CARL

CARL MAYJO




Resenhas - Carl


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Lizete_Silva 02/10/2018

Apaixonante
A mais esperada história da série Guarda Costa (pelo menos para mim), finalmente chegou... Carl me encantou durante todo o enredo, com seu jeito ogro, porém adorável, nos mostrou que valeu a pena esperar. O livro é lindo, envolvente e apaixonante. Foi possível sentir as emoções da Sam a cada parágrafo (confesso que chorei e muito). Recomendo muito a leitura, que trás de tudo: romance, mistério e pitadas de aventura.
comentários(0)comente



CATATAU 08/08/2018

O AMOR ESPERA A PACIÊNCIA NÃO
Carl uma pessoa muito reservada até para os seus amigos da empresa...
Ninguém faz ideia do que o ele passou no passado e sua atitude agora é consequência desse passado...
Depois de 10 anos sua ex resolve voltar...
Como uma pianista famosa fazendo turnê no mundo à fora...
Por que será que ela voltou?
Será que tem pendência a serem resolvidas entre eles?
Samantha nunca esqueceu o seu grande e único amor...
Será que estes dois irão se acertar?
Pois Carl nunca perdoou sua atitude, mesmo a amando sempre e ao mesmo tempo odiando...
Ainda agora que ele tem que ser o seu guarda-costas protegendo ela das ameaças que a roldeia
Só lendo esta história envolvente e cheia de suspense para conhecer e entender o enredo de tudo isto.
e conhecer melhor esta maravilhosa série para conhecer melhor estes seguranças e seus respectivos amores
Amei... Adorei
Parabéns Mayjo por mais um livro lindo
comentários(0)comente



Elba Mara 21/07/2018

O terceiro é o melhor
Personagens incriveis , uma trama muito boa gostosa de acompanhar e uma mocinha toda quebrada para Carl cuidar, pra mim a melhor dos três livros!

No geral Mayjo escreve de modo que prende o leitor numa trama simples e leve , estilo romance de banca. Livros para leituras rápidas e apaixonantes! ( mas eu não sou rápida aí ferra)
comentários(0)comente



Tatieli 14/12/2017

Amei o Carl também....
?Carl nunca esqueceu a mulher que o abandonou quando a carreira como pianista se tornou prioridade para ela. Ser posto em segundo plano transformou-o em um homem sério e cínico. Quando Samantha sofre um acidente com consequências trágicas, Carl é levado outra vez à porta da ex-namorada, mesmo odiando-a. Cuidar do bem estar dela é doloroso e, ao mesmo tempo, trás de volta lembranças que pensava estar há muito tempo esquecidas. Mas a culpa o faz engolir seu orgulho e assume, mesmo ela não querendo, sua segurança. Afinal, ele tinha sido o causador do acidente!
Uma história de amor, ódio, arrependimento, mágoa, mas acima de tudo, perdão e segundas chances. Quando o amor é sublime e pleno nem o tempo, distância ou tragédia são capazes de acabar com esse sentimento.?
comentários(0)comente



Andrea 28/11/2017

Carl
Para mim o melhor dos 3....a estória de Carl e Sam é cheia de percalços, ela a pessoa mais ingênua (ou tapada) do mundo e ele.... uau! Ele é perfeito
comentários(0)comente



Arca Literária 22/08/2017

resenha no link http://www.arcaliteraria.com.br/carl-serie-guarda-costas-mayjo/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/carl-serie-guarda-costas-mayjo/
comentários(0)comente



Sarinha 23/06/2017

Quero um segurança desses para mim!!
Quote: O que eu quero daqui para frente? Não sei. Talvez seguir você para o fim do mundo?

Esse é o teceiro livro da série Guarda- Costas e nele conhecemos a Samantha Stollen (Sam) e o Carl O'Neal.

Dez anos atrás Carl perdeu o amor de sua vida, ela simplismente o trocou para seguir sua carreira.E nem ao menos teve a decência de terminar com ele cara a cara, só mandou uma maldita carta que acabou completamente com sua vida.

