Poemas do Fim do Mundo

Poemas do Fim do Mundo Eriberto Henrique




Resenhas - Poemas do Fim do Mundo


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Suka 22/09/2017

Para quem gosta de poesia é um ótimo livro, o autor é pernambucano, mas precisamente do meu município e eu não o conhecia (que absurdo!), mas adorei ler os poemas dele.
Leitura leve, fluída, reflexiva, descontraída. O livro Poemas do fim do mundo trará em torno de 50 poesias e poemas, tive as minhas preferidas e que me identifiquei.
Mas não vá pensando que o livro trará poesias sobre o fim do mundo, os poemas são diversificados, que nos fazem refletir sobre inícios de novos ciclos em nossas vidas.

site: www.suka-p.blogspot.com
comentários(0)comente



Suka 22/09/2017

Para quem gosta de poesia é um ótimo livro, o autor é pernambucano, mas precisamente do meu município e eu não o conhecia (que absurdo!), mas adorei ler os poemas dele.
Leitura leve, fluída, reflexiva, descontraída. O livro Poemas do fim do mundo trará em torno de 50 poesias e poemas, tive as minhas preferidas e que me identifiquei.
Mas não vá pensando que o livro trará poesias sobre o fim do mundo, os poemas são diversificados, que nos fazem refletir sobre inícios de novos ciclos em nossas vidas.

site: www.suka-p.blogspot.com
comentários(0)comente



Jenny 02/09/2017

[ RESENHA ] Poemas do Fim do Mundo
Uma ideia que teve início por conta de uma brincadeira sobre o Fim do Mundo, mas que foi ganhando forma e como consequência a tudo isso, Eriberto Henrique concluíra um lindo livro de poemas que seria como uma reflexão sobre si mesmo e as pessoas que cruzamos e convivemos ao longo da nossa vida. Com o objetivo de fazer com que o leitor conclua uma viagem para o seu próprio corpo, alma e mente.

Com isso, vêm as seguintes perguntas: O que você faria se soubesse que o mundo fosse acabar? Você se sentiria realizado com tudo que você possui ou fez? Ou sentiria que ainda havia coisas que você gostaria de fazer, mas o medo o impediu de concluir?

Poemas que falam sobre a infância, sonhos, sentimentos e sensações que não são mais os mesmos. Antigas paixões e o arrependimento de não ter feito o bastante, dias e momentos simples com boas recordações, mas que, infelizmente, não voltam mais. Coisas belas da vida que não paramos para apreciar como contemplar o nascer do sol, a natureza em sua plenitude, uma amizade, um amor.

Ou seja, não possuímos mais aquela alegria diante de coisas pequenas da vida e que às vezes não reparamos, pois estamos muito ocupados com nossas obrigações com o trabalho, estudo. Estamos sempre com pressa e não damos a devida atenção ao que realmente importa. Ficamos sobrecarregados depois de um dia cheio e esquecemos de aproveitar os momentos únicos que não voltarão mais. Será que o tempo é realmente curto e os problemas não possuem soluções?

Através dessa obra, podemos refletir sobre nossas ações e o real sentido da vida, qual será o valor disso tudo? E é claro, nos apaixonar por esses poemas belíssimos e fascinantes!

"Uma Chance: Eu cresci te esperando no jardim de minha casa,Sonhando com uma paixão que queimasse como brasa,Buscando uma rima rara para os poemas que te escrevia,A cada estação, as papoulas desabrochavam,
Os jasmins a essência do perfume exalavam E a esperança de ter seus beijos eu expressava em poesia.
Diante da lua eu ficava no quintal,Misturando alegremente consoante com vogal,Iluminado pelo brilho da estrela preferida.Em minhas orações eu pedia a Deus,A possibilidade de lhe dar os carinhos meus E ser feliz ao teu lado pelo resto da minha vida.
O calor do verão e o frio do inverno,O vento forte do outono e o poema pós- moderno,O colorido da primavera e o céu estrelado.A espera da chance de te encontrar,De pegar na tua mão e a ponte atravessar,De dizer eu te amo e acordar ao teu lado.
Eriberto Henrique, Jaboatão, PE, 06 de dezembro de 2012."

Essa obra foi algo realmente surpreendente, pois me fez repensar todos os meus atos e no quê eu estava dando mais importância em minha vida. A edição está incrível, com um título e uma imagem que chamou a minha atenção logo de cara e me deixara ansiosa para conferir essa obra.

Foi uma leitura maravilhosa, pois através de uma escrita fluída e envolvente, o autor consegue nos emocionar e ao mesmo tempo nos fazer refletir sobre nossas atitudes, no quanto mudamos ao longo dos anos. E se realmente estamos felizes com nós mesmos, com o nosso modo de agir e se temos dado importância as pessoas à nossa volta. Com temas muito interessantes e significativos, cada texto possui um registro com datas em que foram escritas, fiquei encantada com essa obra e me identifiquei bastante com muitos poemas haha. Vale à pena conferir!



site: http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2017/08/resenha-poemas-do-fim-do-mundo.html
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3