O Segredo de Heap House

O Segredo de Heap House Edward Carey




Resenhas - O Segredo de Heap House


28 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Desnorteada 13/11/2021

Cloud vive em uma mansão um tanto peculiar e bizarra, formada com construções de pagamentos de débitos. Convive somente com a família que se casa entre si e são rodeados pelo Cúmulos.
comentários(0)comente



Duda ^^ 18/04/2020

Leitura fácil e fluída
Clod Irimonger é um garoto que vive com toda sua família em uma mansão feita de pedaços de outros edifícios que fica bem no meio dos cúmulos (um tipo de lixão onde muitas tralhas são enviadas). Mas, um certo dia, algo começa a incomodar os cúmulos. Sua família possui uma peculiaridade, os objetos de nascença. O livro tem uma excelente diagramação e é sem dúvidas muito original. Eu simplesmente amei!
comentários(0)comente



lu!za 21/08/2021

O Segredo de Heap House
Uma história única, digna de adaptação.
Com personagens exóticos e bem desenvolvidos, os dois protagonistas são amáveis e tem um bom amadurecimento.
Gostei bastante do universo e é diferente de qualquer livro que já li, melancólico, bizarro e fascinante.
Achei a escrita muito gostosinha me fez querer ler mais livros do autor. A história é coerente do início ao fim, bem amarradinha.
Leiam esse livro.

"As pessoas são peculiares. E as pessoas com dinheiro têm a liberdade de ser tão peculiares quanto quiserem."
Andressa 21/08/2021minha estante
O seu comentário me instigou a querer ler, já vou procurar o ebook. Obrigada!


lu!za 21/08/2021minha estante
aaaaa obrigada eu ?




Lalauvirtuall 16/10/2020

Incrível e favoritado!
Gente que livro é esse!!! Pena que os outros dois ainda não foram publicados no Brasil, pois já estou super curiosa para saber o que vai acontecer e todas as outras explicações que eu preciso para dormir em paz!
Muito fora da casinha e achei genial toda a estrutura e o clima que o livro te coloca! O autor é meio descritivo, então pra quem não gosta pode acabar cansando um pouco, mas vale a pena.
comentários(0)comente



Uvaverde 27/07/2020

Estranhamente perfeito!
Esse foi o livro mais estranho que já li! Estranho, diferente, bem melancólico, com um ritmo acelerado, e, acima de tudo, incrível!

Tudo na história está interligado. Tudo.

Tem um capítulo que se chama "As coisas não são o que parecem", e, realmente! Fiquei muito, muito surpresa com o "final"!!
"Final" porque há continuação em mais dois livros porém não foram traduzidos... :(

Se você quer ter uma ideia sobre o que é a Heap House, tem um trecho no livro que é assim (narrado pelo personagem principal, Clod Iremonger) :
... "Vi finalmente que Heap House, nossa mansão, fora construída não com tijolos e argamassa, mas com frio e dor. Aquele palácio era feito de maldade, de pensamentos negros, de dores e gritos e suor e saliva. As lágrimas de outras pessoas estavam impressas no papel que recobria nossas paredes." ...

Amei o livro!
Pato Leitor 29/07/2020minha estante
Parece ser bom!! :D


Uvaverde 29/07/2020minha estante
É muito bom, me surpreendeu!


Pato Leitor 29/07/2020minha estante
Hehehe \(^-^)/




Lia Gabriele 10/04/2021

Sou adulto: devo ler este livro?
Se você cresceu apaixonado por histórias de mistério, sim, pelamordedeus, sim!

Meu primeiro livro inesquecível foi "O Caso Da Borboleta Atíria", da impagável coleção Vagalume. Dessa leitura, me lembro de um clima sombrio e bastante pesado para uma pimpolha de menos de dez anos de idade.

"O segredo de Heap House" pode ter sido escrito para crianças e jovens, mas com certeza traz de volta velhas emoções que os adultos esconderam debaixo da cama há muito tempo.

Com cenas fortes para o público ao qual se destina, Edward Carey nos encanta com sua criatividade extraordinária, diverte com personagens originais e assombra com uma metáfora sinistra para representar a eterna luta de classes.

