Ruínas de Gelo

Ruínas de Gelo Kel Costa




Resenhas - Ruínas de Gelo: O Confronto Final


17 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Rita.Tescke 30/08/2017

Pra mim não é o fim ?
Terminar Ruinas de Gelo foi complicado. Me apeguei ao personagens de uma forma muito absurda.
A escrita da Kel Costa não decepciona em nada, mas nadinha mesmo, é envolvente, faz você torcer e se apaixonar mais e mais.
Prós: a história não perdeu o ponto, nem se perde em detalhes, tudo casa de forma perfeita.
Contras: Queria os outros personagens mais bem aproveitados, achei que algumas coisas se estenderam demais e o principal foi deixado para um fim curto.

O fim me deixou um tanto quanto triste, mas é aquela coisa: a história nunca pode estar atrás da nossa expectativa.
Ainda gostaria de ver uma aventura de Sasha e Mihkail por ai. É um fim com gosto de quero mais.

Livros são livros, nos abraçam, abandonam, nos fazem sofrer e chorar, rir e ter esperança. E nesta trilogia você tem tudo isso e muito mais.

Obrigada Kel.
Mila 04/09/2017minha estante
Há final feliz? Diga que sim! Aceito spoiler! Não, retiro que disse! Sem spoiler! Só quero saber se vai terminar tudo bem, pois assim lerei mais tranquila.


anapaula.barros 04/09/2017minha estante
Tem final feliz para os dois?


Rita.Tescke 19/09/2017minha estante
Tem final feliz sim gente. Onde já se viu não ter? rsrsrsrs




@Livrosdami_ 19/10/2017

Ruínas de Gelo
.
.Hoje pela primeira não sei o que posso contar a vocês sobre o livro que acabo de ler.
.A Obra que finaliza a trilogia "Fortaleza Negra", sugou minhas palavras.
.Como uma Boa leitora, não gosto de spoiler, a não ser que eu peça, então com "Ruinas de Gelo - O confonto Final" fica bem difícil contar, até o primeiro capítulo, pois só quem leu o segundo que sabe a angústia que é não saber o que aconteceu.
.O que posso fazer então? Bom posso pedir para que leiam a obra, a trilogia é ótima, para quem gosta de sobrenaturais, romance, guerra e um pouco ou muito e sexo, Super indico.
.Parabenizo a autora #KelCosta pela estória. Por nós proporcionar esse prazer em viajar por um mundo onde humanos e seres diferentes vivem juntos e começam a viver (ou tentar viver) em harmonia. Pq disso podemos tirar a lição e que até mesmo os mais diferentes seres podem e devem viver em harmonia.
.Só queria mais detalhes no final. Kkkkk. Mas acho que a grande maioria quer sempre mais qdo o livro prende não é?
comentários(0)comente



