Príncipe Partido

Príncipe Partido Jen Frederick
Erin Watt




Resenhas - Príncipe Partido


68 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Matt 12/05/2019

Um tanto quanto problemático, mas muito bom
A narração é ótima, o que faz você devorar um livro em apenas um dia, mas tem duas coisas nele que me incomodam.

Primeiro, relacionamento tóxico.

Segundo, os gêmeo são quase figurantes nessa história, e eu fico p da vida com isso. A única coisa que a gente sabe deles é que eles compartilham a mesma mulher.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



beatrizkor 02/02/2019

Noossaaaa
Esse livro foi melhor do que eu esperava. Com pov do Reed e Ella, foi possível vermos os dois lados da história, e meu amor pelos dois só cresceu mais! Apesar do romance, também tivemos mais sobre a história do livro, e algumas descobertas que estão me enlouquecendo. O final desse livro fez com que eu corresse pro terceiro, e não vejo a hora de terminar ele também, sei que não vou me decepcionar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



LT 07/01/2019


Olá, pessoas! Como estão?

Hoje trago para vocês a resenha do segundo livro de uma série que está estraçalhando com o meu frágil coraçãozinho! Querem saber o que achei desse segundo volume?

Continuem a ler!

"Príncipe Partido" se inicia com o final arrebatador do primeiro livro, porém, agora temos uma mudança de ponto de vista, não é mais Ella que narra a história para nós e sim Reed. Entretanto, o que conta é que independente do que aconteceu, as consequências desestruturam a si mesmo, a Ella e a sua família por inteiro.

Sem Ella por perto Reed fica completamente perdido e incapaz de pensar em outra coisa que não seja ela. Ele se sente culpado, se pune e sobretudo porque todos os seus irmãos viraram as costas para ele, afinal, tudo naquela casa era culpa dele.

Após semanas de sofrimento, enfim, Callum consegue localizar novamente Ella e a jovem se vê obrigada a voltar para o inferno que é a mansão Royal. Para a felicidade de Reed e seus irmãos, só que Ella está diferente e determinada mais do que tudo a ficar longe de Reed, que por outro lado, está determinado a reconquistar a mulher da sua vida.

O que sinceramente Ella não esperava é que além de ter que enfrentar um grande dilema, ouvir seu coração ou acreditar na sua razão; Ela estaria imersa em uma rede de segredos que não pode revelar.

A família Royal estava destruída novamente, o colégio se tornou uma zona de guerra e em um jogo no qual o dinheiro é o que conta, quem de fato venceria? Aquele que tem mais ou aquele que pode mais?

"Príncipe Partido" é um livro com muito mais ação que o primeiro. É aquele tipo de livro que tira o fôlego do leitor, que lhe deixa com o coração na mão e desesperado por respostas. Ao mesmo tempo em que temos todas as respostas que desejamos do primeiro livro, somos afogados por mais uma série de descobertas que nos deixam desesperados por mais a cada virar de páginas.

O ritmo da obra é tão intenso e fluído que o leitor acaba se perdendo no tempo e quando você retorna a realidade, mas um livro se foi...

Confesso que estava preocupada com esse segundo livro, afinal, é de conhecimento de muitos leitores a famosa "maldição do segundo livro", porém, graças a Deus, isso é algo que passou bem longe desse livro.

Nele, podemos compreender um pouco mais a cabeça de Reed. Conhecer seus motivos e os porquês de suas atitudes. Confesso que teve momentos em que gostaria de pegá-lo no colo e tranquilizá-lo, entretanto, em outros, gostaria de ser a primeira a jogar esse homem contra a parede e lhe quebrar a cara.

É evidente, além do sofrimento e de toda a descoberta que há por trás dos irmãos da família Royal, o amadurecimento dos irmãos. O início do enredo é complicado para eles por conta de tudo o que aconteceu, e então eles se tornam uma família melhor do que eram. Todo mundo pode aprender com os seus erros, até mesmo quando se é adulto.

