A Poção Secreta

A Poção Secreta Amy Alward




Resenhas - A Poção Secreta


91 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Laís Anulino @livrosdalais 13/06/2020

Levinho e cheio de aventura
Um reino moderno, onde a sociedade é dividida entre "talentosos" (quem tem poderes mágicos) e "comuns".

Sam é uma comum que vem de uma tradicional família de alquimistas. Tudo o que ela deseja é fazer a loja da família voltar a prosperar, mas com tantas substâncias modernas no mercado, poucas pessoas procuram seus serviços.

Quando a Princesa do reino toma uma poção do amor por acidente e se apaixona por si mesma, coloca todos em grande perigo, assim, o Rei convoca uma Caçada Selvagem para encontrarem a cura.
Isso é tudo o que Sam precisa para trazer o reconhecimento de volta ao nome da família e dos alquimistas.

Essa é uma ótima fantasia para quem quer iniciar nesse gênero. Com uma escrita leve e fluida, a autora nos conduz por uma história bastante criativa e de fácil entendimento.

Amei embarcar nessa história cheia de aventura e morri de rir com a princesa apaixonada por si mesma (sério gente, era uma loucura kkkk).

O romance é bem estilo filme adolescente da Disney, então não esperem um drama muito complexo, mas garanto que é fofo.

Esse é um livro que tem início, meio e fim, então ainda não sei o que esperar dos próximos, mas estou muito curiosa.

Ahhh, e se você está de ressaca literária, essa é uma ótima opção de leitura para te salvar dela.
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 14/07/2017

Resenha: A Poção Secreta
A Poção Secreta é o primeiro livro da trilogia O Diário de Um Garota Alquimista, da Amy Alward. Publicado no Brasil recentemente (e cedido para resenha por parceria) pela editora Jangada.

A história acompanha Sam Kemi, que é a aprendiz de alquimista do seu avô. Ela vive em Nova, um reino com uma monarquia parlamentar e muito parecido com o nosso, com exceção da magia e dos seres místicos que existem por ali.

Outrora os Kemi foram grandes alquimistas, a serviço da família real e com um grande respeito da comunidade novaense. Mas isso foi antes da última Caçada Selvagem -- uma espécie de competição entre os alquimistas do reino, que é convocada quando a vida de um membro da família real corre perigo e precisa de uma poção para sobreviver. Na última Caçada a bisavó de Sam sofreu um revés e quem levou o prêmio foi um poção feita com ingredientes sintéticos. Desde então, as grandes farmácias tem feito muito dinheiro com suas poções sintéticas -- e mais baratas -- levando os alquimistas naturais a fecharem suas portas.

Quando a princesa de Nova é envenenada por uma poção de amor, uma nova Caçada é convocada e Sam vê nela uma chance para redimir sua família e conseguir dinheiro o suficiente para arrumar a loja e garantir o futuro da irmã. Sam cresceu ouvindo que tinha recebido o dom dos Kemi para poções e agora é a hora de provar que sua família sabe muito bem o que faz.

Um dos pontos fortes da história, para mim, é justamente a história com os alquimistas e a Caçada Selvagem, o fato de ser um mundo mágico e não cair no clichê de era medieval. É bem legal como tudo funciona e a Amy conseguiu explicar todo o mundo sem ficar cansativo, repetitivo ou informação solta no ar.

"Tem algumas coisas que são tão fortes quanto -- não -- mais fortes ainda do que uma poção de amor. Como a coisa real."

Toda a parte que envolve a Caçada Selvagem é outro ponto extremamente positivo, toda a aventura e o desbravamento de novos lugares dentro do mundo criado pela Amy é empolgante e um ar novo nos YA's sobrenaturais que estamos acostumados. Existe um foco bem grande na caçada, na conquista e no descobrimento dos ingredientes que completam a poção é empolgante e cria uma dinâmica legal na história.