Andy 07/11/2017

Ruínas de Gelo | Por Minha Fuga da Realidade
Ataques de mitológicos foram tão constantes ultimamente, que devastaram a Fortaleza, obrigando os moradores que sobreviveram a residir na Morada dos Mestres. Tudo se tornou um caos. A quantidade de feridos é grande demais para o estoque de sangue que é quase nulo, tanto para transfusões, quanto para alimentar todos os vampiros, além dos próprios Mestres.
O que mal percebeu-se é que Aleksandra (Sasha) está mudando desde o último embate do qual participou. Uma estranha aproximação entre ela e Mestre Klaus começa a perturbar Mikhail, que ainda não decidiu o que sente por ela. A relação dela com Klaus ainda é baseada em provocações e respostas irônicas, mas agora, aparentam ter uma cumplicidade que ninguém jamais imaginou que haveria entre eles.
Para obter respostas sobre o que está havendo com ela, e conseguir provisões para a Fortaleza, Sasha embarca em uma viagem para a terra natal dos Mestres, na companhia de Mikhail e Klaus.
Uma missão que colocará à prova nosso adorado primogênito.
[quote]
Fiquei imensamente feliz ao ler “Ruínas de Gelo” e triste após terminar a leitura. Me obriguei a ler o mais devagar possível, mas o máximo que consegui aguentar foram três dias. Se parar para olhar, levei exatos oito dias para ler a trilogia inteira. Imagino quem esperou anos para saber o desfecho de “Tempestades de Sangue”, a agonia que não sentiu...
Felizmente, o terceiro volume começa a partir do momento em que termina o segundo. E daí em diante, há deliciosas surpresas. Bem, nem todas. Tive vontade de entrar no livro e estrangular um pequeno pedaço do passado de Mikhail. Impossível não falar do meu OTP Supremo, que tiveram capítulos irresistíveis de serem relidos.
Amo a escrita da Kel. É simples e fluída, com personagens apaixonantes. Ela nos passa os sentimentos de Sasha de uma forma tão natural que fica impossível não se pôr no lugar dela.
Preciso confessar que sentia como se eu estivesse residindo na Morada. Para a minha tristeza, este foi o último livro das aventuras dessa ruivinha azarada. Partiu meu coração ler aquele “FIM.” Entrei em ‘DPL’ logo ao finalizar a leitura. Eu só fazia abraçar o livro e relembrar minhas cenas preferidas.
Em relação aos meus livros preferidos, Fortaleza Negra se tornou a trilogia que mais amei ler. Terminando com um final digno e sem pontas soltas. Só posso dizer que sentirei saudades e que assim que possível, pretendo reler. Essa é uma história que não quero, de maneira alguma, esquecer.
Sobre a edição, eu admito que não havia gostado tanto das capas novas antes de ter lido o primeiro livro. Mas bastou ler Fortaleza Negra para que eu ficasse feliz em ter uma imagem de Mikhail, Sasha e Klaus um pouco diferente das ilustrações do final da primeira edição. E claro, termos noção de como seriam os outros Mestres ao ver a capa completa do terceiro volume.
Agora temos capítulos marcados com uma bela ilustração, folhas amareladas e um espaçamento não muito diferente das antigas edições. A revisão pecou um pouco, mas nada que atrapalhe a leitura.
[quote+imagem]

site: https://minha-fuga-da-realidade13.blogspot.com.br/2017/11/resenhando-ruinas-de-gelo.html
comentários(0)comente



Maria - Blog Pétalas de Liberdade 17/11/2017

Resenha para o blog Pétalas de Liberdade
"- Sasha...
- Vá à merda, sua voz maldita! - Gritei ao me virar na direção da entrada da caverna.
Não havia nada ali, mas eu podia jurar que a voz era feminina e estava próxima. Eu já tinha assistido muito filme de terror para saber que não se deve seguir vozes do além." (página 218)

Para quem não conhece a trilogia, ela se passa num futuro alternativo, pois, nos anos oitenta, os vampiros provaram que não eram lenda e revelaram-se aos humanos, passando a governar o planeta. Mais especificamente, eram os Mestres que governavam: os cinco irmãos e vampiros mais poderosos (por ordem de idade e poder: Klaus, Nikolai, Mikhail, Nadia e Vladimir). Os humanos conviviam bem com os vampiros, até surgirem os mitológicos (centauros e minotauros) que, ao contrário dos vampiros que só bebiam o sangue que era oferecido, matavam vampiros e humanos pelo simples prazer de matar.

"Klaus sorrindo e me chamando de raio de sol só podia significar que eu estava prestes a apanhar. E muito." (página 95)

Sasha, uma jovem de dezoito anos, foi morar com o pai, a mãe e o irmão mais novo na Fortaleza, onde ficava a Morada dos Mestres (espécie de palácio) no que conhecemos hoje como a Rússia. Lá, ela fez amizade com Lara e Kurt, além de ter se metido em muitas confusões que fizeram com que ela ficasse na mira dos Mestres (e dos mitológicos), mas que também chamasse a atenção de Mikhail, começando um relacionamento complicado com ele.

