Anne de Green Gables

Anne de Green Gables L. M. Montgomery




Resenhas - Anne de Green Gables


110 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Biah - Garota P 12/07/2010

Nota 10!
Este livro conta a estória de uma menina orfã e ruiva chamada Anne Shirley.Anne é uma menina muito esperta, inteligente e imaginativa.Tudo tem um nome especial, e ela sente as decepções e as alegrias da vida com toda a intensidade de seu ser todo "fogo, espírito e orvalho".

Anne vai morar em Green Gables, uma casa pertencente a dois irmãos já idosos, Matthew e Marilla.Esse irmãos solicitaram a uma vizinha que lhes enviasse um menino para adotarem e que pudesse ajudar Matthew na fazenda, mas houve um engano e quem foi para Green Gables foi Anne.E que surpesa eles tiveram!

Daí em diante são contadas as aventuras dessa ruiva menininha.É muito emocionante ver o crescimento de Anne, o desenvolvimento de sua personalidade, os erros que ela comete e muitas vezes cometemos, e a lição que ela tira deles, as perdas que ela sofre, o modo como conquista as pessoas a sua volta com seu jeito 'diferente' de ser.Chorei em muitas partes desse livro,e muitooooo!


Super recomendado!

=D

comentários(0)comente



Rafaela 17/08/2017

Um livro maravilhoso!
Que livro perfeito! Eu comecei a leitura por causa da série "Anne with an e" da Netflix, então adianto que, apesar de existir muita semelhança, o livro e a série são muito diferentes. Ele começam semelhantes, mas vão se afastando.

Contudo isso não é uma coisa ruim!

A leitura é leve, inteligente e transmite uma sensação de felicidade indescritível (a mesma que tive quando vi a série).

Recomento e pretendo ler, com urgência, o volume seguinte.
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 19/07/2015

Este livro foi publicado originalmente em 1908 e narra a chegada, o crescimento e as aventuras de Anne Shirley, uma menina órfã enviada para uma fazenda na Ilha do Príncipe Eduardo.

Os irmãos Marilia e Matheu Cuthbert vivem sozinhos na fictícia Avonlea localizada na Ilha do Príncipe Eduardo. Os dois já estão com certa idade e decidem adotar um garoto para ajudá-los com a fazenda de Green Gables mas, por conta de um equívoco, Anne Shirley acabou chegando no lugar do menino.

Anne tem 11 anos, é órfã e passou toda a infância em orfanatos ou em casas de famílias. É uma menina bastante ágil, de forte personalidade, sempre alegre e com uma imaginação sem igual. Mathew simpatiza com ela assim que a vê, e o mesmo acontece com Anne porém, Marília é um tanto resistente ao encanto da recém chegada e cogita mandá-la novamente para o orfanato. No entanto, Anne é persistente e está decidida a quebrar o gelo do coração de sua nova tutora.

Em meio à sua chegada à casa, acompanhamos suas aventuras na nova escola, com seus novos amigos, principalmente Diana Barry. Seu gosto literário e também sua rivalidade com Gilbert Blythe, o colega que goza da aparência da nova aluna, mais precisamente de seu cabelo ruivo.

Quatro anos depois de sua vinda à Avonlea, Anne vai para Queen's Academy para tentar uma licença de professora que ela acaba conseguindo além da bolsa de estudos em Redmond.

Neste meio tempo, Mathew sofre um ataque cardíaco quando se descobre falido. Anne desiste da bolsa de estudos para poder auxíliar Marília que vem definhando com os recorrentes acontecimentos. O que ela não esperava era que Gilbert abrisse mão de sua vaga de professor na escola de Avonlea para que Anne pudesse ocupá-la e permanecer perto de Marília. Este fato acaba por consolidar uma forte relação entre os dois.