Meu único problema -- se é que pode chamar assim -- foi com o interesse romântico. Tinha muita coisa acontecendo na história, com a Caçada Selvagem e a Sam aprendendo a confiar em si mesma, com toda a aventura nas buscas e as viagens e a imersão nesse mundo fantástico, não tinha tempo suficiente para desenvolver um relacionamento amoroso, o que deixou todo o arco muito forçado.

Sem contar que o Zain é personagem chatooooooooo. Pela Deusa, cada vez que ele aparecia eu rolava os olhos. É o tipo de personagem feito para você gostar, todo bonitão e perfeitinho e só a Deusa sabe porque ele quer a Sam. Até quando ele comete erros, não precisa pedir desculpas. Tá tudo certo porque ele é a crush universal. A única parte boa de tudo isso é que ele aparece pouco, ai a gente precisa aguentar pouco disso.

"E poções do amor nem são sobre amor, né? São sobre a ilusão disso: a fantasia. Elas são sobre a luxúria, a paixão. Eu vi amor de verdade. (...) É sobre duas pessoas concordando em enfrentarem o mundo -- juntos, não importa os desafios. É sobre respeito. É pessoal."

Além do Zain, achei completamente desnecessário os capítulos pelo ponto de vista da princesa Evelyn. Não acrescentaram nada a história -- a não ser o primeiro deles -- e parecia que só estava lá enchendo linguiça e ocupando espaço na história. No final, ela poderia ter sido mais curta se tivesse nos poupado disso.

O final do livro é um pouco previsível, mas não deixa de ser ótimo ver como todas as pontas se amarram e ver aqueles personagens que a gente queria poder estapear levando um tapa metafórico na cara!

Em um apanhado geral, A Poção Secreta é um livro empolgante, com uma história diferente da que estamos acostumados a ver nas prateleiras por aí. Uma ótima leitura para passar o tempo e, de quebra, conhecer alguns personagens muito legais -- tô olhando para vocês, Kristy e Anita!
comentários(0)comente



Lua | @lualiterato 29/04/2020

#ResenhaLiterato A POÇÃO SECRETA | @editorajangada | @amymccullochbooks
"Tudo o que podemos fazer é continuar estudando o nosso ofício para que nosso conhecimento não esteja morto e enterrado quando o mundo finalmente recuperar a razão."

Tudo começa quando a Princesa Evelyn, do Reino de Nova, toma acidentalmente uma poção do amor e se apaixona por si mesma após ver o seu reflexo no espelho. Cientes do perigo que isso pode significar para toda a população, o rei e a rainha organizam então a famosa (e quase esquecida) Caçada Selvagem, com o objetivo de que seja encontrado o antídoto capaz de curar a Princesa.

Samantha Kemi não possui poderes mágicos. Mas seu talento para poções vem desde gerações mais antigas, quando o sobrenome Kemi ainda era bastante conhecido e famoso por isso. Ela acredita que a Caçada Selvagem é a chance de relembrar a todos o poder dos Kemi na fabricação de poções.

Em meio a perigos, competição com seus maiores rivais e uma busca super arriscada, Sam precisa agora se esforçar para achar a cura para a Princesa antes de qualquer pessoa. Caso contrário, todo o Reino de Nova estará em grande perigo…
⠀⠀
A Poção Secreta trata-se de uma fantasia infantojuvenil deliciosa de se ler. Com uma linguagem fluida, capítulos curtos e uma diagramação muito bem feita, este livro é um daqueles que possui alguns plots “leves”, sem tanto impacto, mas que fisga o leitor a ler até o final.

Com personagens bem construídos, um romance adolescente fofo e com algumas surpresinhas reveladas durante a leitura, “A Poção Secreta” é uma obra incrível, criativa e romântica, perfeita para quem gosta de fantasias leves. Além disso, os momentos e descrições das poções me deixaram bastante nostálgica, pois me fizeram relembrar os experimentos que fiz durante a graduação, o que trouxe uma sensação gostosa após a leitura.
comentários(0)comente



Jujuba 27/02/2020

Que livro mais emocionante. Leiam. Percam o ar,assim como eu,em alguns momentos. So leiam. Voces nao vao se arrepender. Boa leitura!
comentários(0)comente