Tenho que dizer que, um fator que me surpreendeu nesse livro, foi novamente a força de Ella. A menina é guerreira, intensa e luta por aquilo que acredita, pouco se importando com o que pode ou não acontecer com ela. É sim uma protagonista de um romance adolescente que merece admiração e respeito.

A escrita das autoras continua incrível, fluída. simples e viciante. Confesso que agora estou a procura de um livro da Jen para ler, pois da Elle, todos os que aqui foram lançados, graças a Deus já li. O livro continua a ser narrado em primeira pessoa, porém, agora os capítulos são narrados ora por Reed, ora por Ella.

O livro se divide em trinta e quatro capítulos não tão longos e muito bem divididos. A edição como um todo é simples, as páginas são amareladas e possui um bom espaçamento e tamanho de fonte. Devo relatar que não encontrei nada contra em relação a edição, revisão e tradução.

"Príncipe Partido" é um livro cheio de respostas, mas repletos de dúvidas. Se o final do primeiro livro foi desesperador, o final desse é alucinante!

Então, bom, vou deixá-los agora com mais um pedido incessante para que leiam essa série e vou mergulhar de cabeça no terceiro livro, "Palácio de Mentiras", em busca das respostas pelas quais estou completamente abismada e necessitada!

Resenhista: Mayara Milesi.

site: http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Raquel.Glitz 06/01/2019

Bom
Livro bom, continuação e esclarece alguns pontos. Mas novamente não tem um final. Vamos ao terceiro para saber o restante da história.
comentários(0)comente



Pri Dias 31/12/2018

História apaixonante e repleta de Mistérios...
Já havia mencionado o quanto os títulos dessa série têm relação direta com a história. Reed é o segundo filho, porém, chamou para si toda a responsabilidade de manter a força da família Royal quando seu irmão mais velho foi para a faculdade. Ele seria uma espécie de ?comandante? que se acha responsável por tudo que envolve sua família. Porém, tantos fatos surpreendentes acontecem que coloca a prova toda a capacidade que Reed tinha para manter o elo familiar intacto. E a questão que fica é: mesmo diante de sua maior fraqueza (que também é sua força), será que ele conseguirá se reerguer?!

Nesse segundo livro, Ella já pode se considerar uma verdadeira Royal, e depois de muitos obstáculos, consegue conquistar o seu lugar.
Aqui as questões mal resolvidas de cada um ficam mais evidentes, porém, Ella e os irmãos Royal somam suas forças e tentam resolver seus problemas entre si. Muitas vezes aplaudi a coragem de Ella, em alguns momentos sofri junto com os personagens, em outros, senti tanta raiva... é uma mistura de sensações diversas que nos dá a impressão de fazer parte da história.

Não sei se é porque já estava completamente apaixonada por Reed, que aprendi a enxergar profundamente esse personagem. Eu coloquei fé nele, confiei e acreditei em cada palavra que ele dizia. Muitas vezes mostrou-se um personagem impulsivo, e mesmo não concordando com quase nenhuma atitude dele diante das emoções que não sabia lidar, consegui enxergar bondade dentro daquele coração.

Os demais irmãos ainda continuam misteriosos pra mim. Com certeza Easton é o mais sensível. Apeguei-me a ele como se fosse um irmão mais novo, de quem eu gostaria de cuidar, proteger e dar uns tapas quando necessário.
Gideon, é o mais misterioso. Fica claro que guarda segredos, mas pouco aparece, e quando o faz, deixa-me com a sensação de que algo muito sombrio o cerca, e isso me deu medo.
Os irmãos mais novos, apesar de aprontarem muito, demonstram imaturidade devido à pouca idade, mas mesmo assim, são leves, e até engraçados.