Este não é um livro de grandes acontecimentos, de reviravoltas mirabolantes, não, nada disto, é algo bem mais tocante, mais sensível, mais profundo. Anne de Green Gables é uma obra prima que, mesmo tendo sido escrita há mais de 100 anos, é de fácil compreensão e capaz de envolver até o leitor mais resistente à livros emotivos. Uma espécie de Pollyana (outro livro que eu amo!).

É revigorante poder acompanhar o crescimento da personagem com o passar dos anos, seus erros e acertos, tudo o que ela aprende com ações certas ou erradas e a forma como conquista as pessoas à sua volta com sua forma tão positiva de viver.
Duvido você ler sem se apaixonar!!!

A obra foi adaptada sob a forma de filmes (cinema e televisão), desenhos animados e séries televisivas. Além disto, peças e musicais foram criados, com turnês por vários países.

site: http://balaiodelivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Fernanda 02/07/2016

Uma estória despretensiosa que conquista
Sabe quando um livro supera todas as suas expectativas com uma simplicidade e doçura próprias? Este é Anne de Green Gables. Comprei o livro porque é da editora Pedrazul; porque é descobri que é um clássico; pelas avaliações aqui no skoob; e porque descobri que a editora irá lançar a continuação sob encomenda.
Anne de Green Gables é tudo o que uma história deve ser e muito mais. L.M. Montgomery se utiliza de uma escrita simples para narrar a história de uma órfã adotada por um casal de irmãos solteirões.
A órfã , Anne, é uma menina doce e sonhadora capaz de cativar até mesmo o mais bruto dos corações. Marilla é uma mulher seca e desacostumado a demonstrações de afeto, mas começa a mudar seus velhos hábitos com a chegada de Anne. Matthew é um homem doce e sereno que possui medo de mulheres e menininhas; Anne é a única exceção para o seu receio.
Anne de Green Gables é um ótimo livro tanto para adultos, como para crianças. Tenho toda a certeza de que se eu tivesse lido essa história quando pequena, seria a minha favorita de todas. É engraçada, doce, simples e nos faz perceber pequenas coisas da vida as quais deveríamos dar mais valor.
Indico para toda e qualquer pessoa. Definitivamente esta história será guardada pra sempre no meu coração e tornou-se uma das minhas favoritas
Elogio adicional a tradução impecável e revisão de texto. As notas de rodapé são de muita utilidade. Fico feliz quando leio um livro bem traduzido e revisado.
Luciana 15/05/2017minha estante
Você leu em português?


Fernanda 15/05/2017minha estante
Oi, Luciana. Li sim. A tradução para o português foi lançada pela editora Pedrazul e é impecável. Uma das melhores traduções que já li. Essa edição está a venda no site da editora. Vale muito a pena!


Luciana 15/05/2017minha estante
Obrigada


Luciana 15/05/2017minha estante
Ele tem fim, ou tem mais livros?


Fernanda 15/05/2017minha estante
Ele tem continuação. É uma série de oito livros, se não me engano. A Pedrazul está para lançar o segundo e terceiro volumes. A tradução está quase finalizada, pelo que me disseram.
Mas não é necessário ler a continuação. O final do primeiro livro já é satisfatório. O fim é bem amarrado. Mas se você se apaixonar tanto quanto eu, vai precisar dos próximos volumes. Hahahaha


Luciana 15/05/2017minha estante
Obrigada


Luciana 15/05/2017minha estante
Vou precisar com certeza rs


Fernanda.Mara 02/05/2018minha estante
Oiê, fui no site da editora Pedra Azul que vc indicou e la o livro tem 236 páginas e esse aqui das resenhas do skoob tem 480! Vc saberia me dizer porque essa diferença?
Obrigada


Carolina 22/05/2018minha estante
Fernanda Mara, a diferença na numeração das páginas se deve unicamente ao tamanho da fonte utilizada. As letras são maiores na edição da Martins Fontes e menores na da Pedrazul, mas ambas contêm o texto integral.