Sgt_Pm_Jamis 10/02/2020

Fantasia
Um livro de fantasia que trás no seu contexto verdades importantes. U.a delas é a verdade de que não devemos desistir diante das dificuldades.
comentários(0)comente



Amanda 17/04/2020

Leitura gostosa
O livro cumpre o que promete entregar. Não é uma aventura extremamente elaborada ou de tirar o fôlego, mas é uma leitura gostosa, que cumpre muito bem o que se propõe a fazer e nos entretém do início ao fim. Possui uma escrita cativante, personagens críveis e relacionáveis e o romance é bem construído, da para se apaixonar junto.
Terminei ansiosa para ler os próximos e viver mais tempo nesse mundo.
comentários(0)comente



Kelita.Angelo 14/05/2020

Uma leitura leve, engraçada e apaixonante
Quando faço minhas leituras, sempre leio um livro difícil e um leve para ter um equilíbrio e ter escolhido esta história foi a melhor decisão que fiz no último mês.
Acompanhamos uma personagem determinada, forte, inteligente e não uma protagonista que se diminui a todo momento. Sua família e amigos são sensacionais e o vilão é o típico de fantasia infanto-juvenil.
Escolhi este livro por se referir a alquimistas (que faz parte da história da química - minha formação) e me lembrar Harry Potter, me surpreendendo com a fluidez e novidades a todo o momento. Existem momentos previsíveis, mas nada que tire a magia da história.
"A magia faz parte da nossa atmosfera, do ar que nos permite viver e respirar. Os segredos que estão aqui — ele aponta para o meu diário, onde acabei de registrar essa parte da receita — vale a pena proteger. Há mais magia nas prateleiras desta loja do que haverá em qualquer outro edifício moderno."
comentários(0)comente



Thay Freitas | Sankas Books 29/08/2018

Resenha: Em A Poção Secreta conheceremos a história de Samantha Kemi, que é uma aprendiz de alquimista na cidade de Nova, um lugar místico, onde as pessoas fazem uso de magia e nascem com talento ou não para elas. Os que nascem com algum talento são os chamados Talentosos.

No passado, os Kemi foram uma família de grande respeito na sociedade Novaense, por suas grandes poções, muitas delas de cura – que futuramente vieram a ser esquecidas e substituídas por compostos sintéticos, produzidos por grandes laboratórios sob o comando de uma família poderosa na cidade, a Zoroaster - inimigos número 1 da sua família.

Por outro lado, a Princesa Evelyn, figura importante na sociedade, acaba fazendo uma poção do amor para conquistar Zain e por descuido, ela mesma toma a toma e o que já é esperado acontece: Evelyn se apaixona por ela mesma e todo o Reino se mobiliza para consertar o que a Princesa fez, convocando todos os principais alquimistas para mais uma famosa Caçada Selvagem - agora para descobrir a cura para a Princesa.

Com o avanço dos sintéticos, muitos alquimistas foram à falência e Sam vê no novo acontecimento a sua chance de reerguer a loja de poções do seu avô e tornar o nome da sua família mais uma vez valorizado, utilizando do seu dom para criar poções.

Assim, para uma nova e grande aventura é dada a largada.

Continue lendo em: http://sankasbooks.blogspot.com/2018/08/resenha-pocao-secreta-amy-alward.html
comentários(0)comente



apropagandista 28/02/2020

Maravilhoso
🔮A Poção Secreta, de Amy Alward é um livro excepcional e divertido. Eu demorei para ler, porque acreditava ser um romance clichê ou algo do tipo, e no entanto, (fui trollada) me apaixonei por essa história.⠀

🍃No Reino de Nova, a magia existe, assim como a força da alquimia. O desejo da princesa em conquistar seu amor a fez acidentalmente tomar uma poção do amor, mas que a faz se apaixonar por si mesma.⠀

🔮Isso no entanto, pode ser a pior coisa a se fazer com uma princesa de poder incontrolável. Agora, os alquimistas mais famosos precisam ir atrás da fórmula perfeita para curar a princesa.⠀