"- Mikhail é contra essa ideia, mas você não tem muitas opções a não ser ir até Oymyakon. Está me entendendo? O que está acontecendo com você é muito mais sério do qualquer outra idiotice que já cometeu." (página 137, Klaus sempre tão gentil com a Sasha, só que não)

E se não bastasse a dificuldade de se relacionar com um vampiro milenar, ser o objeto de ódio da rainha dos mitológicos e ter que tentar escapar da ira de Klaus a cada confusão em que se metia, algo muito estranho estava acontecendo com Sasha, algo que poderia ser fatal. Em "Ruínas de Gelo", Sasha terá que tomar decisões difíceis sobre o seu futuro, além de se envolver no confronto final que poderá livrar ou condenar de vez a humanidade e os vampiros à fúria dos mitológicos.

"Será que o poderoso Klaus salvará a pessoa que ajudou a salvá-lo?" (página 225)

Se tem uma expressão que pode ser usada para definir "Ruínas de Gelo" seria "Parece que o jogo virou, não é mesmo?!". Sabe aquelas coisas que você só sonha como seria maravilhoso se acontecesse no livro? Pois é, em "Ruínas de Gelo" a gente vê alguns dos nossos sonhos mais mirabolantes sendo realizados!

"- Não acredito que você está aqui fora! - Lara riu ao me soltar e avaliar atentamente cada centímetro da minha pele exposta. Seus olhos passaram pelas minhas queimaduras, mas não se detiveram ali. - Não perde uma catástrofe, não é mesmo?
- Parece que eu sou mesmo um imã para confusões, como dizem as más línguas - encolhi os ombros e tentei dar um sorriso mais animadinho." (página 23)

Gente! Temos a Sasha, pela primeira vez na vida, segurando a língua dentro da boca! Finalmente essa criatura pensa um pouquinho antes de agir (não que eu não gostasse do jeito impulsivo dela). Mas também, ela meio que foi forçada a isso, pois já no comecinho o Mikhail faz com que ela perceba que para ele, um vampiro que teve uma vida completamente diferente da dela, também é muito difícil se relacionar seriamente com uma humana. E o que foi o Mikhail apaixonado, gente?! Sendo fofo e carinhoso... Ai meu coração!

"Era difícil acreditar, mas estava acontecendo diante de mim, meu maior pesadelo." (Klaus, página 224)

Acho que só não gostei mais disso do que do Klaus pagando todos os pecados dele. A guinada que a vida do Klaus sofre é esplêndida. Sabe aquela vontade de gargalhar na cara de um personagem? Pois é, senti isso quando vi pelo que o todo poderoso Klaus passou. Mas a autora fez com que a gente pudesse conhecê-lo e compreendê-lo um pouco mais: ele sempre precisou ser o mais forte de todos, o líder de todos, ter tudo sempre sob controle... E para finalizar a seção sonho de princesa (espero estar usando a expressão no sentido certo), temos o Kurt realizando o seu sonho, outro momento em que fiquei maravilhosamente chocada, não acreditando no que estava lendo.

"Pisei até o final do acelerador, tentando fazer com que aquela máquina imprestável funcionasse melhor. Era inacreditável que o automóvel fosse considerado uma das melhores invenções da humanidade. Mesmo os mais velozes ainda eram lentos demais para nós. Fazia com que eu me sentisse preso. Carros eram tão inúteis quanto telefones." (página 208, pra quê telefone se você pode simplesmente gritar dentro da cabeça das pessoas, né, Klaus?!)

Eu amei "Ruínas de Gelo"! Acredito que a Kel não poderia ter dado um desfecho melhor para a trilogia. A escrita dela estava ótima. O ritmo da história foi muito bom. Os personagens me fizeram gostar ainda mais deles. As perguntas que eu tinha (comentei na última resenha sobre os deuses que criaram os vampiros) foram sanadas. Teve romance, teve ação, teve humor... Olhar para a vida da Sasha quando ela chegou na Fortaleza como uma adolescente despreocupada e ver o quanto ela mudou e cresceu é fascinante. E o mais legal é que ela e os demais personagens têm consciência do quanto evoluiram. Enfim, um livro cinco estrelas, uma trilogia cinco estrelas, uma história que eu super recomendo!

