Superman: Entre a Foice e o Martelo

Superman: Entre a Foice e o Martelo Mark Millar...




Resenhas - Superman: Entre a Foice e o Martelo


32 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Paulo 24/07/2020

Uma ótima história alternativa do Superman!
Imagine se a nave que transportava o Superman bebê tivesse caído na Rússia nos tempos da união soviética ao invés dos Estados Unidos capitalista, qual rumo a terra teria tomado?
Através dessa ideia simples o autor consegui entreter o leitor e conduzi-lo em um universo reimaginado de forma muito competente. Mesmo se tratado de um tema político o escritor não traz um material enviesado e não tenta nos vender um ideal político. Pelo contrário, de forma inteligente e concisa ele construiu uma história inteligente e imparcial que faz críticas a ambos os lados antagônicos dentro do enredo.
O que achei mais interessante na história foi a forma como os personagens foram apresentados, como um grande fã da DC comics foi maravilhoso ver o universo dos heróis que eu tenho muito carinho reimaginados e duelando para decidir o destino da hegemonia global. Ver por exemplo o Superman e a Mulher Maravilha comunistas, um Batman anarquista, a tropa de lanternas verdes a serviço de uma única nação e o mais icônico personagem da revista, Lex Luthor lutando pelos ideias de liberdade da América do Norte. Por causa da descomunal força e poderes do Superman, ele instaura um regime comunista sobre quase todo o planeta, somente os Estados Unidos se mantem firmes ao seus ideais de liberdade e capitalismo ao lado do seu líder maior Lex Luthor. Um confronto entre as duas nações EUA x URSS é iminente, que repercussão esses fatos trarão para a humanidade? Isso o leitor vai ter que descobrir lendo a revista, mas de uma coisa eu que li tenho certeza, o final do gibi é surpreendente!
A história também traz a tona várias questões interessantes, mas as que me chamaram mais atenção foi a indagação: Seria melhor deixar o destino das pessoas nas mão invisíveis do estado, controlando todas as suas ações ou deixa-las livres para escolher como viveram suas vidas?
A edição da Panini é dívida em três partes e ao final do último capítulo ela nos brinda com uma galeria de material extra que aborda os esboços do personagens e as ideias do desenhista principal da revista. Entre a foice e o martelo é um obra prima, com certeza entrou no meu hall de melhores histórias em quadrinhos, ela nos presenteia com um ótimo roteiro e uma arte magnifica, eu vibrei com os traço e cores dos artista por traz dos desenhos, tudo ficou muito bonito!
comentários(0)comente



Ana 08/04/2020

Superman comunista: melhor Superman
comentários(0)comente



Nadine Hoffmann 07/07/2020

Coloquei expectativa demais
@renan.up80 07/07/2020minha estante
Eu aí




Israel 04/02/2018

Premissa interessante porém execução fraca. Chega a se tornar uma história "elseworld" Tão comum e arrastada que poderia ter sido bem mais desenvolvida. A presença da liga da justiça sendo transformada em acéfalos a serviço do grande Luthor me causou repulsa.
Enfim, Mark Millar concebeu uma história fantástica mas não a desenvolveu bem. A arte Também não empolga muito. Bem decepcionante.
comentários(0)comente



nazavagli 26/04/2020

O roteiro é bem a ideia estadounidense e imperialista sobre o comunismo, nenhuma surpresa até aí, no entanto, o final é surpreendente. A estética dos uniformes do Super Homem e da Mulher Maravilha ficou ótima. Vale a pena se divertir!
comentários(0)comente



Andre.Vieira 01/06/2020

Esperava um pouco mais dessa hq
Não me entendam mal, é que ouvia tanto dessa hq que eu pensava que fosse algo nível All-Star Superman, mas é apenas uma boa hq, 3 estrelas pra ela está ótima, apesar de reconhecer que o final foi muito legal.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fabíola Costa 11/10/2019

Bebeu em águas orwellianas.
"Aqueles que sacrificam sua liberdade por segurança acabam sempre descobrindo que terminaram sem nenhuma das duas"-Benjamin Franklin.
comentários(0)comente



Pandora 09/05/2018

Surpreendente! Uma HQ com densidade dramática, não se esgota em uma primeira leitura, com um roteiro surpreendentemente redondo. Mark Millar condensou em seu mundo distópico inúmeros elementos canônicos do universo DC: o conflito com o Batman, a Tropa dos Lanternas Verdes, Lex Luthor como agonista genial, Lois Lane, Planeta Diário, Brainiac, as boas intensões do Superman (mesmo quando ele se torna um ditador nunca é com má intensão haha).
.
Por outro lado, se Mark Millar em um especialista nas peculiaridades do Universo DC e consegue transpor isso para a HQ com primor, densidade e uma imensa capacidade de fazer com que as peças se encaixem.

Ele passa longe de conseguir diferenciar capitalismo e socialismo, embora ele não deixe de apontar que em sociedades capitalista há crianças dormindo na rua, não vai muito longe. E parece que para ele o Comunismo é pouco mais que um regime de governo autoritário que deduz desigualdades na base da violência e considera liberdades individuais como um capricho desnecessário.

Bem... Bem... Bem... Todos sabemos que o capitalismo não é bem algo que possa apontar o dedo no assunto LIBERDADES INDIVIDUAIS, afinal por 388 anos ele promoveu, incentivou, potencializou a escravidão africana em prol do sagrado lucro - mais de 10 milhões de pessoas privadas de suas liberdades individuais, gerações inteiras de pessoas escravizadas ao longo de 4 séculos... Nas sociedades capitalistas a liberdade também emerge como um capricho desnecessário quando convém aos grandes proprietários de bens, terras e derivativos.

Enfim, a discussão política/econômica é rasa, mas a história é boa! Qualquer dia desses eu paro nela novamente. As histórias da DC tem esse dom de provocar reflexões e mais reflexões.

site: https://www.instagram.com/p/BijZ4Czn-ZW/?taken-by=pandoraelf
comentários(0)comente



@danielbped 21/06/2019

E se, por algumas horas de diferença, o menino Kal-El aterrissasse na União soviética, e não em solo americano?

Com essa premissa, se dá início a uma das melhores histórias do Superman.

Após aterrissar na URSS, ele é adotado e criado pelo próprio Stalin quase como um filho.

Após a morte de Stalin, ele é o maior candidato a ser seu sucessor, mas só depois de muita relutância ele aceita, e se torna o ditador da União soviética.
Então, temos um Superman comunista, totalmente convicto que está certo, em busca do socialismo utópico.
comentários(0)comente



regifreitas 28/12/2017

E se a nave que trouxe o bebê Kal-El para a Terra não tivesse caído no interior do estado do Kansas (EUA), mas na Ucrânia (URSS), em 1938, em uma fazenda coletiva, em pleno regime comunista? Essa é a ideia central desenvolvida aqui pelo roteirista Mark Millar, misturando fatos e personagens reais - Stálin, JFK, Nixon, Norma Jean (Marilyn Monroe) - com personagens clássicos da DC Comics - Lex Luthor, Batman, Mulher-Maravilha e o Lanterna Verde.

Sempre acho curiosas essas tentativas de se reconstruir eventos históricos do nosso mundo com pequenas variações (ucronia). E se os nazistas tivessem ganhado a guerra (O HOMEM DO CASTELO ALTO, de Philip K. Dick)? E se a morte de Antônio Conselheiro foi forjada por seus seguidores (A CASCA DA SERPENTE, de J.J. Veiga)?

ENTRE A FOICE E O MARTELO consegue fazer isso muito bem até certo ponto. Os problemas: a obra se constitui de apenas três histórias curtas, o que não dá muito tempo para desenvolver mais esse mundo e seus personagens. E também existem lapsos temporais entre os capítulos – o primeiro se passa na década de 1950, o segundo no final dos anos 1970 e o último no início dos anos 2000 – cabendo ao leitor preencher com a imaginação o como as coisas se desenvolveram nesses intervalos até chegar ali.

Mesmo assim, o saldo final é o de um exercício interessante de “e se...?”.
comentários(0)comente



Fernanda! 03/01/2018

Ao invés de cair no Kansas, o Superman cai na Rússia soviética e ele é “usado” durante a Guerra Fria, fazendo com que o Lex Luthor (agora casado com a Lois Lane) ainda queira destruí-lo. Gostei muito de como essa realidade alternativa foi apresentada, incorporando todos os aspectos daquela época. Mas, o ponto alto para mim mesmo foi o final! Foi uma conclusão tão surpreendente, mas ainda fez muito sentido para a história e fechou a narrativa com chave de ouro.

site: filmeselivrosweb.wordpress.com
comentários(0)comente



Alessandro.Aguilera 01/01/2020

História Alternativa
É uma história alternativa, onde a nave do Kal-el cai na Russia de Stalin e não no Kansas nos Estados Unidos. Lá ele é encontrado e educado por uma família com os mesmos ideais de Martha e Jonathan Kent. Mas o pano de fundo é o socialismo e o proletariado russo. Aos poucos Superman vai percebendo a visão do socialismo de Stalin e tendo suas próprias convicções. Nessa história, tem todos os personagens que envolve o Superman: Lois Lane, Lex Luthor, Briniac, Lanterna Verde, Mulher Maravilha, Batman, Jimmy Olsen, Planeta Diário. Uma história alternativa muito bem escrita e com belas imagens.
comentários(0)comente



Claudinei 13/11/2019

Uma versão alternativa para um dos maiores clássicos das HQs
Mark Millar caprichou nesse roteiro com essa versão do Superman Soviético, apesar de ter participado ativamente do Governo Comunista de Stallin , o autor ainda manteve a essência que faz do personagem um verdadeiro Superman, sua índole e caráter. Vilões e aliados clássicos também completam essa trama com suas versões alternativas mas sem perderem suas essências também. Trama bem desenvolvida com um final surpreendente que dá outra perspectiva a origem do Homem de Aço, ao menos nessa outra realidade.
comentários(0)comente



Josyas 18/07/2018

ENTRE A FOICE E O MARTELO
Nessa obra prima Mark Millar aborda o que teria sido o universo Dc se a nave de Clark tivesse caído na antiga união soviética durante a guerra. O tom da Hq é sério e aborda diversos temas relativos a torturas e pensamentos fascistas do comunismo e como dentro deste discurso, por mais cruel que seja, eles acreditam que isto é o certo. O plot no final pé fantástico. Vale a leitura, para mim, uma das maiores e mais bem escritas histórias do Homem de aço.
comentários(0)comente



32 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3