🍃Entre eles, Samantha, uma jovem alquimista que herdou a alquimia de seus ancestrais, lidando com os ingredientes mais naturais em uma loja de poções antiga e com pouco renome.⠀

🔮Samantha é uma personagem forte e destemida, que mesmo sendo subjulgada, deseja ajudar a princesa. Em meio a aventura, precisa superar seus medos e se aventurar entre amores e desamores.⠀

🍃Eu indico essa leitura leve e maravilhosa a todos que curtem uma boa aventura mágica :)⠀
comentários(0)comente



Tamirez | @resenhandosonhos 30/07/2018

A Poção Secreta
A primeira coisa que me chamou a atenção para esse livro foi a fofura da capa! Mesmo pra mim que não leio tantos livros nesse estilo fiquei automaticamente curiosa. E o livro não decepcionou. A Poção Secreta traz uma aura bem contos de fadas com realeza, princesa “envenenada”, poções do amor e muita magia.

Além de ser um livro jovem, é também uma leitura divertidíssima. Há cenas hilárias, principalmente as que envolvem Evelyn apaixonada por si, conversando e se declarando para um espelho. Samantha também tem seu momentos e enquanto mistura suspense e aventura, também entretém o leitor com uma dose certeira de humor.

Samantha é uma personagem bem especial. Ela é astuta e inteligente, e sofre ao ver as condições da família. Ela também tem um grande dom para a alquimia, mesmo que as vezes se veja limitada pelo cenário ou pela situação onde seus dons são requeridos. O que ela deseja, do fundo do seu coração, é que sua família se reerga e que sua irmã possa ter a atenção que seus talentos merecem.

“Tudo em que posso pensar é na máquina registradora da loja que nunca mais toca. Os frascos vazios nas prateleiras que nunca são preenchidos. Os anos de míseras moedas economizadas, apenas para que Molly e eu possamos ter uma educação razoável. O meu avô me ensinou a ser uma Kemi orgulhosa, mas como é possível?”

Esse é um mundo dividido entre dois tipos de pessoas, os normais e os talentosos. Os normais são pessoas que nascem sem nenhum dom mágico e podem se dedicar a outras atividades, como por exemplo a alquimia. Já os talentosos tem magia, mas ela se desenvolve atrelada a um objeto de afinidade, e é preciso aperfeiçoa-la. Magia e alquimia não funcionam bem, logo um talentosos não podem exercer essa função.

Quando o Chifre a chama é como se uma porta se abrisse e ela visse do outro lado o que vencer poderia significar. E ela sabe muito bem que pode vencer, mesmo tendo que concorrer com a ZA Corp e com Zain, um jovem bonito e talentoso que já foi pego mais de uma vez com os olhos sobre Samantha. É aqui que o coração da jovem vai entrar em conflito, pois por mais que goste do rapaz, no fim do dia, ele é seu maior adversário e há mais águas ruins sob a história dessas duas famílias do que um primeiro olhar pode revelar.

Mas o que é que sempre temos em um conto de fadas? Sim, uma boa vilã. Emília Thoth é a irmã banida do Rei, que se aventurou em uma magia mais perigosa. Porém, contra todas as expectativas, o Chifre também a convoca. O que fica claro desde o início é que Emília pode não estar assim tão interessada que se descubra a fórmula dessa poção secreta, afinal, se a sobrinha morrer o trono acaba sobrando pra ela. Com isso a vilã vai atrapalhar os planos de todo mundo e se tornar uma perigosa ameaça.

A história é uma aventura mágica em busca de ingredientes que podem ser corretos ou não e que vai envolver confrontos interessantes com sereias, unicórnios e criaturas bem mais perigosas como o “pé grande”. Dentro da boa e tradicional fórmula dos contos de fadas tamos também surpresinhas que vão mudando o rumo da história e dando um diferencial ao livro. Tem um plot twist bem legal no finalzinho que faz surgir até um sorriso de satisfação.

“Um dia serei o mestre da Loja de Poções Kemi e não vou me dar por vencida sem lutar.”