"E isso me fez estremecer. Eu queria mesmo me fazer de isca para a rainha dos mitológicos?" (página 281)

A edição da Ler tem uma capa linda e que tem TUDO A VER com a história! Foi mais uma surpresa maravilhosa entender a cena da capa. As páginas são amareladas. A diagramação é boa, com letras, margens e espaçamento de bom tamanho. Tem um detalhe no início de cada capítulo (a narração é feita em primeira pessoa por mais de um personagem devidamente sinalizado no início de cada capítulo). Encontrei alguns erros de revisão.

site: https://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/2017/11/resenha-livro-ruinas-de-gelo-kel-costa.html
comentários(0)comente



Julia G 17/11/2017

Ruínas de Gelo
Depois do final arrasador de Tempestades de Sangue, estava curiosa e receosa para conferir o que Kel Costa tinha preparado para o fim da série Fortaleza Negra no tão aguardado Ruínas de Gelo. Desde já, posso afirmar que o livro não decepcionou, mas percebi alguns pontos que poderiam ter sido melhor explorados para criar uma trama ainda mais surpreendente. Não foram, mas isso não tira o brilho da série e não diminui o fato de que Kel Costa tem uma escrita absurdamente viciante.

Repleto de ação, mistérios e romance, o terceiro volume volta com tudo que os anteriores tinham de melhor. Nada em exagero, mas o importante é que não deixa de lado aspectos que fizeram a série ser o que ela é. E é claro que alguns mistérios novos aparecem, só para temperar ainda mais a trama que já estava pegando fogo.

Sasha foi meu único problema durante a série, e já tinha comentado isso nas resenhas anteriores. A garota era irritante e intransigente e, se ela me irritava, não consigo nem imaginar o que os mestres sentiam. Porém, no segundo livro já tinha percebido uma evolução da personagem e agora foi ainda mais nítido o quanto Sasha amadureceu. Além de deixar de lado as motivações egoístas, ela começou a pensar no contexto, nas consequências de seus atos, o que a tornou uma personagem mais madura e responsável. Claro que a língua afiada continua lá, mas dessa vez só serviu para fazer rir um pouco.

"Eu me sentei na cama e a encarei. Apesar de cansada, seus olhos estavam fixos nos meus e mostravam um amadurecimento que eu não notei chegar. Sasha estava diferente, tinha um olhar duro e decidido. Tão nova e já havia suportado tantas dificuldades. Parecia muito distante daquela garota a quem eu precisava proteger e carregar no colo a todo instante."

Isso também contribuiu para o amadurecimento da relação a protagonista e de Mikhail. Os dois continuam a se provocar, mas esse deixou de ser o ponto central do relacionamento. Há cumplicidade agora, como se pudessem conversar como iguais e decidirem juntos os próximos passos. Ninguém precisa mandar ou obedecer. O vampiro bruto também está mais fofo, e algumas cenas entre os dois amoleceu completamente meu coração.

Assim como nos livros anteriores, Kel Costa também traz alguns capítulos narrados por outros personagens importantes, como Klaus, Kurt e Mikhail. Achei essas passagens bastante relevantes, em especial porque nos dá um ponto de vista diferente sobre o mesmo acontecimento. A parte mais divertida, porém, foi acompanhar os "maus tratos" que Klaus infligia a Kurt, que fazia o coraçãozinho do rapaz explodir de felicidade. Definitivamente, Kurt é o melhor personagem dessa série, e fico feliz que a autora tenha dado alguns momentos bons para ele. Também gostei muito da participação de Klaus nesse livro. De alguma forma, o mestre conseguiu me cativar e eu achei muito fofo a forma como ele se vinculou a Sasha.

"- Você não vai ouvir isso muitas vezes de mim, então ouça com atenção - ele fez uma pausa e me encarou. - Eu te amo, Aleksandra!"

Acho que o final do livro, por mais inesperado que fosse, tornou as coisas um pouco mais fáceis para Sasha, já que ela não teve que tomar, de fato, uma decisão. Fora o desentendimento com os pais, todos os outros possíveis problemas desapareceram e até Nadia, que podia dificultar bastante, teve que baixar a cabeça e aceitar. Ainda assim, Kel Costa conseguiu justificar os acontecimentos de forma bastante satisfatória e fez disso algo razoável.