O que me chamou a atenção é a lealdade que os Royal têm um pelo outro, mesmo que a confiança esteja abalada. Apaixonei-me um pouco mais por eles por causa disso

A leitura é surpreendente, que me fez ativar o modo investigadora, e tentar deduzir o que estava por trás de tantos problemas que envolvem a família. Prendeu tanto a minha atenção que li esse livro em um dia, e só parei quando terminei a última palavra.
comentários(0)comente



Paula Faria @blogliteralmenterosa 05/12/2018

Maravilhoso, doloroso e arrebatador!
Reed Royal sempre teve tudo na vida, tudo de bandeja e não ligava muito pra tudo que lhe foi dado tão facilmente, carregava uma mágoa que lhe atormentava, mas isso tudo foi antes de conhecer Ella Harper, a tutelada do seu pai. Que ele queria mais ver longe dali, queria que ela sumisse, mas aos poucos , com sua garra, força e determinação de Ella os sentimentos de Reed por ela mudaram e ele a queria por perto, queria protege- lá, mas com apenas um deslize ele põe tudo a perder e o caos se aloja, não só na mansão Royal , mas na sua vida e no seu coração. Ella não quer mais Reed pois teme que isso pode ser a ruína dos dois e ela não poderia estar mais certa.
Nesse livro conhecemos mais sobre os sentimentos de Reed e apesar de todo caos, toda loucura e destruição que o cerca entendemos a natureza de suas ações. Muitas máscaras caem e muitas verdades são reveladas aqui e quando Ella volta Reed a quer de volta, mas ela só quer seguir sua vida e sair dali o mais rápido que puder, mas a paixão que sentem está sob a pele deles e o amor que compartilham vai muito além de armações e mentiras por dinheiro e poder. Quando as coisas parecem se acertar muitas surpresas chegam sem aviso e viram tudo de cabeça pra baixo.
Eu levei um tempinho pra ler esse livro por ser tão intenso e viciante, quanto mais se lê mais se quer e cada capítulo se torna mais envolvente que o outro, a leitura é fluída e a trama bem construída, o nível dá leitura se mantém incrivelmente maravilhoso e quando chegamos ao fim, temos o golpe final que nos tira o fôlego, nos deixa completamente sem fala , recomendo muito a leitura da série e se preparem pra serem arrebatados.
comentários(0)comente



Book.Obsession 04/12/2018

Ella Harper descobre que Reed teve envolvimento com Brooke, namorada de Callum, numa tentativa de se vingar do que seu pai fez com sua mãe ainda em vida.
Tentando retornar a vida, Ella acaba cedendo às pressões de Callum e retornando duas semanas após fugir e deixar todos angustiados com seu sumiço.

A maneira que Callum usou para chegar até a jovem foi através do rastreamento dos números em sequência do dinheiro que deu a Ella logo que chegou a mansão.

Assim que coloca seus olhos em Easton, o mais apegado dos Royals, não consegue disfarçar seus sentimentos, justamente por já ter sido abandonado por alguém que nutriu um grande afeto. E Reed tenta de alguma forma se aproximar e explicar que o filho que Brooke diz esperar não é dele, mas Ella já está magoada com seu jeito misterioso e segue dando um gelo no rapaz que pelos próximos dias tenta reconquistar o amor e a confiança da jovem.
“Reed me quebrou. Ele me enganou. Ele me fez acreditar que algo de bom podia existir nesse mundo ferrado. Que alguém poderia realmente dar a mínima para mim.”

De volta à escola, Ella vira mais uma vez alvo da maldade dos alunos que agora zoam a ponto de especularem que a jovem teria sumido para realizar um aborto, entre outras coisas desagradáveis, bem típico do bullying que temos visto por aí. Mas Ella respira fundo e não se deixa abater e tenta seguir em frente não deixando transparecer o que a maldade das pessoas lhe causam.
"Odeio que ele ainda tem poder sobre mim. Odeio que não me sinto mais no controle sobre nada. Odeio estar aqui. Que minha mãe se foi. Que me apaixonei por Reed, em primeiro lugar."

Sua grande amiga Val está passando por um momento delicado, já que seu ex-namorado Tam, agora quer liberdade para curtir as garotas da faculdade e aproveita para curtir o ombro amigo de Ella.
Com o passar do tempo Reed consegue mostrar a Ella que tudo o que aconteceu foi bem antes dela entrar em sua vida e eles se envolverem, resultando em um acerto entre os jovens.

Ao longo da leitura, podemos acompanhar também o troco dos Royals a Daniel Delacorte, por tudo o que fizeram com Ella, mas também ficou impossível não ficar aflita quando Reed passou por situações de deixar a gente com o coração na mão.