Um livro para ser devorado enquanto a gente presta uma homenagem para a criança imaginativa que fomos. E que voltamos a ser pelo menos durante a leitura.
comentários(0)comente



Mands 03/03/2021

Excêntrico e Peculiar
Gente que livro foi esse ?!!

Finalmente consegui ler algo diferente e fora do padrão esse ano . A história tem um ambiente cinza e mórbido , objetos inúteis que na maioria das vezes são tratados como ouro e uma familia altamente excêntrica.

Os personagens principais são incríveis a sua maneira, os diálogos bem elaborados e o livro consegue nos explicar de forma direta como tudo funciona nesse mundo .

Quando comecei a ler o livro já imaginei um filme feito Tim Burton . O autor consegue manter a faixa etaria para infanto - juvenil e mostrar uma carga sombria ao mesmo tempo .

É uma pena que a editora não continuou a série porque realmente é muito boa . Eu aconselho a ler esse livro sem saber muito da sinopse porque garanto que não vai se arrepender.
comentários(0)comente



Amanda 23/08/2020

Esse foi o livro mais estranho, bizarro e fofo que já li.

E eu realmente não esperava por esse final e como tudo estava interligado, adorei
comentários(0)comente



Dri - @leiturainsone 04/02/2021

Livraço
Se você gosta muito das histórias de Neil Gaiman, vai amar esse livro! Uma história com personagens únicos e que se passa numa Londres fantástica.
Comecei a leitura muito despretensiosamente e me apaixonei! E olha que eu não sou lá muito fã de fantasias...
O livro é narrado sob a perspectiva de dois personagens diversos: um nobre e uma criada. De início, essa divisão de narrativa pode dar uma confundida, mas logo pegamos o ritmo. Essa não é daquelas histórias que vão explicando tim tim por tim tim o que é cada coisa, você vai descobrindo ao longo do caminho e quando percebe, está completamente envolvida com a trama e o final é surpreendente.

Fiquei com gosto de quero mais e soube que esse é o primeiro de uma trilogia. Pena que não tem qualquer indício de que teremos a publicação da continuação aqui no Brasil... Mas vale muito a pena a leitura, a história é bem fechada mesmo sendo parte de uma trilogia.
comentários(0)comente



Teppei 21/04/2021

Ridiculamente fascinante.
Que livro meus amigos, que livro. Imagine um lugar inóspito e cheio de aventuras com pessoas medonhas e ranzinzas e, um grande romance...
comentários(0)comente



Elo 14/04/2020

De fato essa foi uma das histórias mais peculiares que eu já li! Adorei!
comentários(0)comente



Gioh 17/06/2021

Um livro, outro mundo
A narrativa conta a estória da estranha família Iremonger, um clã poderoso por seus chamados "Cúmulos", uma espécie de lixão e onde os integrantes residem. A família tem alguns costumes diferentes que ao longo do livro são colocados em evidência, como por exemplo os objetos de nascença recebidos por cada um ao nascer e as divisões hierárquicas acerca da genealogia dos presentes na Heap House.
O desenvolvimento do conto é centrado principalmente em Clod Iremonger, um nomeado "sangue-puro" que consegue ouvir o nome dos objetos de nascença, e Lucy Pennant, a mestiça que, por obra do destino, é convocada a trabalhar em Heap House.
A obra é completamente diferente e peculiar, com uma leitura simples e descritiva consegue levar o leitor a um mundo extremamente diferente e curioso, contando ainda com várias ilustrações que enriquecem ainda mais esse universo criado pelo autor.
comentários(0)comente



Laryssa Barros 25/09/2020

Uma grata surpresa
Embarquei nesse livro sem ter nenhuma pista sobre o rumo que a história tomaria, e a cada capítulo eu era surpreendida com a originalidade desse universo criado pelo autor. Uma história peculiar com personagens carismáticos, uma história sobre família, identidade, com certeza entrou na minha lista de livros preferidos.
comentários(0)comente



Juliana @julianaaf 24/08/2020

Com personagens bem peculiares, excêntricos e sombrios, Heap House me deixou completamente fascinada e intrigada.