A única reclamação que eu tenho, de fato, é que esse último volume se voltou para Sasha e deixou de lado todas as intrigas políticas que eu tanto tinha gostado no livro anterior. Temas como o tráfico de sangue e a captura dos traidores, que podiam ter rendido bons momentos e revelações, foram comentados muito superficialmente e continuaram sem resolução. Achei uma pena que tenha faltado esse fechamento.

De qualquer forma, Ruínas de Gelo foi uma leitura incrível, do tipo que nem se percebe passar, e deu um bom fechamento para uma série original e repleta de bons momentos. Com um pouquinho dos principais elementos que fazem uma boa trama, a série Fortaleza Negra é uma ótima opção de leitura para quem gosta de fantasia e quer curtir uma boa história escrita por uma autora nacional.

site: https://conjuntodaobra.blogspot.com.br/2017/11/ruinas-de-gelo-kel-costa.html
comentários(0)comente



estantedasuh 16/12/2017

Sasha sente que algo mudou em sua vida. Seu envolvimento com os Mestres fez com que ela adquirisse certos poderes e por vezes estava se parecendo com eles. Como pode um humano se parecer com os Mestres? Mikhail e Klaus também percebem essa mudança e decide levar Sasha a um lugar onde eles podem obter respostas.

Além do problema que está ocorrendo com Sasha a Fortaleza foi atacada pelos mitológicos e muitas humanos e vampiros morreram, quase tudo foi destruído e por isso os Mestres estão bolando um plano para destruir a rainha dos mitológicos e erradicar essa raça da face da terra. Será que eles irão conseguir?

O terceiro livro começa exatamente do ponto que terminou o segundo livro e vou logo avisando que uma reviravolta acontece logo nas primeiras páginas. Senti que Sasha estava diferente, mas nada me preparou para o que iria acontecer. A autora soube como levar a história e o que já estava maravilhoso se tornou fantástico.

O casal Sasha e Mikhail continuam brigando como cão e gato, mas apesar disso o amor reina entre os dois. As cenas em que eles paravam de brigar era linda e víamos como eles estavam apaixonados e decididos a viver esse grande amor. A frase “para sempre” foi perfeita para eles.

A último livro veio recheado de ação e muitas aventuras. Não faltou batalhas para esse povo. A forma como a escritora elabora toda a trama foi magnífica e nada ficou sem respostas. A Kel soube amarra todas as pontas soltas e foi plausível em tudo que ela criou. Apesar de ser uma fantasia, a história é coerente e nada foi absurdo.

O final foi a coisa mais linda e deu vontade de voltar a ler todos os livros. Me despedir de todos os personagens foi cruel. Me apeguei a eles e pareciam que eram reais, eu amo livros que me levam a ter essas sensações, esses sim ficam gravados na nossa memória e no nosso coração.

A edição da Ler editorial está linda. A capa foi muito bem elaborada e vou dar uma dica, fiquem atentos a história porque esse é o cenário de uma das cenas do livro. Juro que quando comecei a ler a descrição das vestes eu lia e olhava para capa, lia mais um pouco e olhava para capa, isso foi muito bacana. A diagramação está muito bem elaborada. As folhas são amareladas e de ótima qualidade. O tamanho da fonte é ótimo para leitura. Os capítulos são narrados na visão de Sasha, Mikhail e alguns personagens secundários.

Recomendo esse livro a todos que amam um livro de fantasia, com vampiros de parar o coração, recheados de enigmas, ação, romance e amizade.

site: http://www.estantedasuh.com.br/2017/10/resenha-ruinas-de-gelo-fortaleza-negra.html
comentários(0)comente



Ju 09/07/2020

Hoje, encerrando a trilogia "fortaleza negra", o que tenho a falar: simplesmente maravilhosa.
Obrigada escritora kel Costa, por me proporcionar uma leitura tão viciante.
comentários(0)comente



Jessica 17/01/2018

Ruínas de Gelo, conclusão da série Fortaleza Negra da autora Kel Costa.
Após a morte de Rurik e de salvar a vida do mestre Klaus, Sasha acorda de um “coma”. Mikhail poderia tê-la transformado em vampira, mas respeitou sua vontade e a manteve humana, porém para isto, ela teve que ingerir muito sangue dos mestres. Tudo isso teve consequência, a qual ninguém imaginaria ser possível.