O segundo livro da série The Royals é cheio de altos e baixos, cenas de ciúmes, jovens sendo bem ativos em todos os sentidos, muitas cenas fofas de Reed e Ella, mas também um final com revelações bombásticas e avassaladoras que certamente deixará o leitor de cabelos em pé querendo partir logo para o terceiro livro de título Twisted Palace. Lógico que não vou contar para não atrapalhar a leitura de quem estiver lendo, só digo uma coisa, se joga porque vale a pena experimentar essa montanha russa de emoções que só os Royals sabem provocar.

site: http://www.bookobsessionblog.com/2017/04/resenha-broken-prince-royals-2-erin-watt.html
comentários(0)comente



Fernanda.Granzotto 15/11/2018

OMG! OMG !! argh!
Eu preciso ler o próximo livro, mas ao mesmo tempo eu preciso assimilar tudo o que aconteceu neste.
Eu preciso de um tempo...
comentários(0)comente



Bruna.Batista 21/10/2018

A belíssima história de Ella e Reed tem continuidade nesse livro. Ainda estou fascinada com a trama. Não tem como não se encantar. Esse casal é realmente incrível e só nos resta esperar para saber o que acontecerá com esses dois no último livro. Boa leitura.
comentários(0)comente



umalivraria 12/10/2018

Resenha @umalivraria - #resenhasdaelay
❝Reed acabou comigo. Ele me enganou. Fez com que eu acreditasse que podia existir uma coisa boa neste mundo horrível e pervertido. Que alguém podia se importar comigo.❞

O segundo volume da série amada e criticada “The Royals” vem com uma outra pespectiva, até então, não conhecida dos leitores. Nesta obra, conhecemos Reed Royal de uma forma que ainda não havíamos conhecido, suas cicatrizes, dores e os motivos para que ele seja tão desconfiado com tudo.

Reed conta tudo o que aconteceu, respondendo algumas perguntas que ficaram pairando no ar no primeiro livro, fala também sobre o seu desejo por Ella e como a garota mexeu com seus sentimentos, como nenhuma outra.

Temos Ella narrando também, então podemos ver os dois lados da moeda. Não é cansativo e as cenas não se repetem, como em alguns livros que possuem os protagonistas alternando os capítulos.

Ella é a mesma garota doce e nada ingênua do primeiro livro, ela vai evoluindo cada vez mais e se mostrando mais forte. Sua paixão e desejo por Reed também amadurece, mesmo descobrindo os segredos mais obscuros do garoto.

O garoto Royal encanta desde o início, conhecer seus maiores medos é tudo que nós queríamos, o personagem misterioso da série vai se soltando aos poucos e percebemos que ele não é esse bad boy todo que demonstra, tudo é uma carcaça para se proteger do que já o machucou.

Não canso de elogiar as autoras Elle Kennedy e Jen Frederick – formando assim o pseudônimo Erin Watt, – por nos trazer algo tão envolvente. É difícil não torcer por Ella, para que ela vá evoluindo mais e que continue sendo essa personagem tão decidida.

Alguns leitores, incluindo eu, odiavam a forma de tratamento de Reed com Ella ao conhecê-la, mas o garoto também vem com um amadurecimento enorme e só evolui, trazendo um lado do Royal que estava escondido e bem melhor.

site: https://www.instagram.com/umalivraria/?hl=pt-br
comentários(0)comente



Luana Moraes 17/08/2018

Royal!
É impossível não devorar Príncipe Partido, a escrita de Erin Watt, consegue ser ainda mais viciante neste volume, eu amei princesa de papel e fui com fortes expectativas para este e não me arrependo.
E o final, CARAMBA, O QUE É AQUILO????
comentários(0)comente



