A Condição Humana

A Condição Humana Hannah Arendt




Resenhas - A Condição Humana


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Cibele 05/12/2010

A condição Humana
O livro A condição Humana, de Hannah Arendt, como ela mesma coloca, é uma tentativa de reconsideração da condição humana, sugerindo, apenas, que se pense o que estamos fazendo. E a partir esta idéia, ela trabalha nas atividades da condição humana, que é de alcance de todos: o trabalho, a obra e a ação, que ela denomina de vita activa.
O trabalho é a atividade pertinente ao processo biológico do corpo humano, do qual a sua condição humana de trabalho é a própria vida; a obra, diz respeito a atividades de não-naturalidade, é a produção do mundo “artificial” das coisas, onde sua condição humana é a mundanidade; e a ação é a atividade que se dá entre os homens e sua condição humana é a pluralidade.
As três atividades, relacionam-se à condição mais geral da existência humana que é o nascimento e a morte, a natalidade e a mortalidade. Dessa forma o trabalho garante a vida da espécie; a obra, por meio do produto, permite a permanecia e a durabilidade do tempo humano; e a ação causa a condição de lembrança para a historia.
Não se trata de uma leitura cartesiana, pois a autora em cada capitulo retoma temas anteriores. Bem como não segue idéias lineares, visto que ela vai e volta aos temas históricos e filosófico, desde a grécia até a modernidade.
É uma ótima leitura para quem se interesse pelo tema dos "assuntos humanos"...


tadeu vinicius 09/08/2011

presente devolvido
Darlan / Shaka Zulu, depois de achar que o livro era dele por mto tempo, me devolveu
Junior 12/11/2012minha estante
Excelente resenha.




Cristian 09/11/2014

O Advento do Social
Livro notável e com muitos insights interessantes. Uma das teses centrais nesse livro que chama atenção é a tese do Advento do Social. A tese do Advento do Social, de Hannah Arendt, é basicamente a tese de que o surgimento do Social, do modo como entendemos hoje, tem sua origem remontando ao âmbito doméstico, do Lar, do espaço privado onde a família cuidava de sua subsistência e era organizada principalmente na figura centralizadora do pater familias (o "pai de família"). Essa origem da ordem do privado, e a palavra de origem latina referindo-se exatamente a isso (privatus, -i), como alguém que estava privado da dimensão pública, política, da participação nas discussões da pólis.
comentários(0)comente



Amanda 05/11/2018

Vita Activa
Hannah Arendt em sua obra “ A Condição Humana”, ao utilizar a expressão Vita Activa, pretendeu designar três atividades humanas fundamentais. São elas as seguintes: trabalho, obra e ação. Segundo a autora, são consideradas fundamentais porque cada uma delas corresponde uma das condições básicas sob as quais a vida foi dada ao homem na Terra. Todas as três atividades e suas condições correspondentes estão intimamente relacionadas com a condição mais geral da existência humana: o nascimento e a morte, a natalidade e mortalidade. Arendt explora detalhadamente tais atividades ao longo do livro.
comentários(0)comente



Daniel.Simoes 16/01/2019

Um livro fundamental de filosofia do séxulo XX. Arendt procura explicar como nós vivemos a partir da distinção entre trabalho, obra e ação. A introdução de Adriano Correia é excelente como resumo das ideias da pensadora. O dois últimos tópicos do penúltimo capítulo são muito bons também.
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5