Luisa 01/02/2013

Resenha do blog Amantes de Livros - Por Lulu e Aninha
O livro “Anne de Green Gables”, da editora Martins Fontes, com 480 páginas, da autora Lucy Maud Montgomery, conta a história de uma menina chamada Anne, onze anos, que é adotada por Matthew e Marilla Cuthbert, dois irmãos idosos. Marilla e Matthew queriam adotar um menino,mas por engano, o orfanato lhes envia uma menina, por isso Marilla tem muita relutância em aceitar Anne, mas Matthew,que simpatizou com Anne desde que a viu pela primeira vez, a convence a deixa-la ficar.
No livro, Anne se muda para Green Gables, que é a casa de sua família adotiva, e Anne sente muito feliz por ter uma pois,desde que seus pais morreram, isso foi uma coisa que ela sentiu muita falta. Em Green Gables ela passa por muitas aventuras e conflitos. Conhece Diana, sua melhor amiga desde então, e se diverte muito,cria um clube de histórias, faz várias amigas,e arranja confusões com os vizinhos e com alguns colegas de escola! Anne fala muito, tem uma imaginação muito fértil, é muito grata por Matthew e Marilla pela adoção e é muito educada…bem as vezes.O livro também mostra o crescimento de Anne durante sua estada em Green Gables, e todas as suas aventuras.

É ótimo!

Minha avaliação do livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (FAVORITO)

---Lulu e Aninha

Minha avaliação do livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (FAVORITO)

---Lulu

Blog: http://blogamantesdelivros.blogspot.com.br/
Página no facebook: https://www.facebook.com/Amantesdelivrostumblrcom?fref=ts
comentários(0)comente



Bela 06/01/2013

Graciosamente escrito por uma escritora que bem cultivara a criação imaginativa da mente de uma criança,
“ - Melhor ser Anne de Green Gables, do que Anne de lugar nenhum”

Nesta maravilhosa e cativante estória de Lucy Maud Montgomery, Anne Shirley é uma pequena orfã de olhos esbugalhados , cabelos cor de cenoura e de uma imaginação altamente fértil e influenciativa . A garotinha já havia passado por vários desapontamentos quanto a ser adotada por uma família que poderia chamar de decente . Passado algum tempo em um orfanato, Anne tem sua esperança reavivada pela adoção de Marilla e Matthew Cuthbert, um casal de irmãos residentes de Avonlea . Contudo, Anne desconhece o equívoco no qual se meteu : os irmãos haviam requerido um menino que pudesse ajudá-los nas funções domésticas . Mas o carisma e o brilho da alma de Anne encantaram e fascinaram os Cuthbert. E, depois de longos períodos de reflexão, decidiram manter a garotinha . Anne era uma menina que queria ser aceita, queria ser uma boa pessoa e dar o melhor de sí . Mas era atrapalhada e sentia-se desconfortável quanto a sua aparência. Em Green Gables, ela tinha um conforto , um refúgio : a paisagem . As lindas bétulas, narcisos, rosas, o cheiro orvalhado da manhã, os pastos de um verde ascendente, o crepúsculo cor de açafrão , o vento sussurrante e leve que a envolvia e fazia as espruces farfalharem , o riacho vívido, alegre e saltitante que fitava constantemente, os gerânios, e o lago das águas cintilantes com o qual olhava para um mundo de maneira esplendorosa. E é interessante como mantivera e cuidara dessa relação próxima com a natureza , de pequena para toda a vida.
O romantismo da personalidade de Anne ajudava a enfrentar as desventuras que vivia , e imaginação era uma dádiva para ela . E essa imaginação deveria ser reconhecida como tal , porque não há nada mais marcante e maravilhoso numa criança do que a sua imaginação e a sua percepção mundana. Entretanto, a imaginação idílica de Anne era vista de forma depreciativa pelos adultos que mais a repreendiam , que se consideravam os mais contundentes e racionais . A liberalidade da sua mente era desgostosa, mas a própria criança via que isso se dava a uma escassez imaginativa. Contudo, as vezes era preciso manter a realidade separada da imaginação, mesmo que fosse por uma linha tênue, para evitar certas situações que a personagem vivenciou. O tempo vai passando, Anne vai crescendo e amadurecendo , mas mantém sua jovialidade viva e, para demonstrá-lo , vou citar um dos meus trechos favoritos :
"Eu não mudei nem um pouco, não de verdade. Eu só estou podada e ramificada. A verdadeira EU, aqui dentro, continua a mesma de sempre . Não vai fazer a menor diferença para onde eu vou ou o quanto eu mude por fora. No fundo do meu coração, sempre serei sua pequena Anne, que amará você e Matthew, e minha querida Green Gables, mais e melhor durante todos os dias da minha vida .”