Dez anos atrás Samantha perdeu sua alma gêmea.Ela mandou-lhe apenas uma carta relatando que houve um imprevisto e teria que ficar mais uns meses fora do país.
Ela achou que ele entenderia, horas, afinal, ele sabia que ser pianista era o sonho dela, e que quando ela voltasse iriam se casar.Então ele poderia aguentar mais uns meses, certo?
Errado.Muitooo, mas muito errado.

Depois que ela envio-lhe a carta, nunca mais teve uma notícia dele.Ela ficou devastada, afinal, se ele a amasse tanto como sempre dizia, ele conseguiria aguentar esses malditos meses.

Dez anos depois Samantha está na sua última turnê e resolve aterrizar no Brasil para fazer um concerto.
Ela tinha arquitetado um plano, veria Carl pela última vez e tentaria conversar com ele apenas para esclarecer certos assuntos.

Mas depois de se encontrarem da pior maneira possível, e ouvir coisas horríveis, ela decide ir embora.
Mas como a vida está de sacanagem, ela acaba sofrendo um acidente, começa a receber ameaças, e a única pessoa que poderá ajuda-lá é Carl.
O único ser humano que ela já amou tanto, e que lhe fez sofrer da mesma.

Com uma narrativa em primeira pessoa, com os dois protagonistas narrando, nós conseguimos entender o lado de cada um nessa história.Conseguimos perceber que ambos foram as vítimas da separação deles, pois foram enganados.
O livro é muito bom, mas o que me incomodou foi o fato de não ter aquelas cenas de ação que encontramos nos livros anteriores.Foi tudo muito previsível, no primeiro momento já tinha sacado tudo.

Mas na questão dos personagens eu não tenho nenhuma objeção.Me surpreende muito com a Sam, ela se mostrou ser uma mulher forte, linda, inteligente, e que não vai desistir de Carl, não importa se eles não ficarem juntos no final, pelo menos ela não irá ter o benefício da duvida.

Carl, é só suspiros.No começo ele tenta ser durão e negar seus sentimentos, mas logo revela ser um homem muito fofo, mas que ainda não conseguiu superar mágoas passadas.

Não tenho nem palavras para descrever como os livros dessa série são bons. Cara, bom?Bom é pouco, eles simplesmente são ótimos!
Eu recomendo demais esse livro e tenho certeza que se você o ler, vai concordar comigo.
comentários(0)comente



Gabrielle.Matias 21/06/2017

Até que enfim saiu...rsrs
O livro do Carl foi aguardado com muita ansiedade. Ele esteve presente nos dois primeiros e sempre houve aquele curiosidade em saber qual era a estória do homem carrancudo e misterioso. Um coração partido fez ele ser dessa forma.
Carl O'Neal viveu um grande amor e foi abandonado, durante dez anos ele alimentou seu coração somente com raiva e amargura. Quando Samantha Stollen volta ao Brasil Carl tem que deixar toda a raiva de lado para proteger e cuidar da mulher que ele tanto ama.
Mas diferente dos outros, esse livro fala sobre segundas chances, perdão e amar de novo.
O enredo é um pouco previsível e já no começo da pra perceber como vai ser o desenrolar da estória. Mas como todos os livros da Mayjo é muito bem escrito e muito bem contado, com cenas hot's envolventes e momentos apaixonantes.
E deu pra matar um pouquinho da saudade do jeito mandão do Alexander, das piadas do Bruno e até da louquinha da Lana.
comentários(0)comente



Lisse 20/06/2017

Um homem apaixonado
Carl é o terceiro livro da Série Guarda-Costas que teve seu relacionamento na semana passada. E como estava muito ansiosa para lê-lo, não perdi tempo e comprei para iniciar a leitura imediatamente. 

Sim, eu estava muito empolgada! E não era para menos. No final do livro anterior - Bruno (resenha aqui) - a autora deixou um mega gancho para a história do Carl e a bomba estava lá e eu precisava conferir enlouquecidamente. 

Quando um homem como Carl O'Neal é dedicado ao trabalho, competente, sério e amargurado, não tem como não se apaixonar. O primeiro amor da vida dele o abandonou dez anos atrás, e diferente de Alexander e Bruno, Carl tem essa grande mágoa e mesmo após dez anos, todo esse tempo não foi suficiente para fazê-la cicatrizar. Ele seguiu a vida, construiu uma vida e uma carreira, mas algo está incompleto.

E agora o passado está de volta. Após longos anos, decidiu entrar em um avião para o único destino que se imaginava indo, e aterrizou no Brasil em forma da melhor pianista que o mundo conhece: Samantha Stollen. Sam tem uma alma linda tanto por dentro como por fora, tem força de vontade e persegue seus sonhos. Tanto é que como destino final da sua turnê mundial escolheu o Brasil afim de passar alguns dias e poder rever o passado; passado que tem nome e sobrenome. 

Quote: "Vou vê-lo não importa o que diga para mim mesma. Talvez seja a última vez. E eu o esqueça para sempre."

Porém, ele não quer vê-la, mas ela tem outros planos, e em à uma guerra de vontades e uma noite um tanto estranha, Sam aparece na portaria do apartamento de Carl. O resultado desse reencontro são mais palavras duras, mais mágoas e um acidente que ambos não estavam esperando. Após isso, ambos terão que se reencontrar em circunstâncias diferentes e ajudar um ao outro a entender o passado e ver se conseguem vislumbrar um futuro juntos. 

Quote: "Tenho pavor de pensar que ele me esqueceu ou, pior, se ainda me odeia. Não o culpo. Também me odeio."

Com uma narrativa em primeira pessoa, a autora mesclou bem os dois pontos de vistas dos personagens principais, e ainda agraciou o leitor com uma narrativa surpresa de outro personagem na trama.  

Mas num todo eu já sabia que esse livro ia dilacerar meu coração porque Carl está em pedaços e isso acabou comigo. De muitas formas ele era um homem pela metade e Sam também não estava inteira, então vê-los assim foi triste demais. Fazer escolhas, decidir o futuro e no meio ainda ter um relacionamento para lidar não é fácil, e a culpa não torna isso melhor. Muito pelo contrário, faz doer mais e corrói por dentro. 

Quote: "A jovem despreocupada que me pediu para esperar naquele aeroporto, dez anos atrás, não existe mais. Mas isso é bom, porque eu poderia ser tão fraco que talvez não resistisse e a tomaria em meus braços. Viver do passado é uma merda!"

Também pude perceber como uma autora é capaz de se reinventar com uma história sobre segundas chances e reencontro. Para mim que desde o primeiro livro da série está acompanhando com afinco, tenho certeza que para Mayjo não deve ter sido fácil sair da zona de conforto e recriar. Ela estava acostumada com Alex e Bruno a conduzir desconhecidos numa aventura e romance, agora ela tinha em mãos que já tinham estado juntas e eram de um ano; o tempo passou e agora são mais maduras, tiveram novas experiências e é preciso sabedoria para torná-las perfeitas uma para a outra. Refazer um casal é difícil, no entanto, Carl e Sam foram lindos e se reencaixaram perfeitamente. 

Quote: "Eu estava cansado de lutar, porque escolher amar alguém não é achar que a pessoa será perfeita o tempo todo. Não. Temos de saber que essa pessoa cometerá erros, pois nós também vamos errar."

Como toda a série, esse terceiro volume também conteve doses certas de suspense, vingança e muito romance. Apenas deixou a desejar no quesito das cenas de ação que sempre achei a autora muito boa ao desenvolvê-las. Mas aqui ficou faltando. Fiquei esperando algo mais intenso pois o enredo merecia devido a uma vilã muito da lambisgoia. Sério, eu mesma fiquei várias vezes imaginando mortes bem sangrentas para ela. 

É isso! Ainda estou suspirando e gritando internamente pois o resultado foi muito bom. Valeu a espera. Carl não é uma história sobre um empregador prestando serviços à cliente, é sobre um homem apaixonado reencontrando sua antiga paixão em circunstâncias adversas e bem complicadas. 
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9