Após enfrentar o ataque dos Mitológicos dentro da Fortaleza, todos tem que lidar com a destruição, perda e passam a habitar a morada dos mestres. Ainda cheia de coragem, Sasha tenta ajudar a todos e em uma missão fora da morada para busca de mantimentos, volta como única sobrevivente de mais um ataque mitológico. Sua corrida para escapar foi anormal para uma humana, e não demora para perceberem que ela adquiriu poderes dos mestres além de brotar em seu cabelo uma mecha branca.

Mikhail e Klaus, a quem Sasha se aproxima cada vez mais, decidem levá-la à Oymyakon, único lugar que poderão ter respostas sobre as mudanças na humana. Afinal, como ela está se tornando parecida com os mestres vampiros sem ter sido transformada? Sua vida está em risco?

Além disso, há a elaboração de um plano para destruir a rainha dos mitológicos que além de matar humanos e vampiros, deseja ardentemente se vingar de Sasha pela morte do príncipe dos mitológicos.

Senti a protagonista diferente, evoluiu bastante. Nada foi previsível. Não deixou nenhuma ponta solta e mesmo com o estilo de gato e rato do casal principal, o amor continuou forte. Com capítulos intercalados por Mikhail, Sasha, Klaus e Kurt (esperem um início de um romance), a narrativa deixou o leitor mais próximos deste personagens.

Com muita ação, aventura e romance, tudo bem elaborado pela Kel a trilogia deixará saudades.

site: https://www.instagram.com/p/BeEKKWUhY7t/?taken-by=shippandolivros
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



re.sanrehd 02/02/2018

Melhor Série de Fantasia que já LI
Continuaremos a falar da trilogia Fortaleza Negra e em especial Misha e Sasha.
Para quem pretende ler ...
Terá de ler a trilogia para entender a magnitude da escrita e de toda a obra.
Se for lido só o primeiro volume faltará o final e se for lido somente o último volume faltará todo o contexto e só será revelado o final mas perderá a emoção de toda a estrada trilhada.
Bom ... falando deste volume ...
Sabe quando você conhece uma pessoa e, imediatamente esta pessoa se torna importante para você?
Não tem nenhuma conotação amorosa no sentido namoro ou nada no sentido sexual.
Meio que não tem motivo nem explicação.
Você só sente uma forte ligação com esta pessoa fazendo com que você do momento que conhece esta pessoa passe a nutrir carinho, preocupação e assim aconteceu com a Sasha ao ser colocada de frente aos mestres na fortaleza.
Imediatamente algo estalou dentro dela e a relação com dois dos principais mestres se torna ... como explicar ... mais, intensa e íntima.
E íntimo neste caso não necessariamente tem conotação sexual e sim “ligação” sentimental.
Sasha desde o primeiro livro se apaixona por Misha ou Mestre Mikhail.
Mas ... E, quanto a Klaus?
Klaus mesmo sendo todo taciturno nas atitudes, transparecendo ser “ O SR Malzão”; A mim e a Sasha nunca enganou.
Sasha descobre que seus sentimentos estavam totalmente corretos após por a vida dela em perigo para ajudar Klaus.
E, desde este episódio a cada parágrafo eu tinha mais certeza de que Klaus é verdadeiramente um gentleman que esconde seus sentimentos para não deixar que outras pessoas vejam o quanto ele é bom.
Sasha passa por muitas provas onde amizade, lealdade, confiança e fé são efetivamente testadas a todo instante.
A luta contra os mitológicos não será nada fácil e Sasha sabe que pode perder sua vida nas mãos de Zênite.
Em contra partida a preocupação de todos inclusive a da Sasha é justamente o que acontecerá com ela ...
Será que ela tem escolha ou está predestinada a morte sem haver nenhuma outra saída?
Não há escolhas a serem feitas.
Não há tempo ...
O destino já está traçado e, o final ... é impressionante e revelador.
Mas tudo isso faz com que cada dia mais e mais Sasha tenha certeza de que acertou em todas as suas escolhas.
Queria ao menos mais um capítulo antes do fim relatando mais sobre a festa afinal ...
Todos mereciam comemorar!
E claro que quero, peço, imploro e suplico a autora um livro do Klaus que é esse mestre lindo e maravilhoso demais pra não ganhar um livro dele.
Niko e Vald merecem um livro deles também!
E, até mesmo Rurik merecia um livro para explicar o motivo de suas ações e retaliações;
Só a Nádia que dispenso um livro dela (risos) ...
Eu e Sasha ( sim viramos amigas e obvio que eu casei com meu novo crush literário o gostosérrimo do Misha) ... não surtem!
Eu tive um acordo e Sasha sabe que amo o casal e que não sou ameaça a ela afinal marido literário não sai do livro - QUE PENA!!!!
* RISOS *
Num final surpreendente e emocionante Sasha realmente termina como uma princesa que finalmente encontra seu vampiro encantado.
E o para sempre????
O Para sempre ... cada um de vocês tem que ler pra saber se é um Felizes ou nem tanto!
... Ops ...
Vampiro encantado?????????
Acho que esta já é outra história ... ou não? Afinal príncipe encantado pode ser de qualquer espécie né? Até mesmo um VAMPIRO!!!!!