Encerro esta resenha como um convite que espero que considerem : O livro é tão gracioso e esplêndido que me emocionou ao final . Vale a pena conferir os ensinamentos únicos que este nos oferece. E , é claro, não poderia esquecer de L. M. Montgomery, que, com tanto amor, dedicou-se a escrevê-lo.
Sabrina 31/08/2016minha estante
Muito bom o livro, adorei a Anne! queria ser um pouco mais como ela, com sua paixão e vivacidade. Espero que os próximos livros venham para o Brasil para que a gente possa continuar a acompanhar a história. ;)




Garotas de Pemberley 07/04/2016

Amor, carinho, lar e família. Todos os seus sonhos podem ser resumidos nessas quatro palavras. Todas as suas ações são em busca desses quatro tópicos, e isso torna a convivência de Anne com as pessoas ao seu redor muito prazerosa. Todos se encantam por Anne. Não tem para onde fugir. Inicialmente eu achei que ela falava demais, sempre com algo a dizer, e com longas falas. Mas o tempo vai passando, e o mesmo tempo a vai moldando, mostrando-lhe onde mudar, onde conservar-se.
Por Michelle Motta

Continue lendo no blog...

site: http://asgarotasdepemberley.blogspot.com.br/2016/03/anne-de-green-gables.html
comentários(0)comente



Ingrid - @ingridysses 18/07/2017

Resenha do livro Anne de Green Gables
Escrito por Lucy Maud Montgomery, Anne de Green Gables é um clássico infantil bastante conhecido no exterior (que já foi adaptado diversas vezes para a televisão), mas só foi traduzido para a língua portuguesa recentemente, no centenário de publicação, – sendo o primeiro de uma série contendo mais sete livros que até agora ainda não foram publicados no Brasil.
Fiz a leitura com a pretensão de assistir ao seriado disponível na Netflix, intitulado "Anne with an e", que por enquanto contém 7 episódios – e estou ansiosa para que sejam traduzidoss os outros livros da autora.
Narrado em terceira pessoa, o romance conta a história de Anne Shirley: uma menina órfã que foi adotada por engano quando os irmãos Marilla e Matthew Cuthbert queriam adotar um menino para ajudá-los nos afazeres da fazenda Green Gables. Após o mal entendido da adoção, os irmãos resolvem ficar com a garota, dando a ela uma oportunidade para ter uma família. Nos primeiros dias, Marilla ensina-lhe (com certa dificuldade) as atitudes comportamentais esperadas para a época, e depois se vê encantada com as peculiaridades de Anne, que a cada dia demonstra ser mais sonhadora e atrapalhada.
Ao saber que logo conhecerá uma menina de sua idade, eis o comentário de Anne:
“– Uma amiga do peito... Sabe, uma amiga do peito... um espírito afim de verdade, a quem eu possa confiar os segredos mais recônditos da alma. Sonho conhecê-la a vida toda. Nunca imaginei que isso aconteceria, mas foram tantos os sonhos, entre os mais queridos que eu tinha, que se realizaram todos de uma vez, que pode ser que esse também se realize. Você acha possível?” (Cap. VIII, p. 46).
Com sua nova amiga Diana, Anne passa por várias aventuras fantasiosas e reais, conquistando muitas pessoas que a conhecem, com um jeitinho único e sonhador de viver e “falar pelos cotovelos”. De tanto sonhar e falar com sinceridade, aos poucos Anne vai amadurecendo e separando mais facilmente o real do imaginário sem perder ao todo as características que a fazem ter uma personalidade tão peculiar.
Recomendo esse livro a quem goste de leituras fluidas e prazerosas com valores enriquecedores para a vida, e principalmente a quem deseja presentear alguma criança com boa literatura.

site: Se quiser me seguir: https://www.instagram.com/ingridysses/
Amanda @reading.jpg 19/07/2017minha estante
Que legal! Não sabia que era uma série de livros, nem que já tinha o livro publicado no Brasil. Adorei sua resenha, fiquei animada.


Ingrid - @ingridysses 19/07/2017minha estante
Eu também não sabia rsrsrs
O segundo livro intitulado "Anne de Avonlea" já está em pré-venda no Brasil pela Editora Pedrazul :)




Lorena Mireia 14/01/2019

A ruivinha esplêndida
Anne Shirley é uma garota sonhadora, estabanada, intensa, repleta de vivacidade e assaz inteligente. Adotada pelo casal de irmãos Cuthbert, ela chega à prosaica Green Gables para iluminar a vida do tímido Matthew e adoçar o coração da austera Marilla.
Anne poderia crescer como uma pessoa frustrada devido a tantos infortúnios sofridos. Todavia, ela prefere enxergar o lado bom da vida, adora teletransportar-se para o mundo das fantasias e explorar milhares de possibilidades.
No primeiro volume, Anne começa com onze anos e termina aos dezesseis e meio. Vamos acompanhando cada etapa de sua trajetória, seus dramas, desafios e suas conquitas, que a fazem amadurecer e jamais perder a singularidade da essência.
Uma linda história... Estou ávida para ler os próximos volumes.
Rique Viola 14/01/2019minha estante
Gostei da resenha, espero lê-lo em breve.


Lorena Mireia 14/01/2019minha estante
Obrigada, Rique! =)




Alessandra @leituraromancecafe 07/01/2019

Anne de Green Gables
Anne de Green Gables

*Não tem como deixar de indicar essa série Riquíssima**♥.
★O livro foi escrito 1908, adaptado em filme e também em série.
★O livro conta a história da pequena órfã Anne. Na série ouve algumas alterações, nela a menina é adotada por um casal de irmãos avançados na idade, ambos já haviam deixado de valorizar a beleza da vida.
★Anne, cheia de energia e imaginação chega para fazer a diferença. Sua forma de enxergar o mundo, deixa tudo muito mais vibrante e encantadoramente mágico.
★ Na Netfliz chegou a 2 temporada
Para os amantes de uma boa leitura eu indico. ☆☆☆

site: https://www.leituraromancecafe.com/
comentários(0)comente



Coruja 23/09/2015

Esse aqui eu ganhei de presente da Régis ano passado e me apaixonei perdidamente à primeira leitura. Há quem compare a história a de Pollyana mas devo dizer que Anne é muito mais cativante, com um frescor e uma autenticidade encantadoras.

Anne é uma órfã adotada por um casal de irmãos que, a princípio, ‘encomendou’ ao orfanato um menino, para ajudar no trabalho da fazenda. Agora imaginem a surpresa dos irmãos ao descobrir que em vez de um menino, despacharam para eles uma garotinha – e uma garotinha que fala pelos cotovelos, imaginativa e muitas vezes comicamente dramática.

Não demora muito para que ela conquiste seus corações com seu jeito espevitado e mesmo desastrado. Anne traz uma lufada de ar fresco para suas vidas presas na rotina do trabalho. Ela pode não ser o que eles queriam, mas é exatamente do que precisavam.