Uma história divertida e repleta de detalhes, que pode te deixar completamente perdido no início, mas que logo entra nos eixos.
Clod e Lucy são aventureiros e personagens que deixam os leitores apegados.

O único problema que encontrei, é que os outros livros que fazem parte das Crônicas da Família Iremonger, ainda não foram traduzidos, mas fica a esperança.
comentários(0)comente



Cheiro de Livro 29/06/2017

O Segredo de Heap House
Eu sou aquela pessoa tão fã de Desventuras em Série que se você me indicar um livro dizendo que lembra vagamente o trabalho de Lemony Snicket eu já tô lendo dentro da livraria, e foi isso que me atraiu em “O Segredo de Heap House”. Não precisei nem ler a sinopse, quando vi na capa a frase: “Uma encantadora mistura de Charles Dickens com Lemony Snicket”, não pude resistir. O romance de Edward Carey não decepcionou. Misterioso, original e com um toque de bizarro, O Segredo de Heap House lembra sim um tanto as histórias dos irmãos Baudelaire, e as ilustrações do autor parecem prontas para estrelar um filme de Tim Burton. Daqueles em que uma surpresa te aguarda em cada página, a história é muito original e fluída, daquelas que você começa sem sentir e termina querendo mais.

No livro acompanhamos a história de Clod, um jovem rapaz de 15 anos que vive nos “Cúmulos”, um lugar bastante distante de Londres, onde diversos objetos são descartados. Clod faz parte de uma família muito rica chamada Iremonger, e mora com ela na “Heap House”, um aglomerado de construções e cômodos que formam um castelo meio bizarro, repleto de objetos inúteis e artefatos despejados, cercado por um enorme labirinto de lixo. Nesta mansão todos os moradores recebem um objeto ao nascer, e pode ser qualquer coisa, mas qualquer coisa mesmo. Clod ganha um tampão de ralos, que usa como se fosse um relógio de bolso. Até aí tudo dentro da normalidade de ser um Iremonger, o que é “estranho” é que Cloud consegue ouvir os objetos de todos e eles estão falando uns nomes, algo que ele não entende. Guardar um tampão de ralos no bolso, ok, mas daí a ele começar a falar, aí já passou dos limites.

E por falar em limites, Heap House é uma construção é tão complexa, confusa e até perigosa, que quem tenta sair de Heap House pelos Cúmulos invariavelmente morre. A única forma de se chegar ou sair é pelo trem do subsolo. E falando em subsolo, um dos aspectos mais importantes da construção é que ela é dividida em duas partes, aquela visível, na superfície, onde ficam os Iremongers “puros”, como Clod, e a parte encoberta, abaixo da terra, que é onde moram os Iremongers mestiços, que trabalham como serviçais de seus parentes “superiores”.

E é aí que entra outra personagem tão importante quanto Clod: Lucy Pennant. Lucy é uma menina órfã, parente distante dos Iremonger, que é levada para Heap House para servir seus familiares. As diferenças de tratamento são nítidas, uma parte da família é repleta de confortos, enquanto a outra não possui nem acesso a luz do Sol. De personalidade crítica e temperamento forte, Lucy não se contenta em ser só mais uma Iremonger serviçal, e ela e Clod serão peças chave para descobrirmos “O Segredo de Heap House”.

A narrativa, que é feita sempre em primeira pessoa, hora por Clod, hora por Lucy, e pontualmente por outros personagens, é cativante e bastante envolvente, apesar do tom sinistro. Vai evoluindo de uma apresentação deste mundo estranho para uma narrativa misteriosa e repleta de momentos de pura aventura. O final é daqueles realmente surpreendentes, que te deixam com vontade de sair correndo para comprar a próxima edição. O livro, que faz parte da trilogia “Crônicas da Família Iremonger”, é daqueles que conquista tanto, que dá vontade e reler enquanto o próximo não vem. Mais um para a lista dos “literatura para jovens é coisa de adultos sim”.

site: http://cheirodelivro.com/o-segredo-de-heap-house/
comentários(0)comente



28 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR