estava escrito

estava escrito Mauricio de Castro




Resenhas - Estava Escrito


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Saori 04/09/2019

Romance + assassinato = dupla perfeita para prender o leitor . Devorando essa história me senti assistindo a um roteiro mexicano e me lembrou muito a literatura infantojuvenil de Pedro Bandeira.
Estava Escrito é um livro muito bem escrito, com uma linguagem fácil, personagens cativantes e um mistério a ser desvendado.
Narra a história de Helena, moça humilde que se apaixona por Renato, único herdeiro do rico industrial Dr. Bernardo, que não aceita a união de seu filho e não perde tempo em humilhar sua nora.
Certa noite Dr. Bernardo é cruelmente assassinado no escritório de sua residência e, lógico que a culpa recai em Helena que mesmo alegando inocência, é julgada e condenada.
Após cumprir seus 20 anos de pena, Helena decide retomar seu lugar de mãe e esposa. A partir daí uma busca pelo verdadeiro assassino começa e muitos segredos da família do Dr. Bernardo vem a tona. Todos os personagens possuem motivos para ter cometido o crime, mas apenas uma pessoa, testemunha oculta do assassinato sabe realmente quem foi o autor.
Vários temas são abordados no desenrolar do romance, dentre eles, amor, perdão, ódio, preconceito, estupro, aborto, mentiras, incesto e suicídio, tudo bem amarrado que não deixa a leitura nem um pouco cansativa, pelo contrário, a torna incrivelmente prazerosa.
Por mais que a trama gire em torno do assassinato quem roubou a cena foi Andressa ( filha de Helena e Renato, que após passar por uma grande provação, cresce muito espiritualmente e como pessoa) e Leonora, braço direito de Helena e responsável pelos esclarecimentos espirituais à família.
Quanto ao autor do crime foi uma surpresa sua identidade mas, tudo estava escrito e a justiça por mais que tarda, não falha. Ou será que nesse caso falhou?????

Frases destacadas:

* Toda vez que você muda de conduta, acredita no bem maior, faz o bem a si mesma e ao semelhante; quando muda os pensamentos para melhor, quando acredita que nasceu para ser feliz e vitoriosa, quando alimenta seu espírito com as energias da alta espiritualidade, seu destino pode ser mudado e aquele sofrimento que estava programado não mais acontece.

* Os erros jurídicos só acontecem do ponto de vista humano, do ponto de vista divino não existe erro jurídico nem erro médico nem erro algum. Tudo no universo está certo e acontece visando ao crescimento e à evolução do ser humano, libertando-o das culpas do passado, permitindo se harmonizar com a lei soberana da justiça divina. Não culpe os erros humanos, eles só são cometidos porque na Terra existem pessoas precisando passar por eles.

* Para que um dia possam ser recebidos nos braços do divino Mestre Jesus, na presença de seus mensageiros, terão de vestir a túnica nupcial, que é ter puro o coração. E um coração que julga e condena seu semelhante está longe da pureza.
comentários(0)comente



jumorgensten 01/11/2018

No começo me senti lendo Agatha Christie, quando existem vários suspeitos e um joga a bomba no colo do outro.

O foco principal é o crime não cometido pela personagem principal (Helena) e a sua busca para descobrir o verdadeiro assassino. Porém, os assuntos mais importantes e que mais me chamaram a atenção não vieram dessa história.

Andressa, filha de Helena e Renato, acabou sendo o centro das atenções. Seu desenvolvimento como ser humano foi o fator mais importante de todos. De rica mimada e arrogante a uma grande mulher que ligou o "dane-se" e foi ser feliz.

Um tema muito abordado no livro e gera sempre muuuuuita discussão é o aborto vindo de um estupro. Será que ocorreu? Será que não? Eis a questão.

Uma personagem importante foi Leonora, que era empregada da casa de Helena e depois virou sua assessora particular. Foi ela que levou conhecimentos espíritas em todos os momentos. O que mais me impressionou foi a persuasão rápida e não teve ninguém que a desacreditou.
Quem derá se fosse assim na vida real, né minha gente!? #coisasquesóacontecememlivros 😋

Apesar dessa questão, quero guardá-la em um potinho porque Leonora é só amor.


site: http://hidratarvicia.com.br/2018/09/25/estava-escrito-mauricio-de-castro/
comentários(0)comente