Anne me fez rir às gargalhadas e chorar soluçante e sonhar acordada. Terminei o livro já sentindo saudades de seus personagens, com a certeza de que tinha acabado de encontrar uma daquelas histórias que nos acompanham pela vida, que se tornam parte de nossa memória afetiva.

site: http://owlsroof.blogspot.com.br/2015/09/livros-para-ler-na-primavera.html
comentários(0)comente



Fluvial1304 29/07/2019

"Mas se a pessoa tem grandes ideias, tem de usar grandes palavras para expressá-las, não tem?"
Anne de Green Gables é uma história muito popular no Canadá, tornando-se um clássico entre as famílias. E não seria para menos! O livro possui um enredo excelente, com uma escrita que cativa o leitor. Os personagens são bem desenvolvidos, os cenários bem detalhados e os acontecimentos extremamente envolventes. Uma ótima opção para quem quer uma leitura mais leve! Obrigada menina-Anne, por aquecer nossos corações??
comentários(0)comente



Theuzinho 16/02/2019

Ai meu coração.
comentários(0)comente



Evy 27/06/2016

Uma salva de palmas para a L.M. Montgomery por criar esta maravilha!

Esse é o exemplo de um livro perfeito.
Um livro perfeito não precisa de uma história floreada, cheia de acontecimentos surpreendentes para ser perfeito. Sabe do que ele precisa? De alma. De fazer com que o leitor sinta, viva, aquele livro.
Este livro perfeito para ser o que é apenas precisou de uma mente habilidosa e uma menininha de onze anos chamada Anne Shirley para ser marcante.

Anne de Green Gables conta a história da órfã Anne Shirley que acaba sendo adotada pelo casal de irmãos Matthew e Marilla Cuthbert, de Green Gables. Primeiramente Matthew e Marilla queriam um menino, mas por um engano lhes é dado a Anne. O Matthew é um homem idoso e solteirão extremamente tímido e apesar de ter querido um menino, não consegue resistir ao encanto da menina Anne. Marilla no entanto é mais firme e não é conquistada imediatamente, porém depois de decidirem ficar com Anne, aos poucos a menina vai ganhando o coração de Marilla.
É lindo ver a forma como Anne vai criando seu lar em Green Gables, cada pequena ação que traz a vida para esse lugarzinho antes habitado apenas pela monotonia de dois irmãos solitários.

Anne é uma menina especial, desde cedo ela aprendeu a se refugiar na sua imaginação; imaginação que permite-a ver as coisas de maneira diferente, ela vê as possibilidades, aprecia melhor as dádivas da natureza, tem um conceito muito interessante da vida desde uma idade tão jovem. Tudo isso sendo uma doce menina, dada as suas diabruras, mas nem um pouco intratável e rebelde. Esse é o livro de uma excelente menina em sua jornada para ser uma grande mulher.

Adorei acompanhar a busca dela por suas “almas gêmeas”.

Suas reflexões sobre a vida:
"- Você põe o coração com tanto ardor nas coisas, Anne - disse Marilla, com um suspiro. -, que temo que existam muitas desilusões guardadas para você na vida.
- Oh, Marilla, a metade do prazer que há nas coisas é aguardar ansiosamente por elas! - exclamou Anne - Você pode não chegar a obtê-las, mas nada pode lhe impedir de se divertir ansiando por elas. Mrs. Lynde diz, 'Benditos sejam os que não esperam nada, pois não serão desapontados'. Mas eu penso que seria pior não esperar por nada do que ser desapontada."

Suas hilárias aventuras! Ri demais com a embriaguez da Diana e o bolo feito com linimento kkk

Sua positividade:
"Anne, com seus cotovelos apoiados no peitoril da janela, suas bochechas suavemente encostadas nas mãos unidas e seus olhos cheios de visões, olhava despreocupadamente por sobre os telhados das casas e pináculos da cidade para aquela gloriosa abóbada de céu poente, e tecia seus sonhos de um futuro provável com os fios dourados de seu próprio otimismo juvenil. Todo o Além era seu, com suas rosadas possibilidades espreitando nos anos futuros - cada ano uma rosa de promessa a ser tecida em uma grinalda imortal."