Genteeeee ... se eu recomendo?
Melhor série de fantasia/vampiros que já li na VIDAAAAAAAAAAAAA!
Super, Ultra, Mega, Power RECOMENDO!
comentários(0)comente



Naty Rangel 07/07/2018

Eu estou em chooooque com esses livros!
E quer saber de uma coisa, não vou contar nada da história para que mesmo quem não leu o primeiro livro possa saber como eu achei FODÁSTICO.

No terceiro livro, Ruínas de Gelo, você acha que melhora a nossa situação?
Nem pra mim e muito menos para Sasha que passa por mais coisas (como se ela já não estivesse zicada demais), porém vejo uma Sasha, ainda inconsequente, mas um pouco mais madura e corajosa já que ela tem a uma mania enorme de enfrentar os Mestres, mas isso não é novidade para ninguém que já leu o primeiro livro, só que o nível de insolência da menina aumenta a cada livro e esse final...
AHHHHH ESSE FINAL!!! Eu quero chorar só de lembrar que não vou ter mais do Misha, Klaus e Sasha, a não ser é claro (e isso é uma direta, sim) que a linda da Kel Costa resolva fazer mais um livro para nós. Ahh, vá, nunca te pedi nada, um spin-off, conto.. qualquer coisa que faça com que eu tenha mais e mais desse mundo perfeito!


site: http://www.livrosdanatyrangel.com.br/2018/05/resenha-tempestade-de-sangue-e-ruinas.html
comentários(0)comente



CATATAU 06/08/2018

ENFIM A PAZ... SERÁ?
No confronto final desta trilogia, a luta continua para poder reinar a paz não só na Fortaleza, mas no mundo todo...
Será que os Mestres irão conseguir tal proeza?
E a Sasha qual será o papel dela nesta luta?
Será que todos irão ter o típico “final Feliz”?
Uma história envolvente de humanos convivendo com vampiros e seres mitológicos...
Só lendo esta trilogia maravilhosa e conhecer melhor cada personagem com sua vida em perigo a cada capitulo...
Parabéns Kel por esta maravilhosa história
Adorei... Maravilhei
comentários(0)comente