Gláucia 19/07/2017

Mais uma leitura finalizada!
Terminei ontem, mas foi impossível escrever a resenha tamanha a emoção que estava sentindo (e ainda estou).
O que dizer?
Simplesmente amei tudo, desde capa, sinopse, as folhas que são amarelas e facilitam muito na hora da leitura, sem contar as letras em negrito que não cansam e nem prejudicam os olhos.
Já sou fã de carteirinha dessa dupla, Mauricio/Hermes, mas agora virei mega fã. Eles simplesmente se superaram ao escreverem esse lindo romance.
Romance riquíssimo de detalhes, instigante e empolgante a cada capítulo. Quanto mais se lê, mas você quer ler e descobrir o desenrolar dessa estória.
ESTAVA ESCRITO, psicografado pelo querido amigo Mauricio de Castro, pelo espírito Hermes aborda vários temas como: amor, perdão, ódio, mentiras, violência, preconceito, vida após a morte, mediunidade, ensinamentos espirituais que nos alertam sobre nossos atos e nossas atitudes. Tudo isso e muito mais.
O romance narra a história de Helena, moça simples e pobre que morava no interior, mas que se apaixonou por Renato, filho de um rico industrial. Eles se casaram, mas Helena teve que conviver com o preconceito que seu sogro, Dr. Bernardo, tinha por ela vir de família pobre e do interior.
Renato e Helena tiveram dois filhos, Fábio e Andressa, mas nem isso amenizou o convívio com seu sogro. Uma noite, após os dois terem brigado, Dr. Bernardo é assassinado e Helena é acusada de ser a assassina. Ela vai presa, é julgada e condenada por 20 anos por um crime que não cometeu. Mas, enquanto ela pagava pelo crime o verdadeiro culpado estava solto. Mesmo sabendo de sua inocência, Helena não se revolta, ao contrário, encontra forças para continuar seguindo sua vida com a certeza que ao sair da prisão descobrirá o verdadeiro assassino e o colocará na prisão. Mas o que ela não contava é que um mês após sua condenação ela receberia a visita de Ester, uma mulher misteriosa. Que mistério essa mulher esconde?
Os anos passam...
Após cumprir os 20 anos por um crime que não cometeu, Helena é solta e retorna ao convívio da sociedade. O que será que a aguarda?
São muitos os personagens envolvidos nessa trama, por isso convido a cada um de vocês a lerem esse livro, pois assim como eu se surpreenderão e com toda certeza vão se emocionar e aprender muito.
Eu me emocionei muito com Andressa, após ela passar por um trágico momento por conta de sua rebeldia. Fiquei imaginando todo seu desespero e senti imensa vontade de poder estar ao seu lado, apoiando-a em tudo. Conseguirá Andressa suportar tudo, mudar o rumo de seu destino e ser feliz?
Jamais esqueçamos que sim, podemos mudar o rumo de nosso destino. Como? Simples, mudando nossa forma de pensar.
Como fazer isso? Aprendendo a nos amar primeiramente. Quando fizermos isso, seremos muito felizes e nos sentiremos muito melhores. O segredo é fazermos o bem a nós mesmos e não nos sentirmos inferiores a ninguém. Afinal de contas, ninguém é melhor que ninguém. Todos nós, seres humanos, temos valor. Outra coisa é falarmos a verdade sempre. Por mais dura e difícil que seja, ela deve prevalecer. Jamais opte por mentir, porque a mentira traz muita dor e sofrimento a todos os envolvidos.
Erros, todos nós estamos sujeitos, afinal de contas não somos perfeitos, perfeito somente o Mestre. Mas se erramos e reconhecemos nosso erro e pedimos perdão, encaramos a vida de forma diferente, realista como tem que ser. O que não devemos é ser ingênuos, pois todo mentiroso e desonesto aproveita-se dessa situação. Portanto, vamos observar e ficar sempre atentos.
Vamos acrescentar em nossa vida a oração diária, o Evangelho no Lar (pelo menos uma vez por semana). Quando fazemos isso, somos protegidos e nada pode nos atingir. Mas isso só acontece se orarmos com o coração limpo, puro, livre de qualquer maldade ou pensamentos maldosos. Mas devo lembrar que somente quando fazemos isso verdadeiramente é que entramos em sintonia com Deus.
Também devemos perdoar quantas vezes for necessário e orar pela pessoa que nos fez mal. Deus jamais pune. Nós é quem somos mesquinhos, preconceituosos e lamentamos, pelo simples fato de não aceitar o que estamos passando. Vamos parar, pensar, ser mais flexíveis, aceitar os fatos e deixar assim o orgulho, a vaidade e as lamúrias fora de nossa vida. Falo por experiência própria, pois lamentei muito quando perdi minha amada mãezinha. Além de chorar, lamentei muito sua perda, mas me agarrei aos livros e aprendi muito. Aprendi que se ficarmos chorando e lamentando a partida de quem amamos estamos fazendo mal a esse espírito, não deixando ele seguir sua caminhada no plano astral, e consequentemente atrapalhando seu crescimento e evolução espiritual.
Então jamais esqueçam que tudo o que tivermos que passar, outro não passa, pois antes de reencarnarmos, já estava escrito.

Considerações Finais:
Lendo essa magnífica obra, aprendi que o perdão sincero, aquele que vem de dentro do coração é puro bálsamo. Cura e cicatriza todas as feridas, por maiores que elas sejam.
Todo medo deve ser banido de nossas vidas, pois ele sufoca e nos torna nosso maior inimigo. Quando o eliminamos damos espaço para a felicidade reinar dentro de nosso coração. A felicidade é acessível a todos, basta sabermos seguir o caminho do perdão e do coração.

Trechos Destacados:
“O resgate de um erro do passado não é apenas para que possamos pagar pelo que fizemos. O resgate visa principalmente ao aprendizado e à evolução na vida presente.”

“Deus é amor e não castiga nenhum de seus filhos. Nós é que nos castigamos com nossas escolhas erradas.”

“Quem faz o mal sofre tanto ou mais do que aquele que foi vítima de sua maldade, pois enquanto aquele que foi atingido está harmonizando erros do passado, quem faz o mal está criando sofrimentos para o futuro, dos quais irá demorar muito para se libertar.”

“Nunca dê importância ao que os outros dizem. Isso é vaidade e orgulho. Sempre terá alguém falando mal de nós, nos criticando, duvidando de nossas intenções, mas não podemos parar nossa vida por isso. O que importa é o que somos por dentro, o nosso coração, as nossas atitudes perante a vida.”

“O medo é o nosso maior inimigo, nunca devemos nos guiar por ele.”

“Precisamos aprender a perdoar a nós mesmos, porque é muito mais fácil perdoar ao semelhante, seja qual for o crime que ele tenha feito contra nós, do que perdoarmos a nós mesmos.”

Agradecimento:
Gostaria de agradecer a você, Mauricio, e ao seu mentor Hermes, por essa linda e perfeita obra.
Obrigada por me tornar uma pessoa melhor a cada livro seu que leio.
Gratidão!

Indicação:
Super recomendo!
Impossível não se emocionar!
Emoção do começo ao fim!
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3