor do início ao fim.
Bom para todas as idades.

Lais Miranda.
comentários(0)comente



michelvillar 23/04/2013

As aventuras de milo

O livro narra à vida de um garoto chamado Milo, que não sabia o que fazer com sua vida.
Um dia esse garoto ao voltar da escola se depara com uma caixa em seu quarto que continha um pedágio, moedas, um mapa, as regras e um carro que juntas formavam um jogo.
Após montar tudo ele pega as regras e o mapa, entra no carro onde de repente se vê em uma estrada no meio de uma floresta cheia de aventuras que você só ira descobrir, caso leia o livro que possivelmente vai tirar a sua atenção pelo caso de tantas aventuras. Eu não gostei muito desse livro pelo fato de ser muito magico e abusando da realidade, mas por outro lado eu gostei da historia cheia de aventuras que sempre me atraí, também achei a construção de cenário muito boa outra coisa que também gostei foram os desenhos que fugiam do clichê.
comentários(0)comente



Gabrielle 12/08/2013

ABCD dos livros - Resenha
Esse é um dos meu livros favoritos, ele meche muito com a imaginação do leitor, e a cada página que você lê é uma descoberta incrível! A capa em si encanta qualquer leitor, e o livro tem muitas figuras legais, você pensa uma coisa e quando olha a imagem é totalmente diferente.
Legal mesmo são as personagens, totalmente diferentes e malucas do que estamos acostumados a ler. Imagina você ir a uma feira de letras, conhecer a cidade Calmaria, onde a única coisa que se pode fazer é descansar, e muitos outros lugares esquisitos, mágicos e interessantes ao mesmo tempo. Se você gosta de livros que faz com que você se sinta lá no mundo da lua, esse livro é uma boa dica!


site: http://abcddolivro.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



mellomarie 14/09/2016

Excelente
Li quando criança e, desde então, já reli algumas vezes. Foi um dos livros que fez com que me apaixonasse por leitura. A história é mágica, cheia de trocadilhos e metaforas, e nos leva a uma reflexão sobre a vida. Recomendo!!
comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12