Além dessa busca por consertar a princesa e devolver as coisas a sua ordem natural, esse é um livro sobre relações. A forma como Sam vê a família é muito bonita. Há um amor e uma compreensão muito forte entre eles, mesmo quando discordam em como agir. A jovem também tem bons amigos que vão aparecer por aqui e ressaltar a importância de manter tais relações. Zain parece o típico “príncipe encantado”, mas tem seus esqueletos escondidos também e, apesar de parecer ter grande relevância, é um personagem que serve muito mais para alavancar atitudes em Sam do que realmente interferir na trama.

Como já mencionei, achei essa capa linda e a diagramação está super bonitinha. Há divisões de pontos de vista variando entre Samantha e Evelyn, dando um panorama maior do que está acontecendo. Os capítulos são curtos, o que ajuda a leitura a ser super rapidinha e fluída.

A Poção Secreta é um livro divertido, mágico e com seu toque de romantismo. É uma ótima pedida pros fãs de contos de fadas ou pra quem quer uma história bacana e levinha pra descontrair. Sam é uma ótima protagonista e é praticamente impossível não torcer para que tenhamos o tão desejado final feliz.

site: http://resenhandosonhos.com/pocao-secreta-amy-alward/
comentários(0)comente



Kah 28/04/2020

A história é simples, previsível e fofa. Ver o crescimento da protagonista é ótimo e a descrição do mundo deles é maravilhosa, mas achei o romance dela fraco e forçado, e o Zain um típico cara sem defeitos, não senti nenhum apego por ele.
comentários(0)comente



Mirele 12/05/2020

Em busca de uma poção do amor
O livro é uma gracinha despretensiosa. Por ter uma pegada mais juvenil, obviamente pode te deixar querendo um pouco mais em alguns aspectos que seriam esperados de livros adultos. Mas essa não é a pegada da história e não o que a autora quer propor aqui. Uma leitura bem leve.
comentários(0)comente



Tarciana.Brito 26/03/2020

Quer se desprender da realidade um pouco? Bom esse é o livro
Um romance leve, que envolve fantasia e aventura fazendo você viajar na historia.
Alem de ser uma leitura fluida.
comentários(0)comente



Caverna 05/06/2017

Samantha Kemi é uma comum, com o dom da alquimia herdado de seu avô, Ostanes Kemi, que já havia sido um nome muito reconhecido no Reino de Nova. Já sua irmãzinha, Molly, herdou o Talento de sua mãe. Ela trabalha na botica de sua família, organizando e aprendendo sobre poções como aprendiz de seu avô. No entanto, as coisas na loja não andam bem, desde que a empresa ZoroAster ganhou (roubando) a última Caçada Selvagem com suas poções de sintéticos.

No mundo criado por Amy Alward, a magia, alquimia e a tecnologia andam lado-a-lado, fazendo com que o leitor possa imaginar esse mundo mágico dentro do seu próprio. A única diferença, é que a cidade de Nova ainda vive na monarquia, possuindo seus reis e princesa. E, claro, com o aniversário da Princesa Evelyn chegando, o reino todo está animado para a maior festa que já se viu.

Porém, algo começa a dar errado quando uma Caçada Selvagem é chamada pelo Chifre mágico que solicita a presença de todos os alquimistas importantes quando a vida de alguém da família real corre perigo. E, dessa vez, é a Princesa Evelyn: ela fez uma poção do amor para seu melhor amigo, Zain, mas a tomou sem querer e se apaixonou por si mesma, causando um grande alvoroço, já que a poção do amor é proibida há muito tempo, pelo conhecimento de quão perigosa pode ser.

Aqui as coisas começam a ficar interessantes, visto que o livro intercala o ponto de vista em primeira pessoa de Sam com alguns capítulos de Evie, que não está apaixonada por si mesma como Narciso, mas sim pelo seu próprio reflexo, como se fosse uma segunda pessoa! Mas já com dezoito anos, a princesa possui muitos poderes mágicos e, ao ser tomada por esse amor intenso e de pouca reciprocidade, começa a ter surtos de raiva com seus empregados e pais que parecem querer separá-la de Lyn, a linda garota do espelho. E, nesses surtos, ela destrói tudo em seu caminho.