Sua tola competição com Gilbert Blythe;
Sua linda amizade com Diana;
O tímido Matthew indo comprar vestidos para Anne (e comprando no lugar um ancinho e kilos de açúcar! Kk);
Marilla e sua secura que era uma camuflagem para ninguém ver seu profundo amor por Anne e o quanto a Anne mudou-a;
Toda a Avonlea e seus bosques, a Floresta Assombrada, a Lagoa das Águas Brilhantes, o Descanso Silvestre...
Toda a nostalgia do fim. Os sofrimentos, sacrifícios e entendimentos que acompanham o curso do começo de uma vida adulta.
Tudo nesse livro é especial.

OBS: Esse é o primeiro livro de uma série de oito que conta toda a história de vida da Anne, infelizmente anos atrás outra editora apenas lançou Anne de Green Gables aqui no Brasil, mas em 2015 a Pedra Azul resolveu apostar na L.M. Montgomery e publicou esse livro, e agora em 2016 o segundo livro (Anne de Avonlea) já está em tradução, porém só será vendido por encomenda. Infelizmente apesar de ser uma série clássica extremamente famosa no exterior, é pouco conhecida entre os brasileiros, o que é uma pena.


Eis uma maravilha que fiquei feliz de conhecer e ler.
raissa.pinto.9 27/06/2016minha estante
Quero!!!! Preciso deste livro!


Evy 27/06/2016minha estante
Raaaissa leia pra ontem! Kkk
Vale a pena demais. Fiquei desde o ano passado namorando esse livro no catálogo da Pedra Azul e agora tenho vontade de me dar um peteleco mental por ter demorado tanto a comprá-lo kk


raissa.pinto.9 28/06/2016minha estante
hahaah Eu estou assim também, mas será uma das próximas compras!


Evy 28/06/2016minha estante
E depois que lê-lo não esquece de mandar o email para a Pedra Azul sobre o segundo livro, quanto mais pessoas pedirem melhor são as chances da publicação impressa ser realizada *-*


raissa.pinto.9 28/06/2016minha estante
Pode deixar! Estou participando de todas essas campanhas, até agora eles não conseguiram pessoas suficientes para a publicação dos Oito irmãos :/


Luciana 15/05/2017minha estante
O livro tem sequência? Assisti a série e estou louca pra ler o livro agora


Evy 15/05/2017minha estante
Tem sim Luciana, esse é o primeiro de 8. O volume 2 (Anne de Avonlea) sai ainda esse ano pela Pedrazul :)


Luciana 15/05/2017minha estante
Nossa 8?? Mas vale a pena, ruim é esperar pra todos serem lançados.




Patty 10/01/2018

Amei!
Anne de Green Gables é o livro que deu origem a série da Netflix, Anne With An E.
Não é a toa q ele é um clássico canadense, já que a escrita de L. M. Montgomery nos cativa do início ao fim com a história da jovem ruiva.
No início o livro está muito bem mostrado na série de tv, a pesar de algumas mudanças, como sempre, mas do meio do livro em diante é totalmente diferente e me deixou sem querer largar o livro !! Espero muito que essa parte final seja mostrada na segunda temporada da série.
Alguns personagens, como por exemplo a Marília, me cativaram mais no livro, onde vemos mais a mulher forte e incrível que ela é, apesar da dificuldade em demonstrar seus sentimentos.
Se você ainda não conhece a série, ou mesmo que já tenha assistido, vale muito a pena ler o livro, pois você irá se divertir e se emocionar junto com a sonhadora Anne.
E agora aguardo ansiosamente pela leitura do próximo livro!
comentários(0)comente



110 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |