Lua Vermelha

Lua Vermelha Miranda Gray




Resenhas - Lua Vermelha


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Karol 29/12/2018

Sagrado Feminino
Lua Vermelha é o livro certo para quem deseja iniciar o estudo do Sagrado Feminino. Nele, Miranda Gray explora com sabedoria um tema considerado de tão pouca importância no mundo contemporâneo: a menstruação.
Nos remetendo a simbologia de contos e mitos, traz arquétipos, talvez nunca antes percebidos por nós, sobre esta condição nas histórias que conhecemos.
Propõe o resgate da sabedoria interna existente em cada mulher e apresenta exercícios maravilhosos que, ao fazerem uso, estarão reconciliando a relação com seu ciclo e ressignificando o que é menstruar.
comentários(0)comente



Amanda 29/06/2017

Uma indicação pra quem sempre me pergunta sobre livros relacionado a psicologia feminina, ao padrões cíclicos da mulher, sua conexão com a natureza... Este é da Miranda Gray, que ficou conhecida por ter criado a Benção do útero.. (Não é relacionado apenas a fertilidade do sentido literal, mas a fertilidade e gestão de ideias e da própria criatividade feminina). Sério, é um dos livros mais fáceis e incríveis que eu já li sobre o feminino. Dá pra ver pelo tanto de marcação que eu fiz nele, né? Totalmente grifado de tanta citação incrível. O livro começa com ela explicando sobre a vida profissional (ela é ilustradora), e notou que o seu fluxo criativo variava de acordo com o período do mês. Em um certo período era mais sério e metódico (o que seus clientes sempre aprovavam) e eu em outro período completamente orgânico e despretensioso (que a maioria dos clientes não entendia rs). Então ela foi estudar e pesquisar para encontrar esses padrões de criatividade fazendo relação com o seu ciclo menstrual. Se a Lua influencia no plantio e nas marés, como pode ela não nós influenciar? Pra começar ela nos apresenta um conto de uma garota na primeira menarca, onde ela sonha com todas as Deusas e elas vão apresentando-se e explicando como elas iram se mostrar ao decorrer da vida da garota... A deusa da árvore, a deusa branca e vermelha, Artémis, Atenas... Mesmo pra quem não tem uma veia pagã, faz muito sentido ver os arquétipos femininos e fases explicados através destas deusas. Ave maria, é incrível... E eu fiquei super emocionada porque ela descreve incrivelmente esse sonho e você se sente envolvida por essa aurea mágica.. Depois disso ela vai explicando várias coisas mitológicas e relacionadas ao feminino de uma forma muito prática. A deusa escura, a árvore do útero, animais e sonhos lunares, etc. Ela também explica alguns contos antigos que ela chama de contos menstruais (que trazem essa temática sem que a gente note). Só que ela explica de uma forma simples e rápida, sem muita enrolação que nem no Mulheres q correm com os lobos.. hehe. As vezes eu acho que ela repete muito a mesma coisa, rs. (a clarissa). Ela explica o que está nas entrelinhas do conto de Adão e Eva , e também sobre o Graal (!!!). O livro é simples, mas bem completo. Traz também vários exercícios ao final de cada tópico, desde sobre liberação de energias criativas, autocura, até como construir uma mandala lunar menstrual para um estudo pessoal aprofundado.
comentários(0)comente



2 encontrados | exibindo 1 a 2