Com não apenas a vida de Evie em jogo, mas também de todo o reino, Sam é uma das alquimistas convocadas pela Caçada. Incluindo sua melhor amiga, Anita, cujo pai também possui uma pequena loja de poções naturais, também sendo esmagada pelas grandes empresas de sintéticos. Mesmo com seu avô, cheio de rancor da Família Real, sendo contra a participação dos Kemi dessa caçada, Sam e Kirsty, a amiga Coletora da família, se inscrevem para ajudar a salvar a princesa e a levantar a reputação dos Kemi.

Sam se vê, então, saindo pela primeira vez dos livros e laboratórios e se aventurando em selvas, florestas, e locais onde a magia é muito mais forte e instável. Para piorar, há Emília, irmã exilada do Rei, cheia de ódio, rancor, querendo vingança e roubar o trono de sua sobrinha. Ela também foi convocada para a Caçada, visto que estava estudando Alquimia - sendo assim, ela começa a se colocar no caminho de todas as equipes, para que ninguém consiga encontrar o Espelho da Poção, a Cura, para que a princesa volte ao normal.

O livro possui ação do início ao fim. É infanto-juvenil, sim. Com um pequeno romance de plano de fundo, mas o foco nas aventuras que a personagem passa para conseguir os ingredientes para sua poção; correndo contra o tempo, contra os competidores, e fugindo de Emília. Sam é uma personagem que se mostra muito forte, batendo de frente às crenças de sua família ainda tradicional, se envolvendo com perigos para conseguir fazer sua poção e arriscando a vida por outros.

A escrita de Amy é leve, gostosa e dá vontade de ler o livro sem parar - uma delícia para quem quer uma pausa dos livros de distopia mais pesados, por exemplo. Apesar de ser uma série (com o último livro da trilogia sendo lançado esse ano na Inglaterra), o livro possui um final fechado, não se tornando aquelas séries onde nós necessariamente temos que ler a continuação. Isso me deixou muito feliz!

A Jangada acertou em cheio em manter a capa original da Inglaterra, ao invés de adotar a utilizada nos EUA ou Canadá. Inclusive, a tradução do título e série ficou muito melhor que a adaptação desses dois países. Originalmente, o livro foi lançado apenas como "The Potion Diaries", mas os EUA lançaram como MADLY - Potion Trilogy Series #1 e uma capa meio dark. Nada legal.

Há alguns erros de revisão - falta de palavras, coerência com plural, mas nada absurdo, nada que uma segunda edição não corrija. A diagramação está muito boa: página amarela, letras num tamanho bom e espaçadas, sem cansar os olhos. A única coisa que me chateou foi a finalização do livro, dá pra ver a cola em alguns momentos quando abrimos o livro e parece que está descolando.

Mas, de modo geral, a editora está de parabéns pela capa apaixonante, tradução ótima e o grande acerto no título e nome da série! Muito obrigada por nos proporcionar ótimos momentos com Sam em seu mundo cheio de Alquimia e Magia!

site: http://caverna-literaria.blogspot.com.br/2017/06/a-pocao-secreta.html
Hyun 29/04/2019minha estante
também notei esses errinhos de escrita e, por ter pego emprestado de uma amiga minha, fiquei morrendo de medo de ter estragado os livros! só depois que eu comecei a notar que não só o primeiro, como o segundo e terceiro volume estavam com o mesmo problema na lombada e dei uma relaxada




Aninha.Laureano 08/07/2020

Maravilhoso
Não dei cinco estrelas pois demorei a me apegar ao livro no início, as primeiras páginas foram meio chatas pra mim, mas com o início da aventura eu me apaixonei pela história e por Samantha, cada momento de descoberta dela era mágico pra mim, amei esse cenário de magia e as explicações mágicas sobre coisas básicas como café até coisas mais cosmicas no final do livro só me deixou com mais vontade de ler as continuações e ser uma alquimista kkk.
comentários(0)comente



91 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7