Rose 30/08/2018

Gente!!!! Na resenha anterior, eu falei que o livro terminou me deixando de queixo caído e que corri para ler, e já afirmo que não me arrependi.
Depois de um ato de muita coragem de Kurt e Sasha, a vida na Fortaleza entrou em um novo patamar. Os humanos estavam alojados dentro da Fortaleza, visto que em suas casa, não tinha nenhum tipo de segurança. Do outro lado, os mestres ficaram ainda mais acuados, e a alternativa foi convocar todos os humanos maiores de 18 anos, e que tivessem dispostos a lutar contra os mitológicos, para entrarem para o que seria o exército dos vampiros. Além disso, era preciso pedir que mais voluntários para doação de sangue se apresentassem.
No meio desta nova e decisiva fase, Kurt abraça muito bem sua nova e diferente vida. Mas Kurt é Kurt, e apesar de toda a serenidade que sua posição exigia, ele não mudou suas características, e o amei ainda mais.
Por tudo o que passou até ali, e depois do ato mencionado no início da resenha, Sasha estava passando por uma grande transformação que ela não entendia e que os mestres nunca viram ou pensaram ser possível. Diante disso, ela, ao lado de Misha e Klaus, partem em busca de repostas. O que encontraram foi muito mais que isso. Foi algo que mudará para sempre não só a vida da própria Sasha, como também a postura dos mestres e de todos os humanos em relação a eles.
Quem não ficou satisfeito com isso foram os pais de Sasha. Aliás, infelizmente, neste volume, peguei uma certa raiva deles. Eles tratavam Sasha como se ela fosse uma criancinha. Entendo o medo que os pais tem de verem seus filhos machucados, ou mesmo mortos, mas não era apenas isso. O que me incomodava era ver que os vampiros serviam para protegê-los e lutarem contra os mitológicos, mas não serviam para um maior relacionamento, como era o caso de Sasha e Misha. Não posso entrar em muitos detalhes, para não tirar as surpresas que o enredo trás.
Esta viagem também mudou completamente o relacionamento entre Klaus e Sasha. Não que acabaram as implicâncias e ameaças de morte entre eles, mas a ligação deles tornou-se mais profunda e forte, bem mais forte até que entre Sasha e Misha.
Aliás Misha resolveu jogar tudo para cima e assumiu de vez sua posição, e eu dei alguns pulos aqui em casa. Isso inclusive, obrigou um amadurecimento de Sasha, que veio bem a calhar.
Sasha teve que aprender sobre si mesma e de como poderia está ajudando e fazendo a diferença nesta guerra que estava em seu ápice. Sasha não era apenas a arma que os mestres usariam, ela também seria a própria arma. Mas antes disso, era preciso encontrar Zênite, a rainha dos mitológicos. Só a morte dela colocaria um fim a esta guerra. O problema nisso tudo, é que neste processo, a vida de Sasha estaria em perigo real. Nada garantia que ela resistiria as agressões que com certeza sofreria, e muito menos que os mestres e seu exército chegariam a tempo de salvá-la.
Mas nada disso, e nem os apelos de Misha foram capazes de fazer a moça desistir. Ela estava disposta a tudo para não só vingar a morte daqueles que ela amava, como também de todos que morreram nas mãos dos mitológicos. Ela confiava que sua ligação com Klaus a manteria a salva. Pelo menos tão a salva como fosse possível, até o momento em que fosse resgatada.
O livro finalizou muito bem esta guerra, e deixou o leitor preso em todas as nuances e possibilidades que iam sendo desenhadas.
Kurt mais uma vez roubou a cena, aliás, em falando em cena, que cena que ele e Klaus protagonizaram! Klaus também foi o protagonista de uma cena dramática e emocionante. Ele mostrou ali que não era apenas o mais poderoso e frio dos vampiros. Um detalhe que Sasha já tinha percebido. Outra coisa que achei maravilhosa foi a mudança de Sasha, Klaus e Misha. Klaus, aliás, foi o ponto forte deste final. Eu sei que Sasha foi a protagonista que fez a diferença, mas o que quero dizer é que Klaus cresceu em todos os níveis e foi o dono da bola nesta reta final. Mostrou para que veio e levou todos debaixo do braço. Nádia e Vladimir, os dois mestres mais novos que finalizaram a história sem muito agregarem. Não comprometeram, mas também não construíram muita coisa.
Uma trilogia muito rica, em detalhes e bem diferente dos enredos de vampiros que costumamos ver por aí. Temos guerra, jogo de poder, reviravoltas, estratégia e romance, tudo muito bem enlaçado que deixará o leitor bem satisfeito. Não deixem de conferir!

site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2