Raquel Soares 03/08/2018

O Reed é um cara super sincero, porém não é perfeito e comete um erro q parte o coração de sua amada e por consequência o dele tb. Eu amo como ele não desiste de conquista-la, mesmo ela dizendo pra ele desistir, mesmo ela beijando outro! Hahahahah
Como sofre, gente! A Ella tb! Nossa!
Eu amo esses dois juntos pq realmente parece q um é o chão do outro, q um precisa do outro! Q sintonia!
Esse livro é tão bom ou melhor q o primeiro!
Please, leiam!
comentários(0)comente



Lana Wesley 26/07/2018

Encantador, e envolvente, mas não melhor que o primeiro livro
Recentemente eu postei a resenha do primeiro da série que se chama Princesa de Papel. Enfim, lá eu disse que amei a história e admito que até o momento foi uma das minhas melhores leituras, e que por isso estava louca para começar a ler a continuação. E como no livro anterior eu devorei a obra, desse modo posso dizer que a continuação é tão bombástica quanto o primeiro livro. Por isso vamos logo para a resenha.

A trama dessa continuação se sucede de onde o livro anterior foi finalizado, no entanto aqui nos deparamos com a perspectiva do personagem Reed Royal, após a revelação do segredo bombástico que deixou Ella totalmente transtornada, a ponto de fazê-la agir sem pensar nas consequências que isso traria para sua vida. Entretanto os irmãos Royal não ficaram nada satisfeitos com essa decisão, e farão de tudo para que as coisas voltem a ser como era antes quando Ella chegou, porém as coisas não serão tão fáceis quanto imaginam. Já que seus segredos mais sombrios podem ser revelados, a ponto de destruir toda a sua família. Dessa maneira iremos nos deparar com muito romance, mentiras, segredos, e uma família que apesar da aparência perfeita, possui muitos defeitos. O livro é narrado em primeira pessoa pelas perspectivas de Reed Royal, e Ella o que deixou a leitura ainda mais intensa e cativante.

Queria primeiramente apontar que esta continuação não se compara com o primeiro livro, quer dizer, a história continua envolvente, e cativante, contudo aqui as coisas se desenvolvem com menos intensidade. Mas, tem um grande ponto positivo pois pelo título eu imaginava que a trama se decorreria toda pela perspectiva de Reed, mas também temos a visão de Ella. Deixando dessa forma a leitura bastante equilibrada, já que apesar de ambos se gostarem eles possuem personalidades diferentes. Inclusive não poderia deixar de mencionar o amadurecimento que houve com os irmãos Royal, principalmente em relação a Reed, que se mostrou no primeiro livro, ser um cara altruísta, aqui se mostrou ser amoroso, carinhoso e atencioso, tanto em relação a Ella quanto a seus irmãos. Ella também se mostrou ser mulher de atitude, e deixou claro que quer fazer parte desse mundo cheio de dinheiro, se impondo frente as pessoas que antes queria lhe diminuir.

Algumas coisas que deixaram a desejar no livro anterior foram melhor explorados neste livro, como por exemplo o romance, senti falta de ver o casal juntos, e aqui temos muito desses momentos, e eu amei ver Reed e Ella juntos. E torci muito para que eles fossem felizes, apesar de ter sido culpa dele e de seus segredos e atitudes impulsivas que fizeram com que as coisas terminassem de forma abruta.
Também podemos conhecer mais sobre os outros irmãos, e fiquei super curiosa para saber mais sobre seus envolvimentos amorosos. Queria muito que cada um deles tivessem um livro, espero que isso realmente aconteça.
A escrita das autoras continua envolvente e de fácil compreensão, com uma linguagem jovem que deixa a leitura se decorrer de forma rápida, as páginas vão passando sem que o leitor perceba.

Dessa forma quero recomendar novamente essa série para vocês. Por isso se você ainda não leu está perdendo o tempo . Tenho certeza de que vão amar os irmãos Royal, o romance que se desenvolve no decorrer da trama, as intrigas, os segredos que serão revelados e que vão te deixar de boca aberta. E agora não vejo a hora de começar a leitura do terceiro livro que infelizmente eu ainda não consegui adquirir, todavia está na minha lista de prioridades.

site: http://petalasdeliberdade.blogspot.com/2018/07/resenha-principe-partido-de-erin-watt.html
comentários(0)